FÍSICA - 2º E.G.

III UNIDADE

Conceitos Básicos de Óptica Geométrica

Introdução a Óptica Geométrica
 Para enxergar as coisas a seu redor ( luz do Sol, de tocha, de vela, de lâmpada ), o ser humano sempre necessitou de luz. Sem ela seria impossível viver. Afinal como seria o mundo sem luz ?  Podemos dizer que a luz é uma forma de energia radiante que se propaga por meio de ondas eletromagnéticas. É o agente físico responsável pela produção da sensação visual.

.

por exemplo. como Platão e Aristóteles. Platão. supunha que nossos olhos emitiam pequenas partículas que.Introdução a Óptica Geométrica Filósofos gregos. . ao atingirem os objetos. tornavam-nos visíveis. já se preocupavam em responder a perguntas tais como: Porque vemos um objeto? O que é a luz? etc.

em:  ÓPTICA GEOMÉTRICA . que é dividida.  ÓPTICA FÍSICA .Estuda e analisa o comportamento e a trajetória da propagação luminosa. .Introdução a Óptica Geométrica O estudo da luz é realizado pela Óptica.Estuda a natureza da luz.

.

as estrelas. sua roupa. Exemplos: a Lua. uma parede. uma caneta. etc. . o livro. Podemos distinguir dois tipos: Fontes primárias ou corpos luminosos são as fontes que possui luz própria. uma lâmpada acesa. Exemplos: O Sol. etc.FONTES DE LUZ Todos os corpos que emitem luz são chamados fontes de luz. Fontes secundárias ou corpos iluminados são as fontes que não têm luz própria.

. verificase que sua velocidade de propagação no vácuo é constante e. igual a 300. aproximadamente.VELOCIDADE DA LUZ Para qualquer que seja o tipo de luz. Mas nos meios materiais a velocidade da luz assume valores diferentes.000 km/s. sempre menores que 300.000 km/s.

. com origem na fonte luminosa. que representam e indicam a direção e o sentido de propagação da onda luminosa. Feixe de luz: é apenas um conjunto de raios luminosos.RAIOS E FEIXES DE LUZ Raio de luz: São linhas orientadas.

.

Temos três tipos básicos de feixes luminosos: Feixe paralelo: os raios de luz mantêm uma distância constante um dos outros. . ou seja. Exemplo: um canhão de luz. são paralelos.

uma lupa. como exemplo. . Exemplo: um feixe de luz que atravessa uma lente convergente (lente que aproxima os raios de luz).Feixe convergente: os raios de luz se aproximam um dos outros ao longo da trajetória.

.Feixe divergente: os raios de luz se afastam um dos outros ao longo da trajetória. Exemplo: um feixe de luz que atravessa uma lente divergente (lente que afasta os raios de luz).

OS PRINCÍPIOS DE PROPAGAÇÃO DA LUZ  Princípio da independência dos raios luminosos: A trajetória de um raio de luz independe da trajetória de outros raios. a trajetória de um raio de luz não é afetada quando há cruzamento com outro raio. . ou seja.

. Principio da propagação retilínea da luz: A luz se propaga em linha reta nos meios transparentes.

por exemplo. Todos os dias projetamos sombras no chão quando saímos caminhando de casa. uma conseqüência do principio de propagação retilínea da luz. pois foi impedida de ser iluminada pelos raios que foram bloqueados por um objeto. .SOMBRA A sombra é uma região em que há ausência de raios luminosos.

SOMBRA Os eclipses são fenômenos muito conhecido e existe devido às sombras produzidas por um astro sobre outro. e existem dois tipos: • Eclipse Solar • Eclipse Lunar Veja a demonstração de ambos Eclipses na página seguinte. .

assim. sendo que nessa haverá um escurecimento do céu. encoberta pela lua. parte da Terra está na região de sombra da lua.SOMBRA Eclipse solar: Neste caso luz do sol. não consegue chegar a Terra. .

SOMBRA Eclipse lunar: A sombra da Terra “cobre” toda a lua. . e não permitindo a passagem dos raios de luz provenientes do sol.

Reflexão da luz .

Reflexão da luz Reflexão é um fenômeno físico no qual ocorre a mudança da direção de propagação da luz. . Ou seja. consiste no retorno dos feixes de luz incidentes em direção à região de onde ela veio. após os mesmos entrarem em contato com uma determinada superfície refletora.

O feixe de luz que se dirige para a superfície é denominado feixe incidente e o feixe devolvido pela superfície refletora é o feixe refletido. .Reflexão da luz Quando a luz incide sobre uma superfície e retorna para o meio em que estava se propagando. dizemos que ela sofreu reflexão.

Reflexão da luz A reflexão pode ser de dois tipos: .

quando os raios de luz incidem sobre superfícies totalmente polidas.Reflexão da luz Reflexão especular ou regular. .

Reflexão da luz .

. quando os raios incidem sobre superfícies irregulares.Reflexão da luz Reflexão difusa. Essa última é a responsável pela percepção do ambiente que nos cerca.

As Leis da Reflexão Devemos entender duas leis em relação à reflexão: O ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão. A reta normal os raios incidente e refletido estão no mesmo plano. .

As Leis da Reflexão .

b. ( ) Os feixes de luz podem ser divergentes. c. ( ) Após se cruzarem os feixes seguem trajetórias diferentes.EXERCÍCIO DE CLASSE 1. Coloque V (verdadeiro) ou F (falso): a. e. d. ( ) É possível converter feixes paralelos em convergentes. ( ) A velocidade da luz é finita . convergentes paralelos. ( ) A luz não se propaga em linha reta.

. c) a velocidade da luz é de 300. b) Os raios de luz do sol são todos convergentes.2.000 km/s. Assinale a alternativa correta: a) Feixes divergentes sempre se concentram em um ponto. d) Um feixe de luz divergente não pode ser convertido em um feixe paralelo. e) Feixes de luz podem fazer curvas.

Quando um feixe de luz incidente encontra uma superfície irregular. os feixes refletidos partem para várias direções.3. Quando isso ocorre dizemos que a reflexão é: a) especular b) difusa c) paralela d) convergente e) divergente .

( ) A maioria dos corpos reflete difusamente a luz.4. ( ) Quando um objeto pode ser visto em diferentes posições é porque houve difusão da luz que incidiu sobre o objeto e. ( ) O feixe devolvido pela superfície é chamado de feixe refletido c. ( ) Após se cruzarem os feixes seguem as mesmas trajetórias d. . Coloque V (verdadeiro) ou F (falso): a. ( ) O feixe que se dirige para a superfície é chamado de feixe incidente b.

Sobre as leis da reflexão assinale a alternativa correta: a) O raio incidente.5.R.D. . c) O ângulo de incidência é diferente do ângulo de reflexão d) O ângulo de incidência é maior que o ângulo de reflexão e) N. b) O ângulo de inciência superior ao ângulo de reflexão. a normal e o raio refletido estão em planos diferentes.

paralelo e convergente d) convergente. Assinale a alternativa que apresenta os nomes dos feixes na seqüência correta: a) paralelo. divergente e convergente b) divergente. divergente e paralelo e) divergente. divergente e paralelo .6. convergente e paralelo c) divergente.

Determine o ângulo de reflexão do sistema abaixo: a) 20° b) 35° i r c) 40° 40º d) 50° e) 60° .7.

represente a saída desse raio de luz do sistema de espelhos e determine o ângulo de reflexão desse raio. a) 30º b) 40º c) 50º d) 60º e) 70º E1 50º E2 .8. Um raio de luz entra em um sistema de dois espelhos com ângulo de incidência de 50º.

9. Determine o ângulo de x sabendo que o ângulo de incidência é igual a 30º: a) 20° b) 30° c) 40° d) 50° i r e) 60° x .

(PUC-SP) O ângulo de incidência. Qual o valor do ângulo formado entre o raio refletido e a superfície do espelho? .10. é de 30°. em um espelho plano.

O fenômeno da reflexão da luz ocorre sempre que um raio de luz: a) incidir sobre uma superfície espelhada de um espelho ideal b) atravessar a superfície de separação de dois meios transparentes e de índices de refração diferentes c) atravessar um orifício de diâmetro igual a 10-2cm d)se propagar na água e) se propagar no vácuo .11.

pode-se ouvir o eco de um som.12. O fenômeno acústico que explica o eco é: a) a refração b) a reflexão c) a ressonância d) a interferência e) a difração . Em determinadas condições.

como mostra a figura ao lado. Um raio de luz que incide em E. com um ângulo de 40º. (UNESP) Dois espelhos planos E1 e E2 formam um ângulo de 110º entre si. é refletido sucessivamente por E1 e E2: O ângulo que o raio refletido por E2 forma com o plano de E2 é igual a: a) 20º b) 30º c) 40º d) 50º e) 60º .13.

O ângulo entre os raios incidnte e refletido mede 35º. O ângulo de incidência mede: a) 20.0º d) 70.0º e) 75º .CEARÁ) Um raio de luz atinge uma superfície metálica. onde reflete.5º c) 35.14.E.5º b) 17. (U.

Os ângulos de incidência e reflexão desse raio de luz são.F.PIAUÍ) A figura ao lado representa um raio de luz que incide no espelho plano E e é por ele refletido. (U.15. respectivamente: a) 25º e 25º b) 25º e 65º c) 65º e 65º d) 65º e 25º e) 90º e 90º .

16. (U. Nesse caso o ângulo entre o espelho e o raio refletido é igual a: a) 20º b) 35º c) 45º d) 55º e) 65º .RGS) O ângulo entre o raio de luz que incide num espelho plano e a normal à superfície do espelho é igual a 35º.F.

F. (U. Portanto.PELOTAS)O ângulo entre um raio de luz incidente numa superfície metálica e o correspondente raio refletido é igual a 60º. o ângulo de incidência do raio de luz é igual a: a) 20º b) 30º c) 40º d) 50º e) 60º .17.

REFRAÇÃO DA LUZ .

Vamos iniciar nosso estudo enunciando a seguinte experiência: ao nos colocarmos do lado de fora de uma piscina cheia de água e olhar em direção ao fundo dela vamos perceber que seu fundo parece estar em altura diferente. Essa diferença acontece por causa do fenômeno óptico de refração da luz.

A refração é o fenômeno que ocorre com a luz quando ela passar de um meio homogêneo e transparente para outro meio também homogêneo e transparente, porém diferente do primeiro. Nessa mudança de meio, podem ocorrer mudanças na velocidade de propagação e na direção de propagação.

.

. a esse fenômeno dá-se o nome de refração da luz. a sua velocidade muda. sofrendo. um desvio na sua direção de propagação.Quando um raio de luz passa de um meio para outro. em conseqüência.

ÍNDICE DE REFRAÇÃO A velocidade da luz em cada meio está associada ao índice de refração absoluto do meio: c – velocidade da luz no vácuo (c = 3 . 108 m/s = 3 . não possui unidade de medida) . ou seja. 105 km/s) v – velocidade da luz no meio considerado (m/s no SI) n – índice de refração absoluto do meio (adimensional.

Nos demais meios a luz tem dificuldade considerável para se propagar por isso o índice de refração da luz nesses casos é maior que 1. No ar a dificuldade da luz para se propagar é baixa. Assim para resolvermos exercícios podemos considerar o índice de refração também igual a 1. .No vácuo a luz não encontra dificuldade para se propagar. Portanto o índice de refração absoluto do vácuo é sempre 1.

o valor do índice de refração em qualquer meio.A velocidade da luz no vácuo é c = 300 000 km/s e em outro meio qualquer é menor do que este valor. Conseqüentemente. é sempre maior que a unidade (n > 1). . exceto o vácuo.

000 km/s.Exemplo: A velocidade da luz no vidro é v = 200.5 . O índice de refração do vidro será: nvidro = c / v = 300 000 / 200 000 = 1.

Os valores de índices de refração de alguns meios materiais Meio material ar Índice de refração (n) 1.50 1.49 .33 1.42 acrílico 1.90 álcool etílico diamante 1.00 água vidro glicerina 1.36 2.

EXERCÍCIOS 01.000 km/s. determine o índice de refração absoluto para esse meio.000 km/s. Sendo a velocidade da luz no vácuo 300. Certa luz monocromática apresenta num meio material velocidade igual a 150. a) -1 b) 1 c) 2 d) 3 e) 4 .

000 km/s.5 e) 2 . A velocidade da luz no vácuo é 300.5 d) 2. a) 1 b) 1.02. Determine o índice de refração absoluto de um líquido onde a luz se propaga com a velocidade de 200.3 c) 1.000 km/s.

b) ( ) o índice de refração no vácuo é sempre 1.Coloque v(verdadeiro) ou f(falso): a) ( ) a luz no vácuo encontra dificuldade para se propagar. .000 km/s e em outros meios essa velocidade aumenta. d) ( ) a luz no vácuo se propaga sempre a 300. c) ( ) em todos os meios de propagação o índice de refração é sempre igual a 1. e) ( ) a luz no vácuo não encontra dificuldade para se propagar.

000 km/s b) 250.000 km/s c) 200. O índice de refração absoluto do vidro é 1. Qual a velocidade de propagação dessa luz no vidro? a) 300.03.000 km/s .000 km/s e) 100.5 para certa luz monocromática.000 km/s d) 150.

3 c) 1.000 km/s.04. a) 1 b) 1.5 d) 2. Determine o índice de refração absoluto de um meio onde a luz se propaga com a velocidade de 300.5 e) 2 .

000 km/s .05. O índice de refração absoluto do vidro é 2 para certa luz monocromática. Qual a velocidade de propagação dessa luz no vidro? a) 300.000 km/s d) 150.000 km/s e) 100.000 km/s b) 250.000 km/s c) 200.