Administração da Produção

Introdução

1

Administração da Produção Introdução
• “A administração da produção ou de operações trata da maneira pela qual as organizações produzem bens e serviços. Tudo o que você veste, come, usa, lê, etc. chega até você graças aos gerentes de operações que organizam a produção. Todos os livros que você toma emprestados da biblioteca, os tratamentos recebidos no hospital, os serviços esperados das lojas e as aulas da Universidade também foram produzidos. Embora nem sempre as pessoas que supervisionaram sua produção sejam chamadas gerentes de produção, isso é o que realmente são.” Administração da Produção Nigel Slack
2

Administração da Produção O que é ?

• “A administração da Produção é o campo de estudo dos conceitos e técnicas aplicáveis à atividade, decisões e responsabilidades dos gerentes de produção”

3

Gerentes de Produção • Gerentes de Produção são os funcionários da organização que exercem responsabilidade particular em administrar algum ou todos os recursos envolvidos pela função produção. A denominação “Gerentes de Produção” em algumas organizações pode receber outra denominação.  Gerente de Loja em um supermercado. 4 .  Gerente Administrativo em um hospital. como por exemplo :  Gerente de Tráfego em uma empresa de distribuição.

Produção O que é ? • Produção como função : significa a parte da organização que produz os bens e serviços para os consumidores externos da organização. • Produção como atividade : significa qualquer transformação de recursos recebidos (input) para produzir bens e serviços. sejam para clientes internos ou externos. 5 .

Produto • È o resultado de um processo de transformação. 6 . algo a que se agrega valor e que está sendo manipulado para posterior oferta ao mercado ou como resposta a uma solicitação do mercado. descontada a materialidade. • Esta definição. também pode ser considerada para serviço.

Embora essas funções tenham sua parte a executar nas atividades da organização.Recursos Humanos. 7 . para efeito de estudo serão consideradas as seguintes divisões. por objetivos organizacionais comuns. Em todas as organizações existem outras funções com suas responsabilidades específicas. são ligadas com a função produção. aqui. não sendo a única e nem necessariamente a mais importante.  Funções de apoio . variando as mesmas para cada organização. Compras. Desenvolvimento de produto / serviço. Engenharia / suporte técnico. além da Produção :  Funções principais – Marketing. Não existe um padrão único de estrutura organizacional ou função.Produção na Organização • A função produção é central para a Organização porque produz os bens e serviços que são a razão de sua existência. Contábil-financeira.

Modelo de Transformação Qualquer produção envolve os processos input – transformação .output Ambiente Recursos a Serem transformados Materiais Informação Consumidores Recursos de Entrada -input Processo de transformação Saídas de produtos E serviços-output Consumidores Instalações Pessoal Recursos De Transformação Ambiente 8 .

terreno e tecnologia do processo de produção. equipamentos.Inputs para o Processo de Transformação Os inputs para a produção podem ser classificados em : • Recursos transformados – os que são tratados. Instalações – prédios. . os recursos transformados que a produção emprega são um composto de : . materiais . mantêm. transformados ou convertidos de alguma forma. Consumidores • Recursos de transformação – existem dois tipos de recursos de transformação que formam os “blocos de construção” de todas as operações : . 9 . planejam e administram a produção. Geralmente. Funcionários – os que operam. informaçoes .

Escrituração de contas informações. pilotos e Movimentação de Passageiros e equipes de bordo. passageiros e cargas ao transportados equipes de terra. frigoríficos Contas demonstrativos Balanços. alimentos equipamento de Congelamento processamento de alimentos. análises e Contabilidade Fabricante de alimentos congelados de Alimento Congelado 10 .Algumas operações descritas em termos dos processos de input-transformação-output Operação Recursos de Input Processo de transformação Output’s cargas Linha aérea Aeronaves. passageiros e cargas. Exame e tratamento Pacientes com dentes e equipamento dentário. Preparação operadores. dentário. gengivas saudáveis enfermeiras. Dentista Cirurgiões dentistas. sistemas Orientação contábil de computador Alimentos frescos. redor do mundo. pacientes Orientação preventiva Funcionários.

Materiais transformados dominantes em várias operações Predominantemente processadores de materiais Todas as operações de manufatura Empresas de mineração/extração Operações de varejo Armazéns Serviços postais Linha de embarque de containers Empresas de transporte rodoviário Predominantemente processadores de informações Contadores Matriz de banco Empresa de pesquisa/marketing Analista financeiro Serviço de notícias Unidade pesquisa universidade Empresa de telecomunicações Predominantemente processadores de consumidores Cabeleireiro Hotéis Hospital Transporte de massa Teatro Parque temático Dentista 11 .

Materiais papel •Bobinadeiras •Prédios no cais •Máquinas de corte •Sistemas de reservas •Máquinas embalagem computadorizados •Caldeiras p/ vapor •Armazéns •Armazéns •Marinheiros •Engenheiros •Assistentes de navegação bordo •Pessoal de limpeza •Pessoal de cozinha •Pessoal de manutenção •Pessoal de venda de passagens •Operadores •Químicos e engenheiros químicos •Engenheiros industriais •Equipamento de radiodifusão •Estúdios e seus equipamentos •Transmissores •Veículos externos de radiodifusão Tipos de Funcionários •DJ’s •Locutores •Técnicos 12 .Instalações e funcionários – recursos de transformação – de três operações Empresa de navegação Fábrica de papel Estação de rádio •Navios Tipos de Instalações •Tanques para •Equipamento de navegação a bordo preparação da massa •Máquinas de fabricar •Docas •Equipamento de mov.

consultores Serviços de notícias Empresas de telecomunica ções Bibliotecas Arquivos Processadores De Consumidores Cabeleireiros cirurgiões plásticos Transporte público Táxis Hotéis Hospitais Outras assistências de saúde Educação Psicanalistas Teatros Parques Temáticos 13 . contadores arquitetos Analistas financeiros universidades.Diferentes tipos de processos de transformação Propriedades Físicas Processadores De materiais Todas as operações de manufatura. Propriedades Informativas Posse Operações de varejo Localização Serviços postais Distribuição de cargas Estocagem/ acomodação Estado fisiológico Estado psicológico Armazéns Processadores De informações Matriz de banco. mineração e extração.

Output’s do Processo de Transformação • Tangibilidade • Estocabilidade • Transportabilidade • Simultaneidade • Contato com o consumidor • Qualidade 14 .

em geral. A qualidade dos mesmos é razoavelmente evidente. nos serviços. não julga apenas seu resultado. a produção dos bens. 15 . o consumidor. mas também os aspectos de sua produção. julgarão a qualidade da operação com base nos próprios bens.Output’s do Processo de Transformação Qualidade Em razão dos consumidores não verem. que provavelmente participa da operação. Entretanto.

A outra preocupa-se com a forma de vermos todas as partes da organização como operações que requerem administração de produção.Hierarquia do Sistema de Produção • O modelo input-transformação-output pode também ser usado dentro da produção. recebendo parte de seus inputs e fornecendo parte de seus output’s a outras seções ou grupos dentro de sua própria micro-operação e fora dela. • Esse conceito de hierarquia de operações tem duas implicações particularmente importantes. Note que a maioria das áreas de produção é constituída de várias unidades ou departamentos que. enquanto seus departamentos podem ser denominados micro-operações. funcionam como versões reduzidas da operação global de que fazem parte. • A operação global pode ser denominada de macro-operação. • Ampliando o conceito. 16 . por sua vez. dentro de cada micro-operação pode haver seções ou grupos que podem ser considerados operações. Uma diz respeito à ligação das microoperações para formar os relacionamentos dos consumidores e fornecedores internos.

podemos modelar qualquer função produção como uma rede de micro-operações que estão engajadas em transformar materiais. funcionários).Relacionamento entre consumidores e fornecedores internos • As expressões consumidor interno e fornecedor interno podem ser usadas para descrever aqueles que recebem output’s e fornecem input’s a qualquer micro-operação. • Todas as partes da organização são operações. cada micro-operação sendo ao mesmo tempo. Esses consumidores e fornecedores internos são outras microoperações. 17 . informações ou consumidores (neste caso. uma fornecedora de bens e serviços e uma consumidora interna dos bens e serviços de outras micro operações. Assim.

Micro-operação Inputs são bens e serviços decorrentes de outras macro e micro-operações Atua como consumidor interno para outras microoperações Atua como fornecedor interno para outras microoperações Todas as macro e micro-operações são consumidores e fornecedores 18 .

Tipos de Operações de Produção • Embora as operações sejam similares entre si na forma de transformar recursos de input em output de bens e serviços. apresentam diferenças em quatro aspectos importantes:     Volume de output Variedade de output Variação da demanda do output Grau de visibilidade ( contato com o consumidor) envolvido na produção do output 19 .

Operações de alto e de baixo volume Operações de alto volume Fabricação de televisores Restaurante fast food Cirurgia de rotina Sistema de transporte de massa rápido Parque temático Operações de baixo volume Fabricação de aviões Restaurante a la carte Cirurgia pioneira Serviço de táxi Sala de teatro 20 .

Operações de alta e de baixa variedade Operações da alta variedade Bolo de aniversário preparado sob encomenda Fábrica de roupas sob encomenda Professores-orientadores na Universidade Consultoria de impostos p/ empresa especializada Loja de departamentos Banco de atendimento personalizado (corporate banking) Operações de baixa variedade Bolos de aniversário produzidos em série Fábricas de roupas prontas para uso Aulas na Universidade Auditoria financeira padronizada Loja de jeans Processamento de transações com cartão de crédito 21 .

Operações de alta e de baixa “variação de demanda” Operações de alta variação Operações de baixa variação Usina de energia elétrica Fabricante de fogos de artifício Auditoria financeira Polícia e serviço de emergência Linhas de metrô Maternidade Padaria Consultoria prestada por empresas de auditoria Segurança de shopping centers Distribuição de alimentos congelados Clínica de cirurgia estética 22 .

mistas e de baixa Visibilidade (contato com o consumidor) Operações de alto contato Operações mistas •Serviço de saúde •Reforma de residência •Pratos preparados na frente do consumidor •Dentista •Professor de música •Serviço de campo de computador •Filiais de bancos •Restaurante estilo bistrô •Corretor de imóveis •Universidade Operações de baixo contato •Maioria de produtos manufaturados •Serviços bancários de retaguarda •Sanduíches pré-preparados •Serviço de prótese dentária •Faculdade de ensino à distancia 23 .Operações de alta.

variedade alta Alto custo unitário Implicações Baixo Volume Alto Alta repetitividade Especialização Sistematização Capital intensivo Baixo custo unitário Bem definida Rotineira Padronizada Regular Baixo custo unitário Estável Rotineira Previsível Alta utilização Baixo custo unitário Tempo entre produção e o consumo Padronização Pouca habilidade de contato Alta utilização de empregados Alta Variedade Baixa Alta Variação de Demanda Baixa Alta Visibilidade Baixa Baixo custo unitário 24 .Tipologia de Operações Implicações Baixa repetição Cada empregado participa mais do trabalho Menor sistematização Alto custo unitário Flexível Completo Atende às necessidades dos consumidores Alto custo unitário Capacidade mutante Antecipação Flexibilidade Ajustado com a demanda Alto custo unitário Tolerância de espera limitada Satisfação definida pela percepção do consumidor Necessidade de habilidade de contato Com o consumidor.

Grau de objetividade possível na avaliação de desempenho. Grau de intensidade e extensão da interação no contato com o cliente. 4. Grau de simultaneidade entre produção e consumo do produto. Atividades de front office Atividades de back office (linha de frente) (retaguarda) Baixo grau Estocabilidade Alto grau Alto grau Simultaneidade Baixo grau Produção/consumo Alto grau Intensidade e extensão Baixo grau da interação Baixo grau Objetivação possível na Alto grau avaliação de desempenho 25     . 3. 2. • Identificação de variáveis influentes no projeto e gestão de operações : Grau de estocabilidade dos elementos do pacote oferecido.Uma Nova Classificação Mais Útil Para Gestão de Operações • 1.

26 . e  Responsabilidade ampla para reagir aos desafios emergentes em administração da produção.  Responsabilidade indireta por outras atividades.Atividades da Administração da Produção • Os gerentes de produção possuem alguma responsabilidade por todas as atividades da organização que contribuem para a produção efetiva de bens e serviços :  Responsabilidade direta por algumas atividades.

serviços e processos de produção  Planejamento e controle da produção  Melhoramento do desempenho da produção 27 .Responsabilidades Diretas dos Gerentes de Produção  Entendimento dos objetivos estratégicos da produção  Desenvolvimento de uma estratégia de produção para a organização  Projeto dos produtos.

 Encorajar outras funções a dar sugestões para que a função produção possa prestar melhores “serviços” aos demais departamentos. 28 .  Discutir com outras funções sobre como planos de produção e demais planos da empresa podem ser modificados em benefício mútuo.Responsabilidades Indiretas dos Gerentes de Produção  Informar as outras funções sobre as oportunidades e as restrições fornecidas pela capacidade instalada de produção.

Responsabilidades Amplas dos Gerentes de Produção  Globalização  Proteção ambiental  Responsabilidade social  Consciência tecnológica  Gestão do conhecimento 29 .

Responsabilidades Amplas • Globalização . falhas falhas operacionais as raízes de desastres ecológicos. como pode haver equilíbrio entre responsabilidade ambiental e fatores econômicos ? • Responsabilidade social – A forma como uma operação é administrada tem impacto significativo sobre os indivíduos que ali trabalham. onde está inserida a operação.O mundo parece um lugar menor. sobre os indivíduos que trabalham para seus fornecedores ou muitas vezes para seus consumidores. geralmente. e as decisões de projeto podem causar impactos em questões ambientais de longo prazo. Portanto. os grupos que representam interesses dos empregados e a comunidade local. Como os gerentes de produção lidam com esse conjunto expandido de oportunidades ? • Proteção ambiental – Os gerentes de produção não podem evitar a responsabilidade pelo desempenho de sua organização em face do meio ambiente. 30 . São.

entendiam completamente o impacto que as tecnologias de internet teriam em quase todos os tipos de operações ? • Gestão do conhecimento – Cada vez mais é reconhecido que o recurso chave em negócios é o conhecimento que se detém. experiência. Quantas operações em 1995. 31 . Essa é a razão pela qual os gerentes de produção possuem a responsabilidade particular de contribuir para a construção do estoque de conhecimento da organização por meio de processos de aprendizado que deveriam acompanhar suas atividades em andamento. em tempos de mudanças particularmente rápidas de tecnologia. por exemplo. os gerentes de produção tem responsabilidades de compreender as implicações até mesmo de tecnologias que parecem não ser diretamente relacionadas com suas atividades. atividade é o que trata a administração de operações.Responsabilidades Amplas • Consciência tecnológica – Tecnologia sempre foi parte central das preocupações da administração da produção. por meio de atividade. Conhecimento é adquirido por meio de experiência. Entretanto.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful