You are on page 1of 32

INSTRUMENTOS DE ABRANGÊNCIA MICRO E ESFERA PÚBLICA.

Professora MSc. Carla E. Baracuhy Firmino

INSTRUMENTOS DE ABRANGÊNCIA MICRO E ESFERA PÚBLICA.

Os instrumentos de gestão ambiental focados em mecanismos de comando e controle são aplicados pelo poder público sobre a atividade privada, a fim de conciliar os conflitos de interesse existentes entre os imperativos da esfera privada e o bem comum social.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Para determinados empreendimentos, não é suficiente sua regulação somente junto à Prefeitura, mas é necessário que o mesmo seja também licenciado junto ao órgão de controle ambiental.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL

.LICENCIAMENTO AMBIENTAL  O licenciamento decorre de uma preocupação crescente nas últimas décadas por parte do Poder Público em conciliar um desenvolvimento das atividades produtivas com a conservação e melhoria da qualidade ambiental da qual depende a qualidade de vida e saúde das populações.

.LICENCIAMENTO AMBIENTAL – SIGNIFICADO LEGAL  As licenças apresentam um caráter definitivo. uma vez que pressupõem um direito subjetivo do requerente desde que sejam cumpridas certas condições preestabelecidas pelo órgão de controle ambiental.

. construir. instalar. modificar e operar empreendimentos ou atividades efetiva ou potencialmente poluidoras. ampliar. estabelece as condições.LICENCIAMENTO AMBIENTAL – RESOLUÇÃO CONAMA 237/97  Licença Ambiental: ato administrativo pelo qual o órgão ambiental competente. restrições e medidas de controle ambiental para localizar.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL – RESOLUÇÃO CONAMA 237/97  Com este instrumento busca-se garantir que sejam adotadas medidas preventivas de controle ambiental nos empreendimentos de modo a compatibilizar suas atividades com a visão do desenvolvimento sustentável. .

.LICENCIAMENTO AMBIENTAL – NÍVEIS DE COMPETÊNCIA. O licenciamento está previsto nos vários níveis de competência pública (municipal. estadual e federal) em função do âmbito de abrangência do impacto ambiental.

Licença de Instalação – LI 3. Licença de Operação . Licença Prévia – LP 2.O PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL – GRUPO DE TRÊS LICENÇAS 1.LO .

 Cada etapa depende da aprovação da etapa anterior.O PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL  A obtenção de cada uma dessas licenças deve ser realizada em uma sequência lógica. junto ao órgão de controle .  São obtidas ambiental. cada qual apresentando funções específicas e objetivos muito bem definidos.

.LICENÇA PRÉVIA ( LP ) • Pode ser considerada como a mais importante das licenças. obra ou atividade. pois é aqui que se definirá a abrangência e a complexidade do processo de licenciamento ambiental. • É solicitada no início do processo de licenciamento ambiental. ou seja. na fase de planejamento do empreendimento.

Na maioria dos casos. o processo de licenciamento ambiental não requer a apresentação de um EIA/RIMA devido ao fato de o empreendimento apresentar um impacto ambiental de abrangência limitada. a elaboração do Estudo de Impacto Ambiental (EIA)/(RIMA) Relatório de Impacto Ambiental.LICENÇA PRÉVIA ( LP )  Nesta fase poderá ser exigido pelo Poder Público.  .

previsão.ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL (EIA) É o conjunto de atividades técnicas e científicas que incluem o diagnóstico ambiental. . identificação. interpretação e a valorização de impactos ambientais. o estabelecimento das medidas mitigadoras e os programas de monitoramento de impactos ambientais. medição.

de modo. . • O RIMA consubstancia as conclusões do EIA devendo apresentar a discussão dos impactos positivos e negativos considerados relevantes no estudo.RELATÓRIO DE DE IMPACTO AMBIENTAL (RIMA) • É o documento do processo de avaliação de impacto ambiental e deve esclarecer em linguagem corrente (popular). todos os elementos da proposta em estudo. que estas informações possam ser utilizadas na tomada de decisão e divulgados para o público em geral (em especial para a comunidade afetada).

nº 001/86 ):  Depende da elaboração do EIA-RIMA. a ser submetido a aprovação do órgão estadual competente e da Secretaria do Meio Ambiente (SMA – órgão federal). tais como: .ATIVIDADES QUE DEPENDEM DE EIA-RIMA PARA LICENCIAMENTO (CONAMA. o licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente. em caráter supletivo.

retificação de cursos de água. Oleodutos. drenagem e irrigação. Portos terminais de minérios. obras de saneamento ou de irrigação. troncos coletores e emissários de esgotos sanitários. Ferrovias. transposição de bacias. Aeroportos. abertura de barras e embocaduras. minerodutos. . abertura de canais para navegação. Obras hidráulicas para exploração de recursos hídricos. Linhas de transmissão de energia elétrica acima de 230 KW. gasodutos. tais como barragem para quaisquer fins hidrelétricos acima de 10 MW. diques. petróleo e produtos químicos.       Estradas de rodagem com 2 (duas) ou mais faixas de rolamento.

Aterros sanitários. carvão). Extração de combustível fóssil (petróleo. qualquer que seja a fonte de energia primaria. destilarias de álcool. químicos. com potencia instalada acima de 10 MW. siderúrgicos. extração e cultivo de recursos hidróbios).     . hulha. Usinas de geração de eletricidade. xisto. Extração de minério. processamento e destino final de resíduos tóxicos ou perigosos. Complexo e unidades industriais e agroindustriais (petroquímicos.

derivados ou produtos similares. acima de 100 ha ou em áreas consideradas de relevante interesse ambiental a critério da SMA e dos órgãos municipais e estaduais competentes. Qualquer atividade que utilizar carvão vegetal. quando atingir áreas significativas em termos percentuais ou de importância do ponto de vista ambiental.   . em quantidade superior a dez toneladas por dia. Projetos urbanísticos. em área acima de 100 ha ou menores. Exploração econômica de madeira ou de lenha.

neste caso quando se tratar de áreas significativas em termos percentuais ou de importância do ponto de vista ambiental. inclusive nas áreas de proteção ambiental. Projetos agropecuários que contemplem áreas acima de 1000 ha ou menores. e Empreendimentos potencialmente patrimônio espeleológico nacional. lesivos ao  .

   . Não pode ser superior a cinco anos. Estabelecimentos dos requisitos básicos e condicionantes a serem atendidos nas próximas fases de implementação do empreendimento. Prazo de validade é no mínimo o estabelecido pelo cronograma de elaboração dos planos. Atestado de viabilidade ambiental da instalação do empreendimento.LICENÇA PRÉVIA ( LP ) Principais características dessa licença:  Aprovar a localização e concepção do empreendimento. programas e projetos relativos ao empreendimento ou atividade.

LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) o Esta licença é solicitada após a obtenção da licença prévia. . Programas de gerenciamento de Risco. Programas de Recuperação Ambiental. o Nesta fase são apresentados os planos e programas ambientais tais como: Planos de Controle Ambiental. Projetos das Unidades de Tratamento de Efluentes Industriais.

   . ou seja.PAB ). a implantação da infra-estrutura física de suporte do empreendimnto. o cronograma de instalação do empreendimento ou atividade. Inclui as medidas de controle ambiental e demais condicionantes. A instalação do empreendimento deve ocorrer de acordo com as especificações constantes dos planos e projetos previamente aprovados (Projeto Ambiental Básico .LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) Principais características dessa licença:  Autoriza o início da instalação do empreendimento ou atividade. Prazo de validade de. no mínimo. não podendo ser superior a 6 (seis) anos.

 Estação de tratamento de efluentes industriais etc.  .LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) Projeto Ambiental Básico (PAB) Normalmente a infra-estrutura aparecerá como condicionantes nas licenças do empreendimento.  Estação de tratamento de esgotos. Alguns exemplos: Instalação de sistemas de tratamento de emissões atmosféricas.

vem acompanhada da documentação necessária que será concedida se todo o procedimento anterior for aprovado.LICENÇA DE OPERAÇÃO (LO) • Esta licença é requerida após a obtenção da LP e LI e. . • Nesta fase os sistemas de tratamento dos poluentes emitidos pela atividade são verificados quanto a sua eficiência proposta no projeto.

LICENÇA DE OPERAÇÃO (LO) Principais características dessa licença:  Autoriza a operação do empreendimento. de acordo com o previsto nas LP e LI. O prazo de validade deverá considerar os planos de controle ambiental com no mínimo quatro anos e no máximo dez anos. Outorgada após a verificação do cumprimento das condicionantes das licenças anteriores. como o funcionamento dos equipamentos de controle de poluição.  .   Envolve a verificação das medidas de controle ambiental e as condicionantes especificadas para a operação.

em qualquer fase do empreendimento.A obtenção de cada uma das licenças está condicionada a um processo de monitoramento pelo órgão de controle ambiental. a fim de verificar o cumprimento das condicionantes. .

LICENCIAMENTO PROCEDIMENTOS GERAIS AMBIENTAL - o Será o licenciamento simplificado. ou condicionado ao EIA/RIMA. que deverá ser elaborado por uma equipe multidisciplinar? o Realização de Audiência Pública? Quando o órgão ambiental julgar necessário Por solicitação do ministério público Quando solicitado por um grupo de no mínimo 50 cidadãos o Aprovação do órgão ambiental. .

AUDIÊNCIA PÚBLICA A Audiência Pública tem por finalidade a divulgação. além de colher opiniões. discussão do projeto e de seus impactos. as suas alternativas locacionais e tecnológicas. sugestões e críticas para subsidiar a decisão do licenciamento ambiental. . constituindo-se ato formal e consultivo.

AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL (AIA) • A perícia ambiental busca avaliar os impactos ambientais causados no meio ambiente. • Métodos analíticos empregados para se determinar o nível de contaminação e a mudança da qualidade ambiental. • Elementos e etapas de EIA e tipologia dos impactos também são discutida. .

o Estudo de Avaliação de Impactos Ambientais (EIA) é exigido na forma da Lei para instalação de obra ou atividade potencialmente perigosas de causar dano ao meio ambiente. . 255 da Constituição Federal de 05/10/1988.AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL • Conforme consta no art. • A sua publicidade também é exigida na forma da Lei.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL Uma vez realizado e aprovado o EIA de um empreendimento é possível a obtenção do licenciamento ambiental do projeto. .

REFERÊNCIAS Conama nº 001/86 e Conama nº 237/97 BRAGA. São Paulo: Atlas. 2ª Edição. B. B. Gestão ambiental: instrumentos. esferas de ação e educação ambiental. SEIFFERT. . M. São Paulo: Pearson Prentice Hall. et al. 2005. 2007. Introdução a Engenharia Ambiental – O Desafio do desenvolvimento sustentável. E.