You are on page 1of 25

Cerimonial

Secretaria de Estado de Administração

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL FUNDAÇÃO ESCOLA DE GOVERNO DE MATO GROSSO DO SUL ESCOLAGOV - MS

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E OPERACIONAIS

ORGANIZAÇÕES DE EVENTOS: CERIMONIAL E PROTOCOLO

CAMPO GRANDE-MS 2011
___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino, 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79.004-560

2

Centro 79.004-560 3 . 437 . Msc.SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO FUNDAÇÃO ESCOLA DE GOVERNO DE MATO GROSSO DO SUL Rua Pedro Celestino.004-560 – Campo Grande – MS Telefone: (67) 3321-6100 ANDRÉ PUCCINELLI Governador do Estado de Mato Grosso do Sul THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Administração ÉDIO DE SOUZA VIÉGAS Diretor-Presidente da Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul JACKELINE MARIA FERNANDES Gerente de Qualificação e Formação de Recursos Humanos da Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul ELABORAÇÃO DESTA COLETÂNEA Profª. Ursula Sydow Permitida a reprodução total ou parcial desde que não se destine para fins comerciais e que seja citada a fonte ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79.

ter parte de suas vagas destinadas a servidores municipais. tanto para servidores (as) efetivos (as) e comissionados (as).gov. Como fazer as inscrições? Para se inscrever o (a) interessado (a) deve procurar o(a) Coordenador/Gestor de Recursos Humanos do seu órgão e preencher a ficha de inscrição. outras pessoas estarão freqüentando os cursos oferecidos nesta Instituição. Os(As) instrutores(as) convocados(as) serão comunicados(as) com antecedência para adequar a carga horária de acordo com a demanda.2. podendo. ORIENTAÇÕES PARA OS(AS) PARTICIPANTES Prezado(a) participante. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79.3. 1. Quem pode fazer os cursos da ESCOLAGOV? Os cursos do catálogo ESCOLAGOV. 1. acessando o link “cursos”. Seja bem-vindo! Estamos torcendo pelo seu sucesso. são destinados prioritariamente aos (as) servidores(as) públicos(as) estaduais. ocorrer algum tipo de cobrança caso se verifique a necessidade de complementação de seus custos devido à insuficiência orçamentária. 1. no entanto. Qual é a carga horária dos cursos? A carga horária dos cursos será de acordo com a área (turmas abertas) e a demanda das instituições (turmas fechadas). horários e carga horária. Nossa equipe estará a sua disposição para quaisquer outros esclarecimentos quanto ao funcionamento da ESCOLAGOV.ms.4. podendo.br. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino.1.1. Qual é o custo dos cursos do Catálogo ESCOLAGOV para os(as) servidores(as)? Os cursos geralmente são gratuitos. no entanto.5. A seguir apresentamos algumas informações básicas de como proceder em algumas situações do seu dia-a-dia. caso a atividade esteja prevista em algum programa de parceria.004-560 4 . 1. O período em que você estiver conosco será marcado pela troca de experiências e aprendizagens. federais ou a indicações da sociedade civil. Assim como você. 1.escolagov. É com muita satisfação que recebemos você na Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul – ESCOLAGOV. Onde encontrar informações sobre a programação de cursos? No site www. o interessado encontrará o catálogo de cursos com as datas.

437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. MAS deverá entrar em contato com a coordenação do curso para informar a desistência.  Quando o(a) servidor(a) já tiver participado de alguma disciplina transversal.br.  Em caso de desistência do curso o(a) servidor(a) deverá imprimir o Formulário de Justificativa da Desistência. deverá comunicar a coordenação do curso. Sem esse procedimento o(a) servidor(a) perderá.  Em caso de desistência em até 03 (três dias) antes do início do curso. 1. solicitar a assinatura pela chefia imediata e entregar na Fundação Escola de Governo.escolagov. encontrado no site www. incidirá as penalidades de desistente sem justificativa. 1. o(a) servidor(a) NÃO precisa apresentar uma justificativa formal.004-560 5 . Quais são as regras para a participação nos cursos? Para a participação nos cursos devem ser observadas as seguintes regras:  A freqüência mínima exigida para certificação é de 75% da carga horária total dos cursos.gov.ms. Como obter o material didático (apostilas. Em alguns cursos o aproveitamento dos(as) participantes será avaliado mediante uma média final. preenchê-lo.  Somente as disciplinas transversais podem ser justificadas e o servidor(a) será orientado para fazer a disciplina em outro curso. Caso ele(a) não faça a comunicação. livros.gov. Os(As) mesmos(as) deverão imprimir o seu material e encaderná-los quando for o caso.  A avaliação da aprendizagem será processual e definida pelo(a) instrutor(a) no plano de curso.br.Somente serão aceitas as fichas enviadas pelos(as) Coordenadores/Gestores de Recursos Humanos. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino.  O certificado será expedido em até 30 dias após a conclusão do curso e o(a) servidor(a) deverá retirá-lo na ESCOLAGOV. O cumprimento da carga horária destinada aos temas transversais é obrigatório para a certificação. por escrito. A inscrição não garante a participação no curso. acessando o link “cursos” para os(as) servidores(as) matriculados(as) nos cursos. a oportunidade de matricular-se em outro curso oferecido na ESCOLAGOV. quando e em qual curso foi cumprida a carga horária.7.  Os dirigentes dos órgãos públicos serão informados a respeito do aproveitamento que seus respectivos servidores obtiverem nos cursos. O(A) interessado(a) deverá aguardar a confirmação da matrícula por e-mail.escolagov.6. por um prazo de 02 (dois) anos. textos) usados nos cursos? As apostilas e textos ficam disponibilizados no site www.ms.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............2.................... Por Perfil de Participantes.................. 7 8 8 9 9 10 11 12 12 13 14 15 16 17 18 18 18 18 19 19 19 19 25 ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino... Por Tipos................................. 7...........7...2. 5.......1......................................................................................... Significado das Estrelas......................................... 1.................. 7.................................................................................. Outras Características................................. 4....... 7.................................. 7.... FORMAS DE TRATAMENTO......................................................................................................................4.......4..........................................................1........... O HINO NACIONAL..........................................1..............004-560 6 .............. Por Características Estruturais / Porte... 1.... A BANDEIRA NACIONAL..................................................... Por Categoria:............................................................. 6........ Por Localização.................................... 3.................................3.........................................................SUMÁRIO INTRODUÇÃO.......... 3............... 1................................... 7.............. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79....1.................... 1.............................................................. Etiqueta Social para Eventos.......274/72).6................................................................................... Por Área de Interesse:.NORMAS DO CERIMONIAL PÚBLICO (DECRETO LEI Nº 70............ 2......................... 6................................................... 3...... 7. Normas de Protocolo............... FUNDAMENTOS SOBRE CERIMONAL E PROTOCOLO......... O Perfil do Profissional de Eventos......................................................... Por Data de Realização............................. CLASSIFICAÇÃO E TIPOLOGIA DE EVENTOS..................................... 7.....................................3........ Função do Cerimonial nos Eventos..................................................... Outras Formas de Tratamento.........5................2.. 1............ ORDEM DE PRECEDÊNCIA......................... 7.............

004-560 7 . estão sendo utilizados e consagrados mecanismos de diferenciação que levam em conta sexo. como a hierarquia dos convidados em função do cargo que ocupam. estaduais e federais que resguardam características culturais sob normas internacionais. No Brasil. e explica os diversos tipos de eventos. os trajes indicados para cada ocasião. o Cerimonial e Protocolo regem as relações e a civilidade entre as autoridades constituídas nos âmbitos jurídico. se vê diante dessa tarefa sempre trabalhosa. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. criam marcas e deixam recordações. que se traduzem em desenvolvimento econômico para diversas localidades. Práticas diretamente relativas ao campo profissional do Relações Públicas. Descreve regras básicas do Cerimonial e Protocolo. por responsabilidade profissional ou vocação pessoal. São informações extremamente úteis para a organização de palestras. que aprova as normas do cerimonial público e a ordem geral de precedência. eclesiástico. vale conhecer o Decreto 70274. as formas de tratamento adequadas. sejam quais forem. recepção a visitantes estrangeiros e também de cerimônias festivas. mas extremamente compensadora quando tudo transcorre conforme esperado. Este apostila é um guia voltado a quem. são basicamente condutas norteadas por leis municipais. como formaturas ou casamentos. Os eventos. de 09 de março de 1972. Os eventos bem planejados e organizados podem tocar profundamente o seu humano. militar. idade. ordem alfabética ou cultura. privado e em todas as instâncias do Poder Público. que enquanto linguagem são passíveis de transformação e atualização. interesse. congressos. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. diplomático. Organizar eventos exige atenção permanente aos detalhes. Ainda assim. Entre as normas. universitário. entre outros. contudo. sem esquecer. Quem não se emociona com uma homenagem em uma cerimônia de formatura? Quem não se emociona em um casamento? Quantas informações um congresso pode trazer a um profissional.INTRODUÇÃO Descobrir a capacidade de interação social e cultural que os eventos produzem nos leva a descobrir o seu imenso potencial.

com o intuito de harmonizar as relações humanas.1. tornando-se uma obra obrigatória para fundamentação teórica deste assunto. discrição e bom gosto. entre autoridades nacionais e estrangeiras. hoje já não o são mais. teremos um verdadeiro caos instaurado. Para FREITAS (1999). Na verdade. Para facilitar o entendimento. orientado pela própria evolução da humanidade. que em âmbito nacional ou internacional. cortesia. O bom desempenho no emprego da etiqueta. pois codificam as regras que disciplinam. Fundamentos Sobre Cerimonial e Protocolo Como vivemos em sociedade. o Cerimonial. 1.  Protocolo: é a ordem hierárquica que determina normas de conduta dos governos e seus representantes em ocasiões oficiais ou particulares. O Cerimonial e Protocolo segundo o maior entendido no assunto. quando necessário. sob o aspecto social de determinados atos públicos. Em outro plano espiritual se pode afirmar que também exige generosidade. Caso deixemos de seguir estas normas estabelecidas. é contratado assessoria de Cerimonial. uma assessoria de Cerimonial deverá ser contratada para elaborar todo o roteiro e planejamento. As normas de protocolo nunca devem ser incompatíveis com o bom humor e a simpatia. Elas se modificaram e se adaptaram à evolução. Enfim.004-560 8 . ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. temos que seguir algumas regras e normas que possibilitam uma melhor convivência entre todos. o Protocolo e a Etiqueta são de fundamental importância para quem pretende trabalhar em eventos. Podemos perceber que muitas normas seguidas há alguns anos atrás. Nada pode ser inventado em Cerimonial e para que o Cerimonial transcorra dentro do estabelecido. boas maneira com Cerimonial. Inclusive. seguem algumas definições consagradas:  Cerimonial: rigorosa observância de certas formalidades em eventos oficiais. em determinado acontecimento. O Cerimonial está em constante modificação e adaptação. pois hoje já existem pessoas altamente capacitadas para executarem tal função. existe literatura específica e normas oficiais para serem aplicadas. Um excesso de rigidez na aplicação das normas de protocolo pode desencadear uma rigidez incômoda e desagradável para todos os que participam do evento. humildade e real interesse pelas pessoas. do protocolo e do cerimonial exige educação. civis ou militares. nos explica Nakane (2000). Deste panorama se excluem o exibicionismo em lugar inadequado e a ostentação que agride a sociedade. Normas de Protocolo É relevante a função do cerimonial que segue as regras rígidas de protocolo quando o evento assim o obrigar. conjunto de formalidades de atos solenes e festas públicas. a função do cerimonial é de extrema relevância. o Cerimonial utiliza bastante estes conceitos. Muitos confundem etiqueta. Conforme o tipo de evento e seu porte. nada mais é do que uma linguagem que define o espaço de cada um. para eventos como aniversário e casamentos.1.

para isso é importante que tenha noções de oratória. a imparcialidade em relação à procedência e à seqüência das cerimônias contribui para que esses atos sejam respeitados e acatados com credibilidade em qualquer cultura. pois se pauta em procedimentos fundamentados no bom senso. educadora e civilizadora. de métodos (palavra que significa caminho) com o objetivo de facilitar o convívio entre as pessoas em determinadas ocasiões e criar uma atmosfera agradável para os participantes. o cerimonial tem função comunitária. na gentileza. Além do conhecimento teórico sobre a profissão. franceses e ingleses que refletiram sobre as regras de cerimonial vigente no país. para o desenvolvimento do indivíduo. cobriu sua nudez. Função do Cerimonial nos Eventos O cerimonial possui uma função reguladora. 1. do respeito ao próximo e assume o sentido natural da própria evolução humana. Evolui para a elevação social. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. nacionais e estrangeiras não sobrevivem sem um componente profissional de cerimonial. deverá ter: * Cultura geral e estar informado sobre os acontecimentos em seu município. instituições públicas. Importante lembrar o que FREITAS (2001. Deverão ser simples e de impacto. e muito especialmente em matéria de precedência no campo das formalidades oficiais. Hoje em dia. O Brasil herdou costumes dos portugueses.1. Caracteriza-se como função pedagógica. estimulando a simplicidade que poderia ser considerada como a mais alta sofisticação. São muitas as qualidades que este profissional deverá ter para desenvolver o trabalho. privadas. Estado.004-560 . Nas tribos primitivas o homem começou a diferenciar-se dos animais. cria sensibilidade. Muitas vezes pelo simples fato de ler uma pequena nota no jornal ou revista. na temperança. O profissional cerimonialista moderno não é um simples organizador e executor de cerimonial. ___________________________________________________________________________________________________________ 9 Rua Pedro Celestino. deverá ter o embasamento teórico para tal. comeu mais vezes. Lapsos no Cerimonial podem ter conseqüências econômicas significativas. 34) diz: No planejamento dos eventos. dignidade e perfeição à celebração de cada ato. país e mundo. pois com isto. começou a dar precedência a mulheres. velhos e crianças. p. O Perfil do Profissional de Eventos Não é qualquer pessoa que possui característica específica para ser recepcionista e trabalhar em um evento. que pode e deve atenuar conflitos de poder e vaidade da sociedade. nobreza. Guardou seus alimentos. O Cerimonial valoriza as ações e gestos. * Ter boa expressão oral e se comunicar de forma clara. implica em honra.3. poderá orientar melhor o seu trabalho. obedecendo a princípios de funcionalidade e beleza. * Além da prática de trabalhar em eventos. Ele deverá estar sempre envolvido com os resultados do evento que conduz e esses eventos deverão ser submetidos a critérios de eficácia.2. na humildade. * Deve ter permanente curiosidade intelectual e ter noção do tema do evento que está sendo realizado. pois a teoria aliada à prática continua sendo a união perfeita para o aprendizado em qualquer área. o recepcionista poderá dar uma informação mais precisa à pessoa que está participando do evento. Além da função dirigida a grupos distintos.

ao mesmo tempo. deverá manter durante todo o transcorrer do evento postura adequada ao seu papel. Não é à toa que temos apenas uma única boca e dois ouvidos. pois deve assegurar que todos os esforços serão direcionados para o sucesso do evento. ninguém deverá se apresentar carrancudo e mal-humorado por mais cansados que estejam. afinal o evento poder ser internacional.* Deve possuir a capacidade administrativa e saber planejar. uniformes. inclusive o organizador.004-560 10 . da vestimenta para a totalidade dos funcionários da empresa que irão trabalhar no evento tiver sido a de “vestirem a camiseta”. Se a opção. a mesma regra deverá ser seguida por toda a equipe. Além dos trajes. mas não servil. saltos muito altos e maquiagem muito forte. Em nenhuma circunstância. portanto. para pessoas”. arrojado e moderno. 1. Apesar do trabalho árduo que estará executando. se reflita nas roupas de cores discretas. saber vender uma idéia. deve-se ter cuidado com a aparência pessoal que é muito importante. prestativa e ser paciente com os participantes. A equipe feminina deve evitar exageros como brilhos. aptidões e características que o profissional deve apresentar quando se decidir trabalhar nesta atividade. * Saber ouvir. a equipe deverá ter uma apresentação pessoal impecável e que. a equipe deverá atuar de maneira atenciosa. O chefe da equipe deverá ser rigoroso com os contratados e funcionários de acordo com as características da empresa que representa.4. saber convencer as pessoas com argumentos tangíveis. * Gostar de pessoas e de trabalhar em equipe. * Deve ser prestativo. usando. Cabelos. No que se refere à postura adotada. unhas e barba deverão estar aparadas e limpas e as mulheres também deverão ter o cabelo preso e muito limpo. * Deve ser persuasivo. esquecendose da importância de saber ouvir. não somente para boa imagem da empresa. como também para a própria imagem profissional. Percebe-se que são muitas as habilidades. muitas jóias ou bijuterias. Evitar perfume forte! O excesso de trabalho e o cansaço não justificam qualquer tipo de desleixo. a empresa deverá oferecer uma roupa confortável e de bom corte e que seja adequada ao evento. pois muitas vezes é dada maior atenção ao falar. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. Etiqueta Social para Eventos O organizador do evento e sua equipe são as peças chave para que o evento tenha realmente o sucesso esperado e os principais responsáveis pela imagem da empresa em que trabalham. com estilo esportivo. educada. pois em eventos trabalha-se “com pessoas. Como cartão de visita. A discrição é um elemento importante no comportamento de toda a equipe. * Terá que dominar técnicas de redação. * Dominar regras de comportamento social. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. O modo de trajar é fundamental. assim como conhecer outras línguas é muito importante. * Deve ter capacidade de liderança. Se a opção tiver sido a de uma vestimenta formal (terno e gravata para os homens e tailleur para as mulheres). Ao vestir o uniforme de trabalho empresa no cumprimento de seus deveres e prestativo com seu chefe e superiores.

9 de março de 1972. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. decretos.2. nos Estados. DE 9 DE MARÇO DE 1972. nos Territórios Federais e nas Missões diplomáticas do Brasil. A partir daí. Sugere-se que cada aluno tenha em mão uma cópia para eventual necessidade. 70. de 09/03/72. ele se encontra na íntegra disponível em: http://www. essas normas passaram a ser utilizadas nas cerimônias empresariais. 83. O protocolo foi criado para ser utilizados nos eventos oficiais. 2º Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. decreta: Art.274. normas e regras para que sejam sempre observadas. DECRETO Nº. da Constituição. de 19/02/79. Para leitura e um melhor conhecimento sobre o decreto. .274. no uso da atribuição que lhe confere o artigo 81. adaptando-se o cerimonial público. 151º da Independência e 84º da República. 70. Brasília. o protocolo está regulamentado pelo Decreto nº.mre.gov.br/portugueses/ministério/legislaç/ao/cerimonial/dec70274. item III. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. com alterações no Decreto nº. Art. 1º São aprovadas as normas do cerimonial público e a ordem geral de precedência. revogadas as disposições em contrário.274/72) No Brasil.004-560 11 . que se deverão observar nas solenidades oficiais realizadas na Capital da República.186. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. procedidos de leis. htm. Normas do Cerimonial Público (Decreto Lei nº 70. anexas ao presente Decreto. Aprova as normas do cerimonial público e a ordem geral de precedência.

ela será posicionada à direita e a do Estado à esquerda. que em 1889 era o Estado com maior território acima da linha do equador (Amapá e Roraima eram territórios federais até 1988). Pode ser conduzida em formaturas ou em desfiles cívicos ou sobre o caixão até o momento do sepultamento. pois é em torno dela que todas as estrelas visíveis giram. para que seja incinerada no dia da Bandeira (19 de novembro). As constelações que figuram na bandeira nacional correspondem ao aspecto do céu. Significado das Estrelas No círculo azul. A estrela Spica situada acima da faixa branca representa o estado do Pará. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. A Bandeira Nacional 3. Ela é hasteada a meio mastro em caso de luto. ao contrário do que muitos acreditam. situada no Pólo Norte celestial). por situar-se no Pólo Sul celestial (em contrapartida a Polaris. deve ser entregue em qualquer unidade das Forças Armadas ou PM do Estado ou município. A Bandeira Nacional deve ser impecável. * Quando a Bandeira Nacional estiver junto à Bandeira de um Estado. cada uma das estrelas representa um dos Estados que formam o Brasil. Pode ser conduzido por aeronaves. mas sim pela estrela sigma do Octante. também chamada de Polaris Australis ou Estrela Polar do Sul. Poderá ser apresentada em mastro ou adriças nos prédios públicos ou privados. na cidade do Rio de Janeiro. essa estrela tem uma posição única no céu do hemisfério sul.3. não é representado por essa estrela. bem passada e conservada. embarcações. O Distrito Federal. balões ou aplicada sobre paredes. Além disso. com a do Estado à direita e a do Município à esquerda. Ela deve ser hasteada as 8h da manhã e arriada as 18h caso o local não seja bem iluminado. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. Polaris Australis sempre está acima da linha do horizonte e pode ser vista em qualquer dia e em qualquer horário de quase todos os lugares abaixo da linha do Equador Pode e deve ser usada em manifestações de patriotismo. igreja. tanto em caráter oficial como particular. colégios. às 8 horas e 30 minutos do dia 15 de novembro de 1889 (doze horas siderais) e devem ser consideradas como vistas por um observador situado fora da esfera celeste. Apesar de ser pouco brilhante e estar próxima ao limite de visualização a olho nu. praças ou em outros lugares de respeito.004-560 12 . Caso seu estado seja ruim. ginásios de esporte.1. auditórios. * Quando a Bandeira Nacional estiver junto com as Bandeiras do Estado e do Município. ela será posicionada no centro.

Isso se deve a posição rebatida das estrelas desenhadas no círculo azul. a faixa declina da esquerda para a direita por estar o observador posicionado no hemisfério sul. com a faixa branca inclinada da esquerda para a direita (do observador que olha a faixa de frente).2 Outras Características Uma particularidade da bandeira do Brasil é que as duas faces devem ser exatamente iguais. Ou seja.004-560 13 . 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. que retratam a imagem rebatida do Universo conforme seria visto por uma pessoa localizada além da última esfera armilar.* Quando a Bandeira Nacional estiver acompanhada por Bandeiras de outros países. sendo vedado fazer uma face como avêsso da outra. orientada pelo português. 3. Em outras palavras. ela deverá ser posicionada ao centro seguida da ordem alfabética dos países. a faixa branca acompanha o azimute de zero grau estelar do observador localizado na cidade do Rio de Janeiro. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. considerando-se a inclinação do planeta terra.

sessões cívicas e eventos esportivos internacionais. Pode ser apresentada ao início de qualquer cerimônia oficial. O Hino Nacional A melodia do Hino Nacional é uma composição de Francisco Manoel da Silva e a letra de Joaquim Osório Duque Estrada. Existe uma série de regras que devem ser seguidas no momento da execução do hino. ficando o público em pé. com as mãos paralelas ao corpo. com a cabeça descoberta. É executado em determinadas situações. A posição correta de saudação ao Hino Nacional é de pé.4. Em solenidades de extrema demosntração de amor à pátria – como em copetições esportivas – custuma-se aplaudir a Hino Nacional. entre elas: cerimônias religiosas de cunho patriótico.004-560 14 . ao Supremo Tribunal Federal e ao Congresso Nacional. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. Deve ser executado em continência à Bandeira Nacional. em silêncio (caso não tenham sido convidados a cantar). Não é correto aplaudir o Hino Nacional. com excessão quando for tocada por uma orquestra sinfônica em concerto. ao presidente da República. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. postura ereta.

13) Espírito Santo. 6) São Paulo. 22) Mato Grosso do Sul. 21) Acre. 5) Pernambuco. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79.5. 8) Goiás. A amplitude das regras é tamanha que chega à precedência de colocação de bandeiras dos Estados brasileiros numa cerimônia. 12) Paraíba. 16) Santa Catarina. 23) Rondônia. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. interesse. estão sendo utilizados e consagrados mecanismos de diferenciação que levam em conta sexo. encontram-se no o Decreto 70. 7) Minas Gerais. que aprova as normas do cerimonial público e a ordem geral de precedência. 17) Alagoas. 25) Amapá. ordem alfabética ou cultura.004-560 15 . 2) Rio de Janeiro. 19) Amazonas. 4) Pará. de acordo com sua constituição histórica: 1) Bahia. 10) Rio Grande do Sul. 14) Piauí. 24) Distrito Federal. 11) Ceará. 18) Sergipe. mas ainda assim. 26) Roraima. idade. de 09 de março de 1972. 9) Mato Grosso. 20) Paraná. 15) Rio Grande do Norte. 27) Tocantins. Ordem de Precedência Entre as normas. 3) Maranhão.274.

serão apresentadas algumas formas mais utilizadas em um Cerimonial.004-560 16 . 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. Na sequência.6. Formas de Tratamento Muitas são as formas de tratamento utilizadas em um cerimônia e que deverão ser respeitadas rigorosamente de acordo com a função que a pessoa ocupa no momento. Vice-Presidente e Membros da Câmara dos Deputados e do Senado Federal ( Deputados Federais e Senadores) * Presidente e Conselheiros do Tribunal de Contas da União * Presidente e Conselheiros do Tribunal de Contas Estaduais * Presidente e Mambros das Assembléias Legislativas Estaduais (Deputados Estaduais) * Presidente das Câmaras Municipais 3 – Integrantes do Poder Judiciário * Presidente e Membros do Supremo Tribunal Federal * Presidente e Membros do Superior Tribunal da Justiça * Presidente e Membros do Superior Tribunal Militar * Presidente e Membros do Tribunal Superior Eleitoral * Presidente e Membros do Tribunal Superior do Trabalho * Presidente e Membros dos Tribunais de Justiça Estaduais * Presidente e Membros dos Tribunais Regionais Estaduais * Presidente e Membros dos Tribunais Regionais Eleitorais * Presidente e Membros dos Tribunais regionais do Trabalho * Juizes e Desembargadores * Autoridades da Justiça Militar.Integrantes do poder Legislativo: * Presidente. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. VOSSA EXCELÊNCIA .utilizado para: 1 – Integrantes do Poder Executivo: * Presidente da República * Vice-Presidente da República * Ministro de Estado * Secretário-Geral da Presidência da República * Consultor-Geral da República * Chefe de Estado-Maior das Forças Armadas * Chefe do Gabinete Militar da Presidência da República * Chefe do Gabinete Pessoal do Presiente da República * Secretário da Presidência da República * Procurador-geral da República * Governador e Vice-Governadores de Estado e do Distrito Federal * Chefes de Estado-Maior das Três Forças Armadas * Oficiais-Generais das Forças Armadas * Embaixadores * Secretário Executivo e Secretário Nacional dos Ministérios * Secretário de Estado dos Governos Estaduais * Prefeitos Municipais 2 .

muito utilizado inadeuqadamente.S. Sempre que soubermos o título acadêmico referente à profissão da pessoa em questão.utilizado para: Autoridades.1.) * MONSENHORES. VOCÊ – utilizado para: Tratamento informal. diretores de empresas.Exa. Ex. personalidades que tenham alguma distinção. diretores de autarquias e entidades de classe. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. Outras Formas de Tratamento a) Para Autoridades Eclesiásticas: * PAPA – Vossa Santidade (V.Revma. SENHOR/SENHORA – utilizado para: Tratamento de pessoas a quem queremos distinguir com respeito e cordialidade.Revma) * SACERDOTES E DEMAIS RELIGIOSOS – Vossa Reverência (V.004-560 17 . Reva) b) Para Autoridade Universitária: * REITOR – Magnífico c) Para Autoridade do Poder Judiciário: * JUIZ DE DIREITO – Meritíssimo d) Para Pessoas da Nobreza: * REI E IMPERADOR – Vossa Magestade (V. devemos usá-lo precedendo seu nome. além de militares até a patente de coronel.VOSSA SENHORIA . 6. Deve-se tomar cuidado no uso do título de DOUTOR.) * CARDEAIS – Vossa Eminência (v.M.) * ARCEBISPOS E BISPOS – Vossa Excelência Reverendíssima (V.) * PRÍNCiPE E DUQUE – Vossa Alteza (V. CÔNEGOS E SUPERIORES RELIGIOSOS – Vossa Reverendíssima (V. Deverá ser utilizado somente para pessoas que tenham concluído o DOUTORADO.ª) OBS – Não são mais usadas as formas de tratamento DIGNÍSSIMO (DD) e ILUSTRÍSSIMO (Ilmo). coloquial. funcionários públicos em cargos de chefia. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. conforme decreto Lei sancionados em 1992. Ema.: Professor José Santos. usado com pessoas com que se têm um certo grau de intimidade.

 Informativa: Visa somente transmitir informações. 7.000 e BRITTO. química. os tipos de eventos classificam-se da seguinte maneira:        Por Categoria Por Área de Interesse Por Localização Por Características Estruturais Por Data de Realização Por Perfil de Participantes Por Tipos 7.  Promocional ou Comercial: Tem por finalidade a promoção de um produto ou serviço de uma entidade.  Folclórica: Quando retrata manifestações de culturas regionais de nossa nação ou das demais. como por exemplo. Segundo CESCA. Classificação e Tipologia de Eventos Os eventos poderão se apresentar como institucionais e promocionais.  Governamental: Aborda realizações do governo.7. literatura. entre outros. 2.2.002. biologia. NAKANE.  Desportiva: Quando promove qualquer atividade esportiva. abordando lendas. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. empresa ou personalidade.  Social: Visa à confraternização. Por Área de Interesse:  Artística: O evento está relacionado a qualquer tipo de arte (dança. entre outros). sem pretensões educativas ou culturais. em qualquer esfera (municipal.  Científica: Quando o evento abrange temas científicos de áreas específicas.004-560 18 .  Empresarial: Aborda as realizações das organizações.  Religiosa: De cunho religioso.  Política: Quando retrata tópicos ligados à política.  Turística : Visa à exploração dos recursos atrativos de um destino.  Cultural: Tem por meta ressaltar os aspectos da cultura. poesia.  Lazer: Visa proporcionar entretenimento. independente de crédito. governo ou personalidade. pintura. Por Localização  Locais  Distritais  Municipais ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino.1. tradições e costumes típicos. estadual ou federal). música. 2. hábitos. medicina.997.  Educativa: Tem por objetivo final a educação.  Cívica: Aborda temas ligados à Pátria.3. governo. 7. 1. empresa. Por Categoria:  Institucional: Tem por finalidade criar ou manter a imagem da entidade.

conferências. regional. Paixão de Cristo. reunião de vendedores.). profissionais.7. simpósios. limitada em função da capacidade do local de realização. Por Tipos  Congressos: Possui duração de vários dias. São exemplos: Salão do automóvel. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. etc. estadual. usuários. painéis. Copa do Mundo. como medicina. São exemplos: Congressos em áreas específicas. ou ainda todas as forças que trabalham em prol da empresa (fornecedores. como: reunião de membros de um partido político para escolha de candidatos.  Específico: Evento realizado para um público claramente definido. workshops. no mesmo dia. Por Características Estruturais / Porte  Pequeno: Evento com número de até 200 participantes. podendo ter âmbito municipal. pode ter duração de vários dias..    Regionais Estaduais Nacionais Internacionais 7. com a presença de um coordenador. onde agrupa comerciantes. anualmente. autônomos. como: mesas-redondas. denominadas grupos de trabalho). carnaval). ou temas reservados aos congressistas para efetuarem apresentação de seus trabalhos) e técnicos (ligados às ciências exatas e sociais. São exemplos: Desfile das escolas de samba.5.004-560 19 . inclusive atividades sociais. produtores. Por Data de Realização  Fixo: Eventos que se realizam. etc.4. Tem por finalidade estudar temas de determinado ramo profissional. nacional ou internacional. mostras. religiosas e outras. Os congressos podem dividir-se em: científicos (ligados às ciências naturais. Pode ser promovida por entidade empresarial ou política. 7.6 Por Perfil de Participantes  Geral: Evento organizado para uma clientela em aberto. que permitem a participação plena de todos os congressistas. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. colecionadores. 7. O congresso constitui um evento de grande porte. exposições. demais filiais. Obs. feiras.  Dirigido: Evento restrito a um público que possui afinidades com o tema. 7. visando basicamente sessões de comissões divididas.  Móvel: Evento que sempre se realiza. de acordo com as comemorações cívicas.  Médio: Evento com número de participantes estimado entre 200 e 500  Grande: Evento com mais de 500 participantes. Os temas podem ser oficiais. etc. com número de participantes bastante elevados. dentre outros. podendo possuir inclusão de outros encontros dentro deste. educação. com periodicidade determinada.: poderá haver ainda os denominados Mega Eventos. porém com data variável (Olimpíadas. de âmbito interno ou externo.  Convenções: Exposição de assuntos por várias pessoas.

 Palestra: Não possui caráter tão formal quanto a Conferência. Ao final o coordenador da mesa colhe as opiniões e apresenta uma conclusão representando a opinião da maioria. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79.004-560 20 . no máximo 04 participantes na mesa. Este evento é mais formal que uma palestra e exige a presença de um presidente de mesa. filme ou representações teatrais. ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino.  Mesa Redonda: Os expositores (no máximo 10) ficam sob a coordenação de um moderador. Seminário: O assunto exposto é de conhecimento da platéia. com um moderador. Recomenda-se o uso de perguntas escritas. ou troca de idéias. de âmbito regional.  Simpósio: Possui tema geralmente científico. como uma “conversa”. o qual é pesquisado pelos próprios participantes. com o objetivo de estimular a participação de um público expressivo. que fará a introdução do conferencista e coordenará os trabalhos. apenas. portanto propõe a democratização do assunto. estados. divulgação de experiências. O objetivo maior não é debater. discussão-abertura para perguntas e respostas-e conclusão).  Painel: Exposição com.  Encontro: O encontro dá-se ao nível das idéias e pode ser a primeira fase para a montagem de um evento mais estruturado. Participam delegações representativas de grupos. com tempo limitado para a exposição e posterior debate entre os expositores e com participação da platéia na forma de perguntas via oral ou escrita. que geralmente é pessoa reconhecidamente competente. etc. com finalidade de discutir periodicamente assuntos de interesse do grupo. O palestrante não necessita ser um grande especialista. contará com a presença de um coordenador.  Conferência: Exposição de um assunto por apenas uma pessoa. dominar o assunto. novas tecnologias. O público poderá encaminhar perguntas havendo tempo hábil. Após a apresentação deverá ser aberta para questionamentos do público. não formulando perguntas. posteriormente são apresentados por representantes dos grupos participantes. A platéia participa com questionamentos. Os expositores geralmente sustentam posições divergentes. apenas com o público ouvinte. geralmente divide-se em três fases (exposição. Difere-se da Mesa Redonda por não permitir o debate entre os especialistas. para que as mesmas não evoluam para um debate aberto. Este tipo não permite a participação do público. A exposição é feita de maneira informal. porém. A apresentação das reuniões é feita com a presença de um coordenador. para melhor ordenamento das atividades. O tema é exposto a uma platéia relativamente pequena e que já possua algum conhecimento sobre o que será abordado. com o propósito de debater e expor temas polêmicos que. denominada conferencista. o qual apenas assiste ao evento. mas realizar um intercâmbio de informações.  Fórum ou Foro: Caracteriza-se pela discussão e debate. É um tipo de reunião menos técnica.  Assembléia: Sua característica principal é debater assuntos de grande interesse. com o intuito de formar opinião. pesquisas. Poderá ter duração de 01 ou mais dias ou ainda poderá ser realizado após a apresentação de uma palestra. países.  Jornada: Encontros de grupos profissionais. como forma de troca de informações. O encontro compreende a reunião de profissionais de uma mesma categoria. Sua característica principal é a participação de especialista de renome que geralmente focalizam os temas em diversos pontos de vista. devendo. Podem durar vários dias.

como os automóveis) e Horizontais (são oferecidos diversos produtos e serviços de diversas indústrias). com a finalidade de venda imediata. Feira: É a forma de expor mais freqüentemente organizada. cópia da planta. moedas. Este evento necessita da presença de um leiloeiro oficial que conduzirá as atividades. Sendo que a teleconferência é realizada através de uma linha de satélite alugada denominada DBS (Direct Brodcast Satellites) em um espaço físico prédeterminado com tradução simultânea. visa apenas à divulgação de produtos e/ou serviços. Showcasing: Vitrine Interativa. o que não impede aceitar inscrições de observadores. Posteriormente poderá apresentar interesse de compra. objetos de referência da empresa. e no local 21 ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. Havendo vários participantes. com intuito de venda posteriormente. Lançamento de Pedra Fundamental: Um evento que marca o início de uma construção. Leilão: Venda pública de objetos/produtos. também há uma instituição financeira determinada e poderá ficar à disposição para eventuais financiamentos. Mostra: A única forma de expor que pode ser visitada em vários locais. onde os produtos e serviços são expostos em vitrines fechadas e os visitantes não têm nenhum contato com os expositores. partindo de um valor mínimo determinado. geralmente de grande porte. É fixa e ampla. interessados no assunto apenas como ouvintes. porém. As Feiras podem dividir-se em: Setoriais (uma mesma categoria de produtos. por intermédio de lances individuais. com a mesma forma e conteúdo.). Constitui-se em um evento aberto a um grande público. Exposição: Também é fixa. Roda de Negócios: Tem por objetivo formalizar negócios. Possui objetivo apenas de divulgação. sendo que somente um assunto será abordado. Brainstorming: Tempestade de Idéias (traduzindo ao pé da letra). Todos têm oportunidade de se conhecer. É pequena e visa somente à divulgação.004-560 . Realizado para obter soluções novas. Salão: É menor que a Feira e também é fixo. A comunicação ocorre através de linhas telefônicas instaladas. um estímulo que em princípio aproveita todas as idéias e depois as seleciona conforme suas aplicações. a feira será apresentada sob forma de stands. portanto para a realização de um evento deste tipo faz necessária a existência de um problema. Posteriormente. criando uma imagem corporativa. As atividades são realizadas através de uma ordem pré-estabelecida e as conclusões são submetidas à votação. Simplesmente uma reunião que visa à comunicação de idéias. “Apenas as delegações oficiais têm direito a votação. Tem como peculiaridade a orientação das delegações para se posicionarem em lugares determinados.” Plenária: Possui as mesmas características da Assembléia. etc. registrando-se para as futuras gerações.           etc. Teleconferência: Este é um evento o qual o participante não precisa estar necessariamente no local onde ocorre a situação. O participante que oferecer o maior lance será contemplado com o produto. Coloca-se em uma urna algo que represente o momento vivido pela organização (fotos. jornais da época. Utiliza-se a estrutura de stands. promoção de uma determinada marca ou idéia. parcerias empresariais ou negociação político-econômica. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. a urna será enterrada.

Demonstra todo o processo de trabalho da empresa e seu cotidiano. Festival: Demonstra ao público. geralmente relacionados ao vestuário (moda). etc. Campeonato: Distingue-se do torneio pelo seu critério de periodicidade e abrangência mais amplas. Visando conhecer novos locais e culturas. geralmente com preço especial de lançamento. adquirida como estratégia ao evento. O autor se fará presente e irá redigir uma dedicatória a cada comprador do livro. Também possui um regulamento. Passeata: Manifestação popular. Visitas Empresariais ou Programa de Visitas: Consiste em receber grupos de pessoas seguindo uma programação preparada. Poderá ser feito em forma de pacotes. Entrevista Coletiva: Evento destinado à imprensa. ligado à área esportiva e com regras estabelecidas. artes. Torneio: Tem por objetivo a competição entre os participantes (com número limitado). È característica dos países com regime democrático. Inauguração: Apresentação ao público de interesse um determinado espaço físico que entrará em atividade. a primeira vez que um artista coloca à mostra uma obra. demonstrações artísticas. Pode ser exemplo de concurso o Vestibular das Universidades.004-560 . Utilizam-se modelos ou manequins profissionais para demonstrar os produtos. onde se utiliza uma atração. etc. envolve concertos musicais. diante de um fato. Vernissage: Abertura de exposição de artes plásticas. Hoje já existem os Showmícios. Pode ser individual ou coletivo. que será vendido no local. que deve ser conduzido e formatado por uma comissão técnica e especializado no assunto do concurso. Comício: Evento geralmente de cunho político. A pedra deverá ser construída no dia do evento. reunindo vários artistas. geralmente artística. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. Tem intuito de incentivar novos talentos. Volley. música. Evento de cunho político de apoio ou protesto. Exemplos de torneio: Futebol. Este evento pode estar ligado à gastronomia. Poderá ser realizado por uma ou mais pessoas. Sarau: Acontecimento festivo realizado à tarde ou no início da noite. Xadrez. Excursão: Evento que reúne um grupo de pessoas com a finalidade de viagem. visando atender os interesses dos participantes. etc. Noite de Autógrafos ou Lançamento de Livro: Apresentação do autor e de sua obra ao público de interesse. 22 ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. seguindo um regulamento específico. onde os candidatos de determinado partido expõem seus programas e idéias. Desfile: Apresentação de produtos. Hoje este evento já é realizado também numa manhã ou tarde. Há necessidade de descerramento de placa ou desenlace de fita inaugural. uma gama de estilos ou participações variadas. no qual o entrevistado faz uma explanação rápida e posteriormente é questionado pelos repórteres.              será fixada uma placa de identificação com o intuito de registrar o momento histórico. As perguntas podem ser submetidas à apreciação do entrevistado. Concurso: Também se caracteriza pelo vínculo de competição entre os participantes. literárias. geralmente de interesse específico. não necessariamente à noite.

Acontece sempre no início do ano ou do semestre letivo. Workshop: Encontros onde há uma parte explicativa e expositiva de um determinado produto. Estátuas e Retratos: Uma homenagem feita a alguém por seu desempenho. com entrega de diploma ou título.  Aula Inaugural: Possui as mesmas características da Aula Magna.  Semana: Evento muito semelhante ao Congresso. seguida de demonstração. onde um especialista renomado é convidado para uma apresentação no meio acadêmico e/ou educacional.  Inauguração de Bustos. Tem característica formal. o grupo com melhor resultado será agraciado com prêmios.  Conclave: Possui caráter religioso. homenagem à pessoa física ou jurídica em reconhecimento a serviços prestados. transformando a teoria em prática. Hoje este tipo de evento já é realizado em homenagem às pessoas ainda vivas. sob uma coordenação. porém não possui caráter formal.  Estudos de Caso: Evento mais utilizado na área científica.  Colóquio: Constitui-se em um tipo de reunião fechada. porém esta é mais utilizada na área educacional. geralmente os homenageados são pessoas já falecidas.  Encontros de Convivência ou Eventos Sociais: Encontro de pessoas para momento de descontração. o grupo procura a solução mais adequada a ser implantada. Requer a presença de um coordenador ou moderador. geralmente conhecido pelos debatedores e pelo público. enquanto que o Workshop é mais comercial/empresarial. O participante vê como se faz e tem oportunidade de executar tarefa. onde as pessoas se reúnem para discutir assuntos de interesse comum.  Aula Magna: Espécie de conferência. Os participantes devem realizar o cumprimento de várias tarefas elaboradas por uma equipe. pois acabará divulgando o produto exposto.  Outorga de Título: Aprovação. A platéia só poderá participar com aplausos e protesto muito moderado.  Oficina: Semelhante ao Workshop. Ao término da gincana. com temas de ordem ética e moral. Geralmente é realizado dentro da própria empresa.  Lançamento de Maquete: Possui a mesma designação do Lançamento de Produto.  Gincana: Geralmente os participantes compõem-se em grupos para competição. Os Encontros de Convivência dividem-se em: ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino.004-560 23 .  Lançamento de Produto: Consiste em apresentar determinar produto ao público. Os expositores são na maioria religiosos e a organização é semelhante à de um congresso.  Debate: Caracteriza-se pela discussão de duas ou mais pessoas (debatedores) que defendem pontos de vista diferentes sobre um determinado tema.  Posse: Consiste em oficializar uma pessoa numa determinada função para a qual foi eleito ou designado. onde um determinado caso é apresentado ao grupo e após a disseminação das informações. integração ou até mesmo negócios. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. que pode solicitar pedidos engraçados ou com certo tipo de dificuldade. tem por objetivo esclarecer e tomar decisões. Possui duração de vários dias e a dinâmica é a mesma de um Congresso. Podem ser cerimônias abertas ou fechadas. A imprensa deverá merecer destaque.

437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. levando-se em conta as restrições feitas por algumas pessoas. Almoço Network: Almoço Reunião. 02. 10. Café da Manhã: Realizado nas primeiras horas do dia. final do expediente. 08.01. Almoço: Poderão ser realizados em restaurantes. Caracteriza-se como uma reunião descontraída. 03. Banquete: A ocasião é mais suntuosa e solene. geralmente na saída do trabalho. entre outros locais. 05. Happy-Hour: Caracteriza-se como uma reunião de final de tarde. Destaca-se das anteriores pela qualidade dos serviços e quantidade de participantes. reunindo profissionais e exposição de assuntos de interesse comum. 07. 09. Coffee-Break: Oferecido nos intervalos de evento (geralmente os de mais de 03 horas de duração). clubes. com horário determinado. Acontece em bares. sendo que possui um caráter mais formal. É realizado normalmente entre 10h00 e 12h00. Coquetel: Evento em que as pessoas circulam. talvez por motivos religiosos. restaurantes e também hotéis. O cardápio é mais reforçado. O cardápio será previamente escolhido. Não devendo ultrapassar 02 (duas) horas de duração. realizado no final da tarde. 06. 04. sendo servidas por garçons ou servindo-se em uma ou mais mesas estrategicamente dispostas no salão. A palavra Brunch vem do idioma americano nas palavras: breakfast = café da manhã + lunch = almoço. em substituição ao café da manhã e o almoço. hotéis. destinado ao relaxamento e degustação de algo oferecido.004-560 24 . ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. Jantar: Segue os mesmos procedimentos do almoço. Realizado também para discutir negócios. Brunch: Oferecido no meio do dia. Chá da Tarde: Possui maior apelo para o público feminino.

NAKANE. GIACAGLIA. Organização de eventos. Cerimonial e etiqueta: o ritual das recepções.G.T. Andréa. Apostila curso cerimonial e protocolo. 2003. M. 1985 MATIAS. Tudo sobre eventos. M. Caxias do Sul: EDUCS. M. A . 5. 1999. 2004 LINS. Renato Brenol. 437 • Centro • Campo Grande / MS • Fone: (67) 3321-6100 • CEP: 79. CESCA. Organização de eventos – Teoria e prática. São Paulo: STS.ed. São Paulo: Summus. Etiqueta. São Paulo: PioneiraThomson Learning. de.ed. 2001. 2000 ___________________________________________________________________________________________________________ Rua Pedro Celestino. Infobook.004-560 25 .G. Vânia de Araújo. Técnicas de Organização de eventos. 2.I. Manual de eventos. ANDRADE. 1997 FREITAS. Organização de eventos.. protocolo e cerimonial. C. Brasília: Escopo. E. 2001. MEIRELLES.C. Belo Horizonte: Uma. Rio da Janeiro: SENAC.F. G. 2002. amp. Baruei/SP: Manole.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALVES.