1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES

UF UBERLÂNDIA

Sumário
Introdução a Tecnologia WSA Aplicações Conceitos Básicos do Processo WSA

WSA Tecnologia Versátil de Ácido Sulfúrico da Haldor Topsøe

Detalhes da Tecnologia WSA Referências Comparação da Rota Tradicional DCDA com WSA Conclusões

Mario Beer, MB Consultores Ltda.

Introdução a Tecnologia WSA
Converte correntes de compostos de S em acido sulfúrico comercial Processa os gases em condições ú id sem requerer P di õ úmidas secagem dos gases Sem consumo de produtos químicos Não gera efluentes Processo simples, eficiente, confiável e altamente P i l fi i t fiá l lt t competitivo titi

Aplicações
Indústria de ácido sulfúrico e fertilizantes Refinarias R fi i e petroquímica t í i Industria metalúrgica Unidades de coque e gaseificação de carvão Termo-elétricas Industria de Viscose I d t i d Vi

Mario Beer - MB Consultores

1

Chamine Ar de combustão Enxofre Forno Soprador Conversor de SO2 Resf.MB Consultores 2 . interleito i t l it Resf. Resf de gás Sistema de vapor Vapor superaquecido Bomba de ácido Resfriador de ácido Ar Soprador Condensador WSA Ar Condensador WSA Acido A id produto 98% d Mario Beer . acido Acido produto 98% Soprador Conversor SO2 Resf. Resf Interleito Resf. de gas Sistema de vapor Superheated steam Bomba de acido Resf. R f Interleito Resf. (gas) + + 90 kJ/mole ____________ Subtotal S bt t l 2 = + 191 kJ/ l ( 33%) kJ/mole (~33%) _______________________________________________ Total Geral = + 574 kJ/mole (100%) Esquema WSA queima de enxofre WSA.9 id d id Baixo +2½O2 =de+ SO4 99 kJ/mole8 9 m3/t acido produzido SO3 consumo H2 3 +resfriamento 90 S +2O = SO2SO2SO kJ/mole101 kJ/mole H2SO4H2O == H284 4 (liquid) +8-9 kJ/mole (gas) água resfriamento.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Conceitos Basicos do Processo WSA. Chaminé Ar de Combustão Enxofre Forno Soprador S d Arranjo da WSA queima de enxofre WSA. de id d acido Subtotal 1 = Acido Produto 98% SO3 + H2O = H2SO4 (gás) H2SO4 (gás) = H2SO4 (liq) Ar atmosférico Vapor Superaquecido Retorno AR Condensação Hidratação Oxidação ã de Combustão d vapor até Elevada geração El d té 1 9 t/t acido produzido 1. WSA Enxofre Ar quente de combustão Gas para atmosfera t f Agua de resfriamento Recuperação energia S + O2 = SO2 SO2 + ½ O2 = SO3 + 284kJ/mole + 99 kJ/ l kJ/mole ____________ + 383 kJ/mole (~67%) + 101 kJ/mole Enxofre filtrado Combustão Conversão SO2 Resf. interleito i t l it Resf. gás Condensação de ácido Resfriam.

1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Arranjo da WSA queima de enxofre WSA. Arranjo WSA .MB Consultores 3 . queima de enxofre Equipamentos Eq ip t Forno de enxofre Equipamentos Eq ip t Forno de enxofre Mario Beer .

interleito Vapor superaquecido Mario Beer .MB Consultores 4 .1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES Equipamentos Conversor UF UBERLÂNDIA Equipamentos Eq ip t Caldeira de vapor – Projetada para T saida 380-420°C com faixa de vazão de 1:2 Equipamentos Eq ip t Conversor de SO2 Equipamentos Conversor C Detalhes Conversor SO2 SO2 gas 400 420 C 400-420°C Leito catalítico 400 420 C 400-420°C 400-420°C 400 420°C Sistema de vapor 265-290°C Gases com H2SO4(gas) Resf.

% rda carg elativ 800 1970 1944 +55% +90% 600 VK-WSA 2nd Geração Cs VK69 VK59 VK-WSX VK WSX 25 mm 400 6 mm cylinder 10 mm ring 12 mm daisy 20 mm ring 25 mm daisy 0 6 12 18 24 30 1992 1996 1998 2002 2007 00 200 0 Tempo de operação [meses] Equipamentos Eq ip t Resfriador Interleitos Equipamentos Eq ip t Resfriador de gás Mario Beer .MB Consultores 5 .1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Catalisador C t li d Evolução do catalisador VK Topsøe Primeiro com Césio VK58 Alto Vanádio VK48 1987 1988 Primeiro com Daisy 1984 Primeiro com anéis VK38 Catalisador C t li d Aumento de perda de carga 1000 Per de c ga re va.

1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Equipamentos Eq ip t Condensador WSA Saída de gásGas Outlet Clean limpo Equipamentos Eq ip t Condensador WSA Saida gás limpo Entrada de Cooling Air ar Inlet frio Entrada Ar quente Entrada de Acid Gas gás acido Inlet Saída de ar quente Hot Air Outlet Saida ar quente 98% 70% Concentração de Acido d A id (%) Entrada de gás Ácido lfú i Á id sulfúrico 98% Saída de ácidoOutlet Product Acid produto Montagem M t g Instalação dos tubos no módulo do WSA Montagem M t g Instalação dos tubos no módulo do WSA Mario Beer .MB Consultores 6 .

MB Consultores 7 .1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Montagem M t g Módulo condensador WSA Montagem M t g Módulo Condensador WSA Montagem M t g Câmara antiácidos no fundo condensador WSA Equipamentos Eq ip t Condensador WSA Mario Beer .

1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Condensador WSA e MCU Equipamentos Eq ip t Base do condensador WSA Equipamentos Eq ip t Lavadora de gas Montagem M t g Sistema de resfriamento de ácido WSA Mario Beer .MB Consultores 8 .

1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Montagem M t g Sistema de resfriamento de ácido WSA Referências WSA/SNOX Fluxo Gás: 2.000 N /hr Produção d P d ã de acido: 8 – 1 200 mtpd id 1.200 t d Mais de M i d 90 unidades desde 1980 id d d d 1 3 3 4 1112 17 3 2 1 1 2 3 6 1722 14 18 5 15 6 16 23 8 24 7 8 12 8 9 19 23 20 20 15 14 19 11 6 13 10 6 18 16 11 22 21 7 4 4 21 7 1 5 25 2 1 5 46 5 2 4 9 5 10 27 29 7 8 2 7 12 10 13 Termo-elétricas 3 9 8 Refino e Petroquímica Indústria Metalúrgica Coquerias e G C i Gaseificação d C ã ifi ã de Carvão Jun 2010 Outras Aplicações O t A li õ Referências WSA/SNOX Referências WSA/SNOX 2500 14 Outros Viscose 10 U Unidade por a es ano Gaseficação de carvão ã Coquerias Metalurgia Refinarias 6 Total de Unidades 100 90 80 70 60 50 40 30 20 2 10 0 198 80 198 81 198 82 198 83 198 84 198 85 198 86 198 87 198 88 198 89 199 90 199 91 199 92 199 93 199 94 199 95 199 96 199 97 199 98 199 99 200 00 200 01 200 02 200 03 200 04 200 05 200 06 200 07 200 08 200 09 20 10 20 11 20 12 0 T Total de unidad e des 16000 Total t/d ano 14000 T o t a l a t c / u d m u l a d o 12 8 P r o d u ç ã o t / d 2000 Total acumulado t/d / ano 12000 10000 8000 1500 1000 6000 4000 4 500 2000 0 1980 0 1981 1 1982 2 1983 3 1984 4 1985 5 1986 6 1987 7 1988 8 1989 9 1990 0 1991 1 1992 2 1993 3 1994 4 1995 5 1996 6 1997 7 1998 8 1999 9 2000 0 2001 1 2002 2 2003 3 2004 4 2005 5 2006 6 2007 7 2008 8 2009 9 2010 0 2011 1 2012 2 2013 3 2014 4 0 Ano Mario Beer .200.MB Consultores 9 .000 – 1 200 000 Nm3/h Fl Gá 2 000 1.

MB Consultores 10 .1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Referências R f ê i Unidades WSA – por tipo de operação Plantas contratadas até Jun 2010: 24 – Refinarias e petroquímica 12 – Indústria metalúrgica dús a e a ú g ca 41 – Unidades de coque e gaseificação de carvão q g ç 7 – Termo-elétricas (SNOX) ( ) 5 – Indústria de viscose 5–O t Outras aplicações li õ TOTAL 94 Referências R f ê i Unidades de queima de enxofre Plantas contratadas queimando apenas enxofre: contratadas. 1 Indústria de fertilizantes Plantas contratadas queimando enxofre combinado: contratadas.Topsoe H Topsoe Licença de processo (escopo mínimo) Engenharia básica da p g planta WSA (escopo mínimo) ( p ) Fornecimento de equipamentos proprietários (escopo mínimo) Catalisador ( C t li d (escopo mínimo) í i ) Engenharia de detalhe da planta WSA Fornecimento equipamentos ISBL Supervisão durante montagem e partida (escopo p g p ( p mínimo) ) Comparação Rota Tradicional DCDA com WSA Processo Convencional DCDA -Dupla Catálise/Absorção Dupla Processo WSA Comparação entre os dois processos C ã t d i Mario Beer . 9 Unidades queimando H2S e enxofre Projeto P j t Escopo típico de fornecimento da H.

MB Consultores 11 . Aker Chemetics MB Consultores Mecs Chemetics. – C Capacidades de até 5000 t/d H2SO4 id d d té – Concentração de SO2 típica 11% – Referências de mais de 3 mil plantas instaladas – Número de equipamentos da seção de contato ~25 25 Fluxograma Típico DCDA 3/2 Fl g Típi (Copebras BCP 600 t/d) Arranjo d C p b A j da Copebras BCP 600 t/d Mario Beer .1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Processo Processo Dupla Ab çã Convencional P D pl Absorção C i l Características Típicas – Processo Seco Dupla Absorção 3+1 – Tecnologias tradicionais: g Comparação da Rota Tradicional C ã d R t T di i l de Dupla Catalise/Dupla Absorção d D l C t li /D l Ab ã com o Processo WSA Outotec .Mecs.

AGUA RESFR. COOLING AGUA WATER RESFR.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Copebras BCP 600 t/d Set 1999 p Processo Topsøe WSA P T p Características típicas – Processo Úmido . SULFURICO WATER WATER COOLING AGUA RESFR. AGUA TRATADA AGUA RESFR.Wet Sulphuric Acid Ú – Tecnologia: Haldor Topsøe A/S g p ø – Capacidades de até 1500 t/d H2SO4 – Concentração de SO2 típica 6. COOLING COOLING AGUA ACIDO RESFR.MB Consultores 12 . COOLING AGUA WATER RESFR. AGUA RESF.5 % – Referências: Mais de 90 p plantas instaladas há mais 30 de anos – Número de equipamentos da seção de contato ~12 Comparação dos processos-1 processos 1 Comparação dos processos-2 processos 2 ENXOFRE ENXOFRE AGUA RESFR. AGUA RESFR. WATER TREATED WATER Mario Beer .

SULFURICO WATER WATER COOLING AGUA RESFR.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Comparação dos processos-3 processos 3 Comparação dos processos-4 processos 4 ENXOFRE ENXOFRE COOLING AGUA WATER RESFR. COOLING AGUA WATER RESFR. TREATED WATER COOLING COOLING AGUA ACIDO RESFR. WATER COOLING COOLING AGUA ACIDO RESFR. COOLING AGUA WATER RESFR. WATER Mario Beer . TREATED WATER Comparação dos processos-5 processos 5 Comparação dos processos-6 processos 6 ENXOFRE ENXOFRE AGUA PROCESSO COOLING COOLING AGUA ACIDO RESFR. SULFURICO WATER WATER COOLING AGUA RESFR.MB Consultores 13 . WATER COOLING COOLING AGUA ACIDO WATER SULFURICO WATER RESFR. SULFURICO WATER WATER COOLING AGUA RESFR.

SULFURICO AGUA RESFR. Comparação dos processos-9 processos 9 Comparação dos processos-10 processos 10 ENXOFRE ENXOFRE AGUA ACIDO RESFR. Mario Beer . SULFURICO AGUA RESFR.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Comparação dos processos-7 processos 7 Comparação dos processos-8 processos 8 SULFUR ENXOFRE ENXOFRE COOLING COOLING AGUA ACIDO RESFR. SULFURICO WATER WATER COOLING AGUA RESFR. SULFURICO AGUA RESFR. AGUA ACIDO AGUA ACIDO RESFR. WATER AGUA ACIDO RESFR.MB Consultores 14 .

1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Comparação dos processos-11 processos 11 Comparação dos processos-12 processos 12 ENXOFRE ENXOFRE AGUA ACIDO RESFR. RESFR AGUA RESFR. AGUA RESFR. ACIDO SULFURICO. Mario Beer . SULFURICO AGUA RESFR.MB Consultores 15 . Comparação dos processos-13 processos 13 Comparação dos processos-14 processos 14 ENXOFRE ENXOFRE AGUA RESFR. RESFR ACIDO SULFURICO AGUA RESFR.

MB Consultores 16 .54 1 54 Consumo EE Principais benefícios do processo WSA 3.9 99 9 30 99.66 7 66 600 224 215 1.7+ 99.9 99 9 30 Mario Beer .10 1 10 1.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Principais benefícios do processo WSA 1.5 99. 3 Emissão de Efluentes Descrição Unidade Processo DA Processo WSA Principais benefícios do processo WSA 4. 4 Processo Simples Com Poucos Equipamentos – Menor custo de montagem g – Menor custo de manutenção – Plena automação da operação – Menor número de operadores Conversão Catalítica Conversão Cat+Lavagem H2O2 Emissão de Névoa Ácida % % mg/Nm3 99. 1 Maior Geração de Vapor de Alta Pressão até 105 bar Principais benefícios do processo WSA 2.46 1 46 t/tH2SO4 1. 2 Muito Baixo Consumo de Água Resfriamento Descrição Unidade Processo DCDA Processo WSA Descrição Unidade Processo DCDA Processo WSA Capac dade Capacidade H2SO4 Produção Vapor @ 55bar e 484 oC Taxa Ta a Unitária t/d /d t/h 600 27.5 600 38.3 Capacidade H2SO4 C id d Vazão Circulação (DT=10oC) (DT 10 Água de Reposição (4%) t/d m3/h m3/d MWh/d 600 1200 1152 7.

61 ∆ = US$ 2.42 10 42 34.968 mil 69.20 9 20 24.3 % Comentário USD/t H2SO4 USD/t H2SO4 Dif= 10 61 Dif 10.19 24 19 10.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Principais benefícios do processo WSA 5. Menor Custo Operacional (USD/t H2SO4) Descrição Matéria Prima Utilidades Produtos Químicos Crédito Energia g Eletrica Ar Quente Exp. 6 Flexibilidade Operacional Descrição Unidade Processo DCDA Processo WSA 90 % Nível d Autotermia Ní l de A i SO2 % 7% 3% Turn Down Ratio Processo WSA P % ~40% Ate 10% Processo DCDA P Tempo de Partida a frio horas 48 a 72 16 a 24 Principais benefícios do processo WSA 7.00/MWh Processo DCDA 37.196 mil/ano il/ Mario Beer .00 24 00 4.15 37 15 20. 5 Investimento Relativo 100 % Principais benefícios do processo WSA 6.MB Consultores 17 .57) 14.164 mil 100 % Processo WSA 14.70 2.33) (29 33) 0 24.47 0.80 14 80 9. Custo Variável (29.80 USD/t H2SO4 R$ 175 00/MWh 175.19 (41.22) (41 22) (4.74 Comentário Enxofre @ 110 USD/t Principais benefícios do processo WSA 7.15 37 15 15.61 34 61 7. 7 Menor Custo Operacional (USD/t H2SO4) Descrição Custo Variável Custo Fixo C t Fi Custo T t l C t Total Custo Anual(US$/a) A l(US$/ ) Índice de Referencia Processo DCDA 24.90 Processo WSA 37.

com.1º WORKSHOP TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES UF UBERLÂNDIA Resumo das vantagens do processo WSA Maior eficiência energética – (exportação de vapor superaquecido e ar quente) Resumo das vantagens do processo WSA (Continuação) Consumo muito baixo de água resfriamento g Processo sem efluentes líquidos Sem consumo de produtos químicos Uma única empresa responsável Maior flexibilidade operacional (variação de capacidade de d 10% ate 100%) t Arranjo simples e compacto Menor Capex e Opex p p Obrigado pela sua atenção ! Perguntas ? Mario Beer www.MB Consultores 18 .br Mario Beer .h2so4.