You are on page 1of 2

Pratica 3: Determinao da acidez titulvel em refrigerantes.

Introduo A determinao da acidez do alimento um fator chave na industria de alimentos, pois a os cidos orgnicos presentes no alimento influenciam no sabor, odor, cor, estabilidade e a manuteno da estabilidade. Alm disso, a acidez influencia na conservao de um produto alimentcio. Aplica-se em diversos fatores, por exemplo, na indicao de pureza e qualidade de produtos fermentados, manuteno do balano cido-base no organismo e outros. Nesta prtica utilizamos o mtodo da acidez total titulvel, mais comum e quantitativa. Por este mtodo no ser eficiente em amostras coloridas, a amostra estudada foi de um refrigerante de limo de cor transparente e com pH = 3,42. Objetivo Determinar a acidez em refrigerantes atravs da tcnica de titulao com uma base padronizada. Mtodo Acidez total titulvel. Material - Pipeta volumtrica de 10 mL - Bureta de 50 mL - Erlenmeyer de 250 mL - Balo volumtrico de 100 mL - Bquer de 100 e 250 mL - Soluo de hidrxido de sdio 0,1 N padronizado - Soluo alcolica de fenolftalena a 1% - Funil de separao Resultado - pH limo: 3,42 Tabela1 Vol. Vol. NaOH gasto 10 mL 3,06 mL 10 mL 3,05 mL HA + NaOH NaA + H20 Tabela 2

Amostras 1 2

Cor Rosa escuro Rosa claro

Discusso Para mensurar a acidez do refrigerante, foi acrescentada a amostra diluda em gua, 3 gotas de fenolftalena. Esta substncia um indicador da presena de ons H+ e OHdevido mudana da cor que a mesma proporciona. Inicialmente, nossa amostra era incolor mesmo com a adio da fenolftalena, o que indica presena de H+, ou seja, a amostra cida. Para a titulao foi utilizado NaOH que uma base forte por isso, dissocia-se completamente neutralizando a acidez da amostra. Devido a essa neutralizao, a amostra mudou de incolor pra rosa indicando a presena de ons OH- e confirmando a basicidade da amostra. A justificativa para a amostra 1 estar rosa escura e a amostra 2 estar rosa claro, esta na quantidade de NaOH administrada durante a titulao. Quanto mais NaOH for acrescentado, mais OH- estar reagindo com a fenolftalena, mais bsica ficara a amostra e, consequentemente, mais escura ela se tornara. (Tabela 2).