Tipologia textual

Narração Conceito: Narração é o relato de acontecimentos em determinada sequência. Uma narração estrutura-se da seguinte forma: - Situação: é a apresentação do assunto que determinou o relato. - Complicação: é o estabelecimento de um conflito gerado pela ação das personagens. - Solução: é a resolução (positiva ou negativa) do conflito. A título de ilustração, observe o texto a seguir:
1.F. e P. nasceram do mesmo pai e da mesma mãe. 2. A fortuna, porém, não os assistiu com a mesma equidade: F. foi adotado e criado por família ilustre; P. deixou-se ficar com os pobres pais. 3.F. tirou título de doutor; P. morreu aos 18 anos num tiroteio com a polícia.

Como se vê, o pequeno texto acima é uma narração já que: a) relata mudanças de estado que foram ocorrendo com duas pessoas (F. e P.); b) há relação de anterioridade e posterioridade entre os episódios relatados. Veja outro exemplo de um texto narrativo:
Eram sete horas da noite em São Paulo e a cidade toda se agitava naquele clima de quase tumulto típico dessa hora. De repente, uma escuridão total caiu sobre todos como uma espessa lona opaca de um grande circo. Os veículos acenderam os faróis altos, insuficientes para substituir a iluminação anterior.

Esse texto é narrativo, pois: - relata fatos concretos, num espaço concreto e num tempo definido; - os fatos narrados não são simultâneos como na descrição: há mudança de um estado para outro, e, por isso, entre os enunciados existe uma relação de anterioridade e posterioridade. Descrição Conceito: Descrição é a representação das características de uma pessoa, de uma cena, de um objeto ou de um processo. Pode ser comparada a um “retrato verbal”. A descrição pode ser técnica ou literária, de acordo com sua finalidade. Leia o texto que segue:
Luzes de tons pálidos incidem sobre o cinza dos prédios. Nos bares, bocas cansadas conversam, mastigam e bebem em volta das mesas. Nas ruas, pedestres apressados se atropelam. O trânsito caminha lento e nervoso. Eis São Paulo às sete da noite.

Como se pode notar, esse texto relata variados aspectos de um certo momento da cidade de São Paulo. É um texto descritivo. Note que: a) todos os enunciados relatam ocorrências simultâneas; b) por isso não existe um enunciado que possa ser considerado cronologicamente anterior a outro; c) ainda que se fale de ações (conversam, atropelam, caminha), todas elas estão no presente, não indicando, portanto, nenhuma transformação de estado; d) podemos inverter a seqüência dos enunciados sem o perigo de alterar nada.

Veja outro exemplo de Descrição ( invertida):
Eis São Paulo às sete da noite. O trânsito caminha lento e nervoso. Nas ruas, pedestres apressados se atropelam. Nos bares, bocas cansadas conversam, mastigam e bebem em volta das mesas. Luzes de tons pálidos incidem sobre o cinza dos prédios.

Já vimos que se trata de uma descrição, pois: - são relatados vários aspectos concretos de um lugar concreto (São Paulo) num ponto estático do tempo (às sete da noite); tudo é simultâneo e não há progressão temporal entre os enunciados, por isso pudemos inverter a ordem das características descritas e o texto continuou coerente. Dissertação Conceito: Dissertação é uma explanação lógica de idéias. É um texto que analisa e interpreta dados da realidade por meio de conceitos abstratos. Uma dissertação é composta de três partes: - Introdução - Desenvolvimento - Conclusão Leia o texto que segue:
O brasileiro, nos últimos anos, tem revelado uma profunda descrença na instituições políticas do país. Vários fatores têm ocorrido para isso. Entre eles, podem se citar a incapacidade do governo de controlar o processo inflacionário, a impunidade dos que fazem mau uso do dinheiro público e o mau funcionamento dos legislativos.

Esse texto é dissertativo. Dissertação é o tipo de texto que analisa e interpreta dados da realidade por meio de conceitos abstratos, isto é, a referência ao mundo real se faz através de conceitos amplos, de modelos genéricos. Na descrição e na narração, predominam termos concretos, que se referem a pessoas ou coisas do mundo real ou presumivelmente real. Veja outro exemplo de texto dissertativo:
As condições de bem-estar e de comodidade nos grandes centros urbanos como São Paulo são reconhecidamente precárias por causa, sobretudo, da densa concentração de habitantes num espaço que não foi planejado para alojá-los. Com isso, praticamente todos os pólos da estrutura urbana ficam afetados: o trânsito é lento; os transportes coletivos, insuficientes; os estabelecimentos de prestação de serviço, ineficazes.

-

Como se pode notar, esse texto é nitidamente dissertativo, pois: interpreta e analisa, através de conceitos abstratos, os dados concretos da realidade.

O Relato O ato de relatar caracteriza-se pela apresentação ou enumeração de informações básicas sobre um acontecimento. Ao narrar, alguém preocupa-se com o fato e suas consequências. No Relato é diferente: a preocupação é apenas o registro desses fatos. Uma ata de reunião é apenas o registro dos fatos, ou seja, ela é um relato.

EXERCÍCIOS (narração e descrição) 1) Que tipo de texto predomina na poesia abaixo? Explique.
ANEDOTA BÚLGARA Era uma vez um czar naturalista que caçava homens. Quando lhe disseram que também se caçam borboletas e andorinhas, ficou muito espantado e achou uma barbaridade. (ANDRADE, Carlos Drummnond de. Reunião. 6 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1974, p. 21)

2) Leia a crônica abaixo e, em seguida, responda às questões.
PISCINA Era uma esplêndida residência, na Lagoa Rodrigo de Freitas, cercada de jardins e tendo ao lado uma bela piscina. Pena que a favela, com seus barracos grotescos se alastrando pela encosta do morro, comprometesse tanto a paisagem. Diariamente desfilavam diante do portão aquelas mulheres silenciosas e magras, latas d'água na cabeça. De vez em quando surgia sobre a grade a carinha de uma criança, olhos grandes e atentos, espiando o jardim. Outras vezes eram as próprias mulheres que se detinham e ficavam olhando. Naquela manhã de sábado ele tomava seu gim-tônica no terraço, e a mulher um banho de sol, estirada de maiô à beira da piscina, quando perceberam que alguém os observava pelo portão entreaberto. Era um ser encardido, cujos molambos em forma de saia não bastavam para defini-la como mulher. Segurava uma lata na mão, e estava parada, à espreita, silenciosa como um bicho. Por um instante as duas mulheres se olharam, separadas pela piscina. De súbito, pareceu à dona da casa que a estranha criatura se esgueirava, portão a dentro, sem tirar dela os olhos. Ergueu-se um pouco, apoiando-se no cotovelo, e viu com terror que ela se aproximava lentamente: já transpusera o gramado, atingia a piscina, agachava-se junto à borda de azulejos, sempre a olhá-la, em desafio, e agora colhia água com a lata. Depois, sem uma palavra, iniciou uma cautelosa retirada, meio de lado, equilibrando a lata na cabeça e em pouco tempo sumia-se pelo portão. Lá no terraço, o marido, fascinado, assistiu a toda a cena. Não durou mais de um ou dois minutos, mas lhe pareceu sinistra como os instantes tensos de silêncio e de paz que antecedem um combate. Não teve dúvida: na semana seguinte vendeu a casa. (SABINO, Fernando. A mulher do vizinho. Rio de Janeiro: Autor, 1962. P. 83) a)

O texto menciona várias palavras que pertencem ao campo semântico de ver, olhar. Assinale a alternativa com verbos que contenham esse significado: 1. desfilavam/surgia 2. segurava/observava 3. espiando/assistiu 4. perceberam/esgueirava

b) Aponte a alternativa que melhor explica o sentido da água no texto: 1. É um meio de subsistência para a favela. 2. Constitui-se numa fonte de lazer para a mulher rica. 3. Separa as duas mulheres em classes sociais distintas. 4. É um elemento figurativo do cenário. c) Na narração, pode haver inserções descritivas. Retire três dessas descrições. d) Aponte no texto os elementos que o caracterizam como narrativo. Profa Rosa de Oliveira

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful