Disciplina: LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

Professora: Lilian Piro de Oliveira E-mail/MSN: lilianpirodeoliveira@uol.com.br Twitter: lili_piro

objetivo
• Conhecimento e Estudo dos principais pontos das legislações ambientais.

Legislação de Parcelamento e Usos do Solo. Código Florestal Brasileiro. 4. Constituição Federal e o Direito Ambiental. Princípios 2. 7 estatuto da cidade 8 Lei de Diretrizes Nacional para o saneamento básico .CONTEÚDO PROGRAMÁTICO • • • • • • • • • 1. 6. 3. Licenciamento ambiental. Lei de Crimes Ambientais. Sistema Nacional do Meio Ambiente (SISNAMA). 5.

.Avaliação • 2 provas (setembro e novembro) • Apresentação de seminários.

Bibliografia • Direito do Ambiente – Edis Milaré – Ed. Malheiros • Curso de direito ambiental – Celso Antonio Pacheco Fiorillo –Ed. Saraiva . RT • Curso de direito ambiental – Paulo Affonso Leme Machado – Ed.

.

NOÇÕES PRELIMINARES .

Hierarquia das leis .

.

6ª) RESOLUÇÕES: são espécies normativas cuja regra é a edição nas Casas. separadamente . após conseguir uma delegação do Congresso Nacional. 4ª) MEDIDAS PROVISÓRIAS (art. prazo esse prorrogável uma única vez por igual período (art. 3ª) LEIS DELEGADAS: elas formam uma exceção ao princípio da indelegabilidade das funções.ESPÉCIES NORMATIVAS: 1ª) EMENDAS CONSTITUCIONAIS: elas têm por objetivo a modificação do texto da Constituição Federal 2ª) LEI COMPLEMENTAR e LEI ORDINÁRIA: Na lei complementar o campo material é predeterminado pelo constituinte. 5ª) DECRETO LEGISLATIVO: Trata-se de ato normativo cuja matéria é de competência exclusiva do Congresso Nacional. A lei ordinária possui campo material residual. ela não é lei porque ela não nasce do Poder LegislativoA MP perderá sua eficácia se não for convertida em lei no prazo de 60 dias. isso porque elas são editadas pelo Poder Executivo. 62. 62 CF): não é lei mais é ato com força de lei. em tese seriam matérias mais importantes que não admitiriam analise por meio de lei ordinária. § 3º e § 7º da CF).

• Não há Lei sem um fato que a justifique.LEI • É a norma escrita. emanada do Poder legislativo. . • A Lei é feita para atingir a todos (genérica) que estiverem dentro daquele contexto. • A Lei nasce no meio da sociedade para disciplinar a vida social em função de situações anômalas que a está tumultuando.

CARACTERÍSTICAS 1. 3. 4. 2. GENERALIDADE ou IMPESSOALIDADE OBRIGATÓRIEDADE ou IMPERATIVIDADE PERMANÊNCIA ou PERSISTÊNCIA AUTORIZANTE .

CLASSIFICAÇÃO DAS LEIS 1. SEGUNDO A INTENSIDADE DA SANÇÃO: a) Perfeitas b) Mais do que perfeitas c) Menos perfeitas d) imperfeitas . QUANTO A FORÇA OBRIGATÓRIA: a) COGENTES ou INJUNTIVA b) SUPLETIVAS ou PERMISSIVAS 2.

LEI DE EFEITO CONCRETO • PRODUZ EFEITOS IMEDIATOS. . pois traz em si mesma o resultado específico pretendido.

CONSOLIDAÇÃO. 3.CÓDIGO. ESTATUTO: regulamentação unitária dos interesses de uma categoria de pessoas . CONSOLIDAÇÃO: regulamentação unitária de leis preexistentes. CÓDIGO: conjunto de normas estabelecidas por Lei. COMPILAÇÃO E ESTATUTO 1. 2.

SISTEMAS DE VIGÊNCIAS • A Lei começa a vigorar em todo país 45 dias e 3 meses no exterior após oficialmente publicada • Sistema ÚNICO ou SINCRÔNICO ou SIMULTÂNEO. • SISTEMA SUSCESSIVO ou PROGRESSIVO .

VACATIO LEGIS • PERÍODO QUE MEDEIA A PUBLICAÇÃO DA Lei E SUA ENTRADA EM VIGOR .

CLÁUSULA DE VIGÊNCIA • É A QUE INDICA A DATA A PARTIR DA QUAL A Lei ENTRARÁ EM VIGOR .

. O PRAZO CONTA-SE A PARTIR DA PUBLICAÇÃO DO REGULAMENTO.: SE A Lei DEPENDER DE REGULAMENTO. • Obs. INCLUÍDO O DIA DA PÚBLICAÇÃO E O ÚLTIMO DIA. DEVENDO A Lei ENTRAR EM VIGOR NO DIA SEGUINTE.FORMA DE CONTAGEM • CONTA-SE O PRAZO DIA A DIA.

LEI CORRETIVA • Se a Lei foi publicada com incorreções ou erros materiais. a correção será feita através da Lei corretiva . • Se entrou em vigor necessitará de uma nova lei . • Se a Lei ainda não entrou em vigor não precisa de nova Lei.

. • Podendo ser publicada na imprensa particular caso o município ou estado não tenham imprensa oficial.Local de publicação da lei • A Lei é publicada no Diário oficial do Executivo.

REPRESTINAÇÃO • É A RESTAURAÇÃO DA VIGÊNCIA DE UMA LEI ANTERIORMENTE REVOGADA. .

OBRIGATORIEDADE DAS LEIS 2. PRINCÍPIO DA CONTINUIDADE DAS LEI .PRINCÍPIOS 1. PRINCÍPIO JURA NOVIT CURIA 3.

: Lei A é revogada pela Lei B que por sua vez é revogada pela Lei C. .REPRESTINAÇÃO • É A RESTAURAÇÃO DA VIGÊNCIA DE UMA LEI ANTERIORMENTE REVOGADA • Ex.