You are on page 1of 5

O PAI NATAL PREGUIÇOSO E A RENA RODOLFA (ADAPTAÇÃO – ANA SALDANHA - CAMINHO

)
I

ACTO

Narrador: Faltam vinte e quatro dias para o Natal. O Carteiro desce do seu trenó com tracção a quatro renas e arrasta pela neve um saco cheio de cartas até à porta do número 25, na Alameda das Prendinhas Carteiro: - Ora bem! O melhor é tocar à campainha. Estas cartas todas não cabem na caixa do correio. Ufa! Um dia destes recuso-me a trazer a correspondência ao Pai Natal!

Toca à campainha. Ouvem-se as primeiras notas de uma canção de Natal. (canção de Natal em Inglês)
Carteiro: - (trauteia a canção) – Oh! (resmungar). – Um bom Natal, um bom Natal! Para mim, o Natal é uma maçada. Ora viva, menina Rodolfa!

Rena Rodolfa: - Bom dia, senhor carteiro! Ena, tantas cartas! Este ano é que vamos andar numa roda-viva.
II

ACTO

Rena Rodolfa: - (Está a ler uma carta) – Este menino… Zé Manel, é como ele se chama. Este menino, Pai Natal…, diz que este ano só quer uma bicicleta de montanha, um jogo para o computador, uns patins, uma caixa de bombons de tamanho gigante e um livro de aventuras. Não pede muito, não acha? Pai Natal: - (Acena a cabeça) Rena Rodolfa: - No ano passado, por esta altura, já tínhamos tudo feito. Não sei o que se passa este ano, está tudo atrasado.

Faz de conta que anda à procura das prendas nas estantes
Rena Rodolfa: - Não, este é para os adultos. Ah! Aqui está! JOGOS TRADICIONAIS Monopólio. Eu lembro-me de ter feito a encomenda, não sei se receberemos a tempo das entregas, Pai Natal. Pai Natal! Pai Natal!!!

No próximo ano só aceitamos encomendas por correio electrónico.Pai Natal! Já só faltam 24 dias. Isto não é altura de se tirar uma soneca durante o dia.O Pai Natal dormita com a cabeça tombada para trás.Pai Natal… Pai Natal… Pai Natal… Não escrevem a morada correcta e depois. Pai Natal: Esta confusão toda. . para cima. Só quinze dias! Na central dos correios da Lapónia. Estou aqui a fazer o controlo de qualidade a um jogo! Rodolfa aproxima-se. Rena Rodolfa: VENCEU!!! Francamente! Controlo de qualidade! O Pai Natal levanta-se com um sorriso maroto e vai pôr-se em frente à lareira. estica os braços para os lados. Pai Natal: Não!. para a frente. Rena Rodolfa: . e depois cruza as mãos por detrás da cabeça. Já tenho os cascos doridos de tanta carta abrir. bebe um gole do belo chocolate quente. Rena Rodolfa: .. Não há tempo a perder.Eu sozinha. a garagem dos trenós estão cheios. a cozinha. Estende as mãos para o lume. os quartos. o carteiro separa as cartas e postais em montinhos. O que está a fazer. Carteiro: . a transbordar de cartas por abrir. Dá-me azia. Acho que me vou deitar um bocadinho enquanto tu pões ordem nesta barafunda. Pai Natal? Está a verificar o correio? O Pai Natal está sentado em frente ao computador. até me está a fazer dores de cabeça. O Pai Natal boceja. queixam-se de que os correios se atrasam nas entregas… Isto é que é uma vida! IV ACTO E na casa do Pai Natal o corredor. não consigo abrir estas cartas todas a tempo. III ACTO Narrador: Faltam quinze dias para o Natal.. O que é que há hoje para o jantar? Espero que não seja outra vez sopa de bacalhau por demolhar.

em vez de ler as cartas e arranjar os presentes. A Rodolfa engole em seco e até se engasga e fica aflita.. Pai Natal: Segue o meu exemplo. diz ele. Rudi? pergunta a abotoar o casacão vermelho Rena Rodolfa: . põe-se a ver televisão e a jogar jogos de computador e a dormir sonecas.E os presentes? – Sim. bonecas em pirâmides. nada! Vai sair. Pai Natal! Pai Natal!! Pai Natal: -Rudi. Mas não posso ir. caixas de jogos encasteladas. Rena Rodolfa: . A Rodolfa tira os óculos e fixa um olhar de rena injustiçada ao Pai Natal. Rena Rodolfa: . É o que dá deixar tudo para as últimas. Pai Natal: É pena. e as entregas na noite de 24 de Dezembro. Vês como eu faço?! Saem os dois .Festa de Natal? Tinha-me esquecido.E tanto que fazer! (suspira) Nem quatro dias! Três e meio.Glup. rodeada por torres de livros. Está no armazém. glup. o teu problema é que te preocupas demasiado. montanhas de bicicletas. Põe os olhos em mim.Rena Rodolfa: .. E o Pai Natal. Pai Natal? Pai Natal: Então não te lembras? Não me digas que te esqueceste da festa de Natal dos Correios? Onde é que andas com essa cabeça? Rena Rodolfa: . Rena Rodolfa: . Pai Natal: O que é que tu estás para aí a resmungar.Nada.Pai Natal! (resmunga) V ACTO Narrador: Nem quatro dias faltam para o Natal. Há tempo!.

Pai Natal: HO ho ho ho ho ho ho! (ouve-se á distância).Tudo a postos! A Rodolfa está cansada e triste. como de costume (bate com as patas no chão para as aquecer) – Eu. pega nas rédeas e vai para dizer: «Avancemos». . que não temos a noite toda. As renas. enfeitadas com colares de azevinho e sinos dourados. aparecendo à porta do número 25) Rena Rodolfa: . Não se queixem. Pai Natal: Ora vamos a isso.Não se queixem. colegas. e já a postos. se não fosse pela amizade que tenho ao Pai Natal… Rena Boazinha: . Mas a Rodolfa… Rena Rodolfa: . Pai Natal: Tudo a postos? (diz o Pai Natal. A moda este ano é muito simples.E vais ver que saímos atrasadas.VI ACTO Narrador: Faltam quatro minutos e vinte e cinco segundos para a partida dos trenós com as prendas. senta-se. Nem todas as renas se podem gabar de colaborarem pessoalmente com o Pai Natal. que nós somos as renas mais sortudas de toda a região árctica. quando o trenó do carteiro trava de repente ao seu lado. Ho ho ho ho ho ho! Todas as renas: -É o Pai Natal! É o Pai Natal! (exclamam todas entusiasmadas) – Cá vamos nós para mais uma distribuição dos presentes de Natal. muito despida. Rena Resmungona: . Rena Vaidosa: .Quem fala de mim? A Rodolfa vem a puxar mais um saco de presentes e todas as renas se calam enquanto ela carrega os trenós.Mas estes sininhos! Eu fartei-me de dizer à Rodolfa que já não se usam estes berloques todos. Todos os trenós da frota da empresa Pai Natal e Companhia Ilimitada estão estacionados à porta do número 25 na Alameda das Prendinhas.É todos os anos a mesma coisa! Este azevinho faz-me cá uma comichão! Rena Friorenta: . tagarelam. Ho ho ho ho! O Pai Natal sobe para o primeiro trenó.

O que me aquecia agora era pormo-nos a caminho. Não é. riem.Tudo a postos! Pai Natal: -Ho ho ho ho! A caminho! Ho ho ho ho! Feliz Natal!! FIM (canção de Natal) . até aquecem o coração! Rena Resmungona: . ih ih ih. Carteiro: . ho ho ho ho ho! (abre o envelope) Olha de relance para a assinatura: Rena Rodolfa de Pólo Norte. que tenho aqui o seu presente para lhe entregar.Carteiro: . ó Rodolfa? A Rodolfa olha para as patas. isto tem de acabar! Isto assim não pode ser! Pai Natal: Ainda bem que o vejo. senhor carteiro. para que se foi incomodar? Pai Natal: . riem. Pai Natal: -Ho ho ho ho! Tiveste sorte. E então é que ri! Depois pisca o olho ao carteiro. Mais um minuto.Incómodo nenhum. riem. ó Rudi. que tem o nariz ainda mais vermelho do que é costume. e riem.As gargalhadas do Pai Natal. Rena Friorenta: . Pai Natal: Tudo a postos? Rena Rodolfa: . Pai Natal: -Ho ho ho ho! Lá isso é. Poupa-me a viagem até a sua casa.O que vale é que o Pai Natal tem sempre uns presentes de reserva. e ficavas sem prenda de Natal! HO ho ho ho ho ho ho! Pai Natal coloca uns grandes sinos nas hastes da Rodolfa. envergonhada.Pai Natal! Pai Natal! Correio de última hora! Rena Resmungona: . Carteiro: .Ora. Ambos olham para a Rodolfa.Não.