PSICOLOGIA EXPERIMENTAL I - Primeiras Escolas

:

Estruturalismo: Fundado por Wilhelm Wundt, estudo dos três elementos que formam a estrutura da consciência: Imagens, pensamentos e sentimentos, através da introspecção, experimentação e observação.

Funcionalismo: Um dos líderes do funcionalismo foi Willian James. Tem como base investigar a função dos processos mentais na adaptação do indivíduo ao meio ambiente. Mantia a ideia do estruturalismo, vendo a psicologia como estudo da consciência, mas não acreditava que a mesma poderia ser dividida em diferentes elementos. As atividades mentais mudavam continuamente e se mantinha inter-relacionada, formando uma unidade de experiência, falando que um pensamento levava a outro em um fluxo contínuo.

Psicanálise: Sigmund Freud. Análise da mente através dos fatos do passado, pela interpretação. Desenvolveu para explicar os conflitos inconscientes, parte da mente que não temos acesso. (Interpretação de sonhos, associação livre).

Gestalt: Formado por um grupo de psicólogos Alemães – Max Wertheimer. Rejeitavam a noção de que as experiências podem ser desintegradas em elementos, insistiam que experiência só pode ser estudada como um todo. Gestal = “todo organizado”, “padrão” em alemão. Interessados em conduzir pesquisas sobre percepção, a interpretação da informação pelos sentidos. “ O psiquismo humano não pode ser analisado em pedaços, mas sim em um todo.”

Behavorismo: Estudos dos comportamentos observáveis. (John Watson, Skinner). Comportamento: toda ação observável em um sistema aberto e que pode ser medido. (Homem é visto como um organismo que responde a estímulos do meio). -Reflexo: Interação entre estímulo e resposta.

Humanismo: Carl Rogers. “ Convive-se com a essência humana de forma natural” – As pessoas são vistas como clientes e não como pacientes, e são encorajadas para expressar seus sentimentos e encontrar suas próprias soluções para os problemas ao mesmo tempo em que estão comprometidas à uma relação de apoio com o seu terapeuta. (Livre Arbítrio).

-Formulação da hipótese -Tomada de dados -Análise e interpretação dos resultados -Divulgação da solução OBS: O método experimental de pesquisa é o mais rigoroso. modificação do comportamento. examinando questões sobre: memória. -Definição do problema. também diferenciado e aprovado por métodos experimentais.2)Variável Dependente: o que é afetado pela manipulação da variável independente (efeito).Psicologia Cognitiva: Investiga diversos domínios. Perspectiva Evolucionista: Deriva da teoria da evolução pela seleção natural. passa-os aos seus filhos. 1. “Concentra-se no processamento mental da informação. 1. . Ou seja.Sociobiologia: campo da psicologia evolucionista que explora as bases biológicas e evolucionárias do comportamento social.1. PESQUISA EXPERIMENTAL Solução de um problema pelo método cientifico. -Etologia: Estudo do comportamento animal sob perspectiva evolucionista. (Pessoas que transmitem comportamentos que contribuem para a sobrevivência. Baseia-se na ideia de que os seres humanos são como computadores: ambos colhem a informação. utiliza instrumentos da neurologia. raciocínio. atenção.3) Variável Intermitente ou estranha: . Psicologia Cultural: Através do contato com uma cultura há um tipo de comportamento. e sempre um problema solucionável. 1) Definição do problema: o que saber? geralmente colocado em forma de pergunta. enfatiza as relações entre o cérebro e comportamento.” Psicobiologia: Explica que o comportamento é resultado de eventos químicos e biológicos complexos que ocorrem dentro do cérebro. certas características comportamentais evoluíram por muitas gerações por meio do processo de seleção natural. Embora haja interação entre influências ambientais e hereditárias sobre o comportamento.1) Variável Independente: aspecto do ambiente manipulado pelo experimentador. criatividade e resolução de problemas. que passarão adiante). (John Berry – um dos líderes). processam-na e produzem respostas. percepção. 1.

mas não foi incluso ou controlado inicialmente.TRÊS CONJUNTOS DE INFORMAÇÕES: 1) Os itens 1 e 2 referem-se à identificação social 2) Os itens de 3 à 8 referem-se a identificação das condições em que a observação ocorre3) Os itens 9 e 10 referem-se ao registro de comportamento e circunstâncias ambientais MÉTODO DE OBSERVAÇÃO: .O que é observar? Técnica de coleta de dados. aparelhos de auxílio ou deficiências).2) Grupos de sujeitos (Experimental ou de controle) 3. Descrição do sujeito observado (Sexo. . O PROTOCOLO DE OBSERVAÇÃO: Folha onde o observador registra os dados coletados. 2. 2) Hipótese: proposta sugerida como explicação para um fenômeno.2) Instrumentos 3. Idade.1) Método 3. tratamentos e as medidas são distribuídas. um método científico de pesquisa e estudo OBS: NÃO se deve usar subjetividade e interpretação pessoal na observação .1. 3.3) Procedimentos 4) Análise e interpretação dos resultados.1. -H1 (Hipótese): há diferença.1. estratificada ou equivalente) 3.1. Data da Observação 4.9. e o experimento capaz de confirmá-la ou rejeitá-la.1) Sujeitos 3. escolaridade.Tem que ser testável. 1.1) Amostragem(Aleatória. Nome do observador 2. Horário da Observação (Início e Término) 5. Objetivo da Observação 3.1. Relato do ambiente físico (local que o sujeito se encontra – relato e diagrama) 7. Espécie. 3) Coleta de Dados: Sobre como os sujeitos. Relato do ambiente Social (Demais pessoas presentes no local e o que fazem). Técnica de registro utilizada 10. -HO (Hipótese Nula): Não há diferença entre os grupos devido ao tratamento. 8. Registro Propriamente dito .um fator que pode afetar a relação entre a variável independente e a dependente. 5) Publicação dos resultados. Nível Socioeconômico.1. Diagrama da Situação 6.1) Formulação da Hipótese: O resultado esperado é construído a partir de um raciocínio lógico e resultados anteriores.

TÉCNICAS DE REGISTRO: .Técnica de Registro por duração do comportamento .Tem como objetivo compreender o comportamento investigado.Técnica de Registro por eventos . .Técnica de Registro por intervalos . PONTOS IMPORTANTES: .Técnica de Registro contínuo cursivo .Técnica de Registro por amostragem de tempo . Sistemática e Objetiva. levantar hipóteses para intervenção ou tratamento.-Importância da linguagem cientifica: Objetiva. . elimina a confusão no que está sendo interpretado.Técnicas Mistas.Descrever o que observa não o que interpreta. controlar os eventos.