São Paulo, 6 de Abril de 2011; Ao Exmo. (a) Sr. (a) Dr.

(a) Juiz (a) de Direito da (o)
11a VARA DE DE GOIAS/GO Dr(a).Paulo Augusto Moreira Lima

u 069

R. 19 244 Centro Goiânia/Go Cep. 74030-090
i 3chida
'Jí

ce

Rod da i13

Ref. Ofício/Alvará n°. 07312011 Processo n°. Ouebra de si gilo 12023-03.2011.4.01.3500 i p. 08912011

Prezado (a) Senhor (a),

Em resposta ao Oficio em referência, informamos que, os alvos 61.9213-4497 e 61.9280-0078, foram devidamente prorrogados até 14104/2011, conforme determinação contida no ofício/alvará em epígrafe. Sendo o que temos para o momento. Respeitosamente,

CLARO Sft. Setor de AtendimeWto a Ofícios

EMI

CLARO S.A. Rua Flórida. 1970- Brookliri Novo - CEP 04565-907 - São Paulo - SP - Brasil

E—

¼d'

070

Santo André. 4 de Abril 2011. Exmo(a) Sr(a). Da). PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz(a) Federal 11° VARA FEDERAL DE GOIANIA/GO/ GOIANIAIGO C.T. n° 023243120IIASP/GRAOP Rei'.: Oficio: 07712011 Oficio extrajud: 14212010-NUCADIP/NIPIDPFÍDF Processo: 12023-03.2011.401.3500/ 1V: 08912011-SRIDPF/13F
1/

Eoha±ma Rock çia 11

Exmo(a) Sr(a). Dr(a).: Em atenção à referência em epígrafe, informamos que em cumprimento ao disposto no art. 120 da Resolução 59 do CM, de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V. Ef, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cautçlar de quebra de sigilo foi programada por esta opradora, identificada no carimbo com o campo de EXECUÇÃO. Ressaltamos que em casos de prorrogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. Eventuais irregularidades que impossibilitem a operacionalização, tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidade parcial; evento de portabilidade e outras serão comi4adas em oficio apartado. •A TIM, preocupada àom o meio ambiente e a sustental/lidade dkseus processos utilizou para envio uma cópia de manejo do oficio executado. Desta forma, eventtlais rasuras ou inscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesms foram inseridas de maneira facilitar o rbcesso.

4

Sendo o , que nos cumpria para o- mome nteNp rmanece õs à disjosição para eventuais esclarecimentos.

TIM CELULAR S/A. Caixa Postal 91 CE? 09015-970 - Santo André 'rei: (11)2113-6633 - Fax: (11)2113-6634 graoptimbrasil.com.br

1-

a

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA

071

Goiânia/GO, 25 de março de 2011. Oficio n° 077/2011-SIGILOSO QUEBRA DE SIGILO N° 12023-03.2011.4.0.1.3500, distribuída em 2210312011 INQUÉRITO POLICIAL N°089/2011 -SRIDPF/DF REQTE: DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SEGREDO DE JUSTIÇA
iDOFÍcIOUDATA INSERÇAO ÜFICIO
ri
T'.J lY

EXEC_2L23—j 6

for. Ç) 4j' LI'
8 o-

Senhor(a) Responsável,

\iJF!CAÇAO

a,

1. A fim de ;nstnnr os autos em epigrafe, em que fqi determinada QUEBRA DE SIGILO DAS COMUNICAÇÕES TELEFÔNICAS, requlsito. a Vossa Senhoria, com urgência, que sejam implementadas a prorrogação da inte7ptçãà e do monitoramento do(a) acesso(s) telefônico(s) n°(s) (61) 8126-4263, incluindo voz e dados (textos, sons e imagens), pelo prazo de 15 (quinze) dias; a contar de sua efetiva implementação, que deverá ser direcionada para o acesso telefônico a ser indicado pelo(a) Delegado(a) de Polícia Federal, Ur. MÀTHEUS RODRIGUES, matrícula n' 10.532, CPF na 170.631.038-22, e-mail; montecarlo©dpf.gov.br, telefone: (61) 2024-7616. . Requisito que sejam fornecidas à autoridade policial, qúando solicitadas, as informações abâixo especificadas, inclusive por meio de senha pessoal e intransferível, ficando essa Prestadora proibida de fornecer qualquer inormação a terceiros não autorizados por este Juízo: a) o histórico das chamadas efetuadas e recebidas pelo(s) acesso(s) telefônico(s) acima, a pedido do(s) responsável(is) pelas investigações, bem como dos terminais que mantiverem contato .com os números monitorados; b)a localização da Estação Rádio Base - ERB (com endereço completo). utilizada na última chamada constante nos registros dessa Prestadora de telecomunicações envolvendo o(s) acesso(s) telefônico(s) acima; Ilustríssimo(a) Senhor(a) Responsável GERÊNCIA DE RELACIONAMENTO E APÓIO AOS ÕRÕÀOS PÚBUCOS • DA EMPRESA TIMS!A Rua Alexandre de Gusmão, n° 29, Bloco C, Vila Homero Thon SANTO ANDRÉ/SP CEP: 09111-310 . flua le, na 244,80 andar, Canis, GoiniaIGOCEP 74.Q30-090-T*fone$: (02) 3228.19191910 -rax: (G2) 3228-170t

r j PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA

(contInuçao do aliSa n°077/2011)

O 2.

1

c) disponibilizar o acesso aos dados cadastrais do(s). assinante(s) alvo(s) da investigaçãà e de demais terminais ou usuários: que possuam vínculo com a investigação; . .. d) a identificaçãõ de(s) código(s) sedai(is) do(s) equipamento(s) (IMEI; ou ESN) monito'rado(s), autorizado(s), também a interceptação de outros acessos ativados nos equipamentos dos alvos monitorados, mesmo com a troca dà cartão SIM; e)acesso ao sistema informatizado VIGIA, ou sistema assemelhado que exista nessa Prestadora de telecomunicações a ser acionado para obtenção, em tempo real, dos dados referentes ao tráfego de ligações dos acessos telefônicos monitorados, inclusive das ligações internacionais, bem como dos terminais que mantiverem contato com os números nionitorados; f) caso não seja disponibilizado o acesso ori-lirie ao históriào de chamadas e mensagens SMS, seja encaminhado relatório diário referente a tais dados pará endereço eletrônico: montecarló®dpf.gov.br. 2. Noá casos érn que qúaisquer acessos telefônicos objetos desta requisição estiverem (ou forem) submetidos ao processo de .portabilidade, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar imediatamente a este Juizo e.à autoridade responsável em que momento foi (ou será) efetivada e qual a Prestadora dè telecomunicações receptora: . 3. Requisito que essa Prestadora confirme a este Juízo os números cuja efetivação fora deferida e a data em que efetivada a interceptação, pare flnsde controle judicial do prazo, mantendo os registros de acesso da autoridade durante a investigação (Resolução n9 59/2008. art. 12. CNJ). .. • • .4. Semestralmente, essa Prestadora deverá Indicarà Corregedoria Nacional de Justiça, os nomes das pessoas, com a indicação dos respectivos registros funcionais que por força de suas atribuições, têm conhecimento de medidas de interceptações telefônicas deferidas, bem como dos responsáveis pela operacionalização, para fins, de individualização de eventual responsabilidade, nos termos dos artigos 80 e 10, última figura, ambas da Lei n 0 9.296, dê 2410711996). 5. A implementação da quebra de sigilo ora requerida deverá ser cumprida dentro de 2 horas p1 SMP e 24 horas p1 demais serviços, contadas do recebimento. Caso não seja tecnicamente possivel, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar de forma circunstanciada a este Juízo e à autoridade responsável, no prazo de 24 horas, as dificuldades encontradas é o prazo previsto em horas, para 2 ri
1

ri

1¼'1

II

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DECIMA PRIMEIRA VARA implementação das medidas.

(Cgnttnuaçao do Oficio n' 077)2011)

(73

6. Fica expressamente vedada a interceptação de outros números não discriminados neste oficio; 7.O ofício resposta deverá indicar o número do procedimento 6ü do oficio do plantão judiciário, sob pena de recusa de seu recebimento pela Secretaria.
E

8 Esta requisição não terá validade se contiver qualquer rasura ou acréscimo de números. 9. Fica, ainda, essa Prestadorá advertida do disposto no artigo lO da Lei n° 9.296196, que assim dispõe: Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. Pena: reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, o multa. Atenciosamente,
/

PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz Federal Substituto da W Vara

E

3

1L1;.t GJ L. •O

°,IL : )
.'. . * .

'
SEIWIÇO POBLICO FEDgRAL.

-

-

Ma:- PAtAIEPtO E FOtíctA FWL

,M

ND REGIONAL NO OIStRITO*DERAL NUÇIO DE JNJEUGENCJA POLXCtAL

: Oflejo n°: 142)2OtO—NUCAb1T/NP/SR/DPF/DF.

.

ftrasúia/DY, 26-de mar90 de,201 1 ASuaseSoril Assessor Yundiço4a flperadoraTlM Assunto AutorzaçAo de mterceptâção teIefça * OficioJudiciainbÕ77f101j Dptr2Sdèmarço4e2Gll. . . . . Jwzt Paulo Augusto Moreira Lima Vara D&viwa Fnnieira Vara ederaJ de GoÍftffla - GO SbborAssessor r
1 s /

ØEC EM

L

SQIICItO de Vossa Senhoria pxovidêncin visandci a. execução do : Ofiq o Judicial supra, que autoriza a concescilpxotrogação da ittercptaçãa te1etmca do(s) teIene(s) abaixo rtíacioxiado(s)
1

Item

Telefone
1

1

IMEI/SERIAL

Dir4ctorar pataa

Situaçàq,

61

812$42Ø3,

- E-mail para envio de'dados montecarIbiiidpf4v.br
USUÁRIO VÍGJ4JFF_CØRDF

> 61.3799.4145 Prorrogação '

Toda e qualquer corréspondência deverá ser enaimnhada ao Delegado Chefe &i 1cIeede Ihte1iêifcia p ilièiql- NT?, SMS.Quafrâ alI 1ote'2 Sèfõr.PoJicial Sul, Bradlía)J*-/: Superintendência de PohctFedera1, CtP 1O61O9O2 Ateniosaniente -

Paulo Cesar bbelo Agente de Falíçia Federal Matrícula i487
•1

SAIS Quadra 7-Lote 23'- Sétor Pohçtal Sijt Brasilia-DE - CE? 70640-901, Fonb (61) 2024r7543
• T. - . . T - - j :

1

fl

1. tfl S fl.

1 -

-

Q75
Santo André, 4 de Abril 2011. Exmo(a) Sr(a). Dr(a). PAULO AUGUSTO MOREIRA LI$A Juiz(a) Fedetal li a VARA FEDERAL DE GOIANIA/ÇX) GOIANIA/GO C.T. 110023242/201 IASP/GRAOP Ref.: Oficio: 081/2011 Oficio extrajud: 146/2010 -NUC IPIN1P/SRJDPË/IDF Processo: 12023-03.2011.4.01.3 O II': 08912011-SRIDPE/DF

EttroIa tkhadana Rodris Srrada íi\t OOI

Exmo(a) Sr(a). Dr(a).: Em atenção à referência em epíjrafe, infõrmamos que em cumprimento ao disposto no art. 12° da Resolução 59 do CM, de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V. Ex2, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cautelar de quebra de sigilo foi programada por esta operadora, identificada fio carimbo com o campo de EXECUÇÃO. - Ressaltamos que em casos de prorrogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. Eventuais irregularidades que impossibilitem a operacionaliza ão, tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidade parcial, evento de portabilidade e outras serão comAicaN em oficio apartado. A TIM, preocupada com o meio ambiente e a sustentaílidade de uma cópia de manejo do oficio executado. Desta forma, eventuais rasuras desconsideradas, visto que as mesmas foram inseridas de maneira à facilitar o; Sendo o que nos cumpria para o esclarecimentos. s processos utilizou para envio inscrições à mão devem ser :esso. à disposição para eventuais

¼.J\

N-

-

TIM CELULAR S/A. Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 - Santo André SP. Te!: (11)2113-6633 --Fax: (11)2113-6634 graoptimbrasil.com.br

.4 .

ky-

:5.
PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA

•J. 076

Oficio n°08112011-SIGILOSO QUEBRA DE SIGILO N°12023-03.2011.4.01.3500, distribuída em 2210S12(Ï1 1 INQUÉRITO POLICIAL N°089/2011 - SR/DPF/DF REQTE: DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL

Goiânia/GO, 25 de março de 2011.

SEGREDO DE JUSTIÇA

Senhor(a) Diretor(a);

ID OFICIO; SI DATA •EXEc INSERÇ AO . OFJ70. FXECUÇ'ÃO

8
o-s

1.

1. A fim deinstruir os autos em epigrafe, em que foi determinada QUEBRA DE SIGILO DAS COMUNICAÇÕES TELEFÔNICAS, requisito a Vossa Senhoria, com urgência, que seja implementada afterceptação e 0 monitoramento dó(s) ãcesso(s). telefônico(s) n°(s) (61) 8177-1010, incluindo voz e dados (textos, sons e imagens), pelo 'prazo de 15 (quinze) dias, a contar de sua efetiva Implemêntação. que deverá ser direcionada para o acesso telefônico a ser indicado pelo(a) D&egadõ(a) de Polícia Federal Dr. MATHEUS RODRIGUES, matricula n°10.532, CPF n° 170.631.036-22, emálI: montecarlo©dpf.gov.br, telefone; (61) 2024-761. Requisito que sejam fornecidas *iautotidade polibial, quando solicitadas, as Informaçãês abaixo especificadas, inclusive por meio de senha pessoal e intransferível, ficando essa Prestadora proibida de fornecer qualquer informação a terceiros não autorizados por este Juízo: a) o histórico das chamadas efetuadas e recebidas pelo(s) acesso(s) telefônico(s) acima, a pedido do(s) responsável(is) pelas investigações, bem como dos terminais que mantiverem contato com os números monitorados; b)a localização, da Estação Rádio Base - ERB (com endereço completo) utilizada na última chamada- ,constante nos registros dessa Prestadora de telecomunicaç6es envolvéndo õ(s) . acesso(s) telefônico(s) acima: c) disponibilizar o acesso aos dados dadastrais do(s) assinante(s), alva(s) da Ilustríssimo(a) Senhor(a) Responsável GERÊNCIA DE RELACIONAMENTO E APOIO AOS ÓRGÃOS PUBLICOS DA EMPRESA TIM SIA • Rua Alexándre de Gusrnào, n 0 29, Bloco C, Vila Homero Thon SANTO ANDRÉ/SP • CEP: 09.1t1-310
Rua 19, ri' 244, 6° andar, Centt. GoiâI1Ia/flO .CEP 74M30.09t)-TSfones: (62) 3226. 191911910 - Far (62)32*1701.

11

e-

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS . « (Cantlnuaçãodo Oficio n°081/2011) DÉCIMA .PRIMEIRA VARA

U

077

Investigação e de demais terminais ou usuários que possuam vínculo com , 'a investigação: . d) a identificação do(s)código(s) serial(is) do(é) equipamento(s) (IMEI ou ESN) monitorádo(s), autorizado(s), também a interceptação de outros acessos ativádos nos equipamentos dos alvos monitorados', mesmo com a troca de cartão SIM; e) acesso ao sistema informatizado VIGIA, ou sistema assemelhado qué exista nessa• Prestadora de telecomunicações aser acionado para obtenção, em tempo real, dos dados referentes ao tráfego de ligações dos acessos telefÓnicos monitorado, inclusive das ligações internacionais, bem como dos terminais que manUerem contato com os números monitorados; f) caso não seja ' disponibilizado o acesso on-Iine ao histórico de chamadas e mensagens SMS, seja encaminhado relatório diário referente a tais dados para endereço eletrônicd: rnontecarIo©df.gov.br . 2. Nos casos em que quaisquer acessos telefônicos objetos desta requisição estiverem (ou forem) submetidos ao processo de portabilidade, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar imediatamente a este Juizo e à autoridade responsável em que momento foi (ou será) efetivada e qual a Prestadora de telecomuriicaçõõs receptora. 3. Requisito que essa Prestadora confino a este Juízo os números cujã efetivação fora deferida e a data em que efetivada a inte7ejMa4ão, para fins de controle judicial do prazo, mantendo os registros, de acesso dá autoildade durante a no invpstigaçâo (Resolução 5912008, art. 12, CNJ). 4. Semestralmente, essa Prestadora deverá indicar A Corregedoria Nácional de Justiça, os nomes das pessoas, com a Indicação dos respectivos registos funcionais que por força de suas atribuições, têm conhecimento de medidas de interceptações telefônitas ' deferidas, bem - como dos responsáveis pela operacionalização, para fins de indMdualização de eventual responsabilidade, nos ' 80 e 10, última figura, ambas da (si n°9.296, de 2410711996). termos dos artigos 5. A implementação da quebra de sigilo ora requerida deverá ser cumprida dentro de 2 horas p1 SMP e 24 horas p1 demais serviçà, contadas do recebimento. Caso não seja tecnicárnente possível, essa Prestadora da telecomunicações deverá comunicar de forma circunstanciada a este Juizo e ãautoridade responsável, no prazo de 24 horas, as dificuldades encontradas e à prazo previsto em horas,, para implementação das medidak 2

-\ PODER JUDICIARIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA

(Cntjnua4odoQjojonbóBl/2011)

u 078

6. Fica expressamente vedada a interceptação de outros números não discriminados neste oficio: 7. O oficio resposta deverá indicar o número do procedimento ou do oficio do plantão judiciário, sob peno de recusa de seu recebimento pela Secretaria. 8. Esta requisição não terá validade se contiver qualquer rasura ou acréscimo de números. . -.

9. Fica, ainda, essa Prestadõra advertida do disposto no artigo 10 da Lei n° 9.296196, que assim dispõe: Art. 10. Constitui crime realizár interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. Pena: reclusão, de 2 (doS) a 4 (quatro) anos, e muita. Atenciosamente,

PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA JUIZ Federal Substituto da 118 Vara

-

-

A

'


(t

/

1 SkG1LÓO 1-

' ,

Is

!

'

SERVI'» PÚBLIpO FEbÊRAL Mi - flPART4MTTO DE POLICIA FEbERAL SUPERINTENDtNGÁ RSQIONMJ NC fl1STR1TOflpEL MJtLE@DE RffLIGENCLA2OUCIAL
N 1 '

Ofício jf 146/2010 —JUCADIP/NWJS1VDPF/DF A Sua Sextona Msessorundico da Operadora tilvI Assunto Autonflão de iMereetaÇiQ telefônica - Ofício Judicial q'! 08112011 Datafl5demíirçode20tl Juiz aiíJo Migusto Moreirz Lima Vara Décia Pnmeu-a Vera Federafi de Goiânia: GO m Senhor As.seor, '
..

Btas.iafflË, 2 deiqarço de 2011

RECEBI EM /

/2011

AL

Solicito de Vossa Senhôna providên s ando à extcuçâo do Oficie Judicial vx supra, que autotiza a concessão/prorrqgação 4a mferceptçto telefonica do(s) t1efone(s) abaixo relacxonat1o(s)

fiem

Dtmcion at' Situaçãoparaa DO R/CANAL 1" ii 8117.1010 _________________ 1 6t3199.4113 (_Concessão 1MËt/SERtAL
4
9 -

Telefone

E-mail pára envio de dados: mantetarJo(dyLEpv'br usuÁnrn WGLA. PF_CORJ3F - - -

j

Toda'e jual9uer correspondencia deverá ser ecaxnmhada ao Delegado Chefe do Nucleo de Ttitehgncrá Policial - NIP, SAIS Quadra. C7 lote 23, etor Folicial Sul, Brasil!a)DF Supentkendência de,Pohci Federal, CE? 7U6O-9Ô2 Atenc*osánent;

-

1

Paulo Césa? Rabelo
Agente de Polícia Fedaal
Matricula 13487 &
-

M.

SAIS Quadra 7- Lote Q3 - Setor IohcjaLSuF &asuliaDF - CCP 70610-90t - Fone (51)2024-7543

NextelTelecornunicações Lida. •

Rua Bela Cintra, 1.196 —5° andar 01415-908 - Cerqueira Cesar São Paulo - SP - Brasil

Tel: (5511) 2145-1467 Fax: (5511) 3120-5895

rtIEc — — - 080

-- e - -

Oficio n°076/2011 - SIGILOSO Processo n° 12023-03:2011.4.01.3500 1P089/2011

São Paulo, 30 de março de 2011.

Senhor (a) Doutor (a) Juiz (a) Federal,

"—icrsLvl' - li. V
stref,ri tt'*
t.M

.e'ttina

3»fl3 Rodri

i i \tt

Em atenção ao oficio em epígrafe, informamos que as linhas relacionadas na ordem judicial e seus respectivos rádios estarão interceptados nos períodos a seguir relacionados: Linha / Imsi 316010027447555 315010027451241 316010027445985 - 316010027450123 316010027445095 310010027449244 61-78133020 51-78158065 61-78133021 61-78149866 61-78157304 ID 15233704*11 Período 0110412011 02104/2011 0210412011 01104/2011 27/03/2011 27103/2011 2910312011 27/03/2011 27103/2011 2710312011 2710312011

152*33704*20 . 55*8*20830 55*97*5583 55*8*329 55*88*22357 55*123*79158

15/0412011 1710412011 17104/2011 1510412011 11/0412011 11104/2011 1310412011 11104/2011 11/0412011 11104/2011 11104/2011

Os dados cadastrais da linha inicial (61) 7816-7304 seguiram diretamente no endereço eletrônico da autoridade policial responsável. Informamos que as senhas concedidas permanecerão vigentes até o término das interceptações. Por fim, solicitamos o encaminhamento da via original do oficio em referência. Ficamos à disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários. Apré mos a oportunidade para apresentar protestos de ei elevada estima e distinta consideração. Nextel leco icaçôes Ltda.

Sigilo das Comunicações
Ao (a) Segurança Corporativa Excelentíssimo (a) Senhor (a) Dr. (a) PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA M. M. Juiz (a) Federal da 11a Vara Federal da Comarca de Goiânia / GO. F

4 h'

SEGREDO DE JUSTIÇA "Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém lnfoniiações prote g idas pelo sigilo Judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notificase, desde já, que sue reprositição, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei. Goiânia, 2910312011 CT - 94912011 o Erio. Dr. Paulo Augusto Moreira Lin'a

5

MM. Juiz Federal da 11' Vara Federal da Justiça Federal sai Goiás

081
cxd,aii&

REF.OF. 078/2011 Processo: 12023-03.2011.4.01.3500

g 7b15M54

Meritíssimo (a) Juiz (a)

le bor.adnaRodns Sdto;a t* $i.rtaaa Ja 1V \èi

VIVO S.A. em atenção ao ofíci.d.dm epígrafe, (recebido por esta operadora via fac-símile cio 26/03/2011) e em cumprimento ao art. 12 - Resolução 59 de 09.08.2008 - 043 - CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, serve-se da presente para informar que foram adotadas às devidas providências quanto às interceptações telefônicas das linhas e IMEI'd abaixo, conforme segue: Medida Início Início Início Início Início Início Início Início Linha 6296499889 6199679503 6296889239 6199152088 Tecnologia GSM 355111040667500 GSM GSM 356837022887770 0811 0811 354051043863650 GSM GSM 011869009436170 GSM IMEI Período/Data 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011 26/03/2011 à 10/04/2011

Destacamos que o acompanhamentà diário dos contatos e localizações das chamadas telefônicas efetuadas e recebidas pelas linhas interceptadas (históricos de chamadas e localização de EiB's) é disponibilizado através do nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11)5105-6945, durante o período das interceptações, mediante fornecimento de "senha". Assim, nos termos da determinação contida no ofício de V. Exa. foi concedida "senha" para acesso "on line",.'em nossos plantões 24 horas, a Dados Cadastrais, Localização de ERE's e 1-fistórido de Chamadas de quaisquer linhas de interesse na investigaç ã o, ao Ilmo. Delegado Dr, MATFTEUS RODRIGUES. As senhas vigoram pelo período da interceptação. Ressaltamos que para consulta, "on une" de dados cadastrais, disponibilizamos acesso ao Portal Jud da VIVO, nova formade atendimento às consultas de dados cadastrais da base cadastral desta emores esa, ferramenta recém criada com o fito de eliminar os processos e riscos do atendimento manual ou humano, outorgando maior sigilo às investigações, agilidade e prontidão nas respostas. Esta nova forma de consulta de dados cadastrais de linhas investigadas se efetivará mediante acesso ao "Portal Jud" da VIVO, acessível via "web", 24h/dia, todos os dias, ininterruptamente, conforme conveniência e oportunidade das investigações judiciais e policiais, durante o período autorizado por V. Exa., conforme ordem judicial em referência. De acordo com a conveniência da autoridade judicial esta operadora está apta a enviar relatório pormenorizado de todas as consultas realizadas por cada autoridade autorizada, bastando para tanto requisição do juiz competente. No tocante a plataforma VIGIA, informamos que foi vinculado o login fshor, para que as autoridades policiais tenham acesso ao referido sistema, o qual permitirá a mesma o acompanhamento n0113j0n das informações (histórico de chamadas, localização de ERE's, SMS e mensagens niultimídias) recebidas e enviadas pelas linhas celulares interceptadas.
CONFIDENCIAL
As informações coriüdas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Pro p riedade da VIVO 'Pag 1 / 5 Rua 136-a QO.F-44,n 150 - - Setor Sul 74093-280 Goiânia - CO Tel: (62) 3942-4796 / 5794 1621 3942-6284 Fax:

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contêminformações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, iiotiflca-se, det;de já, q ue sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei."

Outrossim, ressaltamos que os. históricos de chamadas e localização de ERE's relativos à outras linhas, :'ão interceptadas, porém de interesse na investigação, continuam sendo disponibilizadas em nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11) 5105-6945, mediante a indicação de senha judicialmente autorizadora, durante o período de vigência da senha.

082

Cumpre-nos salientar ainda, que para o atendimento da determinação desse MM. Juízo, a saber "U.)troca de cartão SIM(..j" foram efetuadas as interceptações telefônicas dos TMEI's utilizados pelas linhas em questão, conforme acima exposto, sendo assim, caso , gjedimentu adotado por esta operadora não esteja de acordo com o pretendido por V. Exa., solicitamos, mui respeitosamente, que nos seja encaminhado um novo ofício indicando as providências a serem adotadas. Nessa esteira, informamos que . os sistemas de interceptação telefônica não permitem o monitoramento automático de todos os IMEIS eventualmente substituídos pelo usuário, tà'npouco das trocas de números das linhas interceptadas. Assim, a ocorrência de tais eventos devem ser identificados e formalmente informados a esta operadora pela autoridade responsável pelas investigações, uma vez que a interceptação telefônica consiste na programação do desvio do áudio do número da linha e/oh do IMEI previamente identificados na ordem judicial e/ou no momento da implementação da medida. Relativamente à determinação constante no ofício em tela ". . . demais terminais ou usuários que possuam vínculo áoia a inveseigaçâo. . ." permitimo-nos esclarecer o quanto segue: Destaca-se que esta prestadora, em atendimento ao dispositivo constitucional, bem como à Lei n°. 9.296/96 realiza as atividades requisitadas pelas autoridades competentes referentes à interceptação telefônica, com todas as cautelas inerentes a tais procedimentos, mantendo o sigilo necessário para o bom andamento das investigações e, para tanto conta com uma área especializada no atendimento e cumprimento das ordens judiciais de quebra de sigilo (a Divisão de Serviços Especiais que esta subscreve) , disponibilizando as autoridades policiais um plantão de atendimento "on tine", 24 hs por dia/7 dias da semana, para consultas de Histórico de Chamadas e Localização de ERE's de linhas de interesse da investigação, mediante o fornecimento de senha pessoal e intransferível obtida através de ordem ludicial nrévia e esnecífica. O acesso ao plantão e a senha cadastrada pela autoridade autorizada estão correlacionadas ao ofício judicial, juiz autorizador, juízo, processo, período de validade e acessos disponibilizados. Nesta vereda, é irrefutável que as consultas realizadas pelas autoridades ou policiais autorizados são de exclusiva e integral responsabilidade dos mesmos, uma vez que somente estes possuem a informação de quais linhas e/ou pessoas são envolvidas e/ou imprescindíveis às investigações. Sendo absolutamente certo que as escutas telefônicas realizadas e os respectivos dados telefônicos fornecidos são exclusivamente acompanhados e analisados por tais autoridades e/ou policiais, a quem compete tal providência tornando inaplicável e despropositado qualquer juízo de valor por parte da operadora, no sentido de discernir quais linhas estão ou não ligadas à investigação. Outrossim, é importante salfentar que esta operadora cumpre, mensalmente, milhares de ordens judiciais de quebra de sigilo, mantendo-as cadastradas em nossos sistemas, por autoridades e/ou agente policiais, tanto da esfera estadual quanto federal, provenientes de todos os estados brasileiros. Neste sentido, o Ilustre Juriscoxsulto Julio Fabbrini Mirabete assevera que o poder investigatório concentra-se nos órgãos Policiais e Ministério Público, senão velamos:

CONFIDENCIAL
As Informações contidas neste documento são proprietárias e para uso conildenclal dos destinatários expi$citados Pronriedade da VIVO
Rua 136-O QD,F-44 . n 150 - - setor Sul 74e93290 Goiânia - Go Tel, (62) 3942-4796 / 5794 Fax, (62) 3942-6284

Faq 2 / 5

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e co''té,n Informações protegidas pelo sIgIlo judidal e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destlnatá,-Io intiflca-so, desde j& que Fuji eprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei.' "...Tem o Ministério Pública legitimidade para proceder a investigações e diligências, conforme determinarem as leis orgânicas estaduais. E. aliás, de sua atribuição 'acompanhar atos investigatórios junto a organismos policiais ou administrativos, quando assim considerarem conveniente à apuração dé'" infrações penais, ou se designados pelo Procurador-Geral' e 'assumir a direção de inquéritos policiais, quando designados pelo Procurador-Geral" onde não haja Delegado de polícia do carreira (art. 15. incs. lxi e V. da Lei Complementar n. 40, de 14-12-1981 r.OKZCP). Pode, inclusive, intervir no Inquérito policial em face da demora em ,ffua conclusão e pedidos reiterados de dilação de prazos, pois o Parquet g oza de poderes investigatórios e de auxílio à autoridade policial" (Processo Penal, Ed. Atlas. 1998, p. 75)..."

Não obstante, a principal atribuição e objetivo desta área é disponibilizar os meios técnicos e operacionais necessários e possíveis para realização das diligências, contribuindo para o sucesso das investigações, deste feito, diante de possível exigência e/ou determinação para o fornecimento de dados relativos às linhas que comprovadamente guardem interesse à investigação e/ou que são citadas nas conversações, somente seria possível se esta Operadora tivesse acesso a todo o processo inveètigatório e ao conteúdo das conversas desviadas (áudio) , todavia, esta operadorti não ouve, grava ou armazena, sob nenhuma hipótese, os áudios das interceptações restringindo-se • apenas à programação do desvio de áudio de um terminal móvel ao redirecionamento indicado pela Autoridade competente, bem corno fornecimento dos demais dados necessários à conclusão ou eficácia das escutas, quais sejam, fornecimento de "históricos de chamadas" e "dados cadastrais" de linhas celulares de interesse da justiça. Outro fator que corrobora com a inviabilidade da certificação por esta operadora de tratar-se somente de "linhas citadas ou envolvidas nas investigações", é a proibição legal do compartilhamento de informações e inviolabilidade do segredo de justiça, nos casos em que a quebra de sigilo de dados/interceptação é de competência de outra operadora. Assim, reafirmamos que esta operadora tem o firme propósito em atender com absoluta presteza, dinamismo e,leqalidade todas as requisições judiciais que nos são dirigidas e, para tanto dispanibilizamos aos Magistrados que assim o reQuisitam, relatório das consulta realizadas neles noliciais. p ara aue a Público p ossam zelar das senhas op eradora e Relativamente à determinação de V. Exa. sobre "Portabilidade" ou "Portabilidade de Código de Acesso", cumpre-nos apresentar, preliminarmente, as considerações pertinentes ao tema, nos termos da norma expedida pelo órgão regulador das telecomunicações, a Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEIJ. Conforme estabelecido no Regulamento Geral de Portabilidade, anexo da Resolução n. 460, de 19.03.2007, da AtJATIEL, a portabilidade de código de acesso de usuário' é uma facilidade de 'rede que possibilita ao usuário de serviço de telecomunicações manter o núméro a ele designado; independentemente de prestadora de serviço de telecdrnunicações ou de área de prestação de serviço. Tal facilidade está caracterizada corno um direito do usuário. Nesta linha, a portabilidade é assegurada de forma indiscriminada, notadamente pelos seus objetivos, quais sejam, ampliação da competição; aumento da flexibilidade do usuário na busca de melhores condições de prestação do serviço; diminuição dos preços dos serviços de telecomunicações e melhoria na qualidade dos serviços prestados.

1

Código de Acesso de Usuário: conjunto de caracteres numéricos que permite a identificação do serviço o qual o código está vinculado, bem como, de forma unívoca, um usuário ou terminal de uso público e o serviço ao qual está vinculado. Popularmente conhecido por número da linha telefônica.
'CONFIDENCIAL
As lnforinações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Prop riedade da Rua 136-C Q0447955; -Seorsul 40
Ter: (62) 39424796 / 5794 1621 3942-6204 Fax:

vivo

J?ags/5

SEGREDO DE JUSTIÇA
"Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário ebjoixo ld ,ntlffcEdo e contém Informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei"

No que tange à quebra de sigilo telefônico, para que não haja qualquer prejuízo nas investigações criminais Sn cur:o, é importante salientar as condições estabelecidas na norma de portabilidade, em especial: Art. 4°. Para fins deste Regulamento aplicam-se as seguintes definições: II- Base de Dados Nacional de Referência da Portabilidade (BDR): base de dados que contém as informações necessárias à execução da Portabilidade, gerenciadà pela Entidade Administradora 2 e utilizada para atualização da EDO; III- Base de Dados Operacional (EDO): base de dados que contém os dados necessários à execução da Portabilidade, gerenciada pela prestadora de serviço de telecomunicações e utilizada no correto encaminhamento das chamadas e mensagens; Art. 35. A Entidade Administradora deve atender aos seguintes requisitos: vii- manter pelo período de lo (dez) anos os registros de movimentação dos códigos portados; Art. 13. constituem deveres das prestadoras, além dos já previstos nos regulamentos específicos de cada serviço: VI- disponibilizar, de forma gratuita, no mínimo em sua página na Internet e no centro de aUndimento por telefone, a informação se determinado Código de AcessQyertence ou não a sua rede, para que o Usuário saiba se realizará uma chamada intra ou inter-redes; X- sempre que um códIgo de Acesso, objeto de Processo de Portabilidade, estiver submetido à suspensão de sigilo de telecomunicações, a Prestadora Doadora3 competente que o referido Código será portado, em que momento será efetivada a portabilidade e qual a Prestadora Receptora4, imediatamente após a fase de autenticação', para que seja garantida a suspensão de sigilo na Prestadora Receptora; Art. 44. A portabilidade implica a cessação da relação contratual com a Prestadora Doadora e a celebração de uma nova relação contratual com a Prestadora Receptora. Parágrafo Único. A denúncia da relação contratual com a Prestadora Doadora é realizada com a Solicitação de Portabilidade pelo Usuário, sendo concretizada com seu efetivo atendimento. Postos os principais comandos da portabilidade afetos às questões de quebra de sigilo, cumpre-nos destacar que esta operadora está apta a cumprir o determinado no item x, do artigo 13, acima descrito, no que se refere à imediata comunicação à autoridade competente (autoridade policial responsável pela diligência, bem como ao juízo autorizador da cuebra ele sia j lo em viaor do momento aue se será efeti decódigo dc a o assim com a

2

Entidade Administradora: pessoa jurídica independente e de neutralidade comprovada. Prestadora Doadora: prestadora (operaddra) de onde é portado o Código de Acesso. Prestadora Receptora: prestadora (operadora) para onde é portado o Código de Acesso. Fase de autenticação: é caracterizada pela conferência dos dados do usuário, que são encaminhados à Prestadora Doadora por meio da Entidade Administradora.
CONFIDENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados p ronriedade da Rua 136-e Q1).F-44, n 150 - - Setor Sul 74093-280 Goiânia - GO (62) 3942-4196 / 5794 Tel: 1621 3942-6204 Fax:

vivo

i.4g4/5

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo Identificado e contém informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notirica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei."

A partir de tal comunicação, a autoridade responsável poderá, caso entenda necessário às investigações em curso, requisitar ao juízo competente o envio de ordem judicial endereçada à nova prestadora de serviço de telecomunicação, da mesma forma como atualmente são requisitadas as ordens de quebra de sigilo, garantindo desta forma as peculiaridades e disposições legais inerentes ao tema, notadamente a preservação do segrSo de justiça.

.:utO 5

Assim, para instrução dos pedidos de quebra de sigilo telefônico com o advento da 'Portabilidade", considerando a qualidade da ABR Telecom de entidade administradora para fins de portabilidade, salientamos que as autoridades poderão acompanhar a . migração 'das cõdiqos de acesso de usuários no site da ABR Telecom, a saber, (htp://conii1t:snuiuero.abr.net_.br:8O80/consuitanunierOl) No que se refere à solicitação de VExa, para a implementação da interceptação telefônica das linhas em questão,. no mdximo, em duas horas após o recebimento do Ofício em referência, informamos que, imediatamente, após o recebimento do mesmo, foi dado início ao seu tratamento, todavia, cumpre-nos destacar que considerando a quantidade de ordens judiciais de quebra de sigilo telefônico e de dados cadastrais recebidas diariamente, a necessidade de cadastramento dos Ofícios recebidos e da realização de algumas verificações técnicas na linha, nem sempre é possível realizar a implementação telefônica em duas horas. Por fim, informamos que, além do histórico de chamadas do(s) acesso(s) 62 96889239, referente ao período de 09/03/2011 a 24/03/2011, cópia da presente foi encaminhada para o e-mail montecarlo@clpiJgov.br - a fim de darmos ciência de seu conteúdo às autoridades policiais responsáveis. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição, para os esclarecimentos que se façam necessários; renovando nossos protestos de elevada estima e distinta consideração: Atenciosamente,

DIVISÃO DE VICE PRESII

CONFIDENCIAL
As Informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidenciei dos destinatários explicitados Pro p riedade da VIVO

PugS/5

Rua 136-C QD.F-44, n ise - - Setor sul 74093-260 CoiSnia - GO Tel, (62) 3942 . 4796 / 5794 Fax, (62) 3942-6284

CT/MZ/1 08509122144111 Prot. GSE, 22144, de 27103111. Rio de Janeiro, 01 de Abril de 2011. Ao Exmo. Sr. Juiz Federal Dr. Paulo Augusto Moreira Lima Justiça Federal em Goiás. - 11 0 Vara Rua Dezenove, 244 - 80 andar - Centro Cep: 74030.090 - Goiânia - GO.

£W 'E15Y1ftOødçs

Ref.: 1— Ofício: 08312011, de 25103111. Quebra: 12023-03.2011.4.01.3500 - Inquérito Policial: 089/2011 - SRJDPF/GO. II - Ofício: 14112011 - NUCADIP/NIP/SR/DPF/DF, de 26103/11. BRT Móvel - 14 BRASIL TELECOM CELULAR S.A., autorizatária do Serviço Móvel Pessoal ("SMP"), inscrita no CNPJ soba n°05.423.963/0001-li • com sede na cidade de Brasília/DF, doravante denominada BRASIL TELECOM", vem, por meio da Diretoria de Patrimônio e Logística - Gerência de Ações Restritas, em cumprimento ao contido no oficio em referência, expor o que segue: Em 2710312011, disponibilizamos para monitoramento na sede da NUCADIP/NIP/SR/DPF/DF, o terminal móvel de final (62) 6278, indicados por esse Juízo, com prazo de retirada em 11/04/2011. Disponibilizamos à Autoridade Policial o serviço Audit On-line, através do sistema de monitoramento VIGIA desta Empresa, e informações diárias relativas aos extratos telefônicos pelo endereço eletrônico; As informações relativas ao extrato de ligações terminal móvel de final (62) 6278, no período de 0810312011 à 24/0312011 foram apuradas e encaminhadas à Autoridade Policial através do correio eletrônica indicado. Sendo o que competia no momento, esta empresa se coloca à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos que se façam necessários, e aproveita o ensejo para renovar nossos protestos de elevada estima e distinta consideração. Atenciosamente. BRASIL COM S/A

Diretoria de Património e Logística Geréncia de Ações Restritas Rua do Lavradio n°7/, 4° andar Centro, Rio de Janeiro. Ri CEP: 20.230-070 Fax fel,: (21) 3131-72 73 Confirmação de Fax fel.: (21) 3131-3366 Plantão 24h17dias te!.: (21) 3131-8770 G

087
São Paulo, 11 de Abril de 2011.

Ao Exmo. (a) Sr. (a) Dr. (a) Juiz (a) de Direito da (o) lia Vara da Justiça Federal Paulo Augusto Moreira Lima Rua 19, 244 - 8°Andar - Centro CEP 74030-090 Goiania/GO

turade sc-rtsna da 11''.l

Ref.: Ofício/Alvará n°. 08412011 Processo n 0 . 13279-78.2011.4.01.3500

Informamos a V.Exa. que foi providenciado o credenciamento de senha para acesso a dados cadastrais, histórico de chamadas e localização de Erb em tempo real de interlocutores ao agente policial /delegado(a) Sr. Matheus Rodrigues pelo prazo de 15 dias, a partir desta data. Em tempo informamos que o Departamento Jurídico é responsável pelo cumprimento de todas as determinações de Quebra de Sigilo recebidas pela Claro, dispondo de 23 funcionários que trabalham em turnos 24 horas por dia. Sendo o que tínhamos a informar, permanecemos a disposição para qualquer esclarecimento adicional, apresentando, desde já, votos de elevada estima e consideração.

Respeitosamente,

Setor de Atendimento a
Aender

CLARO S.A. - Rua Elárida, 1970 - Brooklin Novo - CEP 04565-907 - São Paulo - SP - Brasil Fone: 11 3579-6700 - Fax: 11 3579-6780

São Paulo, 11 de Abril de 2011. noQ tJoo Ao Exmo. (a) Sr. (a) Dr. (a) Juiz (a) de Direito da (o) Il a Vara da Justiça Federal Paulo Augusto Moreira Lima Rua 19, 244 - 8°Andar - Centro CEP 74030-090 Goiania/GO kido () Ir - is- vamf str&a nhl?fl_ U iüratM sc#, na'ia ii'

Ref.: Ofício/Alvará n°. 091/ 2011 Processo n°. 13279-78.2011.4.01.3500

Informamos a V.Exa. que foi providenciado o credenciamento de senha para acesso a dados cadastrais, histórico de chamadas e localização de Erb em tempo real de interlocutores ao agente policial /delegado(a) Sr. Matheus Rodrigues pelo prazo de 15 dias, a partir desta data. Em tempo informamos que o Departamento Jurídico é responsável pelo cumprimento de todas as determinações de Quebra de Sigilo recebidas pela Claro, dispondo de 23 funcionários que trabalham em turnos 24 horas por dia. Sendo o que tínhamos a informar, permanecemos a disposição para qualquer esclarecimento adicional, apresentando, desde já, votos de elevada estima e consideração.

Respeitosamente,

5 0 Setor de Atendimento a Oficios
Pender

2A

CLARO S.A. - Rua Flórida, 1970 - Brooklin Novo - CEP 04565-907 - São Paulo - SP - Brasil Fone: 11 3579-6700 - Fax: 11 3579-6780

M

ILi
Viver sem fronteiras

;.sstellg

Telecom
SEGREDO DE JUSTIÇA

CT n 2 028191/2011/ASP/GRAOP. Ofício n 2. 09212011 Quebra de Sigilo n 2. 13279-78.2011.4.01.3500 Excelentíssimo .(a) Senhor (a) Doutor (a) Juiz (a) Federal Paulo Augusto Moreira Lima 11° Vara Goiânia GO

-

€89

Santo André, 12t abril dbT2011/<

CARTA RESPOSTA ATENÇÃO < /7 /

»yoJ4,17j6ç/r
• :tf

em

\• \___..tI

3ohadaina RodVieS de Serttta da 1? \ter

O presente documento; --inc»lufrdo seus anexos, contém \ -\ N\•/./ /•- informações •que são para, conhecimento e de caráter confidencial qà destinatário acima, sendo seu sigilo protegido por lei e seu uso regulado por política interna das empresas rIM e INTELI?3 Telecomunicações Cumpre-nos informar que, caso não seja destinatário do mesmo, a leitura, cópia, arquivamento e/ou divulgação por sua parte / sãd'indevidas e terminantemente proibidas Caso você o 'tenha recebido indevidamente, solicÏta-se a devolução do meso para o remetente.
-'

-

t..

RAOS

CONFIDENCIAL As informações contidas neste document6sào proprietárias -e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TIM.

Caixa Postal 9 j -'CEP 09015-M Santo André— SP Tel: 1-1 2113-6633 Fax: 112113-6634 graop@timbrasil.com.br

Viver sem fronteiras

TèIe com

telig
,

SEGREDO DE JUSTIÇA

• • CT W02811/2011/ASP/GRAOP Ofício n2. 09212011 Quebra de Sigilo n 2.13279 — 78.2011.4.01.3500

U 090
1

Santo André, 12 de abril de 20i 1.

Excelentíssimo Senhor,

• " TIM Celular S.A, prestadora de serviços de telefonia fixa e móvel cor oIoia:GSMe lntelig Telecomunicações Ltda. prestadora de serviçosrelativos à'oper de ligações nacionais e internacionais (DOO e DOl),. assim como télefontià fixa, ao ofícioem.. epígrafe, serve-se da presente para apresentar e expor o cjúàntegt ie:íV Preliminarmente, cumpre-nos consignar que aáréa deàmbs'aempresas responsável por atender a demanda do Poder Publico de quebra de sigilo telefônico e denominada Gerência de Relacionamento e Apoio aos Orgãos Públicos - GRAOP, endo esta a única área competente para atender ininterruptamente asdeterminações judiciais de quebra de sigilo de dados cadastrais, das c comunicações têÍêfônic.selemáticas, bem corno'as demais requisições do ............................. t../ e Poder Publico relativo a informações necessarias as investigações criminais e judiciais em progresso Noss'a Misião Exercer a atividade de quebra de sigilo telefônico, atendendo a cada situação de forma única, com ética e eficiência, sob o compromisso da excelencia no atendimento ás autoridades, a fim de auxiliá-las na ordem pública e na proteção da sociedade, mantendo sempre a segurança das informaçôes e privacidade de nossos clientes.

RAO8

2
CONFIDENCIAL As informações comidas neste documento são proprietárias e. para uso confidencial do destinatários explicitados. Propriédade TiM. Caixa Posta! 91 CEP 09015-970 Santo André - SP Tei: ii 2113-6633 Faç: ii 211 3-6634 graop@timbrasii.com.br

ES

Vis

Telecom

tellg

SEGREDO DE JUSTIÇA

CTn2O28191/2011/ASP/GRAOF Ofício n2. 09212011 Qüebra de Sigilo n2. 13279— 78.2011 .4.01.3500 Em atenção ao ofíciõ • em epígrafe, iiformamos que para realizarmos a interceptação e monitoramento do tráfego de pacotes IP (Protocolos de, Internet) faz - e necessário que nos informe o IinkSFTP, indicando:

Porta; Usuario/Login, Senha
- 1

Desta forma, tão logo recebamos os dados acima, estaremos ,`prontamente atendendd ao requerido Sendo o que nos cumpria para o momentoj,ermanecemos à' inteira disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais que façam ndbesár6s.
/. \

N

\•••

1

/

Respeitosamente,

Gerência dè Rlcionamento e Apoio aos Órgãos Públicos GRAOP

RAO8

3

.CONFIDENCIAL As informações contidãs neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TIM. E

Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 Santo André - SP Te]: 112113-6633 Fax: 11-2113-6634 graop@timbnisii.com.br

Esta correspondência se destina exclusivamente ao destIçiotárle sba!xo identiOi:adn e contém iníorsnaçées protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já. que sua reproduço, distiibuiç&i e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei,'

SEGREDO DE JUSTIÇA

Goiânia, 12/0412011 CT - 1119/2011 o

3

,'

Ento. Dr. Paulo Augusto Moreira Liam l'gI. Juiz Federal da 11' Vara Federal da Justiça Federal em Goiás Goiânia - Goiás

Q91
ti nwia - n

REF.OF. 086/2011-SIGILOSO

Meritíssimo Juiz,

ste R&dana Rodrigs
lia

VIVO S.A. em atenção ao oficio em epígrafe, (recebido por esta operadora via fac-símile em 11/04/20.11) e em cumprimento ao art. 12 - Resolução 59 de 09.08.2008 - CNJ CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, serve-se da presente para informar que foram adotadas as devidas providências quanto às interceptações telefônicas das linhas e IMEI's abaixo, conforme segue: Medida Início Início Início Início Início Início Início Início Linha 6296889239 6199152088 011869009436170 6296499889 355111040667500 6196639223 012153005794450 IMEI 354051043863650 Tecnologia GSM GSN GSM GSM GSM GSM GSM 0814 Período/Data 11/0412011 à 26/04/2011 11/0412011 à 26/0412011 11/0412011 à 26/04/2011 11/0412011 à 26/0412011 11/04/2011 & 26104/2011 11/04/2011 à 26/04/2011 11104/2011 à 26/04/2011 11/04/2011 à 26104/2011

Destacamos que o acompanhamento diário dos contatos e localizações das chamadas telefônicas efetuadas e recebidas pelas linhas interceptadas (históricos de chamadas e localização de E11i3's) é disponibilizado através do nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11)5105-6945, durante o período das interceptações, mediante fornecimento de "senha". Assim, nos termos da determinação contida no ofício de V. Exa. foi concedida "senha" para acesso °on line", em flOS006 plantões 24 horas, a Dados Cadastrais, Localização de ERB's e Histórico de Chamadas de quaisquer linhas de interesse na investigação, ao limo. Delegado Dr. MATHEUS RODRIGUES. As senhas vigoram pelo período da interceptação. Ressaltamos que para consulta "on líne" de dados cadastrais, disponibilizamos acesso ao Portal Jud da VIVO, nova forma de atendimento às consultas de dados cadastrais da base cadastral desta empresa, ferramenta recém criada com o fito de eliminar os processos e riscos do atendimento manual ou humano, outorgando maior sigilo às investigações, agilidade e prontidão nas respostas. Esta nova forma de consulta de dados cadastrais de linhas investigadas se efetivará mediante acesso ao "Portal Jud" da VIVO, acessível via "web", 24h/dia, todos os dias, ininterruptamente, conforme conveniência e oportunidade das investigações judiciais e policiais, durante o período autorizado por V. Exa., conforme ordem judicial em referência. De acordo com a conveniência da autoridade judicial esta operadora está apta a enviar relatório pormenorizado de todas as consultas realizadas por cada autoridade autorizada, bastando para tanto requisição do juiz competente. No tocante a plataforma VIGIA, informamos que as interceptações foram vinculadas ao login FSHOR, para acesso ao referido sistema.

CONFIDENCIAL AS informações comidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Propriedade da VIVO

Rua 136-C 01).F-44, n na Setor Sul 74e93-280 colansa . 50 Tel: 1621 39424796 / 5794 1621 3942-6284 Fax:

SEGREDO DE JUSTIÇA
"Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, dlstnbulção e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei."

Outrossim, ressaltamos que os históricos de chamadas e localização de ERE's relativos à outras linhas, não interceptadas, porém de interesse na investigação continuam sendo disponibilizadas em nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11) 5105-6945, mediante a indicação de senha judicialmente autorizadora, durante o período de vigência da senha. Cumpre-nos salientar ainda, que para o atendimento da determinação desse tei. Juízo, a saber "( ... )troca de cartão SIM(...)" foram efetuadas as interceptações telefônicas dos IMEL's utilizados pelas linhas em questão, conforme acima exposto, sendo assim, caso o procedimento adotado por esta operadora não esteja V. Exa.. solicitamos as p rovidencias a serem aQotaQas. Nessa esteira, informamos que os sistemas de interceptação telefônica não permitem o monitoramento automático de todos os IMEIs eventualmente substituídos pelo usuário, tampouco das trocas de números das linhas interceptadas. Assim, a ocorrência de tais eventos devem ser identificados e formalmente informados a esta operadora pela autoridade responsável pelas investigações, uma vez que a interceptação telefónica consiste na programação do desvio do áudio do número da linha' e/ou do IMEI previamente identificados na ordem judicial e/ou no momento da implementação da medida. Relativamente à determinação constante no ofício em tela ". . . demais terminais ou usuários que possuam vínculo com a investigação... - permitimo-nos esclarecer o quanto segue: Destaca-se que esta prestador, em atendimento ao dispositivo constitucional, bem como à Lei n°. 9.296/96 realiza as atividades requisitadas pelas autoridades competentes referentes à interceptação telefônica, com todas as cautelas inerentes a tais procedimentos, mantendo o sigilo necessário para o bom andamento das investigações e, para tanto conta com uma área especializada no atendimento e cumprimento das ordens judiciais de quebra de sigilo (a Divisão de Serviços Especiais que esta subscreve) , disponibilizando as autoridades policiais um plantão de atendimento "on une", 24 hs por dia/7 dias da semana, para consultas de Histórico de Chamadas e Localização de ERE's de linhas de interesse da investigação, mediante o fornecimento de senha pessoal e intransferível obtida através de ordem judicial prévia e específica. O acesso ao plantão e a senha cadastrada pela autoridade autorizada estão correlacionadas ao ofício judicial, juiz autorizador, juízo, processo, período de validade e acessos disponibilizados. Nesta vereda, é irrefutável que as consultas realizadas pelas autoridades ou policiais autorizados são de exclusiva e integral responsabilidade dos mesmos, uma vez que somente estes possuem a informação de quais linhas e/ou pessoas são envolvidas e/ou imprescindíveis às investigações. Sendo absolutamente certo que as escutas telefônicas realizadas e os respectivos dados telefônicos fornecidos são exclusivamente acompanhados e analisados por tais autoridades e/ou policiais, a quem compete tal providência, tornando inaplicável e despropositado qualquer juízo de valor por parte da operadora, no sentido de discernir quais linhas estão ou não ligadas à investigação. Outrossim, é importante salientar que esta operadora cumpre, mensalmente, milhares de ordens judiciais de quebra de sigilo, mantendo-as cadastradas em nossos sistemas, por autoridades e/ou agente policiais, tanto da esfera estadual quanto federal, provenientes de todos os estados brasileiros. Neste sentido, o Ilustre Jurisconsulto Julio Fabbrini Mirabete assevera que o poder investigatório concentra-se nos órgãos Policiais e Ministério Público, senão vejamos: " . ..Tem o Ministério Público legitimidade para proceder a investigações e diligências, conforme determinarem as leis orgânicas estaduais. á, aliás, de
Rua 136-C QD.F-44, n 150 - Setor Sul 74093-280 Goiânia - GO Tal: (62) 3942-4796 / 5794 1621 3942-6204 Fax:

CONFIDENCIAL As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Proorledacleda VIVO
"6

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao dest'natáro ubeixo iclentitiçadà e contém informações protegidas pelo sigilo Judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, disiribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas as penas da lei.'

sua atribuição 'acompanhar atos investigatórios junto a organismos policiais ou administrativos, quando assim considerarem conveniente à apuração de infrações penais. ou se designados pelo Procurador-Geral' e 'assumir a direção de inquéritos poiièiais, quando designados pelo procurador-Geral" onde não haja Delegado de polícia de carreira (art. .15, mas. III e V, da Lei . Complementar n. 40, -de .14-12-1981 140NM2). Pode, inclusive, intervir no Inquérito policial em face da demora em sua conclusão e pedidos reiterados de dilação de prazos, pois o Parquet goza de poderes investigatórios e de auxílio à autoridade policial" (Processo Penal, Ed. Atlas, 1998, p. 75)..."

093

Não obstante, a principal atribuição e objetivo desta área é disponibilizar os meios técnicos e operacionais necessários e possíveis para realização das diligências, contribuindo para-o sucesso das investigações, deste feito, diante de possível exigência e/ou determinação para o fornecimento de dados relativos às linhas que comprovadamente guardem interesse à investigação e/ou que são citadas nas conversações, somente seria possível se esta Operadora tivesse acesso a todo o processo investigatório e ao conteúdo das conversas desviadas (áudio) , todavia, esta operadora não ouve, grava ou armazena, sob nenhuma hipótese, os áudios das interceptações restringindo-se apenas à programação do desvio de áudio de um terminal miSvel ao redirecionamento indicado pela Autoridade competente, bem como fornecimento dos demais dados necessários à conclusão ou eficácia das escutas, quais sejam, fornecimento de "históricos de chamadas" e "dados cadastrais" de linhas celulares de interesse da justiça. Outro fator que corrobora com a inviabilidade da certificação por esta operadora de tratar-se somente de "linhas citadas ou envolvidas nas investigações", é a proibição legal do compartilhamento de informações e inviolabilidade do segredo de justiça, nos casos em que a quebra de sigilo de dados/interceptação é de competência de outra operadora. Assim, reafirmamos que esta operadora tem o firme propósito em atender com absoluta presteza, dinamismo e legalidade todas as requisições judiciais que nos são dirigidas e, para tanto disponibilizarnos aos Magistrados que assim O requisitam, relatório das consultas realizadas pelos policiais, para que a autoridade judiciária e Ministério Público possam zelar pela devida utilização das senhas concedidas judicialmente, confrontando as informações prestadas pela operadora e autoridades autorizadas, evitando-se _o uso indevido das mesmas. Relativamente à determinação de V. Exa. sobre "Portabilidade" ou "Portabilidade de Código de Acesso", cumpre-nos apresentar, preliminarmente, as considerações pertinentes ao tema, nos termos da norma expedida pelo órgão regulador das telecomunicações, a Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEIJ. Conforme estabelecido no Regulamento Geral de portabilidade, anexo da Resolução n. 460, de 19.03.2007, da ANATEL, a portabilidade de código de acesso de usuário' é uma facilidade de rede que possibilita ao usuário de serviço de telecomunicações manter o número a ele designado, independentemente de prestadora de serviço de telecomunicações ou de área de prestação de serviço. Tal facilidade está caracterizada como um direito do usuário. Nesta linha, a portabilidade é assegurada de forma indiscriminada, notadamente pelos seus objetivos, quais sejam, ampliação da competição; aumento da flexibilidade do usuário na busca de melhores condições de prestação do serviço; diminuição dos preços dos serviços de telecomunicações e melhoria na qualidade dos serviços prestados. No que tange à quebra de sigilo telefônico, para que não haja qualquer prejuízo nas investigações criminais em curso, é importante salientar as condições estabelecidas na norma de portabilidade, em especial:
1

Código de Acesso de Usuário: conjunto de caracteres numéricos que permite a identificação do serviço o qual o código está vinculado, bem corno, de forma univoca, um usuário ou terminal de uso público e o serviço ao qual está vinculado. Popularmente conhecido por número da linha telefônica. CONFIDENCIAL
As Informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Prooriedade da vivo - Rua 136-e QO.F-44, fl 150 - Setor sul 74093-260 iânia - GO (52) 3942-4796 / 5794 Tel (62) 3942-6284 R..

'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e coirtérri infcr r naç i es protegidas peio sigão judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se., desdjá. que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei."

SEGREDO DE JUSTIÇA

Art. 4°. Para fins deste Regulamento aplicam-se as seguintes definições: - II- Base de Dados Nacional de Referência da Portabilidade (EDR): base de dados que contS as informações necessárias à execução da Portabilidade, gerenciEzda pela Entidade Administradora' e utilizada para atualização da EDO; III- Base de Dados Operacional (EDO): base de dados que contém os dados necessários à execução da Portabilidade, gerenciada pela prestadora de serviço de telecomunicações e utilizada no correto encaminhamento das chamadas e mensagens; Art. 35. A Entidade Administradora deve atender aos seguintes requisitos: VII- manter pelo período de lO (dez) anos os registros de movimentação dos códigos portados; Art. 13. Constituem deveres das prestadoras, além dos já previstos nos regulamentos específicos de cada serviço: VI- disponibilizar, de forma gratuita, no mínimo em sua página na Internet e no centro de atendimento por telefone, a informação se determinado Código de Acesso pertence ou não a sua rede, para que o Usuário saiba se realizará uma chamada intra ou inter-redes;
X- sempre que um Código de Acesso, objeto de Processo de

094

Portabilidade, estiver submetido à suspensão de sigilo de telecomunicações, a Prestadora Doadora deve comunicar à autoridade competente que o referido Código será portado, em que momento será efetivada a portabilidade e qual a Prestadora Receptora4, imediatamente após a fase de autenticação', para que seja garantida a suspensão de sigilo na Prestadora Receptora; Art. 44. A portabilidade implica a cessação da relação contratual com a Prestadora Doadora e a celebração de uma nova relação contratual com a Prestadora Receptora. Parágrafo Único. A denúncia da relação contratual com a Prestadora Doadora é realizada com a Solicitação de Portabilidade pelo Usuário, sendo concretizada com seu efetivo atendimento. Postos os principais comandos da portabilidade afetos às questões de quebra de sigilo, cumpre-nos destacar que esta operadora está apta a cumprir o determinado no item x, do artigo 13, acima descrito, no que se refere à imediata comunicação à autoridade competente (autoridade policial responsável pela diligência, bem como ao juízo autorizador da quebra de sigilo em vigor) do momento que se será efetivada eventual portabilidade de código de acesso de usuário atualmente nertencente a esta oneradora. bem a g nini com a indicacão da nrestadora mie o

A partir de tal comunicação, a autoridade responsável poderá, caso entenda necessário às investigações em curso, requisitar ao juízo competente o envio de ordem judicial endereçada à nova prestadora de serviço de telecomunicação, da
2

Entidade Administradora: pessoa jurídica independente e de neutralidade comprovada. Prestadora Doadora: prestadora (operadora) de onde é portado o Código de Acesso. Prestadora Receptora: prestadora (operadora) para onde é portado o Código de Acesso. Fase de autenticação: é caracterizada pela conferência dos dados do usuário, que são encaminhados à Prestadora Doadora por meio da Entidade Administradora.
CONF!DENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatái-ios explicitados
Rua 136-C n 150 - Setor Sul. 00 74093-280 Goiânia - 00 Tal, (62) 3942-4796 1 5794

-F-44,

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado o contém infornaçi'es protegidas pelo sigilo JudicIal e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já. que ciii, reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei.'

mesma forma como atualmente são requisitadas as ordens de quebra de sigilo, garantindo desta forma as peculiaridades e disposições legais inerentes ao temaA notadamente a preservação do segredo de justiça.

u95

Assim, para instrução dos pedidos de quebra de sigilo telefônico com o advento da "Portabilidade", considerando a qualidade da ABR Telecom de entidade administradora para fins de portabilidade, salientamos que as autoridades poderão acompanhar a migração dos códigos de acesso de usuários no site da ABR Telecom, a saber, (hpi//(,-onsultanumero.abnet:br8080/CoflsultanUmero/). No que se refere à solicitação de V.Exa. para à implementação da interceptação telefônica das linhas em questão, no máximo, em duas horas após o recebimento do Ofício em referência, informamos que, imediatamente, após o recebimento do mesmo, foi dado início ao seu tratamento, todavia, cumpre-nos destacar que considerando a quantidade de ordens judiciais de quebra de sigilo telefônico e de dados cadastrais recebidas diariamente, a necessidade de cadastramento dos Ofícios recebidos e da realização de algumas verificações técnicas na linha, nem sempre é possível realizar a implementação telefônica em duas horas. Por fim, informamos que cópia desta carta foi enviada para o e-mail montecarlo@dpf.gov.br - a filo de darmos ciência de seu conteúdo às autoridades policiais responsáveis. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição, para os esclarecimentos que se façam necessários, renovando nossos protestos de elevada estima e distinta consideração.

Respeitosamente,

DIVISÃO DE SERVIÇ VICE PRESIDÊNCIA VIVO

CONFIDENCIAL As Informações cont3das neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados p Pro riedade da VIVO -

Rua 136-e 01)-F-44 n 150 - setor sul 74093-280 Goiânia - GO Tel: (62) 3942-4796 / 5794 (62) 3942-6294 Fax,

Lt

096..

Santo André, 20 de Abril 2011. • Exmo(a) Si(a). Dr(a). PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz(a)Federal i i" VARA FEDERAL DE GOIAMAJGO GOIÀNL&/GO C.T.n°028192/2011ASP/GRA0P Ref.: Oficio: 08712011 Oficio extrãjud: 15812010NUCADLPINIPJSRJDP1?/DF Procésso: 13279-78.2011;4.01.3500 II': 089120i1

str&a E30 zctar!a Rodriçjpes E3atça d't Scrtw5 da ri'

1

Exmo(a) Sr(a). Dr(a): 'Em atenção à referência em epígrafe, info'rmarnos que em cumprimento ao disposto no art. 12° da Resolução 59 do CM, de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V. Ex, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data .em que a medida cautelar de quebra de sigilo foi programada por esta operádora, identificada no carimbo cofli o campo de EXECUÇÃO. Ressaltamos que em casos de prorrogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. Eventuais, irregularidadesque impossibilitem a operacionalização, tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidade parcial evento de portabihdade e outras serão comunicadas em oficio apartado A TIM,preocupada com..oneio ambienteea.s istentabiiidàde de seus processos utilizowparaenvio-,------.uma cópia de .nianejo do oficio executadc. Désta forma, eventuais rasuras ou inscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesmas foram inseridas de maneira à facilitar o processo. • Sendo o que nos cumpria 'para o momento, permanecemos à disposição para eventuais esclarecimentos.
• 1

II

RESPEIT

ENTE,

'TIMdr4S/A
'3

EI

TINI CELULAR S/ACaixa Postal 91- CEP 09015-97, 0 - Santo André - SP. Tel: (11)2113-6633 -Fax: (11)2113-6634 graoptimbmsil.com.br

2

1

Is-,

POUERJUDlClARJO:: • J STIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÊCIMA PRIMEIRA VARA

Goiânia/CO, 08 de abril de 2011 Offcian° 08712011-SIGILOSO QUEBRA DE SIGILO N° M79-M.2011.4.01.3500- (N° ANTERIOR 120230&20111. 4.01.3500), distribuída em 31/0312011 INQUÊRITÕ POLICIAL N°089/2011- SR/DPF/DF REQTE DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL 1 D OFÍCiO 1 OQ.S?
--=
It,
LO

(1

SEGREDO DE JUSTIÇA

Senhor(a) Responsável

DATA EXEC: INSERÇÃO OFTCIO. 10 EXECUÇÃO INT_ _kG (1 VEa!P1CAÇA0 [ N T
-—-

1

ri'

-

1 A fim de instruir os autos em epígrafe, em que foi determinada QUEBRA DE SIGILO DAS COMUNICAÇÕES TELEFÕNICAS requisito a Vossa Senhoria com ICJIld, que seja implementada a prorrogação da interceptaçãoedo monitoramento do(s) acesso(s) telefônico(s) n°(s) (61) 8177-1010 e (61) 8126-4263 incluindo voz e dados (textos, sons 6 .imagens), pelo prazo de 15 (quinze) dIas a contar de sua efetiva imptementaçâo, que deverá ser direcionada para o acesso telefõnico a ser indicado pelo(a) Delegado(a) de Polícia Federal Di' MATHEIJS RODRIGyES matricula n° 10.532 CPF nó 170.631.038-22, e-mail montecarIodpf gov br, telefone (61) 2024-7616 Requisita que , sejam fornecidas á autoridade policial, quando solicitadas, as informações abaixo especificadas inclusive por meio de senha pessoal e intransferível, ficando essa Prestadora proibida de fornecer qualquer Informação a terceiros não autorizados por este Juízo a) o hIstórico das chamadas efetuadas e recebidas pelo(s) acesso(s) telefõnico(s) acima a pedido do(s) responsável(is) pelas investigações bem como dos terminais que mantiverem contato com os números monitorados: b)a localização da Estação Rádio Base — ERB (com endereço completo) utilizada na ultima chamada constante nos registros dessa Prestadora de telecomunicações • Ilustrí ssimo(a) Senhor(a) Responsável GERÊNCIA DE RELACIONAMENTO E APOIO AOS ÓRGÃOS PÚBLICOS DA EMPRESA TIM SIA Rua Alexandre de Gusmão, n 0 29, Bláco C, Vila Homerothon SANTO ANDRÉ/sp CEP 09.111-310 Ruela n°244 8- 9~. Cenho GohInbIrjO.cEp 74030O90-Tsfones ( 62 ) 3 225191 g,91 o . .r (62)3228-1701

= o

e

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA

nnc
(Confliluaçiado Offdot08l/2011),

L ) CD

envolvendo o(s) acesso(s) telefônico(s) acima c) disponibilizar o acesso aos dados cadastrais do(s) assinante(s) alvo(s) da investigação e de demais terminara ou usuários que possuam vincula com a investigação d) a Identificação do(s) código(s) seriai(is) do(s) equipamento(s) (IMEI ou ESN) monitorado(s) autonzado(s), também a Interceptação de outros acessos ativados nos equipamentos dos alvos nionitorados mesmo com a troca de cartão SIM e) acesso ao sistema informatizado VIGIA ou sistema assemelhado que exista nessa Prestadora de telecomunicações a ser acionado para obtenção em tempo real, dos dados referentes ao tráfego de ligações dos acessos telefônicos monitorados, inclusive das ligações internacionais bem como dos terminas que mantiverem contato com os flumeros monitorados caso não seja disponibilizado o acesso on-line ao histórico de chamadas e mensagens SMS seja encaminhado relatório diário referente a tais dados para endereço eletrónico montscarlo@dpf 90v br
O

2 Nos casos em que quaisquer acessos telefônicos objetos desta requisição estiverem (ou forem) submetidos ao processo de portabilidade essa Prestadora de telecomunIcações deverá comunicar imediatamente a este Juizo e à autoridade responsável em que momento foi (ou será) efetivada e qual a Prestadora de telecomunicações receptora 3 Requisito que essa Prestadora confirme a este Juízo os números cuja efetivação fora defenda e a data em que efetivada a Interceptação para fins de controle judicial do prazo mantendo os registros de acesso da autoridade durante a investigação (Resolução n° 5912008 art. 12 CNJ) 4.. Semestralmente, essa Prestacjora deverá indicar à Corregedona Nacional de Justiça os nomes das pessoas com a indica ção dos respectivos registros funcionais que por força de suas atribuições têm conhecimento de medidas de interceptações te1efónlcas1 deferidas bem como dos responsáveis pela operacionalização, para fins de individualização de eventual responsabilidade nos termos dos artigos 50 e 10 ultima figura ambas da Lei n° 9,296, de 2410711996) S. A implementação da quebra de sigilo ora requerida deverá ser cumprida dentro de 2 horas p1 SMP e 24 horas p1 demais serviços, contadas do recebimento Caso não seja tecnicamente Possível, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar de forma circunstanciada a este j uizo e a autoridade responsável no prazo 2

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA
-

&
(Continuaço dooficio n 087/2011)

eS 9

1

noras, as dificuldades encontradas e o prazo previsto em horas, para implementação das medidas
06- Z4

6 Fica expressamente, vedada a interceptação de outros numeras não discriminados neste oficio
1 O oficio resposta deverá indicar o numero do procedimento ou do oficio ,

do plantão judiciáno, sob pena de recusa de seu recebimento pela Secretaria

8 Esta requisição não terá validade se contiver qualquer , rasura ou acréscimo cia numeras L Fica ainda essa Prestarfora advertida do disposto no artigo 10 da Lei n°
9296198 que assim dispõe

Art 10 Constitui crime realizar Interceptação de comunicações telefônicas, de Informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça sem autorização Judicial ou com objetivos não autorizados em lei Pena reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa Atenciosamente,
Á

/rG&14/taf-/ PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz Federal Substituto da 11' Vara

3.

1

,:LWfGíj:QsO_1». '.
e • .: .. - / . .: •'- . ;_.. • ., . SERVIÇO- PÚSLICO.FD gRAL :'. . •. • DEPAflANTO DE YÍCIkËEbERAL SttERINTEDtNCjKRGjor4ÃL NO T1TR1rO PEÓERAL - - --

- ,.. -

•.

'--..

.

. .•

Oficio à*:.158t2Ø1O—NUCAflJ1pfNIp/SRJpppitw ASuaSextotia Assessor Jundico da Operadc'ra TIM - Asunto Autonzaçàudeitferepi4çao telefwca

Brasilia/OF, 8 de abril de2OIl
1 / *

RCESl.EM_j - ¼

/2Offj
-.-

Oficio Judicrnj ln°, 08712011 Data; 08 JuizPâu1q 'Àúgüo.joeLjúza. . Vara Décima Prhnnra Vara eder al4eCma GO o j Senhor

• •

Assessor,

e
Situação

Solicito NOssa Scioxa povid&ias visando a e&ecuçãc do Oftczo Judicial supra, que autQzlza a. coucesso/prorrogaAo da imercçptação t.eefômca 4o(s) telefÓuê(s) abaixo' relacionado(s)

Item

Telefone *

IMEI/SERIAL

Directanar-. paraa

- 1 _61 8126.4263- '1 2' 618177 1010)'

'w ootíL

613799.4145 4rorrogação 161.3799.4173 'horrogaçàs

&mail para envio de dados: monteear1ocdpt!ov.br
usuÁRio WGIA PFCO1WF
Toda e ia1er coffespond8ia dera er cada ao pelegado Chefe do Nutico de b3te1igêna ?o1ii4 - NU', SAIS Quadra 01, lote 2i Setor Pohciál Sul, BrasihaiD p — Supermtend&ida de Policia Ftddral, CE? 10610.02 . -• • . •.-; . - -: -

Atenciosamente,

-. .• .

• - . . . . . . . . .
:----: •-'- .•-

(Ç?

PauI»CesarRabelo

Agent e de Policia Federal lSjatrkc4afl4&7 Á .-;. -- .-:-

-

e

.3

- •-'

-

SAIS Qüadja 7- Lotq23 - Setor, Policial Sul Brasiíia-pr -,CEP 1O81O-9p-1 -Fone (61) 2O24-743

-• .• . -

flIflI:-I-fl.Cflj-. 3..-..

EI

'$TIM'
E

Santo André, 25 de Abril 2011. Exmo(a) Sr(a). Dr(a). PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz(a) Federal ii' VARA FEDERAL DE GOIANIA/GC) GOIANIA/GO C.T.n°028191/2OIIASP/GRAOP Rei'.: Oficio: 09212Ô11 Oficio extrajud: 15912010-NUCAIMPfNLP/SR/DPFÍDF Processo: 13279-78.2011.4.01.3500 IP: 089/2011

- 11 vNl ifteIa Cehadana &driçats
Gtor çie
$çjtina dn li' \.r*

EI

Exmo(a) Si(a). Dr(a).: Em ateição à referência em epígrafe, informamos que em cumprimento ao disposto no art. 12° da Resolução 59 do CNJ. de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V. Ex a, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cautelar de quebra de sigilo foi programada por esta operadora; idèritificadano carimbo com o campo de EXECUÀO. Ressaltamos que em casos de prorrogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. - Eventuais irregularidades .-que impossibilitem àbperacionalização, tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidade parcial, evento de portabilidade e outras serão comunicadas em oficio apartado. "AvTiM7preoeupadacomie-meioambiente e asustentabilidade de seus uma cópia de manejo do ofício -executado. Desta forma, eventuais rasuras otiinscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesmas foram inseridas de maneira à facilitar o prôcesso. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição para eventuais esclarecimentos. - - RESPEITOS • ENTE, TIM CELULjS/A
1

-

II

TIM CELULAR 5/A. Caixa Postal 91 - CEP 09015-970- • Santo André - SP. TelJ1-1)21 13-6633 - Fax: (11)2113-6634 graop@timbrasil.com.br /
-

4

-

N.0 102

PODER JUDiCIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA GoiãniajGo 08 de abril de 2011 Ofício rf 092/2011 SIGILOSO QUEBRA DE SIGILO N° 13279-76 2011 401 3500 (N° ANTERIOR 12023032011 401 3500) distribuída em 31103/2011 INQUÉRITO POLICIAL N°089)2011 - SRIDPF/DF REQTE DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SEGREDO DE JUSTIÇA--

-e

Senhor(a) Responsável,

fl S (pt INSERÇÃO OFICIO. 'te
DATA EXEC.
EXECUÇÃO INT. _____14 VERJF!CAÇÃO INT _Q5

1D OFICIO. 4{.nns3-V.

-_

1 A fim de instruir os autos em epigrafe '1flv 1ørtimnmtrn8 WLJtUKA DE SIGILO DAS COMUNICAÇÕES TELEFÕNICAS requisito a Vossa Senhoria com o urgência que sejam implementadas a interceptação e o monitoramento do(s) acesso(s) telefônico(s) n°(s) (62) 81103-8 2711, (62) 8234-9999 e (61) 8102.5444 ' incluindo voz e dados (textos sons e Imagens) pelo prazo de 15 (quinze) dias a contar 4e sua efetiva implementação que deverá ser direcionada para o acesso telefônico a ser indicado pelo(a) Delegado(a) de Policia Federal Dr. MATHEUS matrícula no 10532 CPF n° 170.631.ó38-227-e-mail montecar$o@dpf gov br telefone (81) 2024-7816 Requisito que sejam fornecidas á auto ri policial quando soffcitadas as informações abaixo especificadas inclusive por meio de senha pessoal e intransfetjvel ficando essa Prestadora proibida de fornecer qualquer informação a terceiros não autorizados por este Juízo a) o histórico das chamadas efetuadas e recebidas pelo(s) acesso(s) telefônico(s) acima , , a pedido do(s) responsável(is) pelas investigações bem como dos terminais que mantiverem contato com os números monitorados b) a localização da Estação Rádio Base-- ERB (com endereço completo) utilizada na ultima chamada constante nos registros dessa Prestadora de telecomunicações llustnssimo(a) Senhor(a) Responsável GERÊNCIA DE RELACIONAMENTO ..E APOIO AOS ÓRGÂOS PUBLICOS DA EMPRESA TIM 5/A Rua Alexandre de Gusmão n° 29 Bloco C, Vila Homero Thon SANTO ANDRÊÍSP CEP: 09 111-316,
Rua 19 no 244 $0 andar Confro GoMniwQacEp 74 030-O90-To!ofones (62) 3226-191911910.r, (62),3228-1701.

-

M

4

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA
-

1 03
(ConUnuaçâedoofftio01097J11) - -

envolvendo o(s) acesso(s) telefônico(s) acima, disponibilizar o acesso aos dados cadastrais do(s) assinante(s) alvo(s) da investigação e de demais terminais ou usuários que possuam vínculo com a investigação, d) a identificação do(s) código(s)serial(is) do(s) equipamento(s) (lMEl ou ESN)
C)

monitorado(s) autorizado (s) também a interceptação de outros acessos ativados nos equipamentos dos alvos monitorados mesmo com a troca de cartão SIM e) acesso ao sistema informatizado ViGIA, ou sistema assemelhado que exista nessa Prestadora de telecomunicações a ser acionado para obtenção, em tempo real, dos dados referentes ao tráfego de ligações dos acessos telefônicos monitorados inclusive das ligações internacionais, bem como dos terminais que mantiverem contato com os números monitorados f) caso não seja disponibilizado o acessa on me ao histórico de chamadas e mensagens SMS, seja encaminhado relatóno diário referente a tais dados para endereço eletrônico montecario@dpf.gov.br .. 2 Nos casos em que quaisquer acessos telefônicos objetos desta requisição estiverem (ou forem) submetidos ao processo de portabilidade essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar imediatamente a este Juizo e à autoridade responsável em que momento foi (ou será) efetivada e qual a Prestadora de telecomunicações receptora 3 Requisito que essa Prestadora confirme a este juizo os numeras cuja efetivação fora defenda e a data em que efetivada a interceptação para fins de controle judicial do prazo mantendo os registros de acesso da autoridade durante a investigação (Resolução n o 5912006, art. 12, CNJ) 4 Semestralmente, essa Prestadora deverá indicar à Corregedona Nacional de Justiça os nomes das pessoas com a indicação dos respectivos registros funcionais que por força de suas atribuições têm conhecimento de medidas de interceptações telefónicas defendas, bem como dos responsáveis pela operaciànalação, para fins de individualização de eventual responsabilidade, nós termos dos artigos 8 0 e 10i ultima figura ambas da Lei n° 9.296, de 2410711996) 5 A implementação da quebra de sigilo ora requerida deverá ser cumprida dentro de 2 horas p/ SMP e 24 horas p1 demais serviços, contadas do recebimento Caso não seja tecnicamente possível essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar de forma circunstanciada a este Juizo e a autoridade responsável no prazo 2 /

4

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GoiÁs DÉCIMA PRIMEIRA VARA (cinua$o® aSic» n 09V2011) de 24 horas as dificuldades encontradas e oprazo previsto em horas, para implementação das medidas: 6 Fica expressamente vedada a interceptação de outros números não discriminados neste oficio 7 O oficio resposta deverá indicar o numero do procedimento ou do ofício do plantão judiciáno, sob pena de recusa de seu recebimento pela Secretaria O Esta requisição não terá validade se contiver qualquer rasura acréscimo de numeros
9 296198 que assim dispõe
OU

104

9 Fica ainda, essa Prestadora advertida do disposto no ártigo lO da Lei n° Ad. 10..Constitui crime..realizar interceptação de comunicações telefônicas, da informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei Pena reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e muita. Atenciosamente, • •• ••• PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz Federal Substituto dai? Vara

1

3

1

t

1 GEL 0.8 O

105
. ..• -.. -: -. -

:

-

.

SRVIçO PÚ%JCc EOFRAL . bEFARTAMfl4TP E'POLtdt& 1tDERAL ... SUPENINTtNDtHCIA REGIONAL Nt) STR1tO FEflERM :- LIOtNCIA LiC1AL . ,CEO
.w

Oficio it159/2010 -NiCADJMIP/SRDPF/DF ASuasenhona7 Asse)sor Jrfçbco da Operadora TXM Asènnto: A'utbuzação-di intrte$çãG te 1tiça

BraSrdIF,8deabnIde2O11 • '. . • RÇCEBIEM.._J-Jnhl

R.

Oficio Judwzàl n° 09212011 Data. 0$ de abril de 2011 Juii Jau10 A'ugnstp Mor4rà Lima Vara Dícima Primeira Vara Federal de Go$ia- GO
-t
1_
.

.
..

'.-'
7.

,.

.

•'-
'_-..•

.

.
-7

-

••

-.

7.-'

7-

-•

-

'--

..

-

Senhor Asçssør
SolLc1ta de Vossa Seilioxh providências visando ta execução do Oficio Judicial

supra, que autorzn a concssão/orrogaçAo da wtereeptçào te1emça do1s) telefobe(*) abaixo relacionado(s)

Itebi -

Têiefon, e

IMEYSË$ÍAL

"2

62 -- 3 61 81o.54442 -

1 62.8103.8271 'ni

Situaço Directónar paraa DDRICÂI9AL ________ 61.3799.4114 Concessão e

:. .;-$1.3?99.415 Concéssão , 61.37994116 Concessoj

E-mail para edio deTdados: mbntecaflo4i4Atkbr USUÁRIO VIGIA; FF CORDF , --7.
-.7

•-•?

•-

-

.

.

.

7-'-.

--'•
7' 7,. -

- -

'

1'-

.
-

7.

-

-

:

-

ndêicía' deverá sêr eeaminhda.o Delegadõ Chõfe d& •Toda euaqu'ercS ffgècia Poljc&al — NT, SAiS Qtia4ia 7, lote 2, Setor o1icia1 Su1 Srasiiatl)F — Nu1eo de Superintendência de P?hua Feder4. CEP '7 619O2 Ateflciosmete,' • ' Pau CésÀrflabelo - :enede PoliójaE pdç . , MatrkulalS4S7

•':•

Ag t

T-- /

1'

- 'SAiS Quatira 7 Lot23- Setor pollciai Sul Brasflla-OF L GEP 7061&-901', Fone' ()754 -! SIG ' I1OSO 1

Is Nextel Teecomunicações Ltda.

Rua Bela Cintra, 1.196-5° andar 01415-908- Cerqueira Cesar São Paulo - SP - Brasil

Tel: (5511) 2145-1467 Fax: (5511) 3120-5895

NEXr

• a—. - --

São Paulo, 19 de abril de25i11-°6
1

Ofícios fl° 08912011-SIGILOSO e 088/2011-SIGILOSO Processo fl° 13279-78.2011.4.01.3500
lI• VM

Senhor (a) Doutor (a) Juiz (a) Federal,

•zrea E ?acJ-..

Em atenção aosofícios em epígrafe, informamos que as linhas relacionadas na ordem judicial e seus respectivos rádios foram interceptados/prorrogados conforme períodos descritos abaixo:

- Os dados cadastrais seguiram diretamente no endereço eletrônico da autoridade policial responsável. Não realizamos interceptação através do equipamento / IMEI (International Mobile Equipment Identifier), em razão de limitação da tecnologia utilizada - IDEN, que permite exclusivamente a interceptação do IMS! (International Mobile Subscriber Identification), que é um número internacipnal4de identificação do assinante e está atrelado ao SIMCARD (CHIP).

E

L/ (1

ME

1
Nextel Telecomunicações Ltda. a Rua Bela Cintra 1.196-5° andar 01415-908 - Cerqueira Casar São Paulo - SP - Brasil Tel: (5511) 2145 1467 Fax: (5511) 320-5895

NEr

: • — — —

.—

107
Outrossim, embora estejamos promovendo o integral cumprimento da ordem judicial, com relação ao fornecimento de histórico de chamadas efetuadas e recebidas dos interlocutores, consideramos tratar-se de quebra de sigilo de comunicações telefônicas, motivo pelo qual, ponderamos pela necessidade de decisão judicial individualizada.

Por fim, solicitamos o encaminhamento da via original.do ofício em referência.

Ficamos esclarecimentos que se fizerem necessários.

à

disposição

para

quaisquer

Aproveitamos a oportunidade para apresentar protestos de elevada estima e disti

Nextel

Ltda.

SIGILO OM COMUNlUAtJ Ao (a) Excelentíssimo (a) Senhor (a) Dr. (a) PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA M. M. Juiz (a) Federal da lia Vara Federal da Comarca de Goiânia / GO.

Id

F

s São Paulo, 29 de abril de 2011. Ao Exmo. (a) Sr. (a) Dr. (a) Juiz (a) de Direito da (o) iia Vara de Goiânia - GO Dr(a).Pauto Augusto Moreira Lima Rua 19, 244 - Centro CEP: 74030-090 Goiânia - GO Ref. Ofício/Alvará n°. 09512011 Processo n°. 13279-78.2011.4.01.3500
tT&aBOh2

108

ROd!tTV
1V

Prezado (a) Senhor (a),

Em resposta ao Ofício em referência, informamos que, o alvo 62.9339-1661, foi devidamente prorrogado até 13/0512011, conforme determinação contida no oficio/alvará em epígrafe. Informamos ainda que foi providenciado o credenciamento de senha para acesso a dados cadastrais, bilhetagens e localização de Erb dos interlocutores pelo prazo de 15 dias à autoridade MATHEUS RODRIGUES, conforme determinação.

Sendo o que temos para o momento. Respeitosamente,

CA. i ento a Ofícios Setor de At

LI

CLARO S.A. - Rua Flórida, 1970- Brooklln Novo - CEP 04565-907 - São Paulo - SP - Brasil

Nextel Jelecomunicaçôes Ltda.

Rua Bela Cintra, 1.196-5° andar 01415-908 - Cerqueira Casar São Paulo - SP - Brasil

Tal: (5511) 2145-1467 Fax: (5511) 3120-5895

NEr

e - w—• • a --

São Paulo, 27 de abril de 2011.

Oficio n o 09412011 - SIGILOSO e 10012011 - SIGILOSO Processo n° 1327 9-78.2011.4.01.3500 (ANTERIOR 12023-03.2011.4.013500)

1Üj

"

Senhor (a) Doutor (a) Juiz (a) Federal,

r.;treb Bh .wa Rc&igs
.4

1

ra

E

Em atenção ao ofício em epígrafe, informamos que as linhas relacionadas na ordem judicial e seus respectivos rádios estarão interceptados no período relacionado a seguir. Os dados cadástrais seguiram diretamente no endereço eletrônico da autoridade policial.

E

Informamos que as senhas concedidas permanecerão vigentes até o término das interceptações. Ressaltamos que embora estejamos pyomovendo o integral cumprimento da ordem judicial, com relação ao fornecimento de histórico de chamadas efetuadas e recebidas dos interlocutores, consideramos tratar-se de quebra de sigilo de comunicações telefônicas, motivo pelo qual, ponderamos pela necessidade de decisão judicial individualizada. - F

/ Nextel telecomunicações Lida.

Rua Bela Cintra, 1 196-5° andar 01415-908 - Cerqueira Cesar São Paulo - SP - Brasil

Tel: (5511) 2145-1467 Fax. (5511) 3120-5895

NEr

11-o

Não realizamos interceptação através do equipamento / IMEI (International Mobile Equipment Identifier), em razão de limitação da tecnologia utilizada IDEN, que permite exclusivamente a interceptação do IMSI (International Mobile Subscriber Identification), que é um número internacional de identificação do assinante e está atrelado ao SIMCARD (CHIP). Informamos que a Nextel T elecomunicaçõesLtda. não dispõe dó sistema VIGIA.

Por fim, solicitamos o encaminhamento da via original do oficio em referência. Ficamos à disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários. Aproveitamos a oportunidade para apresentar protestos de elevada estima e distinta

Nextc Si

da.

Ao (a) Excelentíssimo (a) Senhor (a) Dr. (a) PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA M. M. Juiz (a) Federal da lia Vara Federal da Comarca de Goiânia! GO.

o

F

0

•l 1 1

.1.11

Santo André, 3 de Maio 2011. Exmo(a) Sr(a). Dr(a). PAULO AUGUSTO MolhaRA LIMÀ Juiz(a) Federal 11° VARA FEDERAL DE GOIA*AJGO COIANL&/GQ C.T. n°032490/201 IASP/GRAOP Ref.: Oficio: 09812011 / Oficio extrajud: 181/2010-NUCAD/P/NIP/SR/DPFÍDF Processo: 13279-76.2011.4.0l.35$ IP: 08912011-SR/DPF/DF

,S bhJq () ri

CAI 44S,?4
(Vrewja

na

Van/

Éttrota 8ohadaía Roir
'c:r de S4J7tti da 11'

Exmo(a) Sr(a). Dr(a).: Em atenção à referência em epígrafe, informamos que em cumprimento ao disposto no art. 12 0 da Resolução 59 do CNJ, de 09 de Setembro de 2008, encaminhámos para cMncia everificação de V. Ex 3, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cãutelar de quebra de sigilo foi programada por esta operadora, identificada no carimbo com o campo de EXECUÇÃO. - Ressaltamos que em casos de piorogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. Eventuais irregularidades que impossibilitem a operacionalização\tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidade parcial, evento de portabilidáde e outras serão coyi4inicadas \çm oficio apartado. com o meio ambiente e uma cópia de manejo do oficio executado. Desta forma, eventuais rasuras u inscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesmas foram inseridas de maneira à facilitar o prcesso. Sendo o que nos cumpria para o momento, esclarecimentos. à disposição para eventuais

-t

T1M CELULAR S/A. Caixa Postal 91 - CE? 09015-970 - Santo André - SP, 'Fel: (11)21 13-6633't Fax: (11)2113-6634 graoptimbrasil.com.br

1) i1-

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS • DÉCIMA PRIMEIRA VARA

4ScLtu.

• Goiâflia/CO,i9de abril de2oll Oficio n0 09812011-SIQILOSQ QUEBRA DE SIGILO No 13279-78,201140130 (N° ANTERIOR 1202303.2011.4.0i.3500) distribuída em 31103/2011 INQUÉRITO POLICIAL N°089/2011 - SRJDPFIDF REQTE: DEPARTAMENTO DE POLICIA F EDEDAr

II) OFICIO: ltxGsei -:
-

SEGREDO DE JUSTiÇA

Senhor(a) Responsável,

DATA INSERÇÃO OFiCIO4. EXEcUçÃO INT: 1 VERIFICAÇÃO iNTjr'

EXEC:Zic&

-1
o

I

terceiros não autori ados por este Juízo: - - - -. a) o histórica das Chamadas efetuàdas e recebidas pelo(s) acesso(a) telefônico(s)

as Informações abaixo especificadas inclusive por meio de sonha pessoal e4 intransferível, ficando essa Prestadora proibida de fornecer -qualquer informação a

interptaçâo e do monitàmmento Úo(s) assq(s) telefônico(s) fl°(s) (61) 8102 .5444 induirido voz e dados (textos, sons e Imagens), pelo prazo de 15 : (quinze) dIS, à contar de sua efêhva implementação que deverá ser direcionada para o acesso telefónica a ser indicado pelo(a) Delegado(a) de Polícia Federal, Dr. MATHEUS. RODRIGUES, matricula n° 10.532, CPF n li0.031 .Q3B-2, j-majI mo ntecaiio©dpf.gov.br , telefone:' (51) 20247516. Requisito que sejam fmecidasá autoridade policial, quando solicitadas,

determinada QUEBRA DE SIGILO DAS COMUNICAÇÕES TELEFÓNICAS 1 requisito -a Vossa senhoria, com urgência que seja implementa- a a prorrogação da d

-

1. A fim de instruir os autoê em epigrafe, em que foi

sdina, a pedido do(s) respQsáaQs) pelas Investigações, bem como das terminais que maritiverefu contato, com os números monitorados; b)a localização da Estação Rádio Base- ES (com endereço completo) utilizada na última chamada constante nos registros dessa Prestadora de telecomunicações envolvendo o(s) acesso(s) telefônico(s) aciràa;

Ilustrissinio(a) Senhor(a) Responsavei - - GERÊNCIA DE RE LACIONAMENTO E APOIO AOS ORGAOS PUBUCQS DA EMPRESA fiM SIA - Rua Alexandre de Gusmão, n° 29, Bloco C, Vila Homem Thon SANTO ANDRÊJSP . - CEP: 09,11 1310
•• • • - -

Rua 19,,0

244, ra,,daç Certa, Goiâniwco.ctp: 74.Q3QQ9Q-Nfl

S^2B-191w19lo_F (62) 22I-t7Q1,

o

E

4.

PODER JUDICIÁRIO. :. JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA
C)

.

.

113

disponibilja, o acesso aos dados cadueflis do(s) assinante(s), alvo(s) da investigação e de danais terminais ou usuarlos 'que possuam vinculo com a - . Investigação;
ti)

a identificação dó(s) código(s) senal(is) do(s) e q uipamento(s) (IMEI ou ESN)

monitorado(s), autorizado(s), também a interceptação de outros acessos ativados nos equipamentos dos alvos monitorados, mesmo com a troca de cartão SIM: e) acesso ao sistema Informatizado ViGIA, ou sistema assemelhado que exista nessa Prestadora de telecomunicações a ser acionado para obtenção, em tempo real, dos dados referentes ao tráfego de ligações dos acessos telefônicos monitorados, inclusive das ligações internacionais, bem como do s terrninájs que mantiverem contato ' com, os númens ritnitorados 9 caso não seja disponibilizado o acesso on-line ao histórico de chamadas e, mensagens SM$, seja encaminhado relatório diário referente a tais dados para endereço eletrônico montecarlo@dpf 90v br 2. Nos casos em que quaisquer acessos telefônicos 'objetos desta requisição estiverem (ou forem) ' submetidos á processo de portabilidade, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar imediatamente a este ,Juizo e à autoridade respõnsável em que momento foi (ou* será) efetivada e qual à Prestadora, de telecornunícagõesepfoa . . - . 3. Requisito que essa Prestadora confirme a e ste,Juizo os números cuja efetivação fora deferida e,. a data, em que' efetivada a rjterceptação, para, fins de controle judicial do prazo, mantendo os registros de acesso da autoridade durante a investigação (Resolução n ó 5912008,, ali, 12, CNJ) 4. Semest'arrnente essa Prestadora deverá' indicar à Corregedoria Nacional de Jústiça, ás npms dS pessoas, oom a indicação dos respectivos registros ' funcionais que por força de suas atilbuiçøàs, Mm Conhecimentode medidas de interceptaçõas telefãnlcas ' deferidas, bem cama dos responsáveis 'pela operadoia para fins de indMdualização de eventual responsabilidade nos iizaçáó, termos dos artigos 8 0 e iO, ti ia flum ambasda Lei ne 9.298, de 24107(1996). uerido deverá ser cumprida "dentro de 2 horas p/ SMP e24 horas pt demnai serviços 1 contadas do recebimento. Caso não seja tecnicamente possível, essa Prestadora de teiecorn unicações deverá comunicar de forma circunstanciads a este Juizo e à autoridade responsável, no prazo dé 24 horas, as dificuldades encontradas a o prazo prõvistã em ' horas, para
I.

5.Á imp lementação da qUebra de sigilo ora req

2

'

¼

o

ii

II

1

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS. DÉCIMA PRIMEIRA VARA CàøSjl) imp lementação dás medidas. 6. Fica expressamente vedada a interceptação de outro$ números não disciiminados neste oficio. 7. O oficio respostadevera indicar o número do procedimento ou do ofício do plantão judiciário1 sob pena de recusa de seu recebimento pela Secretaria, - 6, Esta requisição não terá validade se contiver qtialquer rasura ou acréscimo de números, Fica, ainda, essa Prestadora advortkla do disposto no artigo 10 da Lei n° 9.296196, qui sim dispõe: Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefónicas, de informática ou -telemática, ou quebrar segredo da Justiça sem autorização judicial ou com objetivos rijo autorizados em lei. • • Pena: reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa. . Atenciosamente, .

1. 14

PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz Federal Substitus da 110 Vara

-

.

3

R

siGilos oj

I1a
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL lvi,! - DE?ARTAJ,ftNTO DE POLICIA FEDERAL SUPERENDËNCTA REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL NUCLEO DE INTELIC3ENCJA POLICIAL

Oficio n°: 18 1/20 10 - NJCADNip/spjpF/p A Sua Senhoria 1 Assessor Juridico da Operadora, TTJvI Assunto: Autorização de interceptação telefônica Ofício Judicial nu: 09812011 Data: 19 de abril de 2011 Juiz-'Paulo Augusto Moreira Lima Vara; Décima Primeira Vai-a Federal de Goiãnja - GO - -: Senhor Assessor, Brasília/DF, 20 de abril de 2011

RECEBFEM R /2011

Solicito de Vossa Senhoria piovdências visando à execução do Oficio Judicial supra, que autoriza a concessào/profrogção da iúterceptaço telefônica dó(s) telefone(s) abaixo relacionada(s):

] 1.
c .3799.4116

o Li

• E-máil para envio de dados: rnÓntecar1ouJyfgovJn. •
USUÁRIO VIGIA:

FFCØRDF

è
Toda e qualquer correspondScja ' deverá ser encaminhàda ao Delegado Chefe do Núcleo de biteligência Policial - NEP, SAIS Quadra 07, lote 23, Setor Policial Sul, Brasília/ir Superintendênçia de Policia Federal, CE? 70610-902. Atenciosamente, •
Araujo

Agentfde Policia Federal Matrícula 11252

61)2024 7643

P1

1

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo Identificado e contém informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei."

Goiânia, 04/05/2011 CT - 1362/2011 o

5

:0

Enno. Er. Paulo Augusto Moreira Lima ZO(. Juiz Federal Substituto da li Goiânia - Goiás

Vara Federal da Comarca de Goiânia
.1

REF.OF. 10412011-SIGILOSO Processo: 13279-78.2011.4.01.3500

ebfli
a Eohadan r-Gdi*j2S
eIua 11

Vj

Meritíssimo Juiz,

VIVO S.A. em atenção ao ofício em epígrafe, (recebido por esta operadora via fac-símile em 0310512011) e em cumprimento ao art. 12 - Resolução 59 de 09.08.2008 - CNJ - CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, serve-se da presente para informar que foram adotadas as devidas providências quanto às interceptações telefônicas da linha e IMEI abaixo, conforme segue: Medida Início Início Linha 6292085336 IREI 012423000451330 Tecnologia GSM GSM Período/Data 03105/2011 à 18105/2011 03/0512011 à 18/05/2011

Destacamos que o acompanhamento diário dos contatos e localizações das chamadas telefônicas efetuadas e recebidas pelas linhas interceptadas (históricos de chamadas e localização de ERB's) é disponibilizado através do nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11) 5105-6945, durante o período das interceptações, mediante fornecimento de "senha". Assim, nos termos da determinação contida no ofício de V. Exa. foi concedida "senha" para acesso "on une", em nossos plantões 24 horas, a Dados Cadastrais, Localização de ERB's e Histórico de Chamadas de quaisquer linhas de interesse na investigação, ao Ilmo. Delegado Dr. MATHEUS RODRIGUES. As senhas vigoram pelo período da interceptação. Ressaltamos que para consulta "on line" de dados cadastrais, disponibilizamos acesso ao Portal Jud da VIVO, nova forma de atendimento às consultas de dados cadastrais da base cadastral desta empresa, ferramenta recém criada com o fito de eliminar os processos e riscos do atendimento manual ou humano, outorgando maior sigilo às investigações, agilidade e prontidão nas respostas. Esta nova forma de consulta de dados cadastrais de linhas investigadas se efetivará mediante acesso ao "Portal Jud" da VIVO, acessível via "web", 24h/dia, todos os dias, ininterruptamente, conforme conveniência e oportunidade das investigações judiciais e policiais, durante o período autorizado por V. Exa., conforme ordem judicial em referência. De acordo com a conveniência da autoridade judicial esta operadora está apta a enviar relatório pormenorizado de todas as consultas realizadas por cada autoridade autorizada, bastando para tanto requisição do juiz competente. No tocante a plataforma VIGIA, informamos que as interceptações foram vinculadas ao login fshor, para acesso ao referido sistema. Outrossim, ressaltamos que os históricos de chamadas e localização de ERE's relativos à outras linhas, não interceptadas, porém de interesse na investigação, continuam sendo disponibilizadas em nosso plantão telefônico 24hs/d±a, no telefone (11) 5105-6945, mediante a indicação de senha judicialmente autorizadora, durante o período de vigência da senha.

J/)

CONFIDENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Propriedade da VIVO

- Rua 136-c 0 Setor Sul QDv 74093-280 CoiSnia - GO Tel, (62) 3942-4796 / 5794 F. (62) 3942-6284

SEGREDO DE JUSTIÇA
'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém informações protegidas peio sigilo judicial e da correspondência postai. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da ieV

11Cumpre-nos salientar ainda, que para o atendimento da determinação desse MM. Juízo, a saber "(...)troca de cartão SIM( ... )" foram efetuadas as interceptações telefônicas dos IMEF's utilizados pelas linhas em questão, conforme acima exposto, sendo assim, caso o procedimento adotado por esta operadora não esteja de acordo com o pretendido por V. Exa., solicitamos, mui respeitosamente, que nos seja encaminhado um novo ofício indicando as providências a serem adotadas. Nessa esteira, informamos que os sistemas de interceptação telefônica não permitem o monitoramento automático de todos os IME]Ys eventualmente substituídos pelo usuário, tampouco das trocas de números das linhas interceptadas. Assim, a ocorrência de tais eventos devem ser identificados e formalmente informados a esta operadora pela autoridade responsável pelas investigações, uma vez que a interceptação telefônica consiste na programação do desvio do áudio do número da linha e/ou do IMEI previamente identificados na ordem judicial e/ou no momento da implementação da medida. Relativamente à determinação constante no ofício em tela " .. . demais terminais ou usuários que possuam vínculo com a investigação..." permitimo-nos esclarecer o quanto segue: Destaca-se que esta prestadora, em atendimento ao dispositivo constitucional, bem como à Lei n°. 9.296/96 realiza as atividades requisitadas pelas autoridades competentes referentes à interceptação telefônica, com todas as cautelas inerentes a tais procedimentos, mantendo o sigilo necessário para o bom andamento das investigações e, para tanto conta com uma área especializada no atendimento e cumprimento das ordens judiciais de quebra de sigilo (a Divisão de Serviços Especiais que esta subscreve) , disponibilizando as autoridades policiais um plantão de atendimento "on une", 24 hs por dia/7 dias da semana, para consultas de Histórico de Chamadas e Localização de ERB's de linhas de interesse da investigação, mediante o fornecimento de senha pessoal e intransferível obtida através de ordem judicial prévia e específica. O acesso ao plantão e a senha cadastrada pela autoridade autorizada estão correlacionadas ao ofício judicial, juiz autorizador, juízo, processo, período de validade e acessos disponibilizados. Nesta vereda, é irrefutável que as consultas realizadas pelas autoridades ou policiais autorizados são de exclusiva e integral responsabilidade dos mesmos, uma vez que somente estes possuem a informação de quais linhas e/ou pessoas são envolvidas e/ou imprescindíveis às investigações. Sendo absolutamente certo que as escutas telefônicas realizadas e os respectivos dados telefônicos fornecidos são exclusivamente acompanhados e analisados por tais autoridades e/ou policiais, a quem compete tal providência, tornando inaplicável e despropositado qualquer juízo de valor por parte da operadora, no sentido de discernir quais linhas estão ou não ligadas à investigação. Outrossim, é importante salientar que esta operadora cumpre, mensalmente, milhares de ordens judiciais de quebra de sigilo, mantendo-as cadastradas em nossos sistemas, por autoridades e/ou agente policiais, tanto da esfera estadual quanto federal, provenientes de todos os estados brasileiros. Neste sentido, o Ilustre Jurisconsulto Julio Fabbrini Mirabete assevera que c poder investigatório concentra-se nos órgãos Policiais e Ministério Público, senão vejamos: ". . .Tem o Ministério Público legitimidade para proceder a investigações e diligências, conforme determinarem as leis orgânicas estaduais. É. aliás, de sua atribuição 'acompanhar atos investiga tórios junto a organismos policiais ou administrativos, quando assim considerarem conveniente à apuração de infrações penais, ou se designados pelo Procurador-Geral' e 'assumir a direção de inquéritos policiais, quando designados pelo Procurador-Geral" onde não haja Delegado de polícia de carreira (are. 15. mas. III e V. da Lei,

CONFIDENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Pro p riedade da VIVO

./ Rua 136-C 0 -4g fl' 152 - Setor Sul 0. 7409 3-280 coiãnia - 00 Tel, (62) 3942-4796 / 5794 Fax, (d) 3942-6284

SEGREDO DE JUSTIÇA
"Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém Informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei."

Complementar n. 40. de 14-12-1981 LONNP). Pode, inclusive, intervir no inquérito policial em face da demora em sua conclusjo e pedidos reiterados de dilação de prazos, pois o Parquet goza de poderes investigatórios e de auxílio à autoridade policial" (Processo Penal, Ed. Atlas, 1998, P. 75)..."

Não obstante, a principal atribuição e objetivo desta área é disponibilizar os meios técnicos e operacionais necessários e possíveis para realização das diligências, contribuindo para o sucesso das investigações, deste feito, diante de possível exigência e/ou determinação para o fornecimento de dados relativos às linhas que coniprovadamente guardem interesse à investigação e/ou que são citadas nas conversações, somente seria possível se esta Operadora tivesse acesso a todo o processo investigatório e ao conteúdo das conversas desviadas (áudio) , todavia, esta Operadora não ouve, grava ou armazena, sob nenhuma hipótese, os áudios das interceptações restringindo-se apenas à programação do desvio de áudio de um terminal móvel ao redirecionamento indicado pela Autoridade competente, bem como fornecimento dos demais dados necessários à conclusão ou eficácia das escutas, quais sejam, fornecimento de "históricos de chamadas" e "dados cadastrais" de linhas celulares de interesse da justiça. Outro fator que corrobora com a inviabilidade da certificação por esta operadora de tratar-se somente de "linhas citadas ou envolvidas nas investigações", é a proibição legal do compartilhamento de informações e inviolabilidade do segredo de justiça, nos casos em que a quebra de sigilo de dados/interceptação é de competência de outra operadora. Assim, reafirmamos que esta operadora tem o firme propósito em atender com absoluta presteza, dinamismo e legalidade todas as requisições judiciais que nos são dirigidas e, para tanto disponibilizamos aos Magistrados que assim o requisitam, relatório das consultas realizadas pelos policiais, para que a autoridade judiciária e Ministério Público possam zelar pela devida utilização das senhas concedidas judicialmente, confrontando as informações prestadas pela operadora e autoridades autorizadas, evitando-se o uso indevido das mesmas. Relativamente à determinação de V. Exa. sobre "Portabilidade" ou "Portabilidade de Código de Acesso", cumpre-nos apresentar, preliminarmente, as considerações pertinentes ao tema, nos termos da norma expedida pelo órgão regulador das telecomunicações, a Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEJJ. Conforme estabelecido no Regulamento Geral de Portabilidade, anexo da Resolução n. 460, de 19.03.2007, da MIATEL, a portabilidade de código de acesso de usuário' é uma facilidade de rede que possibilita ao usuário de serviço de telecomunicações manter o número a ele designado, independentemente de prestadora de serviço de telecomunicações ou de área de prestação de serviço. Tal facilidade está caracterizada como um direito do usuário. Nesta linha, a portabilidade é assegurada de forma indiscriminada, notadamente pelos seus objetivos, quais sejam, ampliação da competição; aumento da flexibilidade do usuário na busca de melhores condições de prestação do serviço; diminuição dos preços dos serviços de telecomunicações e melhoria na qualidade dos serviços prestados. No que tange à quebra de sigilo telefônico, para que não haja qualquer prejuízo nas investigações criminais em curso, é importante salientar as condições estabelecidas na norma de portabilidade, em especial: Art. 4°. Para fins deste Regulamento aplicam-se as seguintes definições:

1

Código de Acesso de Usuário: conjunto de caracteres numéricos que permite a identificação do serviço o qual o código está vinculado, bem como, de forma unívoca, um usuário ou terminal de uso público 9 e o serviço ao qual está vinculado. Popularmente conhecido por número da linha telefônica.
CONFIDENCIAL Rua 136-C - setor sul QD,F''74093280 Goiânia - co Tel Fax (62) 3942-4796 / 5794 1621 3942-6284

As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Propriedade da

vivo

SEGREDO DE JUSTIÇA
Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém Informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei.'

II- Base de Dados Nacional de Referência da Portabilidade (BDR): base de dados que contém as informações necessárias à execução da Portabilidade, gerenciada pela Entidade Administradora' e utilizada para atualização da BDO; . III- Base de Dados Operacional (200): base de dados que contém os dados necessários à execução da Portabilidade, gerenciada pela prestadora de serviço de telecomunicações e utilizada no correto encaminhamento das chamadas e mensagens; Art. 35. A Entidade Administradora deve atender aos seguintes requisitos: VII- manter pelo período de 10 (dez) anos os registros de movimentação dos códigos portados; Art. 13. Constituem deveres das prestadoras, além dos já previstos nos regulamentos específicos de cada serviço: VI- disponibilizar, de forma gratuita, no mínimo em sua página na Internet e no centro de atendimento por telefone, determinado Código de Acesso pertence ou não a sua para que o o saiba se realizará uma chamada intra ou X- sempre que uni Código de Acesso, objeto de Processo de Portabilidade, estiver submetido à suspensão de sigilo de telecomunicações, a Prestadora Doadora3 deve comunicar à autoridade competente que o referido Código será portado, em que momento será efetivada a portabilidade e qual a Prestadora Receptora 4, imediatamente após a fase de autenticação', para que seja garantida a suspensão de sigilo na Prestadora Receptora; Art. 44. A portab ilidade implica a cessação da relação contratual com a Prestadora Doadora e a celebração de uma nova relação contratual com a Prestadora Receptora. Parágrafo Único. A denúncia da relação contratual com a Prestadora Doadora é realizada com a Solicitação de Portabilidade pelo Usuário, sendo concretizada com seu efetivo atendimento.

L

119

Postos os principais comandos da portabilidade afetos às questões de quebra de sigilo, cumpre-nos destacar que esta operadora está apta a cumprir o determinado no item x, do artigo 13, acima descrito, no que se refere à imediata comunicaçio à autoridade competente (autoridade policial responsável pela diligência, bem como ao juízo autorizador da quebra de sigilo em vigor) do momento que se será efetivada eventual portabilidade de código de acesso de usuário atualmente pertencente a esta oDeradora. bem assim com a indicacãc, da orestadora aue o

A partir de tal comunicação, a autoridade responsável poderá, caso entenda necessário às investigações em curso, requisitar ao juízo competente o envio de ordem judicial endereçada à nova prestadora de serviço de telecomunicação, da mesma forma como atualmente são requisitadas as ordens de quebra de sigilo, garantindo desta forma as peculiaridades e disposições legais inerentes ao tema, notadamente a preservação do segredo de justiça.

2

e de neutralidade comprovada. Prestadora Doadora: prestadora (operadora) de onde é portado o Código de Acesso. Prestadora Receptora: prestadora (operadora) para onde é portado o Código de Acesso. Fase de autenticação: é caracterizada pela conferência dos dados do usuário, que são Prestadora Doadora por meio da Entidade Administradora.
Entidade Administradora: pessoa jurídica independente

a

Rua 136-C CONFIDENCIAL QD Setor Sul As informações contidas neste documento são proprietárias F 740932a0 Gojania - GO e para uso confidencial dos destinatários explicitados Tel, (62), 3942-4796 1 5754 Pro p riedade da VIVO Fax, 1621 1947-6254

é'f

SEGREDO DE JUSTIÇA
Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei.'

Assim, para instrução dos pedidos de quebra de sigilo telefônico com o advento da "Portabilidade", considerando a qualidade da ABR Telecom de entidade administradora para fins de portabilidade, salientamos que as autoridades poderão acompanhar a migração dos códigos de acesso de usuários no site da ABR Telecom, a saber, (pjjçonsultanui-nero.abr.net.br:8O8O/consultanumero/).

120

No que se refere à solicitação de V.Exa. para a implementação da interceptação telefônica das linhas em questão, no máximo, em duas horas após o recebimento do Ofício em referência, informamos que, imediatamente, após o recebimento do mesmo, foi dado início ao seu tratamento, todavia, cumpre-nos destacar que considerando a quantidade de ordens judiciais de quebra de sigilo telefônico e de dados cadastrais recebidas diariamente, a necessidade de cadastramento dos Ofícios recebidos e da realização de algumas verificações técnicas na linha, nem sempre é possível realizar a implementação telefônica em duas horas. Por fim, informamos que cópia desta carta foi enviada para o e-mail montecarlo@dpf.gov.br - a fim de darmos ciência de seu conteúdo às autoridades policiais responsáveis. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição, para os esclarecimentos que se façam necessários, renovando nossos protestos de elevada estima e distinta consideração. Respeitosamente,

DIVISÃO VICE

VIÇOS ESPECIAIS CIA DE RECURSOS VIVO

CONFIDENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Propriedade da VIVO

Rua 136-C Q0F44, 93 150 - Setor Sul n 740 260 Goiânia - Co Tel (62) 3942-4796 / 5794 Fax, (62) 3942-6284

XÁ. À

.Ini.

M

Santo André, 10 de Maio 2011. Exrno(a) Sr(a). Dr(a);

PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA
Juiz(a) Federal 11 2 VARA FEDERAL DE GOÍANIA/GO GOIANIA/GO C.T. n°034778/201 IASP/GRAOP

Rei.: ,Oficio: 10312011 • Oficio extrajud: 19512010-NUCADIP/NIP/SR/DPF/DF Processo: 13279-78.2011.4.01.3500; IP: 08912011-SR/DPF/DF Controle: 12023-03.2011.4.01.3500

a Estre(a Bohadana
&;;c d?,

II

Exmo(a) Sr(a). Dr(a).: Em atenção à referência em epígrafe, informamos que em cumprimento ao disposto no art. 12 0 da Resolução 59 do CNJ, de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V. Ef, cópia(s) do(s) dôcumento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cautelar de quebra de sigilo foi programada por esta operadora, identificada no carimbo com o campo de EXECUÇÃO. Ressaltamos que em casos de prorrogação de intercetações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. Eventuais irregularidades que impossibilitem operacionalização, tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidade parcial, evento de portabilidade e outras serão comunicadas em oficio apartado. - A TIM, preocupada com o meio ambiente e a sustentabilidade de seus processos utilizou para envio uma cópia de manejo do oficio executado. Desta forma, eventuais rasuras ou inscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesmas foram inseridas de maneira à facilitar o processo. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à dispokição para eventuais - esclarecimentos. - -

ISMLtO$tIJÃWtYAI

1 1M CELULAR 5/A. Caixa Postal 9.1 - CEP 09015-970 - Santô André - SP. Tel: (11)2113-6633- Fax: (11)2113- 6634 graop@timbrasil.coirí.br

H
4

POóERJUDICIÁRIÕ JUSTIÇA FEDERAL EM GOlAS. DÉCIMA PRIMEIRA VARA

o

• • .

Goiânia/GO, 02 de maio de 2011. Oficio ria 10312011-SIGILOSO. •.• QUEBRA DE SIGILO N° 13219-78:2011.4.01.3600 (N° ANTERIOR 1202303.2011. .01:3500), dlStHbuída ern311Q31201 1 4 INQUÉRITO POLICIAL N:O8WZOtl - SR/DPF/DF . REOTE DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL
• 1• -

SEGREDO DEJU8T1ÇA:-.:.

-

•00
... .

•Senhor($Responsâve
• .•

.j

ti) ATA

EXEC44,
4

LA.Lscd\?1\t . .--si-rrT'r'trjNT"- . -

7

1. A fim de instruir os autos emque fõl deSminada QUEBRA DE SIGILO DAS COMLJNICAÇÓES TELEFÔNICAS, requisites Vossa Senhoria com urgência, que sejam -implementadas a- interceptação e o monitoramento dó(s) acesso(S) telefônico(s) r°(s) (62) 822040*4; Incluindo voz e dados (te)dos,. sons e i mag ens), pelo prazo de 18 (quinze) dia, a contar de sua efet ivuimplemerjtaçào que deverá ser direcionada para o acesso telefônico a ser Indicado peIo(a).flggfig(Q_ Policia Federal, Dr. MATHEUS RODRIGUES, matricula ri! 10.532, CPF n° 170.631.03822 ,:mónted95 y bflsefone : (81).2024-7616. Requisito que sejam fornecidas à autoridade policial, quando solicitadas, as informações abaixo especificadas, inclusive por meio de éenha pessoal. e intransferível, ficando essa Prestadora proibida de fornecer qualquer Informação a terceiros não autorizados por este Juizo: a) o histórico das chamadaS efetuadas e recebidas pelo(s) acesso(s) telefônico(s) acima, a p edido do(s) responsâval(is) pelas Investigaçósa, bem como dos terminais que mantiverem contato com os números monitorados; -b) a localização daEstaçio Rádio Base - ERB (com endereço completo) utilizada na última chamada constante nos registros dessa Prestadora de telecomunicações envolvendo o(s) acesso(s) telefônico(s) acima; Ilustrísaímo(a) Senhor(s) Responsável . . GERÊNCIA DE RELACIONAMENTO E APOIO AOS . 6RGÂOS PUBUCOS DA EMPRESA-TIM SIA -. Rua Alexandrede - Gusmao,n° 29, Bloco C, Vila Homero Thon SANTO ANDRÉ/SP . CEP: 09.111-310
Rua 19,.i° 244,5' sndis, Centio, Gcinia1GO-CEp: 14.QG98-TSfona (62) 3226-191 tl 910— Fsx () =19,1701, T - . . .

/

: aO t'@Ud TT--I1314

ri

P ODER JUDICIÁRIO

123
(Cinffnv2ção d Cftçi n 103/2011)

-

.JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMAPRIMEIRA-VN»-- -

disponibilizar o acesso aos dados cadastrais do(s) assinante(s) alvo(s) da investigação e de . demais terminais ou usuários que possuam vinculo com a investigação; identificação do(s) código(s) seriai(is) do(s): equÏpamento(s) (IMEl ou ESN) monitorado(s), autorlzadó(s), também a mterceptação de outroG acessos ativados nos equipamentos dos alvos monitorados,mesi'no com a troca de cartão StM; e) acesso ao sistema informatizado VIGIA, ou sistema assemelhado que existe nessa Prestadora de telecornunicições a ser acionado para obtenção, em tempo real, dos dados referentes ao tráfego de ligações dos acessos telefónicos monitorados, inclusive das ligações internacionais; behi como dos terminais que manuvereni contato com os números monitorados;
d) a

H

9 caso, não seja disponibilizacjo o acesso on1ine: ao histórico de chamadas &
mensagens SMS, seja encaminhado relatório diário referente a tais dados pira endereço eletrônico: rnonteS1oidpfgõv.br. 2. Nos casos em que quaisquer acessos telefãnlcos objetas desta requisição. estiverem (ou forem) submetidos ao processq de p ortabilidade, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar imediatamente a este Juizà.e à autoridade responsável em que momento foi (ou ierá) efetivada e qdaI a Prestadõra • de telecornurtações receptora • . 3. Requisito que essa Pestadora confirme a este Juízo os nürneros cuja efetivação fora deferida e. ,a data em que efetivada a interceptação, para fins da controle•judiç4l do prazo, mantendo os registros de acesso de autoridade duránte a investigação (Res0luço rio 59120* art12, CNJ).' 4. Sernestralmente , essa 'Prestadora deverá 'indicar à Corregedoria Nacional de Justiça, os nomes das pessoas, com a indicaçà 'o dos respectivas registros funcionais que por força de suas atribuições, têm conhecimento de medidas de inturefiPtR ÇOff telefônicas, defeddas, bem como doa responsáveis pela operadonailzaçâo, para 'fi6s de individualização de eventual responsabilidade, nos termos dos arflgos 8° e 10, última figura ambas da Lei n°9.296, de 2410711998). 5. A implementação da quebra de sigilo ora requerida deverá ser cumprida dentro de 2 horas p/ SMP e 24 horas p/ deru5'serv1ços, contadas do recebimento. Caso nao seja tecnicamente possível, essa Prectadom de telecomuriicaçõea deverá comunicar de forma circunstandada a ~Juizo cá autoridade responsável, no prazo de 24 horas, as dificuldades encontradas 'e o prazo previsto em horas; para

II

:afl M'l:tp TtPt-?2-TtjJ
7

4

j

• 1

PODER JUÓICIÁRIO • JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS - •-•--- --- DÉCIMA PRIMEIRA VARA— implementação das medidas.

t 124

6. Fica expressamente vedada a interceptação de outros números não discriminados neste oficio. 7. O ofTcio resposta deverá indicar o número do procedimento ou do onda do plantão Judidárlo, sob penada recusa de seu recebimento pela Secretaria. 8. Esta requisição não terá validade se contiver qualquer rasura ou acrõecimo de números, Õ. Fica, ainda, essa Prestadora advertida dei dispsto no artigo 10 da Lei no 9.296196, que assim dispõe: • Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações teleTônicas, de 1nonnát jc ou telemática, eu quebrar segredo da Justiça sem autorizaçio judicial ou com objàtives não autorizados em lei.
Pena; recluso- de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

Atenciosamente,

Juiz Federal SubS&uto da jia Vara
o
Li

PAULO A GUSTO MOlRft1 LIMA

3
£ ".s :aQ frØ: tI@2-2B-ItiJ

1

/ SIGILOSO
SERVIÇO POBLICO EDERÀL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÉiNCIA REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL NUCLEO DE INIELIGENCIA POLICIAL

125

Oficio n°: 195/2010 A Sua Senhoria Assessor Jurídico da Operadora TIM Assunto: Autorização de interceptação telefônica Oficio Judicial ia0 : 10312011 Data: 02 de maio de 2011 Juiz: Paulo Augusto Moreira Lima Vara: Décima Primeira Vara Federal de Goiânia - GO Senhor Assessor, Solicito de Vossa Senhoria providências visando, à execução do Oficio Judicial supra, que autoriza a concessão/prorrogação da interceptação telefónica do(s) telefone(s) abaixo relacionado(s): Brasília/DF, 3 de maio de 2011 [

RECEBI EM

_I

/2011

Item!
1.

Telefone

1 para a DDRICÃNAL 61.3799.411A

E-mail paraí iode dados: montecarIo(dpf.gov.br usuÁluo VIGIA: FF_CORDF
Toda e qualquer correspoúdência deiteM ser ençaminhada ao Delegado Chefe 'dó Núcleo dé Inteligência Policial - NU', SAIS Quadra 01, lote 23, Setor Policial Sul, Brasília/DF Superintendência de Policia Federal, CEP. 70610-902. Atenciosamente,

pulo Araujo Agernd de Policia Federal
Matriculgi

/9.

4

SAIS Quadra 7 - Lote 23- Setor ! oticI Sai. Brasília-O!- CEP 79610-901 Fone: (61) 2024-7543

flCA

- 1h]

Você, ,

sem fronteiras.

Telecom-

te!ig
U.

SEGREDO DE JUSTIÇA

CTn°. 037041/2011/ÁSP/GRAOP

Ref.: Oficio n0. 111/2011-Sigiloso Quebra de sigilo n o. 13279-78.2011.4.01.3500 - Numero anterior: 1.202:à-03.201.1.4.01.3500, distribuída em 3110312011 Inquérito policial n° 089/2011 - SR/DPF/DF

126


Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal Paulo Augusto Moreira Lima lPVara
Go i ânia oiania, -

trIa eonadai, Ro. tgvs
Santo Andre, iOrte.:maio de2011.
1

ocratarja-fl.v

7ç4'
1

\(

CARTARESi'OSTÃ -L

N\•

) \Ci'->
</tATENÇAO 7
1

)» -

-

O presente, doc&mento,, incluindo seus anexos, contém ínforrnações"que são para conhecimento e de carátér co?,fldenc,àl"dd\destinatáno acima, sendo seu sigilo protegido por lei e seu uso regulado por política interna das empresas TIM e INTELIG Telecomunicações Cumpre-nos

•-'\ \

-

-. ' -,informar que, caso não seja destinatário do mesmo, a :'leitura, cópia, arquivamento e/ou divulgação por sua parte são indevidas e terminantemente proibidas Caso você o tenha recebido indevidamente, sollciw-se a devolução do mesmo para o remetente. -.

-

CONFIDENCIAL - As informações contidas neste documento são proprietárias e pára uso confidencial dos - destinatários explibitadoâ. Propriedade TIM. -. . - --- .

1

-

. • - • - •

• •

Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 Santo André - SP Tel: II 2113-6633 Fax: II 2113-6634 gniop@timbmsil.com.br

*IW
9 Você, sem fronteiras.

-te!ig Telecom

SEGREDO DE JUS11ÇA CTn°. 037041/2011/ASP/GRAOP Ref.: Oficio n?. 111/2011 - Sigiloso Quebra de sigilo n°. 13279-78.2011.4.01.3500 . Numero anterior: 12023-03.2011.4.01.3500, distribuída em 31/0312011 Inquérito policial n°. 089/2011 - SR/DPF/DF

127

Santo André, 10 de maio de 2011. Excelentíssimo Senhor,
-J

M

TIM Celular S.A, prestadora de serviços de teléfõnià1ixa e'-nióvel 11 com tecnologia GSM e lntelig Telecomunicações Ltda. estadora de •servicos relativos a operacionalizaçao de ligações nacionais e intemacion )'e DDI),- assim v como telefonia fixa, em atenção ad. ofício em serve-sé presente para apresentar e expor o quanto segue: -Preliminarmente, as empresas responsável por atender a telefônico é denominadá Gerência/d& GRAOP, sendo esta a determinações judiciais telefônicas e telemáticas qué a área de ambas ian& do Póder Público de quebra de sigilo /t ..'1 :ioflamento .e Apoio aos Orgãos Públicos atente para atender ininterru ptamente, as

-4

)de dados cadastrais, das comunicações iaiá requisições do Poder Público relativo a informações necessáiiasàêí'nvestigaçães criminais e judiciais em prõgresso. \Npa-Mièsão \\ .\E*etcer a atividade de quebra de sigilo telefônico, 1 a .cada situaçãb de forma única, com ,j ética e eficiência, sob o compromisso da excelência no atendimento às autoridades, a fim de auxiliá-las na ordem pública e na proteção da sociedade, mantendo sempre a segurança das informações e. - privacidade de nossos clientes.
M

7. , / !
'•.

/-

ML27

2

CONFiDECIAL As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TIM.

Caixa Postal 91'- CEP 09015-970 - - SantoAndré — SP Te!:!! 2113-6633 Fax: 112113-6634 oraop@timbrasil.com.br

-4

Iii]
Você, sem frontelrás.

Telecom

SEGREDO DE JUSTIÇA CT no . O37O41/2ØJ1/Asp/Gpop Ref.: Oficio n0 . 1Ï1/2011-Sigiloso Quebra de sigilo no . 13279-78.2011.4.01.3500 Numero anterior: 12023-03.2011.4.01.3500, distribuída em 31103/2011 Inquérito policial n°. 089/2011 - SR/1)PF/DI 1' -

128

Informamos que recebemos o oficio supra em 06 dé maio do ano corrente autorizando a interceptação., telefônica de algumas linhas, o que foi devidâmente cumprido. Esclarecemos ainda que a referida -ordem determina -. interceptaçao telematica dos dados, - assim, informamos que ate o presente momento ###BOT_TEXT###quot; . t' não recebemos o link STFP pelo qual serão enviadas; diretamente à,autoridadeØolicial, os dados telematicos gerados.-- • • Ainda informamos que no link enviado.obrigatoriamente devem . \\ estar indicados o numero de IP, Porta, Usuário _elSenha'sendo que a indicação de '> -. Diretório é opcional. . //- \

• Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos a inteira disposição para quaisquer-esclarecimentos adicionais que façam necessanos. ri

Gerência -cle,Relacjoi
• - - _\

e Apoio aos Órgãos Públicos — GRÁOP

•' '-•

.•--' ..-

.

-

t'

Ml PT-

1

3

-

-

-
CONFIDENCIAL' . As intortn ações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TiM.
-

-
- -

/

- ---

Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 --Santo André - SP Te!: Ii 2113-6633 Fax: 112! I36634 graop@tinibrasiLconi.hr

SEGREDO DE JUSTIÇA
"Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário ebslico identificado e conténs Informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, notifica-se, desde já, que sua reproctução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei." Goiânia, 2810212011 CI' - 611/2011

Q g
5:

Enno. Sr.
.Jos6

flDr.

Augusto de Meio Silva

l.: 100 j 4 ti

MM. Juiz de Direito da 1' Vara da Comarca de Valparaiso Área Especial, Qd. 07, Etapa A - Valparaiso 1 Valparaíso Goiás 72870-000

REF.Ofício n. 61 Protocolo: 201004085537 tiatia - 1L • V rt-, , e tad8ria r.Aigv's siadõ -$&2fa da ',ar

Meritíssimo Juiz,

VIVO S.A. em atenção ao oficio em epígrafe, (recebido por esta operadora via fac-símile em 2510212011) e em cumprimento ao art. 12 - Resolução 59 de 09.08.2008 - CNJ - CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, serve-se da presente para informar que foram adotadas as devidas providências quanto às interceptações telefônicas das linhas e IMEI's abaixo, conforme segue: Período/Data 02/03/2011 à 16/03/2011 27/02/2011 à 13/03/2011 25/02/2011 à 12/03/2011

Medida Prorrogação Prorrogação Início

Tecnologia IMEI Linha GSM 6199913092 354101000849960 GSM 6196639223 012153005794450 GSM 6296863015 354853021958870

No que pertine à linha 62 9673-3641, informamos que a mesma encontra-se CANCELADA desde 22/01/2011, pelo que resta inviável a adoção das medidas determinadas em relação à mesma. Cumpre-nos salientar ainda, que para o atendimento da determinação desse MM. Juízo acerca de troca de chip foram efetuadas as interceptações telefônicas dos IMEIs utilizados pelas linhas em questão, conforme acima exposto, sendo assim, caso o procedimento adotado por esta operadora não esteja de acordo com o pretendido por V. Exa., solicitamos, mui respeitosainente, que nos seja encaminhado um novo ofício indicando as providências a serem adotadas. Nessa esteira, informamos que os sistemas de interceptação telefônica não permitem o monitoramento automático de todos os IMEI"s eventualmente substituídos pelo usuário, tampouco das trocas de números das linhas interceptadas. Assim, a ocorrência de tais eventos devem ser identificados e formalmente informados a esta operadora pela autoridade responsável pelas investigações, uma vez que a interceptação telefônica consiste na programação do desvio do áudio do número da linha e/ou do fl'IEI previamente identificados na ordem judicial e/ou no momento da implementação da medida. O acompanhamento diário dos contatos, históricos de chamadas e localização de ERE' (s) de linhas habilitadas nas demais tecnologias "CDMA" e "TDMA", bem assim linhas "GSM" não interceptadas é disponibilizado através do nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11) 5105-6945, durante o período das interceptações. Nos termos da determinação contida no ofício de V.Exa. foi concedida "senha" para acesso "on une", em nossos plantões 24 horas, a Dados Cadastrais de quaisquer linhas de interesse na investigação, bem como a Histórico de Chamadas e Localização de ERE's apenas em relação às linhas interceptadas ao policial Paulo Cesar Rabelo, subscritor do ofício n. 077/2011, expedido pelo Núcleo de

CONFIDENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Prooriedade da VIVO Faq 1 / 2

Av. Brigadeiro Luis António, 1373 ir Andar - Lado e - Bela viera 01317-001 San Paulo Telefone, 111) 5105-6946 Fax: 111) 5105-6947

r

SEGREDO DE JUSTIÇA 'Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo identificado e contém Informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondênciada lei.' postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário, riotirica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas Inteligência Policial da Polícia Federal, que encaminhou o ofício de V. Exa. a esta Operadora. A senha vigora no período da interceptação.' E, para consulta "on line" de dados cadastrais, concedemos à autoridade autorizada por V.Exa. no ofício em epígrafe, acesso ao "Portal Jud" da VIVO, nova forma de atendimento às consultas de dados cadastrais da base cadastral desta empresa, acessível via "web", 24h/dia, todos os dias, ininterruptamente, com o fito de eliminar os processos e riscos do atendimento manual ou humano, outorgando maior sigilo às investigações, agilidade e prontidão nas respostas, durante o período autorizado por V.Exa. Ainda, informamos a V.Exa., que as interceptações das linhas celulares indicadas foram devidamente vinculadas ao login fsho, para acesso ao sistema vigia. Na seqüência, no que concerne a informação para o fornecimento de "senha" "chamados e chamadores do alvo" (grifos nossos), respeitosamente temos a esclarecer que não realizamos o acompanhamento dos procedimentos investigatórios, mas, tão somente, procedemos à execução das programações técnicas (desvio de áudio), não nos sendo possível apontar quais linhas são citadas e/ou envolvidas na investigação, pelo que, a concessão de "senha" supracitada se deu para acesso a informações de quaisquer linhas de interesse à investigação as quais nos sejam indicadas pelas autoridades responsáveis no decorrer da medida. Não obstante isso, se assim esse MM. Juízo entender necessário, ao final do período da interceptação em curso poderemos encaminhar relatório estatístico contendo os números consultados pelas autoridades detentoras das senhas. Relativamente à determinação de V.Exa. sobre "Portabilidade" ou "Portabilidade de Código de Acesso", cumpre-nos salientar que esta operadora atende estritamente aos termos estabelecidos no Regulamento Geral de Portabilidade, anexo da Resolução n. 460, de 19.03.2007, norma expedida pelo órgão regulador das telecomunicações, a Agência Nacional de Telecomunicações - MATEL. Posto isto, para instrução dos pedidos de quebra de sigilo telefônico com o advento da "Portabilidade", considerando a qualidade da ABR Telecom de entidade administradora para fins de portabilidade, salientamos que as autoridades poderão acompanhar a migração dos códigos de acesso de usuários no site da ABR Telecom, a saber, (http://consultanumero.abr.net.br:8080/consultanumero/) . A partir de tal identificação, a autoridade responsável poderá, caso entenda necessário às investigações em curso, requisitar ao juízo competente o envio de ordem judicial endereçada à nova prestadora de serviço de telecomunicação, da mesma forma como atualmente são requisitadas as ordens de quebra de sigilo. Por fim, informamos que cópia da presente foi encaminhada para o email montecarlo@dpf.gov.br .- a fim de darmos ciência de seu conteúdo às autoridades policiais responsáveis. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição, para os esclarecimentos que se façam necessários, renovando nossos protestos de elevada estima e distinta consideração. Atenciosamente,

130

DIVISÃO DE SERVIÇ VICE PRESIDÊNCIA

As

informações contidas neste documento são e para uso confidencial dos destinatários e Propriedade da VIVO
.Pag 2

CONFIDENCIAL

/

Av. Brigadeiro Luis Ant8nio, 1373 £5' Andar - fado B - Bela Vista 01317-001 São Paulo - Se Telefone: liii 5105-6946 1111 5105-6947 Fax:

2

--

:

,

131

Santo André, 11 de Maio 2011. Exmo(a) Sr(a).' Dr(a). PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA Juiz(a) Federal ir VARA FEDERAL DE GO1ANIAIGO GOIANIA/GO C.T. rio 037041/20IIASP/GRAOP Rei'.: Oficio: 111/2011 Oficio extrajud: 214/2010-NUCADIP Processo: 13279-78.2011.4.01.3500 Controle: 12023-03.2011.4.01.3500 Estreta Bohadana Rodriç13S
c iitt da 1í '.
II

ri

Exmo(a) Sr(a). Dr(a).: Em atençàõ à referência em epígrafe, informamos que em cumprimento ao disposto no art. 12 0 da Resolução 59 do CNJ, de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V: Ef, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cautelar de quebra de sigilo foi programada por esta operadora, identificada no carimbo com o campo de EXECUÇÃO.
-

Ressaltamos que em casos de prorrogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvb disposição contrária na determinação. Eventuais irregularidades que impossibilitem a operacionalização, tais como; ausência de canal de desvio, ilegibilidad&parcial, evento de portabilidade e outras serãb comunicâdasem oficio ãpartado 4FJM=preocupadacomromeiozambienteea=sustentabilidade de uma cópia, de manejo do oficio executado. Desta forma, eventuais rasuras ou inscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesmas foratii inseridas de maneira à facilitar o processo. • Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição para -eventuais esclarecimentos. - - -- . RESP!.ENTE, - TIM CELULAR S/A-

- TIM CELULAR S/A. Caixa Postal 91 -CEP 09015-970 - Santo André - SP. 'fel: (11)2113-6633 - Fax: (1Ifl113-6634 graop@tiinbrasil.com.br

1
ré, 1Lo

132

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA Goiânia/GO, 06 de maio de 2011. QfTcIó n° 111)2011-SIGILOSO QUEBRA dE SIGILO M 13279-70.20114.01.3500 (N° ANTERIOR 1202303.2011,4.01J3500), distribuída em 3110312011 INQUÉRITO j'CLICIAL N O 08912011 - SR/DPF/DF REQTE: DEF4AETAMENTO DE POLICIA FEDERAL

I'1

o,

t4

o
Lx,

o (c
O 1

SEGREDO DE JUSTIÇA

Resporisâvel.
___ o)

ID OFÍCIO;J± DATA EXEC:. INSERÇÃO OFICIO: EXECUÇÃO INT:._JL1 VE R\FICÀ Ç ÂO !NT:_mL)

1

-

1 DE SiGILO 1 urgência, qi do(s) acess dados (textc efetiva irnplc indicado pe matricula n° (61) 2024-7( F as infoa terceiros não o história acima, a pec que mMnttver b) a IocaIiia última cham

¼ fim de instruir os autos em epígrafe, em que foi determinada QUEBRA iS COMUNICAÇÕES TLEFÕNICAS, requisito e Vossa Senhoria, com seja implementada a prorrogação da)nterceptaçâo e do-mvnitoramento telefónico(s) n°(s) (62) 8220.4054/e (61) 81 02-54444icl uind o voz é sons e imagens), pelo prazo de 15 (quinze) dias, a contar de sua htaçâo, que deverá ser direcionada para o acesso- telefónico a ser a) Delegado(a) de Polícia Federal, Pr.' MATHEUS RODRIGUES, 1.532,CPF rf 1*631,038-22, é-rnali: montecadodpf.govbr, télefone: quisito Que sejam fornecida autoridade policial, quando solicitadas, Sabaixo espeCificdas4ndusive por meio de senha pMsoai-tj' ficando essa Prestadora proibida de fornecer qualquer inforniao a uutorizados por este Juízo: das chamadas efetuadas e recebidas pelo(s) acesso(s) telefÓnico(s) o do(s) respãnsâvelQs) pelas investigações, bem corno doí terminais rn contato com os números monitorados; oda Estação Rádio Base - ERØ (com en4ereço compietõ) utilizada na ria constante nos tegistros dessa Prestadora de telecomunicações

GERÉNCIApE RELACIONAMENTO E APOIO AOS ÓRGÃOS PÚBLICOS DAEMPRESAT1MSIA Rua Alóxanare de Gusmão, n!29 Bloco C, Vila Homero Thon SANTO ANRÉ/SP CEP: 09.111-310
Rua 19 ,t244, 8 jndr.cno. GcnlatO-Cep 74 o9o-TSfan (s2)3flO-1ol1ojo- Fec (O2)azze-1701.

'ti

-

-e

-

PODER JUE$1GIARI6 JUSTIÇA FEDERAL EM GOIÁS DÉCIMA PRIMEIRA VARA

L.0 13.3
(Contifluaçâo do Ot!ciõ n° 11 1/2011)

envolvendo oacesso(s) telefônico(s) acima; .. g)dlsPonbiiiar o acesso aos dados cadastrais do(s) assinante(s) alvo(s) da investigação e de demais terminais ou usuários que possuam vinculo com -a Invesugação; d) a identifiàação do(s) código(a) serial(is) do(s) euipamentc(s)--(IMEl ou ESN)'rnonitorado(s, autorizado(s), também a interceptação de outros acessos , ativados nos equipamento dos alvos monitorados, .mesmo com a troca de cartão SIM;• à) acesso ao sistema informatizado VJG!A. ou sistema assemelhado que'exista nessa Prestadora de teleccmunícaçães a ser acionado para obtenção, em tempo real, dos dados referntes ao tráfego de ligações dos acessos telefônicos monitorados, inclusive das tigações intérnaciohais, bem como dos terminais que maritiverem'cõntato com os númeÇos monitotados;. . . . f) caso não) seja disponibilizado o acesso on-flne ao histórico de chamadas e mensagéns SIVIS, seja encaminhado relatõrló diário referente a , .tas dados para endereço ele&Õnióo: íontecarla©dpíjov.br. Nos • casos em que quaisquer -acessos telefônicos objetos- desta requisição eM!verem (àu forem). submetidos ao processo de portabilidade, essa Prestadura telecomunicações deverá comunicar imediatamente a este Juízo e ã autoridade rds porisávei em que momento foi (ou será) efetivada e qual a Prestadora.' de teleàmur)icações receptora.

4

in't4

- Requisito qúe essa Prestadora- confirme a este Juizo os números cuja efetivaçãofern deferida e a data em que ' efetivada a interceptaçeo, para 'fins de co?tro.e judicial do pSzó mantendo os regitros-de acesso da autoridade durante .a 1 Resoluflo n° 59/2008, art. 12, CNJ)
4j Semestralmente, essa Pestadora deverá indicar- à Corregedoria

- Nacional -de Justiça, os nomes das pessoas, com a indicação dos respectivos rcglstios - funcionais q jie por força do suas atribuições, têm corheÕimento de medidas de interceptaç69 telefônicas deferidas, bem como dos responsáveis pela operacional` ção, para uns de individualização de eventual responsabilidade, nos termos dosa 8'e 10, última figura, ambas da Lei nó 9.296, de 24107/1996). A implementação da quebra de' sigilo ora requerida deverá ser cumprida -. dentro de 2 1 mras p1 SMP e 24 horas p1 demais serviços, contadas do recebimento. - Caso não se ia tecnicamente possível, essa Prestadora de telecomunicações deverá comunicar de forma circunstanciada a este Juízo e á autoridade responsável, no prazo
- .

•1

-

PODERJU iciÁio JUSTIÇA FDERALEMGOIÁS
flénhlaà nnnlrinA %#AOA LJCVIIVIfl r IVICIflfl Vflflfl ,_. ÇQTIrUaÇaØ CO Oficia n* itiítui 1)

-,

.

134

de 24 horas, as dificuldades encontradas e o prazo previsto em horas, para jriementa o das medas.
1

6. Fica • exprõesametite vedada a interceptação de outros números não discriminadosneste oficio. • 7.Õ oficio resposta deverá indicar o número do procedimento ou do oficio do plantio ]u iciárto, sob p ena de recusa dê seu recebimento -pela Secretaria. S. Esta requisiçã6 não terá validade se contiver qualquer rasura- ou •, acréscimo de números. 9. Fica, ainda, essa Preetadota advertida do disposto no artigo 10 da Lei n9 9.296/96, assim dispõe: . 1 • - A 10. ConsSui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, fie -iMonnática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça sem. • autorização 1udicial ou com objetivos nâà autorizados em lei. Pna: reclusão, de 2(dole) a 4 (quatro) ncioeamente. .
anos,-

e multa.

-.

PAU 1.01 GUSWNIZREIRA LIMA Juiz Federal Substituía da 11 4 Vara

-.

T t;

-

-

-.-.-

1

-

--

-.

3

-t

-I

-1

D

S IG iLo sol

135
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Md- DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL
NIJCLEO DE INTELIOENCIA POLICIAL

Ofício ri0 : 214/2010A Sua Senhoria . Assessor Jurídico da OpeSora TIM Assunto: Autorização de interceptaçãoleleffinica Oficio Judicial n°: 1112011 Data: 06 de maio de 2011. Juiz; Paulo Augusto MoreiraLima Vara: Décima PrimeiraVara Federal de Goiftnla - GO Senhor Assessor,

BrasiliaJDF, 6 d maio de 2011

RECEBI EM ._J

12011

44 • -

c.

Solicito de Vossá Senhoria providências visando ã.exebução do Oficio Judicial supra, que autoriza a concessão/prorrogação da interceptação telefônica do(s) telefone(s) abaixo relacionado(s):

Item
__

Telefone

IMEI/SERIAL

Direcionar

____ 1. 61.8102M44)çj[ 00 5Rj a- 2; 62.8220.40843 j(. 07-1 0 4-1

para DDR/CANAL

7

Situação

61.3199.4116 Prorrogação 61.3799.4114 Prorrogação

E-mail para envio de dados: montecarIoaidvf.gov.br , r USUA1 1Q VJ III PF•CORDF
Toda e qualquer correspondência deverá ser encaminhada ao Delegado Chefe do Núcleo de lnteligênçia Pqlicial - P41?, SAIS Quadra W. lote 23, Setor Policial Sul, ]3rasflia/DF Superintendência de Policia Federal, CEP 70610-902. Atenciosamente,

- -.

-

-Pailo César Rabelo Agente de Polícia Federal Matrícula 13487

SAIS Quadra 7 - Lote 23- Setor PøIicÍ?I Sul Brasília-DF - CEP 70610-901 - Fone: (81) 2024-7543 1 ei 1nu ,

n,en