Orient a Coes Voca Is

Orientações para uma boa desenvoltura na Técnica Vocal

Relaxamento e Alongamento Básico
Aqui vão algumas dicas e possível seqüência para um relaxamento e alongamento corporal para o cantor ou orador. Comece com um alongamento vertical. Alongue seus braços acima da cabeça como fosse se pendurar e fique na ponta dos pés. Sinta o alongamento na região lombar, em seguida deixe os braços caírem com o próprio peso. OBS: Cuidado com quem possui problemas de coluna, se possuir evite movimentos que possam lesionar as vértebras. Faça movimentos circulares com os ombros para frente e para trás. Lembrando sempre que os movimentos devem ser lentos para que haja realmente um relaxamento muscular na região trapezoidal. Inspire profundamente erguendo os ombros em direção as orelhas; segure por uns instantes a respiração depois expire deixando-os caírem com seus próprios pesos. Alongue seus braços para trás das costas puxando-os pelas mãos; segure e inspire profundamente para encher a parte alta do seu tórax. Expire e solte os braços. Alongue seu pescoço, inclinando-o para direita e para esquerda em direção aos ombros; para sentir melhor o exercício, ajude apoiando o sua mão sobre a orelha, deixando o peso do braço ajudar. Relaxe seu músculo cervical inclinando sua cabeça para frente, encoste o queixo no peito, apóie as mãos unidas um pouco acima da nuca, fazendo assim um peso suave. Faça movimentos circulares e lentos com a cabeça para ambos os lados, inspire quando a cabeça estiver indo para trás e expire quando estiver indo para frente. Afaste as pernas, deixe-as na altura da cintura, encaixe os quadris, faça movimentos circulares somente com os membros inferiores. Isto fará com que você relaxe a região pélvica e cinta abdominal. Abrace-se e faça movimentos circulares somente com o tronco. Este exercício tem por finalidade relaxar a musculatura intercostal, assim facilitando a respiração costo-diafragmática abdominal. Para relaxar os pés, faça o mesmo; gire-os em movimentos circulares e lentos, assim proporcionará um conforto maior para cantar o mesmo para eventos em que necessite ficar em pé durante muito tempo. Por fim, espreguice como se tivesse acabado de acordar. E bom exercício respiratório!

Na medida em que o ar vai acabando.). Não esqueça de manter as costelas abertas. etc. Fazer isso num movimento contínuo: Inspiração: parte baixa depois lateral. no canto. mais ou menos 4 dedos abaixo do umbigo. que muitas vezes deve ser rápida. Lembre-se que o apoio para expirar o ar abdominal vem bem próximo a região pélvica. Tomando como base o exercício anterior. Muitas vezes a musculatura está muito tensa e impede uma livre circulação de ar. Faça isso algumas vezes e você vai perceber que não há necessidade de fazer esforço para que o ar entre. Ele entrará sozinho. Fique alguns instantes sem ar. inspirar fundo outra vez e soltar um pouquinho. sem interrupção. mas sem forçar sua entrada. Exercício para a ativação e expansão da musculatura diafragmática e intercostal. Na saída do ar com um “sssss” prolongado. Inspirar abrindo as costelas e na expiração soltar o ar firmando o abdômen tentando não fechar as costelas. além de contar a entrada do ar. expiração: parte baixa e lateral. fazemos uma contagem para a inspiração e vamos a cada vez diminuindo o tempo para a inspiração. inspirar mais uma vez. vamos. fazendo movimentos abdominais com pressão alternada. Então. Relaxe a musculatura deixando então o ar entrar.Exercícios Respiração: Expiração Abreviada Inspirar fundo normalmente (nariz) e soltar um pouquinho. Você vai observar que quando aumenta a pressão do abdômen aumenta a pressão do ar. Precisamos dosar a saída do ar conforme o tamanho de uma frase musical e a inspiração também deve estar de acordo com o tempo hábil para fazê-lo entre uma frase e outra. Isso num mesmo sopro. Exercício para percepção da inspiração involuntária: Muitas pessoas fazem muito barulho ou forçam a inspiração numa tentativa de encher mais o pulmão de ar. dependendo da frase musical. aumentar a pressão da musculatura abdominal. precisamos utilizar mais o apoio respiratório para não sobrecarregar as pregas vocais. até sentir o pulmão o mais cheio possível. Ex: soltar o ar em dez tempos depois em quinze. . na saída do ar. (esse exercício pode ser feito contando o tempo da saída do ar para ir aos poucos dominando maior tempo na saída. vamos fazer ora uma pressão no abdômen e ora diminuindo essa pressão. vinte. lateralmente. Exercício para treinar a saída do ar com controle (apoio) Precisamos. dominar o tempo da entrada e da saída do ar. Solte todo o ar murchando a barriga. e soltar de vez pela boca. Inspirar enchendo primeiramente a região abdominal e depois as costelas. Exercício para treinar a pressão da saída do ar: Quando temos uma nota mais aguda de repente. Expirar primeiramente o ar do abdômen e depois na parte lateral das costelas. pois a entrada do ar é algo que acontece naturalmente quando sentimos necessidade de inspirar. Podemos também acrescentar a este exercício o controle do tempo da entrada do ar. ou precisamos fazer um som com uma intensidade mais forte. Esse exercício serve também para exercitarmos a elasticidade da musculatura abdominal para dentro e para fora.

elas nunca ficam totalmente relaxadas. principalmente para indivíduos com tendência a ansiedade e vida muito agitada. nunca rígidas. Exercício para treinar a respiração na parte baixa do abdômen: Muitas pessoas quando tentam fazer a respiração intercostal a fazem de forma muito “alta”. Devem-se evitar tensões demasiadas neste local. Para ajudar a resolver a tensão nas pernas e pés. prontas para o movimento.Exercício para treinar a abertura das costelas: Uma das formas para sentir a abertura lateral das costelas no canto é da seguinte maneira: Vá inspirando lentamente e ao mesmo tempo levantando os braços na lateral até que ele chegue à altura dos ombros. pois haverá uma forte tendência a tremer. OBS: Cuidado para não tencionar os ombros enquanto faz o exercício e também cuidado para não direcionar o ar para a parte alta do pulmão. Inicialmente. Existem diversas técnicas de respiração. . Solte o ar e tente manter as costelas abertas. mas na sua região costal faça o seguinte: sente na ponta de uma cadeira. No entanto. Quando se encontrar sem ar relaxe o abdômen e vai perceber como a respiração se torna plena. Em alguns momentos ou para algumas pessoas. Faça uma vez a expiração com os braços ainda na lateral e depois tente fazê-la soltando os braços. ou movimentação ajuda a relaxar esta região. Não se deve apoiar todo o peso do corpo somente em uma perna. uma leve alternância. os músculos abdominais. Em apresentações mais demoradas. Inspire nesta posição e vai perceber que o ar se direciona para a lateral e para as costas. torna-se difícil fazer a respiração mais baixa. pois não é bom que esteja muito rígida durante a apresentação. Mantenha alguns segundos a inspiração e observe que suas costelas estarão mais abertas na lateral. a melhor maneira de fazê-la “abaixar” é como a ajuda da contração e relaxamento dos músculos glúteos. Acredito que se deve inspirar desde a base do abdômen abrindo em seguida às costelas. Abdômen: não deve estar exageradamente projetado para dentro ou para fora. deixe seu corpo cair todo para frente. para evitar fadiga e tensão. mas mantendo as costelas abertas. ao mesmo tempo. fazer uma contração anal. POSTURA A boa postura para cantar deve ser aprendida e praticada até que se torne um bom hábito. porém não de forma demorada. deverão estar um pouco afastados. Outro exercício para sentir a abertura das costelas. Porém. utilizando pouco. o ideal é variar a sustentação do peso entre os pés. Quadril: deve estar equilibrado. Pernas: como ajudam a fixar e sustentar o corpo. inclusive sua cabeça. Repita o exercício algumas vezes. Não se deve colocar o peso apenas sobre os calcanhares. que quando a respiração “não desce” e mantém muito no tórax. elas devem ficar flexíveis. pois a musculatura desta região é de extrema importância para a respiração controlada. evitando um lado estar mais elevado que o outro. Experimente expirar o ar lentamente e. É sabido por meio da yoga e outras técnicas corporais. pode-se fazer algum alongamento nesta região. ou seja. como é a de um cantor ou orador. Pés: uma boa base dá maior segurança e firmeza.

Em ambas as situações haverá comprometimento da respiração. Braços e mãos: devem estar caídos livremente ao longo do corpo. ou torcendo-as. por melhorar as condições da expansão do tórax. o mais livre de tensão possível. pois isso causa uma tremenda tensão nos braços e no tórax. pois haverá maior sobrecarga nos ombros. deve-se ter o cuidado de manter os ombros e braços relaxados. A RESPIRAÇÃO SUPERFICIAL GERA CARÊNCIA. vê mais os detalhes que o todo. volúvel. sem inclinações exageradas. Deve permanecer de forma equilibrada.Costas: manter a coluna ereta de forma não rígida favorece o bem estar do som. nem para baixo. fica mesquinha. Ombros: devem estar descontraídos. Tórax: deve estar numa posição relaxada. e com isso há mais satisfação. nem para trás. como ficar apertando as mãos à frente ou atrás. melhorando a respiração. Cabeça: deve estar centralizada. E ao segurar o microfone. e cansaço em pouco tempo. produzindo um estado mental instável. confiança e capacidade de expressão. O olhar deve estar na direção das pessoas. de forma natural. Facilita a meditação e o sentimento amoroso. A rigidez local pode complicar a toda a postura. Diminui o ritmo das atividades biológicas e a temperatura corporal tende a baixar. PROFUNDIDADE E DURAÇÃO A RESPIRAÇÃO LENTA ACALMA: Deixa a pessoa pacífica e compreensiva. produz clareza de pensamento. Deve-se sentir todo o tórax agindo em conjunto. Esse tipo de atitude também é bastante deselegante. torna-se mais subjetiva e egocêntrica. já que não supre as necessidades orgânicas de oxigênio. e os quadris devem estar bem apoiados no encosto. e o queixo não deve estar nem muito baixo nem muito alto. prejudicando a coluna. no entanto. Se estiver sentado em uma cadeira com braços. O tronco e a cabeça devem estar alinhados. A angústia tem muito a ver com isso. . ruim de memória e de intuição. Qualquer rigidez nesta região pode comprometer a ação dos músculos do tórax e do pescoço. insegura. com a coluna ereta. muito menos para cima. estabilidade emocional. para facilitar o mecanismo do ar. Os maneirismos devem ser evitados. ou o oposto. ficando com a coluna inclinada para frente. e isso se reflete no estado emocional. A RESPIRAÇÃO RÁPIDA EXCITA. além de interferir na ação dos outros músculos do corpo. não se devem apoiar os próprios braços sobre os da cadeira. sem nenhuma tensão nestas articulações. o principal apoio do corpo é o assento. para evitar tensão no pescoço. HÁ TRÊS ASPECTOS BÁSICOS NA RESPIRAÇÃO: RITMO. A RESPIRAÇÃO PROFUNDA GERA HARMONIA entre todas as funções do corpo. evitando-se qualquer contração muscular exagerada. A pessoa muda de emoções bruscamente e tem reações inesperadas de ataques e defesa. A pessoa fica medrosa. Posição sentada: quando se está sentado. fazer com que o abdome fique projetado para frente. sem. Eles não devem se mover muito para frente.

A RESPIRAÇÃO LONGA DÁ PODER DE CONCENTRAÇÃO.  Não use pastilhas. A memória e a visão do futuro se tornam mais extensas e claras. traz impaciência. principalmente se você for alérgico. principalmente nas regiões do abdômen. spray.  Dê preferência aos alimentos leves e de fácil digestão (verduras. Em casos onde isso não for possível. pois para cada caso existe uma medicação específica. pois pode provocar refluxo gastresofágico que é altamente prejudicial às pregas vocais.  Não durma de estômago cheio.  Evite ficar exposto por muitas horas em ambiente que utiliza ar-condicionado. vive sempre em conflito e se apega mais aos detalhes que ao todo. frutas. Custa a se adaptar aos ambientes.  Beba suco de frutas! (Principalmente de frutas cítricas). isto ajuda a eliminar o muco. tolerância. 8 horas por dia. peito e pescoço. tende á intolerância e ao mau humor. falar ou cantar em lugares muito barulhentos. Higiene Vocal Permitido Evitar  Proibido  Beba bastante água em temperatura natural! (no mínimo 2 litros por dia) para manter o organismo bem hidratado assim também as pregas vocais para que fiquem sempre em boa condição de vibração. ou seja.  Não cante se estiver doente! Quando cantamos envolvemos todo o nosso corpo e gastamos muita energia. frango)  Durma bem! Procure dormir.  Evite usar roupas apertadas. procure beber muita água. pois dificultam a digestão. desenvolve uma visão das coisas e a consciência do aqui-e-agora. portanto não se automedique nunca!  Evite alimentos gordurosos e “pesados” antes das apresentações. então se recupere antes de voltar a cantar. pois isso poderá dificultar a respiração.  Evite ambiente com mofo. cintura.  Evite a competição sonora. A RESPIRAÇÃO CURTA É DISPERSIVA. no mínimo. peixe. calma. traz paciência. poeira ou cheiros muito fortes. cria um ritmo irregular. pois provoca o ressecamento das pregas vocais. anestésicos sem orientação médica. a gente muda muito de idéia.  Evite choques bruscos de temperatura  Evite bebidas geladas .

procure um especialista. pode estar utilizando de maneira errada sua voz.  Se observar rouquidão por mais de duas semanas seguidas. pois. pois. Elaborado por: Wilson Siqueira Orientador Vocal . ao contrário do que pensamos. Lembre-se que cantar e falar tem que ser um ato prazeroso. Evite cochichar. possa ajudar você a manter um treinamento diário para a boa utilização da voz. Bem espero que este pequeno guia. no ato de cochichar submetemos nossas pregas vocais a um grande esforço provocando um desgaste muitas vezes maior do que se conversarmos normalmente. Se você estiver sentindo dores ou tensões na região da garganta e pescoço tome cuidado. no caso um otorrinolaringologista. sem esforços.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful