You are on page 1of 6

Projeto

Professor: Eduardo de Sousa Silva

Objetivos Objetivo Geral Diversificar e direcionar atividades no intervalo. Objetivo específico Desenvolver no aluno habilidades cognitivas como a atenção. melhorando assim o aprendizado nas disciplinas e a convivência com todos que fazem parte do ambiente escolar. para que elas tenham um objetivo específico. disciplina. . fundamental para desenvolver no aluno o poder de raciocínio. concentração. através do deleite dos jogos. As atividades sugeridas proporcionarão o lazer e o desenvolvimento psicológico do alunado. para que assim melhore seu desempenho escolar. inteligência e imaginação. memória. de planejamento e de iniciativa. Justificativa O projeto “brincando no intervalo”. de concentração. raciocínio lógico.Apresentação O projeto propõe fazer uma mudança de forma dinâmica nas brincadeiras realizadas no intervalo dos alunos da Escola Keila Evangelista. será o meio de interagir toda a escola e.

Os jogos se destacam entre os recursos didáticos citados nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). no entanto. que gera interesse e prazer. Vygotsky afirmava que através do brinquedo a criança aprende a agir numa esfera cognitivista. 1986.48-49) Entendemos. conhecer diversas possibilidades de trabalho em sala de aula é fundamental para que o professor construa sua prática. da mente alerta e da confiança em dizer honestamente o que pensa. Os jogos com regras são importantes para o desenvolvimento do pensamento lógico. portanto. é importante que os jogos façam parte da cultura escolar. As palavras de Vygotsky afirmam que a ludicidade desenvolve no aluno técnicas intelectuais e a formação das relações sociais.Fundamentação teórica O ensino está se modernizando a cada dia e por isso faz-se necessário dinamizar e introduzir novos métodos para desenvolver habilidades nos alunos. o brinquedo estimula a curiosidade e a autoconfiança. ''Finalmente. sendo livre para determinar suas próprias ações. Miguel de Guzmán. Segundo ele. não existe um caminho único e melhor para o ensino da Matemática. proporcionando desenvolvimento da linguagem. pois jogando o aluno aprende a conhecer e compreender o mundo social que o rodeia. Segundo os PCN. pois a aplicação sistemática das mesmas encaminha a deduções. Por isso. cabendo ao professor analisar e avaliar a potencialidade educativa dos diferentes jogos e o aspecto curricular que se deseja desenvolver''. do pensamento. 1997. da concentração e da atenção. que a aprendizagem deve acontecer de forma interessante e prazerosa e um recurso que possibilita isso são os jogos. As regras e os procedimentos devem ser apresentados aos jogadores antes da partida e preestabelecer os limites e possibilidades de ação de cada jogador. A responsabilidade de cumprir normas e zelar pelo seu cumprimento encoraja o desenvolvimento da iniciativa. (PCN. São mais adequados para o desenvolvimento de habilidades de pensamento do que para o trabalho com algum conteúdo específico. volume 3. mas sim . um aspecto relevante nos jogos é o desafio genuíno que eles provocam no aluno. expressa muito bem o sentido que essa atividade tem na educação matemática: ''O interesse dos jogos na educação não é apenas divertir.

extrair dessa atividade matérias suficientes para gerar um conhecimento. interessar e fazer com que os estudantes pensem com certa motivação''. .

Etapa 02: Confecção das damas e dominó com a profª de artes e geografia reciclando objetos. Etapa 05: Campeonato de cada jogo. Etapa 03: Aula prática de Dama e dominó com os professores de educação física e matemática. envolvendo os alunos e a comunidade escolar.Procedimentos Etapa 01: Aula expositiva com o professor de matemática e educação física no DATA SHOW sobre as normas dos jogos: Dominó. Dama e Xadrez. Resultados esperados: Espera-se com essa ação pedagógica dinamizar o ensino e desenvolver o raciocínio e a interação entre a comunidade escolar. . e as regras e procedimentos que serão utilizadas nos campeonatos. Público alvo: Alunos do ensino fundamental da Escola Keila Evangelista. Etapa 04: Aula prática de Xadrez com professor de educação física. dividido por etapa.

PIAGET (1975) – A formação do símbolo na criança. Lisboa: Edições Antídoto. (1979) – Pensamento e linguagem. Vygotsky.Referências Parâmetros Curriculares de Nacionais de Matemática. L. S. . Rio de Janeiro: Zahar Editores.