You are on page 1of 9

REVISANDO Fasor

Capítulo 5

Uma corrente alternada senoidal i(t) tem a forma geral:

i (t ) = I p . sen( wt + θ ) = 2 .I ef . sen( wt + θ )
Para a corrente i(t) associa-se o Fasor jθ ˆ

I = I ef .e

= I ef ∠θ

Exemplo:

Obter o fasor associado à forma de onda:

u (t ) = 110. 2 .sen( wt + π ) 3 ˆ U = 110∠ π = 55 + j 95,3 3
Representação no plano complexo.
π/6
100 Im
^ Û

V V

50

π

/3
Re 50 100

0

1

Impedância φ i(t) u(t) u(t) i(t) t φ (a) T (b) No bipolo tem-se: u (t ) = 2.U ef . sen(wt + θ − φ ) Fasores associados à tensão e à corrente: Û = U ef ∠θ ˆ I = I ef ∠(θ − φ ) o Com base na Lei de Ohm. define-se conceito de impedância de um bipolo: U ef ∠θ U ef Û Z= = = ∠φ = Z ∠φ ˆ I I ef ∠(θ − φ ) I ef A unidade da impedância é o Ohm (Ω). Ω 2 .I ef .sen( wt + θ ) i (t ) = 2 .

5∠ − 53. Exemplo 6.13o Ω o A corrente pelo circuito é igual a Û 50∠0o ˆ= = I = 2.87 o I V V 3 . no plano complexo.13o A Z 20∠53. a impedância vista pela fonte vale: Z = Z R + Z L = R + jX L = 12 + j16 = 20∠53.1 Traçar o diagrama circuito: fasorial completo para o + u(t) ~ - i(t) + R XL ur(t) u (t ) = 50 2 ⋅ sen(wt ) R = 12 Ω XL = 16 Ω V + uL(t) Solução: O fasor associado à tensão é Û = 50∠0 V Como o resistor e o indutor estão conectados em série.Capítulo 6 Diagrama fasorial É a representação dos fasores de tensão e corrente.13o Û R = R ⋅ ˆ = 30∠ − 53. de um circuito.13o I Û L = jX L ⋅ ˆ = 40 ∠36.

DESTAQUES: ˆ O fasor I está atrasado de 90o em ˆ relação ao fasor U L (característica do indutor). 4 . ˆ ˆ A soma dos fasores U R e U L resulta ˆ em U (lei das tensões de Kirchhoff).

5 mostra um circuito que foi testado em laboratório com a finalidade de determinar a impedância Z de um equipamento. A tensão fornecida pela fonte (canal 1) e a tensão sobre o resistor R (canal 2) foram observadas no osciloscópio: CH2 CH1 escalas 100 V/ 1 ms/ 5 . i(t) ~ u(t) Z uZ(t) CH1 CH2 GND Osciloscópio R uR(t) Figura 6.3 A Figura 6.5 O resistor R é de 20 Ω.Exemplo 6.

Valor da defasagem: 30o 6 . Solução: Utilizando a escala vertical especificada: CH2 CH1 escalas 100 V/ 1 ms/ U p = 400 V Valores eficazes: U ef = 400 2 = 282.84 U R p = 200 V U R ef = 200 2 = 141.42 V V A tensão uR(t) está adiantada em relação a u(t).Desenhar o diagrama fasorial completo para o circuito e obter o valor de Z.

42∠30 o V Lei das tensões de Kirchhoff: ˆ ˆ ˆ ˆ ˆ UZ = U −U R = U + −U R ( ) i(t) ~ u(t) Z uZ(t) CH1 CH2 GND Osciloscópio R uR(t) ˆ U Z pode ser obtida graficamente: ˆ I -ÛR ÛR 30o Û escalas 60 V/cm 5 A/cm α ÛZ 7 .84∠0 o ˆ U R = 141.Tomando a tensão da fonte como referência angular. os respectivos fasores são: V ˆ U = 282.

.42∠30o ˆ I= = = 7.Do diagrama.. o fasor associado a ela é: Û R 141..07∠30o A R 20 Diagrama fasorial completo: ÛR ˆ I -ÛR 30o 24o Û escalas 60 V/cm 5 A/cm ÛZ 8 . ˆ I -ÛR ÛR 30o Û escalas 60 V/cm 5 A/cm α ÛZ obtém-se: U Z ef ≅ 175 V α ≅ −24 o → Û Z ≅ 175∠ − 24o V Como a corrente i(t) pelo circuito está em fase com a tensão uR(t)...

55 − j 20.02 Ω ˆ I 7. ÛR ˆ I -ÛR 30o 24o Û escalas 60 V/cm 5 A/cm ÛZ 9 . Esta conclusão poderia também ser tirada através da observação do diagrama fasorial.07∠30o Conclui-se que o elemento é do tipo capacitivo.75∠ − 54o = 14.A impedância Z do elemento desconhecido é dada por: Û Z 175∠ − 24o Z= ≅ = 24. já que a corrente Î aparece adiantada em relação a Û Z . pois sua reatância é negativa.