UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória

2º SEM 2010

SketchUp
Representação Técnica IV – B Design de Ambientes – 4º Período / 2010 Professora Paula Glória UEMG – Escola de Design 1|Página

Atendimento TP 2. 1º NOTA + 2º NOTA = MÉDIA SEMESTRAL 2 MEDIA SEMESTRAL + MÉDIA SEMESTRAL = MÉDIA FINAL 2 2|Página . Modelando um ambiente: inserção de blocos (biblioteca) e materiais. Apresentação dos Trabalhos Práticos. Modelando um ambiente: cortes. Atendimento TP1. ENTREGA TP1. Atendimento TP 2. ENTREGA TP2. Atendimento TP 2. ferramentas de visualização e ferramentas de desenho.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DATA AULA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Apresentação da Disciplina. 02 03 04 05 Modelando um ambiente: ferramentas de desenho e de edição. 2ª nota: Trabalho Prático (100 pontos). LANÇAMENTO TP2. exportação de imagens e vídeo. 01 06 07 08 AVALIAÇÃO: 1ª nota: Trabalho Prático (100 pontos). ScketchUp: interface. LANÇAMENTO TP1.

ESCOPO DOS TRABALHOS PRÁTICOS TP ESCOPO Desenvolvimento de ambiente virtual: modelagem e tratamento de ambientes residenciais (sala. encadernado e devidamente identificado. da parte dos alunos. 05 (cinco) vistas expressivas do ambiente para entregar em formato A3. Leis de Diretrizes e Base da Educação – LDB é obrigatória. A composição das pranchas é livre. Caso isso não aconteça.394. as regras são as seguintes: de 01 a 07 dias de atraso o trabalho passa a valer 80% do valor inicial. em caso de necessidade de afastamento das aulas. sendo considerado como desistência do aluno. 47 da Lei 9. impresso. A partir da planta fornecida pelo professor escolher uma empresa (marca) forte no mercado (qualquer setor) para desenvolvimento da ambientação. após esse prazo os trabalhos não serão mais recebidos para nota. A composição das pranchas é livre. Considerar-se-á reprovado o aluno que não cumprir com a frequência mínima de 75% das atividades programadas em cada disciplina. varanda e banheiro) conforme projetado em Prática Projetual I-C.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 ATENÇÃO Os trabalhos deverão ser entregues e/ou apresentados nas datas e horários determinados no cronograma da disciplina. o mais rápido possível. impresso. Também fazem parte da apresentação: uma prancha briefing e uma prancha conceito. quarto. Desenvolvimento de ambiente virtual: modelagem e tratamento de ambiente empresarial. colorido. FREQUÊNCIA Nos termos do § 3° do art. Atestado médico justifica. o aluno deverá encaminhar à coordenação do curso. colorido. no mínimo. mas não abona falta! Desse modo. no mínimo. Definição de. Definição de. requerimento próprio e o documento legal ou atestado médico/odontológico para as devidas providências. a freqüência às aulas. 02 (duas) vistas expressivas de cada ambiente para entregar em formato A4. de 20 de dezembro de 1996. encadernado e devidamente identificado. VALOR TPI 100 TPII 100 3|Página .

. Pode formar um modelo extremamente preciso ou bruto e simplificado.html e HTTP://sketchup.Para mais informações sobre o uso do SketchUp: HTTP://sketchup. o SketchUp se destaca pela rapidez e facilidade na criação. Criado para proporcionar um experiência próxima do desenho à mão e de modelagem com objetos reais.como nas primeiras explorações de construção volumétrica – como também atende a demandas profissionais mais exigentes. modelos e vídeos.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Introdução O SketchUp é um software desenvolvido para a concepção de projetos . Sites e outras publicações para auxiliar na melhora contínua dos conhecimentos sobre o programa. .com/support.google. . É um software para exploração de idéias e sintetização de informações! A premissa do SketchUp é ser um ambiente de estudo 3D originado do 2D: linhas e faces. Permite integração total com os principais programas de edição de imagens.google.com/3dwarehouse.com/bonuspacks. É um programa que atende tanto às necessidades mais básicas em modelagem .Para download de bibliotecas para o SketchUp: HTTP://sketchup.Para ver tutoriais em vídeos.não sendo nem CAD. pelo site 3D Warehouse.youtube. nem um modelador tradicional e nem um renderizador. O SketchUp é um software que permite tanto criações totalmente flexíveis e livres de parâmetros fixos. além de trabalhos feitos com SketchUp: www. permitindo flexibilidade na escolha dos detalhes e a abstração que desejar...google.com e digite SketchUp no campo de busca. 4|Página . O programa permite a interação com o Google Earth e a disponibilização de várias bibliotecas gratuitamente. modificação e visualização de objetos e estudos volumétricos. quanto modelagens precisas.

z respectivamente. Como normalmente não é pensado em termos de x. y ou z enquanto se faz um croqui. realinhar. As barras de ferramentas podem ficar flutuando sobre o desenho ou agrupadas em volta da janela de desenho. esconder. É possível mover o ponto de origem e os sentidos dos eixos conforme a necessidade do usuário. assim os eixos vermelho. É possível modificar com precisão a posição dos eixos. 5|Página . Assim.1 INTERFACE A interface do SketchUp foi projetada para ser simples e fácil de usar! A área de desenho (Drawing Window) é um espaço de trabalho em 3 dimensões. O ponto onde os eixos se cruzam é chamado origem. o programa refere-se aos eixos pela sua cor. o ponto de referência pode ser transferido facilmente para um novo plano de trabalho. verde a azul correspondem aos eixos x. O sistema de coordenadas do SketchUp permite perceber melhor o espaço 3D.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Aula 1 1. no qual pode-se movimentar o cursor do mouse livremente. y. A linha contínua refere-se à direção positiva e a linha tracejada à direção negativa. Clicando com o botão da direita no ponto de origem é possível resetar a posição dos eixos. Estas barras podem ser ativadas e desativadas a qualquer momento de acordo com a necessidade ou a preferência do usuário.

Barra combinando a maioria das outras barras.2 CONFIGURAÇÕES INICIAIS O sistema de unidades padrão do SketchUp é o britânico..UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 1. Atalhos para as operações básicas Ferramentas de gerenciamento das funções relacionadas com o Google SketchUp e Google Earth. 1.. como buscar um componente no 3D Warehouse e capturar o terreno 6|Página . Para trabalhar com outro sistema de unidade acesse o Menu Windows > Model Info > Units e configure as unidades na caixa de diálogo conforme sua necessidade. Barra default de instalação do SketchUp. combinando diversas outras barras.3 ALGUMAS BARRAS DE FERRAMENTAS.

4 FERRAMENTAS DE VISUALIZAÇÃO: Barra Camera A ferramenta mais versátil para rodar o modelo no espaço é o comando orbit. Movendo o mouse antes de clicar no ponto final. O zoom também pode ser ativado girando o scroll do mouse. selecioneo. selecione o comando circle e clique em algum ponto para definir o centro.5 FERRAMENTAS DE DESENHO: Barra Drawing AUXÍLIO À CONSTRUÇÃO No SketchUp existe um sistema que auxilia a construção de modelos. A busca de pontos está relacionada com a forma: ponto. de um clique para definir o ponto inicial e outro para o ponto final. LINE O comando line desenha segmentos de reta em qualquer direção. o ponto final é automaticamente transformado no ponto inicial da linha seguinte. CIRCLE Para desenhar um circulo. clique e arraste com o botão esquerdo do mouse. a linha provisória se torna magenta quando esta fizer referência (paralela ou perpendicular) a alguma linha existente. 1. funcionando como a ferramenta OSNAP do AutoCAD. O comando zoom window permite selecionar um trecho específico do desenho. Para fazer um pan (deslocamento lateral do observador) com o mouse.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 1. Para o uso. tecle Esc e inicie a nova linha a partir de outro ponto inicial. quando ela é paralela ao eixo vermelho (x). Arraste e clique em outro ponto para determinar o raio. clique em zoom extents. Ao ser ativado. Leve o cursor para a área de desenho. Procedendo desta maneira. Isto é muito útil para aproximar ouafastar o ponto de vista durante a execução de outro comando. Clicando com o botão esquerdo e arrastando o mouse para cima o ponto de vista aproxima-se do desenho. e para baixo afasta-se. Para aproximar ou afastar o ponto de vista use a ferramenta zoom. pressione e arraste o cursor na área de desenho. Clique sobre o ícone e leve o cursor para a área de desenho. Para formar uma nova linha não-adjacente. A opção aparece automaticamente conforme a necessidade de identificar pontos significativos da geometria. A cor provisória da linha é vermelha. 7|Página . O comando Orbit também pode ser ativado mantendo o scroll do mouse pressionado. ou combinações. localizando ou deduzindo pontos estratégicos. Verde quando é paralela ao eixo verde (y). clique e arraste o scroll e. O comando orbit gira o ponto de vista entorno de um ponto central. Pode-se inserir valor numérico do raio através do VCB. linha e plano. sem solta-lo. e azul quando é paralela ao eixo azul (z). o cursor do mouse toma a forma de um lápis. identificados por cores diferentes. O zoom previous volta o ponto de vista para a visualização imediatamente anterior O zoom next retorna o ponto de vista para a visualização seguinte. Para visualizar todo o desenho.

Para desenhar um circulo na direção de uma face.) no VCB e tecle Enter. O padrão do programa são círculos formados por 24 seguimentos. clique para determinar o ponto inicial e. Para colocar arcos com medidas. basta re-digitar as dimensões dos lados do retângulo no VCB e em seguida Enter. digite o valor no VCB antes de clicar no ponto inicial. 8|Página . clique no ícone arc. y. arrastar diagonalmente na tela. RECTANGLE Para desenhar um retângulo ative a ferramenta rectangle. digite o valor no VCB antes de clicar no ponto inicial. Porém ao se aproximar de alguma face o circulo automaticamente toma a direção da mesma. O padrão do programa são arcos formados por 12 seguimentos. Para dividir este poligonal em seguimentos de reta. clicando no canto oposto. clique na área de desenho para determinar o ponto inicial e mova o cursor diagonalmente para criar o retângulo. Ou você pode pressionar o botão do mouse. digite o comprimento com o teclado numérico no VCB. e depois soltar o botão do mouse para completar o retângulo.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 A direção padrão do circulo é sobre o plano x. mova o mouse na direção desejada. aproxime o mouse da face até que o circulo teme sua direção. Para criar planos com a mão livre inicie e finalize o desenho no mesmo ponto ao aparecer o grip indicando o ponto final. Então arraste o mouse na direção desejada e digite o tamanho do arco no VCB e tecle Enter. tecle Enter. separados por ponto-e-vírgula (. selecione a poligonal. Para desenhar retângulos em outras dimensões é necessário um plano de referência. mexa com o mouse livremente para formar a poligonal. ARC Para desenhar um arco. Para desenhar um retângulo com medidas clique no ponto inicial e digite o a dimensão dos lados. o quadrado. segure Shift e afaste o mouse para a posição desejada. O arco é uma seqüência de seguimentos de reta. determine o tamanho e a direção do arco. Os retângulos são sempre desenhados no plano x. FREEHAND Clique sobre o ícone da ferramenta freehand (mão livre). marque os pontos limítrofes do mesmo e. tais como o triângulo isósceles. Para alterar a quantidade de seguimentos. Os desenhos formados pelo comando freehand são compostos por uma única poligonal. clique no ponto inicial.y com os lados paralelos aos mesmos. clique com o botão direito do mouse sobre ela e escolha Explode curve. O círculo é uma seqüência de seguimentos de reta. Basta que seja digitado no VCB o número de lados da figura antes de determinar o centro do círculo. As dimensões do retângulo podem ser alteradas mesmo depois dele já desenhado. mas em outro lugar. mantendo o botão do mouse pressionado. Mas isso só pode ser feito antes que outro comando tenha sido ativado. As geometrias regulares. o pentágono e o hexágono são facilmente desenhados com a ferramenta círculo. mexendo o mouse. Para alterar a quantidade de seguimentos. A quantidade de seguimentos aparece no VCB logo que o comando arco é ativado. A quantidade de seguimentos aparece no VCB logo que o comando arco é ativado.

dxf) e clique no botão Options. Cada layer tem nome. Na caixa Import AutoCAD DWG/DXF Options escolha os parâmetros de importação: Clique em Ok para voltar para a janela de importação e clique em Open 9|Página . frontal. Assim.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Aula 2 2. os layers tem limitações de uso e ao ser combinado com a ferramenta outliner permite uma organização bem mais prática. criando uma árvore de hierarquia e grupo e componentes..2 FERRAMENTAS PARA ORGANIZAÇÃO DO ARQUIVO A Barra Layers administra os layers (camadas) do arquivo. *. de acordo com a organização desejada. superfícies coloridas e texturizadas 2. no SketchUp. entre outros. 3DS. aramado. O SketchUp pode importar e exportar geometria nos formatos DWG do AutoCAD e DXF. laterais e isométrica Estilo de visualização: raio-x. um objeto pode possuir o nome que se desejar. Selecione o arquivo do tipo ACAD DWG Files (*. posterior. JPG.. A função outliner permite organizar todos os objetos do arquivo a partir do princípio básico do agrupamento de objetos. monocromático.dwg. 2. Vale salientar que.3 IMPORTANTO UM DESENHO CAD É possível inserir um desenho CAD através do File > Import . use o Menu File > Import > 3D Graphic. A mudança de layer de um objeto é feita através do entity info. Para importar um arquivo DWG. ser ocultado e localizado rapidamente através do filtro. ser agrupado conforme similaridade.1 OUTRAS FERRAMENTAS DE VISUALIZAÇÃO Ativa as vistas padrão do modelo: superior. .. cor e permite ser ocultado..

Um arquivo complexo do CAD pode se tornar lento no SketchUp por causa dos recursos existentes nas faces do SketchUp. qualquer que seja sua forma ou direção. movido. Pode ser interessante separar em arquivos isolados. Para que uma face tenha a mesma altura de um prisma criado anteriormente. Use a ferramenta Line para transformar as poligonais em faces. Por essas razões.. como qualquer outro objeto do SketchUp. por exemplo. A ferramenta extrudar gera prismas no sentido normal (90°) a face selecionada. um contendo a locação. outro a planta baixa. clique em Zoom Extents para ver o desenho todo. Clique Close para concluir. rotacionado. quando importados no SketchUp serão entendidos como grupos diferentes. A importação trás os blocos e os layers do arquivo original. ou após seu termino. A ferramenta push/pull permite gerar prismas retos a partir de uma face plana. que podem ser escondidos para que se trabalhe com cada um individualmente. A partir de então o desenho pode ser editado. Quando isso ocorrer.4 FERRAMENTAS DE MODIFICAÇÃO: Barra Edit PUSH/PULL Mesmo podendo desenhar prismas com a ferramenta line. há outro modo mais rápido de transformar faces 2D em objetos 3D. o SketchUp irá mostrar um resumo da importação. 2º SEM 2010 2. é recomendável limpar os desenhos CAD e importar apenas o absolutamente necessário. mostrando quantas entidades de qual tipo foram importadas com sucesso. 10 | P á g i n a . Em alguns casos. Também é possível transformar poligonais fechadas planas em faces selecionando todas as linhas que formam uma poligonal fechada e em seguida clicando em Tools>Utilities>Create face. No final. O comando pull/push possui memória. aproxime o cursor do retângulo até que ele fique selecionado. Se o comando não funcionar é porque a poligonal não é fechada ou as linhas que a formam não são coplanares. Isto faz com que a face que dará origem ao novo prisma seja mantida.. desde que outra função não tenha sido ativada. clique sobre ele com o botão direito do mouse e mova o mouse para um dos lados e clique ao atingir o tamanho desejado. clique na ferramenta pull/push.. Importar arquivos grandes do CAD pode ser demorado. basta dar dois clique sucessivos sobre a face.. Use o Orbit para mudar para um ângulo de visão 3D. outro contendo detalhes. você poderá estar com um Zoom muito próximo ou muito distante. seguido de Enter.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória O SketchUp irá importar o arquivo. Para desenhar uma caixa. Assim. Para criar um novo prisma adjunto a um já existente pressione Shift antes de clicar com o extrude sobre a face do prisma já existente. desenhe um retângulo. Este valor pode ser digitado no VCB durante a execução do comando.

Caso seja selecionado um objeto indesejado.y. 11 | P á g i n a . Mantendo a tecla Ctrl pressionada. Para que o objeto seja mantido na sua posição inicial. AUXÍLIO À CONSTRUÇÃO Para selecionar mais de um objeto. Caso nenhuma geometria tenha sido selecionada previamente. Se isto acontecer.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória FOLLOW ME O comando follow me permite fazer com que uma face forme volumes ao percorrer uma trajetória previamente definida. Selecione as linhas que formarão a trajetória a ser percorrida. clique novamente sobre ele para excluí-lo da seleção. Algumas vezes o SketchUp não consegue saber qual alinhamento você deseja. clique sobre o ícone da ferramenta move/copy. ative a ferramenta select. clique na área de desenho para determinar o ponto base e em outro lugar para ser o ponto de destino. Ative o comando rotate e selecione o ponto de rotação. seguido de Enter. clique sobre o primeiro objeto e pressione Shift para selecionar os demais. ROTATE Você pode mudar a orientação mais dinamicamente com a ferramenta rotate. escolha o sentido de rotação através da cor do transferidor e rode-o mexendo o mouse ou digite ângulo de rotação. Selecione o objeto a ser rotacionado. o(s) plano(s) que a compõe se deformam acompanhando a direção do movimento executado. O pano base de rotação é o plano x. o objeto base permanece na mesma posição e é feita uma cópia rotacionada dele. acione o comando follow me (o cursor tomará a forma do comando e a trajetória deixa de ficar selecionada) e clique sobre a face para que ela percorra a linha. Pressionando a tecla Ctrl durante o comando. 2º SEM 2010 MOVE/COPY Selecione o objeto a ser movido ou copiado. Enquanto você segura a tecla Shift. a direção do movimento permanecerá travado. mantenha pressionado a tecla Ctrl durante a execução do comando. os objetos ficarão sendo secionados à medida que se aproxima o cursor de cada um deles. A distância do movimento pode ser digitada no VCB durante a execução do comando. apenas a aresta é copiada e a face permanece inalterada. arraste a linha mais para cima até você ver a linha tracejada azul de referência. pressione a tecla Shift para travar a referência vertical e depois volte para a posição desejada. A tecla Esc cancela a operação de rotação. Ao se mover a aresta de uma face. Para rotacionar em outras direções é necessário um plano de referencia.

mantenha a tecla Ctrl pressionada durante a execução do comando. você pode fazer múltiplas cópias: digite 3x e Enter para “três cópias”. Para criar arrays circulares. SCALE Qualquer objeto pode ser re-escalado dinamicamente com a ferramenta scale. O ângulo de rotação pode ser inserido visualmente. até iniciar uma nova operação. Você pode continuar a digitar novas distâncias e/ou valores de multiplicador/divisor quantas vezes quiser até que você ative outra ferramenta ou faça nova operação. e ative a ferramenta rotate. Clicando então sobre o grip a operação de escalonamento tem inicio e pode ser controlada pelo mouse ou através do VCB. Cada cubinho verde é um grip de mudança de tamanho. você pode trabalhar livremente ou com precisão. Clique sobre o ponto base da rotação. Depois de fazer a cópia inicial. Como em outras ferramentas. multiplicadores de array externos. O comando scale permite alterar as dimensões do objeto em qualquer direção. ou digitando o valor numérico no VCB. Esse processo é conhecido por array interno porque ele interpola divisões iguais entre o original e as cópias. para arrays lineares. este e o grip oposto ficam ativos e uma linha traceja se forma entre eles. Para mudar a posição da ancora do grip oposto para o ponto central do objeto. Após fazer a primeira cópia rotacionada. use a ferramenta rotate de forma similar ao descrito acima: selecione o objeto a ser rotacionado com o comando select. Isto é chamado de uma array externo. os grips de escala estarão dentro de um retângulo em vez de 12 | P á g i n a . O grip oposto indica o ponto que permanecerá imóvel durante o escalonamento. e divisores de arrays internos quantas vezes quiser. E a linha tracejada indica a direção do escalonamento. primeiro faça uma copia do objeto até a posição que será ocupada pela ultima cópia. ou fazer operações de espelhamento (mirror). através do mouse. selecione a superfície superior do cilindro com a ferramenta select e ative o comando scale. basta digitar a nova distância no VCB. Selecione o objeto e acione o comando scale: uma caixa de grips irá aparecer em torno dele. para que as cópias se ajustem a ela. é usar a ferramenta move/copy para fazer uma cópia. seguida de Enter. O primeiro passo. Como você está mudando o tamanho de uma face 2D. Permaneça pressionando a tecla Ctrl e clique para selecionar o ponto de destino. Você pode alterar o número de cópias digitando novos valores de array. você pode digitar valores de ângulos de rotação. você pode repetir uma cópia linear ou uma cópia com rotação em qualquer direção. pressionando a tecla Ctrl. Ao aproximar o cursor de um grip. O SketchUp irá atualizar o array até que outro comando seja ativado. A tecla Shift libera a direção do escalonamento. proceda da mesma maneira do array linear para gerar cópias rotacionas. porque ele se estende para além da sua distância inicial do copy. Depois digite no VCB a quantidade de cópias seguido de “/ ” e tecle Enter. Note que um sinal de mais (+) é adicionado ao cursor para indicar que você fará uma cópia. Para um array interno. Um detalhe interessante sobre o array é que a distancia entre as cópias pode se alterada. Para desenhar um cone ou um tronco de cone desenhe um cilindro e em seguida. Da mesma forma de antes.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 ARRAY Usando array.

conforme a direção do espelhamento desejada.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória uma caixa de contorno. 13 | P á g i n a . Escolha os grips das quinas e segure a tecla Ctrl para que a deformação ocorra em ambos os sentidos. Semelhante ao comando mirror do AutoCAD. Uma outra maneira de espelhar os objetos é selecioná-los. Digitando um valor negativo faz a ferramenta scale tem-se a geometria espelhada naquela direção. 2º SEM 2010 OFFSET Para criar arestas paralelas (comando offset) selecione as arestas ou plano com select e ative o comando offset. Clique o cursor de offset próximo ao objeto selecionado e mova o cursor para indicar a direção do offset. Clique com o mouse para indicar o ponto de destino ou digite o valor do offset no VCB. clicar sobre a seleção com o botão da direita e no menu de contexto escolher a opção Flip Along > Red Direction (ou Green Direction ou Blue Direction). com a diferença que o objeto original não é mantido.

como qualquer outro objeto do desenho. todas as faces e linhas conectadas a ela serão selecionadas. Para selecionar um objeto clique três vezes sobre qualquer elemento do objeto que o SketchUp selecionará todas a linhas e faces conectadas a ele. todas as suas cópias também sofrem as mesmas alterações. Se clicar duas vezes sobre uma linha. rotacionado. Para selecionar uma linha ou face. Dependendo da maneira como foram criados. face ou objeto. os componentes podem ser movidos livremente ou ficar grudados a uma face. mantenha a tecla shift pressionada. Para retirar a linha. Para editar um componente. Para selecionar mais de uma linha. Os componentes são equivalentes aos grupos. face ou objeto da seleção. Você pode selecionar uma série de linhas e faces. utilize também a tecla shift pressionada. o SketchUp fará a seleção da linha e todas as faces conectadas a ela. 14 | P á g i n a . ou você pode inseri-los de outro arquivo ou biblioteca.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Aula 3 3. Uma face só existe quando estiver envolvida completamente por linhas que estão em um mesmo plano. ative o comando select e clique uma vez diretamente sobre a linha ou face que deseja. porém quando um componente é editado dentro de um arquivo. e então transformar esse conjunto em um Grupo ou Componente. clique duas vezes sobre ele. o componente pode ser editado. Uma vez inserido no desenho.1 FERRAMENTAS PRINCIPAIS: Barra Principal SELECT Todos os objetos do SketchUp são construídos com linhas e faces. etc. Se clicar duas vezes em uma face. MAKE COMPONENT Components são desenhos já prontos do SketchUp que são colocados no modelo como os blocos do AutoCAD. copiado. pintado. Você pode criar seu próprio objeto dentro do SketchUp.

AXES Permite mover e reorientar os eixos do desenho. TEXT As configurações de estilo das dimensões e dos textos são feitas na caixa de diálogo de informações do desenho. O ponto de origem oferece opções de edição. ative o comando tape measure e clique em Ctrl para que apareça o sinal de mais (+) sobre o cursor.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 3. 3D TEXT Cria textos extrudados. DIMENSION Ative a função dimension. clique sobre os pontos inicial e final a serem cotados e posicione a cota no local desejado. TAPE MEASURE Ative a ferramenta tape measure e clique sobre os pontos iniciais e finais. clique sobre a aresta que servirá de referencia à linha auxiliar e arraste o mouse para a posição desejada. Ao apertar shift a cota irá seguir as orientações dos eixos x. O valor aparecerá no VCB na parte inferior esquerda da tela.de forma 3D 15 | P á g i n a . Na janela Model info > dimensions é possível alterar a fonte (text) e as setas das cotas (leaders lines). y ou z.2 FERRAMENTAS DE MEDIÇÃO E TEXTO: Barra Construction LINHA AUXILIAR Para marcar uma linha auxiliar.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Aula 4 4. permitindo que você modifique as características deste material aplicado. Para uma melhor agilidade no desenho é preferível manipular o desenho no modo preenchido (Shaded). Preenchido (Shaded) e texturizado (Shaded with textures). 16 | P á g i n a . este aparecerá na aba In Model. Estes materiais podem ser simples cores sólidas ou imagens (texturas) que podem ser aplicadas à superfície dos objetos. e o botão edit estará habilitado. aramado (Wireframe). O desenho pode ser visualizado de diferentes maneiras: Transparente (X-ray). O SketchUp também permite utilizar materiais com transparência. que você pode aplicar nas superfícies do seu modelo.1 APLICANDO MATERIAIS O SketchUp vem com um grande número de materiais. Vá ao menu Window > Material ou selecione o ícone Paint Bucket e aparecerá o quadro de materiais. Após aplicar o material. somente faces (Hidden line).

Para isto. selecione View>hidden geometry. Todos os objetos escondidos surgem em linhas tracejadas ou faces quadriculadas e. Selecione Hide do menu. acionando o comando Display Section Planes ou o comando Display Section Cuts para ligar ou desligar a ação do plano de corte. Escondendo arestas e linhas: usando a ferramenta Borracha (Eraser) e segurando a tecla Shift. Há várias maneiras de fazer isto! A maneira mais fácil é pelo menu de contexto (Context Menu) que aparece ao clicar com o botão direito do mouse quando a ferramenta seleção está ativa.1 CRIANDO CORTES Outro recurso interessante do SketchUp é a capacidade de criar seções de seu modelo 3D. Esta operação apenas esconde a face. É interessante modificar o ângulo da perspectiva em vistas internas para uma melhor visualização. para isso. Após o posicionamento correto do plano de corte. Ative o Select.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Aula 5 5. Ainda existe o recurso de mudar o lado do plano de corte. leve o botão do mouse sobre as setas amarelas de controle do plano de corte e clique com o botão direito do mouse: opção reverse. clique em Camera> Field of View e digitar o ângulo da perspectiva no VCB. 5.2 DEFININDO VISTAS Pode-se modificar o ângulo da perspectiva. Para isso basta clicar no ícone Section Plane. sem apagá-la. e aparecerá um retângulo verde com quatro setas nas extremidades. Esconder uma geometria. você deve oculta-lo. Elas serão escondidas e não apagadas! Use este método 17 | P á g i n a . Posicione este retângulo exatamente onde você deseja passar o plano de corte (para mover o plano utilize o comando move). permite promover melhor visualização do modelo. Para visualizar os objetos escondidos. para torná-los visíveis novamente. e clique o botão da direita do mouse na face do objeto. temporariamente ou permanentemente. selecione as arestas a serem escondidas. clique sobre eles com o botão direito do mouse e em seguida em Unhide.

basta teclar sobre o atalho escolhido que o comando é ativado.. 2º SEM 2010 5. Ao voltar para a janela de System preferences clique em ok. Os atalhos só podem ser compostos por uma única tecla (letra) ou pela combinação de uma letra adicionada de Ctrl e/ ou Shift. Na guia Shortcuts clique sobre o comando que deseja adicionar um atalho na caixa Function. clique Window > Preferences. Na janela de System Preferences. clique em Templates e em Browse.. Na janela do Model Info clique em Units para configurar unidade métrica. desenhando elementos dentro dele. Caso seja escolhida uma letra que já é atalho de outro comando. clique em Location para configurar o lugar. Deste modo é possível trabalhar dentro do modelo. Para configurar o seu template abra um arquivo em branco e inicie as configurações em Window >Model Info. Depois de ajustar a unidade para o formato desejado.. Repita a operação para todos os comandos que achar necessário. 18 | P á g i n a . C:\Arquivos de Programas\Google\Google SketchUp 6\Templates (se seu Window for em português) Para tornar este arquivo o seu template. Feche o Sketch up e abra-o novamente. O template é o arquivo base a partir do qual se inicia um desenho. ao clicar sobre o + surge um janela avisado que o atalho já está em uso e qual comando ele ativa.3 CONFIGURAÇÕES PESSOAIS As configurações pessoais envolvem dois aspectos: a criação do template e dos atalhos. Na caixa Country selecione Brazil e depois clique em Custom location. tecle a letra que será o atalho deste comando na caixa Add Shortcut e confirme no icone de + ao lado.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória para esconder todas as arestas das faces que escondemos anteriormente.. Agora salve este arquivo em branco na pasta de templates de programa: C:\Program Files\Google\Google SketchUp 6\Templates (se seu Window for em inglês). Não é necessário usar Enter após o comando. Na janela de Browse for Template selecione o template feito e clique em Open. como ocorre no AutoCAD. Em seguida. Para acionar o comando durante o desenho. Para acessar os comandos via teclado é preciso configurar os atalhos em Window > Preferences. para configurar as coordenadas de Belo Horizonte. Clicando em Yes o atalho passa a ativar o comando escolhido Clicando em No o atalho continua ativando o comando anterior.

Trindade. 1º edição Giacomini. 2007 Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Curso de Arquitetura e Urbanismo – Disciplina de Informática Tutorial de SketchUp 5. 2006 19 | P á g i n a .Agosto.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – ESCOLA DE DESIGN Representação Técnica IV – B – Professora Paula Glória 2º SEM 2010 Referência Bibliográfica Apostilas Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Arquitetura Laboratório de Conforto Ambiental Programa de Apoio à Melhoria da Qualidade do Ensino de Graduação da UFRN Natal/RN . E. sombras.0 – Avançado: materiais. T. M. J. Belo Horizonte / MG .. Viçosa / MG – Outubro. Rezende.Janeiro. cortes e exportação de imagens e vídeos. M. 2007 Universidade Federal de Viçosa Mini-curso SketchUp 6. G. M.. Leite. Barros. de.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful