Vôo Noturno

O Seu Jornal Pagão Brasileiro Virtual sobre Herbologia Mágica e Bruxaria

EDIÇÃO ESPECIAL 08 ANO 02

MARÇO 2012

Especial Sabás Celtas “MABON”

Vôo Noturno
ESPECIAL SABÁS CELTAS Mabon
EDITORIAL
Namastê!

E com o último giro da Roda, encerrando o Ciclo chegamos a Mabon - O Equinócio de Outono. Comemorado no Hemistério Norte em 22 de Setembro e no Hemisfério Sul em 20 de Março . Há quase um ano surgiu o projeto dos Especiais sobre os Sabás Celtas e com ele percorremos toda a Roda do Ano. Agora em Mabon, a Segunda Colheita, encerramos nosso objetivo inicial de levar aos leitores informações simples e objetivas sobre cada um dos Festivais. Acredito que nossa missão está cumprida com seriedade e o compromisso de sempre! Outros Especiais Temáticos serão lançados no decorrer do Ano, fiquem atentos. A maioria das informações sobre Mabon contidas neste Especial foi utilizada a partir dos textos de Francys Oliva, publicados no Blog A Casa do Mago. Espero que suas Colheitas sejam prósperas e que todas as bênçãos dos Deuses recaiam sobre suas vidas inundando-as com saúde, proteção e felicidade total! O Blog Mundo Pagão e o Jornal Vôo Noturno agradecem imensamente sua atenção e prestígio sempre dedicados em todas as nossas publicações.

NESTA EDIÇÃO
Editorial Mabon - O Equinócio de Outono A Colheita de Ervas em Mabon Festejando Mabon Símbolos de Mabon Atividades para Mabon O Altar de Mabon A Vassoura de Bruxa Arranjo com Folhas Secas Incensos e Óleos para Mabon Banquetes e Refeições Ritual de Mabon Parcerias Campanhas e Comunidades Pag 02 Pag 03 Pag 04 Pag 06 Pag 07 Pag 08 Pag 08 Pag 09 Pag 10 Pag 11 Pag 13 Pag 14 Pag 15 Pag 15

Até o próximo Giro da Grande Roda!! Bênçãos Plenas de Airmid a Senhora das Ervas Marcelo Giusepp Lechinski (Saman) Editor - Mundo Pagão
Vôo Noturno é uma publicação do Blog Mundo Pagão e seu autor Marcelo Giusepp Lechinski. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total de qualquer artigo aqui publicado sem autorização de seu editor ou autor. http://mundupagao.blogspot.com/
02

Mabon - O Equinócio de Outono
Lughnasadh (Lammas) marca a coleta efetiva da safra de cereais, mas em seu aspecto sacrificial. O equinócio de outono marca a conclusão da colheita e a ação de graças pela abundância, com ênfase em um futuro retorno desta. É um período de recolhimento e agradecimentos por tudo o que tivemos. Montamos uma mesa farta, repleta de alimentos e compartilhamos com todas as pessoas que amamos. É época de agradecer também aos nossos ancestrais pelo sangue que corre em nossas veias, pelas características genéticas que deles herdamos e pelas dádivas que eles nos deixaram e nos transformaram naquilo que somos hoje. Reflita sobre Mabon (pronuncia-se Mêibon) é também as alegrias de sua vida, a liberdade e a maravilha da conhecido como Equinócio de Outono ouLar da humanidade como um todo e abençoe todos ao seu Colheita ou Festival da Segunda Colheita. Dia redor que colaboram para a sua vida ser da maneira sagrado no paganismo, em especial na como é hoje. religião Wicca. Celebrado no dia do equinócio de outono, que corresponde a aproximadamente dia O que é essencial, em cada sabá, é você saber 20 de março no hemisfério Sul e no dia 22 de observar a Natureza, ver suas mudanças, entender setembro no hemisfério Norte (as datas dos seus ciclos e o momento que está vivendo. Por mais equinócios podem apresentar uma variação de até que você celebre “segundo a roda do Hemisfério Sul”, 3 dias de acordo com o ano). não se esqueça do que está sendo celebrado no resto do mundo. Somos todos irmãos da Arte. Esse Sabá que ocorre entre o Primeiro festival da colheita (Lughnasadh) e o Ano novo pagão (Samhain), marca o início do outono, dia As noites já começaram a ficar mais longas, santo pagão de descanso da colheita e desde o Solstício de Verão; aproxima-se a época da comemoração, uma época de agradecimento aos partida do Deus para a Terra do Verão, deixando a Deuses por tudo o que foi colhido e caçado. É uma sua própria semente no ventre da Deusa, de onde época de equilíbrio, onde o dia e a noite têm a renascerá (mantendo o eterno ciclo do nascer-morrermesma duração. renascer). Este é o dia de ação de graças do paganismo. Data onde os pagãos honram o Deus em seu aspecto de semente e a Grande Mãe em seu aspecto de Provedora. O nome Mabon veio de um deus Celta (também conhecido como Angus), o Deus do Amor. Esta é a ocasião ideal para pedirmos por todos aqueles que amamos, além de todos os que estão doentes ou velhos. Esses dias são pontos de equilíbrio, onde dia e noite se igualam. No entanto, enquanto o equinócio de primavera é um período de equilíbrio para preparar-se para a ação, o equinócio de outono é um período de equilíbrio para preparar-se para o repouso, que vem no inverno.
03

Nesse dia sagrado, os Bruxos dedicam-se novamente à Arte, sendo realizadas cerimônias de iniciação pela Alta Sacerdotiza e pelos Sacerdotes dos Covens. Muitas tradições wiccanas realizam um rito especial para a descida da deusa Perséfone ao Submundo, como parte da celebração do Equinócio do Outono. De acordo com o mito antigo, no dia do Equinócio de Outono, Hades (o deus grego do Submundo) encontrou-se com Perséfone, que colhia flores. Ficou tão encantado com sua beleza jovem que, instantaneamente, se apaixonou por ela, Agarrou-a, raptou-a e levou-a em sua carruagem para a escuridão do seu reino a fim de governar eternamente ao seu lado como sua imortal Rainha do Submundo.

A colheita de ervas em Mabon

A deusa Deméter procurou, por todos os lugares, sua filha levada à força, e, não a encontrando, seu sofrimento foi tão intenso que as A maioria das ervas crescem numa flores e as árvores murcharam e morreram. Os grandes deuses do Olimpo negociaram o retorno de determinada estação e deve-se usar imediatamente Perséfone; porém, enquanto ela estava com Hades, foi enganada e comeu uma pequena semente de ou ser conservada . romã, tendo, então, que passar metade de cada ano com Hades no Submundo, por toda a O importante é você seguir alguns cuidados, eternidade. como por exemplo: nunca corte a planta em linha reta, faça o corte sempre em diagonal para que a planta consiga respirar depois da colheita. Tenha consigo um embornal ou um local apropriado para depositar as ervas. Lembre-se que deve ser um local livre de umidade. Use uma bacia forrada com um pano de saco (aqueles de trigo). E não misture as ervas para que não haja alteração no sabor. Para o corte, use uma faca bem afiada ou um tesoura e comece a praticar em linhas de costura ou barbantes para que você não machuque a planta. Todo cuidado é necessário. E lembre-se que você não pode cortar a erva rente a terra ou muito próximo a raiz. Faça o corte sempre o mais próximo possível das folhas, deixando um talo para servir de porta de entrada para água e oxigênio…
04

Mas se você ainda não tem seu jardim de ervas em casa, essa é a melhor época para começar a preparar o seu. Pense no seguinte: você vai precisar escolher o local onde vai plantar (seja um vaso, um canteiro ou qualquer outro local) e começar a preparar a terra que irá receber as sementes. Escolha bem as sementes e comece a cuidar de sua terra: a maioria das pessoas usam terra vegetal, mas qualquer solo pode ser preparado para o plantio e a melhor forma é você fazer uso de resíduos que são jogados fora na sua cozinha como: cascas de legumes, borra de café, cascas de ovos são excelentes adubos. Folha secas também. Esses são adubos naturais e não fazem mal algum Se você não conhecer a erva que irá colher, as plantas. lembre-se de usar luvas para evitar reações alérgicas… Existem algumas dicas bem simples que vão O melhor horário para a colheita de ervas é ser úteis já que algumas plantas costumam ser a parte da manhã, de preferência numa bela atacadas por formigas por causa do açúcar que manhã de sol ameno (se o sol estiver muito forte elas contêm na raiz. Uma dica bem legal é você não será propício porque as ervas estarão rodear a sua planta com sementes de gergelim, “cansadas”). O tempo precisa estar seco, não faça nada de produtos químicos ou coisas do gênero, colheitas em dias de chuva ou no dia seguinte a ok? chuva e claro, espere o orvalho desaparecer… As melhores estações do ano para colheita de erva são: a primavera que é quando as ervas crescem ou no outono quando as raízes estão fortes e não há risco de morte par a planta, pois ela já se fortaleceu junto ao solo onde vivem. Outra dica muito importante é que a maioria dessas plantas precisam ser replantadas, ou seja, o alecrim é perene, mas ervas como: manjericão, segurelha, manjerona, tomilho, salsinha, orégano e salvia são bienais, o que significa que depois de algum tempo elas acabam enfraquecendo e morrendo e isso geralmente ocorre depois da segunda colheita. Por isso, é preciso estar atento…
05

Festejando Mabon
No dia do Equinócio, acorde bem cedo para escutar a música dos pássaros que celebram em seus reinos a dança da roda do ano. Comece a pensar na faxina mental a ser feita. Nas coisas das quais você deseja se libertar. É o momento - Busque fotografias das pessoas que passaram por suas vidas. Esse é um excelente momento para folhear álbuns de família e prestar homenagens a eles, para que eles sintam seu amor por eles e saibam que de alguma forma, estão presentes em

ideal para você se livrar de algumas coisas antigas nossas vidas. (roupas, papéis) coisas que estão apenas acumulando energias e não permitem que você - Limpe seu altar (se você ainda não o tem, esse é renove-se… o melhor momento para providenciá-lo, escolhendo o local onde ele ficará). Providencie figuras Também é um excelente momento de você representativas do Deus e da Deusa (pode ser apreciar seus instrumentos e verificar qual deles imagens, figuras) para seu altar. Outros símbolos não mais pertence a você. Lembre-se que também são importantes. Deixe seu sentimento agir algumas coisas devem ser devolvidas a natureza, nesse sentido. pois a roda do ano gira e você evolui todos os dias, todos os momentos e é preciso buscar Lembre-se que o dia será especial, então coisas que combinem com o seu novo momento. comece preparando o café da manhã com biscoitos de aveia, bolo de baunilha e suco de maçã. Acenda Não esqueça também de verificar sua um incenso a mesa e uma vela para o Deus e para cozinha, é o lugar onde as energias costumam se a Deusa. Faça uma prece junto aos seus e acumular e é um lugar onde é preciso ter bons relembre momentos agradáveis de sua vida. fluídos por ser o local onde o alimento do corpo é preparado… As nove horas da manhã prepare seu banho, o banheiro deve conter elementos importantes para Limpe sua casa, deixando-a com as portas a purificação do seu corpo (velas, pedras, incensos, e janelas abertas para que a luz do sol, a força aromas, essências). dos ventos entre e renove as energias. Prepare também um chá renovador: com em flores, ervas, cascas de ávores, raízes, sal marinho ou grosso. - Cuide de suas pedras, colocando-as em potes com água junto a natureza. Se não tiver como Tome o banho normalmente e depois lave fazer isso, coloque próximas a um vaso de seu corpo com o chá preparado anteriormente. uma planta qualquer. Sinta a energia do seu corpo sendo renovada… Pense nos Elementais, na Figura das Deusas que - Providencie flores para ornar sua casa. Faça são importantes pra você. Alguns cuidados especial nesse dia: que você ter flores com folhas secas para ornar seu altar. Mentalize todas as zonas do seu corpo. Após o banho fique um pouco em silêncio, faça um pouco. Volte-se para
06

- Providencie batatas para serem assadas (pois uma prece, leia elas representam a terra). você: cuide-se.

As três horas da tarde comece a preparar o local onde será realizado seu ritual. Use quatro pedras para traçar o círculo e coloque-as na Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat do Equinócio do Outono são os direção certa, dizendo: “As quatro direções do mundo em breve eu invocarei”

SÍMBOLOS DE MABON

produtos do milho e do trigo, pães, nozes, vegetais, maçãs, raízes (cenouras, cebolas, batatas, etc.), cidra e romãs (para abençoar a jornada de Perséfone ao tenebroso reino do Submundo). Outros nomes para este sabá:

O altar deve ficar no Norte do Círculo, Equinócio de Outono, Alban Elfed, Colheita do coberto com uma toalha marrom ou vinho. Cada participante deve providenciar um elemento para compor o altar, da mesma forma Outros apetrechos decorativos: que cada um deve colocar uma oferenda para os Deuses dentro da Cornucópia representando a Ramos de ervas secas, girassóis, folhas secas, batatas, bagas e espigas de milho. fartura sobre a terra. Deve-se preparar uma fogueira na direção Plantas e frutos: Flores de acácia, benjoim, Sul do altar. madressilva, malmequer, mirra, folhas e cascas

Vinho, Cornucópia, Segunda Colheita, Dia de Ação de Graças das Bruxas.

de carvalho.
A mesa para o banquete também deve ser Comidas típicas: decorada e preparada para o banquete após o Maçãs, nozes, castanhas, amêndoas, milho, ritual.

secreto para colocar seu caldeirão para queimar seus pedidos as seis horas da tarde (minutos Bebidas típicas: antes de começar o ritual). Vinhos, cervejas, sidras, além de sucos e As 21 horas comece o ritual…

amoras pretas, jabuticabas, cravo, além de pães, tortas e outros pratos feitos a partir dos Cada participante deve escolher um lugar frutos da estação.

outras bebidas preparadas a partir dos frutos da estação (em especial a maçã). Incensos: cravo, patchouli, mirra, maçã, benjoim e sálvia. Cores: marrom, verde, laranja e amarela. (Cores outonais no geral). Pedras: cornalina, lápis-lázuli, safira e ágata amarela. Divindades: Relacionadas ao vinho e às colheitas, mas especialmente os mitos de Mabon/Modron e Perséfone/Deméter.
07

Em Mabon fotografias de nossos ancestrais são espalhadas pela casa, está próximo o reencontro com cada um deles e é nossa memória É tradição reunir os amigos para um jantar, a que tornará isso possível. fim de celebrar a fartura e comemorar as conquistas. A terra é celebrada e batatas são assadas, Também é costume retirar um tempo para numa fogueira ou no forno mesmo com a presença dar uma atenção à sua casa, como consertar de amigos e familiares que contam suas aventuras objetos estragados, restabelecer os estoques ou simplesmente fazer uma faxina. É comum em durante o ano. É um ritual aconchegante que pede algumas tradições realizar uma bênção na casa no que estejamos perto daqueles que amamos. dia de Mabon.

Atividades para MABON

- Elaborar uma cornucópia para prosperidade - Fazer bonecas mágicas de maçã - Fazer grinaldas e oferecer à Natureza como agradecimento - Fazer vassouras mágicas - Fazer amuletos - Confeccionar uma Rainha da Colheita - Fazer uma oferenda aos deuses com frutas e folhas - Encher uma cesta com cones de pinheiros, folhas secas coloridas, trigo, bolotas de carvalho e ramos de pinheiro e deixar na sua porta de entrada para atrair boa sorte - Colocar espigas de milho na sua porta de entrada - caminhar pelo campo recolhendo galhos e folhas - colher ervas e sementes - fazer travesseiros dos sonhos com folhas - preparar arranjos de folhas secas - faça doce de abóbora, de maçã, moranga… - separe batatas para assar - prepare bebidas de Mabon

No dia do Equinócio, as pessoas levantam cedo para se despedir do sol e de todas as criaturas que já começam a procurar por abrigo para suportar o inverno que se aproxima. Um detalhe bastante interessante acerca desse equinócio é que foi a partir dele que surgiu o famoso dia de ação de graças.

O Altar de Mabon
As luzes e as trevas se equilibram novamente; porém o Sol começa a minguar mais rapidamente. O Deus torna-se então o Ancião, o Senhor das Sombras.

O altar de Mabon é bem simples, como de costume, requer que você conheça bem o ritual e faça uso da sua imaginação: comece escolhendo a toalha que vai cobrir o seu altar. Não esqueça que as cores desse ritual são: marrom, verde, amarelo e vermelho. Você pode misturar cores, combinando-as ou fazer uso apenas de uma dessas cores, isso fica a sua disposição…

.

08

A Vassoura da Bruxa

Lembre-se: nesse ritual,folhas, flores sementes são seu principal símbolos. preciso espalhar esses elementos pelo fazer um círculo mágiko usando esses símbolos.

secas e Então é altar ou mesmos

:

…O importante é você usar sua intuição na hora de decorar o altar e claro, não esquecer de usar os elementos que representam os elementos (terra, água, fogo e ar) assim como a figura do Deus e da Deusa. Há algumas coisas importantes que você deve levar em consideração como a posição de alguns elementos no altar, por exemplo: Lembrando que o caldeirão deve ficar a esquerda e nele você deve queimar os papéis com nomes de seus ancestrais e também realizar a Meditação do Caldeirão de Cerridwen e a direita deve ser colocada uma cornucópia. No centro do Altar deve ser colocado o símbolo do Deus (uma cruz celta ou a figura deste) com as velas nas cores do ritual. Por fim, não se esqueça da espada cerimonial, muito usada nesse ritual… Claro que outros símbolos e elementos podem ser colocados no seu altar, isso fica a seu critério, dependendo apenas da sua criatividade. Lembrando que Mabon é um ritual de transformação e toda arte (seja ela qual for) implica em transformação.

Tanto em Mabon quanto em Samhain é costume preparar uma nova Vassoura que acompanha os praticantes da Arte em suas limpezas astrais… Se deixada sobre a entrada de uma casa, ela "varre" todas as energias negativas que forem “lançadas” para a casa ou para alguém que more nela. Se colocada embaixo do travesseiro, ela traz bons sonhos e protege o sonhador. As bruxas européias foram relacionadas a este objeto por causa da persiguição imposta aos praticantes de magia que diziam vê-las voando em suas vassouras. Fato que ainda nos dias atuais segue sendo explorado em filmes, desenhos e pelo próprio folclore criado acerca do tema. Mas as vassouras eram utilizadas pelos praticantes da arte para purificar simbolicamente o local onde os rituais eram praticados e também nas danças rituais em que elas percorriam um círculo imaginário, dançando e realizando o ato de varrer o ar. Daí talvez tenha surgido a idéia de voar em vassouras. O fato é que a vassoura é para aqueles que praticam a Arte um objeto de purificação que ajuda a limpar o ar das impurezas ou de energias acumuladas com o passar dos dias. 09

Arranjo com Folhas Secas
Um dos costumes de Mabon é fazer “arranjos” com folhas secas para enfeitar a casa e para mostrar para vocês um jeito bem legal de fazer um belo arranjo para a mesa do banquete ou até mesmo para a mesa ritual de Mabon. Para fazer sua vassoura você vai precisar: Um cabo de canela ou um galho de árvore comum (lembrando que nesse caso especificamente, o galho não pode ser colhido, ele precisa ser encontrado junto a natureza) Pedaço de sisal Ramos de alecrim, sálvia, hortelã, alecrim (ou outra erva de sua preferência) Galhos de vidoeiros Atadura de salgueiro Fitas nas cores do seu elemento Símbolos mágicos (pentagrama, pedras) Reuna os galhos e os ramos amarrando-os todos com o sisal junto ao cabo escolhido por você. Eu sugiro que você amarre um a um para que fique bem firme… Depois da vassoura estar pronta, você deve acrescentar os símbolos mágicos escolhidos por você. Algumas pessoas gostam de anotar os símbolos mágicos (runicos, entre outros) na vassoura. Não esqueça de consagrá-la antes de usar e se você já tem uma vassoura não esqueça de queimá-la na fogueira de Mabon porque a sua vassoura também acumula as energias que ela ajudou a banir…

10

:

11

INCENSOS E ÓLEO PARA MABON
ÓLEO DE MABON 04 gotas de alecrim 02 gotas de óleo de olíbano 02 gotas de óleo de maçã 01 gota de óleo de camomila Use óleo de amêndoa como base Misture e armazene. Use nos rituais de mabon

ARTESANATO DE MABON
RAINHA DA COLHEITA

A Rainha da Colheita, ou Kern Baby, era feita do último feixe da colheita e construída pelos ceifeiros enquanto proclamavam: “Nós temos a Kern!” Na Escócia era chamada de a “Virgem do Último Feixe da Colheita” e era cortada pela garota mais jovem da aldeia. Fazer uma Rainha da Colheita é uma das práticas de Mabon. Para isso você vai precisar de:

INCENSO DE MABON 1 3 partes de Olíbano 2 partes sândalo 1 parte de Benjoin 1 parte de canela Algumas gotas de patchuli

Ramos de trigo; Fitas multicoloridas; Um pedaço de pano branco; Um bastão; Barbante; Pegue os ramos de trigo e divida-o em três partes. A primeira parte será a cabeça e as outras duas serão os braços do boneco. Para isso cruze duas partes dos ramos de trigo, em posições opostas, amarrando a parte separada na posição vertical, formando uma cruz. Amarre com o barbante para que fiquem firmes e não se soltem. Com o pano branco faça uma bata e vista o seu boneco de feixe. Decore a bata branca com as fitas coloridas, elas representam a Primavera, o outro ponto de equilíbrio existente na Roda do Ano que chegará nos próximos seis meses vindouros. Pendure sua Rainha da Colheita no bastão, que é o símbolo fálico da fertilidade. Então, na sua cerimônia de Mabon, coloque-a sobre o seu Altar, pedindo que ela se torne um símbolo de abundância e fartura. Depois, pendure-a acima da porta de entrada de sua casa.

INCENSO DE MABON 2 02 partes de Olíbano 01 parte de Sândalo 01 parte de Cipreste 01 parte de Junípero 01 parte de Pinheiro ½ parte de Musgo do Carvalho (ou algumas gotas do perfume de Musgo do Carvalho) 01 pitada de folha de Carvalho em pó Queime durante as Cerimônias Wiccanianas do Mabon (no Equinócio de Outono, por volta de 21 de Setembro), ou nesta época para sintonizar-se com a mudança das estações.
12

Banquetes e Refeições
SANGRIA DE MABON
É preferível preparar esta receita algumas horas antes de ser servida para intensificar o sabor. Ingredientes: - 2 Garrafas de vinho tinto; - 1Litro de sumo de mirtilos concentrado, (xarope de frutos silvestres também serve); - 2 Colheres de sopa de sumo de limão; - 3/4 de taça de licor de laranja; - 2 Colheres de sopa de mel; - 1 Laranja lavada e cortada em pequenos cubos; - 1 Lima lavada e cortada em pequenos cubos; - 1 Limão lavado e cortado em pequenos cubos; - 1 Pêra lavada e cortada em pequenos cubos; -1 Maçã lavada e cortada em pequenos cubos; - 1 Garrafa de limonada fresca; - Cubos de gelo; Misture os ingredientes todos dentro de uma saladeira grande, menos a limonada e os cubos de gelo. Mexa bem todos os ingredientes e cubra para deixar repousar algumas horas. Antes de servir acrescente os cubos de gelo e a limonada bem fresca. Aqueça o forno a 200ºc, unte a forma (que tenha pelo menos cerca de 20cm de largura). Numa terrina misture as farinhas, o açúcar, o fermento o sal e a manteiga, previamente derretida, e misture tudo. Num outro recipiente bata os ovos com o leite. Com a ajuda de uma colher de pau, incorpore a mistura dos ovos e do leite às farinhas e mexa ate obter uma massa homogénea. Meta a massa na forma e coloque-a no forno deixando cozer cerca de 25 minutos. Vá observando a cosedura com um palito, quando este sair seco é porque o pão está cozido.

BOLO BRETÃO
A característica deste bolo é que ele conserva -se vários meses… se não for devorado antes! Use uma forma com cerca de 24cm de diâmetro. Ingredientes: - 7 Gemas de ovos, (entre as quais uma será para a decoração); - 250g de manteiga com sal; - 250g de açúcar; - 450g de farinha; - 1/2 Pacote de fermento; - 1 Pitada de sal fino; - 1 Pequeno cálice de Rum; Ponha a farinha num recipiente grande, seguidamente acrescente o sal e o fermento, misture tudo e acrescente o açúcar. Separe as claras das gemas e acrescente 6 gemas ao preparado. Misture e acrescente o cálice de Rum. Corte a manteiga em pequenos cubos, (é importante que esta esteja ligeiramente amolecida!), junte-a ao preparado misturando bem, até ficar numa bola bem homogénea. Colocar seguidamente a massa na forma e com uma colher de pau igualize-a para que fique toda ao mesmo nível. Por último pincele a parte de cima com a gema do ovo que sobrou e com um garfo faça algumas decorações em ziguezague ou até mesmo umas decorações da época. Coloque a placa, (não a grelha), no meio do forno e ponha o bolo a cozer a uma temperatura de 180º, (termóstato 5), durante 50min. A cozedura deve ser muito precisa, pouco tempo o bolo ficará compactado, muito tempo o bolo ficará demasiado seco...

PÃO DE MILHO DE MABON

Ingredientes: - 250ml (1 chávena) de farinha de milho; - 125ml (1/2 chávena) de farinha de trigo; - 10ml (2 c. de chá) de fermento em pó; - 5ml (1 c. de chá) de sal; - 60ml (1/4 chávena) de manteiga; - 2 Ovos; - 250ml (1 chávena) de leite;
13

Ritual de Mabon
Por Gerina Dunwich
Comece fazendo um círculo com cerca de 3m de diâmetro. No centro, erga um altar voltado para o norte. Sobre ele coloque uma vela da cor apropriada do Sabbat, um cálice com água, uma faca, um prato de sal, pó ou areia, um sino de altar consagrado e um incensório. Enfeite o altar com a decoração tradicional sagrada, como bolotas, pinhas, malmequeres, rosas brancas e cardo. As flores poderão ser arrumadas em buquês ou guirlandas para o altar ou para o círculo, ou reunidas em uma coroa colocada no alto da cabeça. Salpique um pouco de sal dentro do círculo e, então, trace-o com uma espada cerimonial consagrada ou com uma vareta, dizendo: COM SAL E A ESPADA CONSAGRADA EU CONSAGRO E TRAçO ESTE CíRCULO DO SABBAT SOB O NOME DIVINO DA DEUSA E SOB A SUA PROTEçãO. INICIA-SE AGORA ESTE RITUAL DO SABBAT. Acenda a vela e o incenso. Toque três vezes o sino do altar com a mão esquerda para iniciar o Ritual do Equinócio e conjurar os espíritos elementais. Pegue o punhal com a mão direita, volte-se para o leste e diga: OH SAGRADOS SILFOS DO AR E REIS ELEMENTAIS DO LESTE, EU VOS CONJURO E ORDENO A VIR E PARTILHAR DESTE RITUAL DO SABBAT NESTE CíRCULO CONSAGRADO. Volte-se para o sul e diga: OH SAGRADAS SALAMANDRAS DO FOGO E REIS ELEMENTAIS DO SUL, EU VOS CONJURO E ORDENO A VIR E PARTILHAR DESTE RITUAL DO SABBAT NESTE CíRCULO CONSAGRADO.
14

Volte-se para o oeste e diga: OH SAGRADAS ONDINAS DA áGUA E REIS ELEMENTAIS DO OESTE, EU VOS CONJURO E ORDENO A VIR E PARTILHAR DESTE RITUAL DO SABBAT NESTE CíRCULO CONSAGRADO. Volte-se para o norte e diga: OH SAGRADOS GNOMOS DA TERRA E REIS ELEMENTAIS DO NORTE, EU VOS CONJURO E ORDENO A VIR E PARTILHAR DESTE RITUAL DO SABBAT NESTE CíRCULO CONSAGRADO. Toque três vezes o sino e coloque-o de volta no altar. Estique o braço direito, aponte a ponta do punhal para o céu e diga: AR, FOGO, áGUA, TERRA, VENTRE DA VIDA, MORTE PARA RENASCER. A GRANDE RODA DAS ESTAçõES GIRA, O FOGO SAGRADO DO SABBAT QUEIMA. SOMOS TODOS CRIANçAS DA DEUSA. E PARA ELA DEVEMOS RETORNAR. Mergulhe a lâmina do punhal no cálice com água e, depois, no prato de sal, pó ou areia e diga: ABENçOADA SEJA A DEUSA DO AMOR, CRIADORA DE TODAS AS COISAS SELVAGENS E LIVRES. O CALOR DO VERãO DEVE AGORA TERMINAR. A GRANDE RODA SOLAR GIROU NOVAMENTE. QUE ASSIM SEJA! Toque três vezes o sino do altar para encerrar o rito, afaste os espíritos elementais e agradeça à Deusa. Desfaça o círculo de maneira levógira com a espada cerimonial ou com a vareta.

Parcerias

Campanha doe um livro de Bruxaria Clique e saiba mais!
Fiquem ligados nas minhas comunidades temáticas do Orkut que tem relação direta com os temas abordados em nosso jornal. Se ainda não participa, clique na imagem da comunidade desejada e será redirecionado a ela. Quem quiser saber o que eu ando fazendo ou as novidades sobre o Jornal Vôo Noturno é só me seguir no Twitter http://twitter.com/lechinski
A Magia dos Incensos Tinturas, Pós e Óleos Mágicos Scott Cunningham A Magia das Velas Gerina Dunwich A Magia dos Perfumes

A Magia das Ervas

DÚVIDAS SOBRE HERBOLOGIA MÁGICA? CLIQUE AO LADO E DEIXE SUA PERGUNTA!

BLOG MUNDO PAGÃO
Acompanhe nosso Blog e fique por dentro das novidades do Jornal Vôo Noturno http://mundupagao.blogspot.com/
PARCERIAS? QUER ANUNCIAR?

FÓRUM DE HERBOLOGIA MÁGICA INSCREVA-SE, PARTICIPE E DESCUBRA OS MISTÉRIOS DAS ERVAS E PLANTAS EM SUA VIDA MÁGICA http://herbologiamagica.forums-free.com/

Quer ser nosso parceiro ou anunciar em nosso jornal? Entre em contato conosco mencionando o assunto PARCERIA ou ANÚNCIO mundopagao@gmail.com

QUER ESCREVER PARA O NOSSO JORNAL?
Entre em contato conosco enviando seu artigo relacionado a proposta de nosso editorial com um breve resumo sobre você e uma foto para publicação. Se o mesmo for aprovado será publicado nas edições seguintes, de acordo com o tema e disponibilidade. mundopagao@gmail.com Assunto: artigo para publicação
15

Críticas ou Sugestões de matérias para as próximas edições entre em contato conosco através do nosso e-mail: mundopagao@gmail.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful