You are on page 1of 9

Geografia 7ºano

DESCRIÇÃO DE PAISAGEM A geografia é uma ciencia qurm: - Tem como objecto de estudo a superficie dda Terra; - Permite compreender melhor o mundo nos seus diversos aspectos; - Faz o estudo das relaçoes espaciais dos fenomenos; - Explica a organizaçao do espaço, ou seja, das diferentes paisagens.

Paisagens- são áreas da superfície terrestre mais ou menos extensas, com características próprias, quer nos aspectos naturais, quer nos aspectos criados pelo Homem. - Quando observamos uma paisagem de uma area bastante vasta é possivel identificar elementos muito diferentes que se podem incluir em três conjuntos fundamentais: • O meio físico ou a parte natural abiótica (não viva). Ex: água e relevo • O domínio vivo não humano (fauna e flora), o qual se adapta às características do meio natural abiótico; • Os grupos humanos que vivem das plantas e dos animais, que exploram os recursos minerais e energéticos e que transformam as paisagens criando formas de organizaçao muito complexas, como as cidades. - O Homem, com a sua capacidade transformadora, é um importante agente de modificação das paisagens. Paisagens naturais- quando uma paisagem se encontra no seu estado natural (como a natureza a criou) sem qualquer intervenção do Homem. Paisagens humanizadas- opõem-se às paisagens naturais. O Homem, com a sua capacidade contrutora, que resulta em grande parte dos conhecimentos e técnicas que utiliza, modifica a paisagem para poder tirar melhor partido da mesma.

rios. etc. Observação (do espaço que se pretende estudar). • Observação indirecta. não é possivel faze-la no próprio local. a primeira etapa é a observação. 3. Plano intermédio. Formulação de hipóteses (para explicar os diferentes aspectos observados na área de estudo).sempre que a observação é feita no próprio local. onde os diversos elementos da paisagem se distinguem com maior precisam). mapas.corresponde à parte média da paisagem. a área mais afastada do observador. sendo por isso. Fases do estudo das paisagens: 1. A observação consiste em olhar muito atentamente os vários elementos existentes na área que se pretente estudar. Localização – é uma etapa muito importante no trabalho dos geografos. 4. 5.acontece quando não se pode fazer a observação in loco.é a parte que se encontra mais perto do observador. Em Geografia há dois tipos de observação: • Observação directa. filmes. sendo preciso recorrer a meios como a fotografia. Primeiro plano. vegetação. área de cultivo. Descrição – regista-se o que se observa (para facilitar a descrição é frequentemente fazer-se os registos dos elementos através de três planos: Plano de fundocorresponde à parte superior da imagem. 2. etc. Relacionamento (dos diversos aspectos que se formamrelevo. Para auxiliar nesta tarefa recorre-se frequentemente a mapas e plantas. ou seja. diapositivos.). que corresponde à parte de baixo da figura.Para podermos conhecer e compreender melhor as paisagens terrestres.. .

campos de cultivo. • A distribuição de vários aspectos económicos e sociais. os globos. vias de comunicação. etc. linhas de costa.MAPAS COMO FORMA SUPERFÍCIE TERRESTRE DE REPRESENTAR A . planícies.) TIPOS DE MAPA Quanto à extenção: Planisfério Mapas corográficos Mapas topográficos Plantas Físicos Políticos Económicos Demográficos Mapas de transporte Mapas sociais Quanto ao assunto: Quanto ao número de temas: Gerais Temáticos .) como os elementos humanos (edifícios. etc.Os mapas topográficos são cartas de grande pormenor onde estão assinalados nãp só os elementos naturais (relevo. lugares. etc. mas com grande pormenor. cursos de água.As plantas são utilizadas quando se pretende analisar pequenas áreas.Através da utilização de mapas e de plantas é possivel obter informações como: • A localização de montanhas. . as fotografias de satélite e as fotografias aérias. .Os principais meios de representaçãp da Terra são: os mapas.Um mapa correctamente elaborado deve incluir quatro elementos fundamentais: • O título • A orientação • A legenda • A escala .Os mapas utilizam-se sempre que necessitamos de analisar áreas mais vastas. etc. . como por exemplo: a distribuição da população. . as plantas.

no qual se faz uma correspondência entre as distâncias medidas no mapa e as distâncias reais. isso significa que cada unidade medida no mapa corresponde na realidade a 20000000 vezes essa unudade.Para se tirar o máximo partido de um mapa. Escala.. Para se obter essa informação recorre-se à escala que aparaece.é a relação entre a distância no mapa e a correspondente distância real. .As escalas podem ser representadas de forma: numérica e gráfica. .expressa-se através de uma relação fraccionária onde o numerador representa a distância no mapa e o denominador a distância real. é essencial ter conhecimento das distâncias nele representadas. Escala numérica. na parte inferior do mapa. Ex: 1 250000 Escala gráfica.Ao dizermos que um mapa tem por exemplo uma escala de 1/20000000.é expressa através de um segmento de recta dividido em partes iguais. normalmente. isto é: 1 cm no mapa corresponde a 20000000 cm (200km) na realidade. LOCALIZAÇÃO DOS DIFERENTES ELEMENTOS DA SUPERFÍCIE TERRESTRE .

a norte de África e a este da América do Norte. o qual intersecta a superfície terrestre em dois pointos: o pólo Norte e o pólo Sul.são círculos que não passam pelo centro da Terra e dividem-na em duas partes diferentes. Círculos máximos. -Aos círculos que passam pelos pólos e que são perpendiculares ao Equador damos o nome de meridianos terrestres. em torno de um eixo imaginário. Ex: Paralelos de lugar-perpendiculares ao eixo da Terra. o Sol indica Sul. este indica Oeste e. paralelos ao Equador .são os círculos que. À metade de um mediriano que vai de pólo a pólo chamamos semi-mediriano. . O meridiano de Greenwich divide a Terra em hemisfério ocidental e oriental. Círculos menores.é quando localizamos certos elementos da paisagem em relação a outros.o eixo da Terra-.Equador – perpendicular ao eixo da Terra. Ex: Portugal encontra-se na parte SO do continente europeu. como o equador e os meridianos. Localização Relativa. ao meio-dia. Localização Absoluta.Um dos processos para determinar os vários rumos da rosa-dosventos é através do movimento do Sol ao longo do dia. no momento do pôr-do-Sol. divide-a em hemisférios norte e sul. este indica o ponto careal Oeste.O nosso planeta executa um movimento de rotação durante 24h. dividem a Terra em duas partes iguais: hemisférios. Ao nascer do Sol..baseia-se em distâncias angulares designadas por coordenadas geográficas. .

Latitude. • Longitude oeste ou ocidental.Distância angular medida a partir do Meridiano de Greenwich até ao lugar considerado. Varia de 0º a 90º e é medida para Norte e para Sul. • Latitude sul. o valor da latitude. Porém. • Longitude 180º. como tal. • Latitude norte. onde por exemplo tenha acontecido um naufrágio. quando o lugar está a norte do equador. só por si. quando o lugar está sobre o semimediriano oposto ao de Greenwich. As duas principais coordenadas geográficas são a latitude e a longitude.quando o lugar está a oriente de Greenwich . não é suficiente para localizar rigorosamente um lugar na superfície terrestre. Relativamente à longitude podemos concluir três situações diferentes: • Longitude 0º. quando o lugar está a ocidente de Greenwich. Relativamente à latitude podemos concluir três situações diferentes: • Latitude de 0º. Varia de 0º a 180º e é medida para Este e para Oeste. quando o lugar está a sul do equador. quando o lugar está sobre o semimediriano de Greenwich. apresentam o mesmo valor de latitude. isto porque todos os lugares situados ao longo do mesmo paralelo estão à mesma distância do equador e. quando o lugar está sobre o equador.As coordenadas geográficas permitem localizar rigorasamente e rápidamente um lugar. Longitude.Distância angular medida a partir do equador até ao lugar considerado.. • Longitude este ou oriental.

etc. • 1973 .Letónia. Suiça. Roménia (27 países no total)- . Noruega. foi a criação de uma comunidade. Andorra. Itália. Polónia. Malta (27 países no total). Turquia. Eslováquia. Rep. Croácia. Bielorrússia. Chipre. França. Bulgária. Vaticano. sos serviços e dos capitais. Espanha. Noruega. constituida pelos vários Estadosmembros. França. Holanda. Malta. Mónaco. Alemanha. Hungria. BósniaHerzegovina. Holanda. Lituânia. Malta.). Áustria. Montenegro. Roménia. etc. Organização política: • Repúblicas (Portugal. Suíça. Dinamarca (9 países no total). que assegurasse a livre circulação de mercadorias. Suécia. Eslovénia.). Liechtenstein. Espanha (12 países no total).Países com dimensões muito reduzidas -> Luxemburgo. • Principados (Andorra e Mónaco) Micro-estados. Chipre. Países que aderiram à CEE (actual união europeia): • 1957 . pessoas. Rússia. Áustria.Bélgica. • 1981– Grécia (10 países no total). República Checa. A UNIÃO EUROPEIA No dia 25 de Mardo 1957 em Roma seis países europeus assinaram os tratados que deram origem à Comuninade Económica Europeia (CEE) e à Comuninade Europeia de Energia atómica (EURATOM). Hungria. Um dos objectivos da CEE. • Monarquias (Espanha. Finlândia (15 países no total). Estónia. Macedónia. Eslováquia. Sérvia. • 1995 – Suécia. Luxemburgo. Grécia. • Europa de Leste: Polónia. Reino Unido. Moldávia. Bélgica. Alemanha. França (6 países no total). Reino Unino. • 1986 – Portugal.A EUROPA Regiões geográficas: • Europa do Norte: Islândia.Reino Unido. Lituânia. Letónia. Ucrânia. Dinamarca. • 2007 – Bulgária. Finlândia. Eslovénia. • 2004– Estónia. Irlanda. Albânia. Eslováquia. Checa. • Europa Ocidental: Irlanda. Itália. • Europa do Sul: Portugal. São Marino.

Estado de Tempo: É o resultad das características de todos os fenómenos observados num dado momento. Radiação solar. A variação anual da temperatura: Em Portugal. = Factores Climáticos .CLIMA E FORMAÇÕES VEGETAIS Meteorologia. Este tipo de radiação manifesta-se durante 24 horas. a temperatura do ar não é sempre a mesma.é a diferença enre a temperatura máxima e a temperatura mínima de um determinado dia. assim como em muitas outras regiões do mundo.Os elementos climáticos variam consoante: • A latitude.é a diferença ebtre a temperatura média do mês mais quente e a do mês mais frio Amplitude térmica anual= Tmáx – Tmin . Amplitude térmica diurna.é uma ciência que se ocupa do estudo da atmosfera e que tem grande importância na vida quotidiana das pessoas e no desenvolvimento das actividades económicas. • O relevo. Clima: Estados da atmosfera durante um longo período de tempo. a temperatura varia também ao longo dos meses do ano.é a energia enviada a partir da superfície terrestre. Amplitude térmica anual. num lugar. A variação diurna da tempratura: Ao londo das 24 horas de um dia. resultande da acumulação da energia sola que lhe chegou durante o dia. Radiação terrestre. • A proximidade ou o afastamento do mar. • As corentes marítimas. Ao gráfico que representa a variação da temperatura de um dado lugar ao longo do dia dá-se a designação de termograma diurno.é a energia solae que atravessa a atmosfera e chega à superfície terrestre.

onde os rios apresentam vales encaixados.é o mapa que representa o relevo por meio de . • Planícies. com vales profundos e cumes pontiagudos. de acordo com o seu aspecto dominante: • Montanhas. da acumulação de materiais anteriormentes erodidos e transportados por agentes erosivos. • Planaltos.são superfícies de média ou alta altitude.correspondem a pequenas cordilheiras montanhosas com formas arredondadas de fraca altitude. planas no seu topo. Estas diferentes formas podem agrupar-se em quatro conjuntos. de baixa altitude. com vertentes abruptas.são formas de relevo praticamente planas.correspondem a relevos elevados com vertentes de grande declive. que resultam. • Colinas. Os contrastes do relevo a nível mundial cores Mapa hipsométrico. a superfície terrestre apresenta formas de relevo muito variadas de uma região para a outra. geralmente.RELEVO Além das diferenças de altitude.