GUIA DE ORIENTAÇÃO

DECLARAÇÃO ANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL – MEI

Guia de orientação para o Microempreendedor Individual – MEI apresentar a DECLARAÇÃO ANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL – DASN-SIMEI até o último dia útil do mês de fevereiro (Resolução CGSN nº 81 de 18 de janeiro de 2011).

conforme abaixo demonstrado. .Para fazer a declaração no sistema gerador da Declaração Anual do Microempreendedor Individual – DASN SIMEI acesse o site do SIMPLES NACIONAL e clique na opção DASN SIMEI – Declaração para o Microempreendedor Individual.

Não foi gerado DAS para o ano-calendário 2010. Favor regularizar a situação utilizando o sistema PGMEI.SIMEI relativo ao ano-calendário da Declaração do Microempreendedor Individual – DASN.SIMEI foi gerado o sistema gerador da declaração apresentará a seguinte orientação: “33004 .” Neste caso o Microempreendedor individual MEI deverá acessar o PGMEI e regularizar a situação mediante a geração do DAS.Atenção: Em caso de nenhum DAS. .SIMEI.

3) Clique em “continuar” .TELA 1 Orientações: 1) Informe o número completo do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ 2) Digite os caracteres que aparecem ao lado direito.

deve apresentar declaração retificadora.fazenda. quando se tratar de extinção. a exemplo de baixa).br/SimplesNacional/sobre/popup. ATENÇÃO: O Microempreendedor Individual que apresentou indevidamente a DASN-SIMEI relativa ao ano-calendário de 2010. neste caso deve-se identificar a data do evento (extinção).TELA 2 Orientação: 1) Identifique o tipo de declaração “Original” ou “Retificadora” e o ano-calendário a que se refere a declaração.htm) Brasil 2) Concluída a operação deverá dar um clique em continuar .gov.receita. LEMBRETE: Somente identificar a declaração com o tipo “Situação Especial”. FONTE: Receita Federal do (http://www8. exercício 2011 utilizando-se do tipo “situação especial” (que deve ser utilizada apenas em casos especiais.

2) Informe se possuiu empregado durante o período abrangido pela declaração clicando em SIM (se possuiu empregado) ou NÃO (se não possuiu empregado) no ano-calendário de 2010 3) Clique em continuar .Receita Bruta total auferida.TELA 3 Orientação: 1) Informe os dados referentes ao ano-calendário de 2010 que estão escriturados nos relatórios mensais de receita bruta da seguinte forma: .Valor da Receita Bruta referentes às atividades sujeitas ao ICMS (comércio ou indústria). .

mas a Declaração do Simples Nacional – DASN. não apresente a Declaração de Microempreendedor Individual – DASN.SIMEI. . Nesse caso.00. Assim calcular os tributos devidos nos meses de 2010 de acordo com as normas do Simples Nacional acrescidos de juros e multa devida pelo atraso. não sendo possível a transmissão da DASN-SIMEI. a classificação como microempresa será retroativa ao início de janeiro/2010.200. Se o faturamento anual foi superior a R$ 43.ATENÇÃO No caso da receita exceder o limite da Receita Bruta (mais de 20%) o sistema apresentará a seguinte tela informando: 33010 – Atenção a receita bruta total do ano-calendário da declaração superou o limite permitido para enquadramento no SIMEI.

00. com acréscimos de juros e multa.200. Nesse caso o enquadramento no Simples Nacional é retroativo e o recolhimento sobre o faturamento. O valor do excesso deverá ser acrescentado ao faturamento do mês de janeiro e os tributos serão pagos juntamente com o DAS referente àquele mês. dependendo do tipo de negócio e do montante do faturamento. Nesse caso o seu empreendimento passará a ser considerada uma Microempresa.00.000.42%.LEMBRETE Em ocorrendo excesso de receita bruta tem-se as seguintes situações: 1º) o faturamento foi maior que R$ 36. conforme explicado na primeira situação. . que varia de 4% a 17. passa a ser feito no mesmo ano em que ocorreu o excesso no faturamento. 2ª) o faturamento foi superior a R$ 43.00. porém não ultrapassou R$ 43. A partir daí o pagamento dos impostos passará a ser de um percentual do faturamento por mês.200.

Se houver excesso e sendo até 20% do limite de Receita Bruta o programa gerador da declaração apresentará o valor da Receita Bruta que excedeu o limite e os respectivos valores devidos. Orientação: 1) Concluído o processo de preenchimento clique em transmitir. .TELA 4 Concluído os lançamentos o programa exibirá esta tela que apresenta o quadro contendo os valores apurados no ano-calendário e também o limite de receita bruta.

Orientação: 1) Imprima o recibo de entrega que se apresentará conforme abaixo.TELA 5 Após a transmissão da DASN-SIMEI o sistema gerador da declaração indicará se a declaração foi transmitida com sucesso. 2) Guarde o documento .

outros documentos de interesse da fiscalização. e as Notas Fiscais de Vendas emitidas pelo MEI de acordo com o disposto na legislação (Resolução CGSN nº 10 de 28 de junho de 2007 e Resolução CGSN nº 58 de 27 de abril de 2009). os Relatórios Mensais de Receita Bruta (vide modelo abaixo) juntamente com as Notas Fiscais de Compras (Ex. . bem como. aquisição de matérias primas – indústria).Lembrete: É importante que o Microempreendedor Individual – MEI mantenha sob guarda o Recibo de Entrega da Declaração DASN-SIMEI. aquisição de mercadorias para revenda – comércio.

Total geral das receitas brutas no mês (III + VI R$ + IX) LOCAL E DATA: ASSINATURA DO EMPRESÁRIO: ENCONTRAM-SE ANEXADOS E ESTE RELATÓRIO: .RELATÓRIO MENSAL DAS RECEITAS BRUTAS CNPJ: Empreendedor individual: Período de apuração: RECEITA BRUTA MENSAL – REVENDA DE MERCADORIAS (COMÉRCIO) I – Revenda de mercadorias com dispensa de R$ emissão de documento fiscal II – Revenda de mercadorias com documento R$ fiscal emitido III – Total das receitas com revenda de R$ mercadorias (I + II) RECEITA BRUTA MENSAL – VENDA DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS (INDÚSTRIA) IV – Venda de produtos industrializados com R$ dispensa de emissão de documento fiscal V – Venda de produtos industrializados com R$ documento fiscal emitido VI – Total das receitas com venda de produtos R$ industrializados (IV + V) RECEITA BRUTA MENSAL – PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VII – Receita com prestação de serviços com R$ dispensa de emissão de documento fiscal VIII – Receita com prestação de serviços com R$ documento fiscal emitido IX – Total das receitas com prestação de serviços R$ (VII + VIII) X . Claudio Roberto Vallim Consultor UO Atendimento e Fomento SEBRAE-SP . .As notas fiscais relativas às operações ou prestações realizadas eventualmente emitidas.Os documentos fiscais comprobatórios das entradas de mercadorias e serviços tomados referentes ao período.