You are on page 1of 4

Fórum Central Civel João Mendes Júnior - Processo nº: 583.00.2006.

231664-4 parte(s) do processo local físico incidentes andamentos Processo CÍVEL Comarca/Fórum Fórum Central Civel João Mendes Júnior Processo Nº 583.00.2006.231664-4 Cartório/Vara 1ª. Vara Cível Competência Cível Nº de 1857/2006 Ordem/Controle Grupo Cível Ação Declaratória (em geral) Tipo de Livre Distribuição Distribuído em 28/11/2006 às 14h 22m 04s Moeda Real Valor da Causa 12.000,00 Qtde. Autor(s) 2 Qtde. Réu(s) 1 súmulas e sentenças

Requerido

[Topo] COOPERATIVA HABITACIONAL DOS BANCARIOS DE SAO PAULO BANCOOP LAZARO L Z Advogado: 156654/SP EDUARDO ARRUDA Advogado: 32481/SP HAMILTON PASCHOAL DE ARRUDA INNARELLI Advogado: 207756/SP THIAGO VEDOVATO INNARELLI Advogado: 164670/SP MOACYR GODOY PEREIRA NETO SANDRA REGINA W Z Advogado: 156654/SP EDUARDO ARRUDA Advogado: 32481/SP HAMILTON PASCHOAL DE ARRUDA INNARELLI Advogado: 207756/SP THIAGO VEDOVATO INNARELLI Advogado: 164670/SP MOACYR GODOY PEREIRA NETO [Topo] LOCAL FÍSICO Aguardando Publicação [Topo] INCIDENTE(S) DO PROCESSO (Existem 2 incidentes cadastrados .) Entrada e Distribuição em 09/08/2007 Agravo de Instrumento Entrada e Distribuição em 26/07/2007 Agravo de Instrumento

PARTE(S) DO PROCESSO

Requerente

Requerente

11/09/2007

Incidente Nº 2 Incidente Nº 1

ANDAMENTO(S) DO PROCESSO

[Topo]

10/12/2007 01/12/2007 19/11/2007 04/10/2007 14/09/2007 06/09/2007 03/09/2007 03/09/2007

22/08/2007 14/08/2007 09/08/2007 03/08/2007 03/08/2007 30/07/2007 26/07/2007

Remessa ao Setor Remetido ao TJ em 10.12.07 Aguardando Conferência Certidão TJ em 30/11 pelo Escrivão Aguardando Digitação Dat cert TJ 21/11 Aguardando Juntada 4/10 Aguardando Prazo 13/10 Aguardando Publicação IMPRENSA 11/09 Conclusos 04/09 Despacho Proferido C. 1857: VISTOS. 1 – Recebo a apelação de fls. 530/568, interposta pelos autores, em ambos os efeitos. 2 – Às contra-razões. 3 – Após, remetam-se os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça – Seção de Direito Privado, com as homenagens deste Juízo. Int. Aguardando Juntada 22/08 Aguardando Prazo 04/09 Incidente Recursal 583.00.2006.231664-8/000002-000 Instaurado em 09/08/2007 Juntada de Petição Juntada 03/08 Aguardando Prazo PZO 04/09 Aguardando Publicação IMPRENSA 01/08 Sentença Proferida

Vistos. LÁZARO LAÉRCIO ZANCHIN E OUTRA requereram declaração de inexigibilidade de débito vinculado a “termo de adesão e compromisso de participação” firmado com a COOPERATIVA HABITACIONAL DOS BANCÁRIOS DE SÃO PAULO e referente a um rateio final de empreendimento de apartamentos já entregues as chaves a título precário, e por eles não aprovado e que reputam contrária à Lei e ao Estatuto. Pretendem ainda a condenação da ré à outorga de quitação do preço e à regularização da incorporação e desmembramento do empreendimento. Foi-lhes deferida pelo V. Acórdão de fls. 187/191 parcial antecipação de tutela a fim de suspender a negativação comercial. Na contestação a fls. 253 e segs. a ré argüiu a carência da ação requereu a improcedência do pedido sob o argumento de age em regular cumprimento da Lei e do Estatuto. Réplica a fls. 452/492.

É o Relatório. Decido. Conheço diretamente do pedido, cf. art. 330, I, CPC. As preliminares manifestamente se referem ao mérito. A pretensão inicial não merece acolhimento. Infere-se dos documentos juntados com a contestação que o rateio ora impugnado foi objeto de deliberação em Assembléia Geral Ordinária, mediante regular convocação de todos os cooperados, por ocasião da aprovação das contas, fechamento do balanço geral e apresentação do relatório da diretoria e parecer do Conselho Fiscal, tudo de conformidade com o art. 30, parág. único do Estatuto e disposições da Lei 5.764/71. De modo que as alegações iniciais padecem de defeitos insanáveis de generalidade e aspectos de subjetivismos não autorizadores de dilação probatória de qualquer natureza. A não constituição do fundo de reservas ou inexistência de saldo a ele vinculado para cobertura de despesas ou perdas não exime os Cooperados de dever de suportá-las em forma de “rateios”, nos moldes do art. 80 da Lei das Cooperativas. Cuida-se de negócio sujeito a regime jurídico próprio constituído a partir da Lei supra; Estatuto e demais atos normativos próprios do Sistema Financeiro e aos princípios do cooperativismo; do preço de custo e do autofinanciamento. Não há, pois, que se cogitar de aplicação das regras do Código de Defesa do Consumidor. Sob último aspecto, dada a sua finalidade de associação sem fins lucrativos, também não se sujeita ao cumprimento das obrigações próprias do Incorporador, cf. disposto no art. 32 da Lei 4.591/64. Pelo exposto, JULGO IMPROCEDENTE o pedido. Condeno os autores pagamento das custas processuais e honorários advocatícios arbitrados em um mil Reais, em atenção ao disposto no art. 20, parág. 4º., do CPC e à Tabela de Honorários da OAB/SP. P.R.I. São Paulo, 25 de julho de 2007. CLÁUDIA MARIA PEREIRA RAVACCI Juíza de Direito

26/07/2007 18/07/2007 02/07/2007 14/06/2007 27/04/2007

08/02/2007

Incidente Recursal 583.00.2006.231664-6/000001-000 Instaurado em 26/07/2007 Conclusos 19/07/07. Juntada de Petição Juntada 22/06 Despacho Proferido C. 1857: Ciência da juntada da contestação: Manifeste-se o autor. Despacho Proferido C. 1857: Efeito suspensivo concedido para suspender os efeitos da decisão agravada nada impede o prosseguimento feito. Demais volumes necessários. Int. Despacho Proferido (1857) VISTOS. 1 – Recolham os autores as custas de citação, em 05 dias, sob pena de cancelamento da distribuição. 2 – Cumprido, cite-se, com as advertências legais. 3 – No silêncio, remetam-se os autos ao Distribuidor para que seja cancelada a distribuição do feito. 4 – Sem prejuízo, no mesmo prazo,

15/01/2007

01/12/2006

comprovem os autores a protocolização do ofício retirado. Int. Despacho Proferido C. 1857: Vistos Cumpra-se a decisão proferida em segunda instância, expedindo-se ofício à ré, com urgência, para determinar que se abstenha de incluir o nome dos autores nos órgãos de proteção ao crédito. Ficam os autores responsáveis pela retirada e encaminhamento, devendo comprovar o protocolo nos autos. Int.Fls. 192 vº: Aguardando a retirada do ofício nº 185/07, expedido à Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo - BANCOOP. Despacho Proferido C. 1857: VISTOS. 1.Trata-se de ação declaratória c.c. obrigação de fazer e não fazer, com pedido de tutela de urgência, ajuizada por cooperados contra cooperativa habitacional. Após detida análise dos argumentos dos autores e documentos que instruem a petição inicial, de rigor o deferimento parcial do pedido de tutela de urgência. Com efeito, ao menos em primeira análise, não se justifica o descumprimento do disposto no artigo 44 da Lei nº 4.591/64, revelando-se prejudicial aos autores e demais cooperados, a falta de registro da incorporação imobiliária, o que determino seja realizado no prazo de trinta dias, sob pena de multa diária que arbitro em R$ 10,000,00. Expeça-se o competente mandado. Indefiro, entretanto, o pedido de “bloqueio” de matrícula imobiliária, sob pena de afronta aos princípios registrários e eventuais direitos de terceiros. Por outro lado, há expressa previsão no diploma legal específico a permitir a convocação de assembléia para deliberação acerca de medidas indispensáveis ao atingimento do fim preponderantemente econômico e de utilidade social que qualifica o ato cooperativo, no que se ajusta a necessidade de rateio do valor deficitário. Ademais, não se conclui, por ora, pela falta de convocação de assembléia geral, ou, ainda, que tal convocação tenha sido irregular. Logo, inviável se revela a suspensão liminar da exigibilidade da cobrança, e, também a emissão de ordem que impeça o encaminhamento de dados dos cooperados inadimplentes aos institutos de proteção ao crédito, o que caracteriza exercício regular de direito desde que observada a legislação atinente à matéria. Finalmente, mister ressaltar que eventual inadimplemento, por parte dos cooperados, poderá colocar em risco o sucesso do empreendimento, e, via de conseqüência, causar irreversível prejuízo aos demais integrantes da cooperantiva habitacional. 2. Cite-se, com as advertências legais. Expeça-se o competente mandado. Int. FLs. 185 vº: Falta o recolhimento de custas/diligências para expedição de mandado de citação e intimação. Processo Distribuído por Sorteio p/ 1ª. Vara Cível

28/11/2006