You are on page 1of 27

CONVENÇÃO DE CONDOMíNIO

GIASSETTI ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA., sociedade por quotas de responsabilidade limitada, com sede à Avenida Prefeito Luiz Latorre, 4860, Bloco A, Vila das Hortências, em Jundiaí, Estado de São Paulo, inscrita no CGC/MF sob nO 47.506.597/0001-04 e Inscrição Estadual nO 407.077 .944.117, neste ato representada na forma de seu contrato social, por seu diretor Sr. Humberto Giassetti, brasileiro, casado, Engenheiro Eletricista, portador da Cédula de Identidade RG nO 6.116.966, inscrito no CPF/MF sob nO 723.202.228-04, residente e domiciliado nesta cidade, á Rua do Retiro n01592, apto 142, 14° andar, Vila Maria Luiza, em Jundiaí Estado de São Paulo, infra assinado, na qualidade de "Instituidora" do "Conjunto RESIDENCIAL DAS PALMEIRAS", situado à Av. Antonio Frederico Ozanan, área 7 - Vila Hortolândia, no Município e comarca de Jundiaí, Estado de São Paulo.

C A P IT U L O "I"

A)- DO CONDOMíNIO EM GERAL. CLAUSULA PRIMEIRA- O Condomínio: a) É constituído por 60 conjuntos de casas TIPO sobrado, geminados dois a dois, portanto contendo cada conjunto 02(duas) unidades autônomas e assim, totalizando o empreendimento, 120 (cento e vinte) unidades autônomas residenciais, com churrasqueira, 01(uma) vaga para veículo coberta e 01 (uma) vaga descoberta na área de quintal, mais 01(uma) creche, 01(uma) portaria, 02(duas) piscinas, 01 (um) vestiário/serviço, 04(quatro) quiosques e 01 (uma) quadra esportiva; localizado à Av. Antonio Frederico Ozanan, área 7 - Vila Hortolândia. b) De quem da Av. Antonio Frederico Ozanan olha para o condomínio: As unidades autônomas estão numeradas da frente para os fundos e em ordem crescente, iniciando-se pela rua da esquerda e depois da frente para os fundos pela rua da direita, conforme numeração de projeto e croqui em anexos das respectivas numerações. c) As casas têm as seguintes denominações e identificações:
' ?~'-Casa \.) \11''''

J ~

.,.........-:':

J / ~[""""""""" .•••-"'" .. D , "..--" "','"
\,

_~ _ v,.".

.

~

:2
-.J

n0130 n0127 n0126 n0136 n0114 n0108 n0105 n0112 n0110 n0103 n0102 n0132 n0129 n0122 n0131 n0128 n0120 n0119 n0118 n0140 n0138 n0137 n0135 n0134 n0116 n0115 n0113 n0107 n0106 n0111 n0104 Casa n0124 n0121 n0123 n0139 ;
~ .

"

'

nos ~E JUIHiiAí
'BRANDELL! icial
Casa n0141 Casa n0149 Casa n0157

--

~~
~142

C~
~143

C~
~1~ Ca~ ~159 n021O n0207 n0204 n0206 n0205 n0203 n0202 n0224 n0223 n0220 n0214 n0222 n0221 n0219 n0218 n0215 n0213 n0212 n0211 n0229 n0230 n0228 n0227 n0256 n0255 n0253 n0248 n0245 n0240 n0238 n0264 n0262 n0260 n0254 n0252 n0251 n0250 n0246 n0244 n0243 n0242 n0237 n0236 n0235 n0234 n0208 n0216 Casa n0232 n0231 n0226 n0247 n0239 Casa

~~
n0151 Casa n0161

Casa n0144 Casa n0152 Casa n0163

Casa n0145 Casa n0153

Casa n0146 Casa n0154

Casa n0148 Casa n0156

Icasa

d) O acesso às unidades autônomas é realizado através da entrada principal e as ruas de acesso interna direita ou esquerda, para quem da Av. Antonio Frederico Ozanan, olha o empreendimento. e) As áreas privativas, de uso comum, e total de CONSTRUÇÃO, assim como os coeficientes de

critérios estabelecidos pela NBR-12.721 e constam do Quadro" das Planilhas anexas. proporcional idades das frações ideais em percentagem foram rigorosamente calculados conforme B) DAS DIFERENTES PARTES DO CONDOMíNIO

{' .

CLAUSULA SEGUNDA: O condomínio é constituído de partes distintas, a saber: a. uma parte consubstanciada de coisas e áreas de uso e propriedade comum dos condôminos, inalienáveis, indivisíveis, acessórios e indissoluvelmente ligadas às unidades autônomas; b. uma outra parte consubstanciada de coisas de uso privativo, propriedade exclusiva dos condôminos, que são as unidades autônomas (casas residenciais e área de uso e propriedade exclusiva ).

C)PARTES E COISAS DE USO COMUM: CLAUSULA TERCEIRA - Constituem coisas e propriedades comum do aludido empreendimento, além daquelas relacionadas no artigo 30., da Lei n04.591/64, tais como a creche, portaria, quiosques, piscinas, vestiários / serviços e quadra esportiva ; inalienáveis, indivisiveis; acessórios e indissoluvelmente ligadas às unidades autônomas, e ainda as coisas pelas quais, por sua própria '

D)PARTES DE PROPRIEDADE E USO PRIVATIVO

CLAUSULA QUARTA - as 120(cento e vinte) unidades autônomas (casas TIPO residenciais com a churrasqueira e a área descoberta de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal), que constituem o condomínio, com todas as suas instalações internas, encanamentos, tubulações, etc ...., até sua intersecção com as linhas, encanamentos e tubulações troncos.

E) DESCRiÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADES Casas de nOs 102, 103, 104, 105, 106, 107, 108, 109, 110, 111, 112, 113, 118,119,120,121,122,123,124,125,126,127,128,129, 130, 131, 132, 137,138,139,140,141,142,143,144,145,146,147, 148, 149,'150, 151, 156,157,159,201,203,204,205,206,207,208,209,210, 211, 212, 213, 218,219,220,221,222,223,224,225,226,227,228,229, 230, 231,232, 237,238,239,240,241,242,243,244,245,246,247,248, 249, 250, 251, 256, 258, 260 . 114, 115, 116, 117, 133, 134, 135, 136, 152, 153, 154, 155, 214, 215, 216, 217, 233, 234,235, 236, 252,253,254,255,

E1) Cada unidade autônoma residencial "CASA TIPO" contém: no pavimento térreo; 01(uma) sala jantar/estar, 01 (uma) cozinha, 01(uma) área de serviço, 01(um) hall, 01(um) lavabo, 01 (um) W.C., 'escada de acesso ao pavimento superior, 01 (uma) vaga para autos coberta e 01 (uma) vaga para autos descoberta localizada no quintal, na respectiva área de uso e propriedade exclusiva da unidade autônoma; no pavimento superior; 03(três) dormitórios, 02(dois) banheiros, eloset e escada de acesso ao pavimento inferior, com área total útil privativa de 214,0000m2, (dos quais 65,30m2 estão no pavimento térreo, 54,00m2 no pavimento superior, 4,20m2 de churrasqueira e 90,50m2 de área descoberta de uso e propriedade exclusiva destinado a iardim e quintal) e área comum de 7,3933)m2, totalizando uma área real de 221,3933m2, correspondente á fração de 0,8328; equivalente a 277,9814m2 do terreno e coisas de uso comum do condominio, e descrição perimétrica em anexo. Casas de nOs 101, 161,202, 262.

*,

E2) Cada unidade autônoma residencial "CASA TIPO" contém: no pavimento térreo; 01(uma) sala jantar/estar, 01(uma) cozinha, 01(uma) área de serviço, 01(um) hall, 01(um) lavabo, 01(um) W.C., escada de acesso ao pavimento superior, 01 (uma) vaga para autos coberta e 01 (uma) vaga para autos descoberta localizada no quintal, na respectiva área de uso e propriedade exclusiva da unidade autônoma; no pavimento superior; 03(três) dormitórios, 02(dois) banheiros, closet e escada de acesso ao pavimento inferior, com área total útil privativa de 221,4000m2, (dos quais 55,30m2 estão no pavimento térreo, 54,00m2 no pavimento superior, 4,20m2 de churrasqueira e 97,90m2 de área descoberta de uso e propriedade exclusiva destinado a iardim e quintal) e área comum de 7,4402)m2, totalizando uma área real de 228,8402m2, correspondente á fração de 0,8381; equivalente a 279,7483m2 do terreno e coisas de uso comum do condomínio, e descrição perimétrica em anexo.

I

~t i

lHOS

nE JUNDIAI

1 BRANDELLI
~1(\Al Df REG~rstRO -\ cial

Casa de nOs 163, 264. E3) Cada unidade autônoma residencial "CASA TIPO" contém: no pavimento térreo; 01 (uma) sala jantar/estar, 01(uma) cozinha, 01(uma) área de serviço, 01(um) hall, 01(um) lavabo, 01 (um) W.C., escada de acesso ao pavimento superior, 01 (uma) vaga para autos coberta e 01(uma) vaga para autos descoberta localizada no quintal, na respectiva área de uso e propriedade exclusiva da unidade autônoma; no pavimento superior; 03(três) dormitórios, 02(dois) banheiros, closet e escada de acesso ao pavimento inferior, com área total útil privativa de 247,2600m2, (dos Quais 65,30m2 estão no pavimento térreo, 54,00m2 no pavimento superior, 4,20m2 de churrasqueira e 123,76m2 de área ~ I descoberta de uso e propriedade exclusiva destinado a iardim e Quintal) e área comum de 7,6045)m2, totalizando uma área real de 254,8645m2, correspondente á fração de 0,8566; equivalente a 285,9227m2 do terreno e coisas de uso comum do condomínio, e descrição perimétrica em anexo.

F) CONFRONTAÇÃO DAS UNIDADES AUTÔNOMAS. CLÁUSULA SEXTA: As 120 (cento e vinte) unidades autônomas. (casas TIPO residenciais), localizadas em 60(sessenta) conjuntos geminados dois a dois, estão numeradas, de quem da Av. Antonio Frederico Ozanan, olha para o condomínio: As unidades autônomas estão numeradas da frente para os fundos e em ordem crescente, iniciando-se pela rua da esquerda e depois da frente para os fundos pela rua da direita. E para quem sempre que posícionado na rua esquerda de acesso as unidades; olha para as casas, têm as seguintes confrontações:.

E para quem sempre que posicionado na rua esquerda de acesso( circulação interna 1) as unidades; blha para as casas, têm as seguintes confrontações:. a. AS CASAS DE N°s 101, 103; 105,107; 109,111; 113,115; 117,119; 121, 123; 125,127; 129, 131; 133, 135; 137,139; 141,143; 145, 147; 149,151; 153, 155; 157,159; 161 e 163; confrontam pela frente com a rua circulação interna 1, e nos fundos com o conjunto de edifícios "Portal das Palmeiras"; e lateralmente, confrontam: Casa nO101, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade comum destinado a jardins e a creche do condominio, e do lado direito com a unidade autônoma Casa nO103, com a qual é geminada; Casa n° 103, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO101, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 105; unidade autônoma Casa nO103, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 107, com a qual é gemi nada; Casa nO105, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da ~ Casa n° 107, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO105, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO109;

" •

.

Casa nO111, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO109, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO113; Casa nO113, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO111, e do .Iado direito, com a unidade autônoma Casa nO115, com a qual é geminada; Casa nO115, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO113, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO117; Casa nO117, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO115, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO119, com a qual é geminada; Casa n° 119, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 117, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 121; Casa n° 121, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO119, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO123, com a qual é geminada; Casa n° 123, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO121, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO125; Casa nO125, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO123, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO127, com a qual é geminada; Casa n° 127, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO125, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 129; Casa n° 129, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO127, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO131, com a qual é gemi nada; Casa nO131, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 129, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO133; Casa nO133, do lado esquerdo, com ~rea de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO131,edo lado direito, com a unidade autônoma Casa nO135, com a qual é geminada; .

.

l/i
..

(,.

'! / ,I

t
/

/

,~/

.•.••.•. ,..•.•. ,••••••. _

•••••-iI~,.;i.-.••••• ·~ ••"

í(\A'l

~f. \U~iSt~O \
LU

D:O~ D~ JUIH)IAi

BRANDE

~ia I

----

I i
I
.•...

Casa nO135, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO 'i33, com a qual é geminada;' EN(.Ó'br lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO137; Casa nO137, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 135, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO139, com a qual é geminada; Casa nO139, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO137, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO141; Casa nO141, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO139, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO143, com a qual é geminada; Casa n° 143, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 141, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO145; Casa n° 145, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO143, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO147, com a qual é geminada; Casa n° 147, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO145, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 149; Casa nO149, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO147, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO151, com a qual é geminada; Casa n° 151, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO149, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 153; Casa n° 153, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO151, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO155, com a qual é gemi nada; Casa nO155, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 153, com a qual é gemi nada; e do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO157; Casa n° 157, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO155, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO159, com a qual é geminada;

,-

~,
I

I

I

--~'<--'1
~OS DE JU1»DIAi

3RANDELLI ~\AttnREG\')TRO \ ial _ '\

c;;,

~L5.

::r:

Casa n° 159, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa jardim quintal da é geminadátdt lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a nO157,ecom a qual unidade autô~ma Casa nO161; , Casa nO161, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO159, e do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO163, com a qual é geminada; Casa nO163, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO161, com a qual é geminada; e do lado direito, com área de uso e propriedade comum destinado a vestiários! serviços e área de lazer. b. AS CASAS DE N°s 102, 104; 106,108; 110,112; 114,116; 118, 120; 122, 124; 126, 128; 130, 132; 134, 136; 138, 140; 142, 144; 146, 148; 150, 152; 154, e 156; confrontam pela frente com a rua circulação interna 1; nos fundos e lateralmente, confrontam: Casa nO102, do lado direito, com área de uso e propriedade comum destinado a áreas verdes e praça, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO104, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO201 ; Casa nO104, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO102, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO106, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO203; Casa nO 106, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da -unidade autônoma Casa nO104, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO108, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 205; Casa nO 108, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO106, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO110, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO207; Casa nO110, do lado direito, com área de uso e propriedade e'xclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO108, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO112, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 209; Casa nO 112, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO110, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO114, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO211; Casa n° 114, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 112, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 116, com a qual é gemi nada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO213;

~J
~I

iANDElLl ~/;S\~EtJ~~67:jRa I

"~--Gasa-no'116,

do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO114, com a qual é geminada; ,dói esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 118, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO215;

MtJ
r'/ / \/ /

Casa nO118, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 116, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO120, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 217; Casa n° 120, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 118, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO122, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO219; Casa nO122, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO120, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO124, com a qual é gemi nada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO221; Casa nO 124, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO122, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO126, e pelos fundOS, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO223; Casa n° 126, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO124, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO128, com a qual é ~eminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 225; Casa nO128, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO126, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com travessa entre ruas interna, e pelos fundOS, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO227; Casa nO 130, do lado direito, com travessa entre ruas interna, da lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 132, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO229',

D~ R'EGrsTRO

t JUNuiAí:<

!DElLl
----·Casa 'no 138, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO235; Casa nO138, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO136, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO140, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO237; Casa nO140, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 138, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO142, e pelos fundos, com a 'churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO239; Casa n° 142, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO140, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO144, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO241; Casa nO144, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 142, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO146, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO243; Casa nO146, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO144, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO148, com a qual é gemi nada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 245; Casa nO148, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO146, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO150, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO247; Casa nO150, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 148, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO152, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 249; Casa nO 152, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 150, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO154, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 251; Casa nO154, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO152, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO156, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO253; Casa n° 156, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO154, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade comum destinado a áreas verdes e praça, e pelos fundos,

--

com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destl autônoma Casa nO255; E para quem sempre que posicionado na rua direita de acesso (circulação interna 2) as unidades; olha para as casas, têm as seguintes confrontações:. c. AS CASAS DE N°s 201, 203; 205, 207; 209,211; 213, 215; 217, 219; 221,223; 225, 227; 229, 231; 233, 235; 237, 239; 241, 243; 245, 247; 249, 251; 253, e 255 confrontam pela frente com a rua circulação interna 2; nos fundos e lateralmente, confrontam: Casa nO 201, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade comum destinado a áreas verdes e praça, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO203, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO102; Casa n° 203, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO201, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO205, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO104; Casa nO205, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 203, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO207, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO106; Casa n° 207, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO205, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma -Casa n° 209, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 108; Casa nO209, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 207, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 211, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO110; Casa n° 211, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO209, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 213, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO112; Casa nO213, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO211, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO215, com a qual é geminada, e .pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO114; Casa n° 215, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO213, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 217, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO116;

U DE REGtn:aO
)S DE JUItDIAi

I

~ANDELLI

I

./// /

-

~17, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusi~stinada a jardim e qui unidade autônoma Casa nO215, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 219, com a ~~ geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO118; Casa nO219, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO217, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO221, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO120; Casa n° 221, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO219, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO223, com a qual é I geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO122;e área de uso e propriedade exclusiva destinada a Casa nO223, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO221, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO225, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO124; Casa nO225, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO223, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO227, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 126; Casa nO227, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO225, com a qual é geminada; do lado direito, com travessa entre ruas interna, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e • propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO128; Casa nO 229, do lado esquerdo, com travessa entre ruas interna, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO231, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO130; Casa nO231, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO229, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO233, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO132; Casa nO233, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO231, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO235, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO134; Casa nO235, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO233, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO237, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO136; Casa nO237, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO235, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO239, com a qual é

.

~J r- i
&

, .~~
..

,,L DE RWr~TRO
\$ [H HJNf)IÀ~

:'

.1ANDELU
1, -'

geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO138; Casa nO239, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO237, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO241, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO140; Casa n° 241, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO239, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO243, com a qual é gemi nada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a ~ jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO142; Casa nO243, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO241, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO245, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO144; Casa nO245, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO243, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO247, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO146; Casa nO247, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO245, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO249, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO148; Casa nO249, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 247, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO251, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO150; Casa n° 251, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 249, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 253, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO152; Casa nO253, do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO251, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO255, com a qual é geminada, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO154; Casa n° 255, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO253, com a qual é geminada; do lado direito, com área de uso e propriedade comum destinado a áreas verdes e praça, e pelos fundos, com a churrasqueira e área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO156; d. AS CASAS DE N°s 202, 204; 206,208; 210, 212; 214,216; 218, 220; 222,224; 226, 228; 230,232; 234, 236; 238, 240; 242, 244; 246, 248; 250, 252; 254, 256; 258, 260; 262, e 264 confrontam pela frente com a rua circulação interna 2; nos fundos com divisa de terreno (área 6); e lateralmente,

~I

.. ':...• ~".". ~lLI
;''''<'M:\i

....•.." .:~fSHH)

confrontam:

I -~-)
.

Casa nO202, do lado direito, com área de uso e propriedade comum destinado a áreas verdes e jardins, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO204, com a qual é geminada; Casa nO204, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO202, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO206; Casa nO206, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 204, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO208, com a qual é geminada; Casa nO208, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO206, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO210; Casa nO210, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO208, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO212, com a qual é gemi nada; Casa nO212, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO210, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO214; Casa nO214, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO212, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 216, com a qual é ~eminada; Casa nO216, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO214, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO218; Casa nO218, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 216, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO220, com a qual é geminada; Casa nO220, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO218, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO222; Casa nO222, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO220, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO224, com a qual é geminada; Casa nO224, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO222, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 226;

,

\

~--..-----,"",
•..

...•..

-

-~

;',l fiE JUNDIA.\ ") (H RH:,rmr~\

,

I

. r'iOELL. ~' FlS. Casa n°'"226, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusi ..,de~nadi a jardim com a qual unidade autônoma Casa nO224, do lado esquerdo, com a unidade autÔ(l.PffiaCasa n° 228, e qui geminada; Casa n° 228, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 226, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO230; Casa nO230, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO228, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa n° 232, com a qual é ~ geminada; Casa nO232, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO230, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO234; Casa nO234, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 232, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO236, com a qual é geminada; Casa nO236, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 234, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO238; Casa nO238, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO236, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO240, com a qual é geminada; Casa nO240, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO238, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO242; Casa nO242, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO240, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO244, com a qual é geminada; Casa nO244, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO242, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO246; Casa nO246, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO244, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO248, com a qual é geminada; Casa nO248, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO246, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO250; Casa nO250, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO248, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO252, com a qual é gemi nada;

\I

'" / /

\cP.

i

~. ,
l

!

"~.i'(~'>'
'x('i'\'

~i\}'\Jc
",\l\\.~'

;.••• \\~.\"J ~.,..-""",:.\ ,\V.01'· 1\'.It.\:.

.

",
,
';

\Ú,~&
\\~ •. ~-

v

~ ((,

,\, ~;, . f)\ \}, "

'j

'J

\

~,r~'"
'"

.«<0'"

i

....,.......ç< • .-

Casa na 254, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa na 252, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa na 256, com a qual é geminada; Casa na 256, do lado direito, com a unidade autônoma Casa nO254, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO258; Casa na 258, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO256, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO260, com a qual é geminada; Casa na 260, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 258, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade exclusiva destinado a jardim e quintal da unidade autônoma Casa n° 262; Casa nO262, do lado direito, com área de uso e propriedade exclusiva destinada a jardim e quintal da unidade autônoma Casa nO260, do lado esquerdo, com a unidade autônoma Casa nO264, com a qual é gemi nada; Casa na 264, do lado direito, com a unidade autônoma Casa n° 262, com a qual é geminada; do lado esquerdo, com área de uso e propriedade comum destinado a jardim e área de fazer. - DOS SERViÇOS

CLAUSULA SÉTIMA - DOS SERViÇOS PRESTADOS PELO CONDOMíNIO - serão criados pelo condominio, serviços especificos, para exclusiva utilização dos condôminos, locatários, comodatários e dos que com eles residem ou, que a qualquer titulo, venham a utilizar regularmente as casas. Esses serviços prestados a partir da Instalação do Condomínio de utilização das casas serão obrigatoriamente mantidos, em funcionamento permanente, pelo Condomínio.

Parágrafo Primeiro - Os serviços de custeio obrigatório de todos os condôminos serão incluídos nas despesas normais de condomínio, em rateio definido na proporção de sua respectiva fração ideal do terreno e de partes de coisas comuns. Parágrafo Segundo - Os Serviços oferecidos pelo Condominio são os seguintes, a saber: (1) portaria e garagem, que exercerão as seguintes tarefas: controle de todas as entradas e saídas do condomínio,recebimento e distribuição de correspondências, recebimentos e distribuição de volumes. (2) administração, que exercerá as funções de supervisão geral do funcionamento do condominio e a manutenção preventiva das áreas comuns.

~~ ,
..

-

1~ OfiCIAL

OHHGI'S
a,E

UNÜ6S
Oficial

JUND

DO BRANDE\

-

CAPíTULO

11

DOS DIREITOS E DEVERES DOS CONDÔMINOS:

CLAUSULA OITAVA - São direitos dos Condôminos: (a) o direito de dispor ou onerar suas respectivas unidades autônomas, bem como transferir os direitos à sua aquisição e o direito de constituir ônus sobre ela, independentemente de consentimento dos condôminos ou titulares de direito á aquisição de outras unidades, direito esse condicionado á anuência da Instituidora, que figurará como interveniente nos respectivos instrumentos. (b)o direito de proceder a pequenas modificações ou reformas internas, de suas respectivas unidades autônomas, independentemente de consentimento dos demais condôminos ou titulares de direitos á aquisição de outras unidades, sendo obrigatóriamente, respeitadas nessas reformas, a estrutura de alvenaria e laje de concreto armado , as prumadas ou condutores centrais de água, esgoto, águas pluviais, gás, os condutores de fiação de luz, telefone, interfone, antenas e outras que constituem partes comuns do condomínio, (c) o direito de usar e fruir com exclusividade de sua unidade autônoma, condicionados, tais usos e fruições, às conveniências e interesse coletivos; (d) o direito de usar e fruir das partes comuns em comunhão com os demais condôminos, ·condicionados, outrossim, tais usos e fruições às conveniências e interesses coletivos;
(e) Manter em seu poder as chaves das portas de ingresso ao Condomínio;

(f) Examinar, a qualquer tempo, os livros e arquivos da administração do Condomínio e pedir esclarecimentos ao administrador ou síndico; (g) Utilizar os serviços de portaria, desde que não perturbem a sua ordem, nem desviem empregados para serviços internos de sua unidade autônoma; (h) Comparecer às Assembléias e nela discutir, votar e ser votado;
(i) Denunciar ao Síndico qualquer irregularidade observada.

CLÁUSULA NONA - São deveres dos condôminos: (a) guardar decoro e respeitar o uso das coisas e partes comuns, não as usando nem permitindo que as usem, bem como as respectivas unidades autônomas, para fins diversos a que se destinam; (b) Não usar as respectivas unidades autônomas, nem alugá-Ias ou cedê-Ias para atividades ruidosas ou a pessoas de maus costumes, ou para instalações de qualquer objeto capaz de causar danos as casas ou incômodo aos demais condôminos;

-

.~~.-.,
\

IftC\Al I)t RWI'S1RO aXOS DE JUNltl;\i

,

k~~~/--:I

\"0

" c ao re over po os ape es, co Inas ou pa es as uni a es arnonomas, senao com aspira ores ) BRANq~L~l . d t t rt d "d d \. .....// 'l' " 'a f~\al .--«Jetados-~\ dispositivos que impeçamrt" sua dispersão; a " ( d) Não estender roupas, tapetes ou quaisquer outros objetos, nas janelas ou em quaisquer lugares que sejam visíveis do exterior ou de onde estejam expostos ao risco de caírem; (e) Não lançar quaisquer objetos ou liquidos sobre a via pública, área ou pátio interno; (f) Não decorar as paredes, portas e esquadrias externas em cores ou tonalidades diversas, das empregadas no Condomínio, seja sob que pretexto for; (g) Não substituir os toldos externos, se houver, sem obedecer aos mesmos padrões de qualidade, cor e I ton~lidade outros; ~ quaisquer dos originalmente colocados, nem colocar letreiros, placas ou cartazes de publicidade ou • (h) Não colocar, nem deixar que as coloquem, nas partes comuns do Condomínio, quaisquer objetos ou instalacões, sejam de aue natureza (tJNão utilizar os empregados do condomínio para serviços particulares; U)Não manter nas respectivas unidades autônomas substâncias, instalações ou aparelhos que causem perigo à segurança e a solidez do Condomínio ou incômodo aos demais Condôminos; (I) Não sobrecarregar a estrutura e as lajes das Casas com peso superior a 150 (cento e cinqüenta) quilos por metro quadrado;
(rl}) Não fracionar a respectiva unidade autônoma para fim de aliená-Ia a mais de uma pessoa ~eparadamente ;

í ,

(n) Contribuir para as despesas ordinárias e extraordinárias do Condominio, na proporção mencionada na cláusula décima, adiante, efetuando os recolhimentos nas ocasiões oportunas; (o) Contribuir para o custeio de obras determinadas pela Assembléia na forma por essa fixada, e na mesma proporção das demais despesas comuns; (p) Permitir o ingresso, em sua unidade autônoma, do Síndico ou prepostos seus, quando isto se torne indispensável á inspeção ou realização de trabalhos relativos á estrutura geral do Condomínio, sua segurança e solidez, ou indispensável á realização de reparos ou instalações de tubulações das unidades autônomas vizinhas; (q) Não permitir a realização de jogos infantis em quaisquer partes comuns do Condomínio, excetuando - se a área descoberta de recreação infantil; (r) Comunicar imediatamente ao Sindico a ocorrência de moléstia contagiosa em sua unidade autônoma; (s) Só utilizar aparelhos sonoros em tom moderado, especialmente após às 22:00 horas e antes das 8:00 horas da manhã;
(t) Não omitir, nas escrituras de venda, promessa de venda, nem nos contratos de locação das casas, a obrigatoriedade dos adquirentes ou inquilinos de respeitar a presente CONVENÇÃO DE CONDOMíNIO.

,

.;-----

',,\

.1

(.

/ !I/ 'I //
..

'11#"
i

/

///'

C A PIT U L O

111

DOS ENCARGOS, FORMA E PROPORÇÃO DAS CONTRIBUiÇÕES PARA AS DESPESAS DE CUSTEIO E PARA AS EXTRAORDINÁRIAS:

CLÁUSULA DÉCIMA - Cada condômino ou titular de direito à aquisição de unidades autônomas concorrerá, obrigatoriamente, no pagamento das denominadas despesas normais dos serviços comuns, ou seja, despesas de conservação, reparação, limpeza e administração de todas as coisas e de todos , os serviços previstos no Capítulo I, Cláusula sétima, parágrafos primeiro e segundo, além de prêmio de seguro da edificação, remuneração do Síndico e salários dos empregados do Condomínio, encargos da previdência social, consumo de energia elétrica, água, na proporção da sua respectiva fração ideal do i terreno e de partes e coisas comuns. cLÁUSULA ONZE - anualmente, será elaborado pelo Síndico, e votado pela Assembléia Geral, o orçamento dessas despesas normais de custeio, rateando-se a quota cabível a cada condômino ou titular de unidade autônoma, através de parcelas mensais, que deverão ser pagas nos 10(dez) dias iniciais de cada mês. CLÁUSULA DOZE - O Síndico poderá proceder ás despesas normais de custeio, não previstas no orçamento, ou que excedam os valores orçados, desde que, no período de um trimestre, essas despesas normais de custeio, não excedam o dobro do valor orçado para as despesas normais de custeio nesse trimestre; quando superarem esse limite, deverá ser convocado outra Assembléia, para a aprovação de despesas excedentes, e decisão em torno de arrecadação do "déficit" acaso apurado. CLAUSULA TREZE - USO DA CRECHE todas e quaisquer despesas ordinária ou extraordinária oriundas da das utilização da mesma serão rateados para todas as unidades autônomas. CAPITULO IV

I

*"

DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS: CLÁUSULA QUATORZE - As Assembléias Gerais serão convocadas mediante carta registrada ou protocolada, pelo Síndico ou pelos Condôminos que representem, pelo menos, um quarto (1/4) do Condomínio, e serão realizados no próprio Condomínio, salvo motivo de,força maior. (a) As convocações indicarão o resumo da ordem do dia, a data, a hora e o local da Assembléia e serão assinadas pelo Síndico ou pelos Condôminos que as fizerem. (b) As convocações das Assembléias Gerais Ordinárias serão acompanhadas de cópia do relatório e contas do administrador, bem como de propostas de orçamentos relativos ao exercício respectivo. (c) Entre a data da convocação e a realização da Assembléia, deverá mediar um prazo de 08(oito) dias, no mínimo.

-• OFICIAL : ANHOS

00

Oficial
(d) As Assembléias anterior, quando houver comprovada urgêncti":-/ poderão ser convocadas mencionado na letra Extraordinárias

-

DE JUIHJlAI

Di HGtST~O

\

I I
! /

BRANOELLI

L'~ '

curto

do que

o

(e) É lícito, no mesmo anúncio, fixar o momento em que se realizará a Assembléia segunda convocação, mediando, entre ambas, o período de meia hora, no mínimo.

em primeira,

e em

(f) O Síndico endereçará as convocações para as casas dos respectivos condõminos, salvo se tiveram estes feito, em tempo oportuno, comunicação de outro endereço, para o qual devem ser remetidas. cLÁUSULA QUINZE - As Assembléias serão presididas por um condômino especialmente aclamado, o qual entre os presentes, o secretário, que lavrará a ata dos trabalhos no livro próprio. É defeso ao Síndico presidir ou secretariar os trabalhos das Assembléias. cLÁUSULA OEZESSEIS - Cada condômino terá direito a tantos votos quantos forem as unidades autônomas que lhe pertençam, computando-se os resultados das votações por maioria de votos, calculados sobre o número de presentes e á vista do livro de presença por todos assinado. cLÁUSULA condômino DEZESSETE - Se uma unidade autônoma pertencer a várias proprietários, elegerão estes o que os representará, credenciando-o por escrito, o que será exigido na Assembléia. parte nas Assembléias os condôminos que estiverem ou das multas que Ihes tenham sido impostas.

cLÁUSULA DEZOITO - Não poderão tomar atrasados no pagamento de suas contribuições,

cLÁUSULA DEZENOVE - Ao condômino é lícito fazer-se representar nas Assembléias por procuração com poderes especiais, seja o procurador condômino ou não, desde que não seja o próprio Síndico, o Sub-Síndico, ou membros do Conselho Consultivo, bem como seus respectívos parentes, até o terceiro grau. CLÁUSULA VINTE - A Assembléia ano, e a compete: Geral Ordinária realizar-se-á na primeira quinzena de março de cada

(a) discutir e votar o relatório e as contas de administração, (b) discutir e votar o orçamento das despesas

relativas ao ano findo;

para o ano em curso, fixando o fundo de reserva; do primeiro;

(c) eleger o Síndico e o Sub-Síndico, (d) eleger os membros do Conselho

fixando a remuneração Consultivo; da ordem do dia,

(e) votar as demais matérias constantes

cLÁUSULA

VINTE

E UM - As Assembléias

Gerais

Ordinárias

e Extraordinárias

realizar-se-ão

em

primeira convocação com a presença de condôminos que representem dois terços (2/3) das unidades autônomas que constituem o Condomínio e, em segunda, com qualquer número. cLÁUSULA VINTE E DOIS - As Assembléias Gerais Extraordinárias serão convocadas pelo Síndico ou por condôminos que representem, no mínimo um quarto (1/4) do Condominio, pelo mesmo processo e nos mesmos prazos exigidos para a convocação das Assembléias Ordinárias. cLÁUSULA VINTE E TRÊS - Comp~t.§.,às Assembléias
,~~ ~R() v~.,,' " , '\' ~\~ l!Ioc1j\SI ~\\.\.ú,,,'':,', ,,\. \ , c'

...--:-,'

-:--;:~'. ,

,. '

Extraordinárias:

7.

0:'/1 '/
, &

&ç,[

// ./
./

//

~_6

"""~C.'_V

__

4_'

~IHXOS DE,rJU~D!I\1

O BRANDELLI

tfl<IH I)( _......:-. RlGrS fKOJ' ficial
(a) deliberar sobre as matérias de interesse geral do Condomínio ou dos Condôminos; (b) discutir, em grau de recurso, os assuntos que tenham sido deliberados pelo Síndico e a elas levados e a pedido do interessado ou dos interessados; (c) apreciar as demais matérias constantes da ordem do dia;
J

(d) examinar os assuntos que lhe sejam propostos por qualquer condõmino;
(e) destituir o Síndico ou Sub-Síndico, a

~

qualquer tempo, independentemente de justificação, e sem

indenização. cLÁUSULA VINTE E QUATRO - Nas Assembléias Gerais Ordinárias e Extraordinárias, os resultados das votações serão computados por maioria de votos calculados sobre o número de presentes, à vista do livro de presença, por todos assinado. cLÁUSULA VINTE E CINCO - Será exigida maioria qualificada ou unanimidade nos seguintes casos: (a) será exígida maioria que represente, no mínimo, dois terços (2/3) dos proprietários das unidades para a realização de benfeitorias meramente úteis e inovações do Condominio, exceto para deliberar a destituição do Síndico, que exigirá apenas maioria absoluta ou seja metade mais um voto dos proprietários ; (b) será exigida maioria que represente no mínimo dois terços (2/3) dos condômínos para deliberar sobre a não reedificação em caso de incêndio ou outro sinistro que importe na sua destruição total;
tC) será exigida unanimidade para aprovar modificações na estrutura ou no aspecto arquitetõnico do Condomínio, ou para a realização de benfeitorias meramente voluntárias;

~,
í

í\

(d) será exigida unanimidade ainda, para deliberar sobre o destino do Condomínio ou de suas unidades autônomas, bem como para decidir sobre a matéria que altere o direito de propriedade dos condôminos; (e) será, ainda, exigida maioria qualificada ou unanimidade, para as deliberações para as quais a lei imponha uma ou outra. CLÁUSULA VINTE E SEIS - As deliberações das Assembléias serão obrigatoriamente cumpridas por todos os Condôminos, independentemente de seu comparecimento ou de voto, cumprindo ao Síndico executá-Ias ou fazê-Ias cumprir. / CLÁUSULA VINTE E SETE Nos 08 (oito) dias seguintes à Assembléia o Síndico afixará as deliberações nela tomadas em lugar visível do Condomínio, onde permanecerão no minimo, por 10 (dez) dias, e enviará cópias a todos os condôminos por carta registrada e protocolada. cLÁUSULA VINTE E OITO - Das Assembléias Gerais serão lavradas atas em livros próprio, encerrado e rubricado pelo secretário e pelos presentes, os quais terão sempre o direito de fazer constar as suas declarações de votos quando dissidentes. cLÁUSULA VINTE E NOVE - As despesas com a Assembléia Geral serão inscritas a débito do Condomínio, mas as relativas à Assembléia convocada para a apreciação de recursos de condõminos será paga por estes, se o recurso for julgado improcedente.

..

t/. ~<?J/tt/ vml'/
"

-

/

;1·(I'\i~~TRO1
.- liXOS
DE JUHDfAi

) BRANDELLI

'Ieial
CAPITULO
V

DA ADMINISTRAÇÃO cLÁUSULA TRINTA - A administração do Condomínio caberá a 01 (um) Síndico, condômino. eleito em Assembléia Geral Ordinária pelo prazo de dois (02) anos, podendo ser reeleito. cLÁUSULA TRINTA E UM - Ao Sindico compete: (a) representar os condôminos em juízo ou fora dele, ativa ou passivamente, em tudo que se referir aos assuntos de interesse da comunhão; (b) superintender a administração do Condomínio; (c) cumprir a lei, a presente Convenção, o Regimento Interno e as deliberações das Assembléias; (d) admitir e demitir empregados, bem como fixar-Ihes a respectiva remuneração;
(e) ordenar reparos urgentes ou adquirir o que seja necessário á segurança ou conservação do Condomínio, até o limite mensal equivalente a R$1000,00 (um mil reais), corrigidos mensalmente pela variação do I.G.P.M/F.GV ou, na hipótese de sua extinção ou impossibilidade de aplicação, pelo índice que o substituir e com prévia aprovação da Assembléia especialmente convocada para aprovar os orçamentos superiores a R$1000,00 (um mil reais), com base no mês de dezembro de 2003, observado o reajuste acima mencionado;

(f) convocar as Assembléias Gerais Ordinárias nas épocas próprias, e as Extraordinárias quando conveniente, ou for requerido fundamentalmente por um grupo de no mínimo, uma quarta parte (1/4) do Condomínio; (g) prestar a qualquer tempo informações sobre atos da administração; (h) prestar á Assembléia contas de sua gestão, acompanhada da documentação respectiva. e oferecer propostas de orçamento para o exercício seguinte;
(i) manter e escriturar o livro caixa devidamente aberto, encerrado e rubricado, pelos membros do Conselho Consultivo.
G)

cobrar, inclusive em juízo, as quotas que couberem em rateio aos condôminos nas despesas normais e extraordinárias do Condominio, aprovadas pelas Assembléias, bem como as multas impostas por inflação de disposições legais ou desta Convenção;

(I) comunicar à Assembléia as citações de receber; (m) procurar por meios sumários dirimir as divergências entre os condôminos; (n) entregar ao sucessor todos os livros e documentos em seu poder.

------

..

--

IIEXOS oe JU!í(}!AI REG~T.RO . - :> BRANDELLI

êfiZr!~
licial

l
I

I

-'.. t Parágrafo Primeiro: - O Sindico poderá delegar suas f unçoes~ a mJnlsrarIvas a terceiros de sua confiança, mas sob a sua exclusiva responsabilidade. Parágrafo Segundo: - Como remuneração por seus serviços, o Síndico receberá, mensalmente, a importância que for fixada a cada ano pela Assembléia Geral Ordinária. Parágrafo Terceiro: - Nos seus impedimentos eventuais, o Síndico será substituído pelo Sub-Síndico. Em caso de vaga, a Assembléia elegerá outro, que exercerá seu mandato pelo tempo restante. Em caso de destituição, o Síndico prestará imediatamente contas de' sua gestão. Parágrafo Quarto: - O Sindico é responsável, pessoalmente, pelas obrigações contraídas em nome do Condominio desde que tenha agido no exercício regular de suas atribuições; responderá, porém pelos excessos de representação e pelo prejuízo a que der causa por dolo ou culpa. CLÁUSULA TRINTA E DOIS - Ao porteiro ou zelador, nomeado pelo Síndico do Condomínio e empregado do Condomínio, além de outras funções compete: (a) exercer a vigilância permanente da portaria e do Condomínio; (b) abrir a porta principal do Condominio às 7:00 horas e fechá-Ia às 22.00 horas, diariamente. CLÁUSULA TRINTA E TRÊS - Juntamente com o Síndico, será eleito pela Assembléia Geral um (01) Sub-Síndico, os quais cooperara com ele na administração do Condomínio. O mandato do Sub-Síndico será igual ao do Síndico, não recebendo ele, porém, qualquer remuneração. Vagando-se o cargo de Sindico a Assembléia Geral de Condôminos elegerá outro, que exercerá seu mandato pelo tempo restante do antecessor. CAPITULO VI

_.

J

Çf;

DO CONSELHO CONSULTIVO CLÁUSULA TRINTA E QUATRO - A cada dois anos, a Assembléia Geral Ordinária elegerá o Conselho composto de três (03) membros, escolhidos entre os condôminos, os quais exercerão gratuitamente as suas funções: Compete ao conselho Consultivo: (a) fiscalizar as atividades do administrador e examinar as suas contas, relatórios e comprovantes; (b) comunicar aos condôminos, por carta registrada ou protocolada, as irregularidade havidas na gestão do Condomínio; (c) dar parecer sobre as contas do Síndico, bem como subseqüente exercício, informando a Assembléia Geral; (d) abrir, encerrar e rubricar o livro caixa; sobre a proposta de orçamento para o

:05 DE JUItDI.\i

.q ~'WELLi ;-Ál DE iE<jtsi~O-l
a

----1

(f) opinar nos assuntos pessoais entre o Síndico e os Condômínos; (g) dar parecer em matéria relativa às despesas extraordinárias.

~ ' .

CAPITULO

VII

DO ORÇAMENTO DO CONDOMíNIO

~1
,

cLÁUSULA TRINTA E CINCO - Constítuem despesas ordinárias do Condomínio: (a) as relatívas á conservação, limpeza, reparos e reconstrução das partes comuns e dependências do Condomínio; (b) as relativas ao prêmio de seguro do Condomínio e dos empregados; (c) os tributos e tarifas que incidam sobre as partes comuns do condomínío; (d) a remuneração do Síndico, do zelador e dos demais empregados, bem como as relativas aos

~I

(e) as despesas relativas á reparação dos danos provocados por vazamentos ou infiltrações ocorridas • nas casas ou nas partes assistência social; comuns do Condomínio desde que, comprovadamente, não tenham sido ~ . encargos da previdência e ~usados pelo mau uso ou negligência do condômino em cuja unidade autônoma surgírem esse vazamentos ou infiltrações; cLÁUSULA TRINTA E SEIS - Serão igualmente rateados entre os Condôminos, na mesma proporção, sempre que o Fundo de Reservas for insuficiente, as despesas extraordinárias, devendo as quotas correspondentes serem pagas dentro de 15 (quinze) dias, a contar da data da Assembléia que as autorizar, salvo se , nessa oportunidade, for estabelecido prazo diferente, ou se forem adicionadas ás quotas normais do Condomínio. CLÁUSULA TRINTA E SETE - Ficarão a cargo exclusivo de cada Condômino as despesas a quer der causa, decorrentes de atos praticados por ele,. seus convidados ou locatários. CLÁUSULA TRINTA E OITO - O saldo remanescente no orçamento de um exercício será incorporado ao exercício seguinte, se outro destino não lhe for dado pela Assembléia Geral, o "déficit" verificado será rateado entre os Condôminos e arrecadado no prazo de quínze (15) dias. CLÁUSULA TRINTA E NOVE - Além das quotas destinadas ao pagamento das despesas ordinárías, os Condôminos pagarão, cada um por igual, dez por cento (10%) do valor estabelecido para as quotas de Condomínio, na mesma época em que estas forem pagas, para a constituição de um fundo de reserva, o que se destinará a custear as despesas extraordinárias. CLÁUSULA QUARENTA - O Condomínio será segurado contra incêndio ou qualquer risco que o possa destruir, no todo ou em parte, em Companhia idônea, com aprovação da Assembléia Geral, e pelo respectivo valor, discriminando-se na apólice o de cada casa;

~"'_~r-

·,_--.

(IUM
toS· DE

tM';iSn: o
JUtln\Ai

RANDELlI
:.1

-

;/,/.,/ .--" ~~ •.•• .J.. . . ~/ / ' cLÁUSULA QUARENTA E UM - É lícito a cada Condômino, ind:l~~t1"aÍmeritee ás expensas próprias, aumentar o seguro de sua unidade autônoma, ou segurar as benfeitorias a melhoramentos por ele introduzidos na mesma.
.,.

I/.

cLÁUSULA QUARENTA E DOiS - Ocorrido sinistro total ou que destrua mais de dois terços (2/3) do Condomínio, a Assembléia Geral se reunirá dentro de 15 (quinze) dias, e elegerá uma comissão de três (03) Condôminos, investidos dos poderes para: (a) abrir concorrência para reconstrução do Condominio ou suas partes destruídas, comunicando o resultado à Assembléia Geral para a devida liberação;
i

I

(b) receber indenização e depositá-ia em nome do Condomínio, no estabelecimento bancário designado iooJ , pela Assembléia; ~ ,
,

(c) acompanhar os trabalhos de construtores até o final, representando os Condôminos junto aos construtores, fornecedores, empreiteiros e repartições públicas. CLÁUSULA QUARENTA E TRÊS - Caso a indenização paga pela companhia seguradora não seja suficiente para atender às despesas, concorrerão os Condôminos para o pagamento do excesso, na proporção mencionada na cláusula décima, salvo se a minoria recusar-se a faze-Io, cedendo á maioria os seus direitos na forma da lei. CLÁUSULA QUARENTA E QUATRO - Pelo voto da maioria, que represente dois terços (2/3) das frações ideais do terreno, poderá a Assembléia deliberar que o Condomínio não seja reconstruido, caso em que autorizará a venda de terreno, partilhando-se o seu preço e o valor de seguro entre os CQndôminos na proporção de suas frações ideais. CLÁUSULA QUARENTA E CINCO - Em caso de incêndio parcial, recolhido o seguro proceder-se-á reparação ou reconstrução das partes sinistradas.

CAPITULOVIII

DISPOSiÇÕES ESPECIAIS AS VAGAS DE GARAGEM:

CLÁUSULA QUARENTA E SEIS - As vagas de garagem são de uso dos Condôminos e estarão sujeitas á regulamentação a ser aprovada pela Assembléia Geral. Os usuários das vagas ficam obrigados a: (8) facilitar por todos os meios ao seu alcance, a acomodação dos veículos em suas respectivas vagas; registrar os seus veículos no livro próprio que ficará em poder do garagista ou zelador, a fim de que a qualquer momento possa ser verificado se os automóveis estacionados pertencem aos moradores do Condomínio;
(D)

i

.~

-..-------- - -"
•...
.•....•.

l' Of/(fJ.! ur
E

ANElOS

IHjl!'~D!ÃI I

RfGiSf,P.O

i

.·DOBRANDELLi

Oficial

i '

C A P I TU L O

IX

DAS PENALIDADES CLÁUSULA QUARENTA E SETE - Os Condôminos em atrasos com o pagamento das respectivas contribuições pagarão juros 1% ao mês e multa de 2% ao mês sobre o débito, em benefício do Condomínio, independentemente de interpelação. Ocorrendo atraso superior a trinta (30) dias, poderá o Sindico cobrar-Ihes o débito judicialmente, sujeitando-se o inadimplente, ainda, ao pagamento das custas e honorários de advogado. cLÁUSULA QUARENTA E OITO - Além das penas em lei, fica ainda o Condômino que eventualmente perturbar o uso das coisas comuns ou der causa de despesas, sujeito à multa correspondente, a até RS240,00(duzentos e quarenta reais), com base no mês dezembro de 2003, corrigidos mensalmente pela variação do I.G.P.M/F.G.V. ou, na hipótese de sua extinção ou impossibilidade de aplicação, pelo indice que o substituir, sem prejuízo das demais conseqüências civis e criminais do seu ato.

CAPITULO

X

DAS DISPOSiÇÕES GERAIS cLÁUSULA QUARENTA E NOVE - A presente convenção, que sujeita a todos os ocupantes, ainda que, eventuais das casas ou de qualquer de suas partes, obriga a todos os Condôminos, seus sub-rogados e sucessores, a título universal ou singular, somente podendo ser modificada pelo voto de dois terços (2/3) dos que tiverem essa qualidade ao tempo da alteração. cLÁUSULA CINQÜENTA - Enquanto não alienadas pela INSTITUIOORA GIASSETTI ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTOA. a totalidade das unidades autônomas integrantes do Condomínio, poderá ela, INSTITUIOORA, utilizar-se das partes externas das casas, bem como do terreno edificado, para colocação de placas indicativas de vendas, bem como se utilizar da recepção, inclusive mantendo corretores de plantão, corretores estes aos quais será permitido mostrar às pessoas interessadas todas as partes comuns do Condominio. cLÁUSULA CINQÜENTA E UM - Por ocasião do Condomínio de Utilização das áreas comuns, será também realizada a Assembléia Geral de Instalação do Condominio, momento em que: (a) será discutido o orçamento das despesas ordinárias do condomínio, a ser apresentado pela INSTITUIOORA ou pela Administradora; (b) serão eleitos o Síndico e Sub-Síndico, observando o disposto na cláusula cinqüenta e quatro e seus parágrafos da presente Convenção; (c) serão eleitos três membros do Conselho Consultivo do Condominio. e, no mínimo, dois terços (2/3) dos condôminQ§..o Regimento Interno do

r+
~I
,

i

FIC\At

[li RiGr;HIO \

' _16RANDELLI IElOS DEJ\.n~OiAí

tela
>-

..

\

'~~It'tr •.. _ \ ... / / CLAUSULA CINQUENTA E DOIS - Ficam fazendo parte integrante dsta,.G'onvenção, como se cláusula dela fossem, os artigos 14 e 18 do Capitulo IV , do Título I, da Lei 4~//91', de/ 16 / dezembro de 1964,~3' de cujos termos todos os Condôminos se obrigam a respeitar na ocorrência das hipóteses nelas previstas.

I/,/ ~

'

CLÁUSULA CINQÜENTA E TRÊS - Tendo em vista a necessidade de se assegurar ao Condominio, desde o inicio de sua vida operacional, um serviço administrativo, compatível com o padrão adotado, e considerando-se as características especiais de concepção do empreendimento, dotado dos serviços mencionados nesta convenção, e de conseqüente necessídade do seu perfeito funcionamento, para que o Condomínio já pronto seja a verdadeíra expressão de' sua idealização, fica desde já facultado á INSTITUIDORA vir a ser a primeira Sindica do condomínio. Parágrafo Primeiro - o mandato da INSTITUIDORA, como primeira Síndica do Condominio, expirará 24(vinte e quatro) meses após a Assembléia de Instalação de Condomínio e utilização das casas ou, antes a exclusivo critério dela, INSTITUIDORA, quando julgar que, a vida operacional do Condomínio esteja definitivamente implantada. Parágrafo Segundo - Caso a INSTITUIDORA opte por ser Síndica das casas (empreendimento), só poderá ser destituida por votação unânime da totalidade dos condôminos, reunidas em Assembléia Geral, convocada na forma desta Convenção, especialmente para este fim. CLÁUSULA CINQÜENTA E QUATRO - A primeira Administradora de Condomínio será escolhida pela INSTITUIDORA, pelas razôes mencionadas na cláusula cinqüenta e três, acima, independentemente de vir ou não a ser a INSTITUIDORA, a primeíra Síndica do Condomínio. Parágrafo Único - A Administradora escolhida pela INSTITUIDORA exercerá a administração do condominio pelo prazo de 24 (vinte quatro) meses, a contar da data da sua instalação e só poderá ser destituída por votação unânime da totalidade dos condôminos reunidos em Assembléia Geral, Gonvocada na forma desta Convenção especialmente para este fim. CLÁUSULA CINQÜENTA E CINCO - É facultado a INSTITUIDORA, em caráter definitivo e irrevogável, colocar em local por ela escolhido nas áreas de propriedade comum do Condomínio, placa alusiva ao empreendimento e á sua CONSTRUÇÃO, com dizeres, materiais e dimensões a seu exclusivo critério. CLÁUSULA CINQÜENTA E SEIS - O Condomínio considerar-se-á definitivamente constituído e instalado para todos os jurídicos e legais efeitos na data de expedição do "habite-se" das Casas, pelas autoridades competentes, a partir de quando os Condôminos, ainda mesmo os que somente mais tarde venham a utilizar suas unidades autônomas, começarão a concorrer para a satisfação das despesas ordinárias e extraordinárias do Condomínio. Parágrafo Primeiro - No prazo improrrogável de 10(dez) dias, contados da data em que for averbado o "habite-se", junto ao Registro de Imóveis competente, os Condôminos reunir-se-ão em Assembléia Geral para eleição do Síndico e Sub-Síndico. membros do Conselho Consultivo e fixação das quotas provisórias com que cada um contribuirá para o pagamento das despesas da administração. Essas quotas serão estabelecidas por estimativa pelos Condôminos e serão revistas na Assembléia Geral para isso especialmente convocada, nos 03(três) meses seguintes, ocasião em que, diante da realidade econômica - financeira expressa em balancetes mensais, seu valor poderá ser mais precisamente fixado. Parágrafo Segundo - Compete ao Sindico eleito, observado o disposto na cláusula cinqüenta, supra, no do Condomínio no prazo de 6Jt (sess~fJl?) dias seguintes á Assembléia, providenc~adaslr.amenfb

.'
, ,

\

~i;t;;;'~;~T'~
. ~)O BRANDELLI . ,~i I Cadastro ºeral de Contribuintes do Ministério da Fazenda a -L--'!3Td'í!rSecretaria Federal, datada de 24 de Agosto de 1984 .

unos

Di JU~{D\t,\

\

..

)r

CLÁUSULA CINQÜENTA E SETE - Ficam requeridos e autorizados fizerem necessários para a perfeita regularização deste instrumento.

os registros imobiliários que se

cLÁUSULA CINQÜENTA E OITO - Fica eleito o foro desta cidade de Jundiai, Estado de São Paulo, com renúncia expressa de qualquer outro, para ação e execução decorrentes da aplicação de qualquer disposição da presente Convenção.

Jundiaí ,21 de janeiro de 2004.

,-

~/\\
~.' .. ", \':n;':-:~!3 F;~:;:,
":,0:;

~.1!\<;:!;~,,;;~:~;;\,Tr:\id: ~ i.':::,,~i:;
LJ Luiz no:;~~r:::· Cct,ta
~/

,,~_.~.,,_~_ ..,..

GIASSETTI ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA.