INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1

Aula 4 – Dimensionamentos Parte2
Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1
• Divisão igual de corrente entre os condutores em paralelo, mesma constituição, o mesmo material isolante, a mesma seção nominal, aproximadamente o mesmo comprimento e não apresentarem derivações ao longo de seu percurso.

Condutores fase em paralelo

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1
Condutor Neutro
• O condutor neutro não pode ser comum a mais de um circuito. • O condutor neutro de um circuito monofásico ou bifásico deve ter a mesma seção do condutor de fase.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1
Condutor Neutro
• Quando, num circuito trifásico com neutro, a taxa de terceira harmônica e seus múltiplos for superior a 15%, a seção do condutor neutro não deve ser inferior à dos condutores de fase. • Caso a 3ª harmônica seja superior a 33% deverá utilizado fator de correção.
Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

quando as três condições seguintes forem simultaneamente atendidas: Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Seção do condutor neutro • Num circuito trifásico com neutro e cujos condutores de fase tenham uma seção superior a 25 mm2. a seção do condutor neutro pode ser inferior à dos condutores de fase.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . • A corrente das fases não contiver uma taxa de terceira harmônica e múltiplos superior a 15%.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Simultaneamente atendidas • Circuito for presumivelmente equilibrado. em serviço normal. • O condutor neutro for protegido contra sobrecorrentes.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Seção reduzida do condutor neutro Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Condutor de proteção • Todas as partes metálicas de uma instalação devem ser obrigatoriamente aterradas com a finalidade de proteção. • O sistema de aterramento deve ser o responsável por escoar com segurança quaisquer correntes de defeito com objetivo de prover segurança.

Dimensionamento do condutor de proteção Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . • Os terminais destinados aos condutores de proteção devem ser compatíveis com as seções dimensionadas pelos critérios aqui estabelecidos.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 • Ser capaz de suportar a corrente de falta presumida.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Dimensionamento do condutor de proteção • A seção dos condutores de proteção não deve ser inferior ao valor determinado pela expressão seguinte.terra Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . aplicável apenas para tempos de seccionamento que não excedam 5 segundos: *I é a Icc – fase .

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Seção mínima dos cond. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . Proteção • A seção dos condutores de proteção deve ser calculada ou selecionada de acordo com a tabela.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Barramentos de Baixa Tensão Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Conceito de barramento • São elementos de seção transversal. blindadas e ao tempo. normalmente de formato retangular ou circular instalados no interior de quadros de comando ou em subestações abrigadas.

ou ainda de liga metálica. • Os barramentos podem ser de cobre. alumínio.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Finalidade • Coletar e distribuir correntes que chegam da fonte aos diversos circuitos alimentadores conectados aos quadros. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Barramentos de Fabricação específica Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

Eles são recobertos.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Barramentos pré-fabricados • Também chamados de barramentos blindados são conjuntos de barras chatas condutoras de eletricidade. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . que comumente podem ser de aço carbono zincado ou de alumínio. elaborados para transmitir e distribuir correntes elétricas elevadas de 100 A a 6. por invólucros metálicos retangulares. em geral. geralmente de cobre ou de alumínio.000 A.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Barramento blindado Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

• Corrente nominal do barramento e das derivações. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Para determinação do barramento • Tensão da instalação. • Valores máximos de queda de tensão. • Grau de proteção. • Nível de curto-circuito presumível.

de acordo com norma NBR IEC 60529. do inglês grau de proteção internacional. O produto pode ser encontrado desde completamente desprotegido até protegido contra submersão (o mais protegido).INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Grau de Proteção IP • identificado pelas letras IP. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . para penetração de água e corpos sólidos. Ele determina qual é o nível de proteção de uma série de produtos.

39 na página 114. dimensionados de acordo com a corrente de carga. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Barramentos retangulares de cobre • Empregados em painéis metálicos de baixa ou média tensão. • As capacidades de corrente nominal estão na tabela 3.

39 na página 115. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . • As capacidades de corrente nominal estão na tabela 3.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Barramentos redondos maciços de cobre • São constituídos de barras maciças circulares de cobre de diferentes seções transversais. • Normalmente estes barramentos são destinados a subestações de média tensão abrigadas.

de produtos que não sejam expressamente apresentados e comercializados como tal. por exemplo.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Eletrodutos • É vedado o uso. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . produtos caracterizados por seus fabricantes como mangueiras. Esta proibição inclui. como eletroduto.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . • Só são admitidos em instalação embutida os eletrodutos que suportem os esforços de deformação característicos da técnica construtiva utilizada. • Em qualquer situação. químicas.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Características dos Eletrodutos • Nas instalações elétricas só são admitidos eletrodutos • não-propagantes de chama. os eletrodutos devem suportar as solicitações mecânicas. elétricas e térmicas a que forem submetidos nas condições da instalação.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . por exemplo.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Tipos de condutores permitidos • Nos eletrodutos só devem ser instalados condutores isolados. • Isso não exclui o uso de eletrodutos para proteção mecânica. cabos unipolares ou cabos multipolares. de condutores de aterramento.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Facilidade em manutenção • As dimensões internas dos eletrodutos e de suas conexões devem permitir que. os condutores possam ser instalados e retirados com facilidade. após montagem da linha.

calculadas com base no diâmetro externo. não deve ser superior a: • 53% no caso de um condutor.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Taxa de ocupação • a taxa de ocupação do eletroduto. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . • 40% no caso de três ou mais condutores. e a área útil da seção transversal do eletroduto. • 31% no caso de dois condutores. dada pelo quociente entre a soma das áreas das seções transversais dos condutores previstos.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . Se os trechos incluírem curvas. se os trechos forem retilíneos. não devem exceder 15 m de comprimento para linhas internas às edificações e 30 m para as linhas em áreas externas às edificações.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 limites • os trechos contínuos de tubulação. sem interposição de caixas ou equipamentos. o limite de 15 m e o de 30 m devem ser reduzidos em 3 m para cada curva de 90°.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Figuras Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

” Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . • Uma bandeja pode ser perfurada ou não. com rebordos e sem cobertura.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Bandeja para cabos • Suporte de cabos constituído por uma base contínua.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . constituído por uma base com cobertura desmontável. • A base e a cobertura da eletrocalha podem ser lisas ou perfuradas”.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Eletrocalha • Elemento de linha elétrica fechada e aparente. permitindo também a acomodação de certos equipamentos elétricos”. destinado a envolver por completo os condutores elétricos providos de isolação.

leitos. prateleiras • Nas linhas elétricas em que os condutos forem bandejas.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Bandejas. prateleiras só devem ser utilizados cabos unipolares ou cabos multipolares. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . leitos.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Eletrocalhas • Nas linhas elétricas em que os condutos forem eletrocalhas podem ser utilizados cabos unipolares ou cabos multipolares e isolados. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

Admite-se. os cabos devem ser dispostos. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . no entanto. capas e coberturas) não ultrapasse os limites estabelecidos na NBR 3812. leitos e prateleiras. preferencialmente. desde que o volume de material combustível representado pelos cabos (isolações. a disposição em várias camadas. em uma única camada.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Camada única • Nas bandejas.

Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Limitação do volume • A limitação do volume de material combustível destina-se a minimizar ou mesmo evitar que os cabos contribuam para a propagação de incêndio.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Leitos Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Bandeja ou eletrocalha Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Eletrocalha aramada Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Figuras Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

cabos unipolares e cabos multipolares.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Canaletas e perfilados • Nas canaletas instaladas sobre paredes. Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA . podem ser instalados condutores isolados. em tetos ou suspensas e nos perfilados. • Os condutores isolados só podem ser utilizados em canaletas ou perfilados de paredes não-perfuradas e com tampas que só possam ser removidas com auxílio de ferramenta.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 Perfilados Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful