You are on page 1of 9

MANEJO DE CROCODILIANOS EM CATIVEIRO

Apresentação
O manejo sustentado dos recursos naturais exige conhecimento profundo destes recursos envolvendo a biologia e auto-ecologia das espécies, bem como o estudo da dinâmica das populações e as suas interrelações com o meio ambiente.

Os crocodilianos ...
 A família Crocodylidae inclui três subfamílias: Crocodylinae,

Alligatorinae, Gavialinae. Nessas existem 22 espécies de crocodilianos reconhecidas, das quais 15 são usadas comercialmente para a manufatura de artigos de luxo.  No mundo em geral os crocodilianos estão sendo aproveitados de três formas:  Wild harvest ; Ranching ; Farming.

Composição corporal
 A composição corporal pode fornecer informações especificas sobre o estagio de desenvolvimento e a nutrição do

animal. A composição química corporal não é fixa, variando da concepção até a morte, porém observa-se que esta é proporcionalmente muito semente entre os adultos de espécies diferentes, com exceção de água e gordura. Portanto as variações observadas numa determinada idade deve-se principalmente ao estado nutricional dependente da reserva de gordura.

Taxa metabólica
 Os

crocodilianos são animais pecilotérmicos cujo metabolismo apresenta uma enorme variação, sem considerar a hibernação, o metabolismo pode ser acelerado, em condições máxima de atividades ou significativamente reduzido o animal permanece submerso na água sem respirar por cerca de 4 horas.  A ampla faixa de variação na temperatura interna dos répteis são resultados da sua inabilidade de manter uma alta taxa metabólica e da falta de isolamento térmico na superfície.

“ Temperatura ótima”
 O termo “temperatura ótima preferida” reflete a

temperatura a qual uma dada espécie esta fisiologicamente adaptada. A temperatura ótima preferida pela maioria dos répteis situa-se entre 20 e 39,5 graus e um Maximo térmico critico a cerca de 38. Porém a temperatura preferida também depende do estágio fisiológico e ecológico. Animais mantidos em cativeiros devem dispor de uma faixa de variação térmica normal para suas atividades. E isso pode ser feito de duas maneiras: a primeira é manter o recintos termicamente uniforme dentro da faixa da atividade normais dos répteis ou manter o cativeiro com temperaturas variadas permitindo q o animal tenham oportunidade de regular sua temperatura movimentando-se a procura da temperatura ideal.

Alimentação em cativeiro
 A nutrição de crocodilianos é pouco conhecida, e os requerimentos

nutricionais específicos são baseados em dados limitados sobre os itens alimentares consumidos na natureza. Para a formulação de alimentos para crocodilianos, é desejável uma lista longa de diversos itens, e atualmente esta lista está restrita a alimentos de origem animal

Tipos de alimentos
 Fatores que determinam a escolha de um

regime alimentar em cativeiros incluem: Consideração de custo, disponibilidade anual de fonte alimentar primária,qualidade de armazenamento, facilidade de manejo, aceitação pelo animal, requerimentos nutricionais( proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas e minerais.) efeito sobre a taxa de crescimento e reprodução.  Oferecer aos animais uma alimentação baseada em carne vermelha fresca, peixes, aves, rãs, vísceras bovinas como fígado, coração, pulmão. De modo que se assemelhe com o que o animal encontra na natureza.

Bem estar do animal...

 A manutenção de crocodilianos em cativeiros requer o conhecimento das necessidades biológicas básicas que incluem: temperatura, umidade, espaço, luz, nutrição adequada a cada faixa etária , higiene, patologia ( evitar que o animal fique doente), comportamento social e ambiental.