You are on page 1of 1

Entrega...

:: Rubia A. Dantés :: Naquela noite não conseguia dormir... Muitas coisas imprevistas aconteceram nos últimos dias que fizeram com que minha rotina se transformasse completamente... novos afazeres que se tornaram mais urgentes pediam por atenção e as coisas que fazia antes, também continuavam existindo... afinal, quando um acontecimento novo desvia os rumos do nosso dia-a-dia, os outros afazeres não deixam de existir como por mágica... Por essas e por outras coisas é que meus pensamentos resolveram não me deixar pregar os olhos até um bom pedaço da noite... As coisas pedindo por solução resolveram ficar dançando na minha mente em pensamentos cada vez mais rápidos... Quanto mais tentava afastá-los, mais força eles ganhavam... e minha cabeça foi esquentando a ponto de quase entrar em ebulição... Puxa... eu sei que o caminho para solucionar isso tudo não passa pela repetição das mesmas coisas, buscando soluções somente nos domínios da razão... repeti-las assim só faz com que elas pareçam cada vez maiores e mais assustadoras... pensei com um restinho de lucidez que minha mente permitiu... Mas os pensamentos não me dão nem uma folguinha para relaxar... Sei que a solução vem de um outro ponto e de uma forma que eu nem imagino... por isso, não adianta ficar pensando sobre todas essas coisas... isso só faz me tirar o sono e esquentar minha cabeça, além de me afastar cada vez mais do centro... aquele ponto onde nada nos afeta e onde todas as soluções são encontradas, no silêncio. Mas, só saber... não adianta... especialmente nesses momentos em que os pensamentos aflitivos quase já tomaram conta da situação... Foi quando, como uma tábua de salvação... lá do mais profundo do meu coração... uma voz começou a falar suavemente uma palavra mágica... tão suavemente que a força dos pensamentos quase não me deixou prestar atenção... mas a força da suavidade foi maior e eu pude ouvir meu coração repetir... Entrega... entrega... entrega... Uma entrega profunda é o caminho... lembrei o que já sabia... Mas como entregar se minha cabeça insiste em me lembrar de tanta coisa? Na mesma hora, como uma resposta à minha pergunta, me apareceu um imenso caldeirão... e instintivamente joguei ali todos os pensamentos. Agora... já à distância.... sentindo um grande alívio, pude ver como eles giravam e giravam no caldeirão, como uma sopa de letrinhas.... observava as frases e mais frases se misturando.... se separando em palavras e depois em letras... até que tudo se dissolveu, gerando uma grande energia.... como numa panela de pressão... Vazia dos pensamentos, entrei em um espaço de silêncio... e nesse espaço eu pude sentir profundamente o meu coração e sentir cada vez mais o silêncio... do silêncio um fio me conduziu ao Sagrado... Peguei aquele imenso caldeirão borbulhando de pensamentos já transformados em energia... e "entreguei" ao Grande Mistério... Eu sabia que daquela energia toda viria a solução... e não analisando tudo e colocando em compartimentos para encontrar racionalmente o melhor caminho.... mas sim, como um insight precioso... que transformaria aquilo tudo em uma certeza que vem da Alma e que por isso não requer grandes explicações... Fiz uma entrega muito profunda e verdadeira... nada do meu desejo importava agora, porque tive, mais uma vez... a certeza absoluta que dessa conexão com o Sagrado... viria a resposta que eu preciso... E na manhã seguinte já nem me lembrava mais dos motivos todos que tive para perder o sono, porque sabia exatamente como agir de forma simples e natural... com uma aceitação tranquila de tudo que estava acontecendo. A Entrega do controle ao nosso “Eu” que sabe... opera verdadeiros milagres onde todos os outros caminhos já foram pensados e repensados... Por isso, quando não souber o que fazer... entregue seus caminhos ao Grande Mistério... Ele, com certeza, sabe...

Related Interests