Universidade de Brasília – Faculdade de Ceilândia Indyara de Araujo Morais 09/0116895 Resenha filme Sicko A visão do sistema de saúde americano

a partir de histórias contadas por usuários dos planos de saúde. Nos EUA o mercado de planos de saúde faturam milhões por ano com a doença dos americanos. Pode-se perceber que nem todos recebem o contratado, pois os planos tentam ao máximo recorrer a problemas em contrato, ou a uma doença pré-existente. Enquanto alguns atores ganham mais dinheiro os usuários sofrem as consequências, inclusive com diversas mortes. Os médicos sofriam coerção no trabalho para manter uma quota de recusas, quem tivesse mais recusas recebiam um bônus, então o médico que deveria proteger a população era como se fosse um anjo da morte. Pois muitos procedimentos necessários eram rejeitados, os médicos com certeza não tem tanta consciência de quantas pessoas sofreram exatamente com essa negação ao procedimento. Logo quem deveria controlar esse sistema, o governo, fecha os olhos por poupanças gordas no fim do mês que os planos de saúde e empresas farmacêuticas pagam. Quando aparecia uma pessoa que tentava mudar esse sistema era bombardeado de críticas, de mal opiniões pois diminuem o dinheiro que vai para as empreses privadas. Depois de tanto criticar os EUA e seu sistema Moore nos leva a conhecer sistemas de saúde do Canadá, Cuba, França e Inglaterra. Nestes países a medicina social se tornou algo como se fosse um principio. Uma forma de uns cuidar dos outros, o que é realmente temível nos EUA com sua politica Liberal. Quando se analisa outros países é sempre necessário ver como esse sistema de saúde foi implementado, sua historia. No Canadá há um sistema parecido com o Brasileiro totalmente gratuito, o que leva muitos doentes americanos a atravessar as fronteiras para comprar remédios e receber atendimentos. Para viajar para os EUA ate os canadenses preferem fazer seguro de viagem para passar poucas horas no outro lado da fronteira. Dos mais complicados aos simples procedimentos são de graça no Canadá. Ate os conservadores políticos acreditam que o sistema de saúde deve ser gratuito, o atendimento deve ser universal. Na Inglaterra os hospitais dão atendimento de graça e todos os remédios custam 6.65 libras, independentemente da especificidade, sendo que menores de 16 e maiores de 60 anos não pagam. E nos hospitais eles possuem um serviço que dão dinheiro a quem precisa de condução para casa. O sistema nacional de saúde é para todos os cidadãos da Inglaterra. Os ingleses pagam pelo seu sistema por impostos, que se iniciou em 1948, e que hoje é um dos melhores sistemas mundiais de saúde, o sistema realmente se preocupa com os seus usuários fazendo com que tenham uma melhor qualidade de vida. Na França é considerado um dos melhores serviços do mundo tendo uma expectativa de vida maior que nos EUA, seu sistema ainda é da medicina social dando um atendimento integral ao paciente, a solidariedade é um principio na França, onde a necessidade dos usuários é importante realizando também a medicina preventiva. Eles possuem um atendimento em casa se necessário a qualquer hora do dia e noite, além de uma assistente do governo quando se tem filhos para te ajudar. Há diferença da população notoriamente

entre os EUA e a França. enquanto na França o governo tem medo da população enquanto nos EUA a população tem medo do governo. Em Cuba. sem ser otimizado. e um atendimento integral. O problema é de gestão. Depois de observar os diversos sistemas devemos olhar para o nosso umbigo e ver como é o nosso sistema. Mesmo tendo diversos serviços gratuitos a população não é cheia de impostos como o esperado. Dizem que o nosso sistema precisa de mais dinheiro sempre. mas acredito que muito desse investimento é mal alocado. assim como as matérias que passaram no filme dos EUA falando mal do sistema canadense. onde os impostos são reconhecidos de todas as classes sociais e aplicados na saúde. sendo o país com mais médicos no mundo. onde em cada quadra possui sua farmácia e seu pequeno posto. . Com medicamentos a baixíssimos custos. A saúde esta nos mais altos índices de qualidade. com a medicina social utilizada muita como saúde da família. um país socialista possui um sistema de saúde repleto de profissionais. tendemos a creditar que nosso sistema é deficiente. possuímos muitos exemplos do bom atendimento em nosso país mas como na mídia só aparece os defeitos. O Sistema Único de Saúde brasileiro é universal à toda a população.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Special offer for students: Only $4.99/month.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Cancel anytime.