RESERVADO

tU
-

4.5) Relato: IY Casa - Será, inaugurada uma casa de bingo ao lado do Ponto Frio; .o "Júnior". - -

Terreno ao lado do Ponto Frio

Edrfïcio ao lado do Ponto Frio

- De acordo, com informações recebidas por este Núcleo de Inteligência, o Bingo teria sido inaugurado na data de21/1O/2010.

Éorelatório.

-

r

t

-

RESERVADO

M.
tflToÁ_í
tQt )pJ,

ci jnnicçt
JJA

04

Qf ÀcÕt1tOt

'

nn wn

oeÁ,rnjjt1T alt tua
° . 00

trtwtb
y3í&o

ff:

(ft)
ato3

a&toPn
Á

-n4ntj jnet peo&Ci?ta rryvfj cLcLt

C+n -''

..fl

oL&nvtc
l v-

ntcÀt G*Pt

.1

RESERVADO'

MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE PÓLÍCIA FEDERAL NO DISTRITO FEDERAL - DRE- DELEGACIA DE REPRESSÃO A ENTORPECENTE NÚCLEO DE ANÁLISE

o

Do: APFBrasjl AO: DRCOR/DPF/SR/DF DATA: 05/11/2010 INDICIOS DE FACILITA Senhor Chefe, DE JOGO DE AZAR. EM

Informo que em decorrência de investigações em curso nesta delegacia identificou-se néociação envolvendo duas pessoas, aparentemente, sendo um deles possível Põlicial Militar de Goiás, indivíduo este que teria respaldo para acobertar ações ilícitas na região. Tais negociações, por parte do Policial Militar e do outro indivídud, consistiriam em auxiliar a exploração de máquinas caça-níqueis, -dando seguránça e auxflio em geral, recebendo, assim, - possível propina rotineira. - Descobriuse, ainda, que o númro do rádio NEXTEL utilizado pelo Policial Militár seria o 55*8*329. Sem
Torres APF - Mat. n° 15.160
II

ATENÇÃO: INFORMAÇÕES PARA USO ESTRITAMENTE POLICIAL Confidencial; Página'1 511112010

1/3
do estado de goiás

de justiça

tribunal

PODER JUDICIÁRIO
Comarca de Valparaíso de Goiás 11 Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

Protocolo número: 201004085537 Classe: Representação para Quebra de Sigilo Requerente: Delegado da Polícia Federal

Decisão:

Trata-se de pedido de interceptação telefônica, feito por delegados da polícia federal. Ouvido, o Ministério Público manifestou-se pelo deferimento da medida, requerendo ainda fosse acrescido um número de telefone ao pleito inicial. É o relatório do que interessa. Decido. A possibilidade de interceptação de ligações telefônicas tem base constitucional, na medida que o art. 50, XII da Constituição Federal excetua do sigilo das comunicações a interceptação feita mediante ordem da autoridade judicial competente, para investigação criminal ou instrução processual. Posteriormente a lei federal número 9.296196 estabeleceu os requisitos para que a interceptação fosse concedida, sobre os quais passo a decidir quanto sua presença ou não no caso em análise. O juízo é o competente, na medida que foram seguidas as regras previstas no Código de Processo Penal para este fim, em especial que há indícios de que há vários endereços da cidade de Valparaíso de Goiás dentre os possíveis locais de realização de jogos de azar. Ademais, em mais de uma oportunidade já se ouviu dizer que tal cidade seria a Las Vegas do entorno, em referência à capital do jogo nos Estados Unidos. Pela leitura dos pleitos, não resta dúvida da existência de indícios de autoria de crimes por parte indicadas, crimes estes punidos com pena de reclusão - formação de quadrilha, porte de arma de fogo, etc. Além disso, pela organização que aparenta existir entre os envolvidos, a prova da existência dos delitos não poderá ser feita de outra forma senão a pleiteada. Sendo assim, tenho que estão presentes os requisitos para a concessão da interceptação dos telefones e IMEI'S indicados. determino: Razão pela qual DEFIRO o requerid lspelos Delegados e

fl
-

tribunal
do estado de goiás

PODER JUDICIÁRIO

de justiça

Comarca de Valparaíso de Goiás l a Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

1 - o monitoramento, interceptação, desvio das comunicações telefônicas (inclusive mensagens de voz, texto e imagens) das linhas e/ou rádio das seguintes linhas e operadoras: VIVO: 61-9695-3850. NEXTEL: 55*8*329. CLARO: 61-9327-0256. TIM: 61-8131-7262, pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que as respectivas empresas de telefonia providenciem todos os meios necessários e eficientes para implementação das medidas; 2 - deverão as operadoras ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERBS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vínculo com os fatos investigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativos às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, IMEI ou da nova linha, fornecendo os novos dados à Polícia Federal. Ressalto, por fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto sigilo, sendo que o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes, enquanto durar a investigação. No mais, aguarde-se novas informações e o atendimento pelos requerentes ao determinado pelos parágrafos do art. 6 0 , da lei número 9.296/96. Cumpra-se. Valparaíso, 16 de novembro de 2010

José"Yt udeW&Pyllva Juiz de 7?eito

215

tribunal
cio estado de goiás

de justiça

PODER JUDICIÁRIO Comarca de Valparaiso de Goiás 11 Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

OF.N°

Valparaíso, 16 de novembro de 2010

Ao limo. Sr Diretor da Empresa de Telefonia TIM Nesta Referência aos autos de protocolo número: 201004085537, o qual deverá ser informado na resposta ao ofício.

Senhor Diretor,

Através do presente, dou conhecimento a Vossa Senhoria do conteúdo da decisão proferida por este Juízo, e determino o cumprimento da

mesma, no sentido de providenciar a interceptação telefônica dos seguintes números de telefones e IMEIS: TIM: 61-8131-7262, esclarecendo, desde já, que
caso os mesmos não sejam no momento ligados a esta operadora, a ordem deverá ser cumprida no caso do deferimento de eventual portabilidade durante o prazo aqui determinado. Todos pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que a respectiva empresa de telefonia providencie todos os meios necessários e eficientes para implementação das medidas. Deverão a operadora ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERBS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vínculo com os fatos investigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativos às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, IMEI ou da nova linha, fornecendo os novos dados à Polícia Federal. Ressalto, por fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto sigilo, sendo que o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes, enquanto durar a investigação.

Atenciosamente,

Juiz de Direito

1LM 1M^

tribunal
do estado de goiás

de justiça

PODER JUDICIÁRIO Comarca de Valparaiso de Goiás 11 Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

OF. N°

Vaiparaíso, 16 de novembro de 2010

Ao limo. Sr. Diretor da Empresa de Telefonia CLARO Nesta Referência aos autos de protocolo número: 201004085537, o qual deverá ser informado na resposta ao oficio.

Senhor Diretor,

Através do presente, dou conhecimento a Vossa Senhoria do conteúdo da decisão proferida por este Juízo, e determino o cumprimento da

mesma, no sentido de providenciar a interceptação telefônica dos seguintes números de telefones e IMEIS: CLARO: 61-9327-0256, esclarecendo, desde já,
que caso os mesmos não sejam no momento ligados a esta operadora, a ordem deverá ser cumprida no caso do deferimento de eventual portabilidade durante o prazo aqui determinado. Todos pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que a respectiva empresa de telefonia providencie todos os meios necessários e eficientes para implementação das medidas. Deverão a operadora ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERBS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vínculo com os fatos investigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativos às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, IME1 ou da nova linha, fornecendo os novos dados à Polícia Federal. Ressalto, por fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto sigilo, sendo que o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes, enquanto durar a investigação.

Atenciosamente,

José juiz ae Liureito

Ir?

tribunal de justiça
OF.N°

PODER JUDICIÁRIO Comarca de Valparaiso de Goiás 1a Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

do estado de goiás

\*k

Vaiparaíso, 16 de novembro de 2010

Ao limo. Sr. Diretor da Empresa de Telefonia VIVO Nesta Referência aos autos de protocolo número: 201004085537, o qual deverá ser informado na resposta ao ofício.

Senhor Diretor,

Através do presente, dou conhecimento a Vossa Senhoria do conteúdo da decisão proferida por este Juízo, e determino o cumprimento da números de telefones e IMEIS: VIVO: 61-9695-3850, esclarecendo, desde já, que caso os mesmos não sejam no momento ligados a esta operadora, a ordem deverá ser cumprida no caso do deferimento de eventual portabilidade durante o prazo aqui determinado. Todos pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que a respectiva empresa de telefonia providencie todos os meios necessários e eficientes para implementação das medidas. Deverão a operadora ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERBS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vinculo com os fatos investigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativos às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, 1MEI ou da nova linha, fornecendo os novos dados à Polícia Federal. Ressalto, por fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto sigilo, sendo que o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes, enquanto durar a investigação.

mesma, no sentido de providenciar a interceptação telefônica dos seguintes

Atenciosamente,

José

1

tribunal
do estado de goiás

de justiça

PODER JUDICIÁRIO Comarca de Valparaíso de Goiás P Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

OFN°

fl2

Valparaíso, 16 de novembro de 2010

Ao limo. Sr. Diretor da Empresa de Telefonia NEXTEL Nesta Referência aos autos de protocolo número: 201004085537, o qual deverá ser informado na resposta ao oficio.

Senhor Diretor,

Através do presente, dou conhecimento a Vossa Senhoria do conteúdo da decisão proferida por este Juízo, e determino o cumprimento da

mesma, no sentido de providenciar a interceptação telefônica dos seguintes números de telefones e IMEIS: NEXTEL: 55*8*329, esclarecendo, desde já, que
caso os mesmos não sejam no momento ligados a esta operadora, a ordem deverá ser cumprida no caso do deferimento de eventual portabilidade durante o prazo aqui determinado. Todos pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que a respectiva empresa de telefonia providencie todos os meios necessários e eficientes para implementação das medidas. Deverão a operadora ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERAS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vínculo com os fatos investigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativos às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, IMEI ou da nova linha, fornecendo os novos dados à Polícia Federal. Ressalto, por fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto sigilo, sendo que o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes, enquanto durar a investigação.

Atenciosamente,

JustodeMelo Juiz de Direito

SEGREDO DE JUSTIÇA
Esta correspondência se destina exclusivamente ao destinatário abaixo Identificado e contém Informações protegidas pelo sigilo judicial e da correspondência postal. Se o leitor desta mensagem não é seu destinatário notifica-se, desde já, que sua reprodução, distribuição e divulgação estão proibidas e sujeitas às penas da lei.'

Brasília, 18 de novembro de 2010 CT — 142412010

j j9

5

og ) t

Exmo. Sr. Dr. José Augusto de Meio Silva *(. Juiz de Direito da V Vara da Comarca de Valparaiso de Goiás Vaiparaíso de Goiás - Goiás

Ref. Ofício n o 171/2010 Processo n o 201004085537

Meritíssimo Juiz,

VIVO S.A. em atenção ao ofício em epígrafe, (recebido por esta operadora via fac-símile em 16/11/2010) e em cumprimento ao art. 12 - Resolução 59 de 09.08.2008 - CNJ - CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, serve-se da presente para informar a V.Exa., que foi adotada a devida providência quanto à interceptação telefônica da linha abaixo, conforme segue: MEDIDA LINHA Programação (61) 9695-3850 TECNOLOGIA GSM PERÍODO/DATA 16/11/10 à 01112119J

Ademais, nos termos da determinação contida no ofício de V.Exa. foi concedida "senha" para acesso "on une", em nosso plantão 24 horas, a Dados Cadastrais e Localização de ERE's das linhas de interesse a investigação, e ao Histórico de Chamadas somente da linha interceptada ao agente de Polícia Federal Sr. Paulo Walraven, pelo período de 16/11/2010 a 01112/2010. Não obstante, informamos que concedemos senha de acesso nos moldes acima expostos, ao Sr. Paulo Walraven, por força do ofício n° 38312010 NUCADIP/NIP/SR/DPF/DF, expedido pelo Núcleo de Inteligência Policial/DF, datado de 16/11/2010, caso o procedimento adotado por essa operadora não seja do entendimento de V.Exa., rogamos mui respeitosamente nos seja enviado novo oficio RATIFICANDO (ou não) o acesso concedido a mesma. Não obstante as informações prestadas acima, haja vista as determinações do CNJ, rogamos respeitosamente, que nas próximas ordens judiciais seja inserido o nome udiciais. bem assim o O acompanhamento diário dos contatos, históricos de chamadas e localização de ERE's de linhas habilitadas nas demais tecnologias'CDMA e TDMA, bem assim linhas GSM não interceptadas é disponibilizado através do nosso plantão telefônico 24hs/dia, no telefone (11) 5105-6945, durante o período das interceptações. Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição, para os esclarecimentos que se façam necessários, renovando nossos protestos de elevada estima e distinta consideração.

Respeitosamente, ESPECIAIS RECURSOS

CONFIDENCIAL
As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados Propriedade da VIVO

Divisa. de Seniços Espacieis Vice Presidência de Recureos
scs Qd. 02eSoco c Nezanino csp 70319-900 - urasilia/OF Fone: (015611 3962-7663 3962-7923 Pa,c:

li

,1

Santo André, 18 de Novembro 2010. Exmo(a) Sr(a). Dr(a). JOSE AUGUSTO DE MELO SILVA Juiz(a) de Direito COMARCA DE VALPARAISO DE GOLAS/GO VALPARAISÕ DE GOIAS/GO C.T. no 090873/2010ASP/GRA0P Rèf.: oficio: 169 Oficio extrajud: 381/2010-NUCÀDIP/NI!ISRIDPFJDF Processo: 201004085537

Exmo(a) Sr(a). Da).: Em atenção à referência em epígrafe, informamos que em cumprimento ao disposto no art. 12° da Resolução 59 do CNJ, de 09 de Setembro de 2008, encaminhamos para ciência e verificação de V. Exa, cópia(s) do(s) documento(s) supra mencionado(s), contendo os números interceptados e a data em que a medida cautelar de quebraT de sigilo foi programada por esta operadora, identificada no carimbo com o campo de EXECUÇÃO. Ressaltamos que em, casos de prorrogação de interceptações, a medida será iniciada a partir do término da anterior, salvo disposição contrária na determinação. Eventuais irregularidades que impossibilitem a operacionalização, tais como; ausência de canal d desvio, ilegibilidade parcial, evento de portabilidade e outras serão comunicadas em oficio apartado. - A T1M, preocupada com o meio ambiente e sustentabilidade de seus processos utilizou para envio uma cópia de manejo do oficio executado. Desta forma, eventuais rasuras ou inscrições à mão devem ser desconsideradas, visto que as mesmas foram inseridas de maneira à facilitar o processo. - Sendo o que nos cumpria para o momento, permanecemos à disposição para eventuais! esclarecimentos. - - RESPEITOAMENTE, TIMnLjt&R 5/A

TIMCELULARS/A. Caixa Postal 91 - CEP-09015-970 - Santo Andté - SP. Tel: (11)21 13.6633 - Fax: (11)21 13 L6634 graop®timbrasilcom.br

Ir a
PODER tribunal. ComarcaJUIDiCIÁRIO de Goiás 1 Vara de Va[Paraiso d e justiça
1

do estado de gotas

Gabinetedo Juiz José Augusto de Meio Silva

OF. N°

Valparaisó, 16denoembro de 2010

0

e.,
1 a,

Ao limo. Sr. Diretor da Empresa de Telefonia TIM Nesta Referência aos autos de protocolo número-' 2 01004085537, o. qual deverá ser informado na resposta ao ofício. Senhor Ditetor,

o o
('1 1 1 1

o o
CM

Através do presente, dou conhecimento a Vossa Senhoria do conteúdo da decisão preferida por este Juízo, e determino o cumprimento da mesma, no sentido de providenciar interceptação telefônica dos seguintes números de telefones e IMEIS: TIMf6I-8131.7262 esclarecendo, desde já, que caso os mesmos não sejam no momento ligados a esta operadora, a ordem deverá ser cumprida no caso do deferimento de eventual portabilidade durante o prazo aqui determinado. Todos pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que a respectiva empresa de telefonia providencie todos os meias necessárias e eficientes para imp lementação das medidas. Deverão a operadora ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERBS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vínculo com os fatos in vestigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativôs às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, IMEI ou da nova linha, fornecendo os novos dados á Polícia Federal. sigilo, sendo queRessalto, pr fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto 'o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes , enquanto durar a investigação.
1

o, r-. a, o a, o

Atenciosamente,

OFÍCiG JO. O/QO DAt.
iNSERÇAOOFiCQ:. EXECUÇÃO INT: VERIFICAÇÃO IN_:

Augusto de Meio Juiz de Direito

e-

.1

1 U 1 1..
tJ

3 '.1

Lk

*
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL No DISTRITO FEDERAL NUCLEO DE rNTaIGENcIA POLICIAL

1

Oficio n°: 381/2010 —NUCADIP/NlP/SRJDPF/DF A Sua Senhoria Assessor Jurídico da Operadora TIM Assunto: Autorização de interceptação telefónica Oficio Judicial n°: 16912010 Data 16 de novembro de 2010 Juiz: Jose Augusto de Meio Silva Vara: Comarca di Valparaiso de Goiás 1° Vara Senhor Assessor, Solicito de Vossa Senhoria providências visando à execução do Oficio Judicial supra, que autoriza a concessão/prorrogação da interceptação telefônica do(s) telefone(s) abaixo relacionado(s):
g 1-

Brasília/DF, 16 de novembro de 2010
m

RECEBI EM _/j2010

Item!

Telefone
61.81

IMEI/SERIAL

1 Direcionar

• [ .7262 )f

para a DDR/CANAL

Situação

613799.4101 Concessão

Toda e qualquer correspondência deverá ser encaminhada ao Delegado Chefe do Núcleo de Inteligência Policial - NIP SAIS Quadra 07, lote 23, Setor Policial Sul, Brasilia/DF Superintendência de Policia Federal, CEP 70610-902. ' Atenciosamente,

P4$o Wairaven Agentfrde Polícia Federal Matrícula 11.252

SAIS Quadra 7

- Lt3- Setor

Policial Sul Bras[!ia-DF -GEP

70610-901 -

Fone: (61)

3799-9543

[s.IGIL0s0]

era
Você, sem fronteiras.

Comunicado n 2 . 000001/2010/ASP/GRAOP Prezado(a) Juiz(a) Santo André, Novembro de 2010

Comunicado

Para atender os requisitos legais da Resolução n 2 59, do Conselho Nacional de Justiça e preservação do' sigilo das informações prestadas, desenvolvemos um aplicativo de uso interno (em fase de teste) para registros e controles das solicitaçõesrealizadas pelas Autoridades policiais e seus agentes (autorizados). Essa nova ferramenta compreenderá todos os autorizados judici1mente \ (conhecido 'como Senha Juã.ica1) a requisitar dados cadastrais, localização de antena ohist6rico de chamadas de linhas que entraram em contato com o alvo ou de interesse'da investigação, em determinado período. • Dessa forma, para- garantir a segurança no repasse do&dadoãsolicitados perante a TIM, pedimos a colaboração do Poder Judiciárió é Aütoridades Policiais, para que conste nos ofícios, às' seguintes ,dados dos autorizados' ! - , •'c 1. Nome completo; 2. RO, c pF ou n 9 de matrícula; .• , -3. E-mail para envio das solicitações; (opcional) 4! Individualização da Unidade Policial; S. Telefone de contato'para sanar dúvidas. (opcional) Além de tentar proporcionar maior segurança e atendimento às regulamentações vigentes, o fornecimento dos4idos-do'utorizados e o período deacesso, contribuem para a execução da atividade di#riake atendimento de forma eficaz e célere. Muitas vezes, recebemos documentos- jue nãNrnéionam o nome do autorizado, ou informam somente ' o prenome, ou" C'\ . apelido, dificultando a identificação de quero solicitar e receber dados de Quebia de Sigilo, 'resultando"efii novo .questionainen'to perante o Juiz ou Delegado responsável pela diligência. Agradecemos>htecipadamente a- compreensão e colaboração, bem como, aproveitamos a õportunidad4 para reiterar protestos de eleva estima e distinta consideração. Respeitosamente. 'FIM Celular S/A

1 Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 Santo André - SP Tel: 112113-6633 Fax: 112113-6634 graop@timbrasit.com.br

As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TIM.

CONFIDENCIAL

do estado de goiás

tribunal de justiça

PODER JUDICIÁRIO Comarca de Vaiparaíso de Goiás 1 1 Vara Gabinete do Juiz José Augusto de Meio Silva

OF. N°

Valparaiso, 16 de novembro de 2010

Ao limo. Sr. Diretor da Empresa de Telefonia TIM Nesta Referência aos autos de protocolo número: 201004085537, o qual deverá ser informado na resposta ao ofício.

Senhor Diretor,

Através do presente, dou conhecimento a Vossa Senhoria do conteúdo da decisão proferida por este Juízo, e determino o cumprimento da

mesma, no sentido de providenciar a interceptação telefônica dos seguintes números de telefones e IMEIS: TIM: 61-8131-7262, esclarecendo, desde já, que
caso os mesmos não sejam no momento ligados a esta operadora, a ordem deverá ser cumprida no caso do deferimento de eventual portabilidade durante o prazo aqui determinado. Todos pelo prazo de 15 (quinze) dias, bem como que a respectiva empresa de telefonia providencie todos os meios necessários e eficientes para implementação das medidas. Deverão a operadora ainda disponibilizar os meios necessários para a localização dos telefones monitorados e reversos (ERBS); o acesso a bancos de dados, mediante senha a ser dada aos policiais, para a consulta dos titulares de telefones reversos chamados e chamadores dos alvos, terminais estes que tenham vínculo com os fatos investigados; a disponibilização do serviço de identificação de chamadas, relativos às linhas monitoradas, inclusive com relação às ligações internacionais; no caso de substituição do chip ou inclusão de outra linha no mesmo aparelho então interceptado, a interceptação do investigado a partir do número serial do aparelho, IMEI ou da nova linha, fornecendo os novos dados à Polícia Federal. Ressalto, por fim, que as diligências devem ocorrer no mais absoluto sigilo, sendo que o acesso aos dados deverá se restringir aos requerentes, enquanto durar a investigação.

Atenciosamente,

Augusto de Meio Juiz de Direito

SIGILOSO
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL SUPERINTENDËNCIA REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL
NUCLEO DE INTELIGENCIA POLICIAL

vr

e

Oficio n°: 381/2010 - NUCADIP/NIP/SRJDPF/DF Brasília/D17, 16 de novembro de 2010 A Sua Senhoria Assessor Jurídico da Operadora TIM Assunto: Autorização de interceptação telefônica Oficio Judicial n°: 16912010 Data: 16 de novembro de 2010 Juiz: Jose Augusto de Meio Silva Vara: Comarca de Valparaiso de Goiás 1° Vara Senhor Assessor, Solicito de Vossa Senhoria providências visando à execução do Oficio Judicial supra, que autoriza a concessão/prorrogação da interceptação telefônica do(s) telefone(s) abaixo relacionado(s):

RECEBI EM_

I2010

Item

Telefone

IMEI/SERIAL

Direcionar para a DOR/CANAL
61.3799.4101

Situação
Concessão

1. 61.8131.7262

Toda e qualquer correspondência deverá ser encaminhada ao Delegado Chefe do Núcleo de Inteligência Policial - NIP, SAIS Quadra 07, lote 23, Setor Policial Sul, Brasília/DF Superintendência de Policia Federal, CEP 70610-902.

Atenciosamente,

o Wairaven tde Polícia Federal Matrícula 11252

SAIS Quadra 7-Lote 23- Setor Policial Sul Brasilia-DF - CEP 70610-901 - Fone: (61) 3799-9543

SIGILOSO

-

Voei, sem fronteiras.

Gerência de ReIacioiamento e Apoio aos Órgãos Públicos - GRAOP SEGREDO DE JI.JSTIÇÃ
M

CT n2. 090873/201 OASP/GRAOP Ref.:Ofício 169 Autos 2010.04085537 Excelentíssimo (a) Senhor (a) Doutor (a) Juiz (a) de Direito: José Augustó de Meio Silva l a Vara -Valparaíso/GO -

o

Santo André, 18 de •.noVeibro de 2010. CARTA RESPOSTA. - -
-t
\_)Ã_t - 1

'

7-

•/

A
L.__ATENÇAO

A
ri

O presente documento; incluindo seus anexos,) contém. informações que sãó para conhecimento e de, caráter confidencial do destinatário acima, sendo seu sigilo protegido por lei e seu uso regulado por política interna da empresa TIM. Cumprenos informar que, caso não seja destinatário do mesmo, a leitura, cópia, arquivamento e/ou divulgação por sua parte são indevidas e- terminantemente proibidas.' Caso Você o tenha recebido indevidamente, solicita-se a devolução do mesmo para o remetente.
T

A93

1

1-

CONFIDENCIAL As informações contida neste docuriiento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TIM.

-

-

Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 Santo André - SP Te!: 112113-6633 Fax: 11 2113-W4 graop@timhrasil.combr

Você, sem fronteiras. Gerência de Relacionamento e Apoio aos órgãos Públicos - GRAOP

CT n. 090873/2010A5P/GRAQp Ref.:Ofício 169 Autos 2010:04085537

SEGREDO DE JUSTIÇA

Santo André, 18 de novembro de 2010. Prezado (a) Senhor (a), Aautorizatária TIM, pessoa jurídica de direito pri''adô,prestadora de serviço movei pessoal - SMP vem, respeitosamente, em atenção ao ofício em referência, expor a Vossa Senhoria o quanto segue Preliminarmente, cumpre-nos esclareceçue 'esta operadora vem atuando junto aos órgãos Públicos, no intuito de colaborar e atender as requisições judiciais e extrajudiciais, através de um departamento especializado em Quebra das Comunicações Telefônicas e - Dados Cadastrais, dènominado Gerência de Relacionamento e Apoio aos .Órgãos Públicos - GRAOP, com atuação constante de 24 horas po'r dia. - Em razão < de sua atividâde, à Operadora é constantemente endereçada autorização judicíal para dipohibilizar por e-mail ou fax às Autõridades Policiais e/ou Agentes Policiais, as informações cadastrais, historicos de chamadas e/ou localização de antena de linhas móveis que forem de interesse da investigação, nos formos da Lei n9. 9.26/6 eConstituição Federal. Cumpre-nos esclarecer que o acesso é pessoal, intransferível e de responsabilidade exclusiva e integral do autorizado, sendo importante, identificar o nome da Autoridade Policial e/ou Agente de Polícia que poderão, requerer perante esta operadora as informações amparadas judicialmente. Em atendimento ao artigo 10, inciso 1 e VI da Resolução.-59 do Conselho Nacional de Justiça, informamos que, não identificamos os nomes dos
A93

CONFIDENCIAL As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade TIM. •

Caixa Postal 91 - CD' 09015-970 Santo André - SI' Tel: 112113-6633 Fax: 112113-6634 graop@tinihrasil.com.br

você, sem fronteiras.

. . Gerência de Relacionamento e Apoio aos órgãos Públicos- GRAOP

CT n2. 090873/201 OASP/GRAOP Ref.:Ofício- 169 Autos 2010.04085537

SEGREDO DE JUSTIÇA

autorizados, resultando na impossibilidade do cumprimento integraVà determinação de acesso às informações de -linhas pertencentes a esta operadora. • Dessa forma, tão, logo recebamosos nomes dos àutorizadõs a terem acesso .a estas informações, estaremos prontamente auxiliandoas inetigaçõês .7. em concreto, independente de horário e data.' Sendo o que nos cumpria para o Momento;," permanecemos a omento, inteira disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais que façam necessarios Respeitosani te, TIMCÉL'SIA

-- - -' -

7

-4.

,_L__:••

:'H.

A93

3
Caixa Postal 91 - CEP 09015-970 Santo André — SP Tel: II 2113-6633 Fax: 112113-6634 graop@tinihmsil.coni.br

CONFIDENCIAL As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso confidencial dos destinatários explicitados. Propriedade T1M.

-

/
MINIS ÀÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL
SAIS - QUADRA 07 - LOTE 23 - SETOR POLICIAL SUL BRASÍLIA-DF - CEP. 70349-970

Ofício n. 002/2010-0p. Monte Carfo/SRIDPF/DF Ref.: Processo 2010.04085537 - OPERAÇÃO MONTE CARLO

Exmo. Sr(') Juiz(a) de Direito daV Vata Judiëial da Coniárca de t Valparaíso de Goiás-Gd .
É - + É

'É'
É -

-

É

•JÉ

-

+4iu

É

O DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL, por intermédio de seus Delegados de Polícia Federal que subseeveni esta Øeça, vem, no exercício de suas atribuições legais, perante V. Exa.. com fundamento na Lei 9196. de 2k de julho de 1996 e demais normas penais e processuais abaixo descritas, apresentar REPRESENTAÇÃO de monitoramúto telefônico (art. 30, inc. 1, da Lei 9.296/96) dos seguintes
^iiivestigtrid(>s:',",

1) JOSÉ OLI.MPIO DE QUEIROGA NETO (fis. 02 e ss, do auto circunstanciado anexo) 2) RAIMUNDO WASHINGTON DE SOUSA QUEIROGA (fis. 08 e ss do auto) 3) indivíduo chamado de "MAJOR SILVA" (fis. 18 e
55 do

auto)

4) indivíduo chamado pela alcunha "BAIXINHO" (fis. 18 e ss do auto) 5) indivíduo chamado de MIGUEL (fis. 08 e ss, 13 do auto) 6) ANSELMO BARBOSA CÂMARA (lis. 08 e ss do auto eircunstaneiado)fl

tS

PgÉn3 1