You are on page 1of 1

Arado de discos: Uma série de discos rotativos montados individualmente, de forma côncava, presos por um suporte, com uma

profundidade regulável. Usos: Solos compactados; solos aderentes; solos onde não se quer a inversão; onde se quer a mistura do solo. Etc. Aiveca: menor utilização, fundo do suco plano, não necessita de peso para penetrar, inversão total do prisma, o custo de manutenção é maior, regulagens menos freqüentes, mais baratos para uma mesma largura, mais leves (tração animal). Disco: Implemento de preparo mais popular, fundo do sulco curvo, depende de peso para penetrar, inversão parcial do prisma, custo de manutenção é menor, mais caros para uma mesma largura, mais pesados. Insucessos nas aplicações de produtos químicos: Erros na seleção ou uso do equipamento, calibração errada, descontrole do tamanho e colocação das gotas de pulverização, faixa de aplicação inadequada, efeitos da condição ambiental, problemas nas misturas diretamente no campo. Conseqüências das falhas: Elevação dos custos da aplicação, desperdício de produtos, intoxicações, problemas ambientais, danos à cultura por fitotoxidade. Equipamentos para aplicação de produtos: Sólidos: por gravidade, centrífugos. Líquidos: pulverizador de barras. Tipos de bicos: 1. Bico hidráulico em leque: Aplicação de líquidos em sup. planas (solo), em aplicação de herbicidas em pré e pós emergência. 2. Bico hidráulico em cone: Cone vazio: distribuição do prod. somente pela periferia do cone. Cone cheio: prod. é distrib. em toda a superfície da projeção do cone. 3. Bico hidráulico de impacto: Utilizam a energia do jato sendo jogado contra um anteparo na forma de um leque. Tipos de pulverizador: Automizador: pulverizadores hidropneumáticos utilizam a pressão do líquido para formar a gota, e uma corrente de ar para o transporte das gotas até o alvo. Nebulizador: pul. Pneumático q utiliza uma corrente de ar de alta velocidade que faz a quebra da massa do líquido em gotinhas muito pequenas e transporta até ate o alvo. Centrífogos: começa a se usar equipamentos de pulverização q utilizam discos q giram a altas velocidades, fracionando a gota , tendo uma distribuição muito uniforme. Eletrodinâmicos:utiliza conceito da força dinâmica, faz com que as gotas sejam carregadas eletricamente ,aplicação manual. Fatores q afetam a colheita mecanizada: umidade dos grãos ; uniformidade de plantas; habilidade do operador. Tipos de semeadura; lanço,fluxo continuo e precisão: Dosar as sementes,abrir os sulco de semeadura,depositar a sementes no fundo do sulco,cobri-las com uma camada de solo. Classificação das semeaduras quanto a forma de distribuição das sementes : disco de furos,rotor, pneumático e vácuo . Deriva em uma aplicação de inseticidas? Perda da cauda durante a aplicação , q ocorre na saída da calda do bico do pulverizador até o solo,, decorrente do vento, umidade do ar etc.

Arado de discos: Uma série de discos rotativos montados individualmente, de forma côncava, presos por um suporte, com uma profundidade regulável. Usos: Solos compactados; solos aderentes; solos onde não se quer a inversão; onde se quer a mistura do solo. Etc. Aiveca: menor utilização, fundo do suco plano, não necessita de peso para penetrar, inversão total do prisma, o custo de manutenção é maior, regulagens menos freqüentes, mais baratos para uma mesma largura, mais leves (tração animal). Disco: Implemento de preparo mais popular, fundo do sulco curvo, depende de peso para penetrar, inversão parcial do prisma, custo de manutenção é menor, mais caros para uma mesma largura, mais pesados. Insucessos nas aplicações de produtos químicos: Erros na seleção ou uso do equipamento, calibração errada, descontrole do tamanho e colocação das gotas de pulverização, faixa de aplicação inadequada, efeitos da condição ambiental, problemas nas misturas diretamente no campo. Conseqüências das falhas: Elevação dos custos da aplicação, desperdício de produtos, intoxicações, problemas ambientais, danos à cultura por fitotoxidade. Equipamentos para aplicação de produtos: Sólidos: por gravidade, centrífugos. Líquidos: pulverizador de barras. Tipos de bicos: 1. Bico hidráulico em leque: Aplicação de líquidos em sup. planas (solo), em aplicação de herbicidas em pré e pós emergência. 2. Bico hidráulico em cone: Cone vazio: distribuição do prod. somente pela periferia do cone. Cone cheio: prod. é distrib. em toda a superfície da projeção do cone. 3. Bico hidráulico de impacto: Utilizam a energia do jato sendo jogado contra um anteparo na forma de um leque. Tipos de pulverizador: Automizador: pulverizadores hidropneumáticos utilizam a pressão do líquido para formar a gota, e uma corrente de ar para o transporte das gotas até o alvo. Nebulizador: pul. Pneumático q utiliza uma corrente de ar de alta velocidade que faz a quebra da massa do líquido em gotinhas muito pequenas e transporta até ate o alvo. Centrífogos: começa a se usar equipamentos de pulverização q utilizam discos q giram a altas velocidades, fracionando a gota , tendo uma distribuição muito uniforme. Eletrodinâmicos:utiliza conceito da força dinâmica, faz com que as gotas sejam carregadas eletricamente ,aplicação manual. Fatores q afetam a colheita mecanizada: umidade dos grãos ; uniformidade de plantas; habilidade do operador. Tipos de semeadura; lanço,fluxo continuo e precisão: Dosar as sementes,abrir os sulco de semeadura,depositar a sementes no fundo do sulco,cobri-las com uma camada de solo. Classificação das semeaduras quanto a forma de distribuição das sementes : disco de furos,rotor, pneumático e vácuo . Deriva em uma aplicação de inseticidas? Perda da cauda durante a aplicação , q ocorre na saída da calda do bico do pulverizador até o solo,, decorrente do vento, umidade do ar etc.

Arado de discos: Uma série de discos rotativos montados individualmente, de forma côncava, presos por um suporte, com uma profundidade regulável. Usos: Solos compactados; solos aderentes; solos onde não se quer a inversão; onde se quer a mistura do solo. Etc. Aiveca: menor utilização, fundo do suco plano, não necessita de peso para penetrar, inversão total do prisma, o custo de manutenção é maior, regulagens menos freqüentes, mais baratos para uma mesma largura, mais leves (tração animal). Disco: Implemento de preparo mais popular, fundo do sulco curvo, depende de peso para penetrar, inversão parcial do prisma, custo de manutenção é menor, mais caros para uma mesma largura, mais pesados. Insucessos nas aplicações de produtos químicos: Erros na seleção ou uso do equipamento, calibração errada, descontrole do tamanho e colocação das gotas de pulverização, faixa de aplicação inadequada, efeitos da condição ambiental, problemas nas misturas diretamente no campo. Conseqüências das falhas: Elevação dos custos da aplicação, desperdício de produtos, intoxicações, problemas ambientais, danos à cultura por fitotoxidade. Equipamentos para aplicação de produtos: Sólidos: por gravidade, centrífugos. Líquidos: pulverizador de barras. Tipos de bicos: 1. Bico hidráulico em leque: Aplicação de líquidos em sup. planas (solo), em aplicação de herbicidas em pré e pós emergência. 2. Bico hidráulico em cone: Cone vazio: distribuição do prod. somente pela periferia do cone. Cone cheio: prod. é distrib. em toda a superfície da projeção do cone. 3. Bico hidráulico de impacto: Utilizam a energia do jato sendo jogado contra um anteparo na forma de um leque. Tipos de pulverizador: Automizador: pulverizadores hidropneumáticos utilizam a pressão do líquido para formar a gota, e uma corrente de ar para o transporte das gotas até o alvo. Nebulizador: pul. Pneumático q utiliza uma corrente de ar de alta velocidade que faz a quebra da massa do líquido em gotinhas muito pequenas e transporta até ate o alvo. Centrífogos: começa a se usar equipamentos de pulverização q utilizam discos q giram a altas velocidades, fracionando a gota , tendo uma distribuição muito uniforme. Eletrodinâmicos:utiliza conceito da força dinâmica, faz com que as gotas sejam carregadas eletricamente ,aplicação manual. Fatores q afetam a colheita mecanizada: umidade dos grãos ; uniformidade de plantas; habilidade do operador. Tipos de semeadura; lanço,fluxo continuo e precisão: Dosar as sementes,abrir os sulco de semeadura,depositar a sementes no fundo do sulco,cobri-las com uma camada de solo. Classificação das semeaduras quanto a forma de distribuição das sementes : disco de furos,rotor, pneumático e vácuo . Deriva em uma aplicação de inseticidas? Perda da cauda durante a aplicação , q ocorre na saída da calda do bico do pulverizador até o solo,, decorrente do vento, umidade do ar etc.

Arado de discos: Uma série de discos rotativos montados individualmente, de forma côncava, presos por um suporte, com uma profundidade regulável. Usos: Solos compactados; solos aderentes; solos onde não se quer a inversão; onde se quer a mistura do solo. Etc. Aiveca: menor utilização, fundo do suco plano, não necessita de peso para penetrar, inversão total do prisma, o custo de manutenção é maior, regulagens menos freqüentes, mais baratos para uma mesma largura, mais leves (tração animal). Disco: Implemento de preparo mais popular, fundo do sulco curvo, depende de peso para penetrar, inversão parcial do prisma, custo de manutenção é menor, mais caros para uma mesma largura, mais pesados. Insucessos nas aplicações de produtos químicos: Erros na seleção ou uso do equipamento, calibração errada, descontrole do tamanho e colocação das gotas de pulverização, faixa de aplicação inadequada, efeitos da condição ambiental, problemas nas misturas diretamente no campo. Conseqüências das falhas: Elevação dos custos da aplicação, desperdício de produtos, intoxicações, problemas ambientais, danos à cultura por fitotoxidade. Equipamentos para aplicação de produtos: Sólidos: por gravidade, centrífugos. Líquidos: pulverizador de barras. Tipos de bicos: 1. Bico hidráulico em leque: Aplicação de líquidos em sup. planas (solo), em aplicação de herbicidas em pré e pós emergência. 2. Bico hidráulico em cone: Cone vazio: distribuição do prod. somente pela periferia do cone. Cone cheio: prod. é distrib. em toda a superfície da projeção do cone. 3. Bico hidráulico de impacto: Utilizam a energia do jato sendo jogado contra um anteparo na forma de um leque. Tipos de pulverizador: Automizador: pulverizadores hidropneumáticos utilizam a pressão do líquido para formar a gota, e uma corrente de ar para o transporte das gotas até o alvo. Nebulizador: pul. Pneumático q utiliza uma corrente de ar de alta velocidade que faz a quebra da massa do líquido em gotinhas muito pequenas e transporta até ate o alvo. Centrífogos: começa a se usar equipamentos de pulverização q utilizam discos q giram a altas velocidades, fracionando a gota , tendo uma distribuição muito uniforme. Eletrodinâmicos:utiliza conceito da força dinâmica, faz com que as gotas sejam carregadas eletricamente ,aplicação manual. Fatores q afetam a colheita mecanizada: umidade dos grãos ; uniformidade de plantas; habilidade do operador. Tipos de semeadura; lanço,fluxo continuo e precisão: Dosar as sementes,abrir os sulco de semeadura,depositar a sementes no fundo do sulco,cobri-las com uma camada de solo. Classificação das semeaduras quanto a forma de distribuição das sementes : disco de furos,rotor, pneumático e vácuo . Deriva em uma aplicação de inseticidas? Perda da cauda durante a aplicação , q ocorre na saída da calda do bico do pulverizador até o solo,, decorrente do vento, umidade do ar etc.