You are on page 1of 32
E-Marketing People of Earth powerful global conversation has b e g u n . Levine,
E-Marketing People of Earth powerful global conversation has b e g u n . Levine,
E-Marketing People of Earth powerful global conversation has b e g u n . Levine,

E-Marketing

People of Earth powerful global conversation has begun.

Levine, 2000

A

E-Marketing People of Earth powerful global conversation has b e g u n . Levine, 2000
E-Marketing People of Earth powerful global conversation has b e g u n . Levine, 2000
2

2

2 Revisão Bibliográfica AAKER, David A. , Strategic Market Management , John Wiley & Sons, Inc,
2 Revisão Bibliográfica AAKER, David A. , Strategic Market Management , John Wiley & Sons, Inc,

Revisão Bibliográfica

2 Revisão Bibliográfica AAKER, David A. , Strategic Market Management , John Wiley & Sons, Inc,

AAKER, David A. , Strategic Market Management, John Wiley & Sons, Inc, 6 th edition, 2001 CHAFFEY, Dave, ELLIS-CHADWICK, Fiona, JOHNSTON, Kevin, MAYER,

Ri

c

h

d

I

ar , nternet

M

k

i

ar et ng,

S

I

l

i

trategy, mp ementat on an

d P

i

ract ce, 3

rd

edition, Prentice-Hall Financial Times, London, 2006. HORTINHA, Joaquim, E-marketing um guia para a nova economia, 1.ª edição, Edições Sílabo, Lisboa, 2001 JANAL, Daniel, Marketing en Internet, Pearson Educación, México, 2000 JANSSENS, Martine, EJZYN, Alain, M@rketing, E-Business, E-Marketing, Cyber-Marketing, 1 ere édition, De Boeck& Larcier, Belgique, 2007 KOTLER, Philip, Marketing Management: Analysis, Planning, Implementation and Control, 7 th edition, Prentice-Hall Internacional Edition, London, 1991, pp. 2-30

3

3

3 Revisão Bibliográfica LANNOO, Pascal et ANKRI, Corinne, E -marketing & E-commerce , 2 e édition,
3 Revisão Bibliográfica LANNOO, Pascal et ANKRI, Corinne, E -marketing & E-commerce , 2 e édition,

Revisão Bibliográfica

3 Revisão Bibliográfica LANNOO, Pascal et ANKRI, Corinne, E -marketing & E-commerce , 2 e édition,

LANNOO, Pascal et ANKRI, Corinne, E-marketing & E-commerce, 2 e édition, Librairie Vuibert, Paris, 2007. LINDON, Denis, LENDREVIE, Jacques, LÉVY, Julien, DIONÍSIO, Pedro, RODRIGUES, Joaquim Vicente, Mercator XXI Teoria e Prática do Marketing, Publicações D. Quixote, 11ª edição, Lisboa, 2008 MOHAMMED, Rafi, FISHER, Robert, JAWORSKI, Bernard, PADDISON, Gordon, Internet Marketing building advantage in a networked economy, Mc Graw Hill, 2 th edition, Boston, 2003 PALMA-DOS-REIS, António e TEOTÓNIO-MIRANDA, Carlos, E- mix – The E-Business Marketing Mix, in Decision Sciences Institute 2002 Annual Meeting Proceedings, pp 1440-1444 RICA, Enrique de La, Marketing en Internet y e-Business, Ediciones Anaya Multimédia, Madrid, 2000.

pp 1440-1444 RICA, Enrique de La, Marketing en Internet y e-Business , Ediciones Anaya Multimédia, Madrid,
pp 1440-1444 RICA, Enrique de La, Marketing en Internet y e-Business , Ediciones Anaya Multimédia, Madrid,
pp 1440-1444 RICA, Enrique de La, Marketing en Internet y e-Business , Ediciones Anaya Multimédia, Madrid,
pp 1440-1444 RICA, Enrique de La, Marketing en Internet y e-Business , Ediciones Anaya Multimédia, Madrid,
4

4

4 Sumário Internet Marketing e E- Marketing Internet como ferramenta do Marketing Marketing Mix Política de
4 Sumário Internet Marketing e E- Marketing Internet como ferramenta do Marketing Marketing Mix Política de

Sumário

4 Sumário Internet Marketing e E- Marketing Internet como ferramenta do Marketing Marketing Mix Política de

Internet Marketing e E- Marketing Internet como ferramenta do Marketing

Marketing Mix Política de Produto Política de Preço Política de Comunicação Política de Distribuição

Divergências no Marketing Mix

5

5

5 1. Internet Marketing e E-Marketing O marketing é o processo por meio do qual pessoas
5 1. Internet Marketing e E-Marketing O marketing é o processo por meio do qual pessoas

1. Internet Marketing e E-Marketing

5 1. Internet Marketing e E-Marketing O marketing é o processo por meio do qual pessoas

O marketing é o processo por meio do qual pessoas ou grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e desejam por meio da criação, oferta e troca de produtos e serviços. Novo tipo de relações entre empresas e clientes A Internet é hoje uma parte essencial no quotidiano do consumidor Deste fenómeno surgem, então, diferentes formas de encarar e definir o e-marketing, havendo quem o relacione e quem o distinga de Internet marketing.

diferentes formas de encarar e definir o e-marketing, havendo quem o relacione e quem o distinga
diferentes formas de encarar e definir o e-marketing, havendo quem o relacione e quem o distinga
diferentes formas de encarar e definir o e-marketing, havendo quem o relacione e quem o distinga
diferentes formas de encarar e definir o e-marketing, havendo quem o relacione e quem o distinga
6

6

6 1. Internet Marketing e E-Marketing “Internet marketing - The application of the internet and related
6 1. Internet Marketing e E-Marketing “Internet marketing - The application of the internet and related

1. Internet Marketing e E-Marketing

6 1. Internet Marketing e E-Marketing “Internet marketing - The application of the internet and related

“Internet marketing - The application of the internet and related digital technologies in conjunction with traditional communications to achieve marketing objectives.”

“E-marketing – achieving marketing objectives through use of electronical communications tecnology.”

Chaffey, 2006

“E-marketing – achieving marketing objectives through use of electronical communications tecnology.” Chaffey, 2006
7

7

7 1. Internet Marketing e E-Marketing Internet Marketing - Internet em conjunto com a utilização de
7 1. Internet Marketing e E-Marketing Internet Marketing - Internet em conjunto com a utilização de

1. Internet Marketing e E-Marketing

7 1. Internet Marketing e E-Marketing Internet Marketing - Internet em conjunto com a utilização de

Internet Marketing - Internet em conjunto com a utilização de meios tradicionais para atingir os objectivos de marketing.

E-Marketing - Espaço mais alargado visto referir-se à tecnologia digital e incluir, também, os sistemas de gestão digital de dados do cliente e a gestão e manutenção da relação com o cliente.

também, os sistemas de gestão digital de dados do cliente e a gestão e manutenção da
8

8

8 2. Internet Marketing como ferramenta do A Internet possibilitou a emergência de uma nova forma
8 2. Internet Marketing como ferramenta do A Internet possibilitou a emergência de uma nova forma

2. Internet Marketing

como ferramenta do

8 2. Internet Marketing como ferramenta do A Internet possibilitou a emergência de uma nova forma

A Internet possibilitou a emergência de uma nova forma de encarar o marketing

Planeamento e trabalho de marketing feitos no mesmo local

Transferência do poder da empresa para o consumidor, o desaparecimento de fronteiras, a transparência do mercado e a vitalidade das trocas.

da empresa para o consumidor, o desaparecimento de fronteiras, a transparência do mercado e a vitalidade
9

9

9 2. Internet Marketing como ferramenta do Imediatização Inovação Envolvimento Efeito de rede Personalização
9 2. Internet Marketing como ferramenta do Imediatização Inovação Envolvimento Efeito de rede Personalização

2. Internet Marketing

como ferramenta do

9 2. Internet Marketing como ferramenta do Imediatização Inovação Envolvimento Efeito de rede Personalização
Imediatização
Imediatização
Inovação Envolvimento
Inovação
Envolvimento
Efeito de rede
Efeito de rede

Personalização

Quantificação

Lindon, 2008:663, adaptado

10

10

10 3. Marketing Mix É o conceito base da teoria de marketing Consiste no uso de
10 3. Marketing Mix É o conceito base da teoria de marketing Consiste no uso de
10 3. Marketing Mix É o conceito base da teoria de marketing Consiste no uso de

3. Marketing Mix

10 3. Marketing Mix É o conceito base da teoria de marketing Consiste no uso de

É o conceito base da teoria de marketing

Consiste no uso de um conjunto de ferramentas, pelos marketeers, a fim de atingir as metas definidas pela empresa

Composto por 4 variáveis, Produto (Product), Preço (Price), Distribuição (Place) e Comunicação (Promotion)

Estes quatro componentes (4Ps), vão interagir e qualquer um deles tem um impacto sobre o outro

11

11

11 3. Marketing Mix Produto Oportunidades de extensão Oportunidades de modificação Preço Tendências para preços
11 3. Marketing Mix Produto Oportunidades de extensão Oportunidades de modificação Preço Tendências para preços
11 3. Marketing Mix Produto Oportunidades de extensão Oportunidades de modificação Preço Tendências para preços

3. Marketing Mix

11 3. Marketing Mix Produto Oportunidades de extensão Oportunidades de modificação Preço Tendências para preços

Produto

Oportunidades de extensão

Oportunidades de modificação

Preço

Tendências para preços menores

Conflitos de canais Estratégias de pricing

Comunicação

Como podemos utilizar os meios t

i

n erac vos para comunicar

ti

Distribuição

Como vamos

utilizar os meios

n cos para vender

Onde devemos colocar os produtos

l

t

e ec r

l t e ec r ó i

ó

i

12

12

12 3. Marketing Mix - Produto O produto é algo criado com o propósito de uma
12 3. Marketing Mix - Produto O produto é algo criado com o propósito de uma
12 3. Marketing Mix - Produto O produto é algo criado com o propósito de uma

3. Marketing Mix - Produto

12 3. Marketing Mix - Produto O produto é algo criado com o propósito de uma

O produto é algo criado com o propósito de uma transacção. Ele tenta:

Satisfazer as necessidades dos clientes;

Proporcionar vendas com receitas.

13

13

13 3. Marketing Mix - Produto Um produto (Bem ou Serviço) providencia um benefício essencial para
13 3. Marketing Mix - Produto Um produto (Bem ou Serviço) providencia um benefício essencial para
13 3. Marketing Mix - Produto Um produto (Bem ou Serviço) providencia um benefício essencial para

3. Marketing Mix - Produto

13 3. Marketing Mix - Produto Um produto (Bem ou Serviço) providencia um benefício essencial para

Um produto (Bem ou Serviço) providencia um benefício essencial para os clientes.

O produto base será o mínimo de produto necessário para dar um benefício essencial.

A diferenciação do produto é dada pelo aumento do mesmo.

14

14

14 3. Marketing Mix - Produto A Internet proporcionou o surgimento de novas formas de produtos
14 3. Marketing Mix - Produto A Internet proporcionou o surgimento de novas formas de produtos
14 3. Marketing Mix - Produto A Internet proporcionou o surgimento de novas formas de produtos

3. Marketing Mix - Produto

14 3. Marketing Mix - Produto A Internet proporcionou o surgimento de novas formas de produtos

A Internet proporcionou o surgimento de novas formas de produtos e serviços, mas, também, colocou online produtos e serviços offline.

Dois grandes tipos de produtos: os bens físicos e os serviços

15

15

15 3. Marketing Mix - Produto Produtos Online : – Bens Digitais; – Serviços; – Distribuição
15 3. Marketing Mix - Produto Produtos Online : – Bens Digitais; – Serviços; – Distribuição
15 3. Marketing Mix - Produto Produtos Online : – Bens Digitais; – Serviços; – Distribuição

3. Marketing Mix - Produto

15 3. Marketing Mix - Produto Produtos Online : – Bens Digitais; – Serviços; – Distribuição

Produtos Online:

Bens Digitais;

Serviços;

Distribuição de serviços e Retalho;

Produtos de valorização.

16

16

16 3. Marketing Mix - Produto Processo de Desenvolvimento de um Produto. 5 tomadas de decisão:
16 3. Marketing Mix - Produto Processo de Desenvolvimento de um Produto. 5 tomadas de decisão:
16 3. Marketing Mix - Produto Processo de Desenvolvimento de um Produto. 5 tomadas de decisão:

3. Marketing Mix - Produto

16 3. Marketing Mix - Produto Processo de Desenvolvimento de um Produto. 5 tomadas de decisão:

Processo de Desenvolvimento de um Produto. 5 tomadas de decisão:

Os atributos;

A marca;

Os serviços de apoio;

Identificação;

Embalagem.

17

17

17 3. Marketing Mix - Produto O papel da Internet na Política de Produto – Variar
17 3. Marketing Mix - Produto O papel da Internet na Política de Produto – Variar
17 3. Marketing Mix - Produto O papel da Internet na Política de Produto – Variar

3. Marketing Mix - Produto

17 3. Marketing Mix - Produto O papel da Internet na Política de Produto – Variar

O papel da Internet na Política de Produto

Variar o core do produto;

Alterar as extensões do produto;

Conduzir pesquisas Online;

Aumentar a velocidade de desenvolvimento de novos produtos;

Aumentar a difusão do produto.

18

18

18 3. Marketing Mix - Preço • Constitui a variável do marketing mix que envolve a
18 3. Marketing Mix - Preço • Constitui a variável do marketing mix que envolve a
18 3. Marketing Mix - Preço • Constitui a variável do marketing mix que envolve a

3. Marketing Mix - Preço

18 3. Marketing Mix - Preço • Constitui a variável do marketing mix que envolve a

Constitui a variável do marketing mix que envolve

a definição do preço do produto e o seu modelo de preço.

Variável abstracta, caracterizada pelo seu imediatismo

19

19

19 3. Marketing Mix - Preço As implicações da Internet ao nível do preço: O aumento
19 3. Marketing Mix - Preço As implicações da Internet ao nível do preço: O aumento
19 3. Marketing Mix - Preço As implicações da Internet ao nível do preço: O aumento

3. Marketing Mix - Preço

19 3. Marketing Mix - Preço As implicações da Internet ao nível do preço: O aumento

As implicações da Internet ao nível do preço:

O aumento da transparência do preço e o diferencial verificado; A pressão para a descida do preço do produto (incluindo a customização) Novos enfoques de preço (incluindo dinâmica de preço e os leilões) Estruturas e políticas de preço alternativas

Procura elástica e procura rígida em relação ao preço

20

20

20 3. Marketing Mix - Preço Elementos da política de preços online: O preço nominal de
20 3. Marketing Mix - Preço Elementos da política de preços online: O preço nominal de
20 3. Marketing Mix - Preço Elementos da política de preços online: O preço nominal de

3. Marketing Mix - Preço

20 3. Marketing Mix - Preço Elementos da política de preços online: O preço nominal de

Elementos da política de preços online:

O preço nominal de produtos A gama de preços A maior flutuação de preços O sistema de compra por leilões

Decisão sobre os preços relaciona-se com:

Os custos A procura A concorrência

21

21

21 3. Marketing Mix - Preço Factores de auxílio na estratégia de preço: Precisão. Adaptabilidade. Segmentação
21 3. Marketing Mix - Preço Factores de auxílio na estratégia de preço: Precisão. Adaptabilidade. Segmentação
21 3. Marketing Mix - Preço Factores de auxílio na estratégia de preço: Precisão. Adaptabilidade. Segmentação

3. Marketing Mix - Preço

21 3. Marketing Mix - Preço Factores de auxílio na estratégia de preço: Precisão. Adaptabilidade. Segmentação

Factores de auxílio na estratégia de preço:

Precisão. Adaptabilidade. Segmentação

Os factores da descida de preços na Internet são:

Agentes de Shopping Leilões Inversos Regiões livres de impostos Capital de risco Concorrência Custos mais reduzidos

22

22

22 3. Marketing Mix - Preço Determinação de preços atractivos na Internet, segundo a lógica de
22 3. Marketing Mix - Preço Determinação de preços atractivos na Internet, segundo a lógica de
22 3. Marketing Mix - Preço Determinação de preços atractivos na Internet, segundo a lógica de

3. Marketing Mix - Preço

22 3. Marketing Mix - Preço Determinação de preços atractivos na Internet, segundo a lógica de

Determinação de preços atractivos na Internet, segundo a lógica de custo marginal:

A transparência da oferta Os agentes inteligentes A grande diversidade do modo de fixação de preços

23

23

23 3. Marketing Mix - Comunicação Palavra-chave do sucesso da empresa Funções semelhantes às do marketing
23 3. Marketing Mix - Comunicação Palavra-chave do sucesso da empresa Funções semelhantes às do marketing
23 3. Marketing Mix - Comunicação Palavra-chave do sucesso da empresa Funções semelhantes às do marketing

3. Marketing Mix - Comunicação

23 3. Marketing Mix - Comunicação Palavra-chave do sucesso da empresa Funções semelhantes às do marketing

Palavra-chave do sucesso da empresa

Funções semelhantes às do marketing tradicional, mas de forma directa e bidireccional

Maior interactividade e comunicação integrada

Internet apresenta a particularidade de alterar o modelo de comunicação: diálogo em vez do monólogo

24

24

24 identificá-los e 3. Marketing Mix - Comunicação Conquistar novos caracterizá-los A primeira função clientes, que
24 identificá-los e 3. Marketing Mix - Comunicação Conquistar novos caracterizá-los A primeira função clientes, que
24 identificá-los e 3. Marketing Mix - Comunicação Conquistar novos caracterizá-los A primeira função clientes, que

identificá-los

e

3. Marketing Mix - Comunicação

24 identificá-los e 3. Marketing Mix - Comunicação Conquistar novos caracterizá-los A primeira função clientes, que

Conquistar

novos

caracterizá-los

A

primeira

função

clientes,

que

a

online

assume traduz-se na captação e facilidade de entrada de cibernautas no site da empresa.

comunicação

Dar a conhecer a presença online da empresa, transformar o conhecimento em visita efectiva, converter visitantes em compradores e fidelizar clientes constituem objectivos considerados na elaboração da estratégia de comunicação.

25

25

25 3. Marketing Mix - Comunicação Fazer com que um potencial cliente encontre facilmente a empresa
25 3. Marketing Mix - Comunicação Fazer com que um potencial cliente encontre facilmente a empresa
25 3. Marketing Mix - Comunicação Fazer com que um potencial cliente encontre facilmente a empresa

3. Marketing Mix - Comunicação

25 3. Marketing Mix - Comunicação Fazer com que um potencial cliente encontre facilmente a empresa

Fazer com que um potencial cliente encontre facilmente a empresa no ciberespaço constitui um factor tão importante como difícil na política de comunicação.

Difere da comunicação tradicional pela sua interactividade, inteligência (web analytics), individualização, integração (online e offline), intermediação (desintermediação e reintermediação) e independência da localização.

26

26

26 3. Marketing Mix - Comunicação Novas ferramentas ( Hortinha, 2001 ): Publicação de conteúdos(WPR) E-mail
26 3. Marketing Mix - Comunicação Novas ferramentas ( Hortinha, 2001 ): Publicação de conteúdos(WPR) E-mail
26 3. Marketing Mix - Comunicação Novas ferramentas ( Hortinha, 2001 ): Publicação de conteúdos(WPR) E-mail

3. Marketing Mix - Comunicação

26 3. Marketing Mix - Comunicação Novas ferramentas ( Hortinha, 2001 ): Publicação de conteúdos(WPR) E-mail

Novas ferramentas (Hortinha, 2001):

Publicação de conteúdos(WPR) E-mail Publicidade online Promoção de vendas online Transmissão de eventos online

Os patrocínios e os blogs (Janssens, 2007 ; Lindon, 2008 )

Marketing viral (Chaffey, 2006)

27

27

27 3. Marketing Mix - Distribuição Maximizar o alcance dos produtos pelos consumidores, disponibilizando-os da forma
27 3. Marketing Mix - Distribuição Maximizar o alcance dos produtos pelos consumidores, disponibilizando-os da forma
27 3. Marketing Mix - Distribuição Maximizar o alcance dos produtos pelos consumidores, disponibilizando-os da forma

3. Marketing Mix - Distribuição

27 3. Marketing Mix - Distribuição Maximizar o alcance dos produtos pelos consumidores, disponibilizando-os da forma

Maximizar o alcance dos produtos pelos consumidores, disponibilizando-os da forma mais alargada possível, minimizando o custo de armazenagem e o seu transporte.

Utilização das novas ferramentas digitais tem fortes implicações no local da compra, na estrutura de novos canais, no conflito de canais e nas organizações virtuais.

28

28

28 3. Marketing Mix - Distribuição Diferentes locais de transacções: controlados pelo vendedor sites parceiros locais
28 3. Marketing Mix - Distribuição Diferentes locais de transacções: controlados pelo vendedor sites parceiros locais
28 3. Marketing Mix - Distribuição Diferentes locais de transacções: controlados pelo vendedor sites parceiros locais

3. Marketing Mix - Distribuição

28 3. Marketing Mix - Distribuição Diferentes locais de transacções: controlados pelo vendedor sites parceiros locais

Diferentes locais de transacções:

controlados pelo vendedor

sites parceiros locais neutrais orientados ao comprador controlados pelo comprador

29

29

29 3. Marketing Mix - Distribuição Estruturas dos novos canais: desintermediação reintermediação countermediation A
29 3. Marketing Mix - Distribuição Estruturas dos novos canais: desintermediação reintermediação countermediation A
29 3. Marketing Mix - Distribuição Estruturas dos novos canais: desintermediação reintermediação countermediation A

3. Marketing Mix - Distribuição

29 3. Marketing Mix - Distribuição Estruturas dos novos canais: desintermediação reintermediação countermediation A

Estruturas dos novos canais:

desintermediação

reintermediação

countermediation

A Internet veio eliminar alguns elementos da cadeia tradicional de distribuição

Facilita a troca de produtos e serviços entre compradores e vendedores e surgiu como forma de satisfazer as necessidades existentes no mercado

30

30

30 3. Marketing Mix - Distribuição Novas políticas de distribuição : Patrocínio de conteúdos Venda directa
30 3. Marketing Mix - Distribuição Novas políticas de distribuição : Patrocínio de conteúdos Venda directa
30 3. Marketing Mix - Distribuição Novas políticas de distribuição : Patrocínio de conteúdos Venda directa

3. Marketing Mix - Distribuição

30 3. Marketing Mix - Distribuição Novas políticas de distribuição : Patrocínio de conteúdos Venda directa

Novas políticas de distribuição :

Patrocínio de conteúdos Venda directa de produtos Infomediação Intermediação

Conflitos de canais

Exemplo: FNAC

31

31

31 4. Divergências Autor Ano Elementos do Marketing Mix McCarthy 1960 4Ps Nickels e Jolson 1976
31 4. Divergências Autor Ano Elementos do Marketing Mix McCarthy 1960 4Ps Nickels e Jolson 1976
31 4. Divergências Autor Ano Elementos do Marketing Mix McCarthy 1960 4Ps Nickels e Jolson 1976

4. Divergências

31 4. Divergências Autor Ano Elementos do Marketing Mix McCarthy 1960 4Ps Nickels e Jolson 1976

Autor

Ano

Elementos do Marketing Mix

McCarthy

1960

4Ps

Nickels e Jolson

1976

4Ps

Packaging

Mindak e Fine

1981

4Ps

Packaging

Public Relations

Kotler

1986

4Ps

Public Relations

Political Power

Judd

1987

4Ps

People

Payne e Ballantyne

1991

4Ps

People

Process

Customer service

Mohammed

2003

4Ps

Community

Branding

Chaffey

2006

4Ps

People

Process

Physical Evidence

32

32

32 Mestrado em Gestão Cultural Agostinho Serrão Andreia Nascimento Carla Carvão Dídia Ferreira Helena Perneta
32 Mestrado em Gestão Cultural Agostinho Serrão Andreia Nascimento Carla Carvão Dídia Ferreira Helena Perneta

Mestrado em Gestão Cultural

32 Mestrado em Gestão Cultural Agostinho Serrão Andreia Nascimento Carla Carvão Dídia Ferreira Helena Perneta
32 Mestrado em Gestão Cultural Agostinho Serrão Andreia Nascimento Carla Carvão Dídia Ferreira Helena Perneta

Agostinho Serrão

Andreia Nascimento

Carla Carvão

Dídia Ferreira

Helena Perneta