You are on page 1of 5

Escola Secundária de Camões

Ano Lectivo 2010/2011

Pesquisa de nutrientes (Biomoléculas) em alimentos

Quevin Udai Jagmohandas Nº17

17/02/11, quinta-feira

10ºE

péptidos e proteínas. Podem classificar-se em aminoácidos. Oligopéptidos .2 a 10 aminoácidos Polipéptidos – 11 a 99 aminoácidos Proteínas – mais de 100 aminoácidos Glícidos .Aminoácidos R — Radical COOH – Grupo carboxilo H2N – Grupo Amina Normalmente encontram-se ligados por ligações peptídicas. oxigénio (O). Defesa. Funções: . Reserva Constituídos por unidades básicas: .Estrutural. hidrogénio (H) e azoto (N). Enzimática. Energética. Transporte. Hormonal.Introdução Prótidos Compostos orgânicos quaternários – Carbono (C).

Compostos orgânicos ternários – Carbono. Hidrogénio e Oxigénio Funções: . frutose e galactose) Oligossacarídeos – 2 a 10 oses (ligação glicosídica – sacarose. Energética Características: . Os ácidos gordos podem ser – Saturados e Insaturados   Lípidos estruturais – Fosfolípidos Lípidos com função reguladora – Regulam principalmente as hormonas sexuais. Macromoléculas formadas pela polimerização das unidades básica – nucleótidos.Reserva.Insolúveis em água. Glicose. glicogénio e celulose) Lípidos Biomoléculas orgânicas terciárias – Carbono. Pão. ligam-se através de ligações de éster. Estrutural. Estrutural. maltose e lactose) Polissacarídeos – Elevado número de oses (amido. Suporte para tubos de ensaio.     Leite. Ácidos Nucleicos Maiores moléculas encontradas nos seres vivos. Pipeta graduada.Formula Geral dos Hidratos de carbono Funções: . Clara de ovo. álcool. ADN – Ácido desoxirribonucleico ARN – Ácido ribonucleico Protocolo Experimental  Métodos:    6 Tubos de ensaio. . Hidrogénio e Oxigénio CnH2nOn . Reguladora.Reserva. Energética Monossacárideos ou oses – 3 a 6 átomos de carbono (glicose. mas solúveis em solventes polares (éter. etc)  Lípidos de reserva – Ácidos gordos e glicerol.

Aquecemos moderadamente com uma lamparina e observamos. Realizamos outro teste simples utilizando glicose. Observamos. Numeramos cada um dos tubos de ensaio sendo nº4 o tubo de controlo. adicionamos a um tubo de ensaio com glicose licor de fehling e aquecemos moderadamente com uma lamparina. Métodos. Reacção Biureto Enquanto isso começamos com a ajuda de um conta gotas. Registamos o que observamos. Repetimos o mesmo processo com o leite. algumasgotas de soluto de lugol. Com a ajuda de uma pipeta colocamos em 4 tubos de ensaio distintos.  Resultados Leite Teste Simples Observações . adicionamos soluto de lugol. Pusemos uma gota de azeite em papel mataborrão e esperamos que volatilizasse. Reacção com soluto de lugol Ao tubo de ensaio nº3 adicionamos com a ajuda de um conta gotas. adiciona-mos 4 gotas de solução sulfato de cobre ao tubo nº1. De seguida juntamos ao mesmo 4ml da solução hidróxido de sódio. Reacção Com Licor de Fehling Ao tubo de ensaio nº2 adiciona-mos com a ajuda de uma pipeta. 3ml de licor de fehling. Começamos por realizar um teste simples. 3ml de leite. Realizamos outro teste simples com o pão e a clara de ovo. com a ajuda da pipeta.

observar no leite conseguimos encontrar todas as substâncias pesquisadas. . açucares redutores. lípidos e prótidos. regulando os processos de obtenção de energia (em especial. toxinas e inflamações e contribui para a saúde metabólica. o metabolismo da glicose e da insulina). Conclusão Podemos concluir com esta actividade experimenta que o leite contem amido. Em quantidades diferentes pois a cor que deveria apresentar era mais fraca que as outra. Também concluímos que o leite é vital na nossa alimentação pois apresenta muitos benefícios para a nossa saúde. O leite cumpre as funções de proteger o trato gastrointestinal das crias contra antígenos.Amido Açucares Redutores Lípidos X X X Pão/clara de ovo X Glicose X Azeite X Não Houve Surge uma cor arroxeada Precipitado cor de tijolo Nódoa Ocorre a reacção do biureto aparecendo uma cor violeta Prótidos X Discussão Como podemos. Não houve grandes dificuldades nesta experiencia. pois contem proteínas e outras coisas que nos fornecem energia. ao nosso corpo. etc.