You are on page 1of 33

JOGA FORA NO LIXO

Resíduo ou lixo, é qualquer material considerado inútil, supérfluo, e/ou sem valor, gerado pela atividade humana, e a qual precisa ser eliminada. É qualquer material cujo proprietário elimina, deseja eliminar, ou necessita eliminar.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Categorias do ponto de vista da periculosidade
A classe I é a mais perigosa, que apresenta risco à saúde pública ou ao meio ambiente. Nessa classe enquadram-se materiais como inflamáveis, corrosivos, reativos, tóxicos e causadores de doença. A classe II é não inerte, ou seja, engloba móveis, tais como materiais combustíveis, biodegradáveis e materiais solúveis na água. A classe III é inerte, ou seja, materiais sólidos e insolúveis na água. Cada lixo deve ser tratado de acordo com a sua classe.

TIPOS DE LIXO
LIXO ORGÂNICO

É todo lixo que tem origem animal ou vegetal, ou seja, que recentemente fez parte de um ser vivo. Neles pode-se incluir restos de alimentos, folhas, sementes, restos de carne e ossos, papéis, madeira, etc.

etc.RESÍDUOS INORGÂNICOS Incluem todo material que não possui origem biológica. Considerando a conformação da natureza. metais e ligas. . como plásticos. vidro. ou que foi produzido através de meios humanos. os materiais inorgânicos são representados pelos minerais.

ou pode causar sérios danos ambientais e/ou à saúde de muitas pessoas. Lixo tóxico precisa receber tratamento adequado. além de rejeitos industriais. certos tipos de tinta (como aquela usada nas impressoras). . Lixo tóxico inclui pilhas e baterias. que contém ácidos e metais pesados em sua composição.LIXO TÓXICO Muito do lixo é tóxico.

LIXO ALTAMENTE TÓXICO Lixo nuclear e hospitalar entram neste quesito. . Estes produtos precisam receber tratamento especial. ou podem causar sérios danos ambientais e/ou à saúde de muitas pessoas. Lixo altamente tóxico deve ser isolado. enquanto lixo hospitalar deve ser incinerado.

televisões e iPods tem entre seus componentes elementos tóxicos.LIXO TECNOLÓGICO Computadores. que prejudicam o meio ambiente. . proíbe a exportação e a importação de resíduos desse tipo no mundo. assinada em 1994. como bário e mercúrio. Países desenvolvidos querem propor a reabertura do comércio de lixo tóxico para solucionar o problema. A Convenção de Basel.

Os primeiros núcleos urbanos sempre ficavam próximos da água e em regiões planas. a primeira metrópole européia já enfrentavam problemas com seu lixo e esgotos. .E OS PROBLEMAS COMEÇAM Os habitantes de Roma. locais onde a natureza poderia beneficiar aos seres humanos. Tudo era lançado nos rios e mares.

A mais grave foi a Peste Negra.Na Idade Média o número de pessoas em regiões urbanizadas aumentou consideravelmente. que entre 1347 e 1351 causou 25 milhões de mortes cerca de um terço da população européia. Era um ambiente propício para a proliferação de ratos e a manifestação de doenças e epidemias. .Com isso. o lixo se acumulava em ruas estreitas.

eram armazenados dentro de grandes barricas que os escravos carregavam na cabeça. enchendo-as de detritos e espalhando fedor para todo os cantos tornando o ar insuportável quando o vento soprava do mar. .Os dejetos humanos. não havia coleta de lixo e rede de esgoto.No Brasil colônia. Á tardinha. eram jogados nas praias.

. no início do século XX. combateu a peste bubônica. criou um esquadrão de cinqüenta homens devidamente vacinados. Este percorria as ruas da cidade. pagando 300 réis por rato apanhado pela população. Para isso. do centro e dos subúrbios.No Rio de Janeiro. espalhando raticida e mandando remover o lixo. Osvaldo Cruz. que percorriam armazéns. becos. cortiços e hospedarias. Criou o cargo de comprador de ratos.

.388 . a média diária de lixo produzido hoje é de 13 mil toneladas.A destinação do lixo urbano sólido. p. cidade do mundo que mais produz lixo. COELHO. 2003. Em Nova York. nos EUA? O problema da destinação do lixo assume tal gravidade que cidades grandes estão perto de um colapso. L. 1 ed. é um problema cuja solução se torna cada vez mais difícil. TERRA. O que fazer com 1.A. São Paulo : Moderna. Geografia Geral e do Brasil. M.5 quilo de lixo per capita por dia.

gira em torno de 600g/hab/dia. no Brasil. . estima-se que cada habitante produz 1 kg de lixo por dia. A produção de lixo "per capita" hoje. por exemplo. Em São Paulo.A filosofia do descartável e do excesso de embalagens predomina em diversos setores do mercado o que significa diretamente mais rejeitos.

Importância da separação do “lixo” Mais material encaminhado para coleta seletiva Menor risco de enchentes Mais pessoas poderão trabalhar Menor risco de doenças Maior será a economia da matéria-prima Menos espécies extintas Ambiente mais preservado .

Mas como o consumo se tornou consumismo? .

. Tudo era um show.Nas Exposições e Lojas de Departamento parisienses de fins do século XIX. os produtos eram apresentados em grande estilo.

inaugurando a exploração dos sonhos pelo mundo dos negócios de uma maneira tão intensa e explícita como nunca antes vista. .Nas fantasias dos consumidores. eles vão buscar o apelo para as mercadorias.

É O DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DO “TER” EM DETRIMENTO DA CULTURA DO “SER” .

VAMOS PENSAR UM POUCO! .

Ao adquirir um produto você analisa se a sua produção e uso são prejudiciais ao ambiente? .

Ao comprar objetos que estão na moda. se preocupa com a durabilidade? .

Você é daqueles (as) que não resistem a uma liquidação? .

Preocupa-se com qual será o destino do lixo que você produziu? E quais as suas conseqüências? .

DICAS PARA DIMINUIR A PRODUÇÃO DE LIXO .

plástico. vidro e metal. A redução na emissão de CO2 na atmosfera é de cerca de 1 tonelada por ano. são necessários dezessete árvores e 26 000 litros de água a mais do que o exigido para fazer papel reciclado. .•Separe papel. •Utilize PAPEL RECICLADO: para fabricar 1 tonelada de papel virgem.

•Prefira AS PILHAS RECARREGÁVEIS: elas duram até cinco anos. escolha produtos obtidos sem prejuízo para a Natureza. reaproveite o verso de papéis usados. •Pratique o consumo sustentável. evite o uso de embalagens em excesso ou de copos e talheres descartáveis. •Não jogue lixo nas ruas. contra noventa dias de uma pilha alcalina comum. . reduza a quantidade de lixo.

DESTINO DO LIXO .

mosquitos. baratas e ratos. O gás produzido pela decomposição do lixo pode causar explosões. líquido que resulta da decomposição do lixo que polui o solo e os lençóis d'água. Outro problema é o "chorume". atraindo moscas. . e ainda é manipulado pelos "catadores de lixo" que correm o risco de se contaminar.No lixão o lixo fica a céu aberto em terrenos baldios sem nenhum tratamento e sem nenhum critério sanitário de proteção ao ambiente.

principalmente o gás carbônico.caso contrário.No aterro sanitário ocorre a deposição de camadas de lixo alternadas com camadas de argila auxiliando na impermeabilização. pois. São colocadas mantas de polietileno sobre o solo com sistemas de drenagem para o chorume. podem ocorrer explosões. É necessário também. um sistema de drenagem de tubos para os gases. . o gás metano e o gás sulfídrico. Nessas condições as camadas de lixo sofrem decomposição aeróbia e depois anaeróbia.

A incineração é um processo caro. permitindo uma relativa redução no volume e nos contaminantes. . dioxinas e outros contaminantes gasosos. cinzas voláteis e resíduos sólidos que não se queimam e que concentram substâncias tóxicas com potencial de contaminação do meio. no qual o lixo é queimado em fornos de alta temperatura. A incineração gera dióxido de carbono. óxidos de enxofre e nitrogênio.

o material orgânico do lixo sofre um tratamento biológico do qual resulta material utilizado na fertilização (como adubo na agricultura) e recondicionamento do solo ou em ração para animais.No processo de compostagem. .

RECICLE. . REDUZA. MAS SIM DE CADA UM DE NÓS. REPENSE.O PROBLEMA NÃO É APENAS DOS GOVERNANTES. REUTILIZE.

pdf http://infoener.itu.estadao.com.geomundo.5elementos.br/cientifica/artigos/artigos_enangrad/pdfs/xiv_ enangrad/Administracao _Sustentavel_e_os_Desafios_da_Formacao_de_um_Administrador.br/lazer/staruck/lixo.org.com.br/scripts/biomassa/br_residuos.historianet.htm http://www.doc http://www.wikipedia.int/ITUD/ict/conferences/panama06/material/10_IBGE_ Brazil_Presentation_households_s.angrad.br/alaic/Congreso1999/13gt/MariaEduardaMotaRo cha.org.cfm?id_conteudo=6819 http://www.link.br/sala_de_aula-trabalho-meio-ambienteurbano.br/index.br/controlPanel/materia/view/2794 http://www.pdf www.com.usp.SITES CONSULTADOS http://pt.eca.com.unito.iee.aspx?codigo=367 http://ich.asp http://www.com.br .br/conteudo/default.org/wiki/Res%C3%ADduo http://paginas.terra.usp.htm http://www.