1

Qual é o seu maior Pecado?

em 2012

Pecados Ursinhos

Edição 52 pop
Março 2012

magazine

22

Bear especial
o que é sadomasoquismo
por Gilbert Gilbat Assat

www.bearmaismagazine.com.br Redator Chefe / Jornalista Responsável:

Julio Wargas Navarro (DRT/MTB 40699/SP). Marcelo Gomes de Andrade. Tino Chagas.
Editor de Imagens: Co-Editor: Editor Chefe:

28

wonderfull chaser
joão carlos caselli
Clicado por Marcelo G. Andrade

Gilbert Gilbat Assat
Depto Comercial: Colaboradores:

Alberto Seabra Salib Ada Alexandre Máximino Andrea Federetti Carlos Rodrigfues Cássio M. Rodrigues Dee Jay Gato Negro Denilson Gonçalves Fabio Sapo Guto Miranda Helio Gomes de Andrade Jardel Teixeira Kiko Ferreira Marcos Domingos Meireles Nando Boston Neto Lucon Phenix Bear Rafael Saparelli Reynaldo Chaser Robert Calango Rodrigo Bressan Tiw Bras Tony Sampa
Fotógrafos credenciados:

entrevista
edwn luisi
por Jardel Teixeira

52

Bear collection
rony baby bear

Ronaldo Donizeti Dennis Ramos
Parceiros

80
Contatos equipebearmais@hotmail.com Informações bearmais@hotmail.com

Clicado por Marcelo G. Andrade

52

bearman março
pedro junior
urso pop

________________________________________

Bear Cantho Ursos de Pernambuco

Proibida a reprodução parcial ou toral desta edição sem a prévia autorização da equipe da revista (p) 2012 – Associação dos Ursos de São Paulo — Todos os Direitos Reservados

4

Edições Anteriores www.home.bearmaismagazine.com.br Atenção A Bear+Magazine não é uma revista impressa e sim online (PDF) — sistema digitalizado.

Nota As matérias, aqui publicadas são de total responsabilidade dos seus autores e não expressão a opinião da revista.

5

sumário
Editorial Cartas Bear News

periódico

7 8 10 74 57

Collection Especial (Ursos vs Vikings)

materias especiais ensaios

Homem do mês (Jonh A. Gouzouassis)

Palabra de Urso (Como montar um evento) 12 16 Informática (3D) 18 BearHits (Loon Attick) 21 Atitude (O urso cai na folia) 32 Estilo (Bearapalloza) Urso Popular Brasileiro 35 (V Festival Ibero-Americano) 38 BearLucon (Adele) 57 Saúde (Infarto) 58 Turismo Bear (New York) 60 Bear Astral (Aires) TeleBear (The Bulk the series) 68 70 Cinema de Classe (O Artista) 79 Seus Direitos (A mensagem...) 88 Bear Rock (Pedro Brito) 92 Bear Zone (Bearsound do Gato Preto) 96 Six Night (Energy Bear) 97 Six Night (Pitbull) 100 Six Night (Bear Cantho) 102 Six Night (Bear PartyPoa 3 anos) 103 By Reinaldo (Bear PartyPoa) 104 Contos Bear (Sex in the Beach) 106 Bear Art (Bronco) 107 Bear Art (Denilson)
________________________________________

colunitas

Edição Março de 2012 Capa clicada por Ronaldo Donizetti Limite de dowloads 2.100

58

perfil Bear

antonio ginco

6

editorial
pop ou brEgA, ursos são AfINAl o quê?

m

uita gente pensa que os ursos são finos, elegantes e educados! Não acho bem assim, durante os sete anos ao entrar neste mundo onde os peludos se gabam por que dizem que são melhores, eu pensei que tivessem a razão, mais o tempo me fez pensar que não foi bem isto não. Os ursos por exemplos gostam de falar alto para todo mundo ouvir, comem com a boca aberta, adoram usar roupas de lenhador, sem importar que estejam meio bregas no mundo atual, afinal, nunca pensaram em mudar de estilo pelo menos uma vez na vida? Educação, bem.... nem posso esperar que boa parte precisam ir na escola de bons modos das senhoras do convento carmelitas, pois muito nem sequer se dão conta que são piores que muita bichas esqueléticas por ai. Nada contra, mais elas apesar dos seus gritinhos e pulação de salto alto, pelo menos são bem educadinhas que muitos marmanjos por aí, educação se leva desde o berço e educação pelos pais. Pop é igual de status, muitos são conhecidos pelo público, como o nosso Bearman de hoje, galante, sempre sorridente e um carisma de deixar qualquer um sem jeito. Pedro que é um dos gerentes da movimenta Soda Pop, um bar de onde começou pequeno e hoje é um das referências ursinas da capital paulistana, e fez um ensaio pra lá de caliente. Brega vem de como usar e aproveitar do gosto de estranho de ser, como um estilo diferenciado como o do Rony que vem com uma camiseta bem estilosa Baby Bear e mostrando que todo ursinho (ele tem 21 anos) mostra que todo pequeninho gosta de fazer, brincar no parque, com certa malicia, Baby Bear foi ousado a ficar de sunga em pleno parque mais movimentado da capital paulista (Ibirapuera). Pop também é cultura, Edwin Luisi que fez algumas novela na Globo e atualmente na novelinha teen da Record “Rebelde” foi entrevistado pelo Jardel Teixeira e falará um pouco da sua corrida carreira de ator. Brega pode dizer o nosso Perfil Bear, o ator Antonio Ginco que mostrará uma canção ícone do mundo brega “Porto Solidão” na voz de Jessé. A vida dos ursos tem dois lados, porém o que deixa ficar em nível médio e saber ousar e não ser grosso, a vida tem muita coisa a falar, afinal, no mundo da moda, não podemos ser isto e sim ter Estilo, diga-se o nosso Colunista Rafael Saparelli que é o mais Cult de todos os ursos do Brasil.

Ilustração: ZIraldo

7

palavra de urso

CoMo MoNTAR UM EVENTo BEAR

t

odos que prestigiam eventos Bears começaram a notar que tais podem dar um bom lucro para seus organizadores, mas ao contrario do que muitos pensam não é algo difícil ou oneroso de ser feito. Basta seguir algumas regras básicas e com isso ter algum lucro e proporcionar a comunidade mais e mais opções. A lucratividade depende do empenho e seriedade dos organizadores, promoters e todos os profissionais envolvidos em um evento, há casos celebres aonde um grupo de organizadores chegou a ganhar até R$ 22.000,00 em menos de duas semanas de trabalho. Sendo que a regra da seleção natural se aplica: “o que é bom sobrevive o que ruim segue a extinção. Vamos apresentar alguns passos básico que se seguidos e um anti exemplo:

CONTRATO: Tudo o que tratarem façam contratos e cumpram o que prometerem fazer, pois é fácil queimar o nome dentro de uma comunidade onde a maioria se conhece. Portanto um bom contrato é de suma importância na duvida consultem algum amigo advogado evitando-se pegadinhas, como foi o caso de um grupo de finas peludas que fez um contrato com estabelecimento, trabalharam desesperadamente para ganharem o lucro pretendido divulgando o evento e o dono do estabelecimento deu entrada gratuita ao publico e elas nada ganharam pelo trabalho feito e recursos investidos. LOCAL: Arranje um bom local, dando preferência aos que disponham meios de transporte de fácil acesso. Em relação dos organizadores com os

1

2

12

UM ANo dEpoiS...
banda espanhola Pop “Loon Attic” foi formada na cidade espanhola Málaga em 1998 por dois amigos meio gordinhos, Juan Sánchez(esquerda) que faz a parte vocal e o David (á direta) que toca guitarra e baixo. Fazem também covers de canções conhecidas mundialmente, porém que eles gostam é fazer eles mesmo os seus trabalhos. Um ano depois da publicação da revista Bear Mais Magazine (ED.40) eles ainda estão na ativa e com um novo trabalho, “Espacio Sideral” mostrando maturidade sobre a dupla que sempre acreditou no seu potencial. A canção “Otra Vez” é a primeira a ser tocadas, todas as canções são de autoria da dupla e produzida por Carlos Germade e Ana Rowe e um das canções do novo trabalho “Doncella” é uma das selecionadas para XXXVI festival de lá canción de Andaluzia. Voltamos a relembrar a entrevista com a dupla feita na edição 40 e mostrar ao público um pouco da dupla que ainda tem muita coisa a mostrar no futuro.

a

por Hélio Gomes de Andrade

18

Foto: dIvulgação

O que é SadOmaSOquiSmO
sadomasoquismo está ligado ao prazer sexual obtido através do sofrimento. A justificativa médica é de que os nervos sensoriais das regiões genitais, tanto masculinos como femininos, são os mesmos que transmitem sensações de dor e prazer. O sadomasoquismo é considerado dentro da psiquiatria como sendo uma Parafilia (para = desvio; filia = atração) ou transtorno da conduta sexual em que há preferência por atividades sexuais que impliquem dor, humilhação ou subserviência. Comumente, os indivíduos com esse transtorno obtêm a excitação sexual por comportamentos tanto sádicos como masoquistas. Se o sujeito prefere ser o objeto de tal estímulo, fala-se de masoquismo. Se prefere ser o executante, trata-se de sadismo. Sadismo é um desvio sexual. É a busca de prazer sexual através do sofrimento imposto à pessoa que lhe faz companhia. É o prazer com o sofrimento alheio. O nome sadismo é derivado do “Marquês de Sade” (1740-1814). Era um francês muito rico, que gostava de ser chamado de Marquês, e que tinha fantasias sexuais ligadas à violência, entregando-se a orgias. Tinha exaltação do sexo violento e selvagem. Masoquismo é a incapacidade para obter prazer sexual sem sofrimento. É sentir prazer com a dor. O termo masoquismo foi utilizado pelo psiquiatra alemão Richard Von Krafft-Ebing no seu livro “Psycopathia Sexualis”, em 1885. O termo foi originado no escritor Leopold von Sacher-Masoch, que via no sofrimento um atrativo singular e achava a tirania e a crueldade afrodisíacos poderosos. A partir dessas definições, podemos dizer que, após a revolução sexual, vários conceitos foram modificados. Atos que não eram permitidos passaram a ser aceitos, como no caso específico do sadomasoquismo, em que a visão tornou-se um pouco diferente. Hoje não é correto considerar o sadomasoquismo como parafilia, pois se é realizado com a permissão do outro e não causa danos a ninguém, passa a ser uma realização sexual satisfatória dando prazer a ambos. Entretanto, quando sádicos atacam parceiros que não deram permissão, é tomado como tortura, violência sexual e estupro. Deixando de ser prazeroso para quem é submetido ao sofrimento. Na relação sexual, o que vale é a comunicação entre os parceiros, para que conheçam as suas preferências e fantasias, para terem uma vida sexual plena.

O

por GIlbert Gilbat Assat 22

Foto: Divulgação

23

que adoram fazer amizade com os ursos brasileiros. Carlos diz que nunca praticou este tipo de fetiche e nem outro funcionário da casa para evitar o atendimento “Todos estão aqui para servir bem os nossos clientes dando atenção no máximo de agradar pessoalmente e não sexualmente!” Diz Carlos que fala também os altos e baixos temporadas dizendo que os ursos adoram conversar com as pessoas. A outra que não é a mesma é a Upgrade que faz um anpologia contra o escuro. A um quarteirão abaixo do Black Out, sistema é o mesmo de atendimento personalizado, porém os funcionários ficam nús para atender o público “Povo gosta de sentir a vontade, então nós ficamos assim e mostrar á eles que não temos preconceito de andar pelado” diz o Eduardo, o dono da casa e na parte superior tem um grande sa-

lão com cortinas pesadas coloridas e com luzes, mostrando que nem tudo é preto para manter o seu fetiche. Fetiche vem da palavra de origem francesa, Fetiço. Porém pro franceses que depois de decáda deixaram particar como medo da sociedade hiprocita que repreendeu pessoas para evitar que hoje seria uma glória. Afinal, quem não gostaria de fazer algo diferente com seu parceiro ? Fetiche digamos seria uma solução boa para aqueles que estão em crise de casamento, mesmo que tenha um escravo, a pessoa pode dominar o seu parceiro. Afinal, dar para encarar e ser um escravo ? Agradecimentos as casas Black Out Club e Up grade pela hospitalizagem de conhecer as casas.

u

Ursos Fetichistas de Minas
s&M, e BDSM lá fora bomba e aqui, como somos muito “baunilhas”, nunca tivemos algo no nível gringo. Principalmente as de ursos. Vi o primeiro PA (príncipe Albert, perfuração do pênis) numa revista dessas. Fiquei chocado mas deu muita tesão. Fizemos o nosso em comemoração aos nossos 15 anos de relação (6 anos atrás).

BMM Como vocês consegue seus escravos, gostariamos de saber com começa o processo da sua escolha. BMM Como começaram a aderir este tipo de conduta e adoração pelo fetiche ? Bom, comeca pela internet, pois sem ela não teríamos chegado até aqui. A internet Basicamente as pessoas nascem fetichistas. liberou a fantasia das pessoas e a maioria No nosso caso, através de revistas pornograpensa em ser dominada, currada, amarrada ficas gringas, pois esse fetiche com couro,

m casal de ursos que são adepto do Fetiche bizarro que no qual fazem seus parceiro como escravos é uma prática rara de acontecer, porém o casal deu a entrevista e dizendo como procuram e escolhem os que deve participar dos seus jogos amorosos e sexuais. Os nomes são Marcão e Jair , estão bem casados e fazem sexo todos os dias, porém para deixar eles sentirem felizes é a procurar de um terceiro ou mais elemento para ser escravos.

25

ESTILO

por Rafael Saparelli

grande roadshow pelos Estados Unidos, que levaria a cultura, a música e a arte para todo o continente. O festival de Farrel foi um sucesso, unindo artistas de estilos diferentes como hip-hop, rock, eletrônico e afins. O Lollapalooza percorreu um longo caminho, mas tem algo que sempre permanece: o festival é feito para os fãs e com isso permanece até hoje nos gramados e descampados dos E.U.A. E a 9 anos atrás, o cantor e compositor FREDDY FREEMAN, juntos num concerto de músicos e artistas da comunidade bear, batizou o evento como BEARAPALOOZA. Desde o primeiro show em 2002, em New York, o BEARAPALOOZA tem viajado por todo Estados Unidos, trazendo um sentido especial da diversidade e orgulho, onde quer que vá. O Fundador FREDDY FREEMAN diz que o BEARAPALOOZA tem algo a oferecer a todos, se você é urso ou não. Porque o festival quer celebrar a diversidade, a imagem corporal positiva e atitudes do gênero. Além disso, a música é um trabalho de qualidade superior do entalhe do artista que atravessam todos os gêneros musicais. O BEARAPALOOZA está na 10º edição com shows na Flórida para curtir o verão americano e em novembro em New York celebrando o aniversário do evento. Aqui no Brasil, ainda não existem um evento desse gênero, mas o LOLLAPALOOZA BRASIL irá acontecer nos dias 7 e 8 de abril no Jockey Club em São Paulo, com atrações internacionais imperdíveis. Acho que se você correr, dá tempo de conseguir um ingresso. Para mais informações, acesse: www.bearapalooza.com ou www.lollapalooza.com.br

udo em 1991, quando tplanoscomeçoudespedidaalternativa PERRY FARREL, vocalista e fundador da banda Jane`s Addiction iniciou os da sua dos palcos e por fim começou um

BEARApALooZA REESCREVENdo o RoCK N`RoLL

32

Foto: dIvulgação

LUCON

Por Neto Lucon http://nlucon.blogspot.com/

Adele e o peso dA AutoestimA
sucesso da atualidade. Embora ela já tenha superado muito dos possíveis preconceitos, a frase demonstra o triste preconceito contra gordos. Pergunte-se: quantas artistas gordinhas – e de bem com o corpo – encontramos no show business? Britney Spears foi massacrada e lutou contra a balança durante meses, assim como Jennifer Hudson, Kelly Clarkson e Mariah Carey. Quando emagreceram, foram vangloriadas – ou quase. É claro que atentar-se à saúde é primordial – o ator Alec Baldwin, por exemplo, perdeu 13 quilos em um tratamento contra a diabetes –mas nem sempre magreza é sinônimo de saúde ou quilinhos a mais é referência de desleixo. Para Adele, uma gordinha bem cuidada, entregar-se (ou não) às cobranças da mídia é uma questão de objetivo: “Não quero estar na capa da ‘Playboy’ ou da ‘Vogue’. Eu quero estar na capa da ‘Rolling Stone’ ou da ‘Q’. Não sou uma ditadora de tendências, sou uma cantora. Prefiro pesar uma tonelada e fazer um álbum incrível a parecer a Nicole Richie e fazer um CD horrível”, declarou. Tamanha autoconfiança fez dela, sim, capa da “Vogue” inglesa em 2011. Em 2003, a brasileira Preta Gilexibiu suas generosas medidas no encarte de seu primeiro CD “Prêt-à-Porter”. A foto nua causou polêmica e obrigou a cantora a discursar: “Já tive um filho, quilos a mais, estrias e celulite. Fiz lipo, tomei remédios, fui parar no hospital sem comer. Hoje acho meu corpo bonito, sensual”, declarou à revista “Época”. Preta se tornou referência para várias mulheres - afinal, 56,3%dos brasileiros têm excesso de peso ou estão obesos, segundo o Ministério da Saúde – porém se irritou, tempos depois, com os vários comentários maldosos sobre sua forma física. A pior delas ocorreu durante a ida à praia com Sabrina Sato: a cantora se tornou piada nacional com a comparação de corpos e até processou os humoristas do “Pânico na TV!” (RedeTV!). Posteriormente, a artista fez lipo, rejeitou o rótulo de “gorda” (é fofinha, no máximo) e até se diz contra a moda plus size. “Não existe mulher gorda. Celulite virou tendência. E digo mais: celulite não mede caráter”. Hein? “SE ELA PODE, EU TAMBÉM POSSO” Odiada por muitos nutricionistas, outra cantora que demonstra estar em paz com o espelho é Beth Ditto, 30 anos, vocalista da banda Gossip e um ícone fashion. Além de posar nua para várias publicações – e ignorar photoshop emagrecedor - a cantora foi a primeira a se rebelar contra a moda. Convidada para um evento, Ditto criticou a cadeia de lojas “Topshop”. “Não acho justo aliar a minha imagem a um local que nunca me fez sentir bem-vinda como compradora”, escreveu em seu blog, provocando surpresa à empresa. Ela coisas sobre mim do porque gorda’”, declarou a rechon“Jáli(fazer sucesso)23 anos,étipo ‘ela nunca vaideconseguir chuda cantora Adele, uma das artistas maior

foi mais longe e até se ofereceu para desenhar uma linha de roupas para “moças grandes”. “Se Kate (Moss, modelo magra, que assina para a Topshop) pode, eu também posso”, frisou. E pode mesmo. Tanto que, um ano após o desabafo, Beth disponibilizou nas lojas a primeira linha GG para a “Evans”, grupo de tamanhos generosos, que pertence à Topshop. Embora esteja aparentemente tranquila com seu corpo, Adele se diz insegura em muitas situações. Segundo ela, uma dica para não ficar neurótica com medidas, é não se relacionar prioritariamente com pessoas que apontem constantemente o seu corpo como um grande problema. “Meu peso nunca foi um problema. Nunca andei com pessoas que me fizesse sentir que era um problema. Claro que sou insegura, mas não me relaciono com pessoas que ficam apontando isso o tempo todo para mim”, declarou. Apesar dos comentários maldosos, ela frisa que não quer ser outra pessoa ou ter outro corpo: “Eu gosto de ser eu mesma e sempre gostei. Eu vejo que algumas pessoas deixam que isso domine suas vidas, querem ser mais magras ou terem peitos maiores, e isso só as deixa para baixo. Eu não quero isso na minha vida”, garante. Em 2012, ela apareceu em cenas românticas com um novo namorado, Simon Konecki, um ursão que demonstra fazê-la estar muito feliz. “Meu namorado gosta do meu corpo e isso é o mais importante”, frisa a artista. Uma referência para as gordinhas e os gordinhos de todo o mundo.

DICAS DE ADELE

CHACOTA E AUTOESTIMA

40

Foto: Divulgação

41

PEDRO, URSÃO DO BAR
SODA POP
44

Foto: dIvulgação

49

BATEBoLA

Seu jogo favorito de game: God of War Xadrez ou jogo de damas: Não sei jogar

xadrez e dama faz anos que não jogo. Boliche ou Peteca: Peteca??? Que jogo é esse? Ursos peludos ou Ursos sem pelos: Peludos sempre a qualquer hora. Madonna ou Whitney Houston: Nem Madonna nem Whitney Houston, até gosto das duas, mais prefiro Janis Joplin, Aretha Franklin e outras mais velhinhas... Feijoada ou Churrasco: Feijoada a que eu faço e churrasco qualquer um que eu não tenha que ficar na churrasqueira. Cueca samba canção ou cueca slip: Cueca samba canção e boxer. Cigarrilha ou Charuto: Cigarrilha nem pensar... Charuto só se for um cubano. TV aberta ou TV a Cabo: Tv a cabo e locadora sempre. Homem mais sexy no seu modo de ver: Homem mais sexy no seu modo de ver: Não tenho um ideal de homem sexy. Mais um cheiro bom, pelos, voz grave. Um olhar, humor, inteligencia, um rosto másculo.Algo entre Russell Crowe e George Clooney e com o corpinho de James Gandolfini? (risos)

51

ANTONIO GINCO, TALENTO NOS PALCOS E NA VIDA
Por Jardel Teixeira

inco, como é conhecido no meio, é um homem multifacetado. Essa seria a melhor especificação para falar de um ator, diretor, dançarino, poeta (autor de “Porto Solidão”) dramaturgo, pedagogo, professor e arte-educador paulista. Nascido em Assis, interior de São Paulo, iniciou sua trilha para arte na adolescência quando veio para capital, após ter uma experiência no teatro com 11 anos. É uma pessoa que fala o que pensa. Ele diz que a fama tem um conceito e que ele não é famoso. “A canção Porto Solidão foi muito famosa, as gerações acontecem e, portanto o passado, neste país é esquecido. Após uma canção se tornar pública, quiçá mundialmente, ela já não nos pertence. Poucas pessoas sabem que sou o autor da letra de Porto Solidão... Amigos, familiares, mas não faço shows, não apareço em novelas... Portanto, ser famoso implica outras coisas. E o Jessé, apesar do mínimo contato, infelizmente, não era a pessoa que pensei que fosse”, comenta Ginco. Diz que não é compositor, que não sabe tocar nenhum instrumento musical e que apenas, brinca com sons. Principalmente os de percussão, mas isso, quando esta numa festa... Ele se considera um letrista (um poeta) e que a poesia entrou na sua vida, antes da música, nesse caso. Esclarece também que não é conhecido no país inteiro por causa de Porto Solidão. “A canção é conhecida e apesar de também se referir muito ao meu estado de espírito de Ser, ela tem um apelo universal, a solidão”, expõe sua opinião. “É diretor artístico do grupo “Trilhas da Arte – Pesquisas Cênicas” no espaço cultural “Estação Caneca”, que também administrava como diretor arístico. Um dos atuais trabalhos de Ginco é o “Quando os Homens Dormem” de Clayton Sangregório. Um diretor novo, com seu primeiro longa-metragem e que aposta no trabalho. Produzido com recursos bem improvisados, mas que tem um potencial para ser um diretor importante nesse país. “Difícil são os apoios, não é? Mas gosto de participar de produções independentes e dar a maior força para jovens promissores. Também tenho

G

64

uma participação em outros longas e alguns curtas, e vale à pena referir-me ao “Totem” de Donny Correia pela sua participação na 34ª Mostra Internacional de Cinema”, reclama e enaltece Ginco. Antonio Ginco conta como foi trabalhar com Rodrigo Santoro: “Normal. No início fiquei preocupado com o encontro. Mas fiquei surpreso. Logo cedo, na van que nos transportou, encontrei uma pessoa sossegada, lendo... Ótimo. E depois, sei que ele estava num processo de separação da namorada na época. Mas o importante é o respeito profissional. Ele fazendo o trabalho dele e eu o meu. Cada um na sua. Não faz o gênero nariz empinado, compreende? E pouco me importa a vida particular dessa gente famosa. Ele é famoso, eu não. Nunca batalhei efetivamente para isso. Se o seu trabalho não diz respeito à grande mídia, por que você a interessaria? Se quiserem me procurem. É o que penso. Apesar da minha mínima participação, foi interessante a experiência”. A paixão de Ginco, sempre foi o teatro e conta qual personagem marcou a sua carreira e o que mais gostou de interpretar: “Talvez, eu caia no mesmo clichê, porque todos dizem que não há aquele (a) personagem que mais marcou sua carreira. Sempre será o próximo trabalho. Mas processos são mais interessantes que personagens. Processo para fazer o Careta em “Faixa de Segurança” da obra “Palhaços” de Timochenco Wehbi, por exemplo. Ou “Woyzeck” de Georg Büchner... A Bernarda de “A Casa de Bernarda Alba” de Federico Garcia Lorca... E outros como o Simão Bacamarte em “O Alienista” de Machado de Assis e também “Camões”, ambos com direção de Valéria de Pietro. Portanto, o mais gostoso é respeitar o (a) personagem que virá depois”. Atualmente Administra o espaço cultural Estação Caneca e reclama que é chato um artista fazer isso: “Administrar um espaço e ter que ficar cuidando de outras companhias”... Até bilheteria chegamos a fazer! É o fim! E manter o espaço, sem apoio financeiro? Nessa hora nem Deus é pai. Fiquei nesse ano e meio (desde outubro 2010), praticamente sem produzir nada de novo... Não quero mais! Esse ano estou mais voltado a dedicar minha vida às minhas coisas. Publicar meu primeiro livro, por exemplo. Escrever meus textos teatrais. Trabalhar um pouquinho mais como ator... E por aí vai. Estou aberto a convites”, faz crítica Antonio Ginco. Ele não conhece profundamente o movimento Bear na orientação LGBT, mas tem uma opinião sobre essa segmentação e diz: “Cheguei ao mundo Bear, há pouco tempo. Mas sempre apoiei qualquer iniciativa, não só dos Bears, nesse sentido. Leio e divulgo tudo o que me cai nas mãos, porque acredito importantíssimas essas orientações. Tai. Um mundo em que às Foto: Divulgação

65

De Andrea Federetti

a

vida dos ursos nunca é mostrada tão real com esta série que está pela web. Criada e protagonizada pelo J.Julian Christopher e escrita pelo seu amigo D.R. Knott para um site de vídeos (VIMEO) e que teve algo de bom neste projeto, todos os custos foram de doações de pessoas da comunidade LGBT que queria algo de bom na mídia do que certos preconceitos rígidos das produtoras de filmes de Hollywood. Trama começa quando o Léo Durán tenta retomar a vida depois da separação dolorosa com seu ex-companheiro e convivendo com os velhos amigos, aparecendo um novo amor e na mesma hora a desilusão, será que o Léo vai superar novamente este baque? A série é um retrato do momento do que se passa uma vida de um urso que ainda não encontrou um amor verdadeiro, a história é bem triste e tem seus momentos de alegrias com seus amigos que nunca deixa ele para baixo. J.Julian que interpreta o principal personagem é a grande novidade no mundo da Web, formado em dramaturgia, até poderia tentar a sorte em fazer um filme maior e conquistar seu espaço.
Foto: dIvulgação

Projeto inicial foi dividido em nove partes e todos disponíveis pela web. EPISÓDIO UM: http://bulktheseries. com/?p=24 CATCHING UP EPISÓDIO DOIS: http://bulktheseries. com/?p=29 FOURTEEN MONTHS EPISÓDIO TRÊS: http://bulktheseries. com/?p=33 THE DADDY BEAR EPISÓDIO QUARTO: http://bulktheseries. com/?p=35 THE TUBA

68

Um amor além das palavras

70

74

Ficha Técnica Fotografias por Terry Richardson Figurinos e Styling por Wendy Wright da New York Costumes Assistente fotografia: David Swanson Modelos: Bill, Carmine, Eric, Gregg, Jim, Liam, Robert, Ryan, Stephen Styling extra e ajuda essencial por Marcelo Sebá baseado no blog da Vice Magazine:

75

wellinton

78