You are on page 1of 39

Manual do Utilizador

Sistema GPC – Gestão de Pombos e Classificações

Manual do utilizador
(01/2010)

EMAIL: GERAL@SISTEMAGP.COM SITE: WWW.SISTEMAGP.COM

Um produto POMOR – Software de Gestão, Lda

SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES

Manual do Utilizador

Índice
Capitulo 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 Introdução Instalação do Programa Entrada no Programa Menu Principal Generalizações Procedimentos de Inicio de Época Parametrização Inicial (Tempos Mortos, Prémios Monetários, etc) Concorrentes / Sócios Campeonato de Borrachos 4º Campeonato Campeonato de Equipas (Variáveis e Fixas) Pombos de Fé Campeonato de Sorteio Prémios Monetários Manutenção de Dados Confrontação de Pombos Actualização de Recenseamentos Abertura de Concursos Lançamento da Prova Cálculo da Prova Listagens Envio de Dados de Provas de Colectividades para as Associações Concursos Não Oficiais Especificações dos constatadores Electrónicos Formato da introdução de pombos nos constatadores Bricon Unikon Benzing Tipes Tauris Mega 24 25 26 27 28 29 30 31 Processo de Doublagem Campeonatos Secundários Cópia de dados de uma Prova para Outra Divulgação de Resultados Exportação para sistema GPB – Gestão de Pombais Cópia e Reposição de Segurança Assistência e Actualizações Garantia

SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES

Manual do Utilizador

0 – Introdução
Este manual acompanha a Aplicação “Sistema GPC” e não pode ser adquirido individualmente. A sua reprodução está também proibida. Os dados que servem para ilustrar os exemplos são fictícios, servindo apenas para demonstrar a funcionalidade da Aplicação.

1 - Instalação do Programa
Insira o CD de instalação no CD-ROM. Aguarde alguns segundos para que a unidade seja inicializada. Se o menu Autorun (Execução Automática) estiver activado no computador, a instalação do CD Sistema GPC será iniciada automaticamente. Se o menu Autorun (Execução Automática) estiver desactivado, vá para o menu Start (Iniciar) e seleccione <RUN> (Executar). Escreva D:\setup (substitua 'D' pela letra da unidade do seu CD) e prima ENTER. Siga as instruções no ecrã para avançar na Instalação :

Além de criar 3 entradas no Sistema GPC no item “Sistema GPC” serão criados dois icons no desktop, um para acesso ao programa normal (GPC2010) e outro com acesso ao programa de campeonato secundário (GPC2010B).

2 - Entrada no Programa
Depois de instalado, o utilizador acede ao item "Sistema GPC" que se encontra no grupo "Programs" ou "Programas" para entrar no Sistema. Ao entrar no programa vai surgir um écran meramente informativo:

SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES

Desta forma tem acesso a todas as funcionalidades do programa podendo somente introduzir 5 pombos 2º Entrar em Versão Normal. se for „85‟ deverá introduzir „85‟ e não ‟085‟. Desta forma pode aceder a todas as funcionalidades do programa sem limitações. Aconselha-se que o utilizador comece por preencher os dados da opção “Parametrização”. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . Colectividades”. Exemplo: se NLF de colectividade é „123‟ então autorização é „123‟ – ao aceder. 3 – Menu Principal Depois de entrar na aplicação o utilizador tem acesso ao seguinte menu: Este é o menu principal do Sistema. à aplicação serão criados todos os dados da sua colectividade. A aplicação solicita depois a identificação do utilizador (obrigatória). Quando se acede pela primeira vez à aplicação o utilizador será “GPC” e a senha “GPC”. Por exemplo. a não ser que exista mudança de máquina ou tentativa de cópia ilegal. “Concursos” pela ordem descrita e só depois comece a lançar movimentos. Para tal terá de solicitar a Autorização. para aceder ao menu Utilitários pressiona-se Alt+U. Por exemplo. O utilizador acede às opções do menu com o rato ou pressionando simultaneamente as teclas Alt e a letra (maiúscula ou minúscula) sublinhada no menu a que pretende aceder. Se o NLF tem menos de 10 dígitos o campo deverá ser preenchido encostado á esquerda. É aqui que se navega para os vários sub-sistemas existentes. Importante: A autorização é constituída pelo NLF da colectividade. e depois os dados de “Associações”. pela primeira vez. “Concorrente”. De salientar que o valor deste campo depois de preenchido uma vez nunca mais será solicitado ao utilizador. “Pombos”.Manual do Utilizador Passados alguns segundos a entrada no programa é efectuada através do seguinte écran: Nesta fase existem duas formas distintas do utilizador aceder à aplicação: 1º Entrar em Versão Demonstração (não preenchendo o campo autorização).

a aplicação solicita-os ao utilizador quando este desejar gravar dados Também quando desejar apagar qualquer dado a aplicação verifica a integridade de dados e. antes de a digitar deve preencher espaços até perfazer os tais sete dígitos. aqui o utilizador introduz a localização no formato “C:\EXEMPLO” sendo “EXEMPLO” uma pasta existente (note-se que não leva “\” no fim). no écran de introdução de concorrentes quando clica nesse botão aparecem as colectividades existentes na aplicação: - - - - - - - neste tipo de ajudas existe sempre a possibilidade de ordenar a lista por outro campo. Se o pombo tiver menos de sete dígitos na anilha. caso exista uma violação de integridade. Ex. neste exemplo a aplicação não deixa eliminar este concorrente enquanto existirem pombos registados no seu nome Todas as Exportações e Importações de dados são efectuadas para Disquete e de Disquete. e para defender a integridade dos dados.Manual do Utilizador 4 – Generalizações Os pombos são conhecidos por anilha + ano. “1234567/00”. No entanto o utilizador pode indicar uma outra localização. neste caso. “_123456/00” As colectividades são identificadas pelo numero de associação + código de colectividade. por exemplo se clicar em cima de “Designação” os dados ficam ordenados por esse campo : SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . por defeito. Ex. Sempre que o botão surgir é permitido ao utilizador consultar uma tabela de ajuda. informa o utilizador da razão pela qual é impedido de o fazer. Ex. “12/123/12345” (embora nas listagens apareça apenas “123/12345”) Os concursos são identificados pelo ano + numero de concurso. Ex. estes só ficarão guardados quando clicar no botão Se modificou dados e ainda não os gravou e quer ficar com dados anteriores então clique em No preenchimento de dados nos diferentes écrans poderão existir campos obrigatórios. Ex. “12/123” (embora nas listagens apareça apenas “123”) Os concorrentes são identificados pelo numero de associação + código de colectividade + numero de associado nessa colectividade. Ex. : Apagar Concorrentes que tenham Pombos. “2006/456” Sempre que se encontra a introduzir dados. Por ex.

A autorização de programa é constituída por NLF de. é directamente enviada para a impressora)  Enviar a listagem para um ficheiro em formato EXCEL para uma localização que será sempre a pasta “EXP” abaixo da pasta de trabalho. quando se manda imprimir colectividades. bem como qualquer informação útil para parametrizar Kits 3º. mas o utilizador pode efectuar outras operações:  Imprimir várias cópias  Imprimir da página à página. se optar por esta opção ´s solicitado um nome de ficheiro (num máximo de 8 carateres) 5 – Procedimentos de Inicio de Época Estes procedimentos pretendem facilitar e sistematizar o arranque de época: 1º . Estes Kits são distribuídos antes de se iniciar cada época. se por outro lado desejar apenas visualizar e não imprimir então clique em No entanto. Ex. é permitido ao utilizador parametrizar a listagem preenchendo o seguinte quadro: Por defeito o destino é a impressora. o que aparece no écran é o seguinte: Aqui se o utilizador desejar mesmo imprimir clica em . imprime a listagem com o intervalo mencionado (quando se imprime um intervalo a listagem não é visualizada. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . em algumas listagens. como indicada no quadro. Exemplo: se NLF de Colectividade é „123‟ então a autorização é „123‟ – ao aceder à aplicação ficarão disponíveis apenas os dados desta colectividade. adenda com alterações e disquete com dados de colectividade.São criados Kits de instalação constituídos por Cd com nova versão.Todas as listagens são previamente visualizadas.As colectividades fazem o recenseamento no RECPOM e enviam para Federação 2º. 4º .Manual do Utilizador .A Federação disponibiliza dados de Concorrentes e Pombos e a Associação disponibiliza o calendário desportivo. neste caso existe um procedimento: o utilizador visualiza primeiro a listagem completa para saber o intervalo que pretende imprimir. depois cancela a impressão voltando a este quadro e então sim. manual actualizado.

Na opção “Configuração da Aplicação” o utilizador parametriza a aplicação: Campos: - “Nº de pombos que pontuam para as equipas Variáveis:” Aqui o utilizador indica o número de pombos que pontuam para as equipas Variáveis (indicação durante o lançamento de movimentos) “Equipas Variáveis Virtuais”: Esta opção tem a ver com a possibilidade de poder lançar um pombo num concorrente que não seja o concorrente onde o pombo está recenseado “Pede Sexo?”: - - SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .Manual do Utilizador 6 – Parametrização Inicial O utilizador deve começar por parametrizar a aplicação para isso acede ao menu “Parametrização”: Na opção “Dados Próprios” o utilizador preenche os dados relativos à entidade a que pertence: Pode associar um logotipo para que saia no cabeçalho de alguns mapas. O nome que for introduzido no campo respectivo passa a ser o titulo dos mapas. Para isso grave a imagem com o formato BMP em C:\GPC2007\LOGO e seleccione-a aqui.

“Tipo de Coordenadas”: Permite indicar se aplicação vai trabalhar com coordenadas Cartográficas ou Geográficas. Se indicar “Totais”. na opção “Parametrização de cálculos” em “Parametrização”. “Tipo de Entidade:” Indica que tipo de entidade se trata. Primeiro especifica se os prémios são para todos os pombos ou só para os Designados.” Durante o lançamento de Classificações.Manual do Utilizador Esta opção determina se no lançamento do pombo em classificações o cursor passa pelo campo sexo. “4º Campeonato” A aplicação permite ter um 4º campeonato de pombos. isto é. isto é. O utilizador pode indicar o nome deste concurso – é este nome que sai nos cabeçalhos dos mapas respeitantes ao mesmo. No entanto o utilizador pode desactivar esta opção se a versão for anterior. Contam para este concurso os que forem marcados como “SIM” no campo “4º Camp. “Tipes 08” Permite utilizar nova versão de software Tipes 2008. entre outras coisas. um 1º lugar do Pombo pode atribui 100 pontos ao mesmo e apenas 50 ao Concorrente. caso existam. Normalmente quando se trata de Colectividades este campo deverá ser “Não” independentemente de a Associação ter ou não zonas pois a Colectividade em si não tem zonas – quem poderá ter zonas é a Associação. o formato das listagens e o seu conteúdo (por ex. isto é. “Ordem de movim. os pontos a atribuir à classificação total. os pontos que o Concorrente deveria ganhar se o pombo fosse designado não são atribuídos a nenhum concorrente (a classificação de concorrentes é furada). então terá de indicar.: se for colectividade não aparece o nome da colectividade no detalhe das listagens por ser redundante – já aparece no título – conseguindo-se que o layout seja com tamanho de tipo de letra maior). Pode ainda indicar até que classificação existem prémios monetários indicando esse valor no - - - - - - - - SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . caso contrário (“Designados Separados” = “Sim”) a classificação não é “furada” sendo os pontos atribuídos normalmente aos concorrentes mediante a sua classificação. “Prémios Monetários”: O utilizador pode parametrizar a forma como são atribuídos os prémios monetários. se foram enviados 1000 pombos e se este campo tiver o valor 35. pela ordem de lançamento ou por anilha. “Utiliza Zonas?” É solicitado ao utilizador que parametrize a aplicação para trabalhar com zonas ou não. isto é. Depois pode indicar uma percentagem dos pombos que são premiados. se o cálculo de distâncias é calculado utilizando a Meridiana/Perpendicular ou a Longitude/Latitude respectivamente “Pombos Designados Separados ?” Este parâmetro permite atribuir pontos diferentes pela mesma posição ao Pombo e ao Concorrente. Outra característica importante é que se estiver parametrizado como “Designados Separados” = “Não” um Pombo não designado que participe no concurso ganha pontos para ele e “rouba” os pontos da classificação de Concorrentes. Este campeonato utiliza os pontos obtidos pelos pombos. os prémios monetários só serão atribuídos até à classificação 350.” Este item permite indicar qual a ordem com que deseja que os pombos lançados apareçam no ecran de movimentos: pela hora de chegada. por exemplo. Esta indicação define. “Totais com classificações de especialidades ou de Totais?” Este item permite indicar ao Sistema se quando se emite classificações gerais soma pontos de especialidades ou se utiliza uma classificação própria.

Manual do Utilizador campo “Prémios até ao lugar”. dado que neste não é possível indicar os pombos designados e os que contam para equipa. È também solicitado ao utilizador se os pombos com zero pontos também têm prémios monetários. “Driver para UNIKON” Permite seleccionar o driver de origem da unikon ou o driver desenvolvido pela POMOR. Pode especificar se pombos pontuam: se todos ou apenas os designados. “Campeonato de Colónias” Neste quadro o utilizador especifica o número de pombos que pontuam para o campeonato de Colónias – se for todos introduza „999‟. no exemplo da figura os 30 primeiros pombos lidos da máquina contam como pombos designados sendo que os 2 primeiros contam para o campeonato de equipas. terá ainda de indicar o número de borrachos enviados na opção “POMBOS ENVIADOS” em “CONCURSOS” por concurso. por outro lado se optar por utilizar classificação própria então terá de definir os pontos e percentagens a distribuir pelos borrachos na opção “PARAMETRIZAÇÃO DE CÁLCULOS” em “UTILITÁRIOS” por especialidade. se este campeonato não existir introduza „0‟. “Campeonato de Borrachos” A aplicação permite ter um campeonato de Borrachos a utilizar classificações Gerais ou ter um campeonato de Borrachos a utilizar uma classificação própria – independente do campeonato normal. Estes tempos mortos serão sugeridos na introdução de Concursos SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . Neste quadro o utilizador pode especificar o número de pombos que pontuam para o campeonato de Borrachos – se for todos introduza „999‟. A opção “Tabela de Locais de Solta” permite ao utilizador preencher uma tabela com locais de solta e respectivas coordenadas. “Cálculo de Intercolectividades” Este quadro solicita ao utilizador o método para cálculo do concurso de Intercolectividades e as ocorrências necessárias. estes dados são indicados por especialidade. se este campeonato não existir introduza „0‟. no caso de se enquadrarem nos intervalos acima expostos. “Unikon 08” Permite utilizar nova versão de software Unikon 2008. Se optar por utilizar as classificações gerais o processo é utiliza os pontos que os borrachos adquirem na classificação geral para a classificação de borrachos. A opção “Tabela de Tempos Mortos” permite indicar o tempo morto efectivo da noite seguinte à data indicada. “Dados para relógio da Bricon” Pode também parametrizar os dados para o constatador electrónico BRICON. No entanto o utilizador pode desactivar esta opção se a versão for anterior. Estes dados podem ser utilizados quando se introduzirem os concursos. de notar que listagens do campeonato de Borrachos passam a sair com a indicação do número de borrachos enviados em vez do número total de pombos enviados. por exemplo se escolher “Por melhores Pombos Geral” e indicar 2 no numero de ocorrências isto indica à aplicação que para o cálculo das intercolectividades contam os 2 melhores pombos designados de cada colectividade. ou não. - - - - - Na opção “Configuração da Aplicação 2” o utilizador indica se a especialidade de “Grande Fundo” é tida em conta para o campeonato geral. De salientar que a percentagem indicada e o lugar indicado podem ser utilizados em simultâneo.

por ex.Manual do Utilizador A opção “Prémios Monetários” permite ao utilizador indicar prémios monetários por Especialidade ou por Prova. se pertence ao grupo de fundo. Neste quadro além de preencher os dados do mesmo. indica-se ainda se este concorrente participa no sorteio e as coordenadas. isto é. se for sócio. os seus dados existem também na associação e participa nos concursos.Entrar na aplicação da época seguinte e executar a opção “Importação de Concorrentes e Sócios”. Na opção “Parametrização de Cálculos” o utilizador define os pontos que os pombos e concorrentes ganham. se paga listagem (esta indicação pode ser utilizada para a restrição de emissão de certos mapas.Executar a opção “Exportação de Sócios”. o utilizador define se é um concorrente de doublagem.º de associação + código de colectividade + n. o utilizador já não a altera durante a época a não ser por razões devidamente fundamentadas. deve proceder aos seguintes passos: . para passar estes dados para nova época. dado que os dados de sócio não vêm no kit distribuído no início de época. etc) mas permite ainda gerir Sócios que se caracterizam por não concorrerem nos concursos. emitir a listagem X só para os concorrentes que pagam). em “Concorrente” . em “Concorrente” SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .º de concorrente. principalmente quando se inicia uma nova campanha. indicar quais os prémios monetários prova a prova – para prever situações em que os mesmos não são atribuídos por especialidade mas sim por prova (este processo tem um capitulo onde está mais detalhado). 7 – Concorrentes / Sócios Como é natural a aplicação permite gerir dados de concorrentes (nome. Se for um concorrente. define ainda que percentagem sobre os pombos enviados é que pontuam. Esta informação tem de ser introduzida por especialidade: Depois de parametrizada (estas cinco opções) o utilizador não precisa de efectuar estas opções de cada vez que efectua um concurso – normalmente depois de parametrizada. É o campo Tipo que define se esta ficha é de um concorrente ou de um sócio. Assim a gestão de Concorrentes/Sócios é feita na opção “Concorrentes”. os seus dados não existem na associação logo a colectividade tem de ter especial cuidado com os mesmos. morada. logo a colectividade. em “Concorrente” : Como mencionado no capitulo “Generalizações” o Concorrente é caracterizado pelo n.

na opção “Pombos”. normalmente. só que para este campeonato contam os pontos de apenas um pombo e não de um conjunto. Este campeonato utiliza as classificações obtidas pelos pombos – para utilizar essa funcionalidade terá de parametrizar a aplicação na opção “CONFIGURAÇÃO DA APLICAÇÃO”. efectuada no início de época e é feita na ficha do pombo na opção “Pombo” em “Pombo”: 12 – Campeonato de Sorteio Este campeonato caracteriza-se pela utilização dos pontos adquiridos pelos concorrentes no campeonato normal para se eliminarem mutuamente. em “PARAMETRIZAÇÃO” (ver ponto 6 deste manual). em “Pombos” no item “Equipa Fixa”: Normalmente esta indicação é dada antes das provas começarem. Esta indicação é dada na ficha de pombo. esta eliminação é feita aos pares (existindo um “par” de 3 se o número de concorrentes a sortear for impar). 9 – 4º Campeonato A aplicação permite ainda a existência de um 4º campeonato. A indicação de que se trata de um pombo de fé é. o utilizador. em “PARAMETRIZAÇÃO” (ver ponto 6 deste manual). O campeonato de equipas variáveis consiste no facto de ser possível não serem sempre os mesmo pombos a pontuar para o mesmo concorrente. em “PARAMETRIZAÇÃO” (ver ponto 6 deste manual). A aplicação permite pois a existência de um Campeonato de Borrachos independente do geral – para utilizar essa funcionalidade terá de parametrizar a aplicação na opção “CONFIGURAÇÃO DA APLICAÇÃO”. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . os pombos que entram para este campeonato são “marcados” durante o lançamento das classificações.Manual do Utilizador 8 – Campeonato de Borrachos A aplicação permite que o Campeonato de Borrachos utilize os pontos da classificação geral ou de uma classificação própria. Os concorrentes apostam num determinado número de pombos para a campanha toda. no fundo trata-se de um “toto-pombo”. durante o lançamento da prova vai indicando que pombos entram neste campeonato – a aplicação vai utilizar os pontos dos pombos mais bem classificados de cada concorrente e elaborar uma classificação. isto é. estes pombos vão acumulado pontos por prova e ao longo da campanha. O número de pombos que pontuam para cada concorrente é parametrizado no respectivo item em “CONFIGURAÇÃO DA APLICAÇÃO”. 11– Pombo de Fé Este campeonato é em tudo semelhante ao campeonato de equipas fixas. O campeonato de equipas fixas utiliza os pontos de pombos previamente parametrizados para tal. O utilizador pode dar um nome a este campeonato. 10 – Campeonato de Equipas Na aplicação existem dois tipo de campeonatos de equipas – o campeonato de equipas variáveis e o campeonato de equipas fixas.

os concorrentes já eliminados e os não eliminados (por especialidade). têm de ser da mesma especialidade). isto é. A opção “Listagem de Resultados” emite uma listagem com os pares formados e com a respectiva pontuação. A opção “Eliminação de Cálculo” permite anular o procedimento efectuado pela opção “Cálculo de Sorteio” (esta opção permite anular o cálculo efectuado mas não altera os pares previamente formados. na ficha de cada concorrente. quem é que participa nos sorteio. Chama-se a atenção para que este procedimento elimina os pares previamente formados. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . A opção “Tabela de Sorteios” permite parametrizar um sorteio: o Indicar que concursos é que participam (para permitir alongar o campeonato de sorteio é permitido que um sorteio se efectue com 5 provas) o Indicar o número de pombos que pontuam para a eliminação do concorrente o Indicar que especialidade é que deseja sortear (neste caso. o Sorteio Manual permite formar esses pares mas sem ser aleatoriamente – é o utilizador que os forma (estas opções podem ser executadas quantas vezes o utilizador quiser até se proceder á opção “Cálculo de Sorteio”) A opção “Eliminação de Sorteio” permite eliminar um sorteio de um concurso (também esta opção só é permitida se ainda não foi executado a opção “Cálculo de Sorteio”) A opção “Listagem de Sorteio” emite uma listagem com os pares formados. Depois deve utilizar as opções seguintes (no menu “Concorrente”): - - - - A opção “Listagem de concorrentes de Sorteio” permite emitir os concorrente que participam no concurso. um concorrente pode ser eliminado num sorteio de velocidade mas continua activo para um sorteio de outra especialidade ou geral A opção “Sorteio de Concorrentes” acede a um sub-menu que permite ao utilizador executar o Sorteio Automático ou Manual. ou indicar “Geral” para trabalhar com pontuações gerais o O facto de se permitir indicar especialidades no sorteio permite a existência de vários tipos de sorteio em que o mesmo concorrente participa. A opção “Cálculo de Sorteio” procede à eliminação de concorrentes com base nas classificações que os mesmos tiveram no respectivo concurso. os concursos indicados. o Sorteio Automático forma pares aleatoriamente de concorrentes para um determinado concurso de entre os concorrentes que ainda não foram eliminados na respectiva especialidade. automaticamente ou não. indicando já os concorrentes apurados e eliminados. Se o quiser fazer deverá efectuar as opções “Eliminação de Cálculo” e “Eliminação de Sorteio” por esta ordem. como é óbvio esta opção deve ser executada depois da prova devidamente lançada e calculada.Manual do Utilizador Para activar este concurso o utilizador deve começar por indicar. ao contrário da opção “Eliminação de Sorteio”) Depois de executar a opção “Cálculo de Sorteio” o utilizador já não consegue anular ou efectuar novo sorteio (formação de pares) para o concurso em questão.

Colectividades. A aplicação. verifica se estes estão definidos por prova – se for esse o caso utiliza esses valores senão utiliza os valores parametrizados por especialidade: 14 – Manutenção de Dados O utilizador deve depois preencher os dados relativos à Associação. Estes prémios monetários são distribuídos quando se executa a opção “Cálculo da Prova”. Se bem que quanto à Associação. depois deve indicar os valores dos mesmos na opção “Prémios Monetários”. em “Parametrização”. Se optar pela introdução por Lote: Os valores monetários são indicados por intervalos. Concorrentes e Pombos os dados já existam pois no início de época já foram distribuídos existindo agora apenas manutenção. Pombos e Concursos. Concorrentes. de preferência por esta ordem. Colectividades. em “Movimentos”. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . o utilizador pode decidir se introduz os valores lugar a lugar ou por lote (por intervalo): Se optar pela introdução directa : Os valores monetários são indicados lugar a lugar (tanto para as especialidades como por prova). quando calcula prémios numa prova. visualizando os valores já introduzidos.Manual do Utilizador 13 – Prémios Monetários Se optar por atribuir prémios monetários aos concorrentes deve começar por verificar a opção “CONFIGURAÇÃO DA APLICAÇÃO”. isto é. se depois de executada esta opção existirem alterações nos prémios monetários deverá proceder-se novamente a essa opção para os redistribuir. em “PARAMETRIZAÇÃO” (ver ponto 6 deste manual). assim como introduz um intervalo com um determinado valor também pode indicar esse intervalo e Anular. também pode anular por intervalos. é permitido ao utilizador indicar os valores por especialidade ou por prova. Optando por um ou outro método de introdução de dados pode sempre verificar o que já foi introduzido no botão “Imprimir”.

Manual do Utilizador 15 – Confrontação de Pombos Em qualquer altura o utilizador pode querer conferir os pombos que existem na Colectividade com os que existem na Associação (por dúvidas existentes. o A colectividade deve executar a opção “Importação de Pombos” no menu “Pombos”: A colectividade deve usar o mesmo suporte utilizado pela Associação para enviar recenseamento. Previamente a Associação executa a opção “Exportação de Pombos” no menu “Pombos”: A Associação pode exportar recenseamentos para disquete. previamente introduzidos na opção “Concorrentes” no menu “Concorrente” antes de executar esta opção. preferencialmente. A lógica é introduzir columbófilo para o primeiro pombo e o código desse columbófilo manter-se enquanto introduzir pombos para o mesmo 2º importando da Associação o O Sistema GPC permite importar recenseamentos disponibilizados pela Associação. para Internet. os mesmos devem ser. No final é produzido relatório com pombos importados. Pode fazê-lo de três formas: 1º introduzindo os Pombos no Sistema GPC o Aceda à opção “Pombos em Pombos” o Introduza o código do pombo e introduz o columbófilo associado se desejar introduzir vários pombos do mesmo columbófilo. outra localização ou. então trabalhe só com a tecla “ENTER” e não utilize o rato. Importante: se o recenseamento enviado pela Associação contemplar novos concorrentes. nomeadamente pelo facto de poderem existir pombos na colectividade que não existam na Associação). 16 – Actualização de Recenseamentos Uma colectividade pode actualizar a qualquer altura o recenseamento. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . Para isso a Associação “produz” um ficheiro para disquete na opção “Confrontação de Pombos” em “Pombos” e a Colectividade executa a mesma opção para verificar integridade – no final é emitido um relatório com as anomalias (se existirem).

17 – Abertura de Concursos Depois de parametrizada a aplicação. Concorrentes e Pombos o utilizador pode agora definir os concursos de época (ter em atenção porque . os mesmos devem ser. Sendo assim para abrir um concurso deve seguir os seguintes passos: 1º . previamente introduzidos na opção “Concorrentes” no menu “Concorrente” antes de executar esta opção. de existirem dados referentes à Associação. Colectividades.Manual do Utilizador 3º importando recenseamento do RECPOM o Deve começar por aceder ao RECPOM e executar as seguintes instruções:  Aceder ao menu “Diversos”  Executar a opção “Exportar dados do Recenseamento” Deve depois voltar a aceder ao Sistema GPC e executar a opção “Importação de Pombos do RECPOM” seleccionando o item “Outra Localização”: o Importante: se o recenseamento importado do RECPOM contemplar novos concorrentes.Abrir o Concurso na opção: Neste écran começa por indicar o código de concurso. normalmente estes estão definidos ao nível da Associação). constituído por ANO/NÚMERO: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .

caso seja uma Associação esta tem de indicar os valores para cada uma das colectividades que participam.Manual do Utilizador É depois solicitado ao utilizador o Nome da prova (neste ponto existe um binóculo que permite visualizar a tabela de locais de solta previamente parametrizada em “LOCAIS DE SOLTA”. o utilizador pode agora guardar os dados. isto é. O utilizador pode marcar este concurso como não tendo prémios monetários.Executou as opções existentes em “Parametrização” .Introduzir o número de Pombos Enviados na opção: Nesta opção o utilizador tem de indicar os Pombos Encestados e os pombos Enviados à doublagem por Concurso e por Colectividade: No caso de se tratar de uma colectividade esta indicação é efectuada só para a própria. De notar que é este valor que define os coeficientes apurados. mesmo que estes estejam parametrizados. normalmente. só no início da época (ponto 6 do manual) SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . 2º . se indicou “2008/1” no código então deve ser uma data de 2008). 18 – Lançamento da Prova Antes de se proceder ao lançamento de classificações o utilizador tem de garantir que já efectuou os seguintes procedimentos: 1 . “Hora de Solta” e “Coordenadas” podem ficar vazios. o Sistema não obriga a preencher estes campos dado que estes dados. o número de concorrentes é meramente informativo.normalmente. Repare que os campos “Tempos Mortos”. A lógica será: a) Abrir a prova b) Efectuar a prova c) Antes de a introduzir tem de acabar de preencher estes dados d) Introduzir os movimentos e) Efectuar o cálculo Se a tabela de tempos mortos (existente no menu “Parametrização”) estiver preenchida então os tempos mortos serão sugeridos. em “PARAMETRIZAÇÃO”) e a data da mesma (atenção que esta data tem de ser do ano indicado no código de concurso. Indica depois a especialidade da prova e de que se trata de uma prova oficial – conta para a Colectividade e Associação (o ponto 23 deste manual explica as provas não oficiais). só se sabem após a prova se ter realizado.

o utilizador lança manualmente os pombos na opção “Lançamento da Prova”. para isso o utilizador utiliza a opção: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . em “Movimentos”. aqui o utilizador tem hipótese de importar os dados directamente dos constatadores electrónicos – esta opção terá a vantagem de ser mais rápida além de evitar erros de lançamento: Na caixa do canto inferior direito vão aparecer (se for esse o caso) os pombos que não entraram ou porque não existem ou porque estão mal recenseados (estes pombos podem ser impressos clicando no botão “Imprimir”). A especificação da ligação dos constatadores electrónicos ao Sistema GPC vem detalhada no ponto 22 deste manual. neste écran os dados de relógio são guardados enquanto se lançar os pombos do mesmo concorrente. em “Movimentos” . de notar ainda que pode lançar apenas os primeiros 7 dígitos do pombo que a aplicação calcula o ano do mesmo (podendo ser alterado) e no campo sexo pode escolher as opções com o cursor ou clicando em “M”.Manual do Utilizador 2 Abriu concurso e indicou os pombos enviados (ponto 15 do manual) O lançamento de pombos na prova pode ser feito de duas formas: Manual. 19 – Cálculo da Prova Sempre que existam lançamentos de pombos nas provas tem de se efectuar o cálculo para apurar classificações e outros índices. “F” ou “?” respectivamente: - Por importação directa dos Relógios na opção “Importação prova de Relógio”.

Manual do Utilizador Neste ecrã basta indicar o concurso a calcular. concorrentes ou parametrização da aplicação tem de se recalcular a prova para que as classificações sejam actualizadas. Depois de executar este procedimento ficam disponíveis todas as análises emitidas pela aplicação. no entanto existem duas opções no menu que permitem emitir listagens com base nas classificações apuradas: Na primeira opção o utilizador pode emitir listagens referentes à prova em questão: - Na segunda opção o utilizador pode emitir listagens referentes aos Totais de todas as provas até aí realizadas além das listagens para campeonatos nacionais : SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . Sempre que existirem alterações nos dados de pombos. concursos. como é o caso das Colectividades. Pombos e Concursos. Se desejar calcular todas as provas do campeonato execute a opção “Cálculo total de Provas” em “Utilitários” 20 – Listagens Em todas as opções de inserção de dados existe sempre a possibilidade de imprimir o seu conteúdo. Concorrentes.

marca as colectividades que deseja e confirma a importação. O utilizador pode importar n vezes os dados das mesmas colectividades já que. o utilizador introduz executa a opção: Nesta opção indica que colectividade e concurso é que deseja exportar. antes do Sistema passar os dados verifica se já existem. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . pode finalmente indicar se deseja exportar todos as classificações (o mais normal) ou apenas os designados: Pode enviar vários concursos para o mesmo suporte Na associação o utilizador executa a opção “Importação de movimentos”: Nesta opção basta seleccionar o intervalo de colectividades e o concurso.Manual do Utilizador 21 – Envio de dados de provas de Colectividades para as Associações Este processo pretende facilitar o envio de dados para as associações para se apurarem classificações associativas. se existirem elimina os que já existam para esta prova e volta a introduzi-los. no entanto o utilizador pode enviar o ficheiro para outra localização ou para a internet (se seleccionar internet pode solicitar um recibo de envio que autentica o envio). o destino do ficheiro é a disquete por defeito. Serão apresentadas as colectividades dentro desse intervalo. Na colectividade. depois de introduzidos todos os dados de prova.

Manual do Utilizador 22 – Concursos Não Oficiais O Sistema GPC permite a existência de concursos Não Oficiais. concursos em tudo semelhantes aos Oficiais mas que não entram nas análises para a classificação Nacional nem para os totais dos diferentes campeonatos. isto é. por exemplo para um torneio Associativo. Para se perceber melhor vamos simular um torneio Não Oficial com o nome “Dia da Colectividade” e que agrupa os resultados de uma prova de Velocidade e outra de Meio Fundo: 1º . Os concursos Não Oficiais podem também existir ao nível de Associação.Abrir Grupo de Concursos Não Oficiais na opção: Nesta opção o utilizador define o Grupo e a sua designação. para um concurso Não Oficial podem entrar concursos de apenas uma especialidade ou de todas as especialidades.Abrir os concursos que vão entrar para o torneio na opção: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . já na análise de Totais o sistema despreza as especialidades e agrupa pelo Grupo Não Oficial sendo o titulo das análises a designação do Grupo de Não Oficiais e não a indicação da especialidade. De salientar que o código pode ser um número ou uma letra: 2º . por exemplo. Os concursos Não Oficiais têm a particularidade de se poderem agrupar desprezando a especialidade dos mesmos. num caso ou no outro a análise feita prova a prova é em tudo semelhante aos concursos Oficiais. isto é. Estes concursos Não Oficiais podem existir ao nível da Colectividade. podem ser utilizadas para treinos ou torneios da mesma.

Manual do Utilizador Nesta opção define-se os parâmetros como se de um concurso normal se tratasse. No caso de se tratar de um torneio Associativo. a única diferença é que quando questionado se se trata de uma “Prova Oficial” indica que “Não” e o Grupo que vai afectar (neste caso o Grupo previamente aberto). já nas listagens por totais tem de indicar que vai emitir uma prova não oficial e o seu código. efectuar o seu Cálculo e a partir daqui pode emitir as análises normais: nas listagens por provas a análise é efectuada como se de uma prova normal se tratasse.Introduzir os movimentos dos Concursos. isto é. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . deve-se atribuir uma numeração a partir de um número elevado. agora de Meio Fundo: 3º . por exemplo. De salientar que os números atribuídos a estas provas têm de ter em conta os números existentes já para as oficiais. pode-se ainda indicar se os pontos contam para os pombos ou concorrentes da classificação oficial.Definir os Pombos Enviados como se de concursos normais se tratassem na opção: 4º . o resultado desta análise é o conjunto das duas que constituem o torneio sendo o titulo das mesmas “Dia da Colectividade” e não a indicação da especialidade. a Associação tem de definir qual o Grupo Não Oficial e quais os códigos de concursos Não Oficiais e indicá-los às colectividades participantes dado que estes têm de ser iguais em todas elas. contam para a classificação oficial da colectividade mas não da Associação: Seguindo o exemplo abre-se outra prova.

Para todos os efeitos a ligação dos constatadores electrónicos ao computador continua a ser da responsabilidade das marcas. para um pombo de 2000) o Sexo o Cor Constatador Tipes (não ler com leitor óptico) o Ano – 2 digítos o “/” – para separar ano de anilha o Anilha sem espaços (ex. para um pombo de 2000) Importante: o Todos os campos do software Unikon existentes na opção “Afinar Systema” deverão ser preenchidos (esta opção existe no software próprio da unikon presente no computador que passa recenseamentos para os constatadores e não no Sistema GPC) Constatador Benzing: o Pais – 2 dígitos o Ano – 2 dígitos o Colectividade o Anilha sem espaços (ex. DE FORMA A SEREM RECONHECIDOS NO SISTEMA GPC: Constatador Bricon: o País – 2 dígitos o “ “ (espaço) o Ano – 2 dígitos o “ “ (espaço) o Anilha – 7 dígitos (ex. um tamanho superior compromete a passagem automática das classificações para o Sistema GPC porque sobrepõe outros dados. o tratamento dos dados fornecidos pelos constatadores é da responsabilidade do Sistema GPC. para um pombo de 2000) Constatador Tauris o Anilha sem espaços (ex. 123456 e não 0123456. 1234567 ou 0123456. 1234567 ou 0123456. para um pombo de 2000) o Enter o Ano – 2 dígitos o Enter - - SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . 99/123456 e não 99/0123456. Constatador Unikon: o País – 2 digítos o Ano – 2 digítos o Anilha – 7 dígitos (ex. para um pombo de 2000) Importante: o os nomes de provas deverão ter o tamanho máximo de 10 caracteres. 123456 e não 0123456. eventualmente. existam na falha de ligação aos constatadores terão exclusivamente a ver com falha na ligação desse programa ao constatador e não do Sistema GPC. Os problemas que. FORMATO DA INTRODUÇÃO DE POMBOS NOS CONSTATADORES. NO ÍNICIO DE CADA ÉPOCA. dado que este último não faz propriamente ligação aos constatadores. utiliza sim esses programas fornecidos pelas marcas e trata os dados disponibilizados pelos mesmos.Manual do Utilizador 23 – Especificações dos Constatadores Electrónicos De salientar que por parte das marcas foi-nos apenas fornecido um programa (da responsabilidade das marcas) para “importar” os dados dos constatadores.

Manual do Utilizador .Prima a tecla “C” no relógio 5º .CONSTATADOR BRICON Esquema de ligações para modelo 500: Cabo série com fichas de 9 pinos (standard) ligado á “COM1” ou “COM2” do PC 220 V PADRÃO Esquema de ligações para modelo 700: Cabo série com fichas de 9 pinos (standard) ligado á “COM1” ou “COM2” do PC 220 V PADRÃO Procedimentos: 1º .Desligar o padrão e ligar o computador na mesma ficha (só para modelo 500) 4º .Ligar o padrão para fechar a prova 2º .Imprimir Prova 3º .Executar as operações a seguir indicadas: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .

“Acertar Horas” “COM1” ou “COM2” do PC 2º . executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO” em “MOVIMENTOS”.Entrar no programa GPC.CONSTATADOR UNIKON Esquema de ligações: Procedimentos: Cabo série com ligado á 1º . Nas versões mais recentes não é necessário passar a chave para estabelecer a comunicação.Manual do Utilizador 6º . indicar o número de prova do relógio e confirmar.Na máquina “Unikon” seleccionar (com as setas) a opção “Acertar Horas” e confirmar com “OK” SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . indicar a prova e o concorrente. seleccionar a marca deste relógio. .Dar fecho 3º .

Seleccionar prova 8º .Para o modelo ATIS-TOP a) No constatador “Executar Autorização” b) Passar chave verde na placa de encestamento c) No constatador escolher menu “Comunicação com PC” d) Entrar no programa GPC. c) No constatador aparece “Express -----.Entrar no programa GPC. indicar a prova e o concorrente. indicar o número de prova do relógio. o atraso/avanço do relógio e confirmar.Passar chave na base de encestamento 6º .Dar fecho 7º . indicar o número de prova do relógio e confirmar 7º . indicar a prova e o concorrente. indicar o número de prova do relógio.CONSTATADOR BENZING Esquema de ligações: Procedimentos: 1º .PC” 2º . seleccionar a marca deste relógio.Seleccionar a opção “Integrar Horas” e confirmar com “OK” 5º . indicar a prova e o concorrente. seleccionar a marca deste relógio.Esquema de ligações: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . CONSTATADOR TIPES . seleccionar a marca deste relógio.Manual do Utilizador 4º . executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO” em “MOVIMENTOS”. o atraso/avanço do relógio e confirmar.Para o modelo EXPRESS a) Passar chave vermelha na placa de encestamento b) Entrar no programa GPC. executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO”. em “MOVIMENTOS”. executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO” em “MOVIMENTOS”.Aparece a mensagem “Caixa de Gravação – Troca de Dados com PC” .Listar Prova 9º .

Deve ficar no visor a mensagem “COMUNICAÇÃO PC” f. executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO”. Efectuar a listagem da prova c. premindo a tecla  ou  até que essa opção apareça no visor e. Entrar no programa GPC. Escolher a opção “2 – COMUNICAÇÃO PC” e. o concorrente e seleccionar a marca deste relógio . deve surgir no display do relógio o seguinte símbolo: 2º . em “MOVIMENTOS”. Entrar no programa GPC.Para o modelo mais antigo a. o concorrente e seleccionar a marca deste relógio h.Para o modelo mais recente a.CONSTATADOR TAURIS Esquema de ligações : Cabo série com ligado á “COM1” ou “COM2” do PC Esquema de ligações para modelo COMPAKT: Cabo série com ligado á “COM1” ou “COM2” do PC SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . em “MOVIMENTOS”. Fechar prova no relógio b. escolher a opção “PC-COM”. executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO”.Manual do Utilizador Procedimentos: 1º . Fechar prova no relógio b. escolher a opção “1 – IMPR/PC”. Durante a comunicação. Escolher a opção “LISTAGEM DE RESULTADOS” d. Escolher a opção “IMPRIMIR” no constatador c. indicar a prova. No constatador. Prima a tecla “ENTER” f. No constatador. indicar a prova. Deve ficar no visor a mensagem “COMUNICAÇÃO PC” g. premindo a tecla  ou  até que essa opção apareça no visor d.

seleccionar a marca deste relógio.Ligar o relógio como indica a figura e carregar na tecla “START” 4º .Carregar na tecla “3”  PC. indicar a prova e o concorrente.  PC P8.ATENÇÃO : Desligar o padrão do relógio 5º . Esquema de ligações modelo STAR: Cabo série com ligado à “COM1” ou “COM2” do PC Esquema de ligações para modelo 3000 (Encaixado directamente na base): Cabo série com ligado à “COM1” ou “COM2” do PC Procedimentos: 1º . em “MOVIMENTOS”. indicar o número de prova do relógio e confirmar 4º . Deve aparecer no écran informação que indica que está em comunicação com o PC 3º .Carregar na tecla “3”  PC”.Imprimir a prova 2º .Entrar no programa GPC.Ligar o relógio a um computador com o programa fornecido pela TAURIS e imprimir a prova na opção “8” 3º .CONSTATADOR MEGA ATENÇÃO: a mesa constatadora a ligar será a que tem ficha série macho. em “MOVIMENTOS”.Manual do Utilizador Procedimentos: 1º . seleccionar a marca deste relógio. executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO”. Deve aparecer no écran a seguinte informação: Com.Ligar o relógio ao padrão e acertar a hora 2º . o relógio emite um sinal sonoro NOTA: Para marcar no relógio os pombos para equipa tem de. executar a opção “IMPORTAR PROVA DE RELÓGIO”. ter a marca “2” na coluna “S2” . o relógio emite um sinal sonoro SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .Quando confirmar a leitura. ao encestar. indicar a prova e o concorrente.Entrar no programa GPC.81 OA25 6º . indicar o número de prova do relógio e confirmar 7º .Quando confirmar a leitura.

por defeito o ficheiro é enviado para disquete mas pode optar por o enviar para outra localização ou para a internet. na prática exporta todo o recenseamento do intervalo de colectividades que indicar menos os de doublagem: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . se for esse o caso ignore passos 1 e 2 e execute o passo 3. o Concorrente pode levá-los em disquete noutro suporte ou enviar por internet executando a opção: Nesta opção basta indicar o seu código da colectividade. para evitar a introdução manual de pombos na Colectividade onde vai concorrer.Na colectividade de origem “2/1/1” o concorrente tem o campo “Doublagem” indicado como “Não” porque as classificações obtidas nesta são consideradas para a classificação da Colectividade e da Associação: 2º . Fase de Recenseamento 1º .Manual do Utilizador 24 – Processo de Doublagem Este processo pretende facilitar o processo de Doublagem sem ter de estar a abrir todos os dados novamente na(s) colectividade(s) onde se pretende efectuar doublagem.O concorrente deseja concorrer à Doublagem na Colectividade “2/701”. para isso tem de seguir os seguintes passos: Nota Importante: a partir da versão de 2008 pode importar recenseamento directamente do recenseamento geral. imagine que o concorrente “2/1/1” da Colectividade “2/1” deseja participar à doublagem na colectividade “2/701”. Para explicar o processo vamos seguir um exemplo.

surge o seguinte écran: Neste écran vão surgir todos os columbófilos da colectividade origem. “Outra Localização” e “Internet”.Executar a opção “Importação de Pombos de Doublagem”: Esta opção. Nota: os binóculos permitem visualizar todas as colectividades da Associação. automaticamente. fichas desses concorrentes na colectividade destino (ficando assinalados como concorrentes de doublagem) e serão importados os recenseamentos associados aos mesmos. Utilizando qualquer das opções disponíveis. além de permitir importar recenseamentos de “Disquete”. não necessitando de solicitar dados à colectividade origem.Manual do Utilizador 3º . será aberta uma ficha na colectividade destino 701 com o mesmo número 1. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . para o concorrente 1 da colectividade origem 1. Basta seleccionar os concorrentes que deseja importar e confirmar. No exemplo. Serão abertas. permite importar na opção “Recenseamento”. esta última opção permite importar recenseamentos directamente do recenseamento inicial existente na Associação.

a partir deste momento os resultados obtidos na colectividade “2/1” passam a constar na Colectividade “2/701”. Nota: os binóculos permitem visualizar todas as colectividades da Associação. Para isso na Colectividade “2/1” executa a opção: Nesta opção indica qual a Colectividade e qual o Concurso que vai passar : Na colectividade “2/701” executa a opção: Nesta opção basta indicar a colectividade origem.Manual do Utilizador Classificações de Doublagem Agora o Concorrente participa normalmente na Colectividade “2/1” e deseja que os resultados dos seus Pombos concorram também à Colectividade “2/701”. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . para os concorrentes de doublagem que existam em “2/701”. o concurso e a origem do ficheiro.

“Que concursos ?” : o utilizador define aqui que concursos participam para este campeonato:  “Todos” – participam dados de todos os concursos existentes  “Oficiais” – participam os dados de todos os concursos oficiais  “Não Oficiais” – participam os dados de todos os concursos não oficiais  “Alguns” – participam os dados de concursos seleccionados na opção “Concursos de Campeonatos Secundários” - - - SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . para o campeonato de pombos e columbófilos. Esta indicação é efectuada na opção “Pontos de Campeonato Secundário”. para este campeonato secundário.Manual do Utilizador 25 – Campeonatos Secundários A aplicação permite a existência de campeonatos “paralelos” ao oficial. para isso existe um conjunto de opções em “Concursos” agrupadas no item “Campeonatos Secundários”: 1º Passo: Criar Campeonato Secundário na opção “Campeonatos Secundários”: Esta opção permite definir os seguintes parâmetros: “Nome” : para identificar claramente o campeonato. por prova. se indicar que “Sim” então é o utilizador tem de indicar que pontos é que contam. É permitido parametrizar. é este nome que vai aparecer nos cabeçalhos dos mapas “Quantos Pombos?” : indica a quantidade de pombos que pontuam. para um campeonato secundário. para o respectivo campeonato de columbófilo (nas provas oficiais são 2) “Classificação Própria?” : se indicar que “Não”. então este campeonato secundário vai utilizar os pontos e classificações obtidas no campeonato oficial. dependente ou independente deste último – o único ponto comum e obrigatório é utilizarem os mesmos lançamentos na prova. Primeiro terá de se parametrizar o campeonato secundário. pontos e prémios diferentes bem como estabelecer critérios de participação.

estes pombos estarão sempre a participar neste campeonato sem necessitar de qualquer outra indicação “Prémios Monetários ?” : o utilizador pode definir se este campeonato tem prémios monetários:  se seleccionar “Não” este não terá prémios monetários (mesmo que existam nas provas oficiais)  se seleccionar que “Sim” o item “Prémios Próprios?” ficará activo:  se seleccionar que “Não” então os prémios monetários obtidos na prova oficial reflectem-se neste campeonato  se seleccionar que “Sim” então os prémios monetários serão definidos na opção “Prémios de Campeonatos Secundários” 2º Passo: Parametrizar Campeonato Secundário: se escolheu “Sim” no item “Classificação Própria?” na opção “Campeonatos Secundários” então terá de definir pontos e percentagens.” na opção “Lançamento da Prova” em “Movimentos”  se seleccionar que “Sim”. então os pombos que participam neste campeonato são indicados na opção “Pombos Fixos de Campeonatos Secundários”. ao seleccionar esta opção o item “Pombos fixos?” fica activo:  se seleccionar “Não”.permite indicar um conjunto de pombos que participam.Manual do Utilizador . por especialidade. na opção “Pontos de Campeonatos Secundários”: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . Sec. então participam neste campeonato todos os pombos que foram assinalados quando se lançam dados de prova no item “C.“Que pombos ?” : permite parametrizar o universo de pombos que participam neste campeonato:  “Todos” – todos os pombos participam  “Borrachos” – todos os pombos borrachos participam (assume-se como sendo borracho todos os pombos em que o ano seja igual ao de ano de concurso – 1)  “Adultos” – todos os pombos que não sejam borrachos (todos menos os do item anterior)  “Alguns” .

se seleccionou “Alguns” no item “Que Pombos?” e “Não” no item “Pombos Fixos?” na - opção “Campeonatos Secundários” então terá de clicar no item durante o lançamento de movimentos para o pombo participar neste campeonato secundário se seleccionou qualquer outra hipótese (que não a anterior) no item “Que Pombos?” então não necessita de indicar aqui que pombos participam no campeonato porque o universo dos mesmos já foi definido quando se criou campeonato secundário.Manual do Utilizador . SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .se escolheu “Alguns” no item “Que concursos?” na opção “Campeonatos Secundários” então terá de definir que concursos participam na opção “Concursos de Campeonatos Secundários”: - se escolheu “Alguns” no item “Que Pombos?” e “Sim” no item “Pombos Fixos?” na opção “Campeonatos Secundários” então terá de definir que pombos participam no campeonato na opção “Pombos Fixos de Campeonatos Secundário”: - se escolheu “Sim” no item “Prémios Monetários?” e “Sim” no item “Prémios Próprios?” na opção “Campeonatos Secundários” então terá de definir os prémios monetários por campeonato secundário: 3º Passo: Efectuar lançamento de movimentos na opção “Lançamento da Prova” em “Movimentos”. Agora existem duas hipóteses de seleccionar pombos que participam num campeonato secundário: .

5º Passo: Pode agora proceder à emissão de mapas. no concurso Oficial 2º . este procedimento irá calcular as classificações de campeonato normal e todas as classificações de campeonatos secundários dos quais faça parte o concurso indicado. No menu “Listar Provas” poderá emitir dados classificativos por prova: As mesmas opções repetem-se para o menu “Listar Totais” e são totalizadoras por campeonato secundário.Manual do Utilizador 4º Passo: Efectuar a opção “Cálculo de Prova” em “Movimentos”. Para este exemplo os passos a seguir serão os seguintes: 1º .Lançar as classificações.Executar a opção : O utilizador tem de indicar o concurso origem (neste exemplo o concurso oficial) e o concurso destino (neste exemplo o concurso não oficial): Quando o utilizador introduz os concursos é solicitada nova confirmação dado que os dados do concurso destino vão ser sobrepostos: SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . Estas opções são em tudo idênticas às respectivas opções para o campeonato oficial – a única diferença é que é solicitado o código de campeonato secundário que deseja analisar. 26– Cópia de dados de uma Prova para Outra Este processo pretende facilitar a passagem de dados entre provas de modo a que a mesma prova possa contar para campeonatos diferentes. normalmente. Por exemplo se uma prova entra para um concurso oficial e simultaneamente para um não oficial.

SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . De notar que este processo além de se tornar moroso (tendo em conta as novas tecnologias) é também o mais “caro” dado que existem mais gastos em termos de consumíveis (papel. etc. envio de listagens para todas as colectividades por parte da Associação. 2ª .) não sendo ainda o mais prático. com este processo a Associação em vez de enviar listagens em papel para as Colectividades envia ficheiros com o mesmo conteúdo. para isso tem de seguir os seguintes passos: a) Envia para cada colectividade uma disquete criada na opção: Nesta opção.Manual do Utilizador No fim do procedimento o utilizador é avisado de que tem efectuar o Cálculo da prova destino – depois disto pode emitir todas as análises da prova destino. 27 – Divulgação de Resultados A divulgação de resultados que vai ser descrita é a que resulta da Associação e que tem de ser exposta às Colectividades e respectivos Concorrentes dado que a divulgação dos resultados da Colectividade é feita directamente aos Concorrentes. Sendo assim existem várias formas: 1ª . selecciona-se o concurso em causa e a localização: A Associação pode depois enviar a disquete ou o conteúdo da mesma por internet para as Colectividades. tinteiro. indica-se se deseja exportar apenas uma prova ou todas as provas.A tradicional.Existe a possibilidade de divulgação de dados com o formato HTML (em ficheiros com o formato conhecido da Internet).

a Aplicação encarrega-se de passar os resultados da prova em questão e actualizar totais até à data: b) Para visualizar as Classificações o utilizador acede à opção: Nesta opção basta confirmar: ´ A visualização das Classificações será idêntica a uma visualização na internet dado que utiliza o EXPLORER para visualizar as mesmas. tem sempre de os passar para um suporte local para poder executar a seguinte opção: Nesta opção. SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . atenção que mesmo que os receba por internet.Manual do Utilizador b) A Colectividade recebe esses ficheiros.

se receber os ficheiros por Internet copiá-los para disquete. depois de as imprimir tem de voltar a parametrizar a página e voltar a pôr Vertical para as restantes impressões saírem ao alto. 4ª . se quiser imprimir as listagens “Pombos Designados” ou “Pombos na Prova” tem de parametrizar a página em: >Ficheiro >Configurar página > Orientação >Horizontal. Escreva “C:\GPCOUT\PROVAS. selecciona-se o concurso em causa: A Associação ou Colectividade pode depois enviar a disquete ou o conteúdo da mesma por internet. Escreva “A:\PROVAS” e prima ENTER.com SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES .HTM” e prima ENTER. b) No destino. Colectividades ou outras entidades que não possuam o Sistema GPC.sistemagp.Existe a possibilidade de enviar os resultados através de ficheiros para os Concorrentes. e ir ao menu Start (Iniciar) e seleccione <RUN> (Executar). a possibilidade de alojar classificações na Internet desde que a Associação tenha adquirido o serviço de publicação de classificações. Sendo assim desenvolveu-se um processo em que isso seja possível sem ter de existir o Sistema GPC no destino: a) A Associação ou Colectividade executa a seguinte opção para criar uma disquete: Nesta opção. desde que exista um protocolo de divulgação entre a POMOR e a entidade interessada. d) Para visualizar ficheiros ir ao menu Start (Iniciar) e seleccione <RUN> (Executar). O processo de visualização de provas utiliza o programa “Microsoft Internet Explorer”. depois de introduzida a disquete. Para isso selecciona a opção: Nesta opção basta indicar o concurso que o sistema encarrega-se de enviar e publicar as classificações no site www.Existe.Manual do Utilizador 3ª . Não tendo a aplicação não podem utilizar os processos já descritos. a partir da época de 2007. c) Introduzir a disquete.

SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . hoje faz na 1ª. solicita à Colectividade ou Associação os seus dados de classificação. esta passa os dados para disquete e ao concorrente basta apenas importá-los no seu programa para ficar actualizado. isto é.Gerir o registo fotográfico do pombo. isto é. se um concorrente desejar e tiver este programa em casa. 29 – Cópia e Reposição de Segurança O utilizador deve. Pombal e Pombos O Sistema GPB pode adquirido através dos contactos referidos no ponto 27.Gerir a ascendência e descendência dos pombos . Já a reposição de cópias de segurança deve ser apenas efectuada depois de consultar a assistência ou por indicação expressa desta. por exemplo 2 conjuntos de disquetes. concursos e classificações .Introduzir directamente ou por importação do Sistema GPC. dados relativos às classificações obtidas pelos pombos . que permitem ao utilizador uniformizar dados que caracterizam pombos. De salientar que o Sistema GPB é uma ferramenta de trabalho que permite entre outras funcionalidades: .Possibilidade de basear a escolha de pombos a participar em concursos através da análise da performance dos mesmos em provas anteriores .Gerir a ficha cadastro de cada pombo . sempre que existam modificações/introduções de dados na aplicação. do olho do pombo e do pombal . O utilizador previne-se assim contra cópias eventualmente estragadas. amanhã na 2ª e depois de amanhã volta à 1ª.Módulo de Facturação .Produção de página de Internet para publicação com dados de Columbófilo.Basear os dados introduzidos em tabelas pré-defenidas. efectuar cópias de segurança para disquete. tem.Emitir os boletins de encestamento por provas (inscrição de pombos) . por exemplo quando existem actualizações. as chamadas tabelas auxiliares.Manual do Utilizador 28 – Exportação para Sistema GPB – Gestão de Pombais A Aplicação permite exportar dados para o Sistema GPB. Este procedimento é da responsabilidade do utilizador e deve ser feito para conjuntos diferentes.Gestão de Tratamentos e Custos/Proveitos .Introduzir no sistema os dados de concursos onde participa .

01) SISTEMA GPC – GESTÃO DE POMBOS E CLASSIFICAÇÕES . explicita ou implícita. A assistência é personalizada e pode ser solicitada das seguintes formas: Correio: António Joaquim da Silva Realinho Rua da Filarmónica. disquetes ou documentação. Esta garantia limitada será nula se os defeitos do software forem consequência de acidente. Não há garantia de comercialização. CD ou Internet. A opção “reposição de Cópias” só deve ser executada por nossa indicação ou depois de nos consultar. Siga atentamente as instruções fornecidas. Se tiver qulquer tipo de dúvidas contacte-nos. a contar da data de compra. Das Forças Armadas. Inexistência de Responsabilidade por Danos Indirectos. os que derivam da perda de benefícios. Em qualquer caso. Garantia Limitada É garantido ao comprador original deste produto de software para computador que durante um período de 90 dias. o software funcionará substancialmente de acordo com o especificado no(s) manual(is) que acompanham o produto. documentação e outros objectos são vendidos “Tal e Qual”. (Versão 10. nº20 Meia Via 2350 – 632 Torres Novas ou Paulo Jorge dos Reis Mota Av. interrupção de negócio.com Actualizações As actualizações serão enviadas por disquete.Assistência e Actualizações Assistência Sugere-se que antes de solicitar assistência tenha bem presente as anomalias verificadas. Em nenhum caso os fornecedores serão responsáveis por quaisquer danos – incluindo. em relação ao software. sem limite. se possível escreva os erros para mais depressa o podermos ajudar. 31 – Garantia O produto é vendido “Tal e Qual” O software.Manual do Utilizador 30 . a responsabilidade dos fornecedores em relação a qualquer clausula descrita limita-se à quantidade efectivamente paga por si em relação ao software “Sistema GPC”. incluindo no pressuposto que o fornecedor tenha sido informado da possibilidade de que tais danos possam ocorrer. nº 24 2330 – 065 Entroncamento Telefone: 914 604 382 (António Realinho) / 919 041 145 (Paulo Mota) Internet: geral@sistemagp. perda de informação comercial ou quaisquer outras perdas pecuniárias – que se originem como consequência da utilização ou da impossibilidade de utilização deste produto. abuso ou utilização errada. disquetes. nem garantia de validade para um uso específico nem nenhuma garantia de qualquer outro tipo.