You are on page 1of 17

Comunicação Empresarial na Prática

Sandra Helena Terciotti Isabel Macarenco

1ª Edição| 2009 |

Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações .

por meio da linguagem gestual e/ou corporal. É constituída apenas de sinais não verbais que revelam as emoções dos envolvidos na comunicação face a face.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra O que é comunicação não verbal? • Comunicação não verbal  É a que não ocorre com sinais verbais. Ela se dá sem a participação da fala e da escrita. .

receber e perceber os sinais não verbais são processos independentes. É importante saber interpretá-los adequadamente.” • .Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Qual a importância de conhecer os significados dos sinais não verbais de comunicação? • Conhecer o que expressa a linguagem corporal ajuda não só a perceber mais sobre si mesmo. que podem se transformar em habilidades e estão estreitamente relacionados à atuação profissional do indivíduo na sociedade contemporânea. embora seja muda. Enviar. mas também sobre as relações com os outros. “O corpo tem uma linguagem que. é tão significativa que expressa mais do que palavras.

postura e gestos). olhar (oculésia). Olfática. Paralinguagem. 4. 6. Cinésica (expressão facial. 3. Cronêmica (percepção do tempo e reação a ele). . autotoques). Tacêsica (toque. Proxêmica (distâncias interpessoais). 5.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Quais são as formas de comunicação não verbal? • Formas de comunicação não verbal: 1. 2. Aparência física. 7.

Cinésica: É a parte da semiótica que estuda os movimentos corporais como sinais não verbais de comunicação. podemos saber que condições emocionais orientam os atos de uma pessoa. Postura ou posicionamento do corpo: através de seus movimentos. Divide-se em: a) Expressões faciais – emoções que podem estar por trás de sinais que marcam o rosto e que podem revelar os mais variados sentimentos. .  postura incongruente: indica discórdia. Divide-se em:  postura congruente: indica empatia e disposição verbal.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Quais são as formas de comunicação não verbal? 1. falta de interesse e/ou afinidade.

Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Quais são as formas de comunicação não verbal? • Gestos Gestos mais comuns e os significados que lhe são atribuídos: Gestos Ausência de gesticulação Ausência de contato físico Autoagressão Bocejo Braços cruzados na frente do corpo Cabeça inclinada para um dos lados Cabeça e peito erguidos Coçar a cabeça Corpo em direção oposta ao olhar Corpo inclinado para a frente Significados Comunicação desprazerosa Falta de identificação/Submissão/Timidez Tensão/Baixa autoestima Desinteresse/ Sono Autodefesa Afinidade/timidez/Sedução Dominação/Segurança Dúvida/Insegurança Desinteresse/Vontade de se evadir Aceitação/Interesse/Desinibição .

Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Gestos mais comuns e os significados que lhe são atribuídos: Gestos Corpo inclinado para trás Cumprimentar abaixando a cabeça Significados Desinteresse/Rejeição Respeito/Submissão As duas mãos atrás da cabeça Esfregar o nariz Forte aperto de mão Fraco aperto de mão homem alisando barba ou orelha imitação dos gestos do interlocutor Lábios presos entre os dentes Manipulação contínua de objetos Dominação/Superioridade Desaprovação Fraqueza/Interesse/Vigor físico e psicológico Desinteresse/Medo/Timidez Interesse/Sedução Identificação Ansiedade/Falta de vontade de falar Ansiedade .

mantê-la em equilíbrio demonstra firmeza e sincronia. balançá-la para a frente várias vezes representa concordância com a comunicação. O movimento dos olhos e o contato visual também afetam o processo de comunicação. Oculésia: é a forma de comunicação não verbal que se dá por meio do olhar. .Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Posição da cabeça:    balançar a cabeça para os lados indica discordância.

A voz pode revelar estado emocional.  O tom de voz empregado revela maior ou menor controle no uso da voz: alto ou baixo.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações 2. . origem geográfica. Ex: o vestuário. Capa da Obra 3 . os acessórios . Aparência física: é a primeira mensagem não verbal passada na comunicação face a face. etc.  A convivência e o relacionamento no ambiente de trabalho são mais equilibrados quando as pessoas deixam claro deu jeito de ser e os demais sabem lidar com isso. Paralinguagem: é a forma e comunicação não verbal que considera as características da expressão vocal. gênero. idade. tonalidade agradável e velocidade alternada.  O silêncio também constitui uma importante forma de comunicação não verbal.  Os aspectos externos de uma pessoa traduzem a forma como ela quer ser vista e como quer ser tratada. rápido ou lento. o cabelo.

Tacêsica: forma de comunicação que analisa o ato de tocar o interlocutor e de se autotocar. O autotoque pode expressar tensão interna e baixa estima. 5.  sociopetal: disposição espacial dos corpos que propicia a interatividade. atração persuasão ou sedução. Divide-se em:  sociofulgal: disposição espacial dos corpos que rejeita a interatividade. tais como afeto. Proxêmica: é a forma de comunicação que considera a distância interpessoal como comunicação não verbal.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra 4. Usam o toque para expressar os mais diversos sentimentos. A comunicação tátil está relacionada à cultura dos comunicadores. .

que são substâncias que servem como meio de comunicação entre indivíduos da mesma espécie . ou seja. Cronêmica: é a forma de comunicação que analisa as mensagens não verbais derivadas da percepção do tempo e da reação a ele. cumprindo prazos somente se possível e mudando de planos frequentemente.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra 6. Olfática: forma de comunicação que considera os aromas exalados pelo corpo. Divide-se em:  monocrônica: é a pessoa mais rigorosa em relação ao tempo. cumprindo e sendo pontual.  policrônica: é a pessoa menos rigorosa em relação ao tempo. 7. os feromônios. .

Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Quais a relação entre a comunicação não verbal e as diferenças culturais • Embora muitas culturas compartilhem dos mesmos sinais não verbais de comunicação. . Qual é a importância da comunicação não verbal no processo de aculturação? • O conhecimento dos sinais não verbais de comunicação da cultura na qual se encontra inserido pode facilitar seu processo de adaptação ao novo país e à nova cultura. existem outras que apresentam sinais específicos.

.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Qual é a importância da comunicação não verbal para os sucesso profissional? • Os sinais não verbais de comunicação. aos quais recorremos todos os dias sem nos darmos conta. são imprescindíveis no processo de codificação e decodificação da mensagem em uma comunicação face a face.

. se for mulher.. ora em outra.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Que sinais não verbais de comunicação devem ser evitados durante uma apresentação? • • • • • Adotar uma postura imóvel e rígida. ou a saia. Ajeitar o nó da gravata. Apoiar-se ora em uma perna. Ameaçar o público como o ponteiro ou com a caneta a laser. pigarrear ou bocejar. Coçar-se. a blusa etc. se for homem.

Ficar com as pernas abertas. Fazer gestos que conotem nervosismo ou inibição.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Que sinais não verbais de comunicação devem ser evitados durante uma apresentação? • • • • • • Consultar excessivamente o relógio. . Dar as costas à plateia. Fixar os olhos no chão. Cruzar os braços na frente do corpo. no teto ou em uma só pessoa da plateia.

• Passar a mão nos cabelos. mexer nos óculos ou esfregar o nariz.Capítulo 10 Comunicação não verbal nas organizações Capa da Obra Que sinais não verbais de comunicação devem ser evitados durante uma apresentação? • • • Manusear chaveiro. caneta e quaisquer outros objetos. . Olhar através das pessoas e não nos seus olhos. Movimentar as mãos excessivamente.