You are on page 1of 11

E B 2,3 Dr.

Leonardo Coimbra

ÁREA DE PROJECTO
“Ambiente e Qualidade de vida”

Saúde Estragada, Poluição é culpada!

Poluição da Água

Aluno: Pedro Teixeira Professora: Emília Mota

1

3 Principais fontes e suas consequências 3. Carta Europeia da água 6. Poluição da Água 2.Ano lectivo 2010\2011 Índice 1. Conclusão 2 .1 Quais os seus factores 2.Curiosidades 4. Onde está a água 5. Introdução 2.2 Doenças relacionadas 2.

as suas consequências. Neste trabalho pretendo alertar as pessoas sobre os diversos efeitos sobre a poluição da água. quais as suas causas. onde está a água e algumas curiosidades. as doenças por ela causadas. 3 . Acabo o trabalho com a carta europeia da água.Introdução Neste trabalho vou falar sobre a poluição da água.

mas também a adição de substâncias líquidas. lagos e mares da Europa tem sido utilizada como uma forma fácil de nos livrarmos do lixo. que a maior parte dos rios. químicas e biológicas da água. Esta atitude causou danos a muitas plantas e animais em milhares de quilómetros de rios.Poluição da Água Água limpa e fresca é essencial para todas as formas de vida. Infelizmente. desde que começámos a inventar máquinas e a construir grandes fábricas. Poluição das águas é um tipo de poluição causado pelo lançamento de esgotos residenciais ou industriais não tratados em cursos de água (rios. sólidas ou gasosas capazes de tornar as águas impróprias para os diferentes usos a que se destinam. 4 . pondo em risco a saúde humana e poluindo também as águas costeiras. lagos ou mares) ou ainda pela contaminação por fertilizantes agrícolas O conceito de água poluída compreende não só as modificações das propriedades físicas.

bactérias e parasitas (microrganismos patogénicos). Esquistossomose e muitas outras. 5 .Hepatite .Diarreias infecciosas . sedimentar e química.Poliomielite . prejudicando a nossa saúde. rios e lagos têm vindo a ser utilizados como um gigantesco caixote do lixo.Ao aumento da população . que só podem ser vistos ao microscópio. A poluição da água pode ter várias origens. tais como biológica. que parece limpa.E à expansão industrial. Doenças Relacionadas com a Água Poluída . acreditando-se que grandes massas de água tudo diluem e tudo dispersam a uma velocidade suficiente para evitar qualquer poluição. Desinteria. térmica.Cólera .Ao desenvolvimento urbanístico . Eles causam doenças como Hepatite. a água. Cólera.etc. Às vezes. contém vírus.A poluição da água está associada a diversos factores: . Os mares.

Principais Fontes de Poluição e suas Consequências As principais fontes de poluição dos rios.águas superficiais e subterrâneas. lagos. são as águas residuais resultantes da indústria. pesticidas. As águas residuais estão carregadas de sais minerais. ribeiros e toalhas de água . detergentes e micróbios. o despejo de lixo radioactivo das centrais nucleares. substâncias não bio-degradáveis. a lavagem de porões dos cargueiros e petroleiros. fertilizantes. ribeiros e lagos. da agricultura e das actividades domésticas. o funcionamento dos barcos a motor… 6 . os derramamentos tóxicos das indústrias feitos directamente para as praias ou costas. a queima de resíduos no alto mar. Também os oceanos e mares são afectados pela poluição – os acidentes com petroleiros que derramam petróleo para o mar e provocam as “marés negras”. Tornam a água imprópria para abastecimento público e põe em causa a vida dos seres vivos que habitam os rios.

devemos ter em conta que uma parte importante da poluição do mar é consequência da actividade humana na terra. 7 . produzir 1 quilograma de carne exige 100 vezes mais água doce que. vidros.. por exemplo. Curiosidades Sabias que. contaminam as águas subterrâneas e os rios. 1 quilograma de trigo. e através destes chegam ao mar. Uma vez que no mundo existe apenas 0. Vejamos alguns exemplos: • Os resíduos sólidos. trapos e outros materiais. • directamente para os rios. que através da acção da Os produtos e as águas residuais não tratadas que são lançados nas praias. deixados Os pesticidas e adubos utilizados na agricultura.06% de água potável e que em cada duche de 5 minutos diários numa família de quatro pessoas são gastos precisamente os mesmos litros. porque não reduzir o tempo que a tua família passa a tomar duche? • Sem nos apercebermos. • chuva e da erosão do solo. plásticos. • • Uma pessoa bebe em média cerca de 2600 litros de água em três anos.Para além destes aspectos..

Muito importante: Apenas 1% de toda a água do planeta está disponível para uso! 8 .001% na atmosfera. a água potável que é usada desaparece em direcção ao esgoto em quantidades mais elevadas que o necessário: cerca de 10 a 15 litros. . • O aquário central do Oceanário de Lisboa poderia ser enchido na totalidade caso 1000 pessoas adoptassem esta medida durante 9 meses. este número é o equivalente à quantidade de água que 5500 pessoas necessitam para tomar duche todos os dias..98% está armazenada nos glaciares e em lugares quase inacessíveis. Onde está a água? .03% está nos rios e lagos e ainda. . • Curiosamente. • Sempre que se utiliza a casa de banho.4% está nos oceanos e mares.0. .• A contribuição de cada um de nós (pelo menos 1000 pessoas) poderá ser a de. e é salgada. • Para evitar este desperdício pode-se colocar uma garrafa cheia de água ou de areia no depósito do autoclismo e a água poupada chegará aos 800 litros por mês. pelo menos uma vez por mês.589% são águas subterrâneas.1. nomeadamente em cada descarga de autoclismo. . durante um ano.0.0.97. substituirmos uma refeição de carne por um prato vegetariano.. poupando assim mais de 100 000 m3 de água doce.

A água vai sendo menos do que a que seria precisa porque se desperdiça muito. Contaminar e poluir a água pode matar ou causar doenças a pessoas. 2. 6. A água que usamos. volta ao meio natural. Quando a água. Sem água. não deve comprometer as utilizações que dela serão feitas posteriormente. 4. A eficiente gestão da água deve ser objecto de planos definidos pelas autoridades competentes. aumentá-los. 1. rios. de preferência florestal.Carta Europeia da Água O que diz a Carta da Água: O que significa. após ser utilizada. lagos. animais e plantas. se possível. Alterar a qualidade da água é prejudicar a vida do Homem e dos outros seres vivos que dela dependem. Não há vida sem água. controlá-los e. É necessário preservá-los. A manutenção de uma cobertura vegetal apropriada. 7. é essencial para a conservação dos recursos hídricos. «trocado em miúdos»: Sem água não há vida. quando volta à Natureza. 8. em especial. A qualidade da água deve ser mantida em níveis adaptados às utilizações e. Os recursos hídricos não são inesgotáveis. 9 . A água é um bem precioso indispensável a todas as actividades humanas. não deve ir poluída ou contaminada. as plantas não crescem e os animais e as pessoas não sobrevivem. Deve-se garantir que a água tem a qualidade necessária para aquilo para que é usada. Deve-se saber onde há água (nascentes. Quem manda deve ter bons planos para cuidar bem da água. Os recursos hídricos devem ser objecto de um inventário.) e qual é a sua qualidade. Temos de ter atenção a isso e fazer com se poupe e se cuide da que há. É fundamental haver florestas e matas para que se conserve melhor a água. 3. etc. satisfazer as exigências da saúde pública. 5.

A água não tem fronteiras. de formação técnica de especialistas e de informação pública. É preciso haver cientistas e técnicos que estudem as questões da água e que depois informem as pessoas para que procedam bem. 10 . 11. Devemos poupar água e utilizá-la com bom senso. 12.9. A salvaguarda da água implica um esforço muito grande de investigação científica. Devemos dar valor à água pois sem ela não há vida. É um bem comum que impõe uma cooperação internacional. A água é um património comum cujo valor deve ser reconhecido por todos. A água é de todos e todos os países e pessoas devem cuidar da água juntos. Cada um tem o dever de a economizar e de a utilizar com cuidado. As questões da água devem ter a ver com a Natureza e não com as fronteiras dos países e com a política. 10. A gestão dos recursos hídricos deve inserir-se no âmbito da bacia hidrográfica natural e não no das fronteiras administrativas e políticas.

11 .Conclusão …………………………………………………………………………………………….