Inovação de tecnologia Universidade do Minho _ Escola de Arquitectura Ano Lectivo 2008/2009

Parede de Trombe
É corrente ouvirmos falar actualmente de temas como sustentabilidade, gestão do ambiente, eficiência energética dos edifícios, sem no entanto, assumirmos uma atitude activa e responsável no que diz respeito à preservação da energia, através da escolha de materiais e soluções que optimizem os gastos energéticos inerentes ao próprio edifício. Um dos factores mais importantes utilizados para rentabilizar os gastos energéticos dos edifícios consiste nos Sistemas Solares de Captação no qual se insere a Parede de Trombe. Apesar de ser uma solução com um grande potencial, não é utilizada muito frequentemente.

sendo fundamental para o correcto funcionamento da parede de trombe. . na medida em que. como tal. A temperatura e a humidade. A ventilação natural que vai ocorrer no edifico vai depender da densidade de vento que ocorre nesse sitio. Alguns sítios mais abrigados podem não possuir as correntes de vento necessárias para funcionar a parede de trombe. convém que o mesmo seja feito com rigor e detalhadamente para que os resultados sejam aqueles que se pretendem. orientação dos vidros. captações solares no inverno e verão. O Sistema de Captação Solar Activo tem que ver com mecanismos de captação e acumulação da energia solar que transformam esta mesma energia em electricidade por intermédio de conversão fotovoltaica ou por mecanismos eólicos (como por exemplo as ventoinhas nas barragens). enquanto no verão. é necessário uma análise a diversos factores como. podem possuir correntes de vento muito fortes e rápidas não permitindo abrir a janela para a ventilação sendo necessário recorrer a mecanismos. A determinação da latitude do nosso edifício permite-nos saber se é adequado ao nosso edifico executar uma parede de trombe ou não. apenas determinados ângulos de incidência solar interessam para o correcto funcionamento da parede de trombe. como por exemplo. quando a captação solar é pensada e incorporada na própria construção do edifício. É necessário determinar os ângulos de incidência do sol ao longo do ano. Durante os meses de Inverno o edifício deve maximizar os ganhos solares para aumentar a temperatura no interior. plantação de árvores de folha caduca perto de envidraçados. os ângulos maiores devem ser controlados para prevenir a captação solar excessiva. Os sistemas passivos procuram conseguir um equilíbrio entre estes factores para isso é necessário analisar as temperaturas exteriores para se poder determinar quais vão ser as exigências da parede de trombe. como tal. no local onde se pretende executar a parede de trombe. a forma do edifício e detalhes de execução. ventilação natural.  Factores a ter em conta Antes mesmo da execução do projecto do edifício. a partir de determinadas latitudes os ângulos de incidência solar deixam de ser compatíveis com o correcto funcionamento da parede de trombe. sombreamentos dos mesmos quando necessário. são factores chave quando se fala de qualidade do ambiente interior.Inovação de tecnologia Universidade do Minho _ Escola de Arquitectura Ano Lectivo 2008/2009 Os Sistemas de Captação Solar repartem-se por duas vertentes. A pormenorização é fundamental pois o detalhe da Parede de Trombe não é um dos mais comuns. O desenho do edifício onde se vai colocar a parede de trombe tem que ver com a determinação das captações solares durante o inverno e verão. outros por sua vez . latitude e consequente orientação solar. paredes acumuladoras de calor ou paredes de trombe denomina-se Sistemas Solares Passivos.

Inovação de tecnologia Universidade do Minho _ Escola de Arquitectura Ano Lectivo 2008/2009  Constituição e Funcionamento A Parede de Trombe é constituída por um vidro exterior orientado a Sul.php?id=12 . ou tijolo maciço. uma caixa-de-ar e um muro de grande inércia térmica. A superfície exterior da parede é geralmente pintada de cor escura. Vantagens  Aumento do conforto térmico e redução das necessidades energéticas  Integração simples nos edifícios. funcionando assim a como uma “Parede de Armazenamento”. ou mesmo tanque de água). A função do conjunto é a captação e acumulação da energia captada pela irradiação solar1. No caso de não se utilizar o sistema de ventilação natural.org/projecto2. a “energia” incidente irá ser acumulada na parede durante o dia. como por exemplo palas de protecção sobre o vidro.  Materiais relativamente baratos. atingindo-se temperaturas muito elevadas no espaço entre o vidro e a parede de armazenamento. de forma a desactivá-los no período de Verão e assim permitirem controlar as temperaturas interiores. O Funcionamento do sistema assemelha-se a uma estufa. Esta “energia” incidente pode ser transferida de imediato para o interior do espaço por intermédio da ventilação natural através de orifícios existentes na parede(como podemos ver na figura). para aumentar a captação da radiação solar incidente. e por condução será transferida para o interior do espaço a aquecer no período nocturno. (normalmente em betão. onde o espaço é aquecido por uma corrente de confecção natural entre o espaço interior e o espaço “estufa”. Os sistemas de ganho indirecto (Paredes de Trombe e Paredes de Armazenamento) deverão incluir dispositivos móveis de sombreamento. pedra.ecocasa.  Não necessita de grandes manutenções Desvantagens  1 As paredes de trombe estão sujeitas a pontes térmicas e consequente perdas de calor em dias de pouca ou nenhuma radiação http://www. evitando-se assim condições de sobreaquecimento.

Aliando a estéctica com a funcionalidade a parede de trombe pode nos dias de hoje assumir um papel de relevo no que diz respeito a uma medida de contribuição para a eficiência energética. O edifício adopta a pedra e a estrutura metálica como principais matérias.Inovação de tecnologia Universidade do Minho _ Escola de Arquitectura Ano Lectivo 2008/2009 Mortensrud church . No piso térreo uma nave central e duas laterais demarcadas pelos pilares. . ladeadas de um lado pelo envidraçado por outro pela textura das lascas de pedra como podemos ver nos cortes. a qualidade espacial da obra e a inclusão de sistemas de captação de calor como a Parede de Trombe. Oslo Arquitectos: JSA Destacando-se por ser uma obra de poucos recursos. destaca-se a integração dos materiais locais. utiliza uma malha regular de pilares metálicos que ditam a composição interior. Vemos aqui o potencial que pode adquirir a parede de trombe quando adoptada desde o inicio. no acto de projectar como um elemento do projecto. no piso superior duas galerias.

Sérgio Miguel da Silva Conde#A42957 . o jogo possível com os elementos da parede de trombe como o afastamento entre a parede acumuladora e o vão envidraçado criando um corredor de circulação . os jogos de luz que se pode criar. vemos uma utilização moderna da parede de trombe.Inovação de tecnologia Universidade do Minho _ Escola de Arquitectura Ano Lectivo 2008/2009 Neste caso.