You are on page 1of 14

I - Materiais Plásticos

Processos de moldagem

Termoformagem

Introdução

Processo no qual chapas geralmente extrusadas são moldadas (podem ser usadas chapas laminadas, calandradas ou filmes ).

Princípio básico : Chapa plástica aquecida

Forçada contra um molde Resfriada

http://www.solvayindupa.com/processosdetra nsformacao/processingmethod/0,,12538-50,00.htm

Introdução

Ao contrário dos outros processos de moldagem o material não é fundido. Assim, o tempo de resfriamento é geralmente curto – tempo de moldagem curto também.

Aplicações típicas:
 

 

Embalagens de ovos Bandejas Gabinetes internos de refrigeradores Embalagens do tipo “blister” Copos descartáveis Embalagens de flores

www.embanews.com

Processo – “Vacuum forming”
 

Técnica mais simples e mais utilizada. A chapa é presa e aquecida – quando ela começa a ceder (“ sag point”) é transferida para o molde. O molde pode ser do tipo fêmea ou macho. O vácuo é aplicado imediatamente e o material plástico é estirado sobre o molde. O vácuo permanece enquanto o material resfria e toma o formato da cavidade do molde.

Quando a chapa cede ocorre um estiramento no local onde a mesma é segura o que provoca um afinamento nesta região. A espessura é definida no momento em que a chapa toca no molde e é feito o vácuo.

Processo – “Vacuum forming”

Algum estiramento adicional pode ocorrer na parte que ainda não tocou no molde, assim geralmente as áreas mais finas situam-se nos cantos. Ou seja nas áreas onde o material percorre maiores distâncias a espessura será um pouco menor. Esta técnica é utilizada quando as partes externas necessitam de detalhes ou tolerâncias mais rígidas.

Processo

Processo – Pressão mecânica

O material é forçado mecânicamente sobre o molde com o auxílio de um pino ( “plug”) que pode ser metálico, de madeira ou de material termorrígido.

O vácuo realizado completa este processo. Pode ser utilizada também pressão positiva de ar.
Vantagem : maior uniformidade na espessura especialmente para copos ou caixas. Neste processo a chapa cede pouco. Assim que o pino toca o material ,nos pontos de contato, a espessura já é definida. Pode-se então dar o formato desejado ao pino para compensar diferenças na espessura.

http://plastics.turkavkaz.ru/processes/thermoforming/plug-assist-forming/

Processo

http://www.thermoformingdivision.com/movie s/index.htm

Vantagens

Baixo custo do maquinário e dos moldes Baixas temperaturas e pressões envolvidas

Facilidade de moldar peças grandes
Ciclos rápidos de moldagem

Desvantagens:
     

Alto custo da matéria-prima (chapas) Alto índice de rebarbas (scraps) Limitação no formato das peças Variações na espessura de parede É comum a presença de tensões internas Apenas um lado ou parte da peça é definido pelo molde