You are on page 1of 5

Universidade Federal de Pelotas

Instituto de Física e Matemática Departamento de Matemática, Estatística e Computação Bacharelado em Ciência da Computação Introdução a Ciência da Computação - Semestre 2003/1
Profs. Luciano Agostini e José Luís Güntzel {agostini,guntzel}@ufpel.edu.br

Componentes de um Computador e Arquiteturas Convencionais
Um computador típico possui três componentes básicos:
• • •

a Unidade Central de Processamento (UCP ou CPU, como é mais conhecida); a Memória Principal e um sistema de Entrada e Saída.

A CPU exerce o controle do computador, sendo responsável pela busca (fetching) das instruções (as quais estão em seqüência), pela sua decodificação (ou interpretação) e execução. A busca e a decodificação das instruções são realizadas pela Unidade de Controle, enquanto que a execução fica ao encargo da Unidade Operativa. A unidade operativa, por sua vez , é composta pela Unidade Lógica e Aritmética e por um conjunto de Registradores de uso genérico. A Memória Principal armazena as instruções e os dados a serem processados pela CPU. O Sistema de Entrada e Saída (I/O - Input/Output system, em inglês) têm como função conectar o computador ao meio externo, a fim de torná-lo verdadeiramente útil ao ser humano. Este sistema é composto por um meio físico de conexão chamado barramento (bus) e um conjunto de dispositivos de entrada e saída, chamados periféricos. Os periféricos geralmente são sistemas mistos, do tipo eletromecânicos, que permitem ao ser humano entrar com os dados ou obter ou visualizar os resultados. Exemplos de periféricos são teclado, vídeo, impressora, mouse, unidades de disco flexível (disquetes), unidades de disco rígido (winchester), unidades de fita magnética, modem, placa de som, scanner, vídeo touch-screen, plotter etc. Alguns periféricos permitem somente a entrada de dados (e.g., teclado), outros só permitem a saída (e.g., vídeo e impressora) e outros permitem tanto a entrada como a saída (e.g., unidades de discos magnéticos e unidades de fitas magnéticas). Associado a cada periférico existente num computador, há um circuito específico de controle de interface de E/S (I/O interface processor), cuja função é adaptar os sinais gerados pelo periférico conforme as necessidades do computador.A estrutura descrita nos últimos parágrafos é mostrada na figura 1. As funções possíveis de serem executadas pela CPU estão definidas no seu conjunto de instruções. Um computador típico possui algo entre 50 e 200 instruções distintas. As instruções podem ser divididas em três grupos, conforme sua natureza [2]:
• • •

instruções de transferência de dados; instruções de processamento de dados e instruções de controle.

Unidade Central de Processamento (UCP ou CPU) Unidade de Controle Memória Principal Unidade Operativa instruções dados barramento do sistema Interface de E/S Dispositivos de Entrada/Saída (periféricos) Interface de E/S Interface de E/S Disco Magnético Impressora Vídeo Figura 1 . tais como adição. a operação mais comum realizada sobre o conteúdo do PC é o incremento (soma um). multiplicação lógica (e). As instruções de controle determinam a seqüência segundo a qual as instruções são executadas. A memória . ou entre diferentes subprogramas. é utilizada enquanto da transferência do controle do sistema (computador) entre subprogramas. sem alterar seu conteúdo.2 As instruções de transferência de dados apenas movem as informações. chamada de sub-rotina e retorno de sub-rotina. As instruções de processamento de dados transformam as informações utilizando os recursos de hardware disponíveis na unidade operativa da CPU. e as instruções lógicas. tais como adição lógica (ou). Para tanto. cuja função é armazenar o endereço no qual está armazenada a instrução que está sendo executada. instruções de controle podem influenciar a seqüência de execução de um programa alterando o conteúdo do PC. Como normalmente as instruções são armazenadas e carregadas em seqüência. o PC é um registrador-contador. As transferências podem ocorrer dentro da CPU.Diagrama de blocos de um computador com arquitetura convencional. transferida e manipulada em grupos de bits chamados palavras. A informação é armazenada.SP). complementação (ou inversão) e ou-exclusivo. denominado contador de programa (program counter . Neste grupo encontram-se as instruções aritméticas. Na realidade. multiplicação e incremento. Existem ainda outros registradores que facilitam o acesso a instruções e dados. subtração. permitindo que o controle seja transferido de uma parte do programa para outra. denominada pilha (stack). A unidade de controle é responsável pelo controle do endereço da memória principal no qual estão armazenadas as instruções. Adicionalmente.PC). existe um registrador especial. Num mesmo computador são empregadas palavras de tamanhos diferentes. Por exemplo. entre a CPU e a memória principal. uma região contínua da memória. é um registrador usado no controle da posição de memória para colocar/retirar dados do topo da pilha. Exemplos de instruções deste tipo são jump (salto). O apontador de pilha (stack pointer . entre algum periférico e a CPU ou entre algum periférico e a memória principal.

a qual determina o seqüenciamento das instruções a serem executadas por meio de sinais de controle. na qual são guardados programas e dados. Levando-se em conta que os tempos de execução das instruções que envolvem apenas operações internas à CPU são muito menores do que o tempo necessário para transferências entre memória e CPU. Porém. por sua vez. O fato de instruções e dados utilizarem o mesmo caminho para serem transferidos da memória principal para a CPU inviabiliza a possibilidade de se explorar o paralelismo de operações para acelerar o processamento. Existem processadores de 1 a 64 bits (ou até mais). Um tamanho típico para palavra de memória é 8 bits (1 byte). Assim. as quais recebem o nome específico de palavra de memória. O item seguinte aborda as formas de implementação de um processador. A palavra interna à CPU. com um único barramento e um único bloco de memória. para a execução de operações lógicas e aritméticas. isto é impossível. facilitando sua busca. por ser descendente direto do computador desenvolvido em 1946 por von Neumann e sua equipe. • Dentre todas as características. de forma compartilhada. geralmente tem tamanho distinto do das demais. • instruções dos programas armazenadas de maneira seqüencial. por exemplo. É o processador que sabe a seqüência de operações elementares que devem ser realizadas para a execução de cada instrução. Suas principais características são [3]: possuir uma unidade de processamento central. • unidade de armazenamento central. O tamanho da palavra utilizada para endereçar a memória depende do número de endereços disponíveis.3 principal armazena palavras de um tamanho fixo. Como o . A maior parte dos computadores ainda hoje apresentam traços desta arquitetura. também conhecido como modelo (ou arquitetura) de von Neumann. • existência de registradores dedicados ao armazenamento dos operandos e dos resultados das operações. Principais Famílias de Microprocessadores Conforme foi esclarecido no item anterior. conforme o modelo. as duas últimas resultam em restrições severas para a tentativa de aumento do desempenho de computadores baseados no modelo de von Neumann. • possuir uma unidade de controle de programa. o tamanho da palavra para endereçamento da memória será 10 (pois 210 = 1024). são empregados processadores de 16 e 32 bits. • existência de um único barramento do sistema. Nos computadores pessoais tipo IBM/PC‘ compatíveis. Uma CPU projetada para trabalhar com n bits é dita ser um processador de n bits. para uma memória com 1024 endereços. o computador como um todo ficaria mais veloz. O processador é o componente no qual são realizadas todas as operações aritméticas e lógicas. a Unidade Central de Processamento (UCP ou CPU) é comumente referenciada por processador. com especial atenção à forma integrada. Este problema é comumente referido como gargalo do modelo de von Neumann. o qual deve ser usado de forma compartilhada para a transferência de dados e instruções entre os diversos blocos. caso fosse possível carregar instruções e dados ao mesmo tempo. O diagrama de blocos da figura 1 representa o modelo convencional de computador.

ainda em meados dos anos 70.e.4 desempenho do computador depende diretamente do desempenho do processador. O primeiro microprocessador comercialmente disponível no mercado foi o Intel 4004. barramento interno Acum A Acum B REG I REG J REG K ULA sinais de controle da ULA Figura 2 . o número de CIs necessários para se implementar um processador foi baixando drasticamente. Já em 1972 outros microprocessadores foram lançados. O diagrama de blocos da figura 2 mostra um possível detalhamento parcial do computador da figura 1. detalhando a CPU (processador) e a memória principal. surgiram os primeiros processadores implementados dentro de um único CI. Isto porque a tecnologia não permitia a fabricação de CIs muito complexos. REG de Dados REG de Instr. muito esforço tem sido dispendido no sendido de se implementarem processadores cada vez mais rápidos. até que no início da década dos 70. . tais como o PPS-4 (da Rockwell International). passaram a receber a denominação específica de microprocessadores. Deste modo. com mais funções). A entrada dos microprocessadores no mercado permitiu.Diagrama de blocos parcial para o computador da figura 1. Por estarem totalmente integrados num único CI. PC Deco difica dor Memória Principal Unidade de Controle REG de Ends. Nele. os sinais eletrônicas eram obrigados a viajar por trilhas de cobre longas e conectores. o IMP-16 (da National Semiconductor) e o 8008 (da própria Intel). gerando grandes atrasos e tornando o circuito como um todo bastante lento. cada um contendo poucas funções. o surgimento dos microcomputadores. De imediato. os componentes internos ao pontilhado correspondem à CPU ou processador do computador. passava a ser possível fabricarem-se CIs cada vez mais complexos (i. os quais iniciaram a chamada revolução ou era da informática.. Estes CIs eram montados sobre várias placas (ou cartões) de circuito impresso. lançado em 1971. Os primeiros processadores dos computadores digitais eram feitos com vários circuitos integrados (CIs). À medida que a tecnologia dos semicondutores avançava.

cinco fabricantes passaram a disputar a maior parcela do mercado. Porém. Bibliografia [1] TANENBAUM. O 8086 foi utilizados nos primeiros computadores IBM/PC‘ e os seus subseqüentes equiparam o PC/XT‘. As linhas mostram influências de maior grau (linhas sólidas) ou de menor grau (linha pontilhadas) entre os diversos projetos.Evolução dos microprocessadores comerciais. com o NCS800. com o 6800 e 6809. 6. Introdução à Arquitetura de Computadores: Notas de Aula Porto Alegre. I.1-16. com o Z80.1 p. [3] WEBER. National 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 1980 NCS800 8088 Z8000 NS32032 80286 80386 80486 1993/94 Pentium Z80000 68000 68010 68020 e 68030 68040 (PowerPC) 6809 8086 Z80 Intel 8008 8080 6800 6502 Zilog Motorola Commodore Figura 3 . J. PC/AT ‘. E. 68010. ao longo dos anos que se sucederam. p. Tokyo Ed. cap. cap. 68030. . p. [2] HAYES. Structured Computer Organization. 80386. a Commodore. com o 8080 e o 8085.5 Porém. com modificações. e JANSCH-PÔRTO. McGraw-Hill.Março de 1994. A figura 3 mostra um diagrama resumido da evolução dos microprocessadores comerciais. 68040 e mais recentemente. 80286. cap. 8088. S. Ed. Prentice Hall.P. A Intel desenvolveu a família 8086. a Motorola. o PowerPC‘ (em conjunto com a Apple e IBM). Já a Motorola ampliou a família 6800. com o 6502 e a National. 80486 e recentemente o Pentium. PC/386 e PC/486. R. Retirado de [2]. sucessores do 8008. Atualmente. para os microprocessadores abaixo do 68030) os famosos computadores Apple Mcintosh‘. Digital System Design and Microprocessors. Foram eles Intel. a disputa no lançamento de novos produtos praticamente se resume a dois fabricantes: Intel e Motorola. existem muitos fabricantes de microprocessadores no mercado. S. 1985. A. a Zilog. F.55-74. 1976.365-451. Instituto de Informática da UFRGS Primeira Versão . 68020. Estes microprocessadores equipam (ou equiparam. lançando o 68000. 5.