5 SAÍDAS

Pensar a Economia Verde a Caminho do Rio+20

VERDES PARA
Campanha “O que nos Une a Todos”

A CRISE

Conferência Rio+20
Vinte anos após a primeira Cimeira da Terra – Rio 92, Governos, instituições internacionais, ONG e sociedade civil de todo o mundo irão participar na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (CNUDS ou "Rio+20"), cujo foco central será a transição para uma economia verde global no contexto da erradicação da pobreza e de uma governança para o desenvolvimento sustentável. http://www.uncsd2012.org/rio20/index.php?menu=17

Espera-se que esta cimeira do Rio+20, constitua o início de um acelerado e profundo processo de transição mundial em direcção a uma economia verde - uma economia que gera crescimento, gera emprego e erradica pobreza por investir e preservar o capital natural sobre o qual assenta nossa sobrevivência a longo prazo. Depois do desaire de Copenhaga e de 20 anos de tortuosas negociações climáticas, o Rio+20 tornou-se o foco de convergência de um ambicionado ponto de viragem para “reinventar o mundo” e renovar o compromisso político na procura de instrumentos e estratégias que apontem saídas para o perigoso caminho que está a ser traçado.

Ideias Centrais:

Se por um lado a crise financeira está a colocar seriamente em risco a possibilidade de se obter sucesso na Cimeira do Rio, este evento não deixa de ser, no médio prazo, a única oportunidade de iniciar uma reflexão global sobre a construção dos novos alicerces necessários para uma economia verde e humana. A Quercus, em parceria com várias Universidades e autarquias portuguesas, não quis ficar de fora desta discussão, e submeteu uma proposta que pretende ser um contributo para este debate. Participou posteriormente na discussão da Draft Zero do documento suporte da Cimeira “The Future we want...”.

 

Objectivos:
O Rio+20 é uma oportunidade única para consolidar a mensagem da viabilidade da construção um modelo económico ambientalmente e socialmente sustentável. A Cimeira do Rio+20 deve desempenhar um marco impulsionador de um processo de mudança.

Embora com problemas estruturais complexos ainda por resolver, a economia verde é já nos nossos dias um factor de diferenciação positiva em vários sectores, que são pioneiros neste novo paradigma.

Estes casos concretos, em que o fator ambiental foi determinante na estratégias de empresas ou sectores de actividade, deve ser divulgado e incentivado, de forma a criar a consciência de que estas são saídas reais e viáveis.

A visibilidade que se pretende dar a estes casos, deve também ser um motivo para se iniciar a discussão sobre as formas de contabilizar todos os benefícios indirectos, que a opção por práticas sustentáveis provoca em toda a sociedade, não só ao nível ambiental, mas também social e económico.

Esta contabilidade constitui condição estrutural de resposta às questões de reciprocidade, confiança e previsibilidade, sem as quais ninguém está disposto a alterar o seu comportamento. Esta será a base para a construção de uma economia verde e inclusiva.

 5 Saídas Verdes para a Crise
A Quercus irá promover, como forma de alerta para o tema principal da Conferência “Rio+20” em que vamos participar entre 20 e 22 de Junho de 2012 no Rio de Janeiro, o emprego verde e os serviços dos ecossistemas, uma iniciativa denominada “5 SAÍDAS VERDES PARA A CRISE", que terá lugar durante o mês de Maio e início de Junho. Esta iniciativa será constituída por um conjunto de 5 visitas temáticas dedicadas a 5 casos nacionais de economia verde. A componente ambiental como fator determinante na viabilidade sócio económica da atividade foi o critério de seleção da escolha de projetos que constituem exemplos práticos e viáveis de economia verde. Os temas a abordar serão áreas da floresta, energia renovável, agricultura, pescas e reabilitação urbana. Estes são também os temas onde consideramos que Portugal tem um significativo potencial de desenvolvimento económico e de emprego, num quadro de desenvolvimento sustentável. Esta iniciativa pretende tornar claro, que as questões ambientais são cada vez mais determinantes nas opções dos consumidores e das próprias empresas, que as consequências alterações climáticas na economia são devastadoras e que o “verde” faz inevitavelmente parte da solução. Nesta crise, o verde não é um “luxo”, deve antes ser considerado como um catalisador de mudança do paradigma económico e social.

 Saída Energia Renovável - Tema: Equipamentos de Energia Solar
Data – 15 de Maio Local – Cacia / Aveiro Hora – 10.30h Temas em debate: Importância das energias renováveis;  Potencial energia solar renovável, em particular para AQS;  Potencial de independência energética das energias renováveis;  Oportunidade de emprego e desenvolvimento tecnológico;  Potencial de exportação. Programa: Visita à Fábrica da Bosch Termotecnologia: 10h30 – 10h40 – Receção e apresentação geral da fábrica 10h40 – 11h10 – Visita à zona fabril Solar 11h10 - 11h30 – Breve apresentação pela Quercus

   Saída Floresta – Tema: Cortiça e Montado

Data – 21 de Maio Local – Mozelos /Santa Maria da Feira Hora – 17.00h Presença do Governo - Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, Dra. Assunção Cristas Temas em debate:      A importância das mais-valias ambientais associadas à cortiça no Mercado Internacional; A reciclagem de Cortiça; A importância sócio-ambiental do montado de sobro; Utilização de novas técnicas para melhoramento do sequestro de CO2; Potencial de exportação.

Programa: 17.00h 17.30h 17.40h 17.45h – Visita à Amorim & Irmãos; – Visita à Amorim Cork Composites; - Inauguração de uma nova linha de aglomeração de cortiça; – Intervenção do Dr. António Amorim – Presidente da Corticeira Amorim.

Auditório do Edifício Amorim 18.00h – Intervenção do Dr. Nuno Sequeira – Presidente da Quercus; 18.10h – Intervenção da Dra. Assunção Cristas - Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território; 18.20h – Debate.

Saída Pescas – Tema: Conservas Sustentáveis

Data – 30 de Maio Local – Matosinhos Hora – 15.00h Presença Governo - Secretário de Estado do Mar, Dr. Manuel Pinto d Abreu Temas em    Debate: Pesca sustentável; Certificação Rótulo azul; A certificação e a actividade exportadora.

Programa 15.00h – Visita às instalações fabris da Ramirez; 15.40h – Intervenção do Sr. Manuel Ramirez – Presidente da Ramirez; 15.50h – Intervenção do Dr. Paulo Magalhães da Quercus; 16.00h – Intervenção do Dr. Manuel Pinto de Abreu, Secretario de Estado do Mar; 16.10h – Debate.

  Saída Agricultura - Tema: Agricultura Biológica

Data – 1 de Junho Local – Montemor-o-Novo Hora – 15.30h Presença do Governo – Secretário de Estado da Agricultura – Eng. José Diogo Santiago Albuquerque

Temas em Debate:             Saúde pública; Externalidades positivas/Serviços ecológicos; Empregos, cultura e Turismo; Património vegetal e animal; Conservação da biodiversidade; Solo e água; Saldo de Carbono e Pastagens melhoradas para absorção de CO2; Eficiência energética; Potencial de exportação; Base de resiliência de soberania; Nova PAC; Integração Politica Alimentar/Ambiental/Energética/Agrícola e Social.

Programa: 15.30h – Apresentação da Herdade do Freixo do Meio – Eng. Alfredo Cunhal Sendim – Agricultor responsável da Herdade do Freixo do Meio; 15.40h – Visita à Herdade do Freixo do Meio (áreas de produção multi-actividades, distribuição e serviços turístico-didácticos); 16.40h – Intervenção do Dr. Nuno Sequeira – Presidente da Quercus; 16.45h – Intervenção de Ângelo Rocha – Presidente da Interbio; 16.50h – Intervenção do Eng. Jaime Ferreira – Presidente da Agrobio; 16.55h – Intervenção do Eng. José Diogo Albuquerque - Secretário de Estado da Agricultura; 17.05h – Debate.

 Saída Reabilitação Urbana – Tema: Recuperação Zonas Históricas
Data – 5 de Junho Local – Lisboa Hora – 17.00h Presença do Governo - Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, Dra. Assunção Cristas Temas em debate:     Os impactos ambientais da Lei das Rendas; Os impactos sociais da reabilitação das zonas históricas; A reabilitação como geradora de empregos verdes; O potencial turístico/económico e cultural da reabilitação.

Programa: 17.00h - Visita ao edifício reabilitado da Autoridade Tributária; Auditório da Autoridade Tributária Sessão sobre a reabilitação urbana e encerramento da iniciativa Quercus “5 Saídas Verdes para a Crise” 17.30h - Exemplos de reabilitação urbana na Baixa de Lisboa - Engº. Vitor Cóias, GEcORPA; 17.40h - Estreia do documentário “O que nos Une A Todos/Ecosaldo” - Dr. Paulo Magalhães, Quercus; 17.55h - Balanço da iniciativa “5 Saídas Verdes para a Crise” - Dr. Nuno Sequeira, Presidente da Quercus; 18.00h - Intervenção da Dra. Assunção Cristas - Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território;

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful