You are on page 1of 2

REGULADOR NÃO-BALANCEADO OU PISTÃO SIMPLES

Você deve ter ouvido durante o curso básico de mergulho autônomo, na aula de
equipamentos, o seu instrutor falar sobre reguladores balanceados e não-balanceados.
Para a maior parte dos mergulhadores estas informações não ficam muito claras, até
devido a grande quantidade de novidades passadas durante o curso.

O regulador é o equipamento que utilizamos para conseguir respirar o ar armazenado em


alta pressão no cilindro. Essa pressão atinge por volta de 207 bar quando o cilindro está
cheio. Para que possamos respirar este ar, é necessário reduzir esta pressão para a
pressão ambiente. Só assim nós somos capazes de respirar normalmente. É aí que entra
o nosso amigo regulador. O 1º estágio reduz pressão do ar que vem do cilindro para uma
pressão intermediária, mais ou menos 10bar. O 2º estágio reduz essa pressão
intermediária para pressão ambiente, que varia de acordo com a profundidade em que nos
encontramos.

Quando falamos de reguladores balanceados nos referimos aqueles que cujo 1º estágio
possui um sistema que compensa a queda da pressão interna do cilindro conforme
consumimos o ar e o aumento da pressão ambiente conforme descemos para
profundidades maiores.

No regulador não-balanceado, também conhecido como regulador de pistão simples, como


o próprio nome sugere, é composto de um pistão simples, uma mola, o'rings e acento de
vedação. Com a inalação, a porção de ar abaixo do pistão vai para o segundo estágio
através da saída de baixa pressão, fazendo com que aja um discreto deslocamento do
pistão, provocando a admissão de nova porção de ar. Fica mais fácil de entender
visualizando a figura.

A saída de alta pressão, marcada com as letras HP (High Pressure), nada mais é do que
uma passagem direta do ar que vem do cilindro. Nesta saída é conectado o manômetro,
que nos permite uma leitura da pressão do ar que ainda nos resta para o mergulho.

Dentre os reguladores de pistão simples existem dois diferentes tipos. Temos reguladores
não balanceados de câmara selada e câmara aberta.

Câmara selada: Suas peças internas não tem contato com a água, oferecendo menor
risco de corrosão, sendo indicados p/ mergulho no gelo com algumas pequenas
adaptações.
Câmara aberta (mostrado na ilustração): Suas peças ficam em contato direto com a
água, exigindo maior cuidado na manutenção pós mergulho, evitando assim a corrosão,
podendo também serem utilizados no mergulho no gelo com algumas adaptações maiores.

Os reguladores de pistão simples são equipamentos robustos, mas mesmo assim


necessitam de uma revisão anual para um bom funcionamento. Embora o sistema seja
simples, é necessário que essa revisão seja feita por um técnico especializado. Qualquer
falha na manutenção deste equipamento pode prejudicar o seu próximo mergulho e até
trazer danos ao próprio equipamento. Uma boa opção para aumentar seus conhecimentos
sobre o funcionamento e cuidados com o seu equipamento de mergulho é fazer um curso
de especialista em equipamentos.

Aproveite bem seus próximos mergulhos!

Por Cesar Torres "Seylá"