Lei federal

DECRETO-LEI Nº 3.688, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941. CAPíTULO IV DAS CONTRAVENÇÕES REFERENTES À PAZ PÚBLICA Art. 39. Participar de associação de mais de cinco pessoas, que se reunam periodicamente, sob compromisso de ocultar à autoridade a existência, objetivo, organização ou administração da associação: Pena – prisão simples, de um a seis meses, ou multa, de trezentos mil réis a três contos de réis. § 1º Na mesma pena incorre o proprietário ou ocupante de prédio que o cede, no todo ou em parte, para reunião de associação que saiba ser de carater secreto. § 2º O juiz pode, tendo em vista as circunstâncias, deixar de aplicar a pena, quando lícito o objeto da associação. Art. 40. Provocar tumulto ou portar-se de modo inconveniente ou desrespeitoso, em solenidade ou ato oficial, em assembléia ou espetáculo público, se o fato não constitue infração penal mais grave; Pena – prisão simples, de quinze dias a seis meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis. Art. 41. Provocar alarma, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto: Pena – prisão simples, de quinze dias a seis meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis. Art. 42. Perturbar alguem o trabalho ou o sossego alheios: I – com gritaria ou algazarra; II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais; III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos; IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda: Pena – prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis.

1.642. barulhos ou sons de qualquer natureza.10. noturno e diuturnamente.861. ou outros estabelecimentos congêneres que serão fixados em regulamento para os períodos noturnos e diurnos distintamente.O som ou ruído de máquinas.1. de 29/08/2003 DISPÕE SOBRE RUÍDOS URBANOS. "dancings". 3º e 6º Revogada pela Lei nº 11. Artigo 1. LEI N° 8. como parque de diversões. que ultrapassem os níveis máximos de intensidade tolerados por esta Lei. E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS A CÂMARA MUNICIPAL DECRETA E EU.03 e 1. Artigo 1.1. NOCIVOS E PERIGOSOS.01 . PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAMPINAS. cantinas. restaurantes.441.O regulamento fixará o nível máximo de som ou ruído permitido por veículo e a distância do veículo ao ar livre. cafés. orquestras. ou de diversões públicas. de 19/06/1996 . assim como a distância de sua medicação.02 .É proibido perturbar o bem-estar e o sossego público ou da vizinhança. motores. bares. § Único .516 DE 16 DE JUNHO DE 1961 Regulamentada pelo Decreto n° 5.1. Artigo 1. Artigo1. recreios.04 . serão fixados em regulamento.06 . LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTOS INCÔMODOS. assim como as distâncias máximas das divisas dos imóveis onde serão medidos os "decibéis".1 DOS RUÍDOS E SONS URBANOS Artigo 1. produzidos por qualquer forma.05 .Aplicam-se aos semoventes os mesmos níveis previsto no artigo anterior.Os níveis de intensidade de som ou ruídos serão fixados em regulamento de acordo com as normas técnicas estabelecidas e serão controlados por aparelhos próprios de mediação de intensidade de som.1. rádios.Haverá um nível máximo de som ou ruído permitido a alto-falantes. PROMULGO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I DA PROTEÇÃO AO BEM-ESTAR E AO SOSSEGO PÚBLICO SECÇÃO 1.03 .1. aparelhos ou utensílios de qualquer natureza. instrumentos isolados. com ruídos. cassinos. usados para quaisquer fins em estabelecimentos comercias. de 01/12/1992 Ver Lei n° 8. cabarés. compressores e geradores estacionários que não se enquadram no artigo 1.Lei Municipal – Campinas LEI Nº 2. obedecerão no regulamento especificações próprias para os períodos noturnos e diurnos.861 DE 19 DE JUNHO DE 1996 (Publicação DOM 20/06/1996:3) Dispõe Sobre a Concessão do Alvará de Uso das Edificações . de 30/06/1978 Ver Lei n° 7.1. "boites".346.1. em "decibéis" (db). Artigo 1. algazarras.Os níveis máximos de sons e ruídos permitidos com base neste artigo.Art.

boas condições de estabilidade e instalações adequadas. asilos e similares. hospitais.Os equipamentos ou aparelhos causadores de perturbação do sossego público poderão ser lacrados. d) os estabelecimentos com jogos eletrônicos. de 09/05/2000 – Seplama Ver Resolução n° 02.319 de 25/07/2002) § 2º .925. de 09/05/2000 – Seplama Ver Lei n° 10. que deverá ser cumprida no prazo máximo de 24 horas. no período noturno. de 10/12/1998 (Feiras / Eventos).749. contados a partir da data de expedição do alvará de uso. festas. carteado. a edificação.725. (Alterado pela Lei n° 10. Ver Deliberação n° 01. ou multados. somente serão licenciados pela Prefeitura Municipal de Campinas. as seguintes: a) não se localizem em edificações em que existam unidades residenciais. não poderão ser instalados a menos de 300 (trezentos) metros.(Acrescido pela Lei n° 11. devendo ser medido no ambiente interno do reclamante. Revogado pela Lei n° 9.319 de 25/07/2002) .Ver Decreto n° 11. baile público. de 29/12/1997 . terá validade de 01 (um) ano. de 13/11/2003 (Concessão do alvará de uso das edificações) Artigo 3º . de 09/12/1998) Os estabelecimentos destinados a diversões públicas. pebolim.(Obs: No que se refere a clubes associativos e recreativos sem fins lucrativos.(Expedição de Alvará de Uso) Ver Lei n° 9. bar musical e noturno.(Acrescido pela Lei n° 11. de 19/04/2000) e) a licença. (Alterado pela Lei n° 11. boliches. b) possua. (Alterado pela Lei n° 10.926. por fiscais de serviços públicos. jogos eletrônicos. de 18/04/1994 . das 19:00 às 7:00 horas do dia seguinte.(Acrescido pela Lei n° 11. buffet. shows. medidos na curva A do Medidor de Intensidade de Som. no período diurno. quando não houver atendimento à intimação. snooker. inclusive tratamento acústico que impeça a propagação de sons ou ruídos com intensidade superior a cinqüenta e cinco decibéis (55 db).491. das 7:00 às 19:00 horas. a que se refere este artigo. referidos no parágrafo anterior. de escolas. pebolim. de 19/04/2000).(Expedição de Alvará de Uso) Ver Decreto n° 12. snooker e similares. além das exigências formuladas no artigo 2º. ou apreendidos.(Acrescido pela Lei n° 11. medidos do centro de gravidade do terreno.319 de 25/07/2002) § 3º . de 25/05/2000 Ver Resolução n° 01.525. clubes ou a qualquer outra atividade em que haja difusão de som musical ou ruídos. carteados. medidas na curva B e de quarenta e cinco decibéis (45db).319 de 25/07/2002) § 4º .319 de 25/07/2002) § 1º .491. c) são considerados locais de diversões públicas: teatro.492. quando observarem. casas de repouso. Artigo 11 . cinema. (DOM de 20/03/2001:05) – SMOSPP Ver Lei nº 11.