Posição Base da coluna Umbilical Plexo Solar Cardíaco Laríngeo Frontal Coronário

Cor Vermelho Laranja Amarelo Verde Azul celeste Azul índigo Violeta

Nome sânscrito Muladhara Swadsthana Manipura ou Nabhi Anahata Vishuda Ajña ou Agnya Sahashara

Tradução Raiz/Suporte Morada do prazer Cidade da jóia Inviolável Purificador Comando Lótus de Mil Pétalas

Bija Mantra LAM VAM RAM YAM HAM OM Sem mantra

Vogal / Sílaba U Ô Ó A Ê I OM

Centramento e Enraizamento Imagine que de debaixo de seus pés, descem muitos filamentos, milhares de finas raízes, de luz, em direção ao cristal no centro da terra. Deixe que essas raízes que descem de seus pés, na velocidade de nosso pensamento, enrolem-se nesse cristal ou diamante no centro da terra. Agora deixe descer por essas raízes tudo o que lhe incomoda, tudo o que você não quer mais em sua vida. Essa energia será transmutada e devolvida a você em forma de energia de harmonia e começa a subir de volta a você por essas mesmas raízes, em forma de luz da cor vermelha-dourada, preenchendo seus pés, pernas, joelhos e coxas até chegar ao períneo, - região do primeiro centro energético (Chakra Básico) e vai inundar essa região com uma luz da cor vermelha-dourada, limpando e harmonizando. Inspire profundamente e solte o ar pronunciando o som da vogal U. Faça isso 3 (três) vezes. - Essa luz agora sobe um pouco mais e sobe até 2 dedos abaixo do umbigo, preenchendo a região do segundo centro energético (Chakra Umbilical) com uma luz laranja-dourada, limpando e harmonizando toda essa região e seus órgãos. Encha os pulmões de ar e solte esse ar pronunciando o som da vogal Ô. Faça isso 3 (três) vezes. - Deixe essa luz subir um pouco mais, até a região do terceiro centro energético (Chakra do Plexo Solar), e deixe essa região ser preenchida com uma luz amarela-dourada, muito brilhante. Inspire profundamente e solte o ar, pronunciando o som da vogal Ó e repita isso 3 (três) vezes. - Agora essa luz sobe um pouco mais, e assume a cor verde-dourada, até a região do quarto centro energético (Chakra Cardíaco) e inunda essa região, com ombros, braços, mãos, pulmões. Deixe essa luz limpar toda essa região. Agora inspire profundamente e solte o ar, pronunciando a vogal A, repetindo essa respiração 3 (três) vezes. - Essa luz continua a subir e agora preenche a região da garganta, do quinto centro energético (Chakra Laríngeo), assumindo a cor azul celeste. Deixe que essa luz azul celeste-dourada limpe essa região, liberando as emoções presas, as palavras não ditas, limpando a tireóide, a laringe, as amígdalas. Inspire e solte o ar, pronunciando o som da vogal Ê, 3 (três) vezes. - Agora essa luz assume a cor azul índigo-dourada, inundando a nossa caixa craniana, na região do sexto centro energético (Chakra Frontal), limpando e harmonizando toda essa região do terceiro olho. Inspire

profundamente e solte o ar pronunciando o som da vogal I, repetindo essa respiração com o som por 3 (três) vezes. - Imagine agora que essa luz sobe até a uns 15 centímetros acima do topo de nossa cabeça, região do sétimo centro energético (Chakra Coronário) e assume a cor violeta-dourada, muito brilhante, e jorra de dentro para fora e de fora para dentro de nosso corpo, a partir do topo de nossa cabeça. Inspire profundamente e solte todo o ar, pronunciando a sílaba OM, o som do Universo. Repita essa respiração com esse som por 3 (três) vezes. Agora imagine no centro do Universo uma estrela muito brilhante, a sua Estrela da Vida, e dessa estrela desce um raio de luz na cor que você preferir, que você intuir. Essa luz vai entrar pelo topo de sua cabeça e juntar-se com a luz que veio da Mãe-Terra. Estamos agora fazendo o “casamento” entre o feminino sagrado e o masculino sagrado, da Mãe-Terra e o Pai-Ceú, equilibrando em nós as polaridades, ancorando-nos e dando-nos poder de sustentação. Devagar, abra seus olhos e volte ao aqui e agora.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful