DICAS DE COMO ADQUIRIR UM IMÓVEL

Adquirir um imóvel exige muita atenção! Observe atentamente a documentação. Conferindo a oferta Jamais compre um lote sem vê-lo. Visite o local ANTES de fechar o negócio ou de antecipar qualquer valor ao vendedor, mesmo que seja somente uma entrada, reserva ou sinal. Localize o terreno na planta aprovada pela prefeitura, verificando a infra estrutura e os serviços existentes, como ruas abertas, demarcação de lotes, transporte, rede de água e energia elétrica, etc. Avalie se o que existe atende às suas necessidades e expectativas. Redobre sua atenção antes de adquirir terrenos localizados em áreas de proteção de mananciais - áreas legalmente protegidas como represas, rios, nascentes, etc., que garantem a preservação dos recursos hídricos destinados, inclusive, ao fornecimento de água potável, que, além de apresentarem restrições de uso, também necessitam de aprovação de órgãos específicos. Consulta aos órgãos governamentais Na prefeitura da região, verifique se o loteamento está devidamente aprovado e se o cronograma de obras foi ou está sendo cumprido.

Na Secretaria Municipal da Habitação, indague se a área não é de utilidade pública ou de interesse social, casos em que poderão ocorrer desapropriação. Solicite, ainda, certidão negativa de débito de IPTU (Imposto Territorial Urbano), para evitar surpresas relativas a débitos pendentes do terreno. Cartório de Registro de Imóveis. Documentos do Imóvel A tabela abaixo resume os principais documentos exigidos para diferentes tipos de imóveis e serve apenas como ilustração do tipo de documentação que em geral é exigida pelos grandes bancos nacionais: - Cópia autenticada da escritura, definitiva em nome dos vendedores, registrada no Cartório de Registro de Imóveis (CGI). - Certidão quinzenária expedida pelo CGI. - Certidão negativa de ônus reais - Registro de citação de ações reipersecutórias alienações expedida pelo CGI

Só adquira o imóvel se a situação do lote ou terreno estiver regularizada e. e a escritura pode ser assinada no cartorio de registro civil. caso necessite. quando do pagamento do sinal. o direito de arrependimento. Examine atentamente a proposta e. Não acredite em propostas verbais dos vendedores.. Em caso de espólio e menores deve ser anexada a autorização para a venda do imóvel. ficando por conta do comprador todas as despesas do cartorio/ITBI/escrituras emolumentos etc. especialmente em relação a irregularidades em documentações. procure ajuda de um órgão de defesa do consumidor de sua região ou de um advogado especializado. segundo a legislação vigente). IMPORTANTE: as partes podem estabelecer. promessa de firmar contrato. com a especificação do índice a ser utilizado. taxa de juros para a venda em prestações. etc. Se a desistência for do comprador. Solicite maiores esclarecimentos e. padrão construtivo.o ideal é não ultrapassar 30 dias. ou xerox do carnê de imposto predial dos últimos 5 anos. portanto.Certidão negativa de impostos expedida pela prefeitura. para compRovar que o imóvel está desembaraçado e quem é o verdadeiro proprietário. indicação do lote conferindo sua localização com a planta aprovada pela prefeitura. Se houver uma imobiliaria envolvida na transação é obrgação dela a providência dos documentos de ambas as partes e cabe ao vendedor pagar a comissaõ dela geralemte 6% valor do bem. . ele deve devolver o sinal em dobro. dentro do previsto em lei. . ele perde o sinal dado. apenas uma intenção de compra. tais como taxa de conservação e manutenção. O pagamento deverá ser efetuado somente após ter em mãos todos os documentos. se o vendedor é quem desiste. Confira se o imóvel está registrado e solicite uma certidão negativa de ônus e alienação. valor total do lote e do sinal dado. Proposta Esse documento não é um contrato.Cópia autenticada do IPTU do exercício acompanhado de parcelas pagas até a data do processo. prazo para aceitação da proposta . na dúvida. Documentos do Vendedor Pessoa física: os documentos pessoais do vendedor seguem a mesma relação utilizada para os compradores. não assine. Verifique se há outras despesas ou obrigações a serem cumpridas. Assine e date as vias da proposta ficando com uma delas. É obrigatório constar: qualificação e manifestação de vontade das partes. filiação à associação de moradores. modo e forma de pagamento e de reajuste (anual.

A Escritura . local de pagamento. eventual incidência de juros. CPF e CGC/MF para pessoa jurídica. procurar um advogado para efetuar a consignação do pagamento junto ao Poder Judiciário. comparando com o que consta da proposta ou minuta do contrato. Pague sempre a prestação na data estabelecida e guarde todos os recibos. caso esteja sendo vendido ½ lote. O contrato deve ser assinado e datado. Vá ao cartório onde o contrato está registrado e solicite que o vendedor seja notificado para receber a prestação naquele local. Eles comprovam que você está em dia com suas obrigações ou que quitou o lote. Caso o vendedor não queira receber as prestações. IMPORTANTE: verifique junto à prefeitura sobre a possibilidade de desdobramento do lote. penalidades no atraso do pagamento de parcelas. ainda. numeração da casa.aprovação de planta para construção. Uma cópia é do comprador. periodicidade (anual. leia atentamente o contrato de compra e venda e certifique-se de que as cláusulas traduzem exatamente o que foi ajustado verbalmente. R. caso contrário. valor do sinal antecipado e todas as condições prometidas pelo vendedor. que deverá registrá-la de imediato no Cartório de Imóveis da região.ATENÇÃO: consulte o Cadastro de Reclamações Fundamentadas da Fundação Procon-SP antes de assinar o contrato para verificar se a empresa possui reclamações e se foram solucionadas. escritura definitiva. etc. não deixe de pagá-las. pois. Você poderá. nacionalidade.. estado civil e residência). prazo e forma de pagamento. Risque todos os espaços em branco. imposto. O contrato deve conter os dados pessoais do comprador e do vendedor (nome. a área e demais características do imóvel. Outros dados igualmente importantes e obrigatórios são: valor total do imóvel e das prestações.G. quando da lavratura da escritura definitiva. não será possível sua regularização . Contrato Na compra de qualquer tipo de imóvel. segundo a legislação em vigor) e índice de reajuste.

Em seguida. oriente-se junto à prefeitura local como obter as devidas autorizações. Assim. o terreno. Então. Se for imposta essa cobrança. registre a escritura no Cartório de Registro de Imóveis da região. seu projeto será aprovado com rapidez sem maiores dores de cabeça. verifique junto à prefeitura de sua cidade.Após o pagamento integral do lote leve todos os seus documentos pessoais. . Se é uma área de reserva ambiental. ao Tabelionato de Notas que lavrará a escritura. Se pretender construir. peça por escrito a alteração do lançamento do imposto territorial para seu nome. procure um órgão de defesa do consumidor. na prefeitura. Verifique primeiro se o que você pretende construir pode ser executado neste terreno. Como devo proceder antes de comprar o terreno? Se você encontrou um terreno dentro das suas possibilidades financeiras. você deve construir dentro do que estabelece a lei de uso do solo e mais o código de obras. Não pague a chamada "Taxa de Minuta" ou "Termo de Quitação" que os vendedores costumam cobrar nessa ocasião. além do contrato e recibos. antes de comprar o seu pedaço de solo. não assine o cheque de imediato. Por fim. comercial e industrial). fornecendo o endereço para o recebimento do carnê. proceda da seguinte maneira: Após encontrar um terreno que lhe agrade. 2. os seguintes itens: O que é permitido construir no terreno (uso residencial. 3. Como saber o que é permitido construir no terreno? Primeiramente você deve assimilar que cada cidade tem sua própria lei de uso do solo e isto quer dizer que para ter o projeto de arquitetura aprovado junto à secretaria de obras da prefeitura local. não aceite. geralmente na secretaria de obras.

Gabarito .indica a altura máxima que a construção pode atingir.indica a máxima área de construção em projeção horizontal que pode ser ocupada em relação à área do terreno. não é permitido ocupar todo o terreno com uma construção. Afastamento frontal . se o mesmo está aprovado na prefeitura.Se é uma área embargada pela defesa civil. Isto significa que a área construída poderá ocupar no máximo 500m² de projeção horizontal.indica a distância que a construção deve apresentar em relação às construções vizinhas. Para determinadas respostas você terá que preencher um "formulário" e aguardar pelo processamento do mesmo. ou seja. Se é uma área em processo de desapropriação. entre outras. Você também deve deixar um espaço para a calçada.indica o recuo que a construção deve apresentar. O funcionário público lhe informará como você deve proceder para obter estas informações. as seguintes informações: Taxa de ocupação . 4. não sendo permitido colar a fachada da casa no rumo do terreno. . sem pendências de obras de infra-estrutura ou de outra ordem. Quais as informações que estes "formulários" fornecem? Estes "formulários" trazem. Se for terreno em loteamento. Por exemplo: Suponha que o terreno tenha uma área de 1000m² e a taxa de ocupação para este terreno seja de 50%. Afastamento lateral .

haverá multa. não terá mais jeito. porque depois. leia com bastante atenção e esclareça as dúvidas que por ventura existirem. consulte um Arquiteto ou Engenheiro Civil. O melhor é você verificar diretamente na prefeitura se não há mesmo nenhum débito. Ah! Não se contente com carnês quitados e nem com certidões negativas de débito que lhe forem apresentados. caso você compre o terreno. 7. Guarde bem este "formulário". Você também deve procurar saber se há uma prazo limite para averbar a escritura na prefeitura. você pode precisar de escrituras bem anteriores e provavelmente terá que pagar uma taxa para regularizar a situação. caso contrário renegocie o valor do terreno. Também verifique na prefeitura se o terreno que você pretende comprar está averbado (registrado) no nome de quem o está vendendo. Portanto. Se não estiver. imediatamente após a retirada da escritura registrada em cartório. ótimo. Estes dados vão variar de cidade para cidade. Se necessário. Já esclareci todas as dúvidas e o terreno atende aos meus requisitos.Estas são apenas algumas das informações que estes "formulários" podem conter. não seja tão ansioso! Que tal verificar se o terreno está com o imposto territorial em dia? Se estiver. O que mais eu devo verificar com relação ao terreno? . Com o "formulário" em mãos o que eu devo fazer? De posse destas informações. 6. Paranóia? Não! Apenas prudência. Posso assinar o cheque? Calma. mas esclareça todas as dúvidas antes de comprar o terreno. 5. de acordo com a lei de uso do solo e o código de obras. fique atento. Algumas prefeituras estabelecem um prazo e ultrapassado este. pois você precisará destas informações mais tarde.

Se tal medida não for adotada. 8. mas geralmente será: . O que mais eu devo fazer? Agora você deve pagar a taxa referente ao registro da escritura de compra e venda que é feita em cartório. inclusive ângulos. pois nenhum profissional sério assinaria uma planta topográfica sem as devidas marcações. Que outros documentos eu preciso para averbar o terreno em meu nome? A documentação que você terá que levar para o registro do terreno. Portanto. você recebe uma planta com as medidas do terreno. pode variar de caso para caso. Com a escritura registrada em mãos. isto é. você deve dirigir-se à prefeitura local e solicitar a averbação do terreno. registrar o terreno em seu nome. Com esta atitude você irá passar a receber o cârne do imposto territorial em seu nome. Preste atenção: Ao comprar um terreno. as demarcações têm que estar no terreno. os registros da prefeitura continuarão acusando que o terreno pertence ao antigo proprietário. Já resolvi todas as pendências e comprei o terreno. Estas demarcações são aquelas pedras colocadas pelo topógrafo quando da medição do terreno e têm o objetivo de evitar que você invada os terrenos vizinhos e vice-versa. sendo assinada pelo responsável técnico que efetuou o levantamento topográfico. exija estas demarcações de quem está vendendo o terreno. ou então renegocie o valor de venda na hipótese de ter que contratar um topógrafo para executar este serviço. 9. sendo que o prazo para esta mudança será determinado pelo setor competente da prefeitura.Depois de efetuar os procedimentos anteriores é bom você verificar se o terreno apresenta as demarcações bem definidas em campo. Logo.

Cópia do imposto territorial. Que procedimentos devo adotar? Você vai precisar do projeto de arquitetura para aprovação. Pretendo construir. Geralmente os seguintes projetos são básicos: Projeto de estruturas. as etapas de compra e legalização do terreno já estão resolvidas. 10. Aí. carimbada e assinada pelo funcionário público responsável pelo registro. é só dar entrada e acompanhar o processo até o final. Pronto.A escritura de compra e venda registrada em cartório. Lembra daquele "formulário" que eu falei para você guardar? Pois é. A escritura anterior (pode ser necessária se o terreno estiver averbado no nome de outra pessoa). Agora vamos passar para os procedimentos relativos à execução e legalização do projeto de arquitetura. o arquiteto irá utiliza-lo para desenvolver o projeto dentro do que estabelece a lei de uso do solo e mais o que especifica o código de obras. Você precisará de outros projetos executivos que irão variar de acordo com a complexidade da obra. quando você receberá novamente a escritura. .

Projeto de instalação hidráulica e sanitária. juntamente com o autor de projeto e o responsável técnico pela execução da obra. é só começar a construir. pagar as taxas devidas e aguardar pela liberação do alvará de construção. 11. Projeto de instalação elétrica. O que eu faço agora? Agora é só assinar todos os projetos. O projeto de arquitetura já está pronto. Boa Sorte! . Então. Cada projeto listado acima é elaborado por um profissional específico do setor.