TIAGO NUNO SILVA NUNO FILIPE SOARES

............. 14 5....................................... BIOS O Seu Significado ............................................................. POST............................... CMOS ...................................4 Power Management Setup ..........................6 Integrated Peripherals ..................................... 6 5......................... 13 5.............................. 3 2..................................................................................... 16 5............................. 12 5.......... 4 4............................................... 5 5.............3 Chipset Features Setup .......................6 Load Setup Defaults ....9 HDD Low Level Format................10 Save & Exit Setup ............. 3 3..................................8 IDE HDD Auto Detection............... 16 5....................................................1 Standard CMOS Setup .... 16 5............... 16 5................................... 5 5..7 Password Setting.................................................5 PNP/PCI Configuration Setup ....................................................................................................................................... 17 2 ............. 16 6...................................................1...... 10 5......................................2 BIOS Features Setup ............... Setup ................................................. Bibliografia.... 16 5................................ 4 5.11 Exit Without Saving ............................... BIOS Award Setup ...............................................

realizar o boot. 1 bip longo e dois bips curtos: Problemas com a placa de vídeo. impossível iniciar o sistema. 1 bip longo e três bips curtos: Problemas com a placa de vídeo ou problemas na detecção do monitor. É um programa encarregado de reconhecer o hardware. o BIOS realiza uma série de testes. 2.1. A seguir alguns códigos dos BIOS AMI: 1 bip longo: Sistema funcionando perfeitamente. 3 . Caso haja algum problema crítico com algum componente de hardware. Os dados do POST são mostrados durante a inicialização. na forma daquela tabela que aparece antes do carregamento do sistema operacional. e prover informações básicas para o funcionamento do sistema. o BIOS irá emitir sons alertando sobre o problema. algum componente essencial de hardware não foi encontrado. A função destes é determinar com exactidão os componentes de hardware instalados no sistema. POST Durante o boot. 2 bips curtos: Falha geral do post. BIOS O Seu Significado Significa “Basic Input Output system". O BIOS é personalizado para cada modelo de placa mãe. não funcionando em nenhum outro. É a primeira camada de software do sistema.

password etc. todos os dados referentes à configuração dos endereços COM e IRQ. uma configuração errada do Setup pode tornar o sistema até 70% mais lento. 4. que permite configurar facilmente o sistema. A função do CMOS é armazenar os dados do setup para que estes não sejam perdidos. de modo que de tempos em tempos ela fica fraca e é preciso troca-la. o que evita a perda dos dados. As configurações do Setup são cruciais para o funcionamento e bom desempenho do sistema. Para facilitar isso. CMOS CMOS significa "Complementary Metal Oxide Semicondutor". geralmente embutida no cartucho da BIOS. o CMOS é alimentado por uma bateria. Acontece que esta bateria não dura para sempre. eram configurados através de jumpers na placa mãe. cerca de 128 byte. foi criado o Setup. O CMOS é uma pequena quantidade de memória RAM. Setup É um programa que nos permite configurar várias opções acerca do Hardware instalado. Como a memória RAM é volátil.. desempenho do sistema. Nos primeiros PC's.3. 4 . HD's instalados etc. quantidade e velocidade das memórias. Não é preciso dizer que a configuração de tais jumpers era um trabalho extremamente complicado. tais como os antigos XT's e alguns 286's.

5. 5. As teclas Page Up e Page Down servem para alterar os valores das opções. Chipset Features Setup. como data. tais como BIOS Features Setup. basta apertar a tecla Del durante a contagem de memória na inicialização do PC. As opções do setup estão divididas em vários grupos. é praticamente igual em todos os modelos de BIOS.1 Standard CMOS Setup Esta parte do Setup abriga informações básicas sobre o sistema. 5 . BIOS Award Setup É o tipo mais comum de BIOS. hora e discos instalados. Para se aceder as opções de algum grupo USA-se o Enter para voltar usa-se o Esc. dentro do setup usam-se as setas do teclado para se mover entre as opções. etc. o setup não possui interface gráfica: Figure 1 – Setup do Bios Para entrar no Setup.

dos discos. estes dados são usados por vários programas como bancos de dados e pelo relógio do Windows. but disk/Key: Excepção para erros no teclado e nas unidades de disquete. Através dessa opção é possível inserir manualmente o número de trilhas. No Errors: O PC tentará inicializar mesmo que algum erro que possa existir.Date / Time: Permite alterar a data e hora do relógio do CMOS. Vídeo: Tipo de placa de vídeo instalada no computador. nos drives de disquete. Halt On: Procedimento que o BIOS deverá tomar caso sejam detectados erros de hardware durante o teste do sistema (POST). cabeças. caso não exista nenhum a opção correcta é " none ". como erro de teclado. Caso possua uma placa SVGA a opção correcta é "EGA/VGA". All Errors: A inicialização será interrompida caso exista qualquer erro grave na máquina. All. sectores. o mais comum é possuir drive de 1. Drive A: Tipo de drive de disco flexível instalado como Drive A. But Diskette: Qualquer erro com excepção de erros nos drives de disquete. com excepção de erros de teclado.44 MB e 3. Disabled = desativado). Hard Disks: Mostra os discos rígidos que estão instalados no computador.5 polegadas. 5. ou conflitos entre dispositivos. But Keyboard: A inicialização será interrompida por qualquer erro. porém é preferível usar a opção de IDE HDD Auto-Detection para detectar automaticamente os discos instalados. 6 . etc. All.2 BIOS Features Setup Configurações sobre o desempenho do sistema e opções do Post: (Enabled = ativado. Drive B: Tipo de drive de disco flexível instalado como drive B. All.

haverá também a opção de dar o boot através do Cd-rom. Porém é melhor manter estão opção activada. O sistema irá verificar primeiro o drive de disquete à procura de algum sistema operacional. resultando em um Boot um pouco mais rápido. pois os vírus que se alojam no sector de boot do HD são muito difíceis de eliminar. O problema é que alguns programas de diagnóstico escrevem nestas áreas.Vírus Warning: Oferece uma protecção rudimentar contra vírus. Swap Floppy Drive: Caso você tenha dois drives de disquetes. C: Opção mais comum. esta opção permite que sem a necessidade de mudar os cabos. Dependendo do modelo do seu BIOS. Boot UP Floppy Seek: Habilita ou não a verificação do BIOS para determinar se o drive de disquetes tem 40 ou 80 trilhas. C.A: O disco rígido será verificado primeiro. o que pode accionar o alarme. e em seguida a disquete. 7 . CPU External Cache: Habilita ou desabilita o cache da placa mãe. Quick Power On Self Test: Caso activada esta opção. Boot Sequence: Define a sequência na qual os drives serão verificados durante o boot: A. durante o Post alguns componentes não serão verificados. assim o Drive A passará a ser o drive B e viceversa. procurará no disco rígido. caso não encontre nada. ou cache L2. inverta-se a posição dos drives. C only: Será verificado somente o disco rígido. CPU Internal Cache: Permite habilitar ou desabilitar o cache interno do processador ou cache L1. monitorando as gravações no sector de boot e na tabela de alocoção de arquivos.

Typematic Rate Setting: Habilita ou não o recurso de repetição de teclas. PCI/VGA Palette Snoop: Opção de se instalar mais de uma placa de vídeo. System: A password será solicitada toda vez que se iniciar o PC. Esta opção permite definir em qual velocidade será feita o acesso à memória. PS/2 Mouse Funcition Control: Habilita ou não a porta PS/2. Low : O Boot é executado na velocidade do barramento AT. Typematic Rate (chars/sec): Define o número de repetições por segundo de uma tecla pressionada. Security Option: Opção de segurança: Setup: A password do PC será solicitada toda vez que se tentar entrar no Setup. IDE HDD Block Mode: Esta opção é muito importante. 8 . ao invés de ser acessado um sector por vez. Typematic Rate Delay (msec): Define quantos milissegundos o sistema deverá esperar antes de habilitar a repetição de teclas caso uma tecla fique pressionada. Boot UP System Speed: Define em qual velocidade a CPU irá trabalhar durante o boot: High : Boot na velocidade máxima do processador. Gate 20 option: O Ate 20 é um dispositivo encarregado de endereçar a memória acima de 1 MB (memória estendida). o block mode permite que os dados sejam acessados em blocos.Boot UP Num lock Status: Define se a tecla Num lock será accionada ou não durante o boot.

melhorando a velocidade de acesso a estes dispositivos. O BIOS contém informações sobre o hardware do PC que são acessadas a todo o momento pelo sistema operacional. CC000-CFFFF Shadow. BIOS de outros dispositivos também serão copiados para a memória RAM. D0000-D3FFF Shadow. etc. Os Select for DRAM > 64 Mb: Define como a memória RAM acima de 64 Megas será acessada: OS/2: A memória será acessada a partir do começo. C8000-CBFFF Shadow. System BIOS Shadow: Permite que os dados do BIOS sejam copiados para a memória RAM. Através destas opções... 9 . Vídeo BIOS Shadow: Os dados do BIOS da placa de vídeo serão copiados para a memória RAM.Assign IRQ for VGA: Reserva um IRQ do sistema para o uso da placa de vídeo. Como a memória RAM é muito mais rápida do que a memória ROM onde estes dados estão inicialmente instalados. a activação do Shadow irá melhorar o desempenho geral do sistema.

o ideal é configurar manualmente as opções. sendo a turbo a mais rápida. Reduce DRAM Leadoff Cycle: Opção de diminuir o tempo de espera da memória entre um ciclo e outro. Quanto mais alta a velocidade. DRAM Write Burst Timing: Tempo de espera entre cada ciclo de escrita da memória RAM. porém se perde em desempenho. geralmente estão disponíveis as opções: normal. fast e turbo. isto garante uma maior confiabilidade do sistema. DRAM Read Burst (EDO/FPM): Define o tempo de espera entre cada ciclo de leitura da memória RAM. x333 e x444. melhorando o desempenho do 10 . mais rápido ficará o PC como um todo. podendo configurar a opção de acordo com o tipo de memória usado DRAM Timing Control: Opção para configurar a velocidade em que a memória RAM do sistema irá trabalhar. Auto Configuration: Através desta opção pode-se habilitar o recurso das configurações do Chipset Features Setup serem feitas pelo próprio sistema. sendo x222 o mais rápido. Geralmente estão disponíveis as opções: x222 . Em alguns modelos de BIOS existe além das opções Enabled/Disabled a opção de autoconfiguração para memórias de 70 ns e de 60 ns. utilizando-se valores default. quanto menor o tempo.. medium. mais rápida será a velocidade de operação das memórias. Aqui estão localizadas as opções referentes ao desempenho da memória RAM. porém dependendo da qualidade das suas memórias. um valor muito alto poderá causar travamentos.3 Chipset Features Setup Esta parte do Setup é a que possui maiores variações de opções dependendo da data e modelo da BIOS.5.

DRAM R/W Leadoff Timming: Número de ciclos de CPU dados à memória RAM antes de cada ciclo de leitura ou escrita. Com esse recurso o processador pode transferir mais dados para a RAM no mesmo espaço de tempo.PC. ISA Bus Clock: Velocidade de operação do barramento ISA em relação à velocidade do barramento PCI. ou espera entre os sinais RAS e CAS responsáveis por dar o instante que os endereços de memória a serem acessados estarão disponíveis. Este número é dado em ciclos de CPU. geralmente estão disponíveis as opções 3 e 4 . DRAM RAS# Precarge Time: Número de ciclos de CPU reservados para o sinal RAS# (Row Address Strobe) conservar sua carga antes da restauração dos dados da RAM (refresh). que pode ser ativado ou desactivado no Setup. aumentando a performance. Refresh RAS Assertion: Número de ciclos de CPU para actualizar o valor RAS. mas o ideal é mantê-la activada. Dependendo da qualidade das memórias o accionamento dessa opção pode causar travamentos. conseguindo-se um pequeno aumento de performance. Fast RAS# to CAS# Delay: Duração do Delay. ele aumenta a velocidade do primeiro acesso à memória de cada ciclo. é recomendável manter o valor mais baixo para um melhor desempenho. Quando ativado. Interleaving: É uma técnica usada em alguns chipsets mais recentes para melhorar a performance das memórias. 11 . significando 3 ou 4 ciclos de CPU. Cache Timing: Velocidade na qual o cache L2 da placa mãe irá funcionar. esta função pode ser activada no Setup das pacas compatíveis. System BIOS Cacheable: Habilita ou não o cacheamento da memória RAM ocupada pelo BIOS da laca mãe. Speculative Leadoff: Alguns chipsets oferecem esse recurso. nesta opção pode-se escolher entre 1/3 ou 1/ 4 da velocidade do barramento PCI.

standby e suspend para economia de energia: Disabled: todos os recursos de economia de energia ficarão desactivados. voltando ao modo normal assim que houver qualquer actividade. Max Savig: Economia máxima de energia todos os recursos de economia estarão activados. 5. os recursos entram em espera apenas depois de uma hora de inactividade do PC.Vídeo BIOS Cacheable: Habilita ou não o cacheamento da memória RAM ocupada pelo BIOS da placa de vídeo.4 Power Management Setup Aqui estão as configurações relacionadas ao modo de economia de energia. a CPU entrará em modo de economia. Doze Mode: Após o período escolhido nesta opção (pode ser de 1 mm até 1 hora) de inactividade do computador. deve ficar activada. Min Saving: Economia mínima de energia. 8 Bit I/O Recovery Time e 16 Bit I/O Recovery Time: Tempo de espera em ciclos de CPU em operações de transferência de dados do barramento PCI para o barramento ISA. Power Management: Define o tempo antes da activação dos modos doze. este permite uma maior economia de energia. Standby Mode: Após o período escolhido nesta opção (pode ser de 1 mim até 1 hora) de inactividade do computador. User Defined: Permite definir manualmente cada opção. Peer Concurrency: Opção para dois ou mais dispositivos PCI funcionarem ao mesmo tempo. PM Control by APM: Define se o padrão APM (Advanced Power Management) existe no seu sistema. o monitor e o HD 12 .

Manual : Permite atribuir as definições manualmente. 13 .5 PNP/PCI Configuration Setup Permite configurar as definições de IRQ e DMA para os dispositivos instalados no sistema. Disabled : Não reinicializa o ESCD. Off: A interrupção seleccionada não irá acordar o sistema. voltando ao modo normal assim que houver qualquer actividade. Resources Controlled by: Auto: O sistema atribuirá automaticamente as definições de IRQ e DMA para todos os dispositivos.serão desligados. Wake Up Events In Doze & Standby e Power Down & Resume Events: Serve para monitorar a actividade de algumas interrupções (IRQs) permitindo ou não que estas acordem o sistema: On: A interrupção seleccionada pode acordar o sistema. HDD Power Down: Tempo definido antes do HD ser desligado em caso de inactividade do PC. Este modo não funciona em HD’s SCSI. Suspend Mode: Após o período determinado. todos os dispositivos do PC. 5. Reset Configuration Data: Reinicializa ou não o ESCD ao sair do CMOS setup. atribuindo endereços para ele automaticamente. excepto a CPU serão desligados. Enabled : O ESCD será reiniciado automaticamente quando for instalado um novo periférico.

ISA: A controladora IDE é padrão ISA. PCI IDE 2ndChannel: Habilita ou não o uso de uma placa controladora IDE externa. PCI-Slot 1 : Se está usando uma controladora PCI no slot 1. IDE Secundary Master PIO. Mode 0 . 5. Primary IDE INT e Secondary IDE INT: Define qual a interrupção PCI que está associada às interfaces IDE.PCI IRQ Actived By: Define o método pelo qual o barramento PCI atribui os endereços de IRQ. conectada a um Slot PCI funcionando como IDE secundária. PCI-Slot 4 : Se está usando uma controladora PCI no slot 4. Mode 4: Usado na maioria dos HD’s em uso. PCI IDE IRQ Map To: Configura o tipo de controladora IDE em uso: PCI-Auto : O sistema determina automaticamente qual o tipo de controladora de disco IDE está instalada no sistema. IDE Primary Slave PIO e IDE Secundary Slave PIO: Determina o PIO Mode (velocidade máxima de transferência de dados) correspondente a cada disco ou CD-ROM IDE instalado: Auto: O sistema irá determinar o PIO automaticamente (opção recomendada). On-Chip Primary PCI IDE e On-Chip Secundary PCI IDE Permite desabilitar as interfaces PCI embutidas na placa mãe: 14 . Mode 2 e Mode 3: modos usados em discos mais antigos. PCI-Slot 3 : Se está usando uma controladora PCI no slot 3. Mode 5 : Usado nos HD’s mais novos.6 Integrated Peripherals IDE Primary Master PIO . não altere o valor default. PCI-Slot 2 : Se está usando uma controladora PCI no slot 2. Mode 1.

1 e Onboard Serial Port. Compatible : Porta compatível com modelos de impressoras antigas. somente HD’s muito antigos não aceitam este recurso. USB Controller: Habilita ou não o uso de um controlador USB (Universal Serial Bus) Onboard FDD Controller: Habilita ou não a controladora de drives de disquete embutida na placa mãe. o block mode permite que os dados sejam acessados em blocos.Enabled : Habilita a interface IDE embutida na placa mãe. usa a Com 1 e o endereço 3f8. isto melhora muito o desempenho do HD. ao invés de ser acessado um sector por vez.: Esta é a porta da impressora. Disabled : Desabilita a interface IDE da placa mãe para o uso de uma placa externa conectada a um Slot PCI. A porta serial primária geralmente é utilizada pelo Mouse e a segunda quase sempre está vaga (aquela saída de 25 pinos do lado da saída do Mouse). Mode: Determina o modo de operação da porta paralela do PC. Extended : porta compatível com a arquitectura PS/2. 15 . EPP : Porta de alta velocidade geralmente usada com dispositivos como CD-ROM's e placas de rede externos ligados na porta paralela. Onboard Parallel Port. Onboard Serial Port. Onboard Parallel Port. ECP : Modo usado pelas impressoras e scanners modernos. IDE HDD Block Mode: Esta opção é muito importante. Por default a porta serial primária (Onboard Serial Port. 1) utilizada pelo Mouse. modo recomendado. 2: Permite habilitar/desabilitar e especificar os endereços para a porta para as postas seriais do PC. aqui você poderá desabilitá-la ou mudar o endereço atribuído para ela.

9 HDD Low Level Format Presente em algumas BIOS. 5.11 Exit Without Saving Sair sem salvar qualquer alteração.7 Password Setting No Setup também existe a opção de se estabelecer um password para o uso do PC. 5.ECP Mode Use DMA: Especifica o canal DMA para a porta paralela em modo ECP.8 IDE HDD Auto Detection Esta é a opção de permitir ao Setup configurar automaticamente todos os discos IDE que existem no PC. 5. esta password poderá ser solicitada toda vez que se inicializar o PC. isto pode ser definido na opção "Security Options" do BIOS Features Setup. ou somente para se alterar os dados do Setup. 5.10 Save & Exit Setup Salvar todas as alterações e sair. 16 .6 Load Setup Defaults Carrega os valores default do setup para todas as opções. 5. esta opção serve para apagar qualquer dado contido em um disco IDE. 5. é que o HD deixará de possuir qualquer tipo de partição e não será possível a recuperação dos dados. a diferença para uma formatação lógica comum através do comando Format. o HD ficará "como veio de fábrica”.

com/ http://www.com/ 17 .html http://www.leoviotti. Bibliografia http://www.award.wimsbios.6.com/hardcia/tutoriais/hd.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful