A evolução

Definição de Evolução
(Conceito chave da Biologia)

Conjunto de processos que transformaram a vida à superfície da Terra, desde as formas primitivas até à grande diversidade actual

• Antes do séc. XVII : O Fixismo
Platão Aristóteles

427-347 A.C.
O Essencialismo

384-322 a.c O fixismo.

Durante 2500 anos, havia o conceito de que as espécies eram fixas, imutáveis e não evoluiam.

A Teologia Natural (creacionista) Judaico-Cristã dominou até Carl von Lineu

O texto bíblíco era levado à letra (negando a evolução). A classificação hierarquica de Lineu encontrou explicação nos desígnios do Nomenclatura binomial criador.

1707-1778

Georges Cuvier
• O CATASTROFISMO
– Bases de Paleontologia e do estudo dos fósseis – Observa que as espécies se alteram de estrato em estrato – Explica as diferenças entre os estratos por catástrofes naturais (secas, dilúvios…) – Actos de criação

•1769-1832.

James Hutton e Charles Lyell

O Gradualismo

James Hutton Charles Lyell (1726-1797) (1797-1875) • As mudanças profundas da superfície terrestre são o resultado de acções lentas mas contínuas.
• PRINCÍPIO DAS CAUSAS ACTUAIS

Jean-Baptiste de Lamarck • O Lamarckismo:
• Herança dos caracteres adquiridos • teoria do uso e do desuso.
• • Actualmente sabemos que as características adquiridas não são necessariamente transmissíveis. A evolução não é intencional, i.é, os seres vivos não evoluem no sentido de procurarem o « melhor » ou de seguirem um « caminho ».

1744-1829
Analisar experiência de Weismann – pág. 127

Alfred Wallace
Ele falhou a possibilidade de ser o pai da teoria da evolução

• Em 1858 (encontrava-se na Malásia em pesquisa)envia uma carta a Darwin, dando-lhe a conhecer as suas ideias; • Darwin “apressa-se” a publicar a sua obra, visto as ideias de Wallace

Charles Darwin
Pai da teoria da evolução

Autor do célebre «A origem das espécies»
(Londres, 1859)
1744-1829

(Analisar extracto da obra)
(1809-1882)

Thomas Malthus
Pai do « Malthusianismo » O desenvolvimento da população pressupõe a necessidade de limitar o seu crescimento para atingir um máximo de bem estar económico, individual e social.
1766-1834
(Analisar gráfico página 131)

Georges Cuvier
• Observa que as espécies se alteram de estrato em estrato • Catástrofes Naturais • Actos de criação sucessivos •1769-1832.

• Darwin ?

O Darwinismo
pressupostos: a)Origem comum A evolução, a unidade e diversidade dos seres vivos actuais a partir de espécies ancestrais comuns. 1) As populações apresentam variabilidade 2)A selecção natural É o mecanismo proposto para explicar a evolução.

O beagle

1831 - 1836

Algumas subtilezas da selecção natural
Acerca da importância da POPULAÇÃO

•Definição : •É a mais pequena unidade capaz de evolução •O indivíduo em si não evolui. •A selecção intervém, apenas, nas variações hereditárias . 1 espécies = isolamento = incompatibilidade genética = 2 espécies

Um exemplo de selecção natural
Biston betularia • Um caso de melanismo industrial

Ficha Trabalho Pág. 134

Lamarckismo Vs. Darwinismo
Transparência Pág. 135

As marcas da evolução
1) A biogeografia

Biogeografia…

Os sinais da evolução
2) Os arquivos geológicos

Os sinais da evolução
2) Arquivos geológicos

Órgãos Homólogos

Pág. 139

Órgãos Homólogos

Embriologia 1

Embriologia 2

Homologia

homologia

Homologia

Uma saída para cada uso

Analogia

Exemplos de Órgãos Homólogos

• origem comum, adaptação aos meios e funções diferentes • Evolução Divergente

Órgãos Análogos
• Origem diferente e adaptação a meios e funções semelhantes • Evolução Convergente

NEODARWINISMO

TEORIA SINTÉTICA
• Séc. XX – “explosão” da Genética

1942

• Mutações; Meiose – crossing-over e segregação independente; Fecundação

• •

VARIABILIDADE

A SELECÇÃO NATURAL VAI ACTUAR SOBRE ESTA VARIABILIDADE

• EVOLUÇÃO

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful