You are on page 1of 5

INTRODUÇÃO

O Brasil é o país do absurdo. Além dos contrastes físicos e culturais que envolvem os turistas, ainda prevalecem em seu território os contrastes socioeconômicos que depõem contra ele, vez que são responsáveis potenciais pela escravização de uma parte de sua população, que somente sobrevive à custa da exploração de sua dignidade, que é um dos grandes absurdos cometido por nosso País. Mas o problema da escravidão contemporânea é algo combatido no mundo todo, tanto nos países pobres como nos desenvolvidos, pois é produto da desigualdade e da impunidade. Alguns vivem muito bem e muitos vivem em péssimas condições e são condenados a servir os ricos escravistas, com salários e jornadas de escravos. Ricos demais e pobres demais. Vivendo nessas condições e com esses contrastes, a parte mais fraca, mesmo sendo a grande maioria, corre perigosamente na corda bamba, a serviço dos ricos escravistas, que para eles a solução da miséria do mundo capitalista é a antiga política romana do “pão e circo”. Esta é a fórmula com que os ricos escravistas acham correto; para o pobre que só pode chamar “de seu” as mãos, os pés, a barriga vazia e tem como um ideal de vida poder um dia participar do estilo de vida capitalista e ter a oportunidade viver em um país do primeiro mundo, ainda que seja trabalhando em ritmo escravo, sozinho, longe de seu país e de seus familiares.

são pessoas instruídas que vivem nos grandes centros urbanos do país. E isso não intimida ninguém. Além disso. na maioria das vezes. julgado em última instância. O Brasil. Infelizmente a pena instituída pelo Código Penal é pequena e dá direito a sursis. Logo. o juiz converteu a pena em doação de 30 cestas básicas no período de seis meses. o de uma fazenda em Rondônia. . atualmente. A extensão da legislação trabalhista no meio rural tem mais de 30 anos (lei n. no município de Água Azul do Norte do Pará. tenha vista que trabalhadores foram novamente resgatados da fazendo alvorada após outra fiscalização.º 5. destacando o Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo lançado pelo Governo Federal.889 de 08/06/1973). Episódios de condenação são incomuns. a existência do crime tal como a obrigação de garantir os direitos trabalhistas não são coisas novas e desconhecidas. e a fazenda alvorada. A falta de um significado sobre o que é hoje "trabalho escravo" tem atrapalhado a aplicação de penas e acobertando a impunidade. possuindo excelente assessoria contábil e jurídica para suas fazendas e empresas. as denúncias feitas sobre a escravidão tiveram um acréscimo de forma a chamar a atenção da sociedade mundial. reconhecendo o problema. começou a tomar uma série de medidas para coibir essa prática. em 2003. os proprietários rurais que costumeiramente exploram o trabalho escravo.DESENVOLVIMENTO O artigo 149 do Código Penal existe desde o início do século passado. A partir de 1990 até 2000.

bem como uma política de fiscalização adequada ao nosso país. Ações Civis por danos morais vem sendo acolhidas por juízes do Trabalho com valores cada vez mais elevados. se não existir uma justiça preparada para aplicar a lei. . Todos os brasileiros devem lutar por esse ideal.CONCLUSÃO Existem medidas que começaram a ser tomada com intuito de atingir economicamente quem acha justo esse tipo de mão-de-obra como ações que foram movidas pelo Ministério Público do Trabalho. o problema do trabalho escravo no Brasil decorre da contradição que existe entre o ideal constitucional de dignidade e a realidade socioeconômica que traz uma desigualdade vivida pela maioria da população e é aceita naturalmente pela sociedade brasileira. através da criação de varas da Justiça do Trabalho. Entretanto. com uma quantidade aceitável de trabalhadores para poder vencer a enorme extensão geográfica que são as áreas envolvidas nas denúncias. que são insuficientes para o Brasil. Sem esses contrastes nos teríamos uma ordem justa e igualitária para todos. de que basta uma legislação que atua a favor da erradicação do trabalho escravo. Portanto. inibindo assim o trabalho dos fiscais. Há uma necessidade de ser aumentada a quantidade de fiscais.

o poder que deveria ser do povo esta na mão desses corruptos. “quanto mais melhor”. as empresas que se valem desse tipo de trabalho deveriam ser punidas de uma forma muito rígida para abolir de uma vez o trabalho escravo. é uma vergonha para uma sociedade globalizada ainda existir tanta escravidão. vários absurdos acontecem debaixo de nossos narizes. nos costumes. Nós precisamos parar um pouco e refletir a cerca dessa situação. Nós nos criamos em uma sociedade que visa apenas o capital. na economia. e infelizmente a maioria de nossa sociedade com a correria da vida que adotamos apenas conseguimos pensar em nos e nossos parentes.OPINIÃO DO ALUNO É um absurdo que nos dias atuais ainda exista a pratica de escravidão.. se todos são iguais perante a lei por que há tanta desigualdade em nosso País? Essa é uma grande pergunta que os nossos próprios políticos deveriam responder. que infelizmente elegemos todas as eleições. quando conseguimos. detentores de grande poder econômico.. e os poderosos que sempre buscam mais poder vem escravizando seres humanos que não merecem tal degradação para suas vidas. seja nas leis. e eles não tem nenhum interesse em acabar com a desigualdade e com o trabalho escravo também. dias estes que a sociedade mundial sempre esta se aprimorando. em nosso país nós sabemos que a maioria dos políticos são grandes latifundiários. e ainda sabemos que eles são grandes corruptos. como pode alguém trabalhar o dia inteiro para ganhar digamos deis reais. com isso. . pois eles têm um lucro exorbitante em cima desses trabalhadores que precisam de trabalho para sustentar sua família. os ricos escravistas não se importam com a qualidade de trabalho de seus empregados e com a ingenuidade desses os ricos se aproveitam de uma forma tão absurda que os deixam em regime de escravidão com uma carga horária muito longa que esgota qualquer ser humano. seres humanos esses que merecem sim uma qualidade de vida digna para sua subsistência. 5º . Em nossa própria constituição mesmo tem escrito no art.. em tudo.Todos são iguais perante a lei. e seus patrocinadores.

php?id=22 http://carosamigos.br/exibe.php?id=55 http://www.jhtm http://www.reporterbrasil.php/noticias/1234--agronegocio-escravizamilhares-de-trabalhadores-no-campo .org.org.com.reporterbrasil.php?id=9 http://www.br/historia/roma-alto-imperio.br/index/index.BIBLIOGRAFIA http://educacao.terra.org.br/conteudo.br/conteudo.reporterbrasil.uol.com.