O Seu Jornal Pagão Brasileiro Virtual sobre Herbologia Mágica e Bruxaria

Tarô em Pauta

Os Animais e as Bruxas

Fengh Shui - Introdução O Trabalho do Deus Interior A Tradição Egípcia – A Magia, a Fé, a Arte da Adoração a Deusa de 10 mil Nomes

EDIÇÃO 20 ANO 02

Vôo Noturno

MAIO 2012

Vôo Noturno
PERDEU NOSSAS EDIÇÕES ANTERIORES?

Ficamos á disposição para dúvidas, críticas ou quaisquer sugestões que possam melhorar nossa publicação. Apertem os cintos e boa viagem!!! Bênçãos Plenas de Airmid a Senhora das Ervas
Marcelo Giusepp Lechinski (Saman) Editor - Mundo Pagão

Editorial Edições Anteriores Cursos On Line Tarô em Pauta Calendário Lunar Pilares do Templo Espiralando Caldeirão Eclético Feng Shui Calendário Mágico Ritual do Mês Sugestão de Livro Parcerias Controladores de Vôo e Comunidades

Pág 02 Pág 02 Pág 02 Pág 03 Pág 04 Pág 05 Pág 06 Pág 07 Pág 08 Pág Pág Pág Pág Pág 10 11 11 11 12

CLIQUE NAS CAPAS PARA DOWNLOAD DAS ÚLTIMAS EDIÇÕES PARA ENCONTRAR TODAS AS EDIÇÕES JÁ PUBLICADAS, ESPECIAIS E CURSOS DISPONÍVEIS... Ou no link para o Blog.

http://mundupagao.blogspot.com.br/

Namastê!

Vôo Noturno é uma publicação do Blog Mundo Pagão e seu autor Marcelo Giusepp Lechinski. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total de qualquer artigo aqui publicado sem autorização de seu editor ou autor. http://mundupagao.blogspot.com/

por Luciana Onofre

Verossimilhança entre Arcanos
Ontem nessas dinâmicas da vida que a mim não parecem meras coincidências, num papo taromántico com um amiga, falei de algo que me é delicado, essencial quanto ao entendimento sobre meu eu, sobre meu sendeiro [escolhido ou não], sobre etapas da minha vida. Em mais uma sincronia, eu leio agora uma obra que mexeu muito comigo, pois além de ser da literatura hispano-americana fala dum feminino incompreendido, com traços do já sabido fantástico maravilhoso apreciado por mim, leio "Nadie me verá llorar" [ed. Francis] de Cristina Rivera Garza, escritora contemporânea mexicana.

O Louco caminha, à esmo. Ele não pauta roteiro. Ele não planeja, o que vier é lucro, mas lucro para quê? com qual sentido? "Não sei!" grita o Louco, afinal ele busca desenfreadamente, isso é a sua gana. O Eremita caminha na trilha, via de regra numa busca dum melhor espiritual, dum melhor para sua mente, num melhor encontrar a si mesmo. O Louco precisa de contato para ser Louco, sem o parecer do outro não é Louco, apenas é ele, então para ganhar significância, valor, peso de Louco, ele precisa no seu andarilhar o socializar, precisa visceralmente do ser revestido de reconhecimento externo, como se dizer Louco sem plateia? . Entretanto esse Louco pode conter em si [se consciente dessa necessidade para evoluir na trilha] ao Eremita, ele pode ir e vir sem pautar tempo limite para pairar, e manifestar ao Eremita, no sentido de apreender daquilo que passa por ele, e por ele passa, valor para a construção do seu eu, quando o ciclo de andarilhar no Mundo passe. O Eremita é Eremita per se, sem a autentificação da sua condição pelo social, se isso ocorre é apenas passível de peso para o social, para o coletivo, para ele não. Ele se sabe Eremita e ponto. Pois é devido a isso que ele deseja este status quo: não é premente a avaliação do outro, a categorização carece de peso já para ele. Seu andarilhar é interno, ele passeia pelos estados da vida e depura. Ele decanta o sentido, o emanado, o vivenciado para cimentar sua construção interna e externa como ser vivo. Há porém mais além desses dois personagens/arcanos um outro que contêm a ambos e que dependendo do grau de habilidade ou experiência dela, ambos podem dar as mãos em equilíbrio e derivar num fazer extraordinário.

A Eremita e A Louca de Joie de Vivre Tarot e Tarot das Bruxas / fotos: Luciana Onofre Na obra ambas qualidades se sobrepõem, a protagonista é Louca e Eremita, e não se sabe nenhuma das duas. Dizem que de médico e louco[a] todos temos um pouco. Eu digo mais, todos teremos um pouco ou muito, em algum momento da vida do Eremita, del Ermitaño. Não é a idade o que determina esse estado, e sim a postura para com a vida e para consigo mesmo. O primeiro se manifesta para todos, todos nós sempre cedo ou tarde seremos tomados por algum êxtase de loucura, saudável ou não, por um momento de desmesuramento, no outro pode ser que permaneçamos apenas traços de tempo, ou que ele nos engula e sintamos prazer em "eremitar" longamente. E não é esse nível de demência o que denota a loucura clínica? Com tudo há lampejos, lampejos de vida, de conexão com o exterior, lampejos de lembranças do passado, e passagens ou portas que expõem ao mundo real e cordato, pedaços da loucura eremita que enriquecem a vida daqueles que coexistem com os loucos. Sem essa dança com a loucura andarilha do Tarot, desejar um Eremita seria quase improvável. Como saber confortável um andarilhar silencioso e com objetivos sem ter antes pairado sem eira nem beira pelo Mundo?

Ela é A Sacerdotisa!

Quiçá por isso, ela, a Sacerdotisa seja tão impenetrável, tão hermética, tão impassível aos olhos dos outros. Ela trava uma luta incessante! Se espanta ao ver em si essa miríade de ideias infinitas, que jorram sem parar, e encara de frente seu estado silente, em solidão autoimposta, permeada de um saber secular, oriundo de muita introspecção e autoconhecimento, e de saber plenamente que seu zelo para com tudo o que carrega em si, não é a toa. Mas... E se ela perder o equilíbrio entre os eremitas e loucos que moram com ela? Se tornará uma Sacerdotisa demente, aonde não há discernimento algum quanto ao real ou fantasioso que ela elucubra. Ou se deixará ser uma Sacerdotisa gananciosa do seu próprio saber, encurralada na sua torre ilhada, num "eremitar" nada espiritualizado ou somatório. Sem equilíbrio em suma, nenhum construto se investe de valor. Verossimilhanças...

PARCERIAS? QUER ANUNCIAR? Quer ser nosso parceiro ou anunciar em nosso jornal? Entre em contato conosco mencionando o assunto PARCERIA ou ANÚNCIO mundopagao@gmail.com

DÚVIDAS SOBRE HERBOLOGIA MÁGICA? CLIQUE AO LADO E DEIXE SUA PERGUNTA!

Junho
Jun 04 - Lua Cheia (33,3′) Jun 11 - Quarto Minguante Jun 19 - Lua Nova Jun 27 - Quarto Crescente

FÓRUM DE HERBOLOGIA MÁGICA INSCREVA-SE, PARTICIPE E DESCUBRA OS MISTÉRIOS DAS ERVAS E PLANTAS EM SUA VIDA MÁGICA http://herbologiamagica.forums-free.com/

A Sacerdotisa do Joie de Vivre / foto: Luciana Onofre

BLOG MUNDO PAGÃO
Acompanhe nosso Blog e fique por dentro das novidades do Jornal Vôo Noturno http://mundupagao.blogspot.com/

Uma Sacerdotisa fervilha, de ideias, de emoções, e as mantêm em sigilo para poder erigir uma imagem/essência sólida como Sacerdotisa... Fervilha como A Louca, ela não suprime jamais os lampejos, os insigths, os insumos constantes de sabedoria, de projetos pro devir... Como num caleidoscópio sua mente lhe apresenta milhões de pautas, de meios, de visões. Detêm em si a calma e o silêncio do Eremita, sem isso tanto fervilhar viria a tona e seria apropriado indevidamente por outros, e assim o seu caráter de Sacerdotisa seria diluído. Mas há uma tênue linha que delimita o cordato do Eremita e dela, e a loucura...

QUER ESCREVER PARA O Vôo Noturno? Entre em contato conosco enviando seu artigo relacionado a proposta de nosso editorial com um breve resumo sobre você e uma foto para publicação. Se o mesmo for aprovado será publicado nas edições seguintes, de acordo com o tema e disponibilidade. mundopagao@gmail.com Assunto: artigo para publicação

por Francisco Silva (Ishiaro)

A Tradição Egípcia – A Magia, a Fé, a Arte da Adoração a Deusa de 10 mil Nomes
Saudações, estive meio que fora do caminho nos últimos meses, uma vez que minha coluna aqui no jornal é sobre costumes e peculiaridades da “fé” (chamemos assim por hora) egípcia. Sabe aqueles momentos em que você se distancia tanto do caminho - no qual você olha para os lados e tudo esta tão escuro que você não sabe como voltar? Ou melhor, não sabe para que lado fica o norte do caminho... era assim que eu me encontrava. Decidi editar vários textos da Casa de Ishiaro e publicá-los no Voo Noturno, para que eles possam ser usados pelos caminhantes que comigo trilham esse caminho... Assim volto a caminhar em direção ao templo, assim volto a fazer as peregrinações do Culto a Isis. Para que você possa entender algumas, começos com...

É estranho e engraçado esse texto já estava pronto, e com uma riqueza de detalhes desnecessários. Para colocar a Prece a disposição de vocês fiz algumas modificações. A prece segue acompanhada de um pequeno ritual, se modificado pode ser feito por uma pessoa ou por varias.

O Culto a Isis
Aset/Isis (a Senhora de Dez mil nomes) tinha um forte Culto no antigo Egito ou Kemet (Terra Negra) dentre todos os rituais oferecidos a essa divindade, existe um em especifico que eu admiro e pratico diariamente,“O Despertar de Isis”. Em épocas passadas não era qualquer sacerdote ou sacerdotisa que participava das celebrações matutinas, o Despertar de Isis é algo como "doar vida a divindade" Abaixo contém uma descrição bem resumida de como viria a ser o ritual proposto (podendo ser praticado).

Revivendo o culto do Alvorecer
Antes do amanhecer, consagre um pouco de água e um pouco de Bicarbonato de Sódio, e misture. lave seu corpo com essa mistura. Acenda um incenso e deixe que a fumaça lhe envolva, para depois se espalhar pelo ambiente. Olhe para o céu ainda escuro e recite a prece do despertar. Despertai, Despertai, Despertai./Despertai em

“O Despertar de Isis”
O Sol não nasceu ainda, e só ira nascer após o despertar da divindade. Os Sacerdotes se preparam para servi. Lavam seus rostos e braços, e todas as partes que necessitam de purificação, utilizado a formula do Nantro (uma mistura sagrada de Água e Bircabonato de Sódio). Os Sacerdotes e Sacerdotisas menores se reúnem e o Ode a Isis então é entoado, sua liturgia de Despertar é recitada. Então com os raios do sol a divindade desperta para o mundo dos Homens. O templo se encontra em total escuridão, a Imagem¹ da Deusaé lavada e untada com óleos (feito de especiarias sagradas a ela), e então vestida. Tudo de forma respeitosa. As oferendas² são dispostas no altar onde encontra-se a imagem da divindade. O dia Nasce, e essa é a confirmação que o ritual foi bem sucedido. Antes de escrever esse texto, recebi de uma amiga uma a "Prece de despertar", ela havia me dito que "Encontrara por acaso em um caderno antigo de anotações mais que havia copilado de um livro chamado “Os Mistérios de Isis”. e se não lhe falhava a memória era de 1995 e fora traduzido para a língua portuguesa pela Ed. Madras em 2002."

Costumes
Na antiguidade os costumes eram transmitidos oralmente nos templos de Isis. O Hem-Netjer (servo de Deus e Sacerdote) era responsável por esse oficio: Ensinar. Para ser um Sacerdote ou Sacerdotisa, o(a) aprendiz era treinado no oficio de tal divindade cada templo com suas divindades especificas, o que torna cada templo oferecia um treinamento único. Na Casa de Ishiaro, os aprendizes aprendem como cultuar sua própria divindade, ou sua divindade tutelar (segundo a cosmologia egípcia.). Um sacerdote aprende entre outras coisas os rituais da divindade, as oferendas, os aspectos (todos) de cultuar a divindade...

Paz./Senhora da Paz, /Levantai em Paz./Levantai em Beleza./Deusa da Vida, Bela do Paraíso,/O Céu está em paz, A terra esta em Paz,/Oh Deusa, Filha de Nut, filha de Geb,/Amada de Osiris, Deusa Rica em Nomes!/Todo Louvor a Vós, Todo Louvor a Vós,/Eu Vós Adoro, Eu vós Adoro, Senhora Isis. Obs.: Em uma folha de papel em branco, anote todas as coisas diferentes que aconteceram no seu dia, e em gratidão queime o papel ao anoitecer. Por hora é Isso. Senebty...

por Bruno Pythio Todo dia um pouco do mistério é revelado, não existe pressa, tudo ocorre num tempo perfeito para aquele que se abre a isso, as pétalas vão desabrochando aos poucos, revelando aromas, cores, sensações. É uma experiência mágica se voltar para este trabalho, pois nos fala a alma, a alegria e o sucesso se tornam conseqüência, pois tudo vibra em sintonia. Uma árvore não se esforça para dar frutos, ela simplesmente expressa o seu ser divino, uma abelha não se esforça para buscar o pólen ou trabalhar na colméia, ela simplesmente deixa o seu Deus Interior agir e guiar o seu trabalho, existe entrega.

O Trabalho do Deus Interior
Desta interação e repetindo sempre a oração muitos insights surgem, sempre. Qual o meu trabalho divino? Victor coloca que ao alcançarmos esta clareza vamos nos reconhecer em toda parte, um ditado ilustra bem isso “God is Self and Self is God and God is a person like myself” (Numa tradução mais poética “Deus é Ser e Ser é Deus e Deus é uma pessoa como meu Ser”) colocando que Deus está basicamente em mim, em você e em todo lugar. Aos poucos fui percebendo a maneira como no meu trabalho eu acabo interagindo com as pessoas, espiritualmente falando, mas não explicitamente espiritual. Como professor eu entrego meu trabalho a Apollo, por isso tento sempre realizar da melhor maneira possível, sempre me pergunto “Como um Deus faria isso?” e muito mais do que criar um peso de responsabilidade em cima dos meus ombros eu sei que eu estou livre para errar, melhorar e aprender, pois estou aberto a orientação divina, interna e externa. Como Sacerdote eu entrego meus trabalhos a Hera, como coordenador entrego a Gaia, como filho, irmão, amante, amigo, bruxo, tento sempre orientar minha prática visando o divino que há em mim. Desta maneira eu vivo a espiritualidade no meu dia-a-dia, cozinhando, estudando, buscando a cada momento acessar esta centelha divina que há em mim, buscando a melhor maneira de expressar esse trabalho divino que somente eu posso fazer, algo sob medida, buscando sempre a melhor maneira de esta flor desabrochar, cada vez mais lindamente e interagir com cada flor que é o outro.

“Quem é esta flor acima de mim, E qual o Trabalho deste Deus? Eu conheceria a mim mesmo em todas partes” A Oração da Flor – Victor Anderson Desde muito tempo eu percebo que o grande desafio da espiritualidade atualmente é relacionar vida material, carreira, vida pessoal, metas, o dia-a-dia com os trabalhos espirituais. Algumas vezes a única saída parece ser (e algumas vezes realmente o é) viver disto, trabalhar com isso, como terapeuta, tarólogo, escritor ou coisa do tipo. Mas infelizmente nem sempre estes trabalhos dão o retorno que esperamos ou mesmo a satisfação que buscamos num sentido profissional. Pode-se amar ser um bruxo, mas viver disto é outra história. Dentro da Tradição Feri, influenciado fortemente pela T. Thorn Coyle, eu comecei a observar o trabalho que meu Deus Interior pede, por muito tempo eu estava em conflito interno, procurando uma maneira de conciliar a minha espiritualidade com meu cotidiano, com minha carreira profissional, mesmo sentindo e sabendo que lavando a louça eu estava exercendo o trabalho de um Deus, eu precisava de algo mais, queria viver essa espiritualidade 24/7. A teoria dos 3 selves na tradição Feri coloca que temos uma faceta divina e podemos acessá-la de diversas maneiras, uma delas é a Oração da Flor, em que questionamos e interagimos com esta parte de nós tão divina. Este Self é conhecido dentro da minha tradição como Aumakua, que significa: Au: Um fogo ou fogueira subindo pelo ar, como um espírito, ou espírito, meu, seu, de outra pessoa. (entra no conceito de imanência e conexão). Makua: Parente, alguém mais velho, maduro, ou sustentar.

Expressamos o trabalho de nosso Deus interior através de nossas relações, eu posso ser advogado sem perder minha essência, pautando meu trabalho na bruxaria, por exemplo, mas sem precisar fazer um discurso, uma falácia, simplesmente agindo e procurando sempre expressar o que é do meu Deus Interior. Deixar que isso aconteça é também deixar que a espontaneidade tome conta de sua vida, pois a Deusa é criativa, nunca faz nada duas vezes iguais, assim nossa natureza divina é agira com criatividade em cada situação que nos é apresentada, é abrir-se para o novo.

Os seres são plenos na graça divina e com isso vem a prosperidade, o amor, a alegria. Não existem obstáculos para o trabalho do Deus Interior, pois tudo flui com a correnteza certa. É, claro, um desafio pois entre a consciência e a divindade interior existem camadas de ego, de insegurança, de estagnação, de medo. Mas lembre-se sempre, “onde há medo, há poder”.

Os Animais e as Bruxas
por Edmur Parra Lopes

Introdução à Magia Animal
Os Animais e as Bruxas na Antiguidade Na antiguidade, animais de diversas espécies eram associados às práticas mágicas, e eram vistos como companheiros fiéis das pessoas praticantes de magia. Gatos, sapos e outros animais eram chamados de seres familiares e eram usados como prova de julgamento de bruxas no século XVII, essas criaturas indefesas, tinham fama de possuírem capacidades mágicas por auxiliarem as donas, logo, essa ligação de humano e animal ficou conhecido pela igreja, como sombras de satã. Aquele que possuía tal vínculo, era considerado aliado de satã, bruxo, e com certeza iria parar diretamente nas fogueiras e forcas pelo mundo da inquisição. Essas perseguições eram concentradas, principalmente nos cultos pagãos pela Europa, devido às superstições antigas, há quatro mil anos, os felinos que já eram considerados sagrados no Egito, têm sido objeto de culto até os dias de hoje.

Os egípcios eram gratos aos felinos, pelo seu valor na proteção dos celeiros, contra aves e insetos, o vínculo era tão forte, que quem matasse um gato, era executado. Não podemos esquecer-nos do culto a deusa cabeça de gata, Bast e seus mitos. Na verdade, na antiguidade os animais eram mais próximos dos pagãos, e das pessoas que viviam dos costumes do campo. Antes do cristianismo, o contato de homem e animal era mais estreito, podendo perfeitamente se comunicarem com mais facilidade, sendo companheiros das atividades no dia a dia. Até mesmo nos dias de hoje, se uma pessoa amar em excesso os animais, é julgado pelo seu comportamento, o que ainda salva, e que não tinha antigamente, é a lei dos maus tratos aos animais. Alguns animais associados às bruxas durante a inquisição: Gatos, doninhas, sapos e rãs, corvos e aves negras, corujas, coelhos e porcos-espinhos. Varias religiões possuem influências do xamanismo, e é claro que o paganismo e a bruxaria possui um estreitamento profundo por cultuarem quase os mesmos costumes. No xamanismo, os animais são vistos como sagrados e mensageiros dos Deuses, e são usados em rituais de cura entre outros, espíritos da natureza, e considerados nossos ancestrais e companheiros mais antigos. Nós bruxos, possuímos um ou mais espíritos de animais que nos guiam na busca do entendimento de sentimentos mais profundos, auxiliam nos trabalhos de magia, trazem proteção avisando-nos do perigo próximo, inclusive mensagens de nossos deuses em sonhos ou sinais no dia a dia. Algumas pessoas possuem dificuldade de entrar em contato com os animais de poder, outros possuem muita facilidade, lembrando que ao contrario do que as pessoas pensam, a busca pela descoberta pode ser longa em alguns casos, pois muitos vão pelo caminho do ego, e acham que só por que o animal é legal e famoso, vai ser aquele ali mesmo. Além de um animal principal, chamado de guardião ou totem, existem outros que temos afinidades ou não, que podemos pedir auxilio e ajuda, são chamados de animais auxiliares que ajudam nos problemas do dia a dia e até nos rituais, lembrando que além do auxilio e algumas qualidades que eles nos dão, nós temos o papel de auxiliar na evolução dos animais que aqui estão presentes com nós, em nossa vida terrena, sejam eles selvagens ou domésticos, somos companheiros de uma mesma existência e estamos juntos na busca do conhecimento e sabedoria. Nessa primeira fase, a fase de inicio a descoberta de seu animal guardião, se aproxime mais da natureza, deixe sua mente e coração aberto às forças naturais e selvagens. Se tiver animais em casa, de mais atenção a eles, observe os seus dias e comportamentos, leia sobre eles em livros sobre xamanismo ou até mesmo espíritas. Ouça musicas de relaxamento com temas de natureza antes de dormir, coma de preferência, produtos orgânicos e até mesmo veja documentários com temas de animais. Continua...

Suas leis e princípios foram desenvolvidos através dos séculos e transmitidas oralmente de Mestre para discípulo. 2- FILOSOFIA É uma antiga ciência chinesa que visa a localização de diferentes tipos de energia em um local. A palavra ciência, aqui, não tem e nem pretende ter a conotação da ciência moderna. Quando dizemos ciência, significa um sistema no qual os princípios e regras foram baseados em observações e dados estatísticos ao longo dos anos. A tradução literal do termo Feng Shui é Vento-Água. Mas significa muito mais que isso. Os chineses dizem que essa arte é como o vento que não se pode entender, e como a água, que não se pode agarrar. E também é o vento que traz a água das chuvas para nutrir tudo o que está embaixo. A prática do Feng Shui combina intuição, magia, design interior, bom senso e habilidade artística. Também é considerada uma visão universal que abraça céu, terra, pessoas e energia. Todos esses elementos estão conectados pelo Chi – a força de vida cósmica. Ao maximizar o Chi através do Feng Shui, você pode expandir e melhorar sua vida em todos os aspectos. A filosofia chinesa favorece uma disposição para a vida em que tudo está interconectado e nada opera isoladamente.

3- HISTÓRICO O Feng Shui tem três linhas com diferentes aplicações: a escola da Forma, da Bússola e a do Chapéu Negro. A última é uma das mais populares, por ser de fácil aplicação e é a mais usada da China. A escola da Forma é a mais antiga e detalhista. Leva em conta o relevo da paisagem, o formato dos móveis e dos objetos. A escola da Bússola analisa os setores favoráveis e desfavoráveis da casa, através dos pontos cardeais e do grupo energético (Leste e Oeste) das pessoas que moram no lugar. Utiliza uma bússola chamada Lo Pan, dificílima de usar. Essa bússola tem cerca de 64 campos de informação. A primeira referência a este instrumento no Ocidente aparece em um documento de 1.190, europeu, chamado De Naturis Rerum. No mundo ocidental, a forma mais utilizada do Feng Shui é a do Chapéu Negro. A escola foi criada há quase trinta anos pelo monge budista Lin Yun e é uma das poucas que pode ser aplicada pelo próprio morador, com a simples ajuda de um Baguá (pah kwa), dividido em oito áreas. 4- FUNDAMENTO Suas teorias são baseadas no pensamento máximo chinês, o I Ching, juntamente com as leis do yin yang e cinco elementos – vitais em toda a cultura chinesa. Portanto, para se estudar mais profundamente o Feng Shui, deve-se ter em mente, que um estudo aprimorado e profundo dos 64 hexagramas do I Ching se faz necessário, e também as leis do yin yang, os opostos complementares e os cinco elementos e seus relacionamentos. Toda esse estudo visa o entendimento do modo chinês de ver e entender o mundo e o universo, com seus eternos ciclos de mudança. Lembre-se: “Mudança é a Lei da Vida”.

5- EVOLUÇÃO Tudo na natureza muda e nada é estável, lembrando o símbolo que representa o yin e yang. Seu eterno processo de mudança, de mutação, mostra ao homem que toda a natureza, ou seja, o universo inteiro, sempre muda e evolui, nunca fica estagnado e parado no tempo. Assim, devemos agir desta mesma maneira em relação às nossas vidas.

1- INTRODUÇÃO O Feng Shui é a antiga arte chinesa de criar ambientes harmoniosos. Originou-se há cerca de 5.000 anos, nas planícies agrícolas da China Antiga. Seu desenvolvimento vem sendo desde então, aumentado e evoluído, chegando aos dias de hoje, como uma disciplina capaz de nos oferecer um sistema completo, nos ligando intimamente à natureza e ao Cósmico. Seus diagnósticos e resoluções são capazes de resolver quase todos os problemas envolvendo uma casa e as pessoas que moram nela. São adaptados ao moderno estilo de vida, nos levando a entender e compreender uma sabedoria muito profunda que nos ensina a “viver em harmonia com a natureza”.

Negligenciar que as coisas se transformam, é fechar os olhos para eventos que sentimos durante toda a nossa vida. É importante salientar uma coisa: o fanatismo seja ele em qual nível que se aplique, nunca é benéfico, trazendo resultados que às vezes podem ser destrutivos e nos afastar do caminho da sabedoria. No Feng Shui isso é uma grande regra a se seguir. As pessoas têm uma tendência natural de considerar seja o Feng Shui ou qualquer outro sistema, como uma verdade absoluta, baseando toda a sua rotina nisso, e esquecendo que dentro de nossos relacionamentos, existem outros fatores de responsabilidades. Por isso, não devemos nos afastar da vida em sociedade, e sim, passar a considerar nossa vida e a das pessoas que nos cercam, como um todo em que tudo está relacionado.

Em outras palavras, o Feng Shui é uma antiga arte chinesa que visa a harmonizar os ambientes em que as pessoas vivem e trabalham, conseguindo-se assim, uma vida mais feliz e cheia de Bênçãos Cósmicas.

7- PAÍSES ONDE SE PRATICAM Hoje em dia, o Feng Shui é praticado em todo o mundo. Seu maior desenvolvimento acontece em Hong Kong, Malásia, Cingapura e Taiwan. Embora sua origem seja chinesa, os próprios chineses perderam o conhecimento dessa arte, principalmente pelas conseqüências da Revolução Cultural. Os valores foram invertidos, e muito da cultura tradicional chinesa foi esquecida e deixada em segundo plano. 6- MESTRES DE FENG SHUI Os grandes Mestres de Feng Shui do passado praticavam, juntamente com essa arte, a Medicina Tradicional Chinesa e também o Chi Kun, o Tai Chi e o Nai Kun. Tais práticas sempre estiveram juntas, pois um médico chinês entende que se uma pessoa tem algum problema, isso foi gerado por alguma razão. Assim, ele vai até a casa do paciente olhar o que pode estar errado e o que pode ter gerado a desarmonia, conseguindo, assim, duas formas de diagnóstico e tratamento. Infelizmente, hoje em dia as coisas são diferentes, e poucas pessoas podem ser chamadas de Mestres de Feng Shui. Aliás, é interessante notar a inversão de valores do ocidente com o oriente. O ocidente procura o oriente, em suas práticas milenares como a acupuntura, as massagens, as lutas marciais, alimentação e modo de se vestir. E o oriente está cada vez mais se ocidentalizando, buscando valores diferentes dos de sua cultura e, podemos até dizer, valores principalmente baseados no materialismo. Atualmente, além das “capitais” do Feng Shui, a Europa, os Estados Unidos e o Brasil têm tido um grande desenvolvimento desta prática, embora nem sempre preservando a tradição verdadeira. Muitas pessoas e praticantes aderem ao Feng Shui após terem certas idéias formadas, sendo muito difícil andar por um novo caminho. 8- CONCEITOS ERRADOS O Feng Shui não oferece cura para todos os problemas da humanidade. Ele deve ser entendido como um dos vários sistemas existentes da filosofia chinesa, e não uma panacéia para todos os males. Ele não traz sucesso da noite para o dia, nem é uma mágica milagrosa. Mas se você aplicar seus conceitos cuidadosamente, ele fará sua vida mudar de rumo.

1)" A PROSPERIDADE BATE À PORTA " Para que a ela, a prosperidade, entre totalmente em sua vida, alguns cuidados são necessários: - A casa deve ter uma numeração de fácil identificação, se não a sorte não vai te achar. - A porta deve abrir com facilidade e totalmente. Nada de portas emperradas ou com móveis atrás que impedem a abertura total. - Ponha um sino de vento de metal atrás da porta. O sino atrai boas energias. 2)" A ABUNDÂNCIA BANHA SUA CASA " Para o Feng Shui, toda a casa deve ter um rio calmo e sereno passando diante da porta. O rio irá trazer, para a casa e seus moradores, saúde, prosperidade e alimentos, levando embora as más energias. Hoje em dia, nem sempre conseguimos ter um rio em nossas portas. Mas, podemos colocar objetos e quadros que lembrem água. Você pode colocar, pelo lado de dentro da casa, próximo a porta de entrada, uma fonte de água ligada, um aquário com peixes, uma gravura ou quadro com um rio, mar e barcos, uma foto de um local que tenha cachoeira ou motivos naúticos. Tudo para atrair prosperidade. 3)" O FOGO DA PROSPERIDADE " Você sabia que o fogão é considerado o caixa forte ou cofre da casa. Seu elemento é o fogo. É nele que preparamos os alimentos que irão nos dar sustetanção e energia no dia-a-dia. Anote alguns cuidados que você deverá ter com o fogão: - Sempre limpo e impecável; - Todas as bocas e o fogão funcionando bem; - Nada de lixo perto dele, é anti-próspero.

4)" CUIDADO COM ENTULHO E LIXO " Muitos cuidados para não ficar acumulando e guardando objetos, pápeis, roupas e lembranças que não tem mais utilidade e uso. Estes "entulhos " provocam a energia estagnada, o que atrapalha a prosperidade da casa. Faça uma avaliação e limpeza geral. Abra espaço em sua casa e vida. Não esqueça de colocar o lixo para fora também. 5)" MUITO VERDE NA CASA " Abuse de plantas. Elas trazem boas energias. Coloque muitas flores amarelas e vermelhas, pois atraem prosperidade e abundância. Arranjo de girassol também é muito usado para atrair riqueza. 6)" MESA DE JANTAR " A mesa de jantar, da sala ou da cozinha, é o local onde as pessaos se reúnem para as refeições e para conversar. O Feng Shui a considera um local também de prosperidade. Coloque sobre a mesa um belo arranjo de flores ou uma fruteira cheia de frutas. Se houver espaço, coloque na parede um espelho para refletir a mesa de jantar e dobrar a prosperidade. 7)" LADRÃO DA ABUNDÂNCIA " Muito cuidado com os banheiros, são ladrões de abundância. Mantenha sempre a porta do banheiro fechada e a tampa da privada baixa. Já irá ajudar bastante. Fonte: http://
dalvaamaral.blogspot.com.br/2011/10/ feng-shuidicas-de-prosperidade.html

por Marcelo Giusepp Lechinski

DIA 01 DE JUNHO - DIA DE CARNA Carna era uma ninfa da mitologia romana que recebeu um espinheiro florido de Juno. Colocar um espinheiro florido na porta de casa hoje é um ritual garantido para afastar o mal por longo tempo. DIA 02 DE JUNHO - DIA DE SYN Syn é a deusa nórdica da tradição germânica que guarda os portais dos mundos mágicos. O mundo material é um reflexo do que acontece em outro plano e ao realizar algo no mundo mágico, você está influenciando o plano físico. Nesse dia, faça este ritual para "abrir portas". Arrume uma chave velha e enterre-a junto com um cristal branco. No dia seguinte, desenterre apenas o cristal e carregue-o consigo quando quiser "abrir portas" em algum lugar. DIA 05 DE JUNHO - DIA DE DOMNA Deusa de todas as pedras sagradas da tradição irlandesa acredita-se que Domna transforma-se em uma pedra hoje. Devemos procurá-la entre os cristais e pedras de rua e, quando acharmos, levamos para casa e colocamos num altar. Acenda uma vela azul. O espírito de Domna está agora nessa pedra de imenso poder como um talismã sem igual. DIA 06 DE JUNHO - DIA DE BENDIS Bendis é a deusa da Lua na Trácia e oferece vidência, magia e proteção àqueles que a procuram. Hoje, dê um presente a Bendis. Faça um bolo com ingredientes brancos (farinha, leite, clara de ovos, açúcar...). Deixe o bolo durante toda à noite no batente da janela, de preferência à luz da Lua. No dia seguinte, enterre-o. DIA 07 DE JUNHO - DIA DOS SILFOS Os silfos são elementais do ar que podem hoje ajudar na sua vidência. Se encontrar uma pena de pássaro hoje (não pode encontrar um pássaro e arrancar, a pena tem que cair naturalmente), passe-a três vezes num incenso e carregue-a sempre consigo, pois você foi presenteada (o) com um talismã de boa sorte. DIA 08 DE JUNHO - VÉSPERA DE VESTÁLIA Vesta é a deusa romana do fogo sagrado e do lar e você pode conquistar sua simpatia fazendo este ritual.

Acenda uma vela aromática e dedique-a a Vesta. Concentre-se na vela e no calor que invade cada canto de sua casa. Vá andando pela casa levando a luz e o calor por todos os cômodos, purificando seu lar. Coloque então à vela no canto mais especial do lar e deixe-a queimar até o fim. Atenção para não deixar a vela muito perto de coisas inflamáveis, como cortinas e tapetes. A vela pode ser vermelha e você pode aromatizá-la passando óleo nela com as mãos. DIA 09 DE JUNHO - VESTÁLIA DIA 11 DE JUNHO - DIA DA FORTUNA Fortuna é a deusa romana da prosperidade e hoje é o dia perfeito para trazer este ritual para ter boa fortuna. Pegue onze moedas e unte-as com óleo aromático. Mostre cada uma ao Sol e observe seu brilho, mentalizando que esse mesmo brilho será atraído para você. Peça a deusa orientação e boa fortuna. Coloque as moedas num saquinho e carregue-o consigo durante todo o dia. No dia seguinte, dê as moedas a alguém necessitado. DIA 12 DE JUNHO - VÉSPERA DE SANTO ANTÔNIO As moças casadoiras ficam ansiosas à espera deste dia! Hoje, faça este simples ritual. A flor de Santo Antônio é o Lírio. Leve lírios para ele em uma igreja e agradeça pelo amor que ele está colocando em sua vida (reze como se seu pedido já tivesse sido atendido, assim você deixa o sento bem constrangido e faz ele adiantar o expediente!). DIA 14 DE JUNHO - ANIVERSÁRIO DAS MUSAS Esta antiga tradição grega lembra-nos deste ritual para atrair as qualidades das musas. Acenda um incenso de verbena e coloque uma música bonita, antiga, medieval ou Nova Era. Respire profundamente e visualize lindas jovens a cercar você em um campo verde e florido. Elas lhe sussurram palavras de conforto e inspiração. Dance com elas e ao terminar a visualização ofereça-lhes maçãs e uvas em um prato branco. Deixe em algum lugar verde. Agradeça a presença e estímulo delas. Este ritual simples é especialmente indicado para aqueles que se sentem desanimados e sem ânimo para nada ou para escritores e músicos que andam sem inspiração.

Passe a pedra na fumaça da chama. Segure a pedra nas mãos e invoque o Inverno sempre que tiver uma coisa que não queira mais, como um emprego ruim, um sentimento negativo ou um amor prejudicial. DIA 24 DE JUNHO - DIA DAS LANTERNAS No antigo Egito, as sacerdotisas de Ísis desciam ao templo carregando lanternas, simbolizando o momento em que a deusa chamou a Lua para restaurar a vida de seu amado Osíris. Use este antigo ritual egípcio para reacender a chama de um velho amor. Com uma vela na mão, chame a Lua e peça o mesmo brilho renovador pelo qual Ísis um dia esperou. DIA 25 DE JUNHO - DIA DAS ALMAS GÊMEAS Todo ritual de amor feito hoje tem poder se o amor for verdadeiro. Num papel virgem, escreva tudo o que você espera do amor dos seus sonhos. Depois, queime-o na chama de uma vela amarela e jogue as cinzas em água corrente. Os antigos magos acreditavam que este ritual acelerava o processo do encontro, mas lembre-se que não deve se fixar muito nisso. Deixe acontecer. O caminho das almas gêmeas é longo mesmo. DIA 27 DE JUNHO - DIA DO IMPERADOR JULIANO Considerado o padroeiro dos neopagãos e seguidores da Deusa, Juliano pode ser hoje lembrado em um ritual. Acenda uma vela por todos os que sofreram e sofrem por causa da intolerância religiosa e peça a Juliano que a inspire a cumprir com coragem e sabedoria sua missão de amor. DIA 29 DE JUNHO - ANO NOVO RÚNICO Primeiro dia do Ano Novo Rúnico, que é simbolizado por Feoh, runa da fortuna e da prosperidade. Pegue esta runa de seu jogo, caso tenha um jogo de runas, e enterre-a junto com seu desejo escrito em um papel. A runa deve estar de pé e o símbolo para cima! Deixe por três dias e então desenterre. DIA 30 DE JUNHO - DIA DA GENTE ANTIGA Na Cornuália, os pequenos seres que habitavam os bosques eram conhecidos como "gente antiga". Traga a alegria deles para sua vida oferecendo um prato com doces, balas e miniaturas de objetos. Deixe tudo num jardim ou em um lugar verde perto de sua casa.

DIA 15 DE JUNHO - DIA DE AINE DE KNOCKAINE Aine era uma deusa fada celta que ajudava os viajantes perdidos. Quando se sentir perdido sobre alguma questão, seja profissional ou amorosa, faça como os antigos celtas. Bata em uma árvore três vezes com um ramalhete de flores brancas chamando por Aine e ela logo lhe mostrará o caminho certo. Se a questão for muito complicada, tente se afastar por algum tempo e ficar em uma área verde e tranqüila. DIA 17 DE JUNHO - LUDI PISCATARI Esse era um festival romano onde os pescadores agradeciam aos espíritos das embarcações, pois se acreditava que cada barco possuía um espírito. Faça o mesmo hoje em seu carro. Gire três vezes em torno dele com um incenso, liberando-o de todas as energias negativas. Peça ajuda aos espíritos guardiões para que todos nele sempre viajem em segurança. DIA 20 DE JUNHO - DIA DE CERRIDWEEN Deusa da Lua nova para os antigos celtas. Cerridween é representada pelo caldeirão. Hoje, faça um arroz especial em seu caldeirão, pedindo à deusa que lhe traga muito amor e paz. Use arroz, leite, canela, cravo e açúcar. Outra magia que pode fazer é para saber quanto tempo levará até realizar um desejo. Coloque no caldeirão doze grãos de feijão branco e um preto. De olhos fechados, pergunte quantas luas levarão até seu desejo ser realizado. Quantos grãos brancos pegar antes do preto é o número de luas que terá que esperar. DIA 21 DE JUNHO - SOLSTÍCIO DE INVERNO/ YULE Na tradição celta é quando a natureza volta-se para si mesma, juntando forças para recomeçar seu ciclo na primavera. Medite sobre o inverno e seus significados mais profundos. Acenda duas velas verdes com uma pedra de ônix no meio, pensando nas coisas que você não deseja em sua vida, pois já cumpriram seu ciclo. .

por Marcelo Giusepp Lechinski

Junho é o sexto mês do ano. O número 6 representa “União de Opostos”, de energias e forças: o fogo e a água, o macho e a fêmea, o coração e a mente. Por todas essas razões é o mês ideal para se praticar o “Ritual do Equilíbrio” com o objetivo de harmonizar nosso lado Yin e Yang, e gerar uma sintonia mágica, equilibrada e uníssona com os ritmos da Natureza.

De maneira simples, este livro ensina como aplicar as técnicas em casa ou no trabalho revelando como a singela atitude de reorganizar os móveis, pendurar mensageiros dos ventos na varanda ou posicionar um vaso com flores no quarto pode ativar uma força universal chamada Chi -a poderosa energia magnética que atrai a prosperidade e a boa sorte. Este guia prático o ajudará a entender como as energias ao seu redor funcionam para que você possa direcioná-las a obter uma promoção no trabalho, amenizar desentendimentos familiares, ter um sono mais tranquilo ou otimizar sua energia. Uma pequena dose de Feng Shui em sua rotina diária trará saúde, bem-estar e abundância. Por milhares de anos a arte do Feng Shui tem auxiliado as pessoas a levarem harmonia aos ambientes. Se você deseja que sua vida siga o caminho da felicidade experimente o Feng Shui.

RITUAL DO EQUILÍBRIO
(para ser feito sempre que precisar harmonizar-se) Escolha um local tranqüilo e sente-se. Do seu lado direito acenda uma vela branca e do seu lado esquerdo acenda uma preta.

Sol em Câncer - 21 Junho Hoje é um ótimo dia para a meditação e a reflexão. Interiorize-se por um momento que seja fique alguns minutos em silêncio. Hoje é odia que a luz nasce da escuridão. Incenso do dia: Alfazema

Cruze as pernas e coloque suas mãos espalmadas sobre seu peito (como se estivesse rezando). Fique assim por alguns minutos, sinta a energia que emana das velas formando um círculo de luz em volta do seu corpo. Imagine coisas opostas fundindo-se em apenas uma, um Homem e uma Mulher, o Sol e a Lua. Use a sua imaginação. Depois de alguns minutos você estará sentindo-se renovado, as forças mágicas e equilibradoras permanecerão ao seu lado por muito tempo. Essa é uma experiência fascinante.

"Bruno Pythio é Sacerdote Hierofante da Fellowship Of Isis (Irmandade de Isis), fundador e orientador do Iseum Rosa de Gaia e do Mahina Lyceum (www.irmandadedeisis.blogspot.com), Associado ao Colégio dos Magos em Petrópolis/RJ, ao B.O.T.A. (builders of the adytum) e praticante da Tradição Feri. Phoenix Solar é iniciado em vários sistemas de cura holistica, como Reiki, Seichim e Ama Deus, é Membro fundador do Grupo de estudos e práticas de Bruxaria contemporânea Trina Luna Solaris em Joinville/SC e psicólogo " Contato: orion_aleph@yahoo.com.br www.reflexosdivinos.blogspot.com”

Luciana Onofre, Uma taurina com ascendente em Leão e Lua em Libra. Nascida na Colômbia e habitante da Terra Brasilis atualmente. Pesquisadora do Sagrado Feminino, dos seus mitos e mitologias. Theateísta. Tarologista por paixão. Escrevi em vários espaços ligados a esses temas desde o ano 2000. Entre eles os extintos sites Magia da Deusa, PanDea, Santíssimas.org, Magical, Tribos de Gaia. Já colaborei nos sites: Rede Matríztica, Universo EcoFeminino, Crianças Pagãs. Atualmente minha escrita pode ser acessada no Divinare, no blog Taroteando. Ambos espaços dedicados aos Oráculos e ao Tarot. Assim como no Mamães Matrízticas... dedicado ao mundo de casa, filhos e e "fazeres mágicos" no Vassouras & Bruxas. Taróloga por escolha e fascinação, focando em especial aos Oráculos do Feminino. Aprendiz de herborista e de artesã. Mãe e Tradutora.

Francisco Silva. Sou praticante de Magia Egípcia e um Servo de Isis na Casa de Ishiaro, Mestre Usui Reiki Ryoho (Reiki Tradicional), Praticante de Bruxaria Tradicional (apreciador da arte de Robert Cochrane e da versão americana dada a David e Ann Finnin) Comerciante de ervas, Artesão, Design de Moda Metropolitana, Tarólogo, Quiromante, Terapeuta ocupacional, pai de 2 gatos e dono de um coração... Ishiaro. Caso todos esses títulos não importem tanto pra você assim como não importam tanto pra mim, prazer pode me chamar deFrancisco. Escrevo para o Hedge Witch Craft: www.iishiaro.com e o Ishiaro http://ishiaro.wordpress.com administro a loja online Tarô Sacro: www.tarosacro.com Marcelo Giusepp Lechinski. “Saman”. Bruxo solitário, praticante da arte desde 1998, desenvolvi um a curiosidade e amor pelas ervas após alguns anos de estudo mágico. Professor de Inglês e tradutor, pude ajudar a levar ao conhecimento do público importantes obras de Scott Cunningham como os livros Vivendo a Wicca, Enciclopédia de Wicca na cozinha e o livro completo dos incensos, óleos e infusões. Atualmente modero comunidades sobre herbalismo no Orkut e mantenho um blog sobre magia e bruxaria em geral chamado mundo pagão. Editor do Jornal Pagão Brasileiro Virtual sobre Herbologia Mágica, Vôo Noturno. Contato: mundopagao@gmail.com

Edmur Parra Lopes: Bruxo eclético desde 2003. Sou natural de Piracicaba SP, atualmente, pratico á arte onde vivo em Botucatu SP.. Comecei estudando alguns oráculos, dentre eles, o tarô. Em 2004 participei de um Coven, depois em 2011 tive a oportunidade de participar deste mesmo grupo, com alguns integrantes diferentes, o que foi um grande aprendizado. Nesses oito anos, me dediquei aos estudos da arte intensamente, e hoje, já faz parte da minha vida. Estamos com alguns projetos relacionados com a magia natural, praticamos também, alguns rituais com base na magia grega. Contato: edmurparra@hotmail.com

Fiquem ligados nas minhas comunidades temáticas do Orkut que tem relação direta com os temas abordados em nosso jornal. Se ainda não participa, clique na imagem da comunidade desejada e será redirecionado a ela. Quem quiser saber o que eu ando fazendo ou as novidades sobre o Jornal Vôo Noturno é só me seguir no Twitter http://twitter.com/lechinski
A Magia dos Perfumes Tinturas, Pós e Óleos Mágicos A Magia dos Incensos Gerina Dunwich

A Magia das Ervas

A Magia das Velas

Scott Cunningham

Críticas ou Sugestões de matérias para as próximas edições entre em contato conosco através do nosso e-mail: mundopagao@gmail.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful