23/02/12

Revista aU | Apesar do terreno estreito e longo, casa criada por CR2 Arquitetura e FGMF, em São P
NOTICI RIO REVISTA S TCPO LIVROS SOFTWA RE EVENTOS PINI ENGENHA RIA GUIA DA CONSTRUÇÃ O PINI EMPREGOS

T ec nologia e M ateriais | C us tos | E xerc íc io P rofis s ional | M erc ado I mobiliário | G es tão | A rquitetura | U rbanis mo | Sus tentabilidade | H abitaç ão | + A s s untos

Olá L ciana C i

ina Ce on! Meu Cadastro

Buscar...

E diç ão 2 1 4 |

Dezembro/2011

CASA

Compartilhe

Apesar do terreno estreito e longo, casa criada por CR2 Arquitetura e FGMF, em São Paulo, dispõe de espaços integrados e naturalmente iluminados
De um pequeno terreno a uma residência ampla. Os arquitetos subvertem a tradicional ordem dos cômodos, reorganizam a planta, rebaixam a cozinha e constroem uma residência cheia de luz, verde e espaço
Por Laura Sobral Fotos Fran Parente

aU - Arquitetura e Urbanis mo :: Cas a :: ed 215 Fevereiro 2012

Teste
aU - Arquitetura e Urbanis mo :: V deo :: ed 215 Fevereiro 2012

Ray e C harles Eames
aU - Arquitetura e Urbanis mo :: V deo :: ed 215 Fevereiro 2012

Trechos do filme Praça Walt Disney
aU - Arquitetura e Urbanis mo :: V deo :: ed 215 Fevereiro 2012

Estrategia de Movilidad en Bicicleta, UNA GEHL

www.revistaau.com.br/arquitetura-urbanismo/214/artigo244590-1.asp

1/5

por questões legais. estendendo-se pelo forro e móveis. foi estratégica". explica Lourenço.23/02/12 Revista aU | Apesar do terreno estreito e longo. "Foi uma escolha mais que estilística. A casa incrustada entre duas empenas em um lote de apenas quatro metros de frente e com poucas faces iluminadas traz soluções simples e certeiras. Perícia A mbiental livros softwares + vendidos Patrimônio de A fetaç Incorporação Imobiliá De: R$62. a falta de barreiras entre ambiente privado e público surpreende.o visitante é recebido por uma brancura extrema.aliás. embora a busca por um espaço simples fosse uma premissa do partido: é.que. Quando se fala em Jardim Europa.00 Entrando no nível térreo por uma fachada negra . Não é o caso da residência dos arquitetos Clara Reynaldo e Lourenço Gimenes.Estrutur isostáticas . levando-a a todos os pontos da casa.revistaau. malconservada. Já na entrada. Nos dias de hoje. Com www. a residência chama atenção para si: não tem portão. R$79. como uma gentileza urbana".2ª ed R$56. complementam. que vai do piso de resina de poliuretano às paredes. uma estratégia para refletir a luz internamente..com.br/arquitetura-urbanismo/214/artigo244590-1.. respectivamente autores e moradores do projeto. "Quisemos dar um pouco de nosso espaço para a cidade. em São P 16 17 18 20 21 22/02/2012 C oncurso vai selecionar projeto para revitalização das passagens subterrâneas Brasília 22/02/2012 C onjunto de edifícios no sertão nordesti recebe certificação de sustentabilidade 17/02/2012 Tribunal de Justiça de São Paulo derrub liminar que suspendia o projeto Nova Luz 17/02/2012 Edifício de vidro com volumes assimétri vai abrigar teatro em Taiwan SLIDE SHOW DESENHOS FICHA TÉCNICA FORNECEDORES C om prar.asp São Paulo 2/5 TC U .00 A nálise Estrutural par Engenharia Civil e A rquitetura . A obsessão pelo branco não é puramente formal. teve de ser demolida para que a nova se erguesse. casa criada por CR2 Arquitetura e FGMF. bairro residencial da cidade de São Paulo. um dos únicos elementos de cor escura da casa . do CR2 Arquitetura e FGMF Arquitetos. logo se pensa em casas de dimensões generosas. é a mesma da casa original adquirida pelos arquitetos .00 ABNT A eroportos A N A C arquitetos Concreto Concurso C O N FE A construcao Copa do Mundo de 2014 Emprego Estrutura FGV I BRE I nfraes trutura Obra Rio de J aneiro A ocupação do lote.00 Por: R$55. antes de tudo.

o jardim possibilita a fluidez visual da casa. qualquer centímetro quadrado ao ar livre foi uma grande conquista. O ecotelhado e o deck sombreiam as telhas metálicas atirantadas na estrutura. como forro. O térreo é um espaço comum de sala de estar. ser o ambiente da entrada. cruza a sala em direção à janela da cozinha. um espaço de lazer que complementa o jardim do térreo. Por estar abaixo do nível da rua.com. O jardim também tem seu papel na eficiência da casa: além de representar uma área permeável superior à exigida por lei. mas com peças dispostas em diferentes sentidos.revistaau. a escada plissada e de degraus soltos de chapa metálica estampada conecta os pavimentos. quanto no térreo.e. junto a mais uma solução: uma parede verde. estando esta última à direita de quem entra. por sua vez. malconservada. paredes de gesso e placas cimentícias. A solução partiu de uma exigência: que a sala estivesse integrada ao jardim de portas envidraçadas retráteis. como fachada.br/arquitetura-urbanismo/214/artigo244590-1. O sistema de construção seca foi empregado largamente .asp 3/5 Se le cione a fe rram e nta. principalmente.revestimento que aparece tanto no exterior. onde o lençol freático é bastante superficial.que. a estrutura metálica aparece com esbeltas vigas metálicas que cruzam o espaço e se apoiam em pilares embutidos nas empenas laterais. a parede verde abriga espécies diversas de plantas. acima da sala/cozinha fica o contêiner da área íntima. com duas suítes. jantar e cozinha. Para o casal. aumentando consequentemente o pé-direito. Perfeito para quem busca qualidade. os arquitetos especificaram um brise. que. Daí seu rebaixamento em 75 cm que propiciou. tudo o que rodeia o átrio do jardim possui fechamento de vidro. além de umidade e infiltrações. Ainda no pavimento superior. com manta asfáltica (4 mm). comuns naquela área. que vivia em apartamento. protegidos por uma grade. Há.com. que funcionam também como guardacorpo. possuem desenhos iguais. para que os ambientes tenham iluminação e ventilação naturais. teve de ser demolida para que a nova se erguesse. passadiços metálicos. cria uma zona de baixa pressão. ainda. moreia. Destacá-la na forma e integrá-la espacialmente passou de obstáculo a oportunidade de projeto.23/02/12 Revista aU | Apesar do terreno estreito e longo. garantindo condições térmicas adequadas para a maior parte do ano. Só sobrou à cozinha estar voltada para a fachada e. do artista plástico Fabio Flaks. como se estivesse recortado no volume construído. grandes caixilhos e pisos de resina ou deck flutuante. e revestido de lambris de alumínio . um sistema formado por módulos alveolares de material plástico reciclado. www.conspar.. Mas claro. Constituída por blocos cerâmicos prémoldados e pintados com tinta impermeabilizante. Subindo mais um andar. Aqui. que recebem um substrato leve nutritivo e plantas. Esse espaço branco e amplo integra-se ao jardim onde descansam as bicicletas do casal. Os ladrilhos. com cuidado: neste bloco. O terraço dá acesso para a manutenção dos equipamentos de ar-condicionado e aquecimento de água. www. foi utilizado painel wall (duas placas finas cimentícias com o miolo preenchido de madeira sarrafeada) sobre a estrutura metálica. para posterior aplicação do piso de placas de borracha. A diferente maneira de evidenciar a cozinha venceu a opção do primeiro impulso: escondê-la. O mesmo material do brise aparece no piso da passarela metálica que faz a circulação horizontal no pavimento íntimo e que permite a transparência necessária para que o grande painel de ladrilhos cerâmicos instalado em toda a extensão da empena sudeste possa ser visto nos dois pavimentos. em São P arquitetos . com seus três planos transparentes generosamente banhados pelo sol. está sobre uma membrana antirraízes. entre elas avenca. resfriado. São brises fixos em malha de chapa expandida. na abertura que dá ao jardim. Com a projeção dos dois blocos no papel. ainda. e em uma cota rebaixada em relação ao espaço destinado à sala.br .a parcela de concreto da construção ficou apenas na fundação e no contrapiso armado. inclusive entre os andares. madressilva e minibromélia. a dupla resolveu a questão unindo-os em torno de um jardim . Lotes a partir de 150m Loteamentos prontos para construir. que estende a área externa da casa e combina deck e ecotelhado. Para a base do piso do primeiro pavimento. por isso. uma membrana para retenção de água e nutrientes. O ar. chega-se a uma aconchegante sala de TV e à cobertura-terraço. Já no bloco menor. um desenho inusitado: o piso na cota da sala continua como uma mesa de cozinha. Abaixo dos módulos há a "galocha". Mas é. contribuindo para o conforto térmico de toda a casa.. Entre os sistemas especificados. lajes de painel de madeira. casa criada por CR2 Arquitetura e FGMF. O tratamento previne bolhas no piso de resina. foi feito um tratamento impermeabilizante análogo ao que se faz em piscinas.

impr prias ou que contenham palavras de baixo calão serão excluídas.is incrusted between two gables in a lot measuring only 4 meters in front and with few illuminated facades.Ace sso R ápido --- 4/5 . which gives shade to the stayed metal tiles structure and contributes to the house''s thermal comfort. had to be demolished. The different manner of high-lining the kitchen won over the first impulse option: to hide it. The occupation per lot. The obsession for what is. em São P Foram utilizados três tipos de fechamento seco. which goes from the polyurethane resin to the walls. one reaches the penthouseterrace. as well as in the ground floor. as a ceiling. e dina costa [12/01/2012 14:08] Adore i o proje to. At the top floor is the intimate area container. above all. Luciana Cristina Ceron.authors and residents in the project . the visitor is greeted by an extreme whiteness. extending to the external area of the house and combines a deck and the ecological roof. www. the latter at the right side of the entering visitor. With the projection of the two blocks in paper. dê sua opinião (max 1000 caracteres) O f rum da aU é um espaço livre para que nossos leitores debatam idéias. aproveitando-se de nosso clima para privilegiar a iluminação e ventilação naturais.. casa criada por CR2 Arquitetura e FGMF. the duo solved the problem by uniting them around a garden -making possible the visual fluidity of the house. with its three transparent planes generously bathed by sunlight. The ground floor is a common space for a living room..23/02/12 Revista aU | Apesar do terreno estreito e longo. a strategy to internally reflect light. Climbing one more level. a inte gração é bacana. foram usadas lã de rocha e lã de vidro. Use-o de forma adequada.com. --. also between the floors. is the same as the original house ..asp C opyright © 2 0 1 1 . But the project has simple and precise solutions to amplify the space.which. Mensagens ofensivas.a coating that appears at the outside as in the facade.br/arquitetura-urbanismo/214/artigo244590-1. When entering the ground level. Das pequenas casas japonesas e holandesas. respectivamente. Para o isolamento termoacústico nas paredes de drywall e nos forros. taking it to all parts of the house. Apesar de referências estrangeiras. re alm e nte há ide ias le gais. due to legal issues. extending to the ceiling and furniture.. T odos os direitos res ervados . poorly maintained. dining room and kitchen. E ITS FOR LIGHT The residence of architects Clara Reynaldo and Louren o Gimenes. Seus comentário serão exibidos juntamente com o nome de seu cadastro no portal Pini. outro impermeabilizado para áreas úmidas (chapa verde) e para áreas molháveis (placa cimentícia). and at an elevation lowered in 75 cm relative to the space destined for the living room. um para áreas secas (chapa de gesso). a casa 4 x 30 utilizou a união da criatividade com a funcionalidade para espaços diminutos e a subversão do programa de uma casa tradicional.E ditora P I N I L tda. Lourenço e Clara a definem como bem brasileira. faça sua busca. Só não e nte ndi a colocação da m e sa da cozinha re nte ao piso da sala. from CR2 Arquitetura and FGMF Arquitetos ..revistaau. lined with aluminum .

casa criada por CR2 Arquitetura e FGMF.A rquitetura e U rbanis mo | T éc hne | E quipe de O bra | I nfraes trutura U rbana | aU em Rede | A nuário P I N I 2 0 1 1 LIVROS | TCPO | SOFTWA RE GUIA DA CONSTRUÇÃ O A nuário P I N I | P reç os P es quis ados | ndic es e C us tos | A tualizaç ão M onetária | C omo E s pec ific ar PINIempregos M eu C urríc ulo | C adas trar C urríc ulo | Bus c ar V agas | C adas trar V agas | Bus c ar C urríc ulo | E mpres as | Benefíc ios CONTA TO Fale C onos c o | C adas tre.E ditora P I N I L tda. --..s e | Suporte de Software | Repres entantes | FA Q P ortal | A nunc ie www.asp 5/5 .Ace sso R ápido --- aU . faça sua busca.. T odos os direitos res ervados .23/02/12 Revista aU | Apesar do terreno estreito e longo. em São P C opyright © 2 0 1 1 .A rquitetura e Urbanismo C as a | Bras il | I nternac ional | E ntrevis ta | I nters eç ão | C rônic as A gudas | E xerc íc io P rofis s ional | I nteriores NOTICI RIO T ec nologia e M ateriais | C us tos | E xerc íc io P rofis s ional | M erc ado I mobiliário| G es tão| A rquitetura| U rbanis mo| Sus tentabilidade| H abitaç ão| I nfraes trutura| L egis laç ão| N ordes te REVISTA S C ons truç ão M erc ado | G uia da C ons truç ão | aU .com.br/arquitetura-urbanismo/214/artigo244590-1.revistaau.