Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos

Boletim informativo Microsoft Corporation 2009

Resumo
O Windows Vista® e o Windows Server® 2008 trazem algumas alterações significativas na ativação de chaves, em comparação ao Windows® XP e o Windows Server 2003. Embora sejam simples, essas alterações frequentemente representam preocupações e desafios operacionais para os profissionais de TI encarregados da implementação do Windows. O serviço de suporte aos produtos Microsoft® identificou os seguintes problemas de ativação de produtos como os mais comumente enfrentados pelos clientes durante a avaliação ou a implementação do Windows Vista (ou Windows Server 2008). Ao compreender essas questões, você e sua equipe poderão lidar com as alterações de ativação de maneira mais eficiente, e otimizar a sua experiência de implementação.

1) “DNS Does Not Exist”
Os sistemas instalados com a mídia de licença por volume do Windows Vista Enterprise Edition e do Windows Server 2008 (opção de mídia padrão para todos os clientes de licenciamento por volume da Microsoft e todos os assinantes da MSDN/TechNet) são configurados, por padrão, para serem ativados pelo Serviço de Gerenciamento de Chaves (KMS). Caso não haja nenhuma chave KMS disponível para ativação dos sistemas implementados, o erro “O nome DNA não existe” será exibido. Enquanto os clientes de licenciamento por volume (VL) recebem uma chave KMS, os assinantes MSDN/TechNet recebem uma Chave de Ativação Múltipla (MAK) e não uma chave KMS. Saiba mais

2) “O servidor de ativação determinou que a chave de produto especificada
é invalida”
A chave KMS deve ser usada somente para um número restrito de sistemas (o valor máximo padrão é de seis sistemas), que atuarão como um serviço de ativação local hospedado pelo cliente, permitindo a ativação de outros sistemas dentro do ambiente do cliente. Os clientes geralmente usam essas chaves como se fossem chaves de desvio,

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos
semelhantes àquelas geradas para o Windows XP ou o Windows Server 2003. Isso resulta no uso excessivo das chaves além dos limites de ativação, gerando o referido erro. Saiba mais

3) “Chave de licença por volume inválida” ou “Use um tipo diferente de
chave”
Para que um sistema com Windows Vista Enterprise Edition ou Business Edition seja ativado com uma chave KMS, este deve estar devidamente licenciado (ou seja, deve haver um S/O Windows habilitado no PC antes do upgrade para o Windows Vista Enterprise ou Business.) As tentativas, após instalação a partir de mídia de licença por volume, de ativação por KMS em sistemas que não tenham sido previamente licenciados, resultarão em um desses dois erros. Saiba mais

4) “Chave inválida para ativação”

Antes de entrar em contato com a assistência técnica, confirme se as informações da chave de produto foram digitadas corretamente, e se a chave de produto corresponde à edição instalada. Saiba mais

5) “O computador não pôde ser ativado. A contagem reportada pelo KMS é
insuficiente”
Para ativar os sistemas usando KMS, o host KMS deve ser contatado por um número mínimo de sistemas físicos (denominado limiar de ativação de KMS). Saiba mais

Portanto, os passos abaixo devem ser seguidos para garantir a simplicidade da integração e do gerenciamento do processo de ativação durante o seu trabalho de implementação:  Leia as orientações prescritivas de ativação por volume 2.0 incluindo a guia resumido de referência e a breve demonstração da ativação por volume.  Certifique-se de que as chaves de produtos recebidas correspondem à edição instalada do Windows.  Confirme se KMS ou MAK será utilizado para o seu ambiente.  Usufrua de ferramentas como a Ferramenta de Gerenciamento de Ativação por Volume (VAMT) e o Pacote de Gerenciamento do KMS para Gerente de Operações para automatizar e gerenciar centralizadamente o processo de ativação.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 2

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos Aviso legal
As informações contidas neste documento representam o ponto de vista atual da Microsoft Corporation sobre as questões discutidas desde a data da publicação. Como a Microsoft precisa responder às constantes mudanças do mercado, estas informações não devem ser interpretadas como um compromisso por parte da Microsoft, e a Microsoft não pode garantir a exatidão de nenhuma das informações apresentadas após a data da publicação. Este boletim tem caráter exclusivamente informativo. A MICROSOFT NÃO OFERECE QUALQUER TIPO DE GARANTIA, EXPRESSA OU IMPLÍCITA, COM BASE NAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO. É de responsabilidade do usuário o cumprimento de todas as leis aplicáveis de propriedade intelectual. Sem limitar os direitos autorais, nenhuma parte deste documento poderá ser reproduzida, armazenada ou inserida em sistemas de recuperação, nem transmitida sob qualquer forma ou por qualquer meio (eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação, entre outros), para nenhuma finalidade, sem a autorização expressa por escrito da Microsoft Corporation. É possível que a Microsoft possua patentes, pedidos de patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual que contemplem o tema deste documento. Exceto quando expressamente determinado pela Microsoft em algum contrato de licença por escrito, a transferência deste documento não transfere nenhum direito relativo a essas patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outro tipo de propriedade intelectual. © 2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Microsoft, Windows, Windows Server e Windows Vista são marcas comerciais do grupo de empresas da Microsoft Corporation. Os nomes de possíveis empresas e produtos reais mencionados neste documento são marcas comerciais de seus respectivos detentores.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 3

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos Conteúdo
Resumo ............................................................................................................................................................................. 1 1) 2) 3) 4) 5) “O nome DNS não existe” ............................................................................................................................. 1 “O servidor de ativação determinou que a chave de produto especificada é invalida” ....... 1 “Chave de licença por volume inválida” ou “Use um tipo diferente de chave” ........................ 2 “Chave inválida para ativação” .................................................................................................................... 2 “O computador não pôde ser ativado. A contagem reportada pelo KMS é insuficiente” ... 2

Aviso legal ....................................................................................................................................................................... 3 1) “O nome DNS não existe” .................................................................................................................................... 5 O que causa o problema? ................................................................................................................................... 5 Como solucionar o problema? ......................................................................................................................... 5 2) “O servidor de ativação determinou que a chave de produto específica é inválida” .................... 6 O que causa o problema? ................................................................................................................................... 6 Como solucionar o problema? ......................................................................................................................... 6 3) “Chave de licença por volume inválida” ou “Use um tipo diferente de chave” ............................... 8 O que causa o problema? ................................................................................................................................... 8 Como solucionar o problema? ......................................................................................................................... 9 4) “Chave inválida para ativação” ........................................................................................................................ 10 O que causa o problema e como resolvê-lo? .......................................................................................... 10 5) “O computador não pôde ser ativado. A contagem reportada pelo Serviço de Gerenciamento de Chaves é insuficiente” ........................................................................................................ 11 O que causa o problema? ................................................................................................................................ 11 Como resolver o problema? ........................................................................................................................... 11

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 4

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos 1) “O nome DNS não existe”
O que causa o problema? Seu sistema tenta se ativar sozinho dentro do período de teste de 30 dias concedido para o Windows Vista e de 60 dias para o Windows Server 2008, a partir do momento da instalação. Os sistemas instalados com a mídia de licença por volume do Windows Vista Enterprise Edition e do Windows Server 2008 (opção de mídia padrão para todos os clientes de licenciamento por volume da Microsoft e todos os assinantes da MSDN/TechNet) são configurados, por padrão, para serem ativados pelo Serviço de Gerenciamento de Chaves (KMS). Caso não haja nenhuma chave KMS disponível para ativação dos sistemas implementados, o erro “O nome DNA não existe” será exibido. Enquanto os clientes de licenciamento por volume (VL) recebem uma chave KMS, os assinantes MSDN/TechNet recebem uma Chave de Ativação Múltipla (MAK) e não uma chave KMS. Como solucionar o problema? 1) Se você é um cliente MSDN® ou TechNet, ou cliente de licenciamento por volume Microsoft, que não optou por usar o KMS em seu ambiente, para solucionar este problema: a) Transforme sua chave de produto em uma chave MAK, alterando a configuração padrão de ativação de KMS para MAK. Clique com o botão direito do mouse em Meu computador e selecione Propriedades. Selecione Alterar chave do produto para alterar a chave de seu produto. É importante lembrar que esta opção serve para solucionar o problema em um número limitado de computadores. Para solucionar o problema em muitos computadores, o administrador pode usar a ferramenta VAMT para alterar a configuração para múltiplos sistemas. 2) ISe a sua licença foi obtida a partir do canal de licenciamento por volume (MVLS, e não MSDN e TechNet), você pode definir um host KMS para efetuar a ativação. Leia mais sobre a definição de um host KMS no guia de planejamento de ativação por volume.
Figura 1. “O nome DNS não existe”.

I

Há três tipos de chaves de produtos para mídia de licença por volume: uma chave de licença por volume genérica, incorporada para uma configuração, uma chave MAK exibida quando você efetua o logon no MSDN e TechNet (se você adquiriu a mídia de licença por volume por esses canais) e uma chave host KMS (se você adquiriu a mídia de licença por volume pelo MVLS ou VLSC).

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 5

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos 2) “O servidor de ativação determinou que a chave de produto específica é inválida”
O que causa o problema? A chave KMS deve ser usada somente para um número restrito de sistemas (o valor máximo padrão é de seis sistemas), que atuarão como um serviço de ativação local hospedado pelo cliente, permitindo a ativação de outros Figura 2. “O servidor de ativação determinou que a chave de sistemas dentro do ambiente do cliente. produto específica é inválida.” Os clientes geralmente usam essas chaves como se fossem chaves de desvio, semelhantes àquelas geradas para o Windows XP ou o Windows Server 2003. Isso resulta no uso excessivo das chaves além dos limites de ativação, gerando o referido erro. As chaves KMS funcionarão por até 10 vezes para ativar seis sistemas diferentes. Caso sejam necessárias mais ativações, entre em contato com o atendimento ao cliente (visite o site para obter os números de telefone de cada localidade). Como solucionar o problema? Primeiramente, determine qual tipo de chave você possui. Você pode verificar se a sua chave de Licenciamento por Volume implementada é uma chave MAK, chave Host KMS, ou chave cliente KMS. Para efetuar essa verificação em um sistema em funcionamento, dirija-se até o computador, execute um prompt de comando elevado cmd (clique no menu Iniciar, selecione Programas e depois Acessórios; clique com o botão direito sobre o prompt de comando e selecione Executar como administrador; execute slmgr /dlv, e registre o resultado). Algumas linhas da chave se encontram no campo de nome, e informam qual edição do Windows Vista está instalada. O campo de descrição informa qual licença está instalada atualmente. Varejo, OEM ou Volume indicam o canal utilizado.
Nome: Windows Vista, Enterprise edition Descrição: Sistema Operacional Windows – Windows Vista, canal VOLUME_KMSCLIENT Um computador cliente KMS será registrado da seguinte forma: a. Descrição: Sistema Operacional Windows– Windows Vista, canal VOLUME_KMSCLIENT. Um computador host KMS será registrado da seguinte forma: b. Descrição: Sistema Operacional Windows - Windows Server), canal VOLUME_KMS_B c. Descrição: Sistema Operacional Windows - Vista, canal VOLUME_KMS d. Descrição: Sistema Operacional Windows - Vista, canal VOLUME_KMS_A e. Descrição: Sistema Operacional Windows - Vista, canal VOLUME_KMS_C

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 6

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos
Um computador MAK será registrado da seguinte forma: a. Descrição: Sistema Operacional Windows - Vista, canal VOLUME_MAK Segue ainda exemplos de resultados para varejo e OEM . a. Descrição: Sistema Operacional Windows - Vista, canal OEM_SLP b. Descrição: Sistema Operacional Windows - Vista, canal RETAIL

Se você identificou seu computador como um host KMS, é preciso determinar se este será o host KMS encarregado da ativação. Se esse for o caso, lembre-se dos limites de ativação das chaves KMS. Se você identificou seu computador como um cliente KMS, você pode optar por configurar um host KMS ou inserir uma chave MAK. Se você possui um computador MAK, você poderá ativá-lo usando o método MAK. Consulte o guia de implementação de ativação para conhecer os próximos passos para concluir sua ativação com sucesso.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 7

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos 3) “Chave de licença por volume inválida” ou “Use um tipo diferente de chave”
O que causa o problema? Para que um sistema com Windows Vista Enterprise Edition ou Business Edition seja ativado com uma chave KMS, este deve estar devidamente licenciado (ou seja, deve ter uma licença válida de SO, adquirida como parte integrante do novo PC). Durante uma tentativa de ativação padrão em sistemas instalados com mídia de licença por volume, as informações são pesquisadas no BIOS do computador. Se as informações não forem encontradas, a ativação não será concluída e um desses erros será exibido. 1) Uma das causas é que, às vezes, os computadores são adquiridos do fabricante original sem um sistema operacional habilitado, e o usuário tenta instalar a mídia de licença por volume (consulte a figura 3 ou 4). Observe que o Licenciamento por Volume funciona como um upgrade, e não como um pacote completo. 2) Em outras situações, os computadores são adquiridos com um sistema operacional Windows original instalado, mas a mensagem continua sendo exibida durante a tentativa de ativação (Figure 5). Nesse caso, seu marcador do Windows na tabela ACPI_SLIC está corrompido. Quando o computador tentar efetuar a ativação, usando o método padrão KMS, as informações são buscadas no BIOS. Se essas informações não são encontradas, a ativação falha.

Figura 3. “Chave de licença por volume inválida”.

Figura 4. “Erro na ativação do Windows”.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 8

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos
Figura 5. “Erro na ativação do Windows”.

Como solucionar o problema? Para que um sistema com Windows Vista Enterprise Edition ou Business Edition seja por KMS, este deve estar devidamente licenciado (ou seja, deve haver um S/O Windows habilitado no PC antes do upgrade para o Windows Vista Enterprise ou Business.) Se este é o caso de seu sistema, mas as mensagens de erro continuam sendo exibidas, você pode: 1) Alterar a chave de produto, usando a interface de usuário do Windows Vista, e depois usar um servidor Microsoft pela Internet para ativar o Windows Vista. Para isso, você precisa alterar a chave de produto para Chave de Ativação Múltipla (MAK). Sua chave MAK pode ser encontrada na documentação fornecida pelo MVLS. Para saber mais sobre o método de ativação MAK, consulte este guia resumido. 2) Caso o programa do BIOS esteja corrompido, atualize ou troque o programa por outro que contenha um marcador de Windows válido. Para isso, entre em contato com o fabricante do computador.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 9

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos 4) “Chave inválida para ativação”
O que causa o problema e como resolvê-lo? Antes de entrar em contato com a assistência técnica, confirme se as informações da chave de produto foram digitadas corretamente, e se a chave de produto corresponde à edição instalada.
Figure 6. “A chave de produto do Windows Vista™ Enterprise digitada é inválida para a ativação”.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 10

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos 5) “O computador não pôde ser ativado. A contagem reportada pelo Serviço de Gerenciamento de Chaves é insuficiente”
O que causa o problema? Para ativar os sistemas usando KMS, o host KMS deve ser contatado por um número mínimo de sistemas físicos (denominado limiar de ativação de KMS). A contagem física mínima necessária para que a implementação seja concluída com sucesso é de 25 computadores com Windows Vista ou 5 com Windows Server 2008. Esta contagem é denominada Limiar de Ativação KMS no Guia de Planejamento de Ativação por Volume 2.0.
Figura 7. “O computador não pôde ser ativado.”

Os clientes KMS são ativados somente após esse limite ser atingido. Para assegurar que o limite de ativação seja atingido, o host KMS soma o número de computadores físicos que solicitam a ativação na rede. A contagem de solicitações de ativação é uma combinação dos computadores com Windows Vista e Windows Server 2008. No entanto, a ativação de cada um desses sistemas operacionais inicia depois que um limite diferente é atingido. Os computadores virtuais não contribuem para a contagem de ativação, mas estes são ativados por KMS após o limiar de computadores físicos ter sido atingido. Leia mais no guia de planejamento de Ativação por Volume 2.0. Os dois cenários que causam este erro incluem: uso de múltiplos hosts KMS, ou ativação com múltiplos hosts KMS, e uso dos mesmos IDs CMIDs em seus computadores como resultado da re-imagem prévia. Como resolver o problema? Você pode usar diferentes métodos para resolver esta questão e concluir com sucesso a ativação de seus sistemas. De acordo com a sua situação e conhecimento dos métodos, use uma das alternativas a seguir para verificar todos os seus clientes: 1) Use a Ferramenta de Gerenciamento de Ativação por Volume (VAMT) que verifica o status de seus computadores na rede. No arquivo de Ajuda da ferramenta VAMT (consulte a figura 8), você pode verificar se o computador está identificado como host KMS, cliente KMS ou chave MAK, e se cada uma das máquinas está ativada.

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 11

Os 5 maiores desafios dos profissionais de TI em relação à ativação de chaves de produtos

Figura 8. O arquivo de ajuda do VAMT abriu para verificar o status das máquinas na rede.

2) Use a ferramenta Pacote de Gerenciamento KMS para Gerente de operações ou SCOM (se você já possui essas ferramentas) para verificar com quais hosts KMS os seus clientes KMS estão se comunicando. O Pacote de Gerenciamento KMS para Gerente de Operações fornece uma série de relatórios, incluindo contagem de ativação, computador virtual, atividade de KMS, resumos de situação de licenciamento, gráfico de validade dos computadores e detalhes. 3) Resolva manualmente o problema, recorrendo ao prompt de comando elevado e executando SLMGR /dlv (localizado na seguinte linha – nome do computador KMS do DNS) e você verá o nome do computador KMS do DNS que corresponde ao seu host KMS. 4) Executando novamente seus computadores com o comando sysprep/ generalize, caso os CMIDs sejam iguais nessas máquinas. Os CMIDs serão alterados, e o resultado da contagem deve aumentar depois que esses computadores se comunicarem com o host KMS. Este é um procedimento obrigatório para a implementação de cópias. Se você estiver executando setup.exe para a instalação, ou instalando direto de um DVD, os CMIDs devem ser todos diferentes. Ao implementar cópias do SO, usando sysprep com a opção generalize, os CMIDs são reiniciados, assim como outros requisitos que precisam funcionar corretamente. Referências detalhadas estão disponíveis na base de conhecimentos (KB929829).

©2009 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Página 12