A Paz não nasce sozinha , No Brasil, as pessoas mal conhecem a guerra.

Os brasileiros acordam toda manhã com a paz reinando. Viver na paz é natural para nós. Muitos pensam que é impossível a paz acabar! Seria com se, de repente, o sol deixasse de existir. Quando passam muito tempo sem guerra, os homens podem acreditar que é natural viverem juntos em paz. Entretanto, para continuar em paz, é importante saber que ela não nasce sozinha. E os homens têm dificuldades de se lembrar disso. Uma pessoa diz bom-dia ao entrar numa loja, não bate a porta na cara de quem está atrás dela, agradece quando alguém lhe faz um favor.É uma pessoa bem-educada. Atitudes como essas não são naturais de uma pessoa. Ou seja, não nascem com ela. A boa educação é algo que se aprende no decorrer da vida, e isso exige esforço. Ela não vem naturalmente no ser humano. Tanto é que as crianças detestam que os adultos fiquem repetindo: “Diga bom -dia!” , “Diga muito obrigada!” , “Diga até logo!”.São advertências difíceis de aceitar.Ser bem-educado é parte do processo de crescimento. O processo de paz é semelhante ao da educação: nem sempre dá prazer, porque é preciso respeitar regras aprender a seguir a lei, renunciar à força natural. Os homens só se dão conta disso depois de comparar os benefícios da paz com os malefícios da guerra. Se os homens acreditarem que a paz é natural e esquecerem de construí-la no dia a dia, a guerra pode voltar a acontecer. . Brigitte Labbé e Michel Puech. A Guerra e a Paz. São Paulo, Scipione,2002. A Paz não nasce sozinha , No Brasil, as pessoas mal conhecem a guerra. Os brasileiros acordam toda manhã com a paz reinando. Viver na paz é natural para nós. Muitos pensam que é impossível a paz acabar! Seria com se, de repente, o sol deixasse de existir. Quando passam muito tempo sem guerra, os homens podem acreditar que é natural viverem juntos em paz. Entretanto, para continuar em paz, é importante saber que ela não nasce sozinha. E os homens têm dificuldades de se lembrar disso. Uma pessoa diz bom-dia ao entrar numa loja, não bate a porta na cara de quem está atrás dela, agradece quando alguém lhe faz um favor.É uma pessoa bem-educada. Atitudes como essas não são naturais de uma pessoa. Ou seja, não nascem com ela. A boa educação é algo que se aprende no decorrer da vida, e isso exige esforço. Ela não vem naturalmente no ser humano. Tanto é que as crianças detestam que os adultos fiquem repetindo: “Diga bom -dia!” , “Diga muito obrigada!” , “Diga até logo!”.São advertências difíceis de aceitar.Ser bem-educado é parte do processo de crescimento. O processo de paz é semelhante ao da educação: nem sempre dá prazer, porque é preciso respeitar regras aprender a seguir a lei, renunciar à força natural. Os homens só se dão conta disso depois de comparar os benefícios da paz com os malefícios da guerra. Se os homens acreditarem que a paz é natural e esquecerem de construí-la no dia a dia, a guerra pode voltar a acontecer. . Brigitte Labbé e Michel Puech. A Guerra e a Paz. São Paulo, Scipione,2002.