You are on page 1of 62

Principais Resultados

Slides 2 a 10

Setembro de 2008

1

RESUMO ‐ Principais Tendências
• Economia mundial: – Retomada do crescimento mundial 2010/2013 – O mundo está mudando: “eixo econômico asiático” – PIB brasileiro evoluirá próximo à média mundial em 2008/2009 (4% a.a.) e abaixo dela 2010/2013 – Preços do petróleo e das commodities agrícolas e metálicas mais caros

Economia brasileira: – Taxa de câmbio valorizada (forte concorrência das importações, baixa rentabilidade das exportações) – Lenta recuperação da taxa de câmbio a partir de 2009 – Repique da inflação em 2008 e tendência de retorno ao centro da meta inflacionária (4,5% a.a.) – Crescimento brasileiro “puxado” pelo consumo doméstico, em função: • do aumento de renda do trabalhador, do emprego e do crédito

Indicadores sociais: – Aumento da classe C e queda das classes D e E – Redução das desigualdades sociais e melhora dos indicadores sociais (saúde, escolaridade e renda) – Aumento da expectativa de vida e da idade média dos brasileiros (pessoas com + de 40 e + de 60) – Avanço das mulheres no mercado de trabalho
Fonte:Observatório das MPEs

2

RESUMO ‐ Principais Tendências
• Empreendimentos e perfil do empreendedor: – Em 2015 existirão pelo menos 8,8 milhões de empreendimentos registrados no país. – Os homens continuarão sendo a maioria dos empreendedores (apesar do forte avanço das mulheres empreendedoras) – Empreendedores terão maior renda, maior escolaridade, ficarão mais velhos (faixa etária 40/50 anos), utilizarão de forma mais intensiva de internet, computadores e celulares (TICs)

Tendências setoriais: – Forte expansão dos serviços (em especial nas regiões metropolitanas: > variedade, quantidade e sofisticação) – O comércio continuará sendo o setor com maior número de MPEs (em todo o Estado) – Expansão da cana e da soja, em detrimento da maioria das demais atividades agropecuárias – A evolução do consumo doméstico e do câmbio terão impactos diferenciados em cada segmento de atividade

Tendências de negócios – Novos negócios associados a novas necessidades nas áreas de saúde, educação, serviços pessoais, serviços para idosos, para pessoas sozinhas, “enclausuramento”, qualidade de vida, etc. – Aumento do ritmo de inovações “incrementais” e “novas tecnologias” (nanotecnologia/biotecnologia/novos materiais/informática/novos produtos/processos)
Fonte:Observatório das MPEs

3

 com base em expansão de 5.  para cada  1 empresa 2004 29 hab.1 milhões 2.000.  a partir da RAIS e projeções populacionais do IBGE Nota: Os dados de 2010 e 2015 são estimativas.000 42 hab.Brasil – MPEs estimadas para 2010 e 2015 Total de MPEs (Indústria.000 4.500.000 8.1% a.  para cada  1 empresa 2010 24 hab.8 milhões 5.  para cada  1 empresa 0 36 hab.000. no total de MPEs 4 .  para cada  1 empresa 2015 2000 Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.8 milhões Número de estabelecimentos 7.0 milhões 5. Comércio e Serviços) 10.500.000 6.a.

2004.Comparações internacionais Habitantes por empresa – comparações internacionais Europa (2000) vs Brasil (2000. 5 . 2010 e 2015) 45 Habitantes por empresa 41 35 33 30 29 26 24 29 24 24 23 22 20 19 17 15 15 14 14 10 42 36 0 Reino Unido Luxemburgo Alemanha Holanda Finlândia Brasil (2000) Brasil (2004) Brasil (2010) Brasil (2015) Dinamarca Espanha Noruega Portugal Islândia Irlanda França Suíça Bélgica Áustria Suécia Itália Grécia Fonte: Elaboração Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP. a partir de The European Observatory of SMEs (empresas) e Comissão Européia (população).

Região Metropolitana de SP  – Setores RMSP . 6 .  a partir da RAIS. por setor de atividade 717 mil Número de estabelecimentos 665 mil 508 mil 367 mil 296 mil 324 mil 243 mil 87 mil 2000 97 mil 2005 116 mil 2010 134 mil 2015 500 mil Comércio Serviços Indústria 0 Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.Número de estabelecimentos.

  a partir da PNAD/IBGE. 7 .BRASIL – Indicadores Sociais Participação da mulher brasileira (em %) 55% 51% 51% 51% 46% em % 42% 42% 43% 43% 43% 44% 44% 37% 32% 33% 31% 32% 30% 30% 30% 26% 23% 25% 26% 26% 26% 27% 32% 20% 2000 População 2005 Ano PEA 2010 Conta-própria 2015 Empregador Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.

BRASIL – Indicadores Sociais Média de anos de estudo. por tipo de empreendedor (média em anos) 10.7 5.7 9.8 5.4 9.1 9 em anos 7.7 9.8 5.4 9.4 9.2 2005 Ano Empregador 2010 2015 Conta-própria Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.6 5.4 5 2000 5.  a partir da PNAD/IBGE.9 6. 8 .4 9.

calçados. livros. serviços e produtos associados. etc. reciclagem. etc) Créditos de carbono. Lojas especializadas (ex. cursos. atividades. comércio justo.Brasil ‐ Oportunidades TRENDs . 2007 9 .) Cursos. shopping virtual (de bairro). etc Cirurgias plásticas. Pet shop. sistemas de segurança. cursos e livros para pais. hotel. áreas da saúde) Centros de experiência e lazer. vitaminas. novos serviços (ex. convivência. serviços.tendências e sugestões de negócios Mundo digital População com + de 60 Preocupação com saúde Emancipação do consumo das crianças Aumento dos animais de estimação Responsabilidade social Ecossoluções Busca espiritual e mística Estética e aparência Pessoas que moram sozinhas Mais tempo em casa Sensação de insegurança Educação on-line. etc. revival. produtos. brindes ecológicos. etc. Retiros. etc. filtros especializados. lojas especializadas (ex. etc Prédios ecológicos. SEBRAE/RS. serviço “leva e traz” Fonte: “Trends Brasil: tendências de negócios para MPEs”. roupas. passeio. Serviços domésticos especializados Serviços do tipo “a domicílio” e “plug e use” (comodidade no lar) Lojas de segurança. brinquedos. cemitério. ações sociais. etc.

10 . Pesquisa feita em 2008.Brasil ‐ Oportunidades Fontes mais utilizadas sobre informações sobre o próprio negócio A internet já é a 3ª fonte mais utilizada sobre informações relacionadas ao próprio negócio % de em presários (resposta: sim ) 0% Contador Pessoas ou empresários do mesmo ramo Internet Amigos e parentes Jornais impressos Programas de televisão Revistas Palestras e cursos Programas de rádio Associações empresarias e de classe SEBRAE 26% 23% 34% 44% 62% 59% 59% 54% 50% 72% 50% 87% 100% Fonte: Observatório das MPEs.

Levantamento completo Setembro de 2008 11 .

“Turbulência e desaceleração em 2008/2009 e retomada do crescimento mundial a partir de 2010” 12 .

7% 3.) 7. April 2008.0% 0.a.9% 4.0% 2.8% 4.8% 2008 2009 2010 2011 2012 Mundo Log.0% 1.9% 4.0% 3.Cenário Externo Taxa de crescimento da economia mundial até 2007 e estimativas até 2013 (%a. World Economic Outlook Database. (Mundo) Fonte: World Economic and Financial Surveys.0% 6.0% 4.0% 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 3.9% 4.0% 4.9% 5. 2013 13 .

0% 2. Estados Unidos.8% 4.0% 8.0% 3.8% 3. Canadá. França. Nota: O G‐7 é um grupo composto por Alemanha. Japão e Reino Unido.0% 7.0% 1.8% 3.3% 3.8% 4.0% 4.4% 4.0% 2.7% 6.0% 9.0% 5.0% 2.2% 5. 2013 14 .5% 4.0% 0.0% 4. April 2008.0% 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 1.5% 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Mundo Brasil G-7 Fonte: World Economic and Financial Surveys.7% 1.7% 4.0% 5.9% 2.9% 4.6% 4.Cenário Externo Taxa de crescimento verificadas até 2007 e estimativas até 2013 (%aa) 10.9% 2.8% 3.1% 0.3% 4. World Economic Outlook Database.0% 3.9% 4. Itália.

com taxa de câmbio valorizada (baixa rentabilidade das exportações e forte concorrência dos importados)” 15 .“Manutenção das políticas de controle da inflação e crescimento da economia.

tributária) Ampliação dos investimentos (estrangeiros/domésticos) Presidente/Governador/Senador/ Crescimento sustentado Deputados (F.D.E.Cenário Político: 2009/2015 Evolução esperada Período 1994/2001 Eleições FHC (1o e 2o mandato) Conquistas Sociais Estabilização da economia (controle da inflação) Programas sociais (Bolsa Família.E. PROUNI. etc.) 2002/2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Lula (1o mandato) Lula (2o mandato) Prefeito/Vereador Presidente/Governador/Senador/ Deputados (F.) Forte ampliação dos Programas Sociais 2014 Aumento da renda real Forte redução das desigualdades Ampliação da base de consumo Prefeito/Vereador Reformas (trabalhista.) Fonte:Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP 16 .D.

9% 3.gov.4% 5.bcb.br.2% 4.7% 1.6% 4.7% 5.2% 3.1% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Fonte: IBGE e BCB ( Expectativas do mercado.3% % ano 2.2% 4.Economia Brasileira Taxa de crescimento anual do PIB  expectativas 2008/2012 (% ao ano) 5. consulta em 25/09/2008) 17 . www.

6% 6.5% 3.2% 5.5% 4.9% 4.Economia Brasileira IPCA (% aa) 18% 14.1% 6.5% 4.7% 9% 6.5% 0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Fonte: IBGE e BCB ( Expectativas do mercado. consulta em 25/09/2008) 18 .br.bcb.gov. www.0% 4.

5% 14.0% 17.0% 11.3% 11.8% 12.0% 16.bcb.0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Fonte: IBGE e BCB ( Expectativas do mercado.Economia Brasileira Taxa SELIC (% aa em dez) 25.0% 10. www.3% 0.br.gov. consulta em 25/09/2008) 19 .8% 13.3% 13.8% 18.

08 R$ 2.90 R$ 0.85 R$ 1.bcb.79 R$ 1.70 R$ 1.08 R$ 3.84 R$ 1.00 R$ 3. www.29 R$ 2. consulta em 25/09/2008) 20 .15 R$ 1.br.Economia Brasileira CÂMBIO (R$/US$ ‐ fim de período) R$ 4.77 R$ 1.gov.00 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Fonte: IBGE e BCB ( Expectativas do mercado.

6 % % do PIB 20 12.9% 24.4% 36.1% 0 21 .8 % (jan/95) (jul/2008) 37% mai/89 mar/91 mai/00 mar/02 out/95 out/06 set/96 ago/97 dez/93 nov/94 dez/04 Operações de crédito total (% PIB) Operações de crédito PF (% PIB) Operações de crédito não-PF (% PIB) Fonte: BCB‐DEPEC nov/05 abr/90 abr/01 fev/92 fev/03 set/07 jun/88 jan/93 jun/99 jan/04 jul/98 1.Economia Brasileira Operações de crédito (% PIB) 40 34% 32.

Economia Brasileira
Rendimento real dos ocupados nas 6 maiores                       Regiões Metropolitanas do país (média móvel 12 meses)
1.410,00 SP = R$1.351

Em R$ de julho de 2008

1.245,00

RJ = R$1.198
PA = R$1.172

1.080,00

BH = R$1.107 SA = R$977 RE = R$860

915,00

750,00 dez/03 nov/06 fev/03 out/04 ago/05 jan/06 jun/06 abr/07 fev/08 jul/03 mai/04 mar/05 set/07 jul/08

São Paulo

Rio de Janeiro

Porto Alegre

Belo Horizonte

Salvador

Recife

Fonte:IBGE. Pesquisa Mensal de Emprego. Deflator: INPC‐IBGE. Nota: Regiões Metropolitanas de Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

22

Economia Brasileira
Balança Comercial (US$ bilhões)  expectativas 2008/2012 
250

197
200

210 196

212 206

218 214

226 220

161 US$ bilhões
150

137 118 121 91 74 63 44 33 46 40

174

100

96 73

50

48 25

23

14 2009

6 2010

3 2011

6 2012

0

2003

2004

2005

2006

2007

2008

Exportações

Importações

Saldo Comercial

Fonte: IBGE e BCB ( Expectativas do mercado, www.bcb.gov.br, consulta em 25/09/2008)

23

24

trabalhista.Ameaças ao Cenário Atual Fontes de ameaças: • Prolongamento e/ou aprofundamento da crise norte-americana • Alta dos preços do petróleo (internacional) • Alta dos preços de commodities. alimentos e metais (internacional) • Risco de aumento da inflação (doméstica e internacional) • Acirramento de contenciosos comerciais • Emergência de nova guerra no cenário internacional • Ausência de reformas (tributária. previdenciária) • Taxa de câmbio R$/US$ excessivamente valorizada (e volátil) • Mudança radical nas políticas sociais no Brasil 25 .

com: .redução nas desigualdades. escolaridade e expectativa de vida” 26 .“A população brasileira (e paulista) continuará apresentando uma evolução positiva nos principais indicadores sociais.aumento da renda real. .

27 .BRASIL – Indicadores Sociais População brasileira por classe de consumo (em %) 2006 2005 18% 2007 15% 46% 39% 15% 51% 34% 36% 46% A/B C D/E A/B C D/E A/B C D/E Fonte: Pesquisa Cetelem‐IPSOS 2005/06/07 (“O Observador”).

28 .BRASIL – Indicadores Sociais População brasileira por classe de consumo (em milhões de pessoas) 182 milhões 184 milhões 187 milhões 200 26 milhões 33 milhões 28 milhões milhões de pessoas 150 63 milhões 67 milhões 86 milhões 100 50 93 milhões 85 milhões 73 milhões 0 2005 2006 D/E C A/B 2007 Fonte: Pesquisa Cetelem‐IPSOS 2005/06/07 (“O Observador”).

5 33.5 19.5 19.7 33.5 5.5 40.4 15.9 14.8 35.8 40. a partir da PNAD 1992‐2006  29 .9 18.5 0.5 20.1 13.6 32.1 19.5 15.9 20.5 1992 1993 1995 1996 1997 1998 1999 2001 2002 2003 2004 2005 2006 14.9 32.1 31.5 30.9 34.9 33.8 15.2 25.5 24.5 24.8 20.BRASIL – Indicadores Sociais Porcentagem de pobres (% da população) 45.2 23.6 14.2 33.8 23.7 15.0 13.8 17.6 Brasil Estado de São Paulo RMSP Fonte: IBGE  / Elaboração: IETS.9 25.1 24.2 41.1 14.5 19.7 17.7 16.5 24.5 10.4 33.2 22.7 29.

BRASIL – Indicadores Sociais Renda per capita no domicilio (em R$ de 2006) 1000 896 900 800 776 878 901 791 798 793 706 687 718 730 718 667 655 580 724 777 824 790 877 873 779 780 700 600 500 400 300 200 1996 1997 1998 523 523 531 719 503 512 512 484 531 500 1999 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Brasil Estado de São Paulo RMSP Fonte de dados: IBGE  / Elaboração: IETS. a partir da PNAD 1992‐2006 Nota: a projeção de 2007 a 2015 é do Observatório das MPEs 2015 30 .

56 0.56 0.50 1992 1993 1995 1996 1997 1998 1999 2001 2002 2003 2004 2005 2006 Brasil Estado de São Paulo RMSP Fonte: IBGE  / Elaboração: IETS.58 0.59 0.60 0.60 0.55 0.53 0.55 0.54 0.57 0.53 0.56 0.60 0.60 0.60 0.55 0.53 0.56 0.54 0.58 0.56 0.54 0.53 0.55 0.54 0.54 0.60 0.60 0.54 0.54 0.56 0.58 0.58 0.60 0.57 0.54 0.56 0.BRASIL – Indicadores Sociais Desigualdade de Renda ‐ Coeficiente de Gini (0<G<1) 0.62 0.52 0.53 0.52 0.57 0. a partir da PNAD 1992‐2006  Nota: G=1 significa máxima desigualdade 31 .57 0.54 0.

32 .BRASIL – Indicadores Sociais Participação da mulher brasileira (em %) 55% 51% 51% 51% 46% em % 42% 42% 43% 43% 43% 44% 44% 37% 32% 33% 31% 32% 30% 30% 30% 26% 23% 25% 26% 26% 26% 27% 32% 20% 2000 População 2005 Ano PEA 2010 Conta-própria 2015 Empregador Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.  a partir da PNAD/IBGE.

0 43 42 35 44 42 35 44 42 36 44 42 36 44 43 36 45 44 2000 Expectativa de vida 2005 Ano 2010 Empregador Conta-própria 2015 PEA Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.  a partir da PNAD/IBGE. 33 .0 70 71 71 71 72 72 72 73 73 73 74 74 74 74 75 75 em anos 44 42 35 30.BRASIL – Indicadores Sociais Expectativa de vida do brasileiro e média de idade 85.

BRASIL – Indicadores Sociais Fonte:Nações Unidas (2005) 34 .

3 milhões 40% 37% 35% 34% 32% 0 a 19 anos: 70.9 milhões Em % 33% 50% 33% 33% 32% 31% 20 a 39 anos: 67.BRASIL – Indicadores Sociais Distribuição da População Brasileira por Faixa Etária 100% 8% 18% 9% 21% 10% 22% 11% 23% 13% 60 ou mais: 28.3 milhões 24% 40 a 59 anos: 52.5 milhões 0% 2000 2005 2010 Ano 2015 2020 Fonte: IBGE 35 .

Brasil ‐ 1980 Fonte:IBGE 36 .

Brasil ‐ 1990 Fonte:IBGE 37 .

Brasil ‐ 2000 Fonte:IBGE 38 .

Brasil ‐ 2010 Fonte:IBGE 39 .

Brasil ‐ 2020 Fonte:IBGE 40 .

4 5 5.2 2000 2005 Ano Empregador 2010 2015 Conta-própria Fonte: Elaboração Observatório das MPEs. 41 .9 6.7 9.4 9.4 9.8 5.7 9.4 9.1 9 em anos 7. por tipo de empreendedor (média em anos) 10.BRASIL – Indicadores Sociais Média de anos de estudo.7 5.8 5.6 5.4 9.  a partir da PNAD/IBGE.

42 .

a.000 8.  para cada  1 empresa 2010 24 hab.Brasil – MPEs estimadas para 2010 e 2015 Total de MPEs (Indústria.000 4. com base em expansão de 5.0 milhões 5.  para cada  1 empresa 2015 2000 Fonte: Elaboração Observatório das MPEs. Comércio e Serviços) 10.500.000 6.8 milhões Número de estabelecimentos 7.500.000.1% a.000.  para cada  1 empresa 2004 29 hab.1 milhões 2.8 milhões 5.000 42 hab.  a partir da RAIS e projeções populacionais do IBGE Nota: Os dados de 2010 e 2015 são estimativas.  para cada  1 empresa 0 36 hab. no total de MPEs 43 .

2010 e 2015) 45 41 35 33 30 29 26 24 29 24 24 23 22 20 19 17 15 15 14 14 10 42 36 Habitantes por empresa 0 Reino Unido Luxemburgo Alemanha Holanda Finlândia Brasil (2000) Brasil (2004) Brasil (2010) Brasil (2015) Dinamarca Espanha Noruega Portugal Fonte: Elaboração Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP.Comparações internacionais Habitantes por empresa – comparações internacionais Europa (2000) vs Brasil (2000.2004. Islândia Irlanda França Suíça Bélgica Áustria Suécia Itália Grécia 44 . a partir de The European Observatory of SMEs (empresas) e Comissão Européia (população).

  a partir da RAIS. 45 .4 milhões Comércio Serviços Indústria Número de estabelecimentos 2.a. respectivamente nos setores indústria..000 4.8 milhões 2.a. Nota: Os dados de 2010 e 2015 são estimativas.1% a.7 milhões 2.3 milhões 2.Brasil – MPEs por Setores Número de estabelecimentos. com base em expansão de 3. 5% a.000.9 milhões 2. e 6.8 milhões 3.1 milhões 1.1 milhões 1. por setor de atividade 5.500.5% a.a.000 635 mil 0 717 mil 2004 861 mil 1. comércio e serviços.0 milhão 2000 2010 2015 Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.

Indústria 46 .  a partir da RAIS.Brasil  – Setores  Participação relativa dos setores no total de MPEs 60% 56% 56%56% 55% 40% 28% 30% 32% 34% 20% 2000 2004 2010 2015 15% 14% 13% 11% 0% Comércio Serviços Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.

Região Metropolitana de SP  – Setores Participação relativa dos setores no total de MPEs 50% 45% 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% 47% 47% 45% 47% 44% 39% 41% 44% 14% 2000 2005 2010 2015 12% 10% 9% Comércio Serviços Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.  a partir da RAIS. Indústria 47 .

48 .Número de estabelecimentos. por setor de atividade 717 mil Número de estabelecimentos 665 mil 508 mil 367 mil 296 mil 324 mil 243 mil 87 mil 2000 97 mil 2005 116 mil 2010 134 mil 2015 500 mil Comércio Serviços Indústria 0 Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.Região Metropolitana de SP  – Setores RMSP .  a partir da RAIS.

8% 5.  a partir da RAIS.2% 5. avícolas e sacolões Manutenção e reparação de veículos Móveis e artigos de iluminação Outras classes Total Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.7% 12. 49 .1% 6.7% 4.4% 7.1% 2.0% Minimercados e mercearias Varejo do vestuário Materiais de construção Farmácias e perfumarias Comércio de autopeças Material e equiptos.Brasil – Setores Comércio Evolução da participação relativa no comércio Participação relativa 2000 12% 11% 7% 4% 4% 2% 4% 3% 3% 3% 47% 100% 2004 11% 11% 7% 5% 5% 3% 3% 3% 3% 3% 47% 100% Projeção 2010 9% 11% 8% 5% 5% 5% 3% 3% 3% 3% 47% 100% Taxa média de crescimento 2000/2004 (%aa) 2.4% 7.5% 1.2% 6. p/ escritório/informática Varejo de tecidos e armarinhos Quitandas.9% 6.

6% 6.2% 4.4% 2.0% 11.3% 7.0% 7. e eqptos.5% Serviços prestados às empresas Alojamento e alimentação Transporte terrestre Informática Ativs. recreativas. auxs.  a partir da RAIS.1% 7.2% 4.7% 8.Brasil – Setores Serviços Evolução da participação relativa no setor de serviços Participação relativa 2000 33% 26% 10% 6% 6% 5% 4% 4% 2% 2% 2% 100% 2004 33% 24% 11% 7% 7% 5% 4% 4% 2% 2% 1% 100% Projeção 2010 32% 21% 12% 10% 7% 4% 4% 4% 3% 2% 1% 100% Taxa média de crescimento 2000/2004 (%aa) 6. 50 . Ativs.4% 12.3% 8. de cargas Aluguel de veículos. da intermediação financeira Outras divisões Total Fonte: Elaboração Observatório das MPEs. máqs. culturais e desportivas Serviços pessoais Atividades imobiliárias Agências de viagens e movim.

5% 3.8% 3.1% Construção Confecção de artigos do vestuário Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos de metal Fabricação de móveis e inds.7% 4.7% 5.5% 1.0% 1. diversas Edição e gráfica Produtos de minerais não-metálicos Fabricação de produtos de madeira Indústria de couros e calçados Fabricação de máquinas e equipamentos Outras classes Total Fonte: Elaboração Observatório das MPEs.3% 5.7% 3.9% 2.0% 7.  a partir da RAIS.Brasil – Setores Indústria Evolução da participação relativa na indústria Participação relativa 2000 26% 11% 12% 7% 7% 5% 5% 5% 3% 2% 16% 100% 2004 25% 12% 12% 7% 6% 6% 5% 5% 3% 3% 16% 100% Projeção 2010 23% 14% 11% 7% 6% 6% 5% 4% 4% 4% 17% 100% Taxa média de crescimento 2000/2004 (%aa) 1. 51 .6% 2.

Cargas Serviços pessoais Ativs.Região Metropolitana SP  – Setores RMSP – MPEs de serviços Evolução da participação relativa no setor serviços Participação relativa 2000 40% 12% 18% 7% 5% 5% 4% 4% 3% 1% 1% 100% 2004 39% 16% 15% 7% 5% 5% 4% 4% 3% 2% 1% 100% Projeção 2010 37% 23% 12% 8% 5% 4% 4% 3% 4% 3% 1% 100% Taxa média de crescimento 2000/2004 (%aa) 6.6% 14.  a partir da RAIS. 52 . Financeira Aluguel de veículos.9% 7.5% 0.3% 15.5% Serviços prestados às empresas Informática Alojamento e alimentação Transporte terrestre Atividades recreativas Atividades imobiliárias Agências de viagens e mov.8% 3. máq.1% 7.6% 10.7% 5.0% 9. e equipamentos Outras classes Total Fonte: Elaboração Observatório das MPEs. Auxs.0% 6. Interm.9% 7.

53 .

54 . a partir de IBGE – Pesquisa Agrícola Municipal (PAM).Brasil ‐ Agronegócios Área plantada Milhões de hectares 25 Em millhões de hectares 20 15 10 5 0 1990 1992 Soja Feijão 1994 1996 Milho Café 1998 2000 Outras 2002 2004 Arroz 2006 Cana-de-açúcar Fonte: Elaborado pelo Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP.

8% 60% 10.9% 20.7% 4.7% 4.7% 80% 5.1% 40% 22.4% 20% 21.8% 6.Brasil ‐ Agronegócios Distribuição da área plantada no Brasil (em %) 100% 24.8% Soja Milho Cana-de-açúcar Feijão Arroz Café Outras Fonte: Elaborado pelo Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP.6% 41. a partir de IBGE – Pesquisa Agrícola Municipal (PAM).2% 5.8% 0% 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 55 19. .6% 35.5% 7.0% 8.3% 10.5% 3.8% 2.8% 9.1% 18.8% 15.

56 .0 0. a partir de IBGE – Pesquisa Agrícola Municipal (PAM).0 1.5 2.0 2.5 1.5 Em milhões de hectares 3.Estado de São Paulo ‐ Agronegócios Área plantada Milhões de hectares 3.5 0.0 1990 Café 1992 1994 1996 Milho Feijão 1998 2000 Soja Outras 2002 2004 Laranja 2006 Cana-de-açúcar Fonte: Elaborado pelo Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP.

0 4. a partir de IBGE – Pesquisa Agrícola Municipal (PAM).Estado de São Paulo ‐ Agronegócios Área plantada de cana e projeções 6.3 3.0 1990 1995 2000 2005 2010 2015 Observada Cenário 1 (exp) Cenário 2 (log) Cenário 3 (poli) Fonte: Elaborado pelo Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP.0 4.4 3.8 1.0 2.0 5.0 1.7 Milhões de hectares 5. 57 .9 Em milhões de hectares 4.

3% 9.9% 60% 40% 20% 28.Estado de São Paulo ‐ Agronegócios Área plantada 100% Distribuição da área plantada 80% 17.0%1.4% 6.9% 15.7% 8.4% 9.9% 9.9% 3.6% 2.9%1.5% 9.0% 11.6% 9.9% 0% 1990 1995 2000 2005 2010 2015 Cana-de-açúcar Milho Soja Laranja Café Feijão Outras Fonte: Elaborado pelo Observatório das MPEs do SEBRAE‐SP.9% 49.3% 10. 58 . a partir de IBGE – Pesquisa Agrícola Municipal (PAM).3% 5.0% 18.3% 62.3% 8.

59 .

produtos. serviços. revival. comércio justo. serviços e produtos associados. etc Cirurgias plásticas. cemitério. brinquedos. etc Prédios ecológicos. Pet shop. livros. brindes ecológicos. sistemas de segurança. cursos e livros para pais. etc. etc) Créditos de carbono. passeio.tendências e sugestões de negócios Mundo digital População com + de 60 Preocupação com saúde Emancipação do consumo das crianças Aumento dos animais de estimação Responsabilidade social Ecossoluções Busca espiritual e mística Estética e aparência Pessoas que moram sozinhas Mais tempo em casa Sensação de insegurança Educação on-line. hotel. convivência. Retiros. Lojas especializadas (ex. serviço “leva e traz” Fonte: “Trends Brasil: tendências de negócios para MPEs”. etc. vitaminas.Brasil ‐ Oportunidades TRENDs . SEBRAE/RS. áreas da saúde) Centros de experiência e lazer. filtros especializados. 2007 60 . ações sociais. cursos. Serviços domésticos especializados Serviços do tipo “a domicílio” e “plug e use” (comodidade no lar) Lojas de segurança. roupas. etc. lojas especializadas (ex. etc. reciclagem. shopping virtual (de bairro). calçados. atividades. etc. novos serviços (ex.) Cursos.

 Pesquisa feita em 2008. 61 .Brasil ‐ Oportunidades Fontes mais utilizadas sobre informações sobre o próprio negócio A internet já é a 3ª fonte mais utilizada sobre informações relacionadas ao próprio negócio % de em presários (resposta: sim ) 0% Contador Pessoas ou empresários do mesmo ramo Internet Amigos e parentes Jornais impressos Programas de televisão Revistas Palestras e cursos Programas de rádio Associações empresarias e de classe SEBRAE 26% 23% 34% 44% 62% 59% 59% 54% 50% 72% 50% 87% 100% Fonte: Observatório das MPEs.

SEBRAE‐SP ‐ Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo Observatório das MPEs Rua José Getúlio.br 0800 570 0800 (11) 2109‐5701/ 5702/ 5703/ 5705 Informações sobre produtos e serviços do SEBRAE‐SP:  Informações sobre este relatório:  62 . Hao Min Huai.  4o andar | Aclimação CEP 01509‐001 | São Paulo |SP.Obrigado Realização: Equipe Técnica: Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (SEBRAE‐SP).com.sebraesp. Mariana Rutkowski Silva. Homepage:  e‐mail:         http://www.com. Pedro João Gonçalves.br pesqeco@sebraesp.). Marco Aurélio Bedê (coord. Virginia Marella Neves da  Silva. 89. Gregory Augusto de Barros Girotto e Amanda Silva Cassimiro.