Avaliar o site: Ecocasa

http://www.prof2000.pt/p2000/niveis_.asp?ID=454

home CVE parceiros ecofamílias juvenil faq quiz documentos FAQ

glossário links contactos

Aqui encontra as respostas às questões que nos são mais frequentemente colocadas.

Poupar
Poupar
O que posso fazer para poupar mais na factura da electricidade? O primeiro passo para poupar na factura da electricidade é reduzir nos consumos desnecessários, isto é, não deixar luzes acesas numa divisão se ainda vamos demorar uns minutos a voltar para ela (mesmo com lâmpadas economizadoras), não deixar a televisão nem o rádio ligados se não estamos a usufruir deles. A escolha de electrodomésticos mais eficientes (classe de eficiência energética A) é fundamental para consumir menos energia, pois são mais eficientes no uso que dela fazem. A substituição das lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas, devido à muito superior eficiência energética destas últimas em relação às primeiras, também reduz a factura da electricidade. Relativamente a aquecimento/arrefecimento, primeiro devemos analisar se as portas e janelas estão bem calafetadas, para reduzir as trocas de ar com o exterior, pois reduz as necessidades de aquecimento/arrefecimento por meio de aparelhos e aumenta a sua eficiência quando estes estão a ser utilizados. Para o arrefecimento da casa, muitas vezes o baixar de estores (que devem ser sempre pelo lado exterior da janela por forma a que não se processe o chamado “efeito de estufa”) antes de começarem as horas de maior calor é suficiente para a casa não chegar a aquecer excessivamente. De igual forma, antes de comprar um sistema de aquecimento/arrefecimento, existem outras possibilidades a considerar que não implicam consumos futuros de energia e que não sairão mais caros que a compra desse tipo de equipamento: a instalação de vidros duplos e a aplicação de um isolante térmico nas paredes e telhado da casa. É realmente possível poupar com o tarifário bi-horário? Sim, efectivamente é possível poupar com o tarifário bi-horário, desde que favoreça consideravelmente o horário mais económico para a utilização de determinados electrodomésticos, como seja as máquinas de lavar roupa e loiça. Se também possuir máquina de secar roupa esta vantagem ainda é melhor, pois este electrodoméstico é um grande consumidor de energia. No site da EDP existe um simulador para comparar os gastos que se tem em termos de energia, com um tarifário simples e com um tarifário bi-horário. Como posso consumir menos energia na iluminação? A substituição das tão comuns, e tão pouco eficientes, lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas é um dos principais pontos de actuação. Apesar de estas últimas serem um pouco mais caras, consomem muito menos energia e duram muito mais tempo, traduzindo-se numa enorme poupança de energia e redução no consumo de lâmpadas. Logo, um investimento rentabilizado a curto prazo. Outro ponto igualmente importante é apagar as luzes da divisão de onde vai sair, se não vai voltar rapidamente para lá. Como escolho um electrodoméstico que consuma menos energia? Os grandes electrodomésticos (frigorífico, máquinas da loiça e roupa, e fogão eléctrico) são obrigados a ter visível uma etiqueta que indica a sua eficiência energética, bem como outras características, onde o electrodoméstico é classificado numa escala que vai de A (mais eficiente) a G (menos eficiente). Brevemente para os equipamentos de frio (frigorifico, etc.), a classe de maior eficiência energética vai passar a ser A++. Nas máquinas de lavar loiça e roupa é preciso ter em atenção se essa eficiência é acompanhada também de uma boa eficiência na lavagem (em ambas), na secagem (loiça) e centrifugação (roupa), por forma a garantir que compra electrodomésticos que, não só poupam energia, mas também executam de forma eficiente o seu trabalho. E se pensa que para poupar na electricidade vai estar a gastar mais no acto

Frigorífico A presença de gelo nas paredes do congelador, implica um aumento no consumo de energia. Assim, deve evitar a formação destas camadas. O afastamento do frigorifico de fontes de calor (fogão, janelas) também é importante para manter a sua eficiência energética.

Durante o séc. XX os consumos mundiais de energia cresceram de forma exponencial, sendo que em 1998 o consumo era superior a 6 vezes o consumo de 1950.

Ecocasa

(8 votos)

avaliação:

medíocre

médio

bom

1 de 2

01/06/08 9:43